Arquivo da tag: receitas

Saudáveis e sem lactose: confira dicas de preparo de sorvetes refrescantes e nutritivos

SupraSoy compartilha receitas práticas, ricas em sabor e nutrientes, ideais para os dias de verão

A busca por sobremesas geladas é praticamente uma unanimidade entre as pessoas durante o verão. Nesse sentido, os sorvetes, que já se destacam entre as preferências nacionais, ganham ainda mais evidência no período. Aberta a temporada de dietas pós-festividades de fim de ano, poder consumir esses alimentos de maneira prazerosa e sem culpa torna-se ainda melhor. Pensando nisso, a SupraSoy elaborou algumas receitas sem lactose, práticas, leves, saborosas e nutritivas, que podem ser facilmente preparadas em casa. Veja a seguir.

Sorvete de maracujá

Ingredientes
100 ml de suco concentrado de maracujá
1 xícara (chá) de SupraSoy Sem Lactose Original
1 xícara (chá) de açúcar
200 ml de água gelada

Modo de preparo
Coloque no liquidificador, o suco de maracujá, o SupraSoy Sem Lactose Original, o açúcar, a água gelada e bata até obter uma mistura homogênea. Despeje a mistura numa forma de gelo e leve ao freezer por, aproximadamente, 2 horas. Retire do freezer, deixe à temperatura ambiente por 10 minutos, desenforme e sirva imediatamente.

Sorvete de morango sem lactose

Ingredientes
Sorvete:

750 g de morangos (reserve 100 g para a finalização)
3 colheres (sopa) de SupraSoy Sem Lactose Original
100 ml de água

Calda:
½ xícara (chá) de açúcar
100 ml de água

Modo de preparo
Sorvete: lave os morangos e pique-os. Bata-os no liquidificador com o SupraSoy Sem Lactose Original e a água até formar um creme uniforme e reserve.
Calda: em uma panela coloque o açúcar com a água e ferva até formar um fio fino.
Finalização: transfira o creme de morangos para uma batedeira e bata na velocidade baixa, vá acrescentando a calda aos poucos. Bata até resfriar bem. Leve ao freezer por 4 horas ou até endurecer. Bata novamente até formar um creme gelado e retorne-o ao freezer. Repita esse processo por mais 3 vezes. Sirva em seguida em taças para sorvete e finalize com pedaços de morangos picados.

Sorvete de coco

Ingredientes
5 gemas
2 e ½ xícaras (chá) de açúcar
1 xícara (chá) de SupraSoy Sem Lactose Original já dissolvido em 250 ml de água
1 garrafa de leite de coco (200 ml)

Modo de preparo
Bata as gemas e o açúcar na batedeira até que dupliquem de volume e formem um creme fofo e esbranquiçado. Em uma panela, em fogo alto, coloque o SupraSoy Sem Lactose Original já dissolvido na água junto com o leite de coco, até ferver. Regule a velocidade da batedeira para o mínimo e despeje metade do SupraSoy aquecido em fio, para que comece a cozinhar as gemas ainda fora do fogo. Passe a mistura de volta para a panela e cozinhe, mexendo sempre, em fogo baixo, por cerca de 20 minutos, ou até que fique com textura de mingau ralo. Deixe esfriar. Despeje a massa do sorvete em uma travessa (20 x 25 cm), cubra com filme plástico e leve-a ao freezer por 4 horas, ou até que comece a congelar. Quebre a massa e bata, ainda congelada, por cerca de 5 minutos, na batedeira, para que fique cremosa. Volte o sorvete para a mesma travessa, cubra com filme plástico e deixe congelar por cerca de 4 horas. Repita o procedimento mais duas vezes, ou até que o sorvete fique bem cremoso. Retire o sorvete do freezer 5 minutos antes de servir. Sirva acompanhado de uma calda de frutas vermelhas ou polvilhado com coco fresco ralado.

Você encontra essa e outras receitas em clicando aqui.

Informações/adquirir os produtos da marca, clique aqui .

Confira 7 receitas para desfrutar dos encontros de fim de ano sem exagerar na alimentação

As festas de fim de ano são uma das épocas mais aguardadas e, ao mesmo tempo, desafiadoras quando o assunto é alimentação saudável e equilibrada. Caracterizado por eventos sociais, encontros e confraternizações, o encerramento de mais um ano costuma vir acompanhado de alguns excessos alimentares e alcoólicos.

A “fama” das confraternizações e ceias são ingredientes pouco nutritivos e muito calóricos, além do fato das pessoas encararem as comemorações de fim de ano como uma desculpa para sair da dieta. Comprovado cientificamente, quem sofre com os excessos é o organismo que logo dá sinais de cansaço. Um estudo da Universidade de Copenhague, na Dinamarca, concluiu que os níveis de colesterol alto são mais comuns após as festas de fim de ano e o colesterol considerado “ruim” – denominado LDL – pode aumentar em até 20% neste período.

Para trazer mais equilíbrio, é importante investir em proteínas, vegetais, frutas secas e alimentos integrais. Para provar que é possível reunir a família e amigos e manter uma alimentação saudável, equilibrada e saborosa, a Jasmine Alimentos preparou sete receitas inéditas.

Bolinho de quinoa com shimeji

Ingredientes:
5 colheres (sopa) de Quinoa Real em Grãos Orgânica Jasmine Alimentos
3 colheres (sopa) de Linhaça Dourada Jasmine alimentos
165 ml ou 1 copo americano de água
½ cebola roxa picada
2 dentes de alho picados
1 colher (sopa) de azeite
10 cogumelo shimeji
1 colher (sobremesa) de óleo de coco
1 tomate orgânico picado
1 colher (sopa) de farinha de arroz
1 colher (chá) de orégano
1 colher (sopa) de salsinha
1 colher (sopa) de cebolinha
1 colher (café) de pimenta-do-reino a gosto
Sal Atlantis Jasmine alimentos a gosto

Modo de preparo:
Em uma panela, refogue a cebola e o alho no azeite. Acrescente a quinoa, o sal e a água. Cozinhe por 20 minutos e reserve. Lave o shimeji em água corrente e salteie no óleo de coco com sal por 2 minutos. Pique e reserve. Depois de cozinhar a quinoa, acrescente o tomate, o shimeji, a farinha de arroz, a linhaça, o orégano, a salsinha, a cebolinha e a pimenta. Misture até formar uma massa. Molde em bolinhas e empane na linhaça. Leve ao forno preaquecido a 200º C por 20 minutos.

Manga grelhada com crosta de gergelim ao molho de tahine

Ingredientes:
½ colher (sopa) de Gergelim Branco Natural Jasmine Alimentos
Sal Atlantis Jasmine Alimentos a gosto
1 manga grande
½ colher (sopa) de gergelim preto
Canela a gosto
1 colher (chá) de azeite de oliva extravirgem

Ingredientes para o molho:
1 colher (sopa) de Tahine Jasmine Alimentos
Sal Atlantis Jasmine Alimentos a gosto
4 colheres (sopa) de água gelada
2 colheres (sopa) de suco de limão
Pimenta-do-reino a gosto

Modo de preparo:
Descasque a manga e corte-a em duas fatias laterais. Em seguida, torre o gergelim e junte com a canela e o sal. Passe essa mistura nas fatias de manga, pressionando para aderir bem.
Numa frigideira, aqueça o azeite e grelhe as fatias de manga. Prepare o molho batendo todos ingredientes e sirva com as mangas.

Donuts de aveia com calda de agave sem glúten

Ingredientes:
1 xícara (chá) de Aveia Sem Glúten em Flocos Finos Jasmine Alimentos
2 colheres (sopa) de Calda de Agave Orgânico da Jasmine Alimentos
⅓ xícara (chá) de purê de maçã
1 banana madura
½ colher (chá) de canela
2 colheres (sopa) de farinha de amêndoas

Modo de preparo:
Amasse a banana e misture com os demais ingredientes. Molde as massas no formato de donuts, com um buraco no meio. Coloque-as em um refratário untado e asse a 180°C por 10 minutos. Lembre-se de virar para assar os dois lados. Sirva quente com cobertura de calda de agave.

