Arquivo da tag: renata guirau

Nozes são as escolhidas para tornar a ceia de Natal mais nutritiva e saborosa

Nutricionista do Oba Hortifruti, Renata Guirau, ressalta que as nozes são ricas em fibras e vitaminas essenciais para o corpo e ainda dão um toque de sabor extra aos pratos da ceia

Já é tradição entre as famílias uma ceia de Natal recheada de alimentos típicos da época. E, um dos ingredientes mais apreciado durante as comemorações de final de ano é a noz – que, na superstição, representa riqueza e prosperidade. Mas, o fruto também é uma escolha saborosa para deixar a receita mais nutritiva, como explica a nutricionista do Oba Hortifruti, Renata Guirau.

“As nozes são excelentes fontes de diversos nutrientes, como o magnésio e o fósforo, que estão relacionados à saúde óssea, muscular e melhora da qualidade do sono. Além disso, possuem gorduras polinsaturadas – as chamadas gorduras boas – que têm ação antioxidante”, ressalta a profissional.

“Não só isso, as nozes também contribuem para deixar a tireoide e a imunidade mais fortes e a diminuir a ação dos radicais livres, já que são ricas em selênio”, complementa.

Apesar de auxiliarem na saciedade e na melhora dos níveis de colesterol, é recomendado consumir em pequenas porções. “As nozes são bastante calóricas, possuindo um alto teor de gordura. Por isso, algumas pessoas podem sentir mudanças no funcionamento do intestino, se consumirem uma grande quantidade em uma mesma refeição”, orienta a nutricionista do Oba Hortifruti.

Então, a dica é usar com moderação! O alimento pode ser incluído nos lanches entre as refeições intermediárias, puro ou acompanhado de frutas e iogurtes. Na ceia de Natal, que tal investir em saladas verdes e sobremesas? Renata Guirau selecionou 3 receitas incríveis para esta época do ano. Confira:

Salada de Rúcula com Figo e Nozes

Ingredientes
• ½ maço de rúcula baby lavada
• 4 figos
• ½ xícara de nozes picadas
• ½ xícara de blueberry
• 2 colheres de sopa de mel
• 2 colheres de sopa de mostarda dijon
• 4 colheres de sopa de água
• Sal e pimenta a gosto

Preparo:
Monte a salada acomodando primeiro a rúcula, em seguida os figos e as blueberries. Finalize com as nozes e sirva com o molho de acompanhamento. Para o molho, misture o mel, a mostarda, a água, o sal e a pimenta.

Docinho com Nozes

Ingredientes
• 1 banana nanica bem madura
• 3 colheres de sopa de coco seco ralado
• 1 pitada de canela em pó
• 1 colher de sopa de pasta de castanha-de-caju
• 3 colheres de sopa de nozes trituradas

Preparo:
Em uma panela em fogo baixo, misture a banana amassada, a pasta de castanha e o coco seco. Cozinhe até que forme uma massa que se solta da panela. Faça bolinhas e enrole nas nozes trituradas. Finalize polvilhando com canela em pó.

Quadradinhos de Nozes

Ingredientes
• 200g de chocolate ao leite derretido
• 200g de chocolate amargo derretido
• 1 lata de leite condensado
• 1 xícara de chocolate em pó 50% cacau
• 1 xícara de nozes picadas
• Nozes e chocolate em pó para decorar

Preparo:
Misture o leite condensado com o chocolate em pó, o ao leite e o amargo derretidos. Em seguida, misture as nozes e acomode a massa em forminhas de silicone. Se desejar, polvilhe mais nozes picadas para decorar. Leve à geladeira por 2 horas e sirva em seguida.

Fonte: Oba Hortifruti

Sete motivos para você incluir o mamão na sua dieta

Nutricionista do Oba Hortifruti, Renata Guirau, explica as principais vantagens de consumir a fruta e sugere receitas saborosas – que inclui até uma opção salgada

Conhecido por ser um grande aliado do bom funcionamento do intestino, o mamão é o queridinho de quem precisa de uma ajuda extra na hora da digestão. Mas, apesar dessa vantagem ser a que faz a fama da fruta, a nutricionista do Oba Hortifruti, Renata Guirau, explica que o mamão proporciona muitos outros benefícios importantes para o organismo.

“De fato, o mamão é extremamente rico em fibras e também em uma enzima chamada papaína. Esses elementos ajudam na saciedade, no trânsito intestinal e na digestão. Entretanto, a fruta também é fonte de muitas vitaminas e minerais, como o potássio, que ajuda a equilibrar a pressão arterial, participa da contração muscular e do equilíbrio dos eletrólitos no sangue”, comenta a profissional.

Versátil, a fruta pode ser consumida in natura, acompanhada de iogurtes e cereais, ou na forma de sucos, vitaminas, sobremesa, sorvetes, salada de frutas e até mesmo em receita salgada. Curiosa para saber como o mamão pode contribuir para a sua saúde? Então, confira sete motivos listados pela especialista e anote as receitas sugeridas por Renata, para você incluir a fruta na sua rotina de diferentes maneiras.

Deixa a pele mais bonita, pois a fruta é rica em betacaroteno, vitamina C e antioxidantes, que ajudam a proteger a pele;
Ajuda a controlar o apetite por doces, pelo sabor adocicado da fruta;
Colabora para eliminar a retenção de líquidos, uma vez que o alimento tem função diurética;
Protege a imunidade, já que tem propriedades anti-inflamatórias;

Foto: AniaMineeva por Pixabay

Fortalece os ossos, pois é fonte de cálcio, magnésio e fósforo, que contribuem para a saúde óssea;
Fornece energia, pois é fonte de carboidratos;
Ajuda a emagrecer, em 100g de mamão há apenas 45kcal, o que é considerado um valor baixo. Além disso, as fibras contribuem para fornecer sensação de saciedade.

