Arquivo da tag: quarentena

Com doces de dar água na boca, Carmella Patisserie lança sobremesas individuais

A marca traz novidades que vão incrementar, adocicar e facilitar ainda mais o dia a dia

O Domingo de Páscoa está chegando e você não tem tempo de pedir uma sobremesa gostosa e sofisticada? Calma, Carmella Patisserie resolve o seu problema! Atendendo a muitos pedidos, a pâtisserie lança Sobremesas Individuais. Elas são perfeitas para congelar e ter sempre a mão um delicioso estoque em casa. Basta tirar do freezer e, em 15 minutos, está pronto para consumo.

São cinco opções de sabores:

Torta-mousse-de-chocolate-belga-70%-cacau
– Torta mousse de chocolate belga 70% cacau

Cheesecake-de-frutas-vermelhas
– Cheesecake de frutas vermelhas

Torta-de-noz-pecan--sem-gluten-e-sem-lactose- (1)
– Torta de noz pecã (sem glúten e sem lactose)

Bolo-molhado-de-chocolate-belga-54%--sem-gluten-e-sem-lactose-
– Bolo molhado de chocolate belga 54% (sem glúten e sem lactose)

Brownie-de-chocolate-belga-70%-cacau
– Brownie de chocolate belga 70% cacau

Estão à venda caixas com 4, 6, 8 e 10 unidades. Todas elas podem ser congeladas e duram até dois meses no freezer ou uma semana na geladeira.

Para informações ou encomendas: WhatsApp: (11) 93045-1989 ou contato@carmellapatisserie.com.br

Quarentena: saiba quando procurar um oftalmologista

Conheça 5 sintomas que são sinais de alerta

Vermelhidão nos olhos, conjuntivite, visão embaçada, manchas na visão e sensibilidade à luz são alguns dos sintomas que sinalizam que algo não está bem. Mesmo com o isolamento social, algumas doenças não dão trégua e nesse momento vem a dúvida: devo ou não procurar um especialista em época de quarentena?

No caso de problemas oculares, André Borba, oftalmologista e especialista em oculoplástica faz um alerta: “O momento é sim de ficar em casa, mas alguns sinais como conjuntivite, traumas oculares e dores nos olhos também aparecem durante a quarentena e precisam ser tratados”.

Com a liberação de consulta a distância concedida pelo Conselho Federal de Medicina é possível esclarecimento de dúvidas e também apontamento e demonstração de sintomas. “O isolamento social é inquestionável. Nos casos de baixa gravidade é possível fazer essa orientação de forma virtual, preservando a saúde do paciente e evitando que ele circule pela cidade desnecessariamente. Mas há casos que a ida ao consultório de urgência também se faz necessário para evitar que o quadro se agrave”, complementa Borba.

Segundo a Organização Mundial de Saúde cerca de 285 milhões de pessoas no mundo tem problemas relacionados à visão. Desses entre 60% e 80% dos casos podem ser evitados e tratados.

O especialista indica 5 sintomas atípicos onde a consulta com o oftalmologista é fundamental:

conjuntivite Webmd
Conjuntivite – Fonte: WebMd

=Olhos irritados, coceira e vermelhidão: infecções virais e bactérias podem deixar os olhos vermelhos. O mesmo acontece nos casos de conjuntivite. Além disso, a vermelhidão também é um dos sintomas de inflamação nas estruturas internas do globo ocular e do glaucoma. Nunca se automedique nem tome providências sem prescrição médica.
=Manchas na visão: todo tipo de mancha deve ser investigado. Pode ser um problema relacionado à idade, mas também dependendo do grau de gravidade pode estar relacionado ao descolamento de retina ou algum tipo de hemorragia vítrea.
=Lacrimejar com frequência: esse é mais um sinal de alerta. Em muitos casos o diagnóstico é o de obstrução da via lacrimal, responsável pela drenagem da lágrima e que tem como função lubrificar e proteger os olhos. O diagnóstico precoce é importante para evitar uma futura infecção por bactérias que se aproveitam do acúmulo de lágrima “parada”.
=Cílios invertidos: essa doença, conhecida como entrópio, é caracterizada pela inversão dos cílios, que causam incômodo no globo ocular, produção excessiva de lágrimas, além de sensação de corpo estranho nos olhos e perda da visão devido à ceratite.
=Alteração estética da córnea: doença ocular benigna (pterígio) que chama atenção por alterar a estética do olho. É um crescimento anormal de formato triangular na córnea. Não se trata de câncer, mas tanto a exposição solar prolongada quanto a irritação crônica causada pelos ambientes secos podem contribuir para o seu desenvolvimento.

