Arquivo da tag: plant-based

Marca brasileira desenvolve versão plant based de pão de queijo

Monama lança o Revolucionário Pão de Queijo Vegano

Mockup-Pao-de-Queijo

Monama, empresa brasileira de alimentos verdadeiramente saudáveis, lançou recentemente o Revolucionário Pão de Queijo Vegano. Feito apenas com ingredientes naturais e de origem vegetal, a novidade possui sabor e textura iguais à tradicional receita mineira de pão de queijo.

Para chegar a um impressionante resultado, a marca contou com uma equipe de especialistas dedicada 100% ao projeto. Após meses de testes, o Revolucionário Pão de Queijo Vegano surgiu agradando diversos paladares, até mesmo daqueles que não são veganos.

pao de queijo

Um dos segredos da similaridade à versão tradicional é o nutritional yeast. O novo alimento é uma levedura nutricional com sabor semelhante ao queijo parmesão, capaz de oferecer os nove aminoácidos essenciais para o corpo.

Além disso, a consistência do Revolucionário Pão de Queijo Vegano foi projetada para que ficasse perfeita, sem perder aquele famoso “puxadinho” do alimento. A novidade também é clean label, ou seja, só usa ingredientes naturais e fáceis de serem identificados no rótulo.

O Revolucionário Pão de Queijo Vegano da Monama é orgânico e não contém queijo, glúten, leite, ovos e nem manteiga. O produto é temperado apenas com azeite de oliva extravirgem, sal do Himalaia e nutritional yeast.

pao de queijo monama

Tamanho: cada pacotinho contém 400g
Preço sugerido: R$ 17,50

Onde encontrar: Monama

Como se alimentar à base de plantas de um jeito descomplicado e econômico

O chef Thiago Medeiros, do Namu Cursos, ensina como utilizar a alimentação Plant Based no dia a dia de um jeito descomplicado e econômico

Comer de forma saudável, prática e saborosa é o desejo das pessoas que tentam conciliar o dia a dia agitado e o bem-estar. Muitas vezes, no entanto, imaginam que é difícil abandonar antigos hábitos, como se alimentar em fast-foods, ingerir proteína animal ou utilizar alimentos industrializados. Para mostrar que é possível criar consciência alimentar, sem perder tempo nem prazer à mesa, o Namu Cursos, primeira plataforma de videoaulas voltada exclusivamente para o bem-estar, criou “Descomplicando o Plant Based”, com o chef Thiago Medeiros, especializado em gastronomia vegana e vegetariana.

O curso para iniciantes mostra conceitos, dá dicas como organizar a lista de compras, ensina técnicas de cozinha e como preparar pratos diários com o que tem na geladeira. O Plant Based, alimentação 100% natural à base de plantas, inclui tudo o que vem da terra, como sementes, grãos, frutas, flores, legumes e verduras. “É preciso combater o estigma de que esse tipo de alimentação é sem graça e pouco nutritiva. Ela é rica em vitaminas e minerais, contém proteínas e pode ser muito saborosa”, afirma Thiago. “E ainda reduz os riscos de Diabetes tipo 2, diminui a hipertensão arterial e contribui para o alcance da longevidade”, completa.

Mas qual é a diferença entre veganismo e o Plant Based? Os dois excluem o consumo de produtos de origem animal, mas o Plant Based propõe um modelo com o uso integral dos alimentos, minimamente processados, frescos e, de preferência, orgânicos. “Ele traz ainda o conceito de comfort food, aquela comida que lembra os pratos preparados pela avó, tia ou mãe na infância e tem a capacidade de despertar emoções”, diz.

Quem aderir ao Plant Based ainda está contribuindo para o equilíbrio do meio ambiente. O método respeita os conceitos de sustentabilidade, rastreabilidade (conhecimento da origem do alimento), sazonalidade (consumo apenas de produtos de cada estação) e processo orgânico (sem adubo químico nem fertilizante). “A ideia é se alimentar de forma saudável e manter equilíbrio com o universo”, conclui Thiago.

E, para finalizar, Thiago ensina duas receitas deliciosas do seu curso disponível na plataforma Namu Cursos. Lá é possível encontrar um conteúdo exclusivo, com outras receitas e dicas.

