Arquivo da tag: renata guirau

Conheça as frutas campeãs de hidratação e aprenda receitas com elas

A nutricionista do Oba Hortifruti, Renata Guirau, ensina o que consumir para manter o corpo hidratado e atenuar efeitos nocivos dos raios solares

O verão está chegando. Com as altas temperaturas e clima seco, a hidratação do corpo é fundamental. A nutricionista do Oba Hortifruti, Renata Guirau, ensina que, além de aumentar o consumo de água, incluir frutas ao cardápio é uma forma saudável de hidratar o organismo e também consumir antioxidantes, que podem atenuar os efeitos nocivos dos raios solares. “Devemos incluir mais as frutas como opções de refeições intermediárias ou mesmo de sobremesa, já que elas nos ajudam fornecendo nutrientes e água”.

As frutas mais suculentas, como melancia, melão, laranja, mexerica e abacaxi, são boas opções para melhorar a hidratação por conterem mais água em sua composição, orienta Renata. Já manga, mamão, romã, acerola, ameixa, uva e cereja devem ser consumidas com mais frequência, por serem fonte de betacaroteno e resveratrol, que ajudam na saúde da pele e são fotoprotetores. A lichia, fruta da estação, fonte de vitamina C e antioxidante também deve integrar o cardápio.

Renata explica que é importante consumir a maior parte das frutas in natura. Se optar pelo suco, quanto mais fresco, melhor para aproveitar os nutrientes. Uma dica: caso elas estejam passando do ponto, uma sugestão é congelar no formato de polpa para usar em vitaminas, shakes e smoothies.

A nutricionista ensina quatro receitas para se refrescar (e se hidratar) nos dias quentes do verão.

Smoothie de ameixa

Ingredientes:
200ml de água de coco
3 ameixas picadas com casca
½ xícara de chá de amoras congeladas
1 maçã cortada em cubos
Suco de 1 limão

Modo de preparo:
Bata tudo no liquidificador ou mixer e sirva em seguida, sem coar. Se desejar, pode bater com gelo ou usar ameixas congeladas.

Smoothie de romã com gengibre

Ingredientes:
½ xícara de chá de morangos congelados
Sementes de 1 romã
1 xícara de chá de água de coco gelada
1 colher de café de gengibre ralado

Modo preparo:
Bata tudo no liquidificador ou no mixer e sirva em seguida.

Chá verde com frutas e gengibre

Ingredientes:
3 xícaras de chá de água
3 colheres de sopa de folhas de chá verde
1 pedaço grande de gengibre (3cm)
Suco de 1 limão
Suco de 1 laranja
Modo de preparo:
Aqueça a água com o gengibre picado. Deixe cozinhando por cerca de 5 minutos após levantar fervura. Desligue o fogo e espere cerca de mais 5 minutos. Então, acrescente as folhas de chá verde, o suco de limão e o suco de laranja. Tampe e deixe descansar por 10 minutos. Coe e sirva em seguida.

Sorbet de iogurte com frutas

Ingredientes:
1 banana bem madura congelada
1 xícara de chá de frutas vermelhas congeladas — picadas e sem semente (morango, cereja, amora, framboesa)
1 pote de 170g de iogurte natural sem soro
Castanhas trituradas para decorar

Modo de preparo:
Bata tudo no processador, exceto as castanhas. Coloque em taças e decore com as castanhas. Sirva imediatamente.

Suco de acerola com abacaxi e hortelã

Ingredientes:
2 xícaras de chá de abacaxi picado
1 xícara de chá de acerolas
Suco de 1 limão
1 colher de sopa de hortelã picada
1 xícara de chá de água
Açúcar ou adoçante a gosto

Modo de preparo:
Bata tudo no liquidificador, coe e adoce a gosto. Sirva gelado.

Fonte: Oba Hortifruti

Como abastecer geladeira e dispensa na Black Friday

Nutricionista do Oba Hortifruti, Renata Guirau, dá dicas de cuidados para comprar alimentos em oferta e garantir cardápio saudável; a rede conta com descontos especiais em todas as lojas até o dia 27 de novembro

A Black Friday, evento realizado em novembro, que surgiu nos Estados Unidos para iniciar as vendas de Natal, em que o comércio oferece promoção, descontos e preço baixo em diversos produtos, pode ser aproveitada também para abastecer a dispensa e a geladeira. A nutricionista do Oba Hortifruti, Renata Guirau, dá dicas dos cuidados para comprar alimentos em oferta e garantir um cardápio saudável, seja com pratos prontos ou pré-preparados para uma finalização rápida. A rede Oba terá descontos especiais em todas as lojas até o dia 27 de novembro.

“O principal é o planejamento em relação ao consumo e ao espaço que tem em casa para armazenamento para que não ocorra desperdício. Isso é importante para não comprar alimentos em maior quantidade para aproveitar as promoções e acabar tendo que consumir tudo muito rapidamente. Deve-se priorizar alimentos bem embalados e armazenados corretamente e observar prazo de validade, cor, temperatura, textura, aparência e cheiro de cada um”, orienta a nutricionista.

Os vegetais, inteiros ou cortados em cubos, tiras, rodelas, segundo Renata, podem ser armazenados em geladeira de 3 a 5 dias para serem utilizados em preparações na hora da refeição, e devem ficar nas gavetas, onde a temperatura é um pouco mais baixa. As carnes duram 72 horas no refrigerador e devem ser guardadas em potes de vidro ou plástico, limpos e tampados.

Para durar mais tempo e não perder as propriedades, tanto os vegetais quanto as carnes devem ser congelados. Os vegetais precisam passar pelo processo de branqueamento, quando os coloca em água fervente por alguns minutos e, em seguida, em água com gelo, para que sofram choque térmico e consigam preservar melhor seus nutrientes.

As carnes podem ser congeladas cruas, em cubos, tiras ou moídas, em porções que equivalem a uma refeição da família, e descongeladas em geladeira ou micro-ondas, e devem ser temperadas 24 horas antes do preparo para facilitar na hora da finalização e consumo. Uma vez descongeladas, não devem ser recongeladas cruas. Após preparada, cozida, assada ou grelhada, a carne pode ser congelada novamente por até 30 dias, mesmo tempo em que duram os vegetais no congelador.