Muffin de cacau e granola

Ingredientes:
1 e ½ xícaras (chá) de Farelo de Aveia Jasmine Alimentos
2 ovos
2 bananas
130 ml de leite vegetal (coco, amêndoas ou aveia)
1 colher (chá) de canela em pó
2 colheres (sopa) de óleo de coco
2 colheres (sopa) de cacau em pó
1 colher (chá) de fermento em pó
Granola Zero Açúcar Superfrutas Jasmine Alimentos para decorar

Modo de preparo:
Deixe o forno preaquecido a 185ºC e unte uma forma com farelo de aveia. Amasse as bananas, reservando 6 fatias, com os ovos e a bebida vegetal. À parte, misture o farelo de aveia com o cacau, o fermento e a canela. Adicione a mistura da banana e mexa bem. Acrescente o óleo de coco e coloque a mistura nas formas. Por cima, adicione uma fatia de banana em cada forma. Leve ao forno por cerca de 25 minutos. Retire do forno, coloque a granola por cima e sirva.

Babaganouch

Ingredientes:
3 colheres (sopa) de Tahine Jasmine Alimentos
Sal Atlantis Jasmine Alimentos a gosto
2 berinjelas
1 dente de alho picado
Suco de 1 limão
Azeite de oliva a gosto
Gergelim Branco Natural Jasmine Alimentos torrado
Folhas de manjericão

Modo de preparo:
Preaqueça o forno a 220º C.
Lave, seque e fure a superfície das berinjelas com um garfo. Asse por 40 minutos, até a casca tostar e a polpa ficar macia. Retire as berinjelas do forno e deixe esfriar. Corte cada berinjela ao meio e raspe a polpa com uma colher até formar uma pasta. Junte o tahine, o caldo de limão e o alho. Tempere com sal e azeite.Misture bem e sirva.

Couscous de quinoa com legumes

Ingredientes:
1 e ½ xícara (chá) de Quinoa Real Mista em Grãos Orgânica Jasmine Alimentos
Sal Atlantis da Jasmine Alimentos a gosto
1 cebola pequena
2 colheres (sopa) de azeite
2 cenouras pequenas
1 xícara (chá) de vagem
1 abobrinha média
2 colheres (chá) de curry em pó

Modo de preparo:
Em uma panela, misture a cebola, a vagem e a cenoura cortadas em cubos pequenos com o azeite e cozinhe em fogo baixo, mexendo de vez em quando até os legumes ficarem bem cozidos. Em seguida, adicione a abobrinha, também cortada em cubos pequenos, o curry, o sal e a pimenta a gosto. Logo após, retire a panela do fogo, adicione a quinoa cozida (instruções na embalagem do produto) e misture bem. Sirva a seguir.

Salada morna de quinoa com ratatouille

Ingredientes:
1 xícara (chá) de Quinoa Real em Grãos Orgânica Jasmine Alimentos
Sal Atlantis da Jasmine Alimentos a gosto
1 cebola roxa
1 dente de alho
1 pimentão amarelo pequeno
1 abobrinha pequena
1 berinjela pequena
1 xícara (chá) de tomate-cereja
3 colheres (sopa) de azeite
1 colher (sopa) de salsinha e cebolinha
Pimenta-do-reino a gosto

Modo de preparo:
Corte a cebola, o pimentão, a abobrinha e a berinjela em cubos médios e os tomates em metades. Por último, pique o alho e as ervas. Reserve. Em uma frigideira, refogue a cebola com 1 colher (sopa) de azeite em fogo alto até ficar translúcida. Junte o alho picado e mexa, mas sem deixar dourar. Adicione o pimentão e refogue. Abaixe o fogo e coloque o restante do azeite. Junte a abobrinha e a berinjela e refogue, mexendo sempre. Acrescente o tomate e as ervas e misture até aquecer. Tempere com sal e pimenta-do-reino. Finalize transferindo para um recipiente grande e juntando com a quinoa cozida.

Fonte: Jasmine Alimentos

Tirolez sugere cardápio completo para o ano-novo

A virada do ano é marcada por muita celebração em todo o mundo

Prometendo boas energias para o ano que se inicia, os rituais e superstições de cada cultura fazem parte da celebração do Réveillon. No Brasil, a maior parte das tradições tem como objetivo atrair prosperidade e sorte, como pular sete ondas ou usar cores que atraem energias positivas.

Outra tradição que não é deixada de lado nesse momento é reunir os amigos e a família com um cardápio digno do início do ano. Para trazer inspirações deliciosas, a Tirolez, maior indústria 100% brasileira de queijos do país, sugere receitas para a entrada, prato principal e sobremesa.

A Salada Cremosa é uma opção rápida e prática, que traz o típico sabor agridoce para as ceias de final de ano. Já a Picanha na Brasa com Crosta de Queijo Gouda e Parmesão é ideal para os amantes de carne vermelha que não querem comer carne de aves, por conta da superstição de que essas “ciscariam para trás”, não trazendo boa sorte. Para fechar com chave de ouro, o Sorvete de Requeijão é uma sobremesa saborosa que pode ter como acompanhamento uma geleia de sua preferência, como de frutas vermelhas ou goiaba.

Confira abaixo o modo de preparo e Feliz Ano Novo:

Salada Cremosa

Ingredientes:
150 g de Queijo Azul Tirolez
1 embalagem de Creme de Ricota Tirolez
1 maçã
1 pera
1 cacho de uvas verdes sem caroço
1 cenoura ralada
1 maço de alface americana lavada

Modo de preparo:
Em uma saladeira funda, amasse ligeiramente o Queijo Azul Tirolez e misture-o com o Creme de Ricota Tirolez, formando um molho cremoso. Corte a maçã e a pera ao meio. Retire as sementes e corte as frutas em cubinhos. Em seguida, corte as uvas verdes ao meio. Misture as frutas e a cenoura ralada ao molho cremoso, deixe gelar e sirva com o maço de alface.

Dica: você pode rechear as folhas maiores e servir acompanhando carnes ou linguiça grelhada. Fácil de preparar, é um excelente acompanhamento para churrascos.
Tempo de Preparo: 20 minutos
Rendimento: 6 a 8 porções

Picanha na Brasa com Crosta de Queijo Gouda e Parmesão

Ingredientes:
1 peça de picanha (1 kg)
Sal a gosto
Pimenta-do-reino a gosto
2 xícaras (chá) de Queijo Gouda Tirolez
½ xícara (chá) de Queijo Parmesão Tirolez ralado

Modo de preparo:
Preaqueça o forno a 180°C. Tempere a picanha com sal e pimenta-do-reino a gosto. Em uma frigideira bem quente, sele todos os lados até ficar bem dourada. Coloque em uma assadeira com a gordura virada para baixo e leve para assar por 30 minutos. Retire do forno, coloque o Queijo Gouda Tirolez por cima e depois o Queijo Parmesão Tirolez. Asse por mais 10 minutos até o queijo derreter e gratinar. Se preferir, pode ligar o grill. Sirva acompanhado de vinagrete e farofa.

Tempo de Preparo: 50 minutos
Rendimento: 6 porções

Sorvete de Requeijão

Ingredientes:
2 latas de leite condensado
2 latas de creme de leite sem soro
2 embalagens de Requeijão Cremoso Tirolez
1 saquinho de gelatina incolor

Modo de preparo:
Bata tudo no liquidificador e coloque em uma forma de pudim. Coloque no freezer por quatro horas.
Dica: como acompanhamento, use geleia de frutas vermelhas, goiabada ou outra de sua preferência.
Tempo de preparo: 4 horas
Rendimento: 8 porções

Fonte: Tirolez

Bacalhau da Noruega ensina as melhores receitas para festas de fim de ano

O autêntico Bacalhau da Noruega é o Gadus morhua, considerado o mais nobre do mundo, é ideal para várias receitas, porque possui um sabor e textura perfeitos. Ele e os peixes salgados secos da Noruega, Saithe, Zarbo e Ling são peixes 100% naturais, apenas peixe, sal e mais nada, e ideais para quem busca uma alimentação equilibrada. Cada 100g do peixe possui apenas 160 calorias e é fonte de proteína, cálcio, ferro, ômega 3, iodo, selênio e vitaminas, além de possuir um baixo teor de gordura

A história entre Noruega e Brasil já é de longa data. O primeiro barco, o ‘Nordstjernen’ (Estrela do Norte), desembarcou no Rio de Janeiro em 1842 trazendo o autêntico Bacalhau da Noruega, e levando de volta o café brasileiro. Essa relação comercial ainda é extremamente importante, já que o Brasil é um dos principais mercados para o bacalhau norueguês e a Noruega é um dos maiores mercados para o nosso café.