Croquete de grão de bico

croquete de grao de bico.jpg

Ingredientes:
2 xícaras de grão de bico cozido
1 xícara de farinha de trigo integral
1 cebolas em cubos
2 dentes de alho
2 colheres de sopa de tahine
2 colheres de sopa de zaatar
½ maço de coentro
1 maço de escarola
1 colher de sopa de lemon-pepper
1 limão
½ xícara de azeite
Sal e pimenta do reino a gosto
Farinha de linhaça para empanar

Modo de preparo:
Como fazemos com todas as leguminosas, primeiramente é preciso deixar o grão de bico de molho por até 24 horas, trocando a água a cada 8. Em seguida, cozinhe-o em água/caldo de legumes até que comece a desmanchar. Transfira o grão escorrido ainda quente para o processador e bata-o até obter um purê. Tempere esse purê com tahine, zaatar, coentro, lemon pepper, limão, azeite, sal e pimenta do reino. Em paralelo, refogue o alho e a cebola em um fio de azeite, adicione as folhas de escarolas rasgadas e mexa tudo rapidamente. Adicione a escarola refogada ao purê de grão de bico e processe mais uma vez. Acerte o ponto da massa com farinha de trigo, lembrando sempre de adicionar a farinha aos poucos para não ressecar a massa. Quando ele estiver em ponto de bolear, está pronto. Molde os croquetes com as mãos, empane-os na farinha de linhaça e disponha-os lado a lado em uma assadeira previamente untada. Leve ao forno preaquecido a 200º por 20 minutos, ou até que estejam firmes.

Risoto de tomate e hortelã

risoto de tomate e hortela.jpg

Ingredientes:
1xícara de arroz arbóreo
1kg de tomate em cubos
2 cebolas em cubos
4 dentes de alho picados finamente
1 maço de hortelã
¼ xícara de açafrão ralado
1 colher de sopa de páprica picante
2 colheres de sopa de chimichurri
Caldo de legumes caseiro
Sal a gosto

Modo de preparo:
Comece por fazer um caldo de legumes caseiro bem saboroso. Para isso, coloque uma panela no fogo com água e junte cascas e aparas de legumes, talos de ervas, folhas de louro, especiarias e etc. Deixe ferver por, pelo menos, uma hora, ou até que os sabores tenham passado para o caldo. Agora, em uma frigideira alta, refogue o alho, a cebola, o açafrão e metade do tomate com um fio de azeite, mexendo bem até ficar bem dourado. Tempere com uma pitada de sal e chimichurri, e, em seguida, acrescente o arroz. Deixe que o grão doure por completo e vá adicionando o caldo de legumes aos poucos, sempre mexendo em sentido horário e, dessa forma, cozinhe o grão.
Toda a vez que o líquido secar, você adiciona mais um pouco do caldo de legumes. Continue sempre mexendo em sentido horário, até que o grão esteja macio. Acerte os temperos com sal e páprica picante e finalize com uma boa dose de azeite e folhas de hortelã rasgadas.

Sobre o Thiago Medeiros: Chef de cozinha formado pela Universidade Anhembi Morumbi, em São Paulo, especializado em cozinha vegetariana e vegana. Faz viagens de pesquisa para diversos países com o objetivo de agregar ainda mais conhecimento e experiência aos seus pratos

Sobre o Namu Cursos: startup com foco em qualidade de vida. É a primeira plataforma de videoaulas voltada exclusivamente para o bem-estar. O objetivo da empresa é contribuir para a evolução das pessoas por meio de conteúdos para uma vida mais equilibrada. Os cursos são completos e contam com os melhores professores de yoga, pilates, fitness e alimentação saudável. São adquiridos por meio do site e podem ser acessados pelo computador, celular ou tablet.

 

Especialista elenca vantagens de ter uma dieta baseada em alimentos vegetais

Cada vez mais popular no Brasil, a dieta plant-based tem como principal foco o consumo de produtos de origem vegetal, priorizando sua forma mais original possível. Além da busca por uma alimentação saudável, é também um estilo de vida que busca melhorias quanto à qualidade de vida e ao meio ambiente.

Pensando nessa nova onda, Jéssica Santos, nutricionista da Superbom, empresa alimentícia especializada na fabricação de produtos saudáveis, lista os benefícios de adotar uma dieta plant-based:

Melhora do Sistema Imunológico

vegetais

Por ser baseada em vegetais, há uma grande quantidade de micronutrientes nesses alimentos, o que favorece muito as defesas do corpo contra as doenças infecciosas e crônicas, por exemplo. “Além disso, há uma grande redução do risco de câncer, ou até mesmo retardando os avanços da doença”, conta.

