Arquivo da tag: praia

Aprenda a escolher um bom protetor solar

As farmácias, mercados e lojas na internet estão cheias de opções de proteção contra o sol. Na temporada mais leve e livre do ano em que as pessoas estão de férias, praticam corrida, caminhada, andam de bicicleta, skate, patinete, fazem passeios no parque, tomam banho de piscina e praia é preciso ficar muito atento à exposição da pele aos raios solares.

Os raios UVA e UVB produzidos pelo sol representam 95% da radiação que atingem o corpo e penetram profundamente na pele. O efeito cumulativo dessa radiação provoca o surgimento de pintas, sardas, manchas, rugas e até tumores benignos ou malignos. Para evitar tais problemas, o ideal é se proteger com um bom protetor solar. Você já escolheu o seu?

Simone Neri, dermatologista, tira algumas dúvidas e dá dicas de como escolher um protetor para aproveitar o sol de verão com alegria e segurança. Confiram:

– Quais os benefícios de usar protetor solar?

mulher protetor solar

Os protetores solares ou filtros solares, são produtos capazes de prevenir os males provocados pela exposição solar, como o câncer da pele, o envelhecimento precoce e a queimadura solar. A exposição à radiação ultravioleta (UV) tem efeito cumulativo e os raios solares penetram profundamente na pele, podendo provocar diversas alterações, como o surgimento de pintas, sardas, manchas, rugas e outros problemas.

– Como funciona um protetor solar?

protetor solar colorido fapesp
Foto: Wikimedia

Ele impede que os raios ultravioletas emitidos pelo sol penetrem nas camadas mais profundas da pele. Os chamados filtros físicos fazem com que a pele não absorva os raios porque contêm substâncias refletoras. Já nas formulações químicas, a atuação dos ingredientes é mais complexa. Quando os raios atingem o corpo, encontram moléculas do produto que absorvem a energia do Sol. A absorção agita as moléculas, que ficam em estado de excitação, voltando em seguida ao estado natural, o que faz com que a pele receba uma fração de energia solar menos agressiva e reflita o restante.

— Qual o fator mínimo recomendado de filtro solar?

protetor solar pedro j perez
Foto: Pedro J. Perez/MorgueFile

Existem dois fatores de medição de proteção solar: FPS e PPD. O FPS diz respeito ao filtro dos raios ultravioleta do tipo B, que são os raios que o sol emite e que causam aquela aparência avermelhada na pele e queimaduras solares. Já o PPD, é o fator de medição da proteção contra os raios ultravioleta A, que são os raios emitidos pelo sol e que penetram profundamente na pele, além de causarem um dano progressivo, também, são os maiores responsáveis aos danos a longo prazo nas células e ao temido câncer de pele. Portanto, quando você for escolher um filtro solar, você deve observar os dois fatores: FPS e PPD.

– Mas como escolher?

mulher rotulo embalagem

É aconselhável que os filtros solares tenham no mínimo FPS 30 e PPD mínimo de 1/3 desse valor, segundo o Consenso Brasileiro de Fotoproteção. Porém, se for uma pele clara, dê preferência aos filtros com FPS de no mínimo 60 e PPD de 20, que certamente a pele estará mais protegida.

– Qual a maneira correta de usar protetor solar?

protetor -solar- rosto

O produto deve ser aplicado ainda em casa, e reaplicado ao longo do dia a cada duas horas. É necessário aplicar uma boa quantidade do produto, equivalente a uma colher de chá rasa para o rosto e três colheres de sopa para o corpo, espalhar uniformemente, de modo a não deixar nenhuma área desprotegida. O filtro solar deve ser usado todos os dias, mesmo quando o tempo estiver frio ou nublado, pois a radiação UV atravessa as nuvens. É importante lembrar que usar apenas filtro solar não basta. É preciso complementar as estratégias de foto proteção como, por exemplo, ao sair ao ar livre, procurar ficar na sombra, evitar o sol entre 10 e 16 horas, quando a radiação UVB é mais intensa, usar roupas, chapéus e óculos apropriados, e sempre ter a mão um protetor solar com fator de proteção solar de no mínimo (FPS) 30.

– Quanto tempo dura o efeito do protetor solar?

mulher protetor solar praia

A Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) recomenda reaplicação de filtros solares a cada duas horas ou após longos períodos de imersão. Intervalos específicos de aplicação podem ser sugeridos pelo fabricante desde que comprovados por estudos específicos.

– Podemos usar o mesmo protetor solar do corpo no rosto?

protetor-solar-333

Sim, porém, como a pele do corpo geralmente é mais seca que a do rosto, dê preferência por filtros em loção, que podem ajudar a hidratar a pele.

– Qual o melhor fator de protetor solar para o rosto?

mulher usando protetor solar

O fator de proteção solar (FPS) é a principal medida de eficácia de um protetor solar, quantificando o quanto o produto é capaz de ampliar a proteção contra a queimadura solar. Dessa forma, um hipotético filtro solar com FPS 30 seria capaz de evitar que o usuário se exponha ao sol sem ser atingido por queimadura, 30 vezes mais do que sem o uso do produto.

– Protetores em produtos como, por exemplo, cremes, bases, pó compacto têm o mesmo efeito que um protetor solar não combinado a esses produtos?

shutterstock mulher pele rosto

Sim, todos eles têm o mesmo efeito.