andre borba oftalmo

Fonte: André Borba é Médico Cirurgião Oculoplástico, especialista em Cirurgia Reconstrutiva e Estética das Pálpebras e Via Lacrimal, com doutorado em Ciências Médicas pela Universidade de São Paulo (USP). Revisor científico da Pan-American Journal of Ophthalmology dos EUA. Membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica Ocular (SBCP) e membro titular da Sociedade Portuguesa de Medicina Estética (SPME).

Relacionamentos em tempos de pandemia, por Beatriz Campos*

O confinamento modificou completamente as relações entre as pessoas. Os relacionamentos familiares foram intensificados e estamos utilizando os meios digitais para nos aproximar daqueles contatos queridos. Você, com certeza, já deve ter pensado nessas coisas, afinal, está sentindo na pele. Então, talvez possa arrumar alguns minutos para refletir comigo alguns aspectos.

Aliás, é importante lembrar que não é só você que está passando por isso, mas grande parte da população mundial. O tempo de convivência entre familiares vem sendo um grande desafio para alguns, pois está exigindo maior equilíbrio emocional. Para outros, uma oportunidade única de prazer e fortalecimento entre seus membros.

discussao conversa terapia

Quando o grupo familiar se fortalece e se nutre com ótimos momentos, ótimo! Mas, quando começam a surgir conflitos que estavam embaixo do “tapete”, as coisas começam a ficar complicadas. Então, nada melhor do que aproveitar esse momento para “lavar a roupa”, como se diz na linguagem popular. Entretanto, é preciso muito equilíbrio emocional e capacidade de diálogo para a melhoria das relações.

Sendo assim, é necessário ter uma visão construtiva e colaborativa para que todos possam se aperfeiçoar e contribuir para o equilíbrio e crescimento da família. Porém, se você percebe que não há clima e capacidade emocional entre as pessoas, é melhor buscar ajuda com um profissional especializado no assunto: o psicólogo.

Nesse período de quarentena, também encontramos diversas notícias sobre o aumento do índice de divórcios na China após a pandemia. Porém, o que nós podemos tirar disso? Bem, inicialmente, devemos considerar que vários casais precisaram se deparar com os conflitos, insatisfações e relacionamentos fracassados que estavam se arrastando antes da quarentena. Mas, por que não aproveitar e realizar novas construções no relacionamento?

Esse é um momento oportuno para o diálogo, entendimento e mudanças de atitudes para restaurar a relação. A conversa com capacidade de empatia só agrega valor para fortalecer as relações de um casal e ajuda a traçar novos planos e desfrutar de momentos construtivos. Entretanto, se for para romper os laços, é fundamental saber respeitar essa decisão para que ambos possam percorrer caminhos melhores. O importante é a felicidade de cada um e do casal, independente de decisões.

casal-relacionamento peq

Outro ponto é em relação às amizades, rede de contatos e colegas de trabalho. As pessoas estão conectadas pela internet o tempo todo. Com o confinamento, milhões de pessoas passaram a estar sempre online, o que causou um congestionamento das empresas que fornecem o acesso à internet.

Esse movimento intensificou os contatos internos entre os profissionais das empresas pelo home office. Nesse sentido, os gestores e líderes estão precisando lidar com as ansiedades de seus colaboradores, além de atuar para aliviar as suas preocupações com resultados neste momento tão desfavorável.

Somado a isso, os amigos querem fazer “visitas virtuais” para aliviar suas ansiedades, principalmente em relação à pandemia. É importante falar sobre o cenário atual e questões de política, porém, não se prenda somente a esse tipo de assunto. Converse sobre o dia a dia e tente ter uma fala mais leve.

Skype- terapia internet

Sendo assim, vimos que todos os âmbitos estão carregados de emoções. De qualquer forma, sendo virtual ou não, as pessoas se deparam com um mesmo cenário: lidar com o seu nível de controle emocional. Essa crise está nos colocando à prova e sendo um desafio para cada um de nós. Estamos na mesma “vibe” e essas informações contribuem para que tomemos consciência da importância do controle emocional em todos os contextos de nossos relacionamentos.