Redução do colesterol e glicose no sangue

vegetais jerzy gorecky
Foto: Jerzy Gorecki

Por falar em açúcar, o consumo de alimentos mais naturais é pobre em carboidratos simples e gorduras ruins para o corpo. Em 2017, um estudo da Universidade of Wisconsin (EUA), apontou que a alimentação à base de plantas está ligada à redução de todas as causas de mortalidade e risco diminuído de obesidade, diabetes tipo 2 e Doença Arterial Coronariana (DAH).

“Ter uma dieta plant-based garante uma maior qualidade de vida e reduz os riscos de doenças cardiovasculares, como a hipertensão, e outras disfunções hormonais, como a diabetes”, explica.

Longevidade

rachel-gorjestani ervilhas pixabay
Rachel Gorjestani/Pixabay

Uma boa notícia para quem se preocupa com qualidade de vida e a longo prazo: alimentos mais naturais desaceleram o envelhecimento. “Essa dieta é rica em antioxidantes que combatem os radicais livres, substâncias nocivas que as células produzem na queima de oxigênio. Eles são os principais responsáveis pela danificação da pele e também pelo surgimento de rugas”.

Abaixo, a nutricionista faz uma seleção de alimentos plant-based da Superbom que podem ser incluídos na dieta à base de vegetais por serem livres de insumos de origem animal, além de serem livres de conservantes e corantes artificiais:

Burger-Gourmet.jpg

Burger Gourmet Vegan Superbom é semelhante ao de origem animal, porém feito à base de ervilha e saboroso, ideal para composição de lanches saborosos e nutritivos.

Superbom-para-press-manager.jpg

Outras opções de proteínas plant-based são: a minicoxinha vegana, a steak vegano sabor peixe e o frango vegano em pedaços. Todos feito à base de proteína da ervilha com características e sabor semelhantes dos produtos de origem animal.

Informações: Superbom

Dia Mundial do Chocolate: receitas saudáveis com cacau

O chocolate está presente na vida da maioria das pessoas e, além de ser uma delícia, traz diversos benefícios à saúde: alivia a ansiedade e o estresse, tem ação antioxidante, estimula a memória e a concentração, aumenta a sensação de saciedade, melhora a circulação sanguínea e ainda ajuda na recuperação do corpo depois de atividades físicas. E, para celebrar essa maravilha, existe o Dia Mundial do Chocolate, comemorado em 7 de julho.

Para não deixar a data passar em branco, o Namu Cursos, primeira plataforma de videoaulas voltada exclusivamente para o bem-estar, mostra que é possível preparar alternativas criativas e saudáveis usando o cacau como ingrediente. Confira três receitas selecionadas pela plataforma, que foram retiradas dos cursos, “Cardápio Funcional”, “Descomplicando a Alimentação Plant Based” e “Sobremesas e Dicas Veganas” para serem preparadas e saboreadas no dia.

Torta de Chocolate à Moda Caprese

torta de chocolate.jpg

Ingredientes:
– 300 gramas de amêndoas triturada
– 250 gramas de manteiga ghee
– 100 gramas de xilitol
– 300 gramas de chocolate 70% de cacau
– 6 ovos

Modo de preparo:
Derreta o chocolate e coloque na batedeira junto com os ovos e a manteiga. Bata os ingredientes por cerca de 5 minutos até obter uma mistura homogênea. Pause, acrescente o xilitol e volte a bater. Após a mistura homogênea, ligue a batedeira e acrescente a farinha de amêndoas aos poucos. Unte a forma com óleo de coco e despeje a mistura. Leve ao forno à 180ºC por 15/20 minutos.