O que é bacalhau?

Muitas pessoas têm dúvidas sobre o que é ou do que é feito o bacalhau. O autêntico Bacalhau da Noruega é o Gadus morhua (da família Gadidae) vem das águas frias e cristalinas dos mares que circulam o Pólo Norte, na Noruega, garantindo a melhor qualidade e o sabor único. O conhecimento e a experiência únicos da Noruega constituem uma das maiores comunidades de pesquisa e desenvolvimento em pesca e produtos do mar do mundo, que incluem desde o tamanho dos peixes até os métodos de pesca. Além disso, o país nórdico possui sistemas de rastreabilidade que permitem que as informações sobre os peixes sejam rastreadas em toda a cadeia de alimentos.

O Bacalhau da Noruega é altamente saudável, tem baixo teor de gordura – cada 100g do peixe possui aproximadamente 160 calorias, é fonte de proteínas, cálcio, ferro e rico em ômega 3, além de ser livre de conservantes artificiais, porque é apenas peixe e sal.

O processo de salga e secagem é completamente natural – apenas peixe, sal e mais nada!

O sabor e o valor nutritivo do bacalhau são mantidos graças ao processo especial de salga e secagem, que tem o objetivo de retirar apenas a água do peixe, preservando suas proteínas, vitaminas e minerais.

No processo de salga, o bacalhau é colocado em tanques cobertos por quilos de sal e assim fica por cerca de quatro semanas. Durante a primeira quinzena, o peixe fica em salmoura. Depois, é retirado, lavado e armazenado em paletes para permanecer mais uma ou duas semanas descansando em sal. Conforme o tamanho e a espessura do peixe, chega-se a trocar o sal mais de uma vez.

Após essa etapa, o pescado vai para a secagem em câmaras de ar por dois a cinco dias. Depois, segue para o controle de qualidade para ser pesado, embalado e exportado em containers refrigerados entre 2º e 4º graus.

Como escolher:

Para ter certeza de que está levando o produto certo para casa, é preciso saber diferenciar todos os tipos de peixes. Por aqui, podemos encontrar cinco tipos de peixes salgados secos da família Gadidae, que a partir da nova legislação de janeiro de 2019 devem ser denominados da seguinte forma:
Bacalhau Salgado Seco Gadus morhua- considerado o mais nobre bacalhau, esse tipo é pescado no Atlântico Norte e apresenta postas altas, largas e coloração palha e uniforme, quando salgado e seco. Depois de cozido, sua carne se desfaz em camadas claras e tenras.
Saithe Salgado Seco da Noruega Pollachius virens – possui sabor mais forte e coloração menos clara. Quando cozido, sua carne macia desfia com facilidade. É o tipo perfeito para preparar bolinhos, saladas e ensopados.
Ling Salgado Seco da Noruega Molva molva – o mais estreito entre os peixes tipo bacalhau. Sua carne branca e apetitosa é perfeita para pratos desfiados, assados, cozidos e grelhados.
Zarbo Salgado Seco da Noruega – Brosme brosme – o menor entre os cinco peixes tipo bacalhau. É mais roliço do que o Ling e possui barbatana dorsal contínua. É ótimo para a preparação de pratos desfiados, caldos, pirões e bolinhos.
Os peixes salgados secos da Noruega: Saithe (Pollachius virens), Ling (Molva molva) e Zarbo (Brosme brosme) provenientes da Noruega, são feitos com peixes da mesma família do qual se faz o Bacalhau (Gadus morhua). São salgados e secos da mesma forma e com o mesmo padrão de qualidade, são espécies de peixes diferentes, devem ser denominados como tal, mas são submetidas ao mesmo processo.

Na hora da compra, é importante checar a origem do produto para ter a certeza de que está levando para casa o autêntico Bacalhau da Noruega. Busque pelas etiquetas, logo e pergunte ao vendedor para se certificar que o produto é realmente exportado pela Noruega.

Como dessalgar:
O método de dessalgue do bacalhau, que ganha aproximadamente 30% a mais de volume, pode até levar um tempo a mais, mas é muito simples. É recomendado mergulhar o bacalhau em água fria, com pedras de gelo, dentro da geladeira e usar duas partes de água para cada parte de bacalhau, trocando duas vezes por dia, no mínimo, e mantendo o bacalhau na geladeira, para ficar bem conservado.
O tempo de dessalgue depende da altura das postas, seguindo a indicação:
Bacalhau Desfiado: 6 horas (trocar a água de 3 em 3 horas)
Postas normais: 24 horas (trocar a água de 6 em 6 horas)
Postas grossas: 40 horas (trocar a água de 8 em 8 horas)
Postas muito grossas: 48 horas (trocar a água de 8 em 8 horas)
Lombos muito grossos: 72 horas (trocar a água de 8 em 8 horas)

Como conservar o peixe em casa:

Ao comprar o bacalhau na bandeja, retire o filme plástico. Faça o mesmo no caso de comprar no saquinho. Coloque em vasilhame bem limpo, seco e com tampa.
Se for salgado e seco, deve ser mantido em refrigerador (nunca manter em temperatura ambiente, em armários, prateleiras etc.)
Pincelar com azeite para evitar o ressecamento.
E o mais importante, nunca congele o bacalhau ainda salgado.

Depois do processo de dessalgue, pode congelar o peixe, pois o bacalhau não perde seu sabor autêntico e único e estará sempre pronto para consumo em inúmeras receitas, ideal para todos os dias.

Tipos de cortes:

Você sabia que para cada tipo de corte existe uma receita diferente? Tanto o autêntico Bacalhau da Noruega como os peixes salgados secos da Noruega são ideais para consumir o ano inteiro.
Os cortes centrais (altos) são os lombos, parte mais alta e nobre, ideal para assar e grelhar, além de serem ótimos para receitas que utilizem o pedaço inteiro, depois de assado, grelhado ou cozido. Esse corte solta pétalas claras e tenras, que deixam os pratos bem bonitos.
Os pedaços abaixo dos lombos são as postas médias, também conhecidas como filés, perfeita para serem consumidas inteiras ou também em pétalas. É uma ótima opção para ser consumido em churrasco.
As partes mais extremas das laterais e a mais próxima ao rabo, são as postas finas, que após dessalgadas podem ser retiradas pétalas e até mesmo desfiadas para o preparo de inúmeras receitas.
Já o rabo e a pele também podem ser utilizados para o preparo de caldos, que vão deixar inúmeras preparações com um sabor incrível.

Receitas:

Bacalhau da Noruega à Lagareiro com batatas ao murro

Ingredientes:
400g de Gadus morhua da Noruega, após dessalgar
1 folha de louro
4 dentes de alho
100ml de azeite

Batatas ao murro
400g de batatas
1 cebola
25ml de azeite
Sal a gosto

Legumes
100g de espinafres
Cebola
Pimenta-malagueta fresca a gosto
Suco de limão
Gengibre fresco ralado
Coentro a gosto

Modo de fazer:
Coloque o Bacalhau da Noruega em uma travessa, regue com metade do azeite e coloque o alho e a folha de louro por cima. Leve a travessa ao forno a 220 °C durante 15-20 minutos. Regue um pouco de azeite enquanto o bacalhau está no forno para o manter suculento e com uma cor bonita.

Batatas ao murro
Cozinhe as batatas com casca durante 10 minutos. Escorra a água e leve as batatas ao forno ou à grelha até que fiquem assadas. Saltear numa frigideira com cebola frita e alho e esmague ligeiramente para que absorvam o gosto da cebola e do alho.

Espinafres salteados
Frite tiras da cebola e da pimenta-malagueta em azeite. Acrescente os espinafres e sal e salteie durante 40 segundos. Salpique com um pouco de suco de limão, gengibre ralado e coentros picados.