Receitas

Picadinho de mamão verde com carne moída

Ingredientes
500 g de mamão verde descascado e cortado em cubos
250 g de patinho moído
2 colheres de sopa de cheiro verde picado
1 col de chá de chimichurri
1/2 colher de sal marinho
2 dentes de alho amassados
½ cebola picada
2 colheres de azeite de oliva
1 pitada de pimenta-do-reino moída na hora

Preparo:
Aqueça o azeite e doure o alho e a cebola. Acrescente a carne moída e refogue. Acrescente o mamão picado, o chimichurri, o sal e a pimenta moída na hora. Tampe a panela para o mamão cozinhar com a água que se soltará da carne. Quando a carne e o mamão estiverem bem cozidos, desligue o fogo, acrescente o cheiro verde e sirva em seguida.

Docinho de mamão com coco

Ingredientes
500g de mamão batido no mixer
½ xícara de chá de açúcar
1 xícara de chá de coco ralado
Suco de um limão pequeno
100g de chocolate ao leite

Preparo:
Em uma panela, cozinhe a polpa de mamão com o açúcar, o coco ralado e o limão, até que a mistura se solte da panela. Deixe esfriar e modele em formato de brigadeiros. Derreta o chocolate em banho-maria e banhe as bolinhas. Leve para gelar por pelo menos 30 minutos antes de servir.

Gelado de mamão

Ingredientes
3 xícaras de mamão formosa picado (não muito maduro)
1 pote de iogurte natural
1/2 xícara de cream cheese
1 col de sobremesa de raspas de laranja
3 col de sopa de mel
1 col de sopa de gengibre ralado
1 envelope de gelatina sem sabor

Preparo:Prepare a gelatina sem sabor conforme instruções da embalagem. Bata no liquidificador a gelatina preparada, o mamão, o cream cheese, o iogurte, o mel e o gengibre. Coloque em taças e finalize com as raspas de laranja. Leve para gelar por pelo menos 2 horas antes de servir.

Fonte: Oba Hortifruti

Zero Glúten: nutricionista indica receitas para dietas restritivas

Renata Guirau, especialista em nutrição do Oba Hortifruti ensina o passo a passo de pão integral, massa para panqueca e torta de liquidificador sem glúten

Com o objetivo de conscientizar sobre a doença celíaca, a nutricionista do Oba Hortifruti, Renata Guirau ensina receitas práticas e saborosas de pão integral, massa para panqueca e torta de liquidificador para serem feitas por quem precisa seguir uma dieta restritiva.

De acordo com a nutricionista, uma série de reações inflamatórias e que prejudicam a saúde ocorrem quando as pessoas celíacas ou que possuem sensibilidade ao glúten consomem cereais como trigo, centeio, triticale, cevada e aveia.

“A doença celíaca é uma questão autoimune, na qual ocorre a atrofia da estrutura intestinal, tendo como consequência a má absorção de nutrientes, desnutrição, entre outros sintomas. É grave, prejudica muito a qualidade de vida dos portadores e pode inclusive evoluir para outras doenças”, explica a profissional.

Já a intolerância e a alergia ao glúten – também chamada de sensibilidade ao glúten não celíaca – é caracterizada por uma reação de intolerância ou “má digestão” dessa proteína dos cereais no intestino. É mais leve que a doença celíaca e mais frequente, embora ainda assim possa causar sintomas muito desconfortáveis para quem possui.

Apesar de não haver evidências de que a exclusão do glúten faz mal à saúde, a nutricionista ressalta que quem não apresenta doença celíaca ou intolerância não precisa tirar esse componente da rotina alimentar.

“Essa prática se tornou “moda” entre as dietas de emagrecimento, o que não tem nenhum fundamento científico. O que ocorre é que o glúten está presente em alimentos mais calóricos, como pães, macarrão, pizza, lanches e o consumo exagerado desses alimentos favorece aumento de peso. Quando não como esses alimentos, reduzo meu consumo calórico e obtenho emagrecimento. Não pela exclusão do glúten, mas pela redução na quantidade de calorias ingerida”, salienta Renata.

Já que preparar em casa a maioria das refeições dentro das próprias necessidades faz parte da rotina do grupo de pessoas que possuem alguma patologia relacionado ao glúten, a nutricionista sugere receitas simples para o dia a dia e que podem ser completadas com os mais variados sabores.

E para quem não é muito fã de aventuras na cozinha e prefere mais praticidade na rotina, a mercearia das mais de 50 lojas da rede Oba Hortifruti possui uma seção especial de produtos sem glúten, que inclui opções de pães, biscoitos, massa, entre outros itens.

Pão integral

Ingredientes
3 ovos
5 colheres de sopa de azeite
1 xícara de chá de leite desnatado ou leite de arroz
1 colher de café de sal
1 colher de sopa de psyllium em pó
1 e ½ xícara de farinha de arroz
½ xícara de polvilho doce
½ xícara de fécula de batata
1 colher de sopa de fermento em pó

Modo de preparo:
Bata tudo no liquidificador e coloque em forma de bolo inglês untada. Leve para assar até que o pão fique dourado.