Fonte da receita: Cardápio Funcional – Namu Cursos

Brownie de Feijão Preto e Avelã 

brownie preto

Ingredientes:
– 2 xícaras de feijão preto cozido
– 2 xícaras de creme de castanha-de-caju
– 1 xícara de açúcar mascavo
– 4 colheres de sopa de cacau
– 200 g de chocolate 70%
– 100 g de avelã Ingredientes

Modo de preparo:
Para esse brownie temos algumas etapas básicas a cumprir. A primeira delas consiste em fazer uma calda com açúcar mascavo, cacau e água. Leve esses 3 ingredientes ao fogo em uma caçarola alta, em fogo baixo, sempre mexendo. A segunda parte é cozinhar o feijão preto em apenas água e reservar. Para a terceira parte é necessário fazer um creme de castanha-de-caju. Para isso, deixe as castanhas de caju cruas de molho por, pelo menos, 4 horas, ou trinta minutos, em água morna. Quando hidratadas, escorra-as e bata em um liquidificador, até obter um creme. Nessa etapa, acrescente um fio de água, caso necessário. Este pode ser um processo um pouco mais demorado, dependendo do liquidificador. Bata o feijão preto no liquidificador com um pouco da calda apurada até se tornar um creme. Em seguida, derreta o chocolate 70% em banho-maria. Incorpore o creme de feijão ao de castanha-de-caju. Adicione as avelãs e depois o chocolate derretido em banho maria. Transfira essa mistura a uma assadeira previamente untada e leve-a ao forno preaquecido a 180º C, por 25-30 minutos. Retire do forno e espere esfriar. Lembre-se de guardar parte da calda para servir quente sobre o brownie.

Fonte da receita: Descomplicando a Alimentação Plant Based – Namu Cursos

Muffim de Laranja e Semente de Papoula com Calda de Cacau

muffin chocolate.jpg

Ingredientes 

Muffin
– 1 xícara de farinha de trigo
– 1/3 xícara de farinha de castanha-do-pará (se não encontrar pronta, triturar as castanhas no liquidificador)
– 1/2 xícara de açúcar demerara
– 1 colher de chá de fermento
– 1 pitada de sal marinho
– 1 xícara de iogurte de soja natural
– 1/3 xícara de óleo de coco derretido
– 1 colher de chá de extrato de baunilha
– 1/3 xícara de suco de laranja
– 2 colheres de chá de semente de papoula
– Raspas da laranja

Modo de preparo

Muffin
Preaquecer o forno a 180°C. Misturar o óleo de coco derretido, o extrato de baunilha, a pitada de sal, o açúcar demerara, a farinha de castanha-do-pará, o suco de laranja com as raspas e o iogurte.Peneirar a farinha de trigo e juntar à mistura. Acrescentar o fermento e misturar bem. Levar ao forno em forminhas de papel e assar por 30 minutos.

Ingredientes

Calda de Cacau
– 3/4 xícara de cacau em pó
– 1 xícara de açúcar mascavo
– 3 colheres de sopa de melado de cana
– 2 xícaras de água potável
– 1 colher de sopa de ágar-ágar
– 1 pitada de sal

Modo de preparo

Calda de Cacau:
Levar a água, o melado de cana, o açúcar mascavo, e o ágar-ágar ao fogo até dissolver. Mexer até dissolver. Acrescentar o sal e o cacau. Cozinhar em fogo médio mexendo bem até engrossar. Deixar a calda esfriar e colocar na geladeira. Triturá-la no liquidificador até atingir uma textura cremosa. (se necessário, colocar um pote de água filtrada para ajudar no processo). Usar o saco de confeiteiro para cobrir os muffins.

Rendimento: oito muffins

Fonte da receita: Sobremesas e Dicas Veganas – Namu Cursos

Fonte: Namu Cursos é uma startup com foco em qualidade de vida. É a primeira plataforma de videoaulas voltada exclusivamente para o bem-estar. O objetivo da empresa é contribuir para a evolução das pessoas por meio de conteúdos para uma vida mais equilibrada. Os cursos são completos e contam com os melhores professores de yoga, pilates, fitness e alimentação saudável. São adquiridos por meio do site (www.namucursos.com.br) e podem ser acessados pelo computador, celular ou tablet.

Marca líder de produtos naturais e plant-based na América Latina chega ao Brasil

Principal marca da empresa Terrafertil, Nature’s Heart traz portfólio com 20 produtos de alta qualidade a preços acessíveis

Em alta, o mercado de alimentos saudáveis e naturais tem crescido substancialmente ao redor do mundo, tornando-se cada vez mais a escolha de uma parte significativa da população. E o Brasil, que também é parte disso, agora vai ganhar um apoio de peso na categoria. Estabelecida como a marca líder de alimentos naturais e plant-based na América Latina, Nature’s Heart chega ao Brasil trazendo o que há de melhor no universo de naturais.