– Quantas vezes por dia devo aplicar o protetor solar?

mulher protecao solar praia qsun

Depende, se estiver em ambientes fechados e não estiver transpirando muito, os filtros podem ser reaplicados a cada 4 horas. Em ambientes abertos e com transpiração, aplique a cada duas horas. Se estiver se banhando na piscina ou mar, reaplique o protetor sempre que sair da água.

Fonte: Simone Neri é dermatologista graduada em Medicina pela Universidade de Santo Amaro Unisa, possui residência em Clínica Médica e em Dermatologia e é ex-preceptora do Ambulatório de Dermatologia da Faculdade de Medicina da Unisa, médica plantonista do Pronto Socorro do Hospital São Luiz, ex-coordenadora médica do Pronto Socorro do Hospital São Luiz Anália Franco. Possui consultório no bairro de Higienópolis, em São Paulo.

Dermatologista dá dicas para cuidar dos cabelos durante o verão

Banho de piscina, de mar, de sol… Delícias do verão, mas que podem prejudicar os cabelos, uma vez que agridem os fios. Para amenizar o problema, a dermatologista Andrea Frange, da Clínica Luciana Garbelini, de São Paulo, dá algumas recomendações importantes:

trança cabelos loiros

1. Quando for à praia ou piscina, é bom prender os cabelos. Isso ajuda a minimizar a exposição ao vento e o contato com o suor do corpo. “Mas nada de prender rabos de cavalos apertados. O melhor é fazer tranças ou coques frouxos, pois a tração excessiva também é prejudicial aos fios”, diz Andrea.

mulher ducha praia dissolve
Foto: Dissolve

2. Após entrar na água do mar ou na piscina, lavar os fios com água doce fresca para remover o excesso do sal e do cloro.

mulher meia idade praia chapeu

3. Importante: aplicar produtos com filtro solar e também usar bonés e chapéus. “Estudos mostram que a radiação UVA, UVB e luz visível causam alterações na cor e perda proteica da fibra capilar. Portanto, essas medidas são aconselháveis”, afirma a médica.

cabelo mascara all4women
Foto: All4Women

4. Cabelos com química, como luzes ou progressiva, demandam cuidados redobrados, por serem fios mais fragilizados, que foram submetidos à perda de proteínas e pontes estruturais da fibra capilar. Necessitam repor mais queratina, proteína que compõe os fios, com uso de máscaras específicas em casa ou procedimentos nos salões como a cauterização capilar.

cabelo_verao

5. Cabelos cacheados são naturalmente mais secos pois o formato em espiral dificulta a chegada dos óleos, produzidos no couro cabeludo. Portanto, é bom usar cremes mais hidratantes antes e após a exposição solar.

personalcare cabelo lavando

6. Cabelos oleosos também pioram no verão. “Isso ocorre porque as glândulas sebáceas, que produzem os óleos e as glândulas sudoríparas, estão mais ativas e acumulam mais secreções”, ensina a médica. Ela aconselha utilizar xampus mais adstringentes ou aumentar a frequência das lavagens para uma limpeza mais profunda do couro cabeludo.

secando cabelo toalha

7. Para qualquer tipo de cabelo, a aplicação dos xampus deve ser realizada apenas no couro cabeludo e do condicionador apenas no comprimento dos fios (da altura da orelha para baixo). Isso ajuda a prevenir a oleosidade da raiz e o ressecamento das pontas.

cabelo molhado

8. A aplicação de cremes sem enxágue com protetores térmicos após as lavagens, para quem utiliza secadores de cabelo, chapinhas ou babyliss, ajuda a proteger os fios contra o calor excessivo. “Mas deixá-los secar naturalmente ainda é a melhor opção”, afirma  Andrea.

Fonte: Andrea Frange é dermatologista Formada pela Universidade de Santo Amaro. Especialização em Tricologia pelo Hospital do Servidor Público Municipal. Atende na Clínica Luciana Garbelini, em São Paulo

 

Cuidados com a alimentação no verão

Buscar pelo bronzeado perfeito, recorrer às praias e piscinas e até aquelas tentações das comidas de rua, tudo vale a pena para tentar amenizar o calor tropical. Porém, há outro quesito importante quando o assunto é aproveitar o verão da melhor maneira possível: uma alimentação leve.

Se no inverno a culinária é marcada por tentações calóricas, nos dias mais quentes os pratos refrescantes não podem ficar fora do cardápio, tanto para o bem-estar do estômago quanto para evitar a desidratação, problema típico dessa época do ano.

Devido ao calor e ao tempo seco, o nosso organismo tende a eliminar quantidades consideráveis de água e sais minerais. Por isso, o verão exige uma série de cuidados e adaptações, a começar pela adoção de uma dieta equilibrada e o aumento da ingestão de líquidos para repor as proteínas perdidas.

praia comida

“Além do constante consumo de líquido, uma boa pedida é sempre optar por alimentos frescos, principalmente àqueles que já possuem bastante água na sua composição, como as frutas, que ajudam na hidratação e são de fácil digestão. Verduras, saladas e grãos também compõem uma alimentação saudável, já que possuem proteínas vegetais e fibras e não tem tanta gordura”, explica Debora Poli, gastroenterologista do Hospital São Luiz Itaim.