Massa para panqueca

Ingredientes
1 ovo
½ xícara de chá de leite desnatado ou leite de arroz
1 xícara de chá de amido de milho
1 colher de sopa de fermento em pó
½ colher de chá de sal (se quiser fazer recheio doce, não acrescente o sal)
Opcionais: parmesão e orégano.

Sugestões de recheios: frango desfiado, carne moída, ricota temperada, cogumelos refogados.

Massa para torta de liquidificador

Ingredientes
3 ovos
250 ml de água
1/3 de xícara de chá de azeite
1 xícara de chá de farinha de arroz
1 colher de sopa de amido de milho
1 colher de sopa de fermento em pó
1 colher de chá de sal

Modo de preparo:
Bata tudo no liquidificador até a mistura ficar homogênea e coloque em uma assadeira untada. recheie com a opção de sua preferência e leve para assar até que a massa fique dourada.

Sugestões de recheio: frango desfiado, atum, cogumelos, palmito, legumes.

Fonte: Oba Hortifruti

Azeite de oliva: nutricionista responde principais dúvidas e ensina receitas

Renata Guirau nutricionista do Oba Hortifruti dá dicas de como escolher, quais são as melhores formas de inserir o azeite na alimentação e os benefícios do consumo

Se existe um ingrediente que sempre está presente na cozinha, é o azeite de oliva! Prático e versátil, esse óleo é um dos itens mais utilizados na hora de agregar aroma e sabor nas mais variadas receitas. Para quem tem dúvidas sobre qual azeite escolher, como acrescentar na alimentação e como esse alimento pode beneficiar a saúde, a nutricionista do Oba Hortifruti, Renata Guirau, responde aos questionamentos que mais escuta no consultório.

Ao final, a profissional também ensina receitas simples nas quais o azeite ganha todo o destaque no prato: molho pesto, azeite aromático e até uma manteiga de azeite.

1. Quais são os benefícios do consumo do azeite?
Renata: Assim como outros tipos de óleos vegetais, o azeite é livre de colesterol ruim (LDL) e fonte de gorduras monoinsaturadas e poli-insaturadas (incluindo o ômega-9). O consumo auxilia no controle sérico de colesterol, ajuda a proteger a saúde cardiovascular e também a reduzir a inflamação do organismo.

Azeite Aromatizado (1) (002)

2. O azeite é mais saudável que outros tipos de óleo?
Renata: Como mencionado anteriormente, o azeite é um tipo de gordura que deve fazer parte da nossa alimentação, entretanto, ele sozinho não fornece todos os ácidos graxos essenciais que precisamos. Por isso, a recomendação é incluir outros tipos de gordura na dieta, principalmente o ômega-3 dos peixes. De qualquer forma, podemos considerar que é mais saudável que outros óleos vegetais, como o de soja e o de canola.

3. Qual a diferença entre os tipos virgem, extravirgem e refinado? Como escolher a melhor opção?
Renata: O que difere é principalmente o teor de acidez permitido em cada tipo. O azeite refinado pode ter acidez maior que 2%. É um produto geralmente obtido de azeitonas de qualidade inferior, sem padronização de sabor e que, por isso, precisa passar por refinamento industrial para padronização das características sensoriais. Já o azeite virgem deve ter acidez entre 1% a 2%. Ele deve ser extraído das azeitonas sem adição de nenhum produto químico. O azeite extravirgem é obtido desta mesma forma, mas deve ter acidez inferior a 1%. Também vale mencionar que o extravirgem é mais sensível ao calor, quando comparado às demais variedades. Na hora de escolher, os principais pontos a serem considerados são: o tipo de preparo (para cozinhar ou temperar) e o sabor que mais agrada. Há também quem goste de verificar a origem de produção.

4. Qual a melhor forma de inserir o azeite na alimentação?
Renata: A melhor maneira é usar no preparo de alimentos e no tempero de saladas. Também pode ser usado para regar carnes já prontas e massas. Outra opção, muito comum em países europeus, é regar pães com o azeite imediatamente antes do consumo. Dessa forma, conseguimos obter o sabor e aproveitar todos os benefícios do tempero.

Azeite Aromatizado (2) (002)

5. É verdade que aquecer o azeite pode ser prejudicial para a saúde?
Renata: Aquecer o azeite a altas temperaturas pode fazer com que ele produza uma substância chamada acroleína, que é irritante ao estômago. Isso acontece quando o azeite atinge temperatura suficiente para produzir uma fumaça esbranquiçada (o que chamamos de ponto de fumaça). Se o azeite for aquecido apenas para refogar algum tempero ou for utilizado para regar alguma preparação que será assada, dificilmente chegará a essa temperatura em que ele “queima”. Ainda assim, uma sugestão para esses preparos quentes seria usar o azeite virgem (e não o extravirgem), que é mais resistente à temperatura. É importante ressaltar que o azeite não é uma boa opção para o preparo de alimentos fritos sob imersão, como parmegiana, pastel e outros pratos em que o alimento é mergulhado na gordura fervendo.

6. O azeite engorda? Podemos consumi-lo à vontade?
Renata: O azeite engorda se for consumido em excesso, já que é uma gordura, ainda que boa. Todo alimento fonte de gordura será bastante calórico e deverá ser consumido com moderação. Não existe uma quantidade padrão indicada para cada pessoa. Pode ser consumido diariamente, desde que o suficiente para o preparo ou tempero dos alimentos. Dessa forma, não fará mal à saúde.