Bacalhau da Noruega com Especiarias

Ingredientes:
1kg de Gadus morhua da Noruega, após dessalgar
4 ramos de alecrim
2 ramos de tomilho
6 dentes de alho
4 cravinhos
6 grãos de pimenta-da-Jamaica
6 grãos de pimenta-do-reino
10 grãos de pimenta-rosa
3 anis estrelados
3 colheres de sopa de raspas de laranja
400ml de azeite
6 batatas
6 tomates
150ml de suco de laranja
8 gemas
4 ramos de endro
½ colher de chá de pimenta-preta moída
Sal a gosto

Modo de fazer:
Faça raspas de laranja com um descascador ou ralador e retire a pele do alho.
Coloque os lombos de Gadus morhua da Noruega, após dessalgar, em uma travessa.
Cubra com as raspas da laranja e regue com um pouco de azeite. Junte a pimenta-da-Jamaica, o anis, a pimenta-do-reino e os grãos de pimenta-rosa. Adicione os ramos de alecrim e o alho.
Regue novamente com um pouco mais de azeite e leve ao forno preaquecido a 120°C, durante 2h, e regue com o molho.

Tomate confitado:
Retire a pele do tomate, abra-os ao meio e corte-os em quatro partes, retirando também as sementes. Coloque em uma travessa e cubra com um pouco de azeite e tomilho. Leve ao forno a 120°C, por 40min.

Molho:
Coloque as gemas num liquidificador e tempere com sal, pimenta-preta e azeite.
Bata para emulsionar. Junte o suco do laranja e os ramos de endro. Volte a bater tudo até que tenha consistência de molho.

Batatas:
Cozinhe as batatas e corte em rodelas. Retire um pouco do azeite do Bacalhau da Noruega e doure as batatas, por 2 a 3min de cada lado. Sirva o Bacalhau da Noruega acompanhado de batatas douradas, do tomate confitado e com molho à parte.

Bolinho de Bacalhau da Noruega

Ingredientes:
300g de Saithe salgado seco da Noruega, após dessalgar
1 ramo de salsa
1kg de batata inglesa
2 claras de ovo
Pimenta-do-reino a gosto
Sal a gosto
Azeite para untar
Óleo vegetal para a fritura

Modo de fazer:
Dessalgar o Saithe salgado seco da Noruega. Desfiar o Saithe com um pano de algodão ou com as mãos. Cozinhar as batatas, amassá-las e misturar ao Saithe, de preferência com as mãos.
Acrescentar a salsa picada, a pimenta-do-reino moída na hora, as duas claras batidas em neve e misturar. Untar as mãos com azeite e enrolar os bolinhos. Fritar em óleo abundante e bem quente. Usar óleo vegetal para fritura.

Bacalhau da Noruega confitado com purê de castanhas e cebolada de espinafres

Ingredientes:
800g de lombo de Gadus morhua da Noruega, após dessalgar
400g de castanhas
100ml de leite
100g de manteiga
300ml de azeite de oliva
50g de espinafre
200g de cebola
1 folha de louro
1 dente de alho
Amêndoas laminadas tostadas a gosto

Modo de fazer:
Colocar em uma panela pequena uma generosa quantidade de azeite, 1 dente de alho e o louro. Colocar o Bacalhau da Noruega e deixar cozinhar com o fogo no mínimo durante cerca de 12 minutos, sem deixar que o azeite ferva. Cozinhar as castanhas em água fervente temperada com sal. Triturar e passar em um escorredor. Levar ao fogo a manteiga, o purê de castanhas e adicionar o leite até obter uma textura cremosa. Cortar a cebola em juliana e com um pouco do azeite do bacalhau, fritar ligeiramente.Adicionar no final os espinafres e envolver. Servir o Bacalhau da Noruega confitado com o purê de castanhas e as amêndoas tostadas.

Fonte: Conselho Norueguês da Pesca

Fim de ano: receitas do DeliRec para celebrar o réveillon

No dia 31 de dezembro, as pessoas celebram o começo de um novo ano desejando muita prosperidade. Para ajudar nas produções gastronômicas, o DeliRec, rede social para os apaixonados por gastronomia, lançou o Festival de Receitas para o fim do ano, em que os usuários podem conferir milhares de receitas, como entradas, pratos principais e sobremesas feitas pelos cozinheiros da plataforma. Com isso, é possível inovar e surpreender todos os familiares, evitando até pratos repetidos. 

Confira abaixo receitas disponíveis na rede social para o ano-novo e a superstição de cada alimento:

Peru 

Receita postada por @leomchef no DeliRec

Peru é um clássico do Natal. Suculento, aromático e delicioso é muitas vezes a proteína principal das ceias. A pele crocante é o charme e irresistível. Clique aqui para aprender a temperar, cozinhar e deixar com uma corzinha incrível. 

Frango com legumes

Receita postada por @nay_miranda no DeliRec

O frango é uma opção mais barata e pode substituir aves, como o peru, sem deixar o sabor e suculência de lado durante a ceia. Os legumes assados e a laranja deixam ainda mais bonito e gostoso esse assado. Além disso, a maciez é garantida. Para aprender essa receita veja aqui.

Salpicão

Receita postada por @cozinha.semneura no DeliRec

O salpicão tem como base o frango desfiado. É uma receita que leva, em média, 30 minutos para ficar pronta. Saboroso e prático, esse é um prato que combina em qualquer refeição e faz a diferença como acompanhamento. Para aprender essa delícia, clique aqui.

Manjar com frutas vermelhas

Receita postada por @mairacovolan no DeliRec

Manjar é uma sobremesa fácil de ser preparada e um clássico nas festas de fim de ano. O sabor é tão incrível que muitos apelidaram de Manjar dos Deuses, pois é irresistível. As frutas vermelhas trazem cor, sofisticação e equilíbrio para essa receita. Confira o modo de preparo no DeliRec.

Panetone trufado

Receita postada por @lailacardosooficial no DeliRec

Esta delícia começa a aparecer mais no final do ano e não há quem resista ao sabor. Além dos tradicionais, no DeliRec é possível aprender a rechear o panetone e surpreender a todos. Confira aqui a receita.

Sugestões de receitas para comemorar o Ano Novo e as superstições de cada prato

Arroz com lentilha

Receita postada por @nay_miranda no DeliRec

Para os supersticiosos, arroz com lentilha é sinal de abundância, prosperidade, felicidade e riqueza. Essa receita é clássica nas festas de fim de ano, mas no DeliRec é possível incrementar e deixar ainda mais gostosa, colocando bacon, por exemplo. Confira a receita completa aqui.

Pernil com chutney de maçã verde

Receita postada por @meuladochef. no DeliRec

A tradição de consumir carne de porco tem origem chinesa, como o animal fuça para frente, é visto como um alimento que atrai prosperidade e progresso. Além disso, é símbolo de abundância. Esse pernil com chutney de maçã verde, deixa a carne suculenta e macia. Aqui no DeliRec é possível aprender como preparar esse prato que leva, em média, duas horas para ficar pronto.

Cheesecake de Frutas Vermelhas

Receita postada por @lardeanja no DeliRec

Cheesecake é uma sobremesa que tem o ponto certo de doce e salgado. É uma combinação perfeita e por onde passa deixa todos querendo mais. Além disso, as frutas em vermelho representam o amor e são muito consumidas em festas natalinas. Veja aqui como prepara essa delícia.

Salada de Bacalhau com grão-de-bico

Receita postada por @nay_miranda no DeliRec

Muitos lugares acreditam que o peixe é símbolo de fertilidade e abundância, pois nada para frente. Por isso, são consumidos, principalmente, em épocas natalinas, pois é um período de almejar coisas boas e de prosperidade. Essa receita é fácil de ser preparada, além de deixar a mesa bonita, os convidados vão se surpreender com o sabor. Clique aqui para ver todo o passo a passo.

Farofa de milho com passas

Receita postada por @nay_miranda no DeliRec

As farofas são bons acompanhamentos na hora das refeições. Nas festas de fim de ano, elas chamam atenção por serem coloridas e darem um sabor incrível. A uva passa, além de deixar o gosto mais adocicado, é sinal de que o próximo ano será mais doce. Para aprender a preparar esta receita é só clicar aqui.