*Beatriz Campos é psicóloga da Telavita, plataforma de psicoterapia online, e possui mais de 30 anos de experiência nas áreas empresarial, escolar e clínica

Home office: veja dicas simples e práticas para manter o cabelo arrumado

Muita gente atualmente está fazendo home office. Mas essa nova realidade não significa ficar em casa usando roupa de dormir, sem se cuidar e com “qualquer cabelo”. Para levantar o astral, sempre pode ser legal estar em casa se sentindo bem. Além do mais, podem rolar as videoconferências e ter um bom cabelo no vídeo mostra que você está se cuidando e mantendo uma aparência profissional. Então nada de ficar de pijama e cabelo bagunçado dentro de casa.

Acima, a cantora Sheryl Crow e as atrizes Kyra Sedwick e Julia Roberts com cabelos ondulados

“Sugiro manter a rotina de cuidado com o cabelo durante o período de home office como se fosse um trabalho fora de casa. Mas, claro, aposte em penteados práticos e simples, como rabo de cavalo, tranças e até mesmo o cabelo solto penteado ou com cachos ativados”, recomenda Virginia Barbosa, hairstylist do All Things Hair, canal de cabelos da Unilever.

Acima, as atrizes Eva Longoria, Jennifer Love Hewitt e Sarah Jessica Parker usando o rabo de cavalo lateral

O semipreso com meio coque também pode ser uma boa opção. Ele tem um ar propositalmente desarrumado e com uma trancinha pode dar um charme adicional ao look. Outra opção é brincar com acessórios no rabo de cavalo. Ficar em casa, pode ser um bom momento para experimentação de novos adereços no cabelo. Com o atual revival dos anos 90, a dica é enfeitar os fios com tic-tacs.

Fonte: All Things Hair

Quarentena: fome psicológica x fome fisiológica

Nutricionista Adriana Stavro explica os tipos de fome e da dicas para ter uma relação tranquila com a comida nesse período de pandemia

Precisamos entender que a fome nem sempre é fisiológica. Às vezes ela pode se manifestar simplesmente por razões psicológicas ou comportamentais. Pode também estar relacionada com o momento que estamos vivendo, com o meio ambiente, com as pessoas que nos cercam, com o nível de estresse e diversos outros fatores. Por isso é importante entender quais são os tipos de fome, para saber fazer a distinção entre elas. Dessa forma, vai ficar mais fácil lidar com as sensações e com as necessidades do corpo com tranquilidade e sem culpa.

A fome fisiológica é a fome física, àquela que precisamos comer para sobreviver, por exemplo, comer nutrientes para realizar suas funções vitais. Ela se manifesta de várias formas como dor no estômago, tontura, dor de cabeça, irritação, falta de concentração entre outros.

Já a fome psicológica não tem relação com as nossas necessidades fisiológicas, e sim com nosso estado mental. Está diretamente ligada aos nossos desejos, sentimentos e ao nosso emocional. Existem três tipos de fome psicológica:

• A vontade;
• A social;
• A emocional;

Vontade

buddy valastro 800

Diferente da fome fisiológica, a vontade aparece mesmo se você não estiver com fome. Quer um exemplo? Você liga a televisão e se depara com um bolo de cenoura em um programa qualquer. Imediatamente, se lembra do bolo de infância que a sua avó fazia. Você pode ter acabado de fazer uma refeição, estar plenamente saciado, mas sempre tem um espaço para a vontade de comer. E se não comer naquela hora, provavelmente vai ficar pensando no bolo o dia todo. A vontade é algo bem específico, você sabe exatamente o que quer comer e qual sabor, quer sentir.

Fome social

mesa comida festa brinde

A fome social é a que sentimos quando estamos em momento de festas, confraternizações, reuniões com amigos e familiares. É aquele sentimento de compartilhar o alimento, de uma conversa gostosa enquanto comemos. Você pode até não estar com fome, mas certamente vai acabar comendo, porque é instintivo e o ser humano sempre celebrou em torno da mesa.