Agora que você já sabe como inserir o azeite de maneira saudável na sua alimentação, confira as receitas selecionadas pela nutricionista:

Molho Pesto

Molho Pesto (002)

Ingredientes
2 xícaras de folhas de manjericão fresco
1/2 xícara de nozes picadas
1 xícara de queijo parmesão ralado
2 dentes de alho picados
1 1/2 xícara de azeite
Sal a gosto

Modo de preparo:
Bata tudo no liquidificador ou mixer. Use para temperar saladas, acompanhando pães e torradas ou massas.

Azeite Aromatizado

azeite e pimenta

Ingredientes
100 ml de azeite extravirgem
1 dente de alho
1 ramo de alecrim
1 ramo de tomilho
1 pimenta dedo-de-moça fatiada

Preparo:
Coloque o azeite em um recipiente de vidro que possa ser bem fechado. Acrescente os temperos. Deixe descansando por pelo menos 5 dias antes de consumir. Use no preparo de receitas e para temperar saladas.

“Manteiga” de Azeite

Manteiga de Azeite (002)

Ingrediente
Azeite extravirgem
Manjericão a gosto (ou ervas de sua preferência)

Modo de preparo:
Separe uma forma de gelo. Cubra o fundo de cada espaço da forma de gelo com uma folha de manjericão. Acrescente o azeite, colocando mais uma folha no meio de cada espaço. Leve ao freezer e consuma em até 30 dias. Use em pães e torradas ou no preparo de receitas.

Fonte: Oba Hortifruti

As dez frutas mais ricas em vitamina C e os benefícios deste nutriente

Fontes naturais são mais eficientes no aporte da vitamina, que ajuda a fortalecer a imunidade e a reforçar a absorção de outros minerais no organismo, segundo a nutricionista do Oba Hortifruti, Renata Guirau

Cuidar da imunidade é importante em todas as épocas do ano. Mas, durante as estações mais frias, como o outono e o inverno, alguns cuidados extras são necessários, já que o organismo fica mais suscetível a infecções e doenças respiratórias comuns dessas épocas.

Quando o assunto é fortalecer o sistema imune, uma vitamina em especial sempre ganha as atenções: a vitamina C. Segundo a nutricionista do Oba Hortifruti, Renata Guirau, de fato esse nutriente contribui para que as defesas do corpo sejam reforçadas, uma vez que a principal função da vitamina C é auxiliar os mecanismos antioxidantes dos quais o organismo precisa. Consequentemente, essa ação tem influência no sistema imunológico.

E as vantagens da vitamina C não param por aí. O nutriente ainda ajuda na prevenção de doenças crônicas, no retardo do envelhecimento celular, na absorção de minerais importantes, como o ferro e o cálcio, e também auxilia na produção natural de colágeno – o que, por sua vez, contribui para a saúde dos tecidos da pele, unha, cabelos, músculos, ossos e articulações.

Mas, antes que você pense em investir nas pastilhas efervescentes vendidas em farmácias, a nutricionista alerta: a absorção do corpo é muito melhor quando a vitamina C vem de fontes naturais, como as frutas.

De acordo com Renata: “uma pessoa adulta precisa de cerca de 75mg de vitamina C por dia. Isso é facilmente atingido com 1 porção diária de fruta rica nessa vitamina ou duas porções de frutas de modo geral, considerando que quase todos os alimentos desse grupo contém pelo menos uma pequena quantidade de vitamina C”.

No ranking das frutas mais ricas nessa vitamina, estão:

frutas-citricas

1 acerola – 150mg de vitamina C
1 goiaba – 120mg de vitamina C
Suco de 4 limões – 110mg de vitamina C
2 tangerinas – 110mg de vitamina C
5 morangos – 100mg de vitamina C
2 kiwis – 100mg de vitamina C
1 fatia de abacaxi – 95mg de vitamina C
1 caju – 95mg de vitamina C
1 laranja – 90mg de vitamina C
1 manga média – 90mg de vitamina C

Na hora de consumir as frutas, pensando no aporte da vitamina, Renata ressalta que vale ter atenção em dois pontos: evite aquecer ou usar esses alimentos em preparos quentes, e deixe para descascar as frutas apenas no momento em que for comê-las.

“A vitamina C é sensível ao calor. É como se evaporasse em contato com temperaturas altas. Quando temperamos uma carne com limão e em seguida levamos ao forno para assar, aproveitaremos o sabor do limão, mas não a vitamina C inicialmente nele contida. Já quando acrescentarmos limão na carne após assada e em temperatura mais baixa, no momento da refeição, aí sim teremos o benefício nutricional e o do sabor”, orienta.

Como a vitamina C também sofre alterações em contato com o ar, caso precise preparar sucos ou guardar os alimentos já descascados na geladeira, a dica da profissional é utilizar um recipiente hermético, que vai preservar a polpa da fruta e as qualidades nutricionais.

Por fim, Renata ensina o passo a passo de receitas práticas e saborosas não deixar a vitamina C faltar na rotina. Anote:

Molho para saladas cruas

Molho cítrico para saladas (002)

Ingredientes:
4 col de sopa de azeite extravirgem
2 col de sopa de água
Suco de 1 limão
Suco de 1/2 laranja pera
1 col de café de sal

Modo de preparo:
Misture tudo delicadamente e use para regar saladas cruas.

Suco de carambola com maracujá e gengibre

Suco de carambola maracujá e gengibre (002)

Ingredientes

Polpa de 1 maracujá
1 carambola sem sementes
1 col de chá de gengibre picado
1 xícara de gelo
300 ml de água

Modo de preparo:
Bata tudo no liquidificador, coe e beba em seguida.