O DeliRec está disponível gratuitamente nas versões web e aplicativo para celulares Android e IOS

Sobre o DeliRec  O DeliRec

Receitas: sobras que viram uma bela refeição

Nutricionista ensina três receitas simples, fáceis de preparar e que evitam o desperdício de alimentos

A ceia de Natal e os festejos de ano novo costumam encher a mesa dos brasileiros. Depois que as refeições terminam, é comum sobrar comida. Mas o que fazer com esses alimentos para que eles continuem saborosos, tenham um novo visual e não haja desperdícios? Para reaproveitar as sobras, Janaiara Moreira Sebold Berbel – que é a coordenadora adjunta do curso de Nutrição do Centro Universitário Integrado de Campo Mourão – elaborou três receitas simples de fazer e que vão dar “cara nova” a essas comidas.

“O reaproveitamento dos alimentos é algo importante, pois evita desperdícios e contribui positivamente para o orçamento doméstico. Quem aproveita o período em família também pode construir boas memórias afetivas tendo a cozinha como ambiente principal”, explica Janaiara.

Arroz de Forno com Sobras de Pernil Assado

Ingredientes
500 gramas de arroz (que sobrou da ceia)
1 cebola
2 dentes de alho picadinho
1 tomate
150 gramas de milho verde
½ maço de cebolinha
½ copo de requeijão
½ caixinha de creme de leite
300 gramas de pernil (que sobrou da ceia)
200 gramas de queijo mussarela ralado
Sal à gosto
20 ml de azeite de oliva

Modo de preparo
Em uma panela refogue a cebola e o alho no azeite de oliva. Acrescente o tomate, o milho verde e o pernil picado em pedacinhos. Em uma travessa misture o refogado ao arroz e adicione o requeijão, o creme de leite e a cebolinha picadinha. Misture tudo. Em seguida, misture e polvilhe o queijo mussarela e leve ao forno. Em cerca de 20 minutos estará pronto. Sirva quente e bom apetite.

Tempo de Preparo = de 20 a 40 minutos
Rendimento = 8 porções
Nível = fácil

Arroz com Lentilha

Ingredientes
500 gramas de arroz (sobra da ceia)
200 gramas de lentilha (sobra da ceia)
1 cebola
3 dentes de alho
½ maço de cheiro verde
Sal a gosto
20 ml de azeite de oliva

Modo de Preparo
Em uma panela refogue a cebola e o alho no azeite de oliva. Adicione o arroz, a lentilha e o cheiro verde. Adicione um pouco (100 ml) de caldo de legumes ou o caldo de cozimento da lentilha e deixe reduzir. Depois, é só servir.

Tempo de Preparo = 20 minutos
Rendimento = 6 porções
Nível = fácil

Bolinho de Bacalhau

Ingredientes
300 gramas de bacalhau (sobra da ceia)
600 gramas de batata cozida e amassada
200 gramas de mandioca salsa cozida e amassada
2 colheres de sopa de farinha de trigo
3 ovos
2 colheres de sopa de cheiro verde
Caldo de 1 limão
1 colher de sobremesa de chimichurri
Sal a gosto
Óleo para fritar

Modo de Preparo
Em uma vasilha misture todos os ingredientes. Em uma panela aqueça o óleo. Faça pequenas bolinhas com uma colher e coloque no óleo para fritar. Quando estiver douradinho, escorra em papel absorvente. Pode ser feito na Air Fryer com muita praticidade.

Tempo de Preparo = 50 minutos
Rendimento = 25 bolinhos
Nível = médio

Fonte: Centro Universitário Integrado de Campo Mourão

Nutricionista dá dicas e receitas para ter uma ceia gostosa, saudável e preparada sem estresse

Final de ano, muitas festas, agenda cheia. Muito a se preparar para os encontros em família. E a pergunta é: como organizar as compras e a cozinha para que os preparativos da ceia de Natal sejam feitos de forma tranquila e com opções que agradem a todos? A nutricionista do Oba Hortifruti, Renata Guirau, ensina.

“O primeiro passo é identificar quantas pessoas farão parte da refeição e se essas pessoas apresentam alguma restrição alimentar, como alergias, por exemplo. Após definir quantos estarão presentes, é hora de organizar o cardápio: quais pratos serão servidos, as bebidas e petiscos que farão parte da refeição, além das saladas e sobremesas”, diz Renata.

Com o cardápio definido, é hora de fazer a lista de compras com todos os itens necessários para cada preparação. Uma dica é verificar o que já tem em casa para evitar ser comprado novamente. Finalizada a lista, é importante programar o momento para a compra dos itens da ceia. “Os itens não perecíveis e os congelados podem ser comprados com antecedência. Os itens frescos, como legumes, frutas e verduras devem ser comprados com no máximo 3 dias de antecedência ao consumo. Para facilitar, vale a pena apostar na compra de frutas já descascadas e cortadas, e vegetais já higienizados”, orienta Renata.

Para que o tempo na cozinha seja um prazer em fazer a refeição para quem se gosta, antes de iniciar a produção dos pratos, a dica é separar os utensílios que serão usados, tanto na hora do preparo em si quanto na hora de servir. Isso ajuda a não faltar nada no meio do caminho, agiliza e evita estresse.

“É importante começar pelos pratos que demoram mais para ficar prontos, como as carnes assadas”, ressalta a nutricionista. Também é fundamental lembrar de descongelar os itens no dia anterior. Os marinados também devem ser preparados um dia antes da ceia.

Para os pratos principais, vale a pena apostar em dois tipos diferentes de carnes, sendo as aves as mais tradicionais. Pode combinar um prato com ave e outro com carne suína, peixe ou mesmo carne bovina assada. Renata dá como exemplos peru assado com laranja, rocambole de carne, lombo assado, maminha assada, medalhão de mignon ao molho madeira, peixe assado, frango assado recheado, costelinha de porco assada e pernil assado.

Arroz temperado, farofas elaboradas, salada de lentilha ou de grão-de-bico, além de massas em geral, compõem muito bem o cardápio e são boas opções para as pessoas que não comem carne. Arroz à grega, arroz de forno, arroz com amêndoas laminadas, arroz biro-biro, arroz com farofa, farofa com castanhas e azeitonas, canelone recheado, rondele recheado, nhoque recheado e risotos são sugestões da especialista.

Como entrada, canapés, queijos, castanhas e tábuas de frios são opções interessantes. Salpicão na barquete, minitorradas com queijo boursin ou com antepastos, crocante de parmesão e de batata-doce, palitinhos de queijo com tomate-cereja e manjericão, batata bolinha temperada, bruschettas e ceviche compõem um cardápio saudável.

Vale a pena apostar em saladas com frutas, castanhas e sementes para dar um toque diferente. Rúcula com parma e castanhas, alfaces roxa e verde com figos e amêndoas, mix de folhas com lascas de parmesão e azeitonas pretas são boas opções.

Para a sobremesas, manjar e pudim são os clássicos, mas petit gateau e brownie acompanhados de sorvete, além de pavês, panacota e banoffe podem ser acrescentados ao cardápio. Frutas são bem-vindas e algumas opções, além de nutritivas, ajudam na decoração da mesa, como as cerejas, lichias, ameixas, pêssegos e figos.

Para acompanhar, sucos naturais ou feitos com polpa de fruta congelada. Preparar o suco com água com gás, misturado com chás e acrescentar frutas picadas ou congeladas, deixa a bebida mais refrescante e com um toque especial.

A nutricionista dá dicas de algumas receitas que podem integrar o cardápio das festas de Natal. Tem ainda duas sugestões de receitas que podem ser feitas com panetone, uma das estrelas da mesa na ceia do Natal.

Minitorradas com patê de azeitonas

Ingredientes:

1 xícara de chá azeitonas sem caroço
1 copo de requeijão cremoso
4 colheres de sopa de azeite
1 colher de sobremesa de orégano seco
2 dentes de alho amassados
Sal e pimenta-do-reino a gosto
300g de mini torradas

Modo de preparo:
Bata tudo no liquidificador, exceto o azeite. Coloque as mini torradas em uma assadeira. Regue com o azeite. Cubra com o patê e leve ao forno por 5 minutos. Sirva em seguida, ainda quente.

Salpicão de frango

Ingredientes:

2 xícaras de chá de frango cozido com temperos a gosto e desfiado
2 batatas médias cozidas e picadas
1 xícara de chá de milho verde
1 xícara de chá de ervilha
1 cenoura ralada
½ xícara de chá de salsão picado
½ xícara de chá de uva-passa
½ xícara de chá de azeitonas pretas picadas
1 xícara de chá de creme de leite fresco
1 colher de chá de sal

Modo de preparo:
Misture todos os ingredientes e deixe na geladeira por 2 horas antes de servir. Pode servir como recheio de barquetes ou acompanhando mini torradas.

Arroz biro-biro

Ingredientes:

1 xícara de chá de bacon picado em cubinhos pequenos
3 ovos
Sal a gosto
3 xícaras de chá de arroz cozido
1 e ½ xícara de chá de batata palha fina

Modo de preparo:
Aqueça uma panela e doure o bacon. Acrescente os ovos e mexa bem, como se fosse preparar ovos mexidos. Em seguida, acrescente o arroz já cozido e acerte o sal. Misture bem para incorporar os sabores. Desligue o fogo quando a preparação estiver bem soltinha na panela. Acrescente a batata palha e mexa delicadamente para que a batata não esfarele.

Bacalhau assado no papelote

Ingredientes:

4 postas de lombo de bacalhau (aproximadamente 150g cada)
1 cebola roxa fatiada
8 tomates-cereja cortados ao meio
4 batatas médias fatiadas
4 colheres de sopa de azeitonas pretas fatiadas
4 colheres de sopa de cenoura picada em cubos
4 buquês de brócolis
Azeite a gosto
Pimenta do reino e cheiro verde a gosto

Modo de preparo:
Deixe o bacalhau de molho por 48 horas, trocando a água a cada 12 horas (sempre na geladeira). Em uma panela, ferva água suficiente para cobrir os legumes picados (batata, cenoura e brócolis). Cozinhe por 5 minutos. Separe 4 pedaços de papel alumínio de tamanho suficiente para embrulhar o bacalhau com os demais ingredientes. Coloque o bacalhau no papelote e faça uma camada com a cebola fatiada e as azeitonas. Ao lado, monte os legumes pré-cozidos com o tomate-cereja. Salpique sal, pimenta do reino, cheiro verde e o azeite. Feche cada papelote, vedando bem para facilitar o cozimento. Coloque os papelotes em uma forma e leve ao forno por aproximadamente 30 minutos.

Lagarto com batata rústica

Ingredientes:

2 xícaras de chá de vinho tinto
1 colher de sopa de sal
1 cebola média picada
2 dentes de alho
½ pimentão verde sem sementes picado
1 cenoura média picada
1,8kg de lagarto
3 colheres de sopa de azeite de oliva
1 e ½ xícara de chá de água fervente
8 a 10 batatas bolinha

Modo de preparo:
Para o tempero, bata no liquidificador ou mixer o sal, a cebola, o alho, o pimentão e a cenoura. Coloque a carne em um refratário com o tempero, de modo que toda a peça fique em contato com o molho, e deixe descansar por 24 horas. Escorra o molho, coloque a carne na panela de pressão com o azeite e deixe dourando, virando a peça para fazer uma boa selagem. Deixe cozinhar em fogo baixo por aproximadamente 30 minutos. Faça cortes nas batatas e acrescente os ramos de alecrim entre os cortes. Coloque as batatas junto com a carne, regue com azeite e deixe cozinhando por mais 10 minutos. Sirva a carne com as batatas.

Panacota de Natal

Ingredientes:

Creme:
1 envelope de gelatina sem sabor
2 xícaras de chá de creme de leite
1 xícara de açúcar
2 colheres de sopa de mel
1 colher de chá de baunilha

Modo de preparo:
Dissolva a gelatina na água conforme instruções da embalagem. Bata no liquidificador com o creme de leite, o açúcar, o mel e a baunilha. Distribua em taças e leve para gelar.

Para a calda:
½ xícara de geleia de frutas vermelhas
2 colheres de sopa de água

Modo de preparo:
Aqueça a geleia no micro-ondas com a água e misture bem. Deixe esfriar.

Para decorar:
Folhas inteiras de hortelã e frutas natalinas fatiadas (ameixa, pêssego, cereja, nectarina)

Modo de preparo:
Distribua a calda sobre o creme em cada taça. Decore com duas a três cerejas inteiras e uma folha de hortelã em cada taça.

Bombom de panetone

1 Panettone Oba Bem Querer Clássico com recheio de gotas de chocolate ao leite
500g de chocolate meio amargo

Modo de preparo:
Corte o Panettone Oba Bem Querer em quadrados e reserve. Derreta o chocolate em banho-maria. Envolva os quadrados de panettone com o chocolate derretido. Leve os bombons para a geladeira por 1 hora e sirva. Para ver o passo a passo, acesse aqui.

Pavê de panetone

1 Panettone Oba Bem Querer Clássico com recheio de frutas cristalizadas e uvas-passas
600ml de leite
4 colheres de sopa de amido de milho
200g de creme de leite
395g de leite condensado
150g de nozes trituradas
1/3 xícara de chá de açúcar
1/3 xícara de chá de água
1/3 xícara de chá de licor de nozes
Morangos frescos.

Modo de preparo
Corte o Panettone Oba Bem Querer Clássico em fatias e reserve. Coloque o leite, amido de milho, creme de leite, leite condensado e nozes em uma panela em fogo baixo, mexa até engrossar e reserve. Adicione o açúcar, a água e o licor em uma tigela e mexa até formar uma calda. Em um recipiente, adicione uma camada da calda e em seguida uma camada das fatias de panettone, e umedeça com a calda novamente. Adicione uma camada do creme de nozes e repita o processo. Por último, decore com as nozes, os morangos e sirva. Para ver o passo a passo, acesse aqui.

Fonte: Oba Hortifruti

Natal e Ano-Novo: cinco receitas saborosas para as ceias

Time de especialistas da Ajinomoto do Brasil separam receitas para as festas de fim de ano

Algo que sempre associamos às festas de final de ano são as comidas fartas e deliciosas, passando pela tradicional piada do Tio do Pavê até às lembranças de momentos especiais vivenciados em família.

Foi pensando em como incrementar a tradição natalina e do ano novo que o time de especialistas em nutrição da Ajinomoto do Brasil selecionou cinco receitas muito saborosas para dar um toque especial na reta final deste ano.

Para começar a lista, iniciaremos com um clássico natalino: o frango de Natal é uma receita que aparece com frequência no cardápio dos brasileiros. Mas a ideia é propor uma maneira diferente de preparo: ao invés do tradicional frango assado por inteiro, a sugestão é fazê-lo em formato de rocambole, deixando-o delicioso com Tempero Sazón Verde e regado a um delicado molho de laranja com Receita de Casa com Pimenta.

Nossa receita de arroz à grega traz toda a deliciosidade do Tempero Sazón Branco para tornar essa dupla ainda mais imbatível, seja durante a ceia natalina ou para realizar a primeira refeição do ano.

Mas para quem não consegue ver uma festa brasileira sem farofa, a gente também tem uma receita especial. É a farofa de miúdos preparada com Tempero Sazón Verde.

utra opção interessante é a quiche de peru a com Tempero SazónLaranja, que traz esse ingrediente comum nos pratos natalinos e de Ano-Novo de uma maneira diferente e econômica, porque a nossa receita evita o desperdício de alimentos, já que usa sobras do peru da refeição anterior.

Por fim, é claro que não podia faltar uma receita doce. A recomendação fica para o chocotone recheado, com um toque especial de MID Laranja Doce. A receita tradicional desse período não pode faltar, ainda mais quando é feito de uma maneira tão especial quanto essa.

Como são várias opções saborosas, você pode prepará-las tanto no Natal quanto no Ano-Novo! Nada melhor que mudar um pouco o menu de sempre para trazer energias renovadas para o ano seguinte.