Renata alerta que para o preparo, os alimentos não podem ficar muito tempo expostos em temperatura ambiente e o manuseio deve ocorrer em local limpo, com as mãos e utensílios higienizados e ingredientes naturais e de boa qualidade, como por exemplo os temperos, ervas frescas e desidratadas, açafrão, pimentas, gengibre, canela e outros.

A nutricionista dá dicas de combinações de legumes e carnes que formam pratos de fácil preparo, além de receitas para um cardápio saudável.

Fotos: Receitas Maravilhosas

-Carne moída com cenoura e vagem picadas
-Peito de frango com creme de mandioquinha
-Sobrecoxa de frango com batata rústica com alecrim
-Carne em cubos cozida com cenoura, batata e pimentão
-Costela cozida com mandioca
-Bife bovino acebolado com batata palito assada
-Medalhão de carne com legumes (cenoura, vagem e brócolis) cozidos na manteiga
-Almôndegas com macarrão e salada de folhas com cenoura e beterraba ralada
-Carne com corte para estrogonofe com aspargos e salada de folhas com tomate-cereja

Confira a seguir receitas indicadas pela nutricionista:

Iscas de mignon ao creme

Ingredientes

300g de filé mignon cortado em tiras
1 dente de alho amassado
1 colher de sopa de shoyu
1 xícara de chá de creme de ricota
1 colher de sopa de azeite
2 colheres de sopa de manteiga
2 colheres de sopa de cheiro-verde picado
Sal e pimenta preta a gosto

Modo preparo

Tempere as tiras de mignon com azeite, sal e pimenta. Doure em uma panela e reserve. Na mesma panela, aqueça a manteiga e doure o alho. Adicione o shoyu, o creme de ricota, o cheiro-verde e acerte o sal. Deixe cozinhando em fogo abaixo até formar um creme consistente. Adicione as tiras de carne já grelhadas e sirva em seguida, acompanhado de arroz e legumes cozidos no vapor com especiarias.

Costela suína na pressão

Ingredientes

1kg de costela suína
2 dentes de alho amassados
1 colher de sopa de azeite
¼ de xícara de vinho branco
½ xícara de chá de caldo caseiro de legumes
4 batatas cortadas em cubos
2 ramos de alecrim
Sal e pimenta a gosto

Modo de preparo

Tempere a costela picada com sal, pimenta e azeite. Coloque a carne na panela de pressão e doure bem. Adicione os demais ingredientes, exceto as batatas. Tampe a panela e deixe cozinhando na pressão por cerca de 20 minutos. Retire a pressão, abra a panela e adicione as batatas. Cozinhe novamente na pressão por mais 10 minutos. Sirva em seguida.

Sobrecoxa de frango recheada

Ingredientes

4 sobrecoxas desossadas
4 fatias de presunto
4 fatias de muçarela
2 colheres de sopa de azeite
Orégano a gosto
Suco de 1 limão
Suco de 1 laranja
Sal e pimenta a gosto

Modo de preparo
Tempere as sobrecoxas com sal, pimenta e azeite. Abra cada unidade em uma assadeira, acomode uma fatia de presunto e uma fatia de muçarela e adicione orégano a gosto. Enrole as sobrecoxas, prendendo com palitos de dente para não desenrolar. Misture o suco de laranja com o suco de limão e regue cada sobrecoxa recheada. Leve ao forno, coberto por papel alumínio, por cerca de 30 minutos. Retire o papel e deixe assando até que as sobrecoxas fiquem douradas.

Fonte: Oba Hortifruti

No Halloween, as abóboras vão da decoração ao cardápio da festa

Um dos principais símbolos do Dia das Bruxas, o vegetal vai além de objeto para decorar ambientes; Renata Guirau, nutricionista do Oba Hortifruti, ensina receitas fáceis para tornar a abóbora o centro das atenções do cardápio da festa

O Halloween, tradicional festa norte-americana, já está integrado ao calendário de festividades no Brasil. Conhecido aqui, também, como Dia das Bruxas, é comemorado em 31 de outubro, quando casas e ruas são decoradas com temas de bruxas, vampiros e caveiras, e as pessoas, principalmente as crianças, se fantasiam para pedir doces e “assustar” com travessuras quem negar dar as guloseimas. Uma das marcas mais emblemáticas do Halloween são as grandes abóboras, com rosto e velas dentro, que simbolizam fertilidade e sabedoria.

O vegetal, que é reconhecido símbolo dessa festa, pode também ser o centro das atenções do cardápio, como ensina Renata Guirau, nutricionista do Oba Hortifruti. “É uma ótima oportunidade para incentivar as crianças a comerem abóbora de forma lúdica e aproveitar todas as suas propriedades”, diz Renata.

As abóboras possuem propriedade antioxidante, nutrientes que ajudam na saúde da pele, favorecem a saciedade devido ao seu teor de fibras e são essenciais para ajudar na função intestinal.

Independentemente de sua variedade, o vegetal é fonte de:
Fibras: que aumentam a saciedade, ajudam na função intestinal e na redução dos níveis de colesterol.
Potássio: que atua na função muscular, previne cãibras e ajuda a regular a pressão arterial.
Betacaroteno: antioxidante que atua diretamente na saúde da pele e da visão.
Baixo valor calórico: alimento indicado para pessoas com necessidade de seguir estratégias nutricionais com restrição calórica.

Renata explica que todas as partes do vegetal podem ser consumidas. “A casca da abóbora pode ser consumida junto com a polpa. A semente pode ser torrada e consumida inteira ou como farinha, compondo receitas.”

A nutricionista ensina algumas receitas fáceis de fazer para tornar a abóbora o centro de atenções do cardápio e deixar o Halloween mais saboroso.

Doce de abóbora com coco

Ingredientes
2 xícaras de abóbora cabotiá picada em cubinhos
4 colheres de sopa de coco ralado
1 colher de sopa de adoçante culinário
1 pau de canela

Modo de preparo
Leve tudo ao fogo baixo e cozinhe lentamente, até que a abóbora fique bem cozida e misturada ao coco. Se precisar, acrescente um pouco de água para ajudar a não grudar no fundo da panela. Sirva gelado.