Tigela de frutas

Tigela de Frutas (002)

Ingredientes
Suco de 1 laranja
1 kiwi fatiado
30 mL de leite de aveia
1 xícara de morangos congelados
1 col de sopa de semente de linhaça dourada
5 amêndoas
1 col de sopa de mel

Modo de preparo:
Bata no mixer o suco de laranja com os morangos congelados, o mel e o leite de aveia.
Coloque em uma taça e cubra com o kiwi fatiado e as amêndoas. Consuma em seguida.

Fonte: Oba Hortifruti

Dia das Mães: café da manhã surpresa é dica para comemorar a data

Renata Guirau, nutricionista do Oba Hortifruti, sugere quatro opções de café da manhã – além do clássico café com pãozinho- com receitas fáceis para serem preparadas pelos filhos

Surpreender quem a gente ama é sempre uma boa ideia! E com a proximidade do Dia das Mães, uma dica simples e muito carinhosa de agradar a matriarca da família em uma data tão especial é os filhos prepararem um café da manhã surpresa para ela começar o dia com mais alegria e sabor.

Para contemplar diferentes paladares e agradar perfis de mamães diferentes, a nutricionista do Oba Hortifruti, Renata Guirau, listou quatro opções de café da manhã saudáveis e completos, e com sugestões de receitas fáceis de serem feitas pelos filhos. Confira:

Café da Manhã Fit

“Para as mães que se preocupam com a boa forma, vale apostar em um café da manhã rico em fontes proteicas, como ovos e queijos, e carboidratos de baixo índice glicêmico, como pães integrais, aveia, tubérculos e panquecas. Além de frutas e um café quentinho para completar”, sugere Renata.

Panqueca salgada

Panqueca Salgada (2) (002)

Ingredientes
1 ovo
1 col de sopa de tapioca
1 col de sopa de farinha de aveia
½ col de café de orégano
Sal a gosto

Modo de preparo
Misture todos os ingredientes e cozinhe em uma frigideira untada com azeite. Sugestões de recheio: patê caseiro, húmus, queijo e tomate.

Café da manhã energético

Sua mãe é ativa e gosta de começar o dia com mais energia? Então, prefira uma refeição que seja fonte de carboidratos, como pães, tapioca, sucos de frutas e cereais em geral. Complemente com manteiga, requeijão, geleia de frutas, oleaginosas, iogurtes, leites e chás.

Mingau de aveia com banana

Mingau de aveia com banana (002)

Ingredientes
200 ml de leite (de vaca ou vegetal)
1 banana madura
3 col de sopa de aveia em flocos
1 col de café de canela
2 col de sopa de castanhas trituradas

Modo de preparo
Misture o leite com a aveia em uma vasilha e leve ao micro-ondas por 1 minuto. Retire, misture e leve novamente ao micro-ondas por mais 1 minuto. Repita até que a mistura fique em consistência pastosa (4 ou 5 minutos, geralmente). Pique a banana em cubos e misture ao mingau delicadamente. Finalize com a canela e castanhas de sua preferência e consuma ainda quente.

Café da manhã leve

Para as matriarcas que não sentem muita fome de manhã, ainda dá para fazer uma surpresa! Renata sugere opções que são baixas em calorias e de mais fácil digestão. “Podemos considerar frutas frescas, iogurtes, vitaminas e sucos com propriedades digestivas”, ressalta a nutricionista. “Outra dica sempre interessante é escolher as frutas da estação, que por estarem no período de cultivo natural, ficam mais saborosas, suculentas e nutritivas. No mês de maio, é tempo do cultivo de laranja, limão-taiti, morango, atemoia e banana-maçã, por exemplo”.

Suco Nutritivo de atemoia com laranja

Suco de atemoia com laranja (002)

Ingredientes
Suco de 1 laranja
Suco de 1 limão
½ xícara de polpa de atemoia picada
50 ml de água

Modo de preparo
Bata tudo no mixer ou liquidificador, coe e está pronto para servir.

Café da manhã funcional

Mamães que não abrem mão de uma alimentação que reforce a saúde? Vá de café da manhã funcional! A nutricionista recomenda opções que sejam ricas em vitaminas e compostos antioxidantes e funcionais. “Vale lembrar de evitar os alimentos industrializados em geral e investir em ideias como os sucos funcionais, tapioca, húmus, frutas, ovos, leites vegetais e oleaginosas”, orienta Renata.

Bowl funcional de frutas

Bowl Funcional de frutas (002)

Ingredientes
½ xícara de frutas vermelhas congeladas
1 banana congelada
50 mL de suco de laranja
1 col de sopa de semente de linhaça
5 a 6 unidades de castanhas

Modo de preparo
Bata no mixer as frutas congeladas com o suco de laranja. Coloque em um bowl pequeno e finalize com a semente de linhaça e as castanhas. Pode-se acrescentar também outras frutinhas para decorar e está pronto para o consumo.

Café da Manhã tradicional

Se sua mãe gosta mesmo é do clássico café da manhã brasileiro, o café preto e o pão com manteiga são a dupla perfeita. E se engana quem pensa que esse tipo de café da manhã não é benéfico à saúde. A especialista explica que quando feito em quantidades adequadas, pode sim compor um padrão de alimentação saudável.

Para finalizar, independentemente do tipo de café da manhã que você escolher para sua mãe, vale considerar os gostos dela e caprichar na decoração da mesa ou da bandeja para tornar o momento ainda mais inesquecível.

Fonte: Oba Hortifruti

Nutricionista dá dicas de alimentação para a quarentena e ensina duas receitas

Especialista em nutrição do Oba Hortifruti, Renata Guirau, orienta sobre os alimentos que devem estar presentes à mesa e quais cuidados de higiene e preparo são necessários

As organizações de saúde e órgãos públicos do país já alertaram: quem puder, fique em casa pelos próximos dias. Evitar aglomerações é a principal recomendação para tentar conter a pandemia do coronavírus.

Neste período em que devemos reduzir a circulação, as idas ao mercado também devem ficar mais restritas. Mas, isso não significa que devemos colocar na despensa apenas alimentos industrializados e não perecíveis, como explica a nutricionista do Oba Hortifruti, Renata Guirau.

“É importante tentar ao máximo manter uma rotina alimentar balanceada e saudável. O consumo frequente de frutas e vegetais é imprescindível, ainda mais em um momento em que precisamos estar com uma boa saúde. Quando as defesas do organismo estão em dia, favorece que o vírus cause menos danos ao organismo e reduz o tempo de recuperação em caso de doença”, comenta a profissional.

Para quem vai cumprir com o isolamento social pelos nas próximas semanas e está preocupado com o que colocar no carrinho, Renata listou algumas orientações. Confira:

prato-saudavel
• Reduza a quantidade de alimentos nas refeições, já que durante a quarentena a tendência é ficar menos ativo. “O ideal é comer conforme a fome e finalizar a refeição assim que sentir saciedade”, explica Renata.

congelados produtos aimee law
Foto: Aimee Law

• Mantenha em casa opções de alimentos saudáveis com maior durabilidade, como feijão, lentilha, vegetais congelados, polpa de frutas.

FreeGreatPicture compras supermercado
FreeGreatPicture

• Compre frutas mais “verdes”, que também terão uma durabilidade maior.

suco cenoura organic facts
OrganicFacts

• Vegetais mais resistentes, como cenoura, vagem, repolho, batata doce também devem entrar na rotina.

lavando os legumes
• Vegetais que são consumidos crus, precisam ser lavados em água corrente e em seguida deixados de molho em solução de água com cloro. “Uma opção mais prática é comprar saladas e vegetais já higienizados e cortados, como os disponíveis no Oba Hortifruti”, indica a profissional.

ovo cozido markgraf
Foto: Mark Graf/Moguefile

• Carnes e ovos não devem ser consumidos crus ou malpassados, para eliminar qualquer possibilidade de contaminação.

frutas-citricas
• Inclua alimentos fontes de vitamina C (frutas cítricas), de selênio (castanhas), de zinco (feijões), e de ferro (carnes e vegetais verdes escuros) para ajudar a manter a imunidade em dia.

mulher bebendo agua pixabay
pixabay

• Não se esqueça de manter um bom nível de hidratação. De acordo com Renata, o ideal é beber água de forma fracionada ao longo do dia, de modo que a urina fique bem clara.

E, para quem precisa de algumas ideias criativas de receitas para variar na cozinha, Renata indica o passo a passo de arroz de forno e de um picadinho de frango com legumes:

Arroz de forno

Arroz de Forno (002)

Ingredientes
2 xícaras de arroz cozido
1/2 xícara de ervilhas congeladas
1/2 xícara de cenoura cozida cortada em cubos
1 xícara de molho de tomate
1 xícara de queijo mussarela ralado
300g de carne moída
Alho, cebola e sal a gosto
2 colheres de sopa de azeite

Modo de preparo
Aqueça o azeite e refogue o alho e a cebola. Acrescente a carne moída e deixe “fritar”. Quando a carne estiver bem cozida, acrescente o molho de tomate e acerte o sal. Em um refratário, misture o arroz, a cenoura e a ervilha. Por cima, acrescente a carne moída com o molho vermelho. Finalize polvilhando o queijo ralado e leve ao forno por 10 minutos para gratinar.

Picadinho de frango com legumes

Picadinho de Frango com Legumes (002)

Ingredientes
500g de peito de frango cortado em cubos
1 cebola média cortada em cubos
3 dentes de alho amassados
2 xícaras de chá de jardineira de legumes congelada
1/2 lata de tomates sem pele
1 colher de sopa de azeite
Sal e cheiro verde a gosto

Modo de preparo
Aqueça o azeite e doure o alho e a cebola. Acrescente o frango e deixe grelhando em fogo baixo, mexendo para não grudar. Com o frango já cozido, acrescente a jardineira de legumes e os tomates sem pele. Acerte o sal e deixe ferver. Desligue o fogo, finalize com o cheiro verde picado e sirva em seguida.

Fonte: Oba Hortifruti

Ensinar crianças a comer bem na infância garante vida adulta mais saudável

Nutricionista do Oba Hortifruti, Renata Guirau, dá orientações simples para incentivar a boa alimentação dentro de casa

Faltando pouco tempo para o Dia das Crianças, nada melhor do que sugerir dicas para que os pequenos possam crescer e aproveitar a vida com mais saúde. E, é claro que a alimentação é ponto fundamental nesse sentido.

Incentivar que os filhos comam bem é importante não só para o bom desenvolvimento da criança, como também por ser o período em que se formam os costumes alimentares. De acordo com a nutricionista do Oba Hortifruti, Renata Guirau, é muito mais fácil ensinar o filho a se alimentar de maneira saudável nos primeiros anos do que mudar as práticas durante a adolescência ou vida adulta.