FRANGO DE NATAL

Ingredientes:
Farofa
• 3 colheres (sopa) de manteiga sem sal
• meia cebola média picada
• 1 e meia xícara (chá) de castanha-do-pará com casca, triturada (200 g)
• 10 biscoitos tipo cream cracker, triturados
• 3 colheres (sopa) de farinha de mandioca crua
• 3 pitadas de sal

Frango
• 3 peitos de frango grandes, sem pele e sem osso (1 Kg)
• 2 sachês de Tempero Sazón Verde
• 2 pitadas de sal
• meia xícara (chá) de óleo
• meia xícara (chá) de água (100 ml)

Molho
• meia xícara (chá) de suco de laranja (100 ml)
• meia colher (sopa) de farinha de trigo
• 1 xícara (chá) de água (200 ml)
• meia colher (chá) de Receita de Casa com Pimenta

Modo de preparo:

  1. Prepare a farofa: em uma panela média, coloque a manteiga e leve ao fogo alto para derreter. Junte a cebola e refogue por 3 minutos, ou até dourar.
  2. Acrescente a castanha-do-pará, o biscoito, a farinha de mandioca e o sal, e refogue por mais 3 minutos, mexendo sempre, até que a farinha mude ligeiramente de cor. Retire do fogo e reserve.
  3. Prepare o frango: abra os peitos de frango no sentido longitudinal, formando uma “manta”. Bata os filés de peitos para achatá-los.
  4. Polvilhe os filés com o Tempero Sazón e sal, recheie com a farofa, enrole como um rocambole, amarre com um barbante e envolva em papel-alumínio. Disponha em uma assadeira grande untada, e leve ao forno médio (180 graus), preaquecido, por 30 minutos.
  5. Retire do forno, remova o papel alumínio cuidadosamente e, pincele com o óleo. Volte ao forno por mais 30 minutos, ou até dourar, regando com a água.
  6. Retire do forno, remova o barbante e fatie. Reserve aquecido.
  7. Faça o molho: leve a assadeira ao fogão, junte o suco de laranja, a farinha de trigo, previamente dissolvida na água, e o Receita de Casa, e mexa, raspando o resíduo formado no fundo da assadeira com o auxílio de uma colher. Coe, regue as fatias de frango e sirva em seguida.
    Dica: para triturar a castanha-do-pará e o biscoito, utilize um liquidificador ou um processador de alimentos
    Tempo de Preparo: 40 minutos (+ 1 hora de forno)
    Rendimento: 8 porções

ARROZ À GREGA

Ingredientes:
• 1 colher (chá) de óleo
• 2 xícaras (chá) de arroz cru
• 1 cenoura média cortada em cubos pequenos
• meia xícara (chá) de pimentão vermelho, em cubos pequenos
• 1 xícara (chá) de vagem cortada em rodelas
• 2 sachês de Tempero Sazón Branco
• 2 pitadas de sal
• 4 xícaras (chá) de água fervente (800 ml)

Modo de preparo:

  1. Em uma panela média, coloque o óleo e leve ao fogo alto para aquecer. Junte o arroz, a cenoura, o pimentão, a vagem, o Tempero Sazón e o sal, e refogue por 2 minutos, ou até que o arroz esteja completamente envolvido. Acrescente a água e cozinhe em fogo baixo, com a panela semitampada, por 15 minutos, ou até que o líquido seque e o arroz esteja macio.
  2. Retire do fogo e sirva em seguida.
    Tempo de Preparo: 25 minutos
    Rendimento: 8 porções

FAROFA DE MIÚDOS

Ingredientes:
• 4 colheres (sopa) de margarina sem sal
• 1 cebola pequena picada
• 1 dente de alho picado
• miúdos de 1 frango cortados em cubos pequenos (1 fígado e 1 moela)
• 1 sachê de Tempero Sazón Verde
• 1 pitada de sal
• 1 xícara (chá) de farinha de mandioca torrada
• 1 colher (sopa) de salsa picada

Modo de preparo:

  1. Em uma panela média, coloque a margarina e leve ao fogo médio para derreter. Junte a cebola e refogue por 3 minutos, ou até começar a dourar. Acrescente o alho, os miúdos, o Tempero Sazón e o sal, e frite por 5 minutos, ou até os miúdos dourarem por igual. Adicione a farinha de mandioca e misture por mais 2 minutos, mexendo sempre.
  2. Retire do fogo, salpique a salsa e sirva em seguida.
    Tempo de preparo: 15 minutos
    Rendimento: 4 porções

QUICHE DE PERU

Ingredientes:
Massa

• 1 e meia xícara (chá) de farinha de trigo (165 g)
• meia xícara (chá) de margarina sem sal gelada (100 g)
• 3 colheres (sopa) de água gelada
• 2 pitadas de sal

Recheio
• 4 ovos
• 1 caixinha de creme de leite (200 g)
• 1 xícara (chá) de leite (200 ml)
• 1 sachê de Tempero Sazón Laranja
• 2 pitadas de sal
• 2 xícaras (chá) de sobras de peru assado, desfiado (200 g)
• meia xícara (chá) de queijo prato cortado em cubos
• meia xícara (chá) de cebolinha-verde, em rodelas

Modo de preparo:

  1. Faça a massa: em uma tigela grande, coloque a farinha de trigo e a margarina, e amasse com a ponta dos dedos, até obter uma farofa. Junte a água e o sal, e misture até obter uma massa lisa e homogênea.
  2. Em uma superfície lisa, disponha a massa e, com a ajuda de um rolo, abra a massa. Forre o fundo e a lateral de uma forma redonda média (24 cm de diâmetro), de fundo removível, e reserve.
  3. Prepare o recheio: em uma tigela grande, coloque os ovos, o creme de leite, o leite, o Tempero Sazón o sal, o peru, o queijo e a cebolinha, e misture.
  4. Disponha sobre a massa e leve ao forno médio (180 graus), preaquecido, por 1 hora, ou até que o recheio esteja firme e a superfície levemente dourada. Retire do forno e sirva em seguida.
    Tempo de Preparo: 30 minutos (+ 1 hora de forno)
    Rendimento: 8 porções

CHOCOTONE RECHEADO

Ingredientes:
• 1 chocotone (400 g)
• 2 barras de chocolate meio amargo picado (180 g)
• 1 caixinha de creme de leite (200 g)
• 1 sachê de MID Laranja Doce
• 1 colher (sopa) de confeitos verdes e vermelhos

Modo de preparo:

  1. Remova o papel do chocotone e, no centro dele, com o auxílio de uma faca serrilhada, faça o corte de um círculo de 5 cm de diâmetro, sem chegar até o fundo.
  2. Com o auxílio de uma colher, retire o miolo e reserve um pedaço de 2 cm da parte de cima deste miolo para a tampar a cavidade.
  3. Em um refratário médio, coloque o chocolate e leve ao micro-ondas na potência média, por 1 minuto, mexendo a cada 30 segundos, ou até o chocolate derreter.
  4. Retire o refratário do micro-ondas, junte o creme de leite e misture até ficar homogêneo. Acrescente o MID, e misture até dissolver totalmente.
  5. Recheie o chocotone com parte deste creme, deixando livre o espaço para a tampa. Disponha a tampa reservada para fechar a cavidade e regue com o creme restante. Decore com o confeito e sirva em seguida.

Dica: utilize o miolo restante do chocotone como acompanhamento de sorvete.
Tempo de preparo: 20 minutos
Rendimento: 6 porções

Elaboração: Sabores Ajinomoto

Especialista do Hospital Alemão Oswaldo Cruz dá sugestões de ceias saudáveis

Com a chegada das diversas confraternizações de final de ano, além do Natal e do Réveillon, muitas pessoas ficam em dúvida sobre o que comer e com a escolha do melhor cardápio. Parece difícil conciliar receitas tradicionais e gostosuras típicas dessa época com uma alimentação saudável. Mas afinal, como aproveitar o melhor das festas sem se preocupar com quilos extras e evitando excessos?

Segundo Tarcila Campos, nutricionista do Centro Especializado em Obesidade e Diabetes do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, as ceias ideias são aquelas nas quais o contexto familiar está associado, mas que não deixam de trazer às preparações grupos nutricionais importantes, como frutas, verduras, legumes e carboidratos.

“Quando montamos uma salada, por exemplo, vale seguir pelo caminho mais clássico, misturando folhas, legumes e frutas e evitando muita maionese e molhos à base de ingredientes açucarados”, fala a nutricionista. “Na hora do carboidrato, tem família que faz sua tradicional farofa; outra que prefere o arroz. Nesse momento, a dica é incluir ingredientes como vegetais e oleaginosas (como castanhas) à preparação, para adquirir uma combinação que deixe esse carboidrato diferente, com cara de festa, inserindo fibras e gordura de boa qualidade. Apostar em preparações mais leves, já que falamos de um período do ano que apresenta temperaturas mais elevadas, também é uma boa opção”.