Bolinho de abóbora com frango

Ingredientes
1 xícara de chá de purê de abóbora
1 xícara de chá de frango desfiado temperado a gosto
3 colheres de sopa de farinha de aveia
Gergelim para enrolar

Modo de preparo
Misture o purê de abóbora com o frango desfiado e a aveia. Caso necessário, acrescente mais farinha de aveia para dar o ponto de enrolar. Faça bolinhas e enrole na semente de gergelim. Leve ao forno por cerca de 30 minutos.

Miniabóbora recheada

Ingredientes
4 miniabóboras
100g de carne moída
Alho, cebola e cheiro verde a gosto
Sal a gosto
1 colher de sopa de requeijão

Modo de preparo
Leve as abóboras inteiras ao forno por 30 minutos. Após esse tempo, corte a parte superior das abóboras formando uma tampinha. Retire a polpa das abóboras e reserve. Em uma panela, refogue o alho e a cebola. Acrescente a carne moída, o cheiro verde e acerte o sal. Quando a carne estiver cozida, acrescente a polpa da abóbora e o requeijão, formando um recheio cremoso. Acrescente o recheio nas abóboras, tampe com a parte cortada e sirva em seguida.

Fonte: Oba Hortifruti

Dia Mundial do Alzheimer: alimentos naturais são os maiores aliados da saúde

Renata Guirau, nutricionista do Oba Hortifruti, explica que o consumo abundante de vegetais, peixes, oleaginosas, laticínios e grãos integrais funciona como estratégia nutricional para prevenção e auxílio no tratamento da doença

Estima-se que, atualmente no Brasil, existam 1,2 milhão de pessoas com a Doença de Alzheimer (DA). As vítimas costumam ter acima de 65 anos de idade e, em sua maioria, são mulheres. A doença, cuja principal característica é a perda progressiva de memória (decorrente da degeneração de células cerebrais), merece muita atenção. E é por isso que o dia 21 de setembro é a data escolhida para reforçar a necessidade de conscientização da sociedade. Além disso, há estudos que sugerem a estratégia nutricional como uma grande aliada tanto na prevenção quanto no tratamento a longo prazo.

O tratamento da DA é baseado principalmente em critérios clínicos, além de atividades que trabalhem a função intelectual e, usualmente, a memória. No entanto, de acordo com a nutricionista do Oba Hortifruti, Renata Guirau, existem diversas pesquisas que sugerem a dieta nutricional cetogênica como aliada na prevenção e tratamento do Alzheimer. Esta estratégia se dá, basicamente, por um maior consumo de gorduras boas e proteínas, em detrimento a uma menor proporção de carboidratos, principalmente os refinados, como açúcares e farinhas.

Um estudo recente elaborado pela Pubmed revelou que a dieta do mediterrâneo, um regime que consiste no consumo abundante de vegetais, peixes, oleaginosas, laticínios e grãos integrais, também funciona como uma medida interessante para a prevenção e auxílio ao tratamento da doença. Segundo Renata, essa mudança na alimentação proporciona benefícios para o corpo todo. “O que é consenso na literatura científica é que um padrão alimentar com o mínimo possível de alimentos processados e rico em alimentos naturais favorece a saúde do cérebro e ajuda na prevenção da demência. O principal mecanismo envolvido nesta proteção é a ação antioxidante desse tipo de estratégia nutricional”, afirma a especialista.

Vale dar destaque também às castanhas. Alimento saboroso e rico em nutrientes que colaboram para a saúde do nosso cérebro, estas oleaginosas contém proteínas que protegem as membranas das células, além de conterem selênio e zinco, que atuam pela forte ação antioxidante; e como bônus, possuem fibras que ajudam na saúde intestinal.

Portanto, é importante enfatizar que o intestino funciona como o segundo cérebro do nosso corpo. Como mostra um estudo publicado no ano de 2021, pela Biblioteca Nacional de Medicina dos Estados Unidos (NLM), as bactérias que habitam nosso intestino têm interação com todos os nossos órgãos, o que inclui todo o sistema nervoso central. O metabolismo dessas bactérias pode gerar fatores pró-inflamatórios e alteração na produção de neurotransmissores. Com isso, fica claro que a saúde do intestino afeta todo o nosso sistema nervoso e há evidências sólidas de que ele colabora no combate de uma série de enfermidades.

Curiosidades sobre Alzheimer:
-38 milhões de pessoas diagnosticadas com Alzheimer no mundo;
-Mais de 1 milhão de casos de demência diagnosticados no Brasil;
-Até 2050, serão 131 milhões de pessoas diagnosticadas no mundo;
-No Brasil, de 4 a 5 milhões serão diagnosticadas com Alzheimer até 2050;
-A cada três pacientes, duas são mulheres;
-Alzheimer causa mais mortes do que os cânceres de mama e próstata juntos.

Principais FLV (frutas, legumes e verduras) que atuam no combate à DA:
-Todos os vegetais são fontes de antioxidantes e fitoquímicos, ajudam a reduzir inflamação e processos oxidativos no nosso organismo;
-Banana, cacau e frutas vermelhas são excelentes combatentes ao envelhecimento precoce do nosso cérebro;
-Vegetais escuros e uvas são excelentes opções, que além de gostosas, possuem alta concentração de nutrientes e compostos bioativos.

Pensando nisso, a nutricionista separou algumas receitas que têm como base os alimentos que combatem o Alzheimer:

Panqueca de banana com cacau

Ingredientes:
1 banana nanica amassada
1 ovo
1 colher de sopa rasa de farinha de aveia
1 colher de café de cacau em pó

Modo de fazer:
Misture tudo até formar uma massa homogênea. Cozinhe em uma frigideira antiaderente previamente aquecida.