Para curtir o verão sem contratempos também é preciso dobrar a atenção e consumir apenas alimentos de procedência confiável para que não haja desconfortos estomacais. Segundo a especialista, a alta temperatura gera condições propícias para a proliferação de bactérias e os alimentos tendem a estragar com mais facilidade e, quando ingeridos nessas condições, podem desencadear inflamações intestinais como a gastroenterite.

“Comida crua e frutos do mar, por exemplo, são comuns nesta época, porém são mais propícios a causar inflamações, pois não foram cozidos. Outro alerta vale para passeios em praias e piscinas, pois os alimentos podem ficar horas no sol, aumentando o risco de bactérias. É recomendável conservar os alimentos sempre bem refrigerados”, esclarece.

evino vinho rose gelado praia

Além dos cuidados com a alimentação, a gastroenterologista recomenda evitar o excesso de consumo de bebidas alcoólicas, principalmente com a chegada das festas de final de ano, pois ele ajuda na desidratação. O álcool acelera a eliminação de água do corpo e também bloqueia a absorção de novos componentes, causando a famosa ressaca.

Para a médica, estar hidratado e bem alimentado antes de iniciar as festividades é muito importante, pois o organismo vai estar mais preparado para minimizar os efeitos negativos do álcool no dia seguinte.

Fonte: Hospital e Maternidade São Luiz Unidade Itaim

Especialista dá dicas de como cuidar da saúde dos olhos durante o verão

Óculos de sol, viseiras e lubrificantes oculares são importantes para evitar o ressecamento dos olhos e o contato direto com o Sol

O Verão é uma das épocas mais esperadas pelos brasileiros, mas também uma das mais perigosas para nossa saúde, já que a exposição solar excessiva pode provocar queimaduras de pele, por isso, todo cuidado é pouco, inclusive com a saúde dos olhos.

Ione Alexim, coordenadora do Serviço de Oftalmologia do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, alerta para o uso de lentes de contato em dias de praia e piscinas, por exemplo. Por se tratar de um produto de base aquosa e muito sensível, as lentes de contato estão facilmente suscetíveis a contaminações por bactérias, como a Pseudomonas aeruginosa.

lentes de contato - Foto J. Durham
Foto: J. Durham/MorgueFile

“Esse tipo de bactéria é geralmente encontrada na água do mar e piscinas e pode causar úlceras de córnea”, diz a especialista. Cerca de 50% dos pacientes que apresentam algum tipo de infecção bactéria na córnea, pode acabar com algum tipo de sequela. “As bactérias e a areia impregnam as lentes e, mesmo descartando o material após o uso, o contato com os olhos e a exposição às bactérias já aconteceu”.

A médica também ressalta que um diagnóstico muito comum é a conjuntivite química causada pelo cloro da piscina, inclusive em pacientes que não têm nenhum tipo de problema oftalmológico, uma vez que a exposição pode ocorrer com qualquer pessoa. Alguns cuidados, como não compartilhar toalhas, travesseiros e óculos escuros e ter o hábito de sempre lavar as mãos pode ajudar na prevenção de doenças oculares.

Como evitar o desconforto do tempo seco?

olho lacrimejando

O tempo seco comum nos dias de altas temperaturas também é um problema, já que isso aumenta o ressecamento dos olhos. Uma forma de evitar o desconforto é o uso frequente de lubrificantes oculares, com preferência para os sem conservantes. “A tendência é que as lágrimas naturais evaporem ainda mais rápido durante o calor, causando a sensação do olho seco ou a piora da queixa”, comenta.

A especialista explica que isso acontece muito no dia a dia, principalmente, para quem trabalha ou passa muito tempo conectado aos eletrônicos, pois piscamos com menos frequência nesses períodos. “O ideal é fazer pausas ao longo do dia para lubrificar os olhos e evitar exposição direta a saídas de fluxo do ar nos aparelhos de ar condicionado”, ressalta. A oleosidade da pele também ajuda no ressecamento dos olhos. “Nesses casos, é recomendável lavar a região dos olhos com xampu neutro”.

shutterstock mulher 50 praia
Shutterstock

Segundo a médica, o uso de óculos de sol e de viseiras é essencial para evitar o contato direto com o Sol e o ressecamento dos olhos. Outro ponto que a especialista destaca, é a importância de checar a qualidade e a autenticidade das lentes dos óculos de sol. “Não podemos afirmar que os óculos vendidos nas ruas ou até mesmo por ambulantes na praia têm proteção ultravioleta,” diz a médica. A preferência deve ser sempre por produtos adquiridos em lojas que ofereçam certificados de garantia para o produto.

Fonte: Hospital Alemão Oswaldo Cruz

Nutricionista dá dicas para evitar a intoxicação alimentar em dias quentes

Os maiores vilões são a água, maionese, frango, carne bovina, ovos e, principalmente, a ostra. Se forem mal preparados ou indevidamente manuseados, esses produtos ficam suscetíveis a contaminações. Quando ingeridos, esses agentes podem causar diversos problemas

Com as altas temperaturas aumentam os casos de intoxicação alimentar, como é popularmente chamada a gastroenterocolite aguda, causada principalmente pela ingestão de água ou alimentos contaminados por micro-organismos. Nesta época do ano, grande parte da população frequenta praias e clubes, lugares bastante propícios para contrair uma intoxicação alimentar. Por isso, é preciso ficar atento. Segundo a Secretaria de Estado da Saúde, janeiro e fevereiro são os meses em que há mais notificações de Doenças Transmitidas por Alimentos (DTA’s).

A principal causa do aumento de intoxicação alimentar são as altas temperaturas da estação que podem comprometer a conservação de alimentos e favorecer a proliferação dos microorganismos nocivos à saúde, entre eles bactérias (salmonela e estafilococos) e vírus (rotavírus).

De acordo com a nutricionista do Clinic Check-up do HCor, Maria Fernanda D’Ottavio, essa ocorrência está ligada à temperatura mais alta nesse período, o que favorece a proliferação de micro-organismos nocivos à saúde. “Nessa época, temos que ter mais cuidado com o que comemos e onde comemos”, alerta a nutricionista.

Fique atento aos vilões!

Ostra_3

Os maiores vilões são água, maionese, frango, carne bovina, ovos e, principalmente, a ostra. Se forem mal preparados ou indevidamente manuseados, esses produtos ficam suscetíveis a contaminações. Quando ingeridos, esses agentes podem causar diversos problemas. “De modo geral, os sintomas mais comuns são vômito, diarreia, náuseas, dor abdominal e cólicas, às vezes com presença de febre, ou até mesmo paralisia, se for caso de botulismo. A manifestação dos sintomas, após a ingestão, pode variar de horas (no caso da salmonela) até semanas (hepatite A)”, esclarece Maria Fernanda.

Cuidado redobrado com a alimentação no verão

Para a nutricionista do HCor, poucos casos exigem internação, mas é importante que um posto médico seja procurado assim que os sintomas se manifestarem. Para amenizar o mal-estar, o ideal é muito repouso e hidratação. “Os cuidados que temos usualmente com os alimentos devem ser redobrados, principalmente ao nos alimentarmos fora de casa. Na praia, os cuidados devem ser ainda maiores, já que além do calor intenso, vários alimentos são vendidos sem os devidos cuidados com a higiene”, recomenda.

Dicas da nutricionista do HCor para evitar a intoxicação alimentar no período de altas temperaturas:

sashimi peixe cru pixabay
Pixabay

=Evitar alimentos crus ou malcozidos. Prefira alimentos que passem por altas temperaturas para serem preparados;

geladeira cheriedurbin morguefile
Morguefile

=Atente-se à temperatura dos refrigeradores onde os alimentos são armazenados. Temperaturas inferiores a 4ºC são mais seguras para evitar a proliferação de micro-organismos;

geladeira aberta

=Consuma imediatamente os alimentos cozidos. Caso sobre, guarde-os em recipientes na geladeira;

carne

=Mantenha os alimentos crus longe dos cozidos;

comida estragada mulher.jpg

=Não consuma alimentos com alteração de odor, cor e sabor;

palmito.JPG

=Evitar alimentos em conserva como palmito e molhos caseiros como maionese;

lata amssada

=Não ingira alimentos em embalagens danificadas;

mesa jantar comida pixabay

=Evitar porções feitas com excessiva antecipação;

mulher meia idade tomando agua

=Consuma apenas água potável;

restaurante praia mar.jpg
Pixabay

=Evite o consumo de alimentos em ambulantes. Prefira quiosques, lanchonetes ou estabelecimento com estrutura e higiene adequada;

quiosque praia mar férias

=Atente-se a higiene do local, desde higiene pessoal dos funcionários e também dos utensílios e local.

Fonte: HCor

Conheça dez vinhos indicados para cada tipo de Carnaval

Carnaval é sinônimo de folia no Brasil e merece ser celebrado. Seja para manter o pique ou relaxar, vinhos e espumantes são uma ótima opção para curtir esta época do ano. Por isso, a Domno e Ponto Nero selecionaram rótulos ideais para cada tipo de festa e local para todos os bolsos. Confira:

vinho-calamares-verde-branco-doce

Carnaval na praia: sol, mar e muito calor é a expectativa de quem vai para o litoral, assim, nada melhor do que um vinho refrescante e delicado. O vinho Calamares Branco (750ml) é perfeito para esse destino com seu aroma frutado, refrescante e levemente frisante. Além disso, ele harmoniza muito bem com frutos do mar, queijos frescos e saladas. Valor: R$ 61,90.

clearwater-cove-sauvignon-blanc-awatere-valley-new-zealand-10224376

Carnaval no campo:  ar fresco e tranquilidade são ideais para quem prefere relaxar nesse período. Para essa ocasião, o vinho Clearwater Cove Sauvignon Blanc (750ml) é a companhia certa. Com delicada presença de arruda e aromas de maracujá e grapefruit, o exemplar produzido na espetacular costa oriental da Nova Zelândia é fresco e vivaz. Valor: R$ 91,00.

nero-brut-750

Carnaval na montanha: que tal apreciar a beleza e encanto das montanhas acompanhado de um bom espumante? O Ponto Nero Cult Brut (750ml/ 1,5L) é resultado da perfeita harmonia entre as três uvas que compõem o rótulo, Chardonnay, Pinot Noir e Riesling. Contemporâneo e atemporal, tem textura cremosa e viva acidez, porém leve e refrescante. Seu aroma frutado é dominado por notas de maçã, abacaxi e melão, mescladas a delicadas nuances florais. Valor: R$ 56,90.

espumante_Nero_Celebration_Brut

Carnaval na fazenda: curtir a natureza e tranquilidade da fazenda pode ser uma ótima programação para esse período. O espumante que indicamos para esse destino é o Ponto Nero Live Celebration Moscatel (750ml), apresentando um intenso aroma de frutas brancas maduras, acompanhado por notas florais e uma delicada nuance de erva doce. É leve e frutado. Sua elegante acidez permite um bom equilíbrio com o generoso teor de açúcar. O final na boca é suave e agradável, remetendo ao aroma frutado. Valor: R$ 38,90.

argento rose

Carnaval em casa: passar essa data em casa é perfeito para quem precisa descansar, ainda mais assistindo um filme, com comida gostosa e uma taça de vinho. Nossa sugestão para esse momento é o Argento Rosé (750ml), um Malbec com intensas notas de frutas vermelhas frescas, onde cereja é o destaque. Complementando as diversas camadas de aromas, pode-se perceber a presença de algumas frutas tropicais, como melão. Valor: R$ 62,00.

DPN418.png

Carnaval no Sambódromo: para arrasar na tradicional festa popular brasileira, nada melhor do que um espumante elegante. Por isso, na sua celebração não pode faltar o Ponto Nero Cult Brut Rosé (750ml). A delicadeza das uvas Chardonnay e Pinot Noir combinada com os seis meses de autólise resulta em um espumante com notas de cereja, pêssego e damasco, complementadas por toques tostados, como brioche. Valor: R$ 56,90.

espumante-ponto-nero-live-celebration-glera-brut-15441063474409

Carnaval de rua: glitter, diversão e calor fazem parte dos dias de quem vai curtir os bloquinhos de carnaval. Para isso, nada melhor do que uma bebida leve e refrescante. O Ponto Nero Live Celebration Glera (750ml) com seus aromas delicados, como pomelo, lima e flores brancas, é nossa sugestão para o feriado. Elaborado 100% com a uva Glera, mundialmente conhecida pelo nome de Prosecco, esse espumante mantém o frescor e a jovialidade a cada gole sorvido. Valor: R$ 39,90.

ponto-nero-live-celebration-brut-rose

Carnaval na balada: esse ambiente merece um espumante jovem e descomplicado. Para você que aprecia comemorar a vida com estilo, o Ponto Nero Live Celebration Brut Rosé (750ml) é a escolha certa. Elaborado com as uvas Chardonnay, Merlot, Riesling e Glera, apresenta aromas de frutas vermelhas como morango e framboesa. Discretas nuances lácteas se entrelaçam às notas frutadas e somam complexidade ao perfil aromático. Valor: R$ 39,90.

tenuta-ulisse-passerina-1122653-s280

Carnaval na casa dos amigos: aproveitar a companhia dos amigos no tempo livre é uma delícia. E que tal algo para surpreender os anfitriões? Com 16 premiações, o Tenuta Ulisse Passerina (750ml) é produzido na Itália com a uva Passerina e destaca-se pela singular identidade. Seu aroma é intenso e frutado, com vibrantes notas de pêssego e damasco permeadas por delicadas nuances cítricas de lima e tangerina. Valor: R$115,00.

cattier

Carnaval trabalhando: depois de um longo dia de trabalho você merece ser prestigiado. Por isso, por que não apreciar um grande rótulo? O Cattier Icône Brut (750ml) é um champagne leve e delicado com final picante. Em relação ao aroma, é predominantemente frutado, porém é complementado por especiarias doces, como canela. A Família Cattier se dedica desde 1625 ao cultivo de vinhas na pitoresca região de Champagne, mais exatamente no coração de Reims. Valor: R$516,00.

Onde encontrar: os produtos da Domno e Ponto Nero podem ser adquiridos pelo e-commerce Famiglia Valduva

Frutos do mar estão entre os alimentos que mais causam alergias

Calor, praia e frutos do mar são a combinação perfeita para aproveitar o verão. Mas é preciso ficar atento, pois o camarão está entre os principais alimentos causadores de alergias. Mesmo a pessoa que nunca apresentou nenhuma reação pode se tornar alérgica. As alergias são imprevisíveis e podem ocorrer em qualquer fase da vida.

No Brasil não há estatísticas oficiais, porém, a prevalência parece se assemelhar com a literatura internacional, que mostra cerca de 8% das crianças, com até dois anos de idade, e 2% dos adultos com algum tipo de alergia alimentar.

camarão

“O fato de já ter comido camarão e nunca ter apresentado reação não significa que, em algum momento da vida, a pessoa não possa ter alergia por este alimento. Indivíduos com asma, rinite e dermatite atópica são um pouco mais predispostos do que a população geral, mas isso não é uma regra”, alerta Renata Cocco, Coordenadora do Departamento Científico de Alergia Alimentar da Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (Asbai).

A anafilaxia é a reação alérgica mais grave e pode ser fatal, caso a pessoa não seja imediatamente tratada com adrenalina. Vários fatores podem desencadear uma crise de anafilaxia, entre elas ferroadas de inseto, alimentos, medicamentos, exposição ao látex etc.

anafilaxia alergia

Os sintomas da anafilaxia são urticária gigante, geralmente acompanhada de angioedema (inchaço), comprometimento respiratório (como falta de ar, chegando à insuficiência respiratória), sintomas gastrointestinais (cólicas, vômitos e diarreia agudos) e comprometimento cardiocirculatório, com hipotensão e choque, sendo que em questão de minutos o paciente pode evoluir para morte.