Fome emocional 

mulher comendo sorvete na cama

É quando a comida se torna uma válvula de escape ou um sistema de alívio instantâneo para um, ou vários sentimentos. Para algumas pessoas a fome aumenta quando estão tristes, ansiosas, irritadas, estressadas, felizes ou entediadas. A fome emocional aparece nos momentos em que achamos que precisamos nos recompensar com algo gostoso por alguma coisa que abalou o nosso estado emocional. A pessoa acredita que realmente precisa comer para tentar resolver sua angústia interna. Quem nunca disse o termo clássico, eu mereço!!

O problema é que o cérebro é esperto, e sabe que a recompensa é maior com a combinação de alimentos ricos em açúcar e gordura. Nunca ouvi ninguém falar, “estou triste vou comer brócolis”. A fome emocional nos faz ter uma relação errada com a comida. Nossos problemas não vão desaparecer se comermos um pedaço de bolo. Ele pode até trazer uma euforia momentânea, mas curar não vai.

E não temos como não relacionar os tipos de fome com o momento atual. A pandemia e a necessidade de isolamento estão nos levando a ter uma relação errada com a comida. Não porque queremos, mas porque a situação está difícil para todos nós. Vamos tentar ter uma relação tranquila com a comida. Não tenha medo da sua fome. Que tal começar a prestar mais atenção em que tipo de fome está sentindo? Você tem fome de quê? Respeite-se e cuide-se, você é a melhor pessoa para saber o que precisa nesse momento. Que tal incluir essa pergunta no seu cardápio?

Mas afinal, o que fazer para parar de pensar em comida?

menina fone de ouvido pixabay
Pixabay

=Ouça uma música.
=Durma.
=Leia um livro.
=Organize seu armário.
=Medite.
=Faça um curso on-line.
=Brinque com seu filho ou com seu pet.

mulher orando rezando agradecendo
=Reze.

Fonte: Adriana Stavro Formada em Nutrição pelo Centro Universitário São Camilo. Pós-graduada em Doenças Crônicas não Transmissíveis pelo Hospital Albert Einstein. Pós graduanda em Nutrição Clinica Funcional pela VP consultoria, pós graduanda em Fitoterapia pela Course4U.

Caledonia disponibiliza compra de experiências de degustação e cursos no site com descontos

Aulas e jornadas etílicas com descontos para resgate e uso posterior

O Caledonia Whisky&Co ainda permanece temporariamente fechado, mas nem por isso a cultura de uma das mais emblemáticas bebidas do mundo e seu rico universo devem ser esquecidos.

O charmoso bar em Pinheiros, especializado em uísques, coquetéis autorais e que disponibiliza a compra de garrafas com ótimo custo-benefício , começou a oferecer a venda de uma variada grade de cursos e degustações que ensinam curiosidades e dão dicas sobre a cultura do uísque de um jeito divertido, a preços pra lá de especiais.

Macallan-Reflexion-1-gg--O-Cao-Engarrafado

Pode-se escolher entre diferentes experiências, mas entre as mais concorridas está a Macallan You Only Live Once Experience, que de R$ 779,00 foi para R$ 640,00.

Steak-Tartar-na-experiencia-Glenfiddich-Raw
Steak Tatare na experiência Glenfiddish Raw

Glenlivet-Code-Caledonia---O-Cao-Engarrafado-3

Blends Ultra Luxo, que custava R$ 306,00 agora sai por R$ 229,00. Já a Glenfiddish Raw e Glenlivet Ultimate, estão saindo por apenas R$ 122,00 e R$ 106,00, respectivamente.

flight-caledonia-2Jack-150th-caledonia--O-Cao-Engarrafado-1MurrayMcDavid-Tasting----O-Cao-Engarrafado-11

No capítulo de Comes e Bebes vale a pena também a Jack Daniel’s com o Premium BBQ Burger, a R$ 111,00. As inscrições podem ser feitas no próprio site clicando aqui.

Zena prepara prato especial para a Páscoa

Sob encomenda, torta clássica estará disponível via delivery entre os dias 10 e 12 de abril

Comandado pelo chef Carlos Bertolazzi, o italiano Zena – que acaba de completar sua primeira década – apresenta sugestão especial para a Páscoa. Mesmo com seu salão fechado por conta da pandemia de Covid-19, a casa segue oferecendo sua tradicional Torta Pascoalina. Com encomendas até dia 9 de abril, a opção estará disponível via delivery ou take away entre os dias 10 e 12 de abril.