Entre as principais sugestões da profissional para promover os bons hábitos à mesa, está a de fornecer autonomia para os pequenos na hora de comer. “Deixar que a criança coma sozinha, mesmo que seja com as mãos, no caso de bebês, contribui para a aceitação dos alimentos”, ressalta Renata. “É uma ótima maneira de iniciar o contato com a comida, deixando que elas descubram o sabor, o aroma e as diferentes texturas”, completa.

Além disso, falar sobre os benefícios de cada alimento também é outro grande aliado na hora de fazer com que as crianças consumam mais frutas, legumes e vegetais, como apontou um estudo publicado em maio deste ano pela Journal of Nutrition Education and Behavior, da Washington State University e Florida State University.

Incluir o filho nas atividades que envolvam o preparo das refeições – desde as compras até tarefas simples na cozinha, também serve de estímulo, de acordo com a nutricionista do Oba Hortifruti. “Essas práticas despertam a curiosidade da criança em provar aquilo que ela está ajudando a escolher e a fazer, e não deixa de ser um momento prazeroso entre toda a família”, indica a profissional.

Quer saber outras práticas que podem ser adotadas pelos pais para incentivar os hábitos saudáveis na infância? Então, confira as dicas da nutricionista.

familia almoço

1) O exemplo deve vir de casa: a família toda precisa comer vegetais diariamente. Essa é uma das melhores maneiras de estimular os pequenos.
2) Deixe a geladeira cheia: mantenha ela farta de opções de legumes, verduras e frutas. O ideal é que os alimentos estejam lavados e cortados, prontos para a criança pegar e comer sozinha em qualquer momento do dia.
3) Aposte na fruteira: deixe frutas lavadas à disposição, na altura em que a criança consiga pegar de forma autônoma para comer. Evite deixar guloseimas e produtos industrializados à mostra.

crianças e mae no supermercado The Yummy Mummy Club
Foto: The Yummy Mummy Club

4) Faça compras em família: levar os filhos às compras na feira ou nos hortifrútis pode ser divertido e ajuda no incentivo ao consumo. Aproveite para ensinar a criança a escolher o alimento e deixe que ela faça isso.
5) Crie uma horta em casa: se possível, incentive o cultivo de hortas em casa, nem que seja de temperos e ervas.
6) Prepare os alimentos de formas variadas: mostrar fotos de receitas ajuda a criança se sentir estimulada a comer. Deixe que ela participe de tarefas fáceis de preparo, como lavar os alimentos.

pai crianças café
7) Evite distrações na hora das refeições: esqueça o celular, tablet, televisão ou brinquedos. O ideal é que a criança preste atenção em sua própria alimentação.
8) Não ofereça alimentos como recompensa: ensine a criança a comer pela necessidade fisiológica e não como prêmio por uma ação.

Renata Guirau ainda ensina o passo a passo de receitas saudáveis e saborosas para incluir na rotina das crianças: mousse de iogurte, granola caseira, bolinho integral de caneca, frozen saudável e falso pão de queijo. Anote as receitas:

Mousse de iogurte

Mousse-de-iogurte-e-manga-2

Ingredientes
200g (1 copo) de iogurte natural ou coalhada
1 manga palmer picada
½ envelope de gelatina sem sabor diluída em 80 mL de leite morno
Obs: Pode acrescentar chia em grãos hidratados ou semente de linhaça

Preparo
Bater no liquidificador e colocar para gelar.

Rende 2 porções.
Granola caseira

Granola-Caseira-2

Ingredientes
100g de aveia em flocos
100g de all bran
50g de semente de linhaça
50g de quinoa em flocos
50g de uva passa / damasco picado / ameixa seca picada
50g de castanhas / nozes trituradas
50g de coco ralado (opcional)
1 colher de sopa de cacau em pó (opcional)

Preparo
Misturar tudo e guardar em recipiente bem fechado.

Bolo integral de caneca

bolo caneca pinterest
Pinterest

Ingredientes
1 ovo
1 colher de sopa de farinha de aveia
1 colher de sopa de leite
1 banana amassada (purê)
1 colher de café de fermento em pó
1 colher de chá de cacau em pó ou canela em pó

Preparo:
Misturar tudo em uma caneca grande e levar ao microondas por 3 minutos.

Rende 1 porção
Frozen saudável

Frozen-Saudável

Ingredientes
1 banana ou 5 morangos congelados OU 100g de polpa de açaí sem açúcar
2 colheres de sopa de chia em grãos hidratados
200 mL de iogurte natural ou coalhada
Açúcar – opcional
Castanhas trituradas para decorar

Preparo
Bata todos os ingredientes no liquidificador e sirva em seguida.

Falso pão de queijo

Falso-Pão-de-Queijo

Ingredientes
1 ovo inteiro
2 colheres de sopa de tapioca hidratada
1 colher de sopa de requeijão ou cottage
1 colher de café de fermento
Queijo picadinho a vontade.

Preparo
Misturar tudo e colocar em forminhas de silicone. Assar por 10 minutos em fogo baixo.

Fonte: Oba Hortifruti

Bacalhau: delícia de sabor marcante para todas as ocasiões

Embora seu consumo esteja associado a datas como Páscoa e Natal, o saudável peixe é opção versátil para incrementar o cardápio a qualquer tempo

Já é tradição entre os brasileiros preparar uma boa bacalhoada para celebrar a Páscoa e, cada vez mais, também o Natal. Mas não é preciso esperar ansiosamente a chegada das datas comemorativas para apreciar o delicioso peixe de sabor marcante e característico. Disponível o ano todo, em variados cortes e tipos, o bacalhau é perfeito também como ingrediente de receitas práticas para uma refeição gostosa em todas as ocasiões. E o que é melhor, com inúmeros benefícios à saúde!