Tarcila acrescenta ainda que além dos cuidados com a alimentação, é muito importante manter a hidratação e ter moderação com a bebida alcoólica, que pode ser consumida, mas sem exageros. “É importante cuidar da hidratação e, para isso, vale intercalar líquidos que não necessariamente precisam ser água ou refrigerante. Preparar uma água aromatizada, por exemplo (com rodelas de limão ou laranja, canela em pau, hortelã e/ou capim santo), que fica bonita e chamativa na mesa, pode inclusive estimular a hidratação”, reforça a nutricionista.

E a sobremesa?

É claro que vai ter sobremesa. Mas, a especialista aponta que é importante tentar evitar o consumo de muitas variedades de doces, sempre lembrar das frutas na hora de montar a mesa e evitar aqueles itens mais açucarados e gordurosos.

“Vale fazer a receita clássica familiar, mas tendo atenção à escolha dos ingredientes para o preparo. Por exemplo, se optar por uma mousse de chocolate, é melhor utilizar um produto com maior concentração de cacau. Se preferir sorvete, escolha entre aqueles feitos à base de água e frutas, que possuem menor quantidade de gorduras”, explica a especialista. “Costumamos dizer em nutrição que pode comer de tudo — mas não tudo. O que é mandatório é a quantidade, em qualquer ocasião. É preciso trazer equilíbrio e buscar fornecer todos os nutrientes que o corpo precisa”.

Exagerei! E agora?

Nesses dias de festas, é comum ter uma refeição diferenciada e aumentar a quantidade de alimentos consumida normalmente. Sair um pouco do cardápio habitual faz parte, nessa época do ano, e não vai “levar por água abaixo” toda a dedicação que a pessoa teve durante o ano com a alimentação. Mas, de acordo com a nutricionista, nos dias seguintes às festas e celebrações, é importante retomar os cuidados não só com a alimentação, mas ainda com a hidratação e a atividade física.

“O recomendável é não emendar a semana entre Natal e Ano Novo comendo de forma exagerada, já que não existe receita milagrosa, aquela do dia seguinte, para compensar os excessos”, aponta Tarcila. “Em geral, a orientação é retomar o estilo de vida saudável, voltar a ter refeições organizadas e planejadas ao longo do dia, tentar compor os pratos com frutas, legumes e verduras, que são os alimentos que mais nos ajudam nesse detox do organismo, e retomar a prática de atividade física e a atenção com a hidratação. Tudo isso vai contribuir para que o planejamento, o tempo dedicado e o controle que a pessoa teve ao longo do ano inteiro não sejam comprometidos”, conclui.

Abaixo seguem algumas opções de cardápio elaborados pela nutricionista:

Opção 1 — Ceia Leve


Entrada
Salada de folhas verdes, uva itália, pepino japonês e molho de iogurte natural com hortelã.
Salpicão de frango ou atum: utilizar iogurte desnatado e ervas para temperar, acrescentar maçã, cenoura e salsão.
Prato Principal
Peru assado. Enfeitar com frutas como abacaxi.
Acompanhamento
Arroz com passas e amêndoas.
Farofa com couve.
Sobremesa
Gelatina colorida
Taça de frutas com sorbet de limão

Opção 2 – Cardápio Vegano


Entrada
Tomate recheado com lentilha.
Salada de alho-poró com maçã verde e tofu.
Prato principal
Seitan (espécie de carne de glúten para substituir o tender, peru ou pernil) ao molho madeira.
Strogonoff de palmito.
Acompanhamento
Arroz sete grãos.
Farofa de castanha.
Sobremesa
Pavê de pêssego.
Panetone de frutas.

Sugestão 3 – Cardápio para intolerantes ao glúten ou lactose


Entrada
Rolinho de berinjela e abobrinha.
Bruschetta de shimeji.
Prato Principal
Bacalhoada.
Acompanhamento
Risoto de quinoa.
Sobremesa
Bolo natalino de frutas secas (sem glúten e sem lactose).

Fonte: Hospital Alemão Oswaldo Cruz

Dicas para ceias mais saudáveis para as festas de fim de ano

Nutricionista da ADJ Diabetes Brasil ajuda a incrementar receitas para compor o cardápio de pessoas diagnosticadas com diabetes

As festas se aproximam e, com isso, as escolhas do cardápio festivo também chegam. Os cuidados alimentares para as pessoas diagnosticadas com diabetes são conhecidos pelo senso comum, mas é importante atentar a um olhar mais detalhado. Por isso a ADJ Diabetes Brasil preparou uma seleção de dicas de alimentação para deixar as festas de final de ano mais leves e acessíveis para todos.

No Brasil vivem mais de 15,7 milhões de pessoas com diabetes, de acordo com a Federação Internacional de Diabetes (IDF). A boa notícia é que em muitos casos, os cuidados medicamentosos e uma boa qualidade de vida já ajudam muito para que as pessoas com o diagnóstico se alimentem normalmente.

“A alimentação para quem tem diabetes deve ser igual a das outras pessoas, porém devemos nos cuidar com a quantidade, cuidado que as outras pessoas geralmente não têm. Deve-se comer moderadamente os alimentos com muita gordura e açúcar, por exemplo, a carne de chester que é mais gordurosa e a rabanada”, explica Carolina Rodrigues, nutricionista da ADJ Diabetes Brasil.

O diabetes é uma doença causada pela produção insuficiente ou má absorção de insulina, hormônio que regula a glicose no sangue e garante energia para o organismo. Por esse motivo, é necessário ter cuidado com os alimentos que levam açúcar. “As sobremesas são irresistíveis. Você pode optar por fazer sobremesas substituindo o açúcar por algum tipo de adoçante culinário ou por frutas da época do Natal (uva passa, damasco, frutas cristalizadas). Eu indico enriquecer nutricionalmente a receita com a frutas oleaginosas (castanhas, nozes, amêndoas etc.) sempre lembrando que comendo em pequena quantidade você poderá comer sempre”, reforça Carol.

Para ajudar com a ceia, Carolina Rodrigues separou duas receitas. Arregace as mangas, coloque o avental e boas festas!

Lagarto ao vinagrete

Ingredientes:
1kg de lagarto em um único pedaço, cozido e cortado em fatias finas
1 cebola cortada em cubos
2 tomates cortados em cubos
Azeite e vinagre a gosto

Modo de preparo:
Em uma panela de pressão coloque os temperos da sua preferência para o cozimento do lagarto. Coloque água até cobrir a metade da peça e deixe cozinhar por aproximadamente uma hora ou até que fique bem cozido. Deixe esfriar bem para cortar em fatias. Misture o tomate e a cebola cortados em cubos com o vinagre e o azeite. Se preferir pode colocar outros temperos também. Em uma refratária faça camadas intercalando o lagarto em fatias e o molho vinagrete. Cubra com papel alumínio e deixe na geladeira por 6h. A dica é de um prato rápido e fonte de proteína.

Panacotta com calda de frutas vermelhas

Ingredientes:
300ml de leite integral
300g de creme de leite fresco
4 colheres de sopa de açúcar refinado
1 envelope de gelatina incolor sem sabor (12g)
1 colher de sobremesa de essência de baunilha (opcional)
400g de morangos
100g de amoras
100g de mirtilos
6 colheres de sopa de açúcar mascavo
½ xícara de chá de água (aproximadamente)

Modo de preparo da panacotta
Em uma panela coloque o leite, o creme de leite e o açúcar. Leve ao fogo médio sem parar de mexer, assim que começar a ferver coloque a gelatina sem sabor brevemente hidratada e a essência de baunilha. Misture mais um pouco para homogeneizar os ingredientes.
Coloque em uma única refratária ou em potes individuais. Leve ao forno por no mínimo 6 horas para ficar bem firme.

Modo de preparo da calda:
Em uma panela coloque a água e o açúcar e misture bem. Acrescente as frutas e deixe cozinhar até que as frutas estejam desmanchando. Pode ser utilizada frutas congeladas e o adoçante culinário da sua preferência. Deixe esfriar e coloque por cima da panacotta que já endureceu. Decore com uma folhinha de hortelã ou as próprias frutas sem cozinhar.

Fotos meramente ilustrativas.

Fonte: ADJ Diabetes Brasil