Bolo integral com castanhas

Ingredientes:
1 xícara de farinha de trigo integral
1 xícara de farinha de aveia
2 bananas maduras
2 maçãs picadas
1 xícara de chá de castanhas picadas
1 xícara de chá de uvas passas hidratadas
50 ml de leite
3 ovos
1 colher de sopa de fermento em pó

Modo de fazer:
Bata tudo no liquidificador, exceto as castanhas e as maçãs picadas.
Acomode a massa em uma assadeira de furo, untada. Cubra a massa distribuindo os cubos de maçã e as castanhas picadas por toda a sua superfície. Leve para assar em forno preaquecido a 180ºC por cerca de 30 minutos.

Molho pesto com castanha

Ingredientes:
1 xícara de chá de folhas de manjericão
1 xícara de chá de azeite
1 colher de chá de sal
2 dentes de alho
½ xícara de chá de castanhas-do-pará
½ xícara de chá de queijo parmesão ralado

Modo de fazer:
Bata tudo no liquidificador ou mixer. Guarde em um recipiente de vidro e use acompanhando torradas, pães, saladas ou massas.

Fonte: Oba Hortifruti

Confira os principais alimentos que auxiliam a saúde mental

Cacau, castanhas, vegetais e peixes são algumas das opções que oferecem magnésio e triptofano, elementos importantes na prevenção de ansiedade, estresse e depressão; Renata Guirau, nutricionista do Oba Hortifruti, explica como a dieta do mediterrâneo também pode contribuir e dá dicas de receitas práticas para incluir os alimentos no dia a dia

Atualmente, discussões importantes sobre saúde mental ganham cada vez mais espaço. E, além do acompanhamento profissional, os alimentos também exercem um papel fundamental na prevenção de quadros que afetam o bem-estar. Renata Guirau, nutricionista do Oba Hortifruti, ressalta que o estresse é um dos quadros mais presentes na vida das pessoas. Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) ele atinge cerca de 90% da população mundial. No país, a taxa é de 70%.

Por isso, a especialista explica que uma alimentação balanceada é um dos principais fatores que contribuem para o equilíbrio da saúde mental, pois melhora a disponibilidade de energia, favorece uma boa produção de neurotransmissores e ajuda na qualidade do sono.

Alguns exemplos de alimentos mais indicados são as fontes de ômega-3, como salmão, sardinha e semente de linhaça, que possuem ação antioxidante e atuam na proteção direta das células do sistema nervoso. Já os vegetais são ricos em fitoquímicos – substâncias com propriedades antioxidantes, que auxiliam na redução do estresse oxidativo. “Cacau, banana, cereais integrais, carnes, castanhas e chás de ervas também são ótimas opções para incluir no dia a dia”, conta Renata.

Além disso, a nutricionista ressalta que esses grupos alimentares são ótimas fontes de magnésio e triptofano. “O magnésio é um mineral essencial ao nosso corpo e atua principalmente no relaxamento muscular, na melhora da qualidade do sono e nas sinalizações do sistema nervoso central. Já o aminoácido triptofano trabalha diretamente na produção de neurotransmissores relacionados ao bem-estar, como a serotonina. Ambos são muito importantes na prevenção de ansiedade, estresse e depressão, por exemplo”, explica.

Os benefícios da dieta do mediterrâneo

Você sabia que a dieta mediterrânea também pode ser uma grande aliada? Rica em vegetais, carnes magras, laticínios, azeites e castanhas, estudos científicos realizados em 2018 apontam que ela promove uma grande proteção ao nosso organismo, incluindo questões cerebrais. As pesquisas também sugerem que uma dieta equilibrada, rica em alimentos frescos, garante todos os nutrientes que nosso corpo precisa e minimiza o surgimento de diversas doenças.

Outro estudo publicado no PubMed, em 2020, analisou mais de 6 mil pessoas e mostrou que o consumo de 5 porções de frutas, legumes e/ou verduras por dia promove uma melhor qualidade de vida e reduz os sintomas relacionados a problemas de saúde mental.

Agora que você já sabe um pouco mais sobre a relação entre alimentação e bem-estar mental, que tal experimentar as dicas de receitas práticas e deliciosas que a nutricionista separou? Encontre o Oba Hortifruti mais próximo e cuide-se com alimentos variados e fresquinhos todos os dias!

Salada de rúcula com figo e nozes

Ingredientes:
½ maço de rúcula baby
½ manga cortada em cubos
½ xícara de nozes picadas
½ xícara de tomatinhos cereja
2 colheres de sopa de mel
2 colheres de sopa de mostarda Dijon
4 colheres de sopa de água
Sal e pimenta a gosto

Modo de preparo:
Para o molho, basta misturar o mel, a mostarda, a água, o sal e a pimenta. Monte a salada acomodando primeiro a rúcula, depois a manga e os tomatinhos. Finalize com as nozes e sirva com o molho de acompanhamento.

Docinho de tâmara

Ingredientes:
1 xícara de tâmaras sem caroço
2 bananas nanicas
1 colher de chá de cacau em pó
½ xícara de coco ralado

Modo de preparo:
Hidrate as tâmaras por 20 minutos. Em seguida, bata no liquidificador até formar uma pasta. Acrescente a banana, o cacau e o coco e bata até formar uma pasta ainda mais consistente. Se necessário, adicione mais coco ralado para chegar ao ponto de enrolar. Faça bolinhas e sirva em forminhas de brigadeiro.

Bolo integral de banana

Ingredientes:
2 xícaras de farinha de aveia
4 bananas nanicas
4 ovos
1 xícara de uvas passas
1 xícara de leite desnatado ou leite vegetal
1 colher de sopa de canela
1 colher de sopa de fermento em pó

Modo de preparo:
Deixe as uvas passas hidratando no leite por 20 minutos. Logo após, bata com os demais ingredientes no liquidificador, deixando apenas duas das quatro bananas para decoração.
Despeje a massa em uma forma, corte as duas bananas em rodelas e coloque por cima. Leve ao forno médio por cerca de 30 minutos.