“Quem já teve qualquer tipo de reação alérgica pode apresentar outra crise ainda mais grave em uma outra exposição e o uso de anti-histamínicos ou corticoide prévios não previne o aparecimento de sintomas”, comenta a especialista da ASBAI, que aponta abaixo algumas dicas que ajudam na prevenção de uma possível reação alérgica causada por alimentos:

mulher checando embalagem rotulo

– Para quem já sabe que é alérgico a determinado alimento, a regra é evitá-lo.
– Leia os rótulos de produtos industrializados (alimentares ou não) para ter certeza se os ingredientes não contêm a substância que causa a alergia.
– Cuidado com restaurantes, especialmente os por quilo, pois há muita contaminação cruzada (ex.: arroz mexido com a mesma colher do camarão).
– O consumo de frutos do mar com álcool (ex: a “caipirinha na praia”) pode aumentar a absorção intestinal e o risco de reações.
– Para quem já apresentou reações graves anteriormente, tenha sempre por perto a adrenalina autoinjetável, já que pode acontecer exposição acidental.

Primeiros-socorros no caso de anafilaxia

A única forma de salvar uma pessoa em crise de anafilaxia é com a aplicação da adrenalina autoinjetável.

“Aplique a medicação e, em seguida, corra para o hospital mais próximo. A aplicação da adrenalina autoinjetável é simples e mesmo pessoas não habilitadas conseguem utilizar a medicação com segurança”, explica a médica.

adrenalina autoinjetavel newsmedicalnet
NewsMedicalNet

O dispositivo usado para a aplicação da adrenalina ainda não é comercializado no Brasil e só pode ser obtido via importação ou nos prontos-socorros.

Fonte: Associação Brasileira de Alergia e Imunologia

Guia do verão: como não comprometer a beleza da pele por algumas semanas de praia

É durante o verão que muitas pessoas abusam da exposição ao sol sem fotoprotetor, das bebidas alcoólicas, da alimentação gordurosa, dentre outros exageros que causam arrependimento nos meses posteriores, pois comprometem a saúde e beleza da pele. Por isso, para que não haja sustos depois dessa época deliciosa do ano, a dermatologista Claudia Marçal, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, preparou algumas dicas primordiais e sugestões de produtos que não podem faltar na temporada. Se pelo menos parte das recomendações forem seguidas, certamente a pele continuará saudável por um bom tempo. Confira:

cantaloupe melão pixabay
Foto: Pixabay

Alimentação – frutas, verduras e legumes são bem-vindos, principalmente os que fornecem nutrientes à pele, com propriedades antioxidantes, como a cenoura e a alface, por exemplo. “Invista nas folhas verde escuras, no tomate e no gengibre, que é anti-inflamatório. Uma boa fruta é o melão, pela propriedade imunológica e o do tipo cantalupe por ser fitoestrogenio natural”, conta a dermatologista. Portanto, refeições leves, sem exageros calóricos. As frutas são ricas em fibras, vitaminas e sais minerais, além do elevado teor de água, como pera, uva e melancia. Como recomendação geral, não consuma alimentos de procedência desconhecida, principalmente os vendidos em barracas de rua; nesta época, os mais acessíveis são também os mais perigosos, como os pastéis, cachorros quentes, hambúrgueres e lanches com maionese.

agua de coco

Bebidas – não se engane, cerveja não hidrata ninguém; pelo contrário, se ingerida em excesso, pode gerar desidratação. “Bebidas como cerveja, vodca e outros destilados ajudam a desidratar, portanto se consumir essas bebidas, não se esqueça da água logo em seguida. Uma boa dica para hidratação é a ingestão de água de coco, isotônicos ou sucos naturais — no caso das frutas cítricas, cuidado para não se expor ao sol e causar manchas”, recomenda. Como as frutas vermelhas são difíceis de achar, há a opção de suco de amora, mirtilo e framboesa. “Não se esqueça: nunca tome bebidas alcoólicas em jejum. Evite as destiladas, não misture tipos diferentes e tome cuidado com os exageros”, argumenta a médica.

pele_e_sol mulher praia.jpg

Sol – o horário (de verão) para um bronzeamento saudável é até às 10h e depois das 16h. Fora destes horários, é imprescindível proteger-se, aplicando a cada duas horas uma camada adequada e generosa de protetor solar e hidratar-se com muita água. Caso queira fazer exercícios, é recomendável fazê-los bem cedo, ou no final do dia. “A escolha do filtro solar é primordial, com no mínimo FPS 30 e que contém ativos bloqueadores como dióxido de titânio e óxido de zinco. Para potencializar o efeito, use antes do protetor um creme com antioxidantes com Vitamina C, Vitamina E, Alistin e OTZ 10”, explica. “O mais importante é a reaplicação a cada duas horas ou sempre que transpirar muito ou tomar banho de mar ou piscina. Além disso, não deixe de passar o filtro solar também em dias nublados.”

etiqueta verão férias chapeu oculos maquina

Óculos de sol – não se esqueça de usá-los constantemente, porque o excesso de claridade da areia pode causar danos à córnea (inflamação). Além disso, a claridade dos raios solares nos obriga a contrair os músculos ao redor dos olhos, o que pode demarcar linhas de expressão. Os óculos também protegem a área dos olhos do contato com os raios UV, que podem provocar bolsas e flacidez.