“Por ser um peixe de água salgada, o bacalhau é rico em ômega-3, que previne doenças do coração, e é ótima fonte de proteínas, além de conter cálcio, ferro e vitaminas do complexo B, importantes para os ossos, dentes e músculos”, destaca a nutricionista do Oba Hortifruti, Renata Guirau. “Também é indicado para quem quer manter a boa forma, pois é um alimento com baixo teor de gordura e que combina com diversas formas de preparo, especialmente assado ou cozido e desfiado para enriquecer uma salada, por exemplo”, diz.

Qualidade e procedência determinam escolha

Bacalhau exposto em uma típica mercearia portuguesa Créditos_ Divulgação

Como recomendado para todos os tipos de peixes, é importante adquirir o bacalhau com garantia de procedência e em locais de reconhecida qualidade. A variedade do produto e o corte selecionado influenciam no resultado das receitas. Em todas as lojas do Oba Hortifruti é possível encontrar duas especialidades em postas, filés ou lascas que atendem a todos estes cuidados e possuem sabor sem igual, inclusive na versão já dessalgada, à gosto do freguês.

A primeira especialidade é o bacalhau Gadus morhua, considerado o legítimo e mais nobre, normalmente de maior porte e pescado no Atlântico Norte. Suas postas são altas, largas e de coloração palha e uniforme. Depois de cozido se desfaz em lascas claras e tenras, ideal para receitas como risotos, bolinhos, molhos para massas e o que mais a imaginação inventar. Outra variedade oferecida é a Gadus Macrocephalus, proveniente das regiões mais frescas do Pacífico. Com paladar um pouco mais acentuado, é mais fibroso, sendo irresistível assado ou cozido.

Para quem busca praticidade, o Oba Hortifruti oferece ainda uma salada prontinha com este ingrediente especial. “Além de ser muito saborosa, a combinação de bacalhau desfiado, tomate, cebola, salsa, azeitona e azeite é rica em nutrientes e muito leve, ideal para uma refeição deliciosa e saudável sem nenhum trabalho”, indica Renata Guirau.

Como dessalgar da maneira correta

bacalhau salgado

O preparo do bacalhau exige uma certa antecedência para que seja dessalgado corretamente. É recomendado lavar as postas em água corrente e em seguida deixar o peixe de molho, totalmente imerso, em água fria, com a pele virada para cima, mantendo a vasilha dentro da geladeira. A água deve ser trocada completamente a cada quatro horas, por período que varia de 24 horas (postas ou pedaços mais finos ou médios) a 48 horas (postas e pedaços mais grossos). Após este prazo o peixe está pronto para utilização.

Harmonização

Para acompanhar o bacalhau, o sommelier do Oba Hortifruti, Ricardo de Paula Custódio indica duas excelentes opções da adega. “O Titular Colheita Branco traz equilíbrio entre acidez e estrutura que combina muito bem com o peixe”, aponta o especialista. “Já o Fuego Negro Chardonnay possui aromas de frutado e cremosidade, podendo ser servido com grande diversidade de pratos a base de bacalhau”, completa.

Receitas

Bacalhau no papelote

bacalhau papelote

Ingredientes:
4 postas de lombo de bacalhau (aproximadamente 150g cada)
1 cebola roxa fatiada
8 tomates tipo cereja cortados ao meio
4 batatas médias fatiadas
4 colheres (sopa) de azeitonas pretas fatiadas
4 colheres (sopa) de cenoura picada em cubos
4 buquês de brócolis
Azeite a gosto
Pimenta do reino e cheiro verde a gosto

Modo de preparo:
Dessalgue o bacalhau. Em uma panela, ferva água suficiente para cobrir os legumes picados (batata, cenoura e brócolis) e cozinhe por cinco minutos. Separe quatro pedaços de papel alumínio de tamanho suficiente para embrulhar o bacalhau com os demais ingredientes. Coloque o bacalhau no papelote e faça uma camada com a cebola fatiada e as azeitonas. Ao lado, monte os legumes pré-cozidos com o tomate cereja. Salpique sal, pimenta do reino, cheiro verde e o azeite. Feche cada papelote, vedando vem para facilitar o cozimento. Coloque os papelotes em uma forma e leve ao forno por aproximadamente 30 minutos.

Bacalhau em ninhos

Bacalhau em ninhos

Ingredientes:
Macarrão tipo ninho
500g de bacalhau
Azeite a gosto
1 cebola pequena ralada
2 dentes de alho amassados
1 tomate maduro picado
3 colheres (sopa) de cheiro verde picado
3 colheres (sopa) de creme de leite
2 xícaras (chá) de passata de tomate
Sal a gosto
Queijo parmesão para polvilhar

Modo de preparo:
Dessalgue o bacalhau. Cozinhe o peixe até que seja possível desfiar. Espere esfriar e desfie bem. Monte os ninhos de macarrão em uma assadeira. Misture o bacalhau desfiado com o creme de leite e recheie cada ninho. Em uma panela, refogue o alho e a cebola. Acrescente a passata de tomate e uma xícara (chá) de água. Acerte o sal, acrescente o cheiro verde e desligue, com o molho bem diluído em água, sem apurar. Coloque o molho sobre os ninhos recheados com bacalhau, o suficiente para quase cobrir cada ninho, não use uma assadeira muito larga. Polvilhe queijo ralado, cubra com papel alumínio e leve para cozinhar ao forno por aproximadamente 1 hora.

Fonte: Oba Hortifruti