Granola caseira

Ingredientes:
50g de quinoa em flocos
50g de aveia em flocos
50g de coco em lascas
50g de uva passa roxa
50g de damasco seco picado
50g de nozes picadas
50g de amêndoas picadas
50g de castanhas-do-pará picadas
1 colher de chá de canela
4 colheres de sopa de mel

Modo de preparo:
Misture todos os ingredientes e coloque em uma assadeira untada com manteiga sem sal. Leve ao forno médio por 20 minutos e mexa ao chegar na metade do tempo. Guarde em um pote tampado e consuma em até 10 dias.

Fonte: Obra Hortifruti

Pesquisa mostra que a ingestão regular de morango retarda envelhecimento

A nutricionista do Oba Hortifruti, Renata Guirau, sugere algumas receitas fáceis e deliciosas para aproveitar todos os benefícios

O morango é conhecido como uma das frutas mais poderosas e utilizadas na culinária mundial. Muito apreciado nos lares brasileiros, ele pode ser incluído em preparações doces e salgadas. Mas, além da sua versatilidade, também possui ação antioxidante e anti-inflamatória, sendo um grande aliado para a proteção do cérebro contra os danos do envelhecimento.

Segundo explica a nutricionista do Oba Hortifruti, Renata Guirau, a quantidade de antioxidantes presente no morango tem uma importante ação na prevenção da perda cognitiva ao longo da vida. De acordo com uma pesquisa realizada nos Estados Unidos, publicada pelo Neurology Journals, após dez anos de análises, feitas com quase 50 mil adultos, o estudo revelou que, devido às suas diversas propriedades, o consumo regular da fruta pode estar associado à melhora das funções cerebrais.

AlexasFotos/Pixabay

“O fruto fornece boa quantidade de vitamina C – que desempenha um papel significativo no funcionamento do cérebro -, possui baixo índice glicêmico e contém poucas calorias – o que é ideal para pessoas que precisam fazer controle do peso corporal”, comenta a nutricionista.

Renata pontua que não há uma recomendação diária exata para todas as pessoas, mas o indicado é que se consuma de três a cinco porções de frutas por dia. Uma porção de morango corresponde a aproximadamente quatro unidades médias.

Outro ponto importante é o momento da escolha. “Deve-se avaliar se os frutos estão firmes, de cor viva, além da quantidade de líquido presente na bandeja – que, caso seja muito, é sinal que podem estar passando do ponto. Se já estiverem mais maduros, precisam ser consumidos rapidamente após a compra”, finaliza Renata.

A nutricionista separou algumas receitas deliciosas e fáceis, para incentivar o consumo do morango na rotina e garantir seus benefícios para a saúde. Confira e não deixe de experimentar!

Creme de morango com coco

Ingredientes:
1 envelope de gelatina sem sabor
½ xícara de chá de coco ralado
½ xícara de chá de leite de coco
4 colheres de sopa de mel
½ xícara de chá de água
1 xícara de chá de morangos picados

Modo de preparo:
Prepare a gelatina conforme instruções da embalagem e bata no liquidificador, junto com o leite de coco, o mel, a água e os morangos. Coloque em taças e leve para gelar até formar um creme firme. Retire da geladeira, finalize com o coco ralado por cima e coloque novamente para gelar por mais 2 horas antes de servir.

Salada primavera

Ingredientes:
½ caixinha de morangos lavados e fatiados
½ pé de alface
1 xícara de chá de champignon
2 colheres de sopa de amêndoas laminadas
1 colher de sopa de salsinha picada
1 colher de sopa de mel
1 colher de sopa de vinagre de maçã
3 colheres de sopa de água
1 pitada de sal
1 colher de café de pimenta de cheiro

Modo de preparo:
Monte a salada acomodando a alface, o champignon, os morangos e as amêndoas. Prepare o molho misturando o mel, o vinagre, a água, o sal e a pimenta. Regue a salada com o molho e sirva em seguida.

Geleia de morango

Ingredientes:
500g de morangos lavados e picados
Suco de 1 limão
1 colher de sopa de adoçante culinário

Modo de preparo:
Misture todos os ingredientes e leve ao fogo baixo, mexendo sem parar.
O morango vai soltar um caldo que precisa ser cozido junto com a polpa.
Desligue o fogo quando atingir a consistência de geleia.
Guarde em potes de vidro e conserve na geladeira.

Smoothie de morango

Ingredientes:
1 xícara de morangos congelados
100mL de água de coco
5 folhas de hortelã
Adoçante ou açúcar a gosto (opcional)

Modo de preparo:
Bata tudo no liquidificador e consuma logo em seguida.

Fonte: Oba Hortifruti

Dia Mundial do Chocolate: conheça mitos e verdades em torno do produto + receitas

Considerado um dos alimentos que mais combina com o inverno, o chocolate traz dúvidas sobre os benefícios e efeitos na saúde; a nutricionista do Oba Hortifruti, Renata Guirau, traz dicas de como ingerir o alimento da melhor forma, com receitas exclusivas

Hoje, 7 de julho, é comemorado o Dia Internacional do Chocolate. A data surge como uma oportunidade de conhecer ainda mais as propriedades deste alimento que, apesar de muitas vezes ser visto como vilão, possui diversos benefícios para a saúde e para o bem-estar, contrariando alguns mitos que se ouve por aí.

Como ingrediente principal, o cacau possui ação antioxidante e protege contra doenças vasculares. Um estudo publicado em 2021 pela Biblioteca Nacional de Medicina dos Estados Unidos revelou que o consumo de chocolate amargo pode estar relacionado a melhores níveis de colesterol e controle glicêmico.

“Mas, como qualquer alimento, é muito importante saber ingeri-lo com equilíbrio. Por se tratar de uma fonte rica em açúcar, o ideal é o consumo esporádico. Caso seja diário, em geral, não deve ultrapassar 20 gramas. Mas essa recomendação deve ser observada individualmente sempre”, explica a nutricionista do Oba Hortifruti, Renata Guirau. A especialista destaca, ainda, que na hora de escolher um chocolate, o ideal é optar por opções com o mínimo possível de componentes.

Além dos benefícios, o cacau tem fama de ser afrodisíaco, por aumentar o fluxo sanguíneo em partes do corpo. Sua relação direta com o desejo sexual não é comprovada cientificamente, mas a feniletilamina presente no fruto, conhecida como “hormônio da paixão”, potencializa a sensação de bem-estar, podendo afetar o impulso sexual.

Muitas pessoas relacionam o inverno com o desejo de doce. Segundo a nutricionista, apesar de não haver uma explicação comprovada para a sensação, as mudanças de temperatura tendem a despertar mais vontade por alimentos de maior densidade energética, como o chocolate.

Renata também pontua, que, mesmo com todas as propriedades benéficas, o chocolate deve ser evitado por algumas pessoas, como alérgicos ao cacau, por exemplo, à proteína do leite de vaca e portadores de algumas doenças específicas, como a fenilcetonúria.

Com o intuito de promover mais conhecimento sobre o alimento, a especialista desmistifica alguns mitos. Confira:

Mito ou verdade?

“É possível ficar viciado em chocolate, pois ele causa dependência”.
Mito.
O conceito de “vício” em relação a qualquer alimento é muito controverso na literatura científica.

“A pessoa com diabetes não pode comer chocolate”.
Mito.
Elas podem comer as versões sem adição de açúcar ou com teor de cacau elevado (acima de 85%).

“Chocolate alivia os sintomas da TPM”.
Mito.
Do ponto de vista de comida afetiva, podemos dizer que sim. Mas não há comprovação de que o chocolate em específico alivia sintomas de TPM.

“Chocolate causa acne”.
Verdade.
Pelo teor de gordura e por conter leite na composição, ele pode causar acne em pessoas com essa tendência.

“O chocolate amargo é mais saudável que o ao leite”.
Verdade.
Pois possui, em maior quantidade, os benefícios do cacau e, geralmente, menor teor de açúcar.

Para celebrar a data, Renata selecionou algumas receitas imperdíveis para quem não abre mão de consumir a iguaria. Não deixe de experimentar, também, a diversidade e os sabores dos chocolates Oba Bem, disponíveis no Oba mais próximo de você!

Cookie proteico

Ingredientes:
6 colheres de sopa de aveia
2 ovos
50 ml de água
2 colheres de sopa de leite em pó desnatado
2 colheres de sopa de cacau em pó
2 colheres de sopa de mel
1 colher de café de essência de baunilha
1 colher de café de fermento em pó

Modo de preparo:
Bata tudo na mão, com a ajuda de um fuê. Modele em formato de cookie e leve para assar em forno médio, em uma forma protegida com papel manteiga para não grudar. O tempo de cozimento é em média de 20 minutos ou até que os cookies fiquem crocantes.

Creme de maracujá com chocolate

Ingredientes:
Polpa de 1 maracujá
1 pote de iogurte natural
1 sachê de gelatina sem sabor
100 g de chocolate amargo
2 colheres de sopa de creme de leite

Modo de preparo:
Prepare a gelatina conforme as instruções da embalagem. Bata a gelatina com o iogurte natural e o maracujá. Sirva em taças e leve para gelar por cerca de uma hora. Derreta o chocolate em banho maria, misturando com o creme de leite. Cubra o creme de maracujá já firme e sirva em seguida.

Brigadeiro com pistache

Ingredientes:
1 lata de leite condensado
2 colheres de sopa de pasta de pistache
1 colher de sopa de cacau em pó
1 colher de sopa de manteiga

Modo de preparo:
Em uma panela, derreta a manteiga e a pasta de pistache. Acrescente o leite condensado e o cacau em pó e cozinhe em fogo baixo até desprender do fundo da panela. Faça bolinhas ou sirva em copinhos. Se desejar, enrole ou finalize com pistache triturado.

Pipoca doce de micro-ondas

Ingredientes:
4 colheres de sopa de água
4 colheres de sopa de açúcar
1 colher de sopa de cacau em pó
1 colher de café de canela em pó
½ xícara de milho para pipoca

Modo de preparo:
Em um refratário, misture a água junto ao açúcar, o cacau e a canela em pó. Acrescente o milho de pipoca e misture bem. Cubra o refratário com filme plástico e faça pequenos furos na superfície. Leve ao micro-ondas por 5 a 8 minutos, dependendo da potência do aparelho.

Pasta de avelã caseira

Ingredientes:
1 xícara de chá de avelãs sem casca
1 xícara de chá de tâmaras picadas
2 colheres de sopa de cacau em pó
½ colher de café de canela em pó
2 colheres de sopa de água

Modo de preparo:
Coloque as avelãs no liquidificador e bata até formar uma farinha grossa. Acrescente as tâmaras picadas, o cacau em pó, a canela e a água e bata novamente até chegar a uma consistência pastosa. Se necessário, acrescente mais água aos poucos.

Fonte: Oba Hortifruti

Para além da polpa: descubra as principais propriedades da casca da pera Williams

Estudo mostra que o fortalecimento do sistema imunológico e a melhora da visão estão entre os seus diversos benefícios; nutricionista do Oba Hortifruti, Renata Guirau, traz dicas de consumo com receitas para aproveitar a fruta por inteiro

Com uma polpa macia, doce e suculenta, a pera Williams é versátil e agrada aos mais diferentes paladares. Além disso, ela apresenta uma característica interessante: muitas de suas propriedades estão presentes na casca.

Segundo explica a nutricionista do Oba Hortifruti, Renata Guirau, a casca da pera concentra uma excelente quantidade de fibras e compostos bioativos – que, em geral, “possuem propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes, capazes de atuar na proteção contra radicais livres e na prevenção de doenças crônicas”, diz.

De acordo com um estudo recente, após análise da composição nutricional da fruta, com foco nesses compostos bioativos, foi identificada uma grande concentração de betacaroteno e clorofila na casca, componentes “precursores de vitaminas A, C e E, e auxiliares do sistema imunológico e da capacidade funcional da visão”, ressalta a nutricionista.

Renata também conta que a presença da alta quantidade de fibras ajuda no controle da glicemia, na saúde do intestino e nas estratégias de emagrecimento – pois aumenta a saciedade e desacelera o processo de digestão.