268605_555127_sono_web_

Sono – é de fundamental importância. O ideal é que se tenha, pelo menos, seis horas seguidas de bom sono, diariamente. “É recomendado também o uso de cremes antioxidantes noturnos e que contenham Overnight Repair, um ingrediente que estimula a reparação e regeneração das células que acontece no período noturno”, explica a médica. Mantenha o seu quarto fresco, escuro e confortável.

olheiras13539564941_web_

Olheiras – se participou de alguma festa que foi longa e no dia seguinte os olhos ficaram inchados, uma alternativa rápida e momentânea é aplicar compressas de chá de camomila gelado por dez minutos e cabeceira elevada que promove vasoconstrição, diminuição do inchaço e ação anti-inflamatória pelo camazuleno e alfa bisabolol presentes na camomila.

mulher-praia-chapeu-mar

Cabelos – lembre-se que couro cabeludo também queima. Portanto, use produtos específicos para proteção solar para os cabelos e use um chapéu ou um boné. Na praia ou piscina, leve uma garrafinha com água mineral e molhe sempre os cabelos depois de mergulhar. A médica explica que, desta forma, você estará evitando o acúmulo de cloro ou areia nos cabelos. Se não for possível, use um xampu específico para equilíbrio dos cabelos na hora do banho. Durante o banho de sol, não se esqueça do leave-in para não ressecar os fios.

labios-boca

Proteção para os lábios – eles são, sem dúvida nenhuma, uma das áreas mais sensíveis e delicadas do nosso corpo e precisam sempre estar protegidos contra agressores externos, que causam rachaduras, descamações, ardência e, pior de tudo, herpes, manifestação muito comum nessa época de frequente exposição ao sol, sem falar nos carcinomas. Para reduzir estes efeitos, o ideal é a utilização de princípios ativos importantes, encontrados em filtro solar, cuja ação recai sobre raios UVA e UVB. (Os fumantes precisam ter cuidado redobrado, pois o cigarro aumenta a formação dos radicais livres que atacam a pele e favorecem o aparecimento de vincos e rugas).

Lionesse-Beauty-Bar- maquiagem beleza
Foto: Lionesse Beauty Bar

Maquiagem – use com moderação e prefira somente hidratantes ou BBcreams, ao invés de usar base. Evite o uso de batons de longa duração e prefira os que possuem proteção solar. Sempre se lembre de remover com produtos especiais para área dos olhos, de preferência bifásicos.

água

Corpo – tome muita água, mais do que os dois litros recomendados por dia, porque a transpiração é excessiva nesta época. Use roupas leves, de algodão e de preferência que tenha proteção solar; evite tecidos sintéticos. Na hora do banho, prefira a água de morna a fria, para não ressecar a pele e evite usar desodorante com alto poder antiperspirante, para não gerar inflamação. “À noite, invista em hidratantes pós-banho com ativos potentes como Hyaxel e antioxidantes como OTZ 10 e Coffee Skin. Use hidratantes corporais que podem ser misturados a óleos com partículas de mica dourada para efeito de hidratação e luminosidade”, indica.

depilação a cera

Pernas e axilas – procure fazer a depilação com antecedência, para evitar inflamações. Nunca deixe para depilar com lâmina antes de ir para o sol, porque podem surgir ferimentos que ficam mais irritados ainda com o contato com o cloro ou a água do mar e areia. Depois, não se esqueça de aplicar filtro solar na região.

unhass

Unhas – use base protetora para proteger a placa ungueal, antes de usar o esmalte.

pés na areia

Areia – depois de frequentar a praia, podem surgir infecções na pele, causadas por fungos e bactérias da areia. Por isso, cuidados com a higiene redobrados.

aviao mulher viagem

Avião – se você for viajar de avião, atenção principalmente no que se refere à hidratação da pele. “Antes de decolar, coloque uma camada generosa de hidratante no rosto e mãos (não esqueça as cutículas). Durante o voo, borrife água termal no rosto várias vezes, se a viagem for longa”. Além da pele do rosto, uma das áreas que mais sofrem com o ar seco das cabines são os lábios. “Eles também devem estar protegidos com protetor labial”, finaliza a médica.

Fonte: Claudia Marçal é dermatologista da Clínica de Dermatologia Espaço Cariz, com especialização pela Associação Médica Brasileira (AMB), membro titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e membro da American Academy of Dermatology (AAD), CME (Continuing Medical Education) na Harvard Medical School.

Maquiador da Natura dá dicas para acertar na make pós-praia

Marcos Costa explica que o ideal é nunca bronzear o rosto e quando for fazer a make igualar as tonalidades com base

O verão é a temporada mais quente do ano, com muito sol e atividades ao ar livre e, com isso, às vezes é impossível não pegar um bronze. Mas o que fazer quando o tom da pele do rosto destoa da cor do resto do corpo? Para ajudar nesta tarefa, o maquiador oficial da Natura, Marcos Costa, dá algumas dicas para disfarçar a diferença com uma boa make e destaca o que é tendência para a época.