De origem italiana, a torta é a sugestão para a Semana Santa, seja para as famílias ou para os que estiverem sozinhos nesse momento. Preparada com massa folheada em 33 camadas – uma homenagem à idade de crucificação de Cristo –, leva recheio de ricota, espinafre e ovos (R$ 180,00 – torta inteira).

zena

Informações: Zena – Telefone: (11) 3081-2158

Natura oferece aplicativo de meditação para reduzir ansiedade em tempos de isolamento

Marca tem aplicativo gratuito para quem quer iniciar prática que acalma a mente e aumenta a sensação de bem-estar físico e mental

Em tempos de distanciamento social e incertezas no Brasil e no mundo, a Natura está ainda mais focada no bem-estar e cuidado com as pessoas. Dedicada ao estudo da meditação há pelo menos sete anos, a Natura vem apostando na prática como uma importante ferramenta, sobretudo na promoção de bem-estar mental.

Em pesquisa científica realizada em parceria com o Instituto do Cérebro do Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa Albert Einstein, em 2018, foi comprovada a eficácia da meditação na diminuição de sintomas de estresse e promoção do bem-estar.

meditacaonatura

“Manejo de estresse e ansiedade, redução das emoções negativas e aumento dos pensamentos positivos, melhora do sono, da memória e da atenção são alguns dos vários benefícios da prática já comprovados por inúmeros estudos científicos realizados em todo o mundo”, revela a gerente da área de Ciências do Bem-Estar da Natura, Carla Barrichello, e uma das idealizadoras do aplicativo de meditação da Natura.

De acordo com a especialista, a meditação tem esses efeitos positivos porque ajuda a acalmar a mente. “Ao meditar, nós saímos do piloto automático, trazemos a nossa atenção para o momento presente, acessando um lugar interno de mais tranquilidade e, sobretudo, ampliando a nossa capacidade de auto-observação e percepção do nosso mundo interno”, explica.

Algo que parece simples, mas é especialmente importante em momentos como o que estamos vivendo, no qual somos expostos a uma quantidade quase infinita de informações e notícias diariamente. Segundo Carla, assim como qualquer outro exercício, o segredo da meditação é a prática. “Comece fazendo apenas cinco minutos, escolha um ambiente o mais silencioso possível, e vá aumentando conforme for se sentindo mais confortável”, aconselha.

Disponível gratuitamente nos sistemas Android e iOS, o aplicativo Meditação Natura é uma boa opção para quem quer se iniciar na prática e incluí-la no cotidiano. A ferramenta conta com um programa de treinamento de oito semanas, onde a proposta é que sejam realizadas práticas diárias durante esse período, e sugestões de meditações guiadas de acordo com o seu objetivo, como amenizar o stress, dormir melhor, ter atenção plena na respiração, lidar com a raiva, entre outras.

como-comecar-meditar-natura

O app também oferece uma gama de paisagens sonoras autorais com sons da natureza que levam ao relaxamento. Frases inspiradoras, que podem ser compartilhadas nas redes sociais, e um relógio com sinos que marcam o tempo para quem prefere meditar em silêncio também estão disponíveis no app que, em breve, chegará em versões em inglês e espanhol.

Receitas fáceis e divertidas para fazer com as crianças na quarentena

Broto Legal ensina três receitas para as crianças se divertirem na cozinha

Aproveitando o período de isolamento, que tal levar as crianças para a cozinha? A Broto Legal dá dicas de três receitas fáceis e deliciosas para preparar uma refeição saborosa para lanche da tarde. A diversão está garantida!

Bolinho de Arroz com Queijo

Bolinho-de-arroz-com-queijo

Ingredientes
– 500 gramas de Arroz Broto Legal cozido, de preferência amanhecido
– 2 ovos
– 1 colher(es) de sopa de farinha de trigo
– 1 colher(es) de sopa de amido de milho
– 150 grama(s) de queijo minas meia-cura ralado
– 1 colher(es) de sopa de salsinha picada
– Sal

Modo de preparo
Junte o arroz Broto Legal, os ovos, a farinha de trigo, o sal e o amido de milho no processador (ou liquidificador) e deixe bater por 5 minutos. Retire a massa do processador e acrescente o queijo ralado e a salsinha, misturando bem. Em seguida, faça os bolinhos. Em uma frigideira, aqueça o óleo e, em fogo médio, frite os bolinhos até ficarem dourados.