Juntas, a casca e a polpa da pera proporcionam ainda mais benefícios para a saúde. A fruta como um todo, atua na prevenção de cãibras (por ser fonte de potássio e magnésio), reduz os sintomas da TPM (devido à presença de vitamina B6) e fornece zinco e selênio, responsáveis, por exemplo, por diminuírem o estresse oxidativo do cérebro e protegerem os neurônios.

Agora que você já sabe tudo o que a pera Williams pode fornecer ao corpo, não deixe de experimentar essas deliciosas receitas, indicadas por Renata Guirau.

Pera assada

Ingredientes:
1 pera
1 colher de sopa de aveia em flocos
1 colher de sopa de castanhas picadas
1 colher de sopa de mel

Modo de Preparo:
Corte a pera ao meio, no sentido vertical, retire o centro da polpa e misture com as castanhas e a aveia. Use essa mistura para rechear a pera e finalize regando com mel. Leve ao forno médio por cerca de 20 minutos e consuma em seguida.

Bruschetta com pera e brie

Ingredientes:
4 fatias de pão de fermentação natural
2 colheres de sopa de azeite
4 fatias finas de queijo brie
4 fatias finas de pera
2 colheres de sopa de mel

Modo de Preparo:
Acomode as fatias de pão em uma assadeira e regue com azeite. Acrescente as fatias de queijo e de pera, regue com mel e leve ao forno médio, pré-aquecido, por cerca de 10 minutos.
Se desejar um sabor ainda mais especial, você também pode adicionar castanhas na finalização. Fica uma delícia!

Salada de folhas com pera

Ingredientes:
½ maço de rúcula baby
½ maço de alface crespa roxa
1 pera fatiada
1 xícara de muçarela de búfala em bolinhas
½ xícara de nozes picadas
2 colheres de sopa de vinagre balsâmico
1 colher de sopa de azeite
1 pitada de sal

Modo de Preparo:
Em uma saladeira, acomode as folhas de rúcula e de alface, e tempere com o sal, o azeite, o vinagre e a pimenta. Em seguida, acomode as fatias de pera, as bolinhas de muçarela (cortadas ao meio) e finalize com as nozes.

Smoothie de pera com banana

Ingredientes:
½ pera picada e congelada
1 banana nanica congelada
1 colher de sopa de aveia
Suco de 1 maçã
1 xícara de chá de iogurte natural
Gelo a gosto

Modo de Preparo:
Bata tudo no liquidificador ou mixer e consuma em seguida.

Fonte: Oba Hortifruti

Dia do Hambúrguer: conheça variações do prato para celebrar + receitas

Renata Guirau, nutricionista do Oba Hortifruti, dá orientações sobre o consumo e ensina diferentes receitas para celebrar a data

Presente no Brasil desde a década de 1950, o hambúrguer é um clássico e ganhou um dia para chamar de seu. Celebrado mundialmente em 28 de maio, o Dia do Hambúrguer ressalta a democratização e popularização do prato na sociedade.

Mesmo com toda sua fama, a opção ainda é vista como uma bomba calórica. Renata Guirau, nutricionista do Oba Hortifruti, ressalta que o lanche se torna calórico devido aos seus acompanhamentos, como molhos, bacon e ovos. Ela também cita o cuidado com o consumo.

“A atenção com a quantidade servida é muito importante para reduzir a ingestão calórica da refeição. Assim, também é possível avaliarmos se o consumo estará dentro de um hábito alimentar saudável ou não”, explica.

Outro ponto de destaque é a diferenciação entre o tradicional hambúrguer de fast food e o gourmet. A nutricionista conta que o principal diferencial está na presença de diversos componentes químicos, como os conservantes, por exemplo. “Os hambúrgueres ultraprocessados levam a adição de outros ingredientes, como proteína de soja, maltodextrina, corantes e aromatizantes. Desse modo, os hambúrgueres artesanais apresentam melhor valor nutricional”, diz.

Variações do hambúrguer

Os irresistíveis hambúrgueres ainda podem ser encontrados de variadas formas no mercado alimentício. Renata conta que há opções para além do tradicional hambúrguer bovino que se encaixam no paladar dos diferentes tipos de consumidores. “Carne de frango, peixe e de porco ou leguminosas, como ervilha, feijão e grão de bico, são ótimas opções para diversificar o lanche”, afirma.

A nutricionista também destaca três pontos relevantes para o preparo: utilizar temperos naturais nos blends de carnes; priorizar cortes frescos e de boa qualidade, e optar pela preparação assada ou grelhada, evitando fritura em imersão.

E para aproveitar da melhor forma com os seus sabores prediletos, não deixe de conferir as opções dos Hambúrgueres Oba Bem Querer, disponíveis nas opções de carne, com as versões clássico, costela e picanha, e de vegetal, produzidos com proteína de ervilha, nos sabores frango e carne.

Hambúrguer caseiro com costela

Ingredientes:
500g de patinho moído
500g de costela moída
1 cebola média ralada
2 dentes de alho amassados
Cebolinha a gosto, picada bem fininha
Sal e pimenta a gosto

Modo de preparo:
Misture todos os ingredientes, amassando bem com as mãos, até formar uma massa homogênea. Modele em formato de hambúrguer e asse ou grelhe até que fiquem no ponto desejado.

Hambúrguer caseiro fit

Ingredientes:
Pão de hambúrguer integral
150g de patinho moído
1 cebola roxa picada
Alface e tomate a gosto
2 fatias de muçarela light

Modo de preparo:
Tempere a carne com sal grosso ou de acordo com os temperos de sua preferência. Molde em formato de hambúrguer e leve para a grelha ou para o forno médio. Quando estiverem quase prontos, coloque duas fatias de muçarela light sobre cada um deles. Em seguida, aqueça o pão de hambúrguer integral. Passe um pouco de manteiga nas fatias e monte o lanche, adicionando o hambúrguer, as fatias de cebola, o tomate e o alface.

Vegetarianos

Hambúrguer de feijão branco

Ingredientes:
2 xícaras de chá de feijão branco cozido
½ xícara de milho cru
1 xícara de chá de farinha panko
1 colher de café de páprica picante
Sal e pimenta do reino a gosto
Salsinha picada a gosto

Modo de preparo:
Bata todos os ingredientes no processador e modele a massa em formato de hambúrguer. Se necessário, acrescente mais farinha panko para ajudar na textura. Leve para assar em forno médio preaquecido até que fiquem dourados.