A marca chega ao país com um total de 20 produtos no portfólio entre mix de nuts e frutas, bebidas vegetais e superfoods (alimentos que oferecem benefícios para saúde e utilizam processos em sua produção que respeitam o meio ambiente), todos cuidadosamente selecionados desde sua origem, processados e distribuídos para que cheguem com qualidade e preço acessível aos consumidores brasileiros.

A empresa nasceu há mais de 10 anos, do sonho dos irmãos Bermeo em dar continuidade ao negócio do pai que comercializava vegetais secos. Em parceria com outros dois sócios, o grupo não economizou esforços até desenvolver um amplo portfólio de produtos naturais e conquistar mercados ao redor do mundo com produtos 100% produzidos na América Latina.

“Eu e meus irmãos somos gratos ao nosso pai que nos apresentou esse universo de sabores únicos. Desde que provamos, reconhecemos o potencial desses alimentos. Focamos no objetivo de formar uma empresa com produtos nacionais de origem natural e benefícios reais à saúde e conseguimos! Queremos ser parte da mudança que está acontecendo ao nosso redor, permitindo que as pessoas comam melhor e contribuindo para um futuro com mais qualidade de vida”, analisou David Bermeo, fundador e presidente executivo de Terrafertil.

leite de coco nature.jpg

No Brasil, a marca chega com um portfólio diversificado e uma das apostas é a superfruta Golden berry. Referência de mercado, Nature’s Heart é responsável por 90% do processamento global desse alimento repleto de nutrientes naturais e benefícios à saúde, que tem o potencial de se tornar o que as cranberries representam hoje.

“Poucas pessoas sabem, mas uma porção de 100g de Golden berry fornece três vezes mais fibras do que a mesma quantidade de ameixa e contém a mesma porção de potássio que três bananas. Temos certeza de que Nature’s Heart vai ser fundamental para que a fruta entre de vez no cotidiano do brasileiro. Cultivamos Golden berry em terras previamente selecionadas na Colômbia e no Equador e auditamos todos os agricultores envolvidos no processo de produção. A qualidade do nosso produto é realmente inigualável”, pontuou Raúl Bermeo, fundador e diretor geral de Terrafertil.

Na categoria de bebidas vegetais, todas as variedades foram adaptadas para atender perfeitamente às preferências do consumidor brasileiro e o sabor de castanha de caju, desenvolvido exclusivamente para o Brasil, promete ser um grande sucesso do novo mercado.

Definitivamente, provas de que Nature’s Heart chega com o objetivo de assumir a liderança do setor no país e conquistar de vez o coração e paladar do brasileiro.

O portfólio completo:

Leites vegetais – 1 litro

natures heart 3

Amêndoa (sem adição de açúcares)
Arroz (sem adição de açúcares)
Aveia (sem adição de açúcares)
Coco e arroz (sem adição de açúcares)
Castanha de caju (sem adição de açúcares)
Cacau e arroz

Superfoods – 100g

nature heart supetfood.jpg

Cacau em pó
Cacau nibs
Quinoa real
Quinoa real com cogumelos
Spirulina

Mix de Nuts e Frutas – 65g

natures heart 2

Cranberry Nuts
Fruitberry Mix
Goldenberry Nuts
Nutty Berry Mix
Mix de Nuts e Frutas– 25g

natures heart

Cranberry
Cranberry Nuts
Fruitberry Mix
Goldenberry Nuts
Nutty Berry Mix

Sobre Terrafertil

Terrafertil foi fundada em 2005, no Equador, e hoje é administrada por dois dos três irmãos fundadores, David e Raúl Bermeo. Nesse tempo, a marca expandiu sua presença para os Estados Unidos, México, Colômbia, Equador, Peru, Chile, Reino Unido e outros 17 mercados, chegando ao Brasil em 2019. A empresa já recebeu reconhecimento internacional pelo seu impacto social positivo por meio do trabalho com centenas de pequenos agricultores.

Sua principal marca, Nature’s Heart, tem a missão de oferecer aos consumidores uma ampla gama de produtos que proporcionam benefícios reais à saúde com qualidade, propriedades e sabor. Nature’s Heart possui o mais amplo portfólio de produtos naturais do mercado e é líder na categoria de snacks saudáveis na América Latina. Neste ano, a Nestlé adquiriu parte da operação global de Terrafertil, que continuará sendo administrada pelos fundadores tendo 100% de seu DNA respeitado.

Informações: Nature’s Heart