Arroz Doce de Chocolate

Arroz-doce-de-chocolate

Ingredientes
– ½ xícara de Arroz Broto Legal
– 3 xícaras de água
– 500 ml de leite
– 4 gemas
– 4 colheres (sopa) de chocolate em pó
– 2 ½ xícaras de açúcar

Modo de preparo
Leve o arroz Broto Legal com a água ao fogo baixo e deixe ferver e secar (ainda pode restar um pouquinho de água no fundo da panela). Liquidifique o leite com o açúcar, o chocolate, as gemas e a essência de baunilha. Junte ao arroz cozido e volte ao fogo médio, mexendo e raspando o fundo (use panela com teflon) de tempos em tempos. O doce vai ficando mais consistente e começam a aparecer os grãos de arroz, conforme o leite vai evaporando. Você pode escolher o ponto do doce, se prefere mais ralo ou mais encorpado. Distribua em taças e decore e sirva.

Beijinho de Arroz

Beijinho-de-arroz

Ingredientes
– 100 gramas de arroz branco Broto Legal
– 390 gramas de leite condensado
– 40 gramas de manteiga
– 40 gramas de coco ralado
– Coco ralado para decorar

Modo de preparo
Em uma panela, cozinhe o arroz normalmente, sem nenhum tempero e reserve.
Em outra panela, coloque o leite condensado, a manteiga, o coco ralado e o arroz reservado. Cozinhe até o doce começar a se soltar do fundo da panela. Antes de servir, polvilhe com o coco ralado.

Fonte: Broto Legal

Stella Artois cria movimento “Apoie Um Restaurante”

Site vende vouchers que podem ser consumidos no futuro para que estabelecimentos a se manterem financeiramente durante isolamento social; restaurantes de todos os tipos podem cadastrar-se gratuitamente

O isolamento social impôs diversas mudanças na rotina das pessoas e de empresas – entre os segmentos impactados está o dos restaurantes, que sofrem pela paralisação ou funcionamento parcial e correm risco de fechar as portas: segundo a Abrasel (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes), cerca de 10% dos estabelecimentos da capital paulista devem encerrar suas atividades por conta da crise da Covid-19. Por isso Stella Artois criou o movimento “Apoie Um Restaurante”, uma corrente para unir parceiros de todo o Brasil – restaurantes, comunidade e marcas – pela sobrevivência destes negócios.

“Apoie Um Restaurante” é uma plataforma colaborativa, criada com a ChefsClub para gerar caixa para que esses estabelecimentos, em especial os menores, se mantenham em funcionamento durante a fase de baixa demanda. Clicando aqui, o consumidor escolhe um restaurante e na compra de um voucher de R$ 100 paga só R$ 50 para consumir presencialmente no futuro – é um desconto de 50%, custeado por Stella Artois e outros parceiros da ação.

casa da ieda
A chef Ieda de Matos, do restaurante Casa de Ieda, em São Paulo. Foto: Pablo Lobo

Serão milhares de cupons para resgate em diversas regiões do Brasil com o objetivo de reunir mais de 1.000 restaurantes. O valor arrecadado será 100% revertido aos estabelecimentos participantes, com potencial de injetar milhões no setor. A fintech brasileira de meios de pagamento Stone também entrou na parceria, realizando as transações sem cobrança de taxas para os restaurantes e transferindo na hora para cada um deles a verba obtida pela venda dos vouchers.

O chef Alex Atala (D.O.M. e Dalva e Dito), uma das principais vozes da gastronomia brasileira e parceiro de Stella Artois em outros projetos, também apoia o movimento em prol dos pequenos restaurantes e pede ajuda para que todos se movam por esta causa – a ele se somam chefs como Luiz Filipe Souza (Evvai) e Cafira Foz (Fitó), engajados para que a gastronomia no Brasil sobreviva ao momento de crise.

A plataforma ainda deve receber em breve uma seção pela qual empresas e pessoas físicas poderão realizar doações diretas e comprar créditos para dar de presente. #ApoieUmRestaurante é uma ação criada pela CP+B, agência de publicidade de Stella Artois no Brasil.