Hambúrguer de shimeji

Ingredientes:
400g de shimeji
½ xícara de chá de farinha de rosca
¼ de xícara de chá de farinha de trigo
½ xícara de chá de cebolinha picada
1 colher de sopa de azeite
1 colher de sopa de shoyu
½ cebola ralada
1 colher de chá de sal
½ colher de chá de pimenta do reino moída na hora

Modo de preparo:
Em uma panela, aqueça o azeite e refogue a cebola. Acrescente o shimeji, o shoyu, a cebolinha, o sal e a pimenta. Refogue bem e desligue o fogo quando o líquido secar. Após esfriar, bata o shimeji temperado no processador junto aos demais ingredientes, até formar uma massa possível de modelar. Modele em formato de hambúrguer e grelhe ou asse em forno médio até que fiquem dourados.

Molhos

Maionese verde

Ingredientes:
300ml de maionese
Raspas de 1 limão siciliano
½ xícara de cheiro verde picado

Modo de preparo:
Bata tudo no mixer até formar uma massa homogênea. Sirva com seu hambúrguer preferido.

Molho de alho

Ingredientes:
5 dentes de alho picados
85g de iogurte natural (½ pote)
2 colheres de sopa de azeite
2 colheres de sopa de maionese
Sal e pimenta a gosto

Modo de preparo:
Bata tudo no mixer até formar uma massa homogênea. Sirva com seu hambúrguer preferido.

Fonte: Oba Hortifruti

Cardápio da Beleza: conheça os alimentos que fazem bem para a pele

Fontes de betacaroteno, de proteínas e de antioxidantes estão entre as principais dicas alimentares da nutricionista do Oba Hortifruti, Renata Guirau, para deixar a cútis bonita, protegida e cheia de vida

Você investe em bons produtos, faz a rotina de skincare religiosamente mas ainda sente que sua pele não está tão saudável? Então, saiba que o problema pode estar no que você coloca no prato! Assim como o corpo precisa de vitaminas e nutrientes para garantir a saúde e funcionar corretamente, a cútis também depende dos bons hábitos alimentares para estar sempre
bonita, brilhante e até mesmo renovar suas estruturas para se manter jovem por mais tempo.

De acordo com a nutricionista do Oba Hortifruti, Renata Guirau, a dieta equilibrada desempenha papel fundamental para quem quer conquistar a pele dos sonhos. A produção natural de colágeno – substância que vai assegurar uma textura firme e macia da pele – pode ser otimizada com o consumo dos alimentos adequados, por exemplo.

A profissional ainda comenta que existem até nutrientes que ajudam na fotoproteção oral, contribuindo para combater os danos causados pelos raios solares. “Um outro detalhe interessante e que pouca gente sabe, é que os cuidados com a saúde intestinal também contribuem para uma pele melhor”, complementa.  

Quer saber o que incluir no seu menu da beleza? Renata indicou as opções:

Capri23auto/Pixabay

·Fontes de betacaroteno, que vão atuar na proteção celular do tecido epitelial: cenoura, batata doce, abóbora, manga, mamão.

Pixabay

· Alimentos com alto potencial antioxidante, que protegem todas as células do nosso organismo contra os efeitos dos chamados radicais livres: vitamina C (frutas cítricas), vitamina A (alimentos amarelo alaranjados, leite, manteiga), vitamina E (azeites, abacate, coco), selênio (castanhas), e alimentos com compostos funcionais, como as frutas vermelhas, açafrão e gengibre.

·Proteínas, que ajudam na produção de colágeno e na renovação celular: carnes diversas, ovos, leite, queijos, feijões.

·Alimentos que ajudam na hidratação: beber muita água, água de coco, frutas suculentas e chás podem ajudar a pele a se manter melhor hidratada e, consequentemente, mais bonita e saudável.

·Fontes dos nutrientes precursores de colágeno: alimentos contendo zinco (carnes e feijões), selênio (castanha-do-pará) e silício (feijões) ajudam na produção natural de colágeno, proteína mais abundante no tecido epitelial.

Já do outro lado da moeda, estão os alimentos que podem tirar o viço e o aspecto bonito da pele, como o excesso de açúcar e produtos ultraprocessados em geral, que, de acordo com a nutricionista, “podem favorecer disbioses (desequilíbrio na flora bacteriana intestinal) e aumentar a inflamação do organismo – o que atua negativamente na pele”.

Renata também salienta que ainda que seja necessária a suplementação de nutrientes em certas fases da vida, de nada adianta focar apenas em suplementos nutracêuticos se a base da alimentação não estiver sendo bem feita. “Seguir uma alimentação o mais natural possível sempre será o que mais beneficiará a nossa pele”, finaliza a nutricionista.  

Ficou inspirado em investir em uma alimentação benéfica para a saúde da cútis? Então, aposte nas receitas selecionadas por Renata e comece já a cuidar mais da sua pele.

Smoothie de Laranja

Ingredientes:
½ cenoura ralada
Suco de 2 laranjas
1 polpa de maracujá congelada
2 colher de sopa de mel

Modo de preparo:
Bata tudo no liquidificador e consuma em seguida. Se necessário, acrescente o mínimo possível de água para ajudar a bater.

Picolé de abacaxi com hortelã


Ingredientes
100 mL de água de coco
200 mL de chá de hortelã
2 rodelas de abacaxi bem maduras, picadas em cubinhos pequenos

Modo de preparo
Misture a água de coco e o chá de hortelã. Coloque em forminhas de picolé, preenchendo o volume até a metade. Adicione os cubinhos de abacaxi, até que as forminhas fiquem preenchidas. Leve ao freezer por pelo menos duas horas antes de servir.

Frapê de Coco


Ingredientes
Polpa de 1 coco verde médio
4 colher de sopa de leite em pó desnatado
200 mL de água
1 xícara de chá de gelo

Modo de preparo:
Bata tudo no liquidificador e sirva em seguida.

Fonte: Oba Hortifruti