Segundo Costa, a primeira dica é sempre usar protetor solar e nunca bronzear o rosto. “Tem pessoas que mudam de cor com facilidade nessa época do ano, por causa do sol. O importante é manter a saúde e hidratação da pele do rosto, sem o expor muito aos raios solares. Então, a minha recomendação é bronzear do colo para baixo, protegendo mais o rosto. Mas mesmo protegendo, o mormaço do sol vai deixar o rosto corado e, em muitos casos, o rosto fica branco com as maçãs coradas e o corpo bronzeado. Aí a dica é pegar uma base exatamente da cor do corpo e aplicar no rosto ou igualar as tonalidades durante a preparação da pele”, explica.

Com a pele pronta, chegou a hora de caprichar nos cílios, delineador e, caso necessário, um blush pincelado. Mas o destaque vai para as cores da boca. “A pele bronzeada e a boca são protagonistas da make no verão. Boca com brilho está em alta, ela combina com todos os formatos de boca, principalmente os mais finos porque aumenta os lábios e este brilho tem tudo a ver com o verão. A textura vinil chegou para ficar! Em forma de batom, ele pode ser aplicado diretamente no lábio ou com a ajuda de um pincel. Para garantir aquela super fixação para o make pós-praia, aplique um lápis de boca nos lábios e depois coloque o batom vinil em cima com a ajuda de um pincel, assim ele fica mais brilhante e vai durar ainda mais”, ressalta o maquiador.

Para a temporada de festas que já chegou, Costa propõe belezas cheias de frescor e com detalhes marcantes. “A pele continua natural e iluminada. Os looks ficam mais lindos com cores versáteis e texturas brilhantes: laranja, verde-água, azul, vermelho, vinho, fúcsia, roxo se alternam nos olhos e nos lábios. Se jogue em batons com texturas com acabamento vinil e sombras metalizadas”.

A nova coleção Natura Aquarela Maramô, que é inspirada no movimento das águas brasileiras, tem batons vinil e duplas de sombras com as cores tendências para o verão. Em edição limitada, a coleção é a primeira novidade depois do relançamento da marca feito no começo de 2018. Maramô conta com oito cores de batom com acabamento vinil, um lápis com duas cores para os olhos e duas opções de um produto duo em pó que pode ser usado molhado ou seco nos lábios, olhos e rosto.

Veja opções de produtos da Natura para arrasar no Verão:

Nude Me Base Sérum FPS18

natura una base

O seu segredo principal é a textura ultrafina, que permite a construção da cobertura desejada – leve à alta – e garante efeito no make up. A textura também é responsável pela sensação de extrema leveza e conforto ao longo do dia. Com duração de 24 horas, a base Nude Me não marca poros, linhas de expressão e não craquela. Preço Sugerido: R$ 89,90

Batom Color Vinil FPS 8

baton vinil natura

Antenada no mundo da beleza, Aquarela traz a nova textura tendência vinil, um mix perfeito entre muito brilho e muita cor com alta cobertura, combinados à uma textura ultra cremosa. Além disso, o novo batom hidrata e protege os lábios com FPS 8. Disponível em oito cores: Vermelho 180, Marrom 407, Pink 373, Coral 830, Vinho 512, Roxo 640, Rosa 222 e Pink 335. Preço sugerido: R$ 24,90

Lápis para Olhos 2+ Color

lápis para olhos 2+ color natura

Textura macia, fácil de aplicar, traço preciso para um olhar marcante e moderno. Essa é a aposta de Aquarela para substituir o pretinho básico e se jogar nas cores Azul Marinheiro e Amarelo Areia do lápis duo. Preço sugerido: R$ 23,90

Multi Color Tint

sombra natura

Crie, ouse e experimente misturar as cores do Multicolor Tint secas e molhadas, que garante diferentes intensidades nos olhos, nos lábios e no rosto. Disponível em duas duplas de cores: Pink e Azul e Roxo e Rosa. Preço sugerido: R$ 29,90

Onde encontrar: por meio de uma Consultora Natura, na Rede Natura ou nas Lojas próprias da Natura, em São Paulo, São Caetano do Sul, Ribeirão Preto, Alphaville São Paulo, Campinas, Florianópolis, Belo Horizonte, Goiânia, Brasília, Campo Grande, Curitiba e no Rio de Janeiro.

Temporada de toalhas Trousseau 2019

Em mais uma edição da temporada de toalhas, a Trousseau apresenta produtos selecionados com descontos especiais. Até 3 de fevereiro, a marca reúne toalhas e roupões com descontos de até 30%. Confira algumas peças:

toalha de praia

Toalha praia Rest New – de R$ 195,00 por R$ 136,50

toalha de banho

Toalha Málaga – banho – cores selecionadas – de 165,00 por R$ 115,00

toalha sun

Toalha de praia Sun Island – de R$ 210,00 por R$ 168,00

toalha twill

Toalha Twill de banho – cores selecionadas – de R$ 625,00 por R$ 500,00

toalha lavabo

Toalha de lavabo de linho Tucano – de R$ 95,00 por R$ 76,00

toalha capuyz

Toalha capuz Orsetto – de R$ 240,00 por 168,00

robe mylord

Robe Mylord – de R$ 750,00 por R$ 600,00

Os produtos podem ser adquiridos nas lojas físicas e online, incluindo as multimarcas. As lojas físicas oferecem parcelamento de até 5x nos cartões Visa, Mastercard, American Express e Diners, com parcelamento mínimo de R$ 100,00. No e-commerce, as compras podem ser parceladas em até 10 vezes, nos mesmos cartões, com parcela mínima de R$ 50,00.

Informações: Trousseau