Arquivo da tag: repelente

Dicas para quem tem dúvidas na hora de usar repelente 

Dermatologista alerta que repelentes caseiros não possuem eficácia comprovada

O Ministério da Saúde informou que o Brasil confirmou mais 237 mortes por febre amarela desde o início da temporada de calor. Além de ser usado como prevenção ao surto da doença, o uso de repelente reforça a proteção contra o Aedes aegypty e previne outras patologias oriundas do mosquito. Beatriz Lima, dermatologista da clínica de medicina esportiva M. Albuquerque, esclarece algumas dúvidas sobre como aplicar repelentes.

1. Qual a maneira correta de aplicação?

menina repelente pernas pixabay
Pixabay

O repelente deve ser usado enquanto o indivíduo estiver acordado. Aplicar sobre toda a área de pele exposta, respeitando as reaplicações nos intervalos determinados pelo fabricante (as informações de cada produto sempre devem estar nos rótulos), as condições climáticas, como elevadas temperaturas e umidade, além do contato com água, que exige nova reaplicação, com a pele seca.

2. Qualquer um pode usar? Crianças, gestantes, idosos?

mulher grávida

Os repelentes de aplicação direta na pele não podem ser usados em crianças menores de seis meses de idade. Para os demais pacientes, inclusive gestantes, nutrizes e idosos, desde que o repelente seja aprovado pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), não há contraindicações. Para crianças menores de seis meses, deve-se usar repelentes ambientais e roupas leves, porém que cubram a maior superfície do corpo possível.

3. Quais são os aprovados pela Anvisa? e quais as diferenças entre eles?

Os repelentes aprovados pela Anvisa são os que geralmente contêm um dentre os três compostos a seguir: DEET, Icaridina e IR3535. Entre eles, o mais recomendado é o que contém a Icaridina, pois possui maior duração de ação, necessitando portanto de menos reaplicações e favorecendo uma melhor adesão e maior período de cobertura contra os mosquitos.

4. De quanto em quanto tempo precisa passar?

mulher passando repelente - Foto WiseGeek

A reaplicação dos repelentes depende de alguns fatores, como a característica do produto, a condição climática e o contato com a água. Em média, os repelentes à base de DEET precisam ser reaplicados a cada 4 horas, os à base de Icaridina, a cada 10 horas e os à base de IR 3535 a cada 2 horas e meia.

5. Existem tipos indicados para cada tipo de pele?

Sim. A indicação do tipo de produto para cada pele é feita principalmente pensando no veículo e na concentração do repelente. Para crianças, em geral, os produtos apresentam concentrações um pouco menores, portanto menos tóxicas. O formato costuma ser spray ou gel, que facilita as aplicações. Para os adultos, a indicação varia com o tipo de oleosidade da pele ou com a sensação almejada com o uso do produto. Em geral, para peles muito oleosas, ou para uso na face, recomenda-se os repelentes em gel. Quanto ao uso corporal, para aquelas pessoas que não gostam de aplicar cremes, o spray e o aerosol são boas alternativas.

6. Como aliar com o uso de filtro solar?

protetor -solar- rosto

O ideal é primeiro aplicar o protetor solar e em seguida o repelente, aguardando cerca de 15 minutos entre o primeiro e o segundo produto. Se reaplicar o protetor, repetir sempre o mesmo procedimento, com o repelente por último. O repelente pode inclusive ser aplicado por cima das roupas.

7. A pessoa pode dormir com o produto?

Não é recomendado dormir com o produto sobre a pele pelo risco de aumento de toxicidade, além da ausência de efeito comprovada. Na hora de dormir a proteção mais recomendada é o uso de mosquiteiros, repelentes ambientais, como os elétricos, janelas teladas, ventiladores e ar-condicionado.

8. Repelentes caseiros funcionam?

repelente caseiro pixabay
Foto: Pixabay

Apesar de existirem muitas receitas caseiras conhecidas, em especial de repelentes para o ambiente, os naturais não têm eficácia comprovada e não são recomendados. A questão é que não conseguimos saber se os métodos empregados na confecção das receitas mantém eficácia do repelente, além da sua concentração final.

Diagnóstico de febre amarela

O teste para a detecção da febre amarela é baseado na metodologia de imunofluorescência indireta e permite a detecção de anticorpos IgM e IgG contra o vírus causador da febre. Com sensibilidade e especificidade próximas de 95%, o teste de diagnóstico da febre amarela da Euroimmun oferece resultados de alta qualidade e confiabilidade.

Fonte: Euroimmun Diagnósticos

Uso de repelente é alternativa contra a febre amarela

Com as dificuldades que a população está encontrando para se vacinar, uma forma de se prevenir contra a picada do mosquito transmissor da febre amarela é com o uso de repelentes. Além de uma linha que protege crianças e adultos, a Grandes Marcas oferece produtos especiais para gestantes e bebês. Conheça as linhas!

:: Sai Inseto

SAI_INSETO_Family_Kids_Locao_100ml180119_151220.png

Possuindo até quatro horas de duração efetiva a linha de repelentes “Sai! Inseto” é indicado para o cuidado de toda a família. Sua formula promove uma fragrância suave e sensações refrescantes após a utilização.

:: Bebê Natureza

bebe_natureza_final180115_143201

O Spray Repelente da linha Bebê Natureza é indicado para crianças a partir de 6 meses, mas as mamães também podem usar. O produto não possui álcool em sua formulação e pode ser consumido diariamente, inclusive, aplicado em roupas.

:: Expert Total 10h

Nutriex_-_Spray_Repelente_de_Insetos_Expert_Total_10h180119_151220

Já a linha Expert Total oferece uma alta proteção sem agredir a pele. O produto tem eficácia garantida de até dez horas e não possui compostos químicos que possam ser prejudiciais à saúde de qualquer público, sendo ideais para gestantes e crianças que necessitam de uma maior atenção nesse tempo de alerta a doença.

Informações: Grandes Marcas – SAC  0800 702 1701

Brasileira cria biorepelente que protege até 60 dias contra Aedes aegypti

A Organização Mundial da Saúde acaba de considerar todo o estado de São Paulo como área de risco de febre amarela. Já são 36 mortes confirmadas pela doença em um ano, segundo dados da Secretaria Estadual da Saúde contabilizados desde janeiro de 2017. As cidades mais afetadas pela doença são Américo Brasiliense, Amparo, Atibaia, Batatais, Itatiba, Jarinu, Mairiporã, Monte Alegre do Sul, Nazaré Paulista, Santa Lucia e São João da Boa Vista.

Desde a confirmação da epidemia, os postos de saúde do estado, incluindo os da capital, têm registrado filas e horas de espera para a imunização contra a doença. A boa notícia em meio ao caos é que uma startup brasileira de alta tecnologia acaba de desenvolver uma solução inovadora a nível mundial para proteção contra o mosquito da febre amarela e dengue e insetos transmissores do zica e chikungunya, entre outros males.

aedes.jpg

Trata-se do Protec da Aya Tech, um biorepelente aerossol que protege até 60 dias contra o Aedes aegypti e é inovador em todos os sentidos: além do longo período de proteção, ele é feito a partir de compostos naturais extraídos de uma flor e seu solvente é à base de água, isto é, não agride seres humanos, animais e maio ambiente. O produto é para ser aplicado sobre a roupa, e não na pele, permanecendo no tecido por até 60 dias ou mais de 15 lavagens.

O desenvolvimento do Protec foi feito ao longo de anos de pesquisas pela engenheira química Fernanda Checchinato, CEO da Aya Tech. Doutora em Ciência e Engenharia de Materiais pela Universidade Federal de Santa Catarina e por Lyon, na França, onde trabalhou no laboratório CNRS, de onde já saíram 3 ganhadores do Nobel, Fernanda usou seu conhecimento em pesquisas, desenvolvidas ainda na JICA do Japão, para sintetizar a base de um biorepelente sem similares no mundo.

Segundo a executiva, a proteção se dá por efeito “knock down”. Ou seja: o inseto pousa ou passa pela superfície aplicada, absorve o produto e entra em estado de paralisia e morte. Além de roupas, o Protec pode ser borrifado diretamente em superfícies como sofás, cortinas, tapetes, carpetes, tiaras de cabelo e até coleiras de animais, além de pisos, azulejos e vasos de plantas. “A duração comprovada em testes laboratoriais exaustivos é de dois meses”, diz Fernanda, “ou, no caso de roupas, até 20 lavagens caseiras.”

protec.png

Outra grande sacada é a formulação do Protec, à base de permetrina e água. A permetrina, princípio ativo do biorepelente, é retirado de uma flor que qualquer um conhece – o crisântemo. ““Fruto de muito trabalho de pesquisa e desenvolvimento com nanotecnologias, é uma solução única no mundo e 100% brasileira contra a febre amarela”, diz a cientista.

Segundo Fernanda, além de proteger contra transmissores da febre amarela, dengue, zica virus e chikungunya, o Protec é eficaz contra ácaros, traça, formiga, barata, pulgas, carrapatos, muriçocas, borrachudos, pernilongos, moscas e outros insetos, inclusive os transmissores de doenças como leishmaniose e Síndrome de Guillain-Barré.

Fernanda Checchinato
Fernanda Checchinato

Informações: Aya Tech

 

Final de ano requer cuidados com as crianças, por Priscila Zanotti Stagliorio*

Daqui a pouco termina o ano, mas antes teremos festas e muitos momentos intensos que precisam de atenção especialmente para as crianças

Mais um ano finaliza e parece que foi ontem que tudo começou. Já estamos no período de férias escolares e com elas grandes emoções e, também, possíveis machucados, acidentes domésticos e idas ao pronto socorro de hospitais. Falarei a respeito de alguns cuidados básicos para evitar transtornos nas férias e garantir somente momentos bons, ao lado dos filhos e filhas, assim como durante as festas de natal e ano novo. Vejam as minhas dicas:

Cuidado com dias quentes

menina tomando suco criança pixabay
Pixabay

A partir de agora é comum os dias serem mais quentes e até escaldantes dependendo da região do país. O mais importante é sempre manter as crianças hidratadas com água, sucos naturais ou água de coco, oferecer alimentação balanceada com comidas mais leves como, por exemplo, legumes, carnes magras, saladas bem lavadas e até lanches naturais e repouso para recompor as energias quando necessário. Prefira a exposição ao sol entre os horários das 7 às 10 horas da manhã e após às 16 horas, quando o sol está menos agressivo – porém, vale ressaltar que é importante o bom senso dos pais e cuidadores, pois, no verão, há dias que o sol queima bastante entre esses horários.

Uso de filtro solar

menino criança praia protetor solar inspiredmagazine
Foto: InspiredMagazine

O uso de filtro solar é necessário em todas as estações do ano, independentemente de ter sol forte ou não. Os raios UVA e UVB afetam a nossa pele até em dias nublados, por isso a importância de nos proteger todos dias. No verão, o uso deve ser mais intenso, com aplicações a cada duas ou três horas quando exposto ao sol, praia e piscina. Também é importante dizer que esses produtos podem causar irritação na pele das crianças e é recomendável a indicação do pediatra para a compra de um protetor solar adequado para cada faixa etária. Menores de seis meses não podem usar filtro solar, somente com recomendação do pediatra. Para esses casos existem roupas protetoras com bloqueio das ações nocivas do sol. Também, é importante preservar a saúde e o corpo dos bebês e das crianças da exposição direta ao sol ou de locais muito quentes e ou abafados.

Uso de repelentes em crianças

menina repelente pernas pixabay
Pixabay

A temporada de dengue, zika vírus, febre amarela e chikungunya está chegando e para evitar o contágio é importante usarmos repelentes e eliminar possíveis criadouros de mosquitos transmissores. Recomendo aos pais e mães que fiquem atentos quanto às marcas e recomendações de aplicação e reaplicação dos produtos que prometem evitar as maldosas picadas de insetos, que além da doença, causam coceiras e lesões na pele. A maioria das marcas de repelentes não protege pelo tempo indicado nos rótulos, e vamos combinar que as crianças se sujam, entram e saem da água minimizando a proteção prolongada. Fale com o pediatra para a compra correta do produto e evite reações alérgicas nas crianças.

Uso de roupas e acessórios no verão e para passeios

menina criança praia boné píxabay
Pixabay

Não existem regras básicas para o uso de roupas em crianças, mas recomendações de serem de tecidos mais leves, fáceis de arejar a pele para evitar assaduras ou alergias conhecidas como dermatites. Nos dias mais quentes, tons muito escuros favorecem o superaquecimento, assim como a sudorese e, consequentemente, a desidratação na criança se colocada em risco com exposição ao sol e ou em locais abafados.
Os acessórios são bem-vindos desde que confortáveis para as crianças como, por exemplo, bonés e viseiras para proteger os olhos. Para passeios, prefira os looks mais versáteis com sandálias abertas para que os pés possam “respirar”.

Cuidados com viagens longas

crianças

Para algumas famílias é inevitável sair de férias em viagens nas quais o uso do carro (de passeio ou ônibus) é necessário. Com a demanda e o trânsito intenso, muitas viagens podem demorar mais do que o esperado e isso pode provocar estresse nas crianças, assim como desidratação, fraqueza, dor no corpo e outros sintomas inconvenientes. Como recomendação, faça paradas a cada duas horas de percurso e permita que a criança se estique, beba água e se alimente se estiver com fome. O conforto e a segurança são imprescindíveis para garantir o sucesso da viagem. Use sempre as cadeirinhas para crianças menores de sete anos e o cinto de segurança para os maiores.

Evite locais barulhentos e com muita luz

menina criança chorando píxabay
Pixabay

Bebês e crianças são sensíveis ao som alto e luzes fortes, por isso é importante resguardá-las de ambientes que não respeitem o limite de cada uma delas. Nas festas de final de ano, quando há grandes reuniões familiares, som alto e luzes decorativas, permita que a criança demonstre suas preferências e no caso de não gostar, não a force a ficar e tão pouco ensine na “marra” que é assim para sempre. Som alto pode afetar os tímpanos e causar lesões importantes, assim como as luzes que diretamente nos olhos pode causar distúrbios oculares temporais e ou efetivos. O limite e sensibilidade são demonstrados com o tempo pela criança e, geralmente, os cuidadores (pais e mães) sabem identificar quais são.

Acidentes domésticos

crianca-cozinha.png

Acidentes domésticos são comuns nas férias e podem acontecer em um piscar de olhos – seja uma queda, uma intoxicação alimentar ou até mesmo algo inusitado como quebrar um dente abrindo uma garrafa. As crianças são capazes de fazer feitos indescritíveis e o cuidado e segurança delas devem estar em primeiro lugar sempre. Quando os pais não podem cuidar diretamente de seus filhos, recomendo que vejam a possibilidade de um familiar ou amigo (maior de idade) se responsabilizar pela segurança e bem-estar dos pequenos, assim como observar possíveis sintomas de doenças que causam febre, dor, vômito e ou diarreia, além das quedas. Para todos os casos é importante o atendimento presencial do médico pediatra.

Seguindo algumas dessas dicas, as férias podem render momentos divertidos e inesquecíveis para todos.

*Priscila Zanotti Stagliorio é  médica pediatra há mais de dez anos, atua na zona norte de São Paulo, em consultório particular, no Pronto Socorro do Hospital São Camilo – unidade Santana, e na rede Dr. Consulta – unidades Tucuruvi e Santana. Em seu currículo possui diversas participações em congressos, cursos de especialização e atuações em prontos socorros, clinicas e ambulatórios médicos da grande São Paulo – Capital. Oferece curso personalizado para gestantes e mamães com recém-nascidos.

 

Procura por repelentes aumenta 78% com alerta de febre amarela

População aposta no uso do produto para se proteger do mosquito transmissor da doença

Com os vários casos de macacos diagnosticados com febre amarela, as pessoas estão atentas e buscando formas de se prevenir.. Além da vacina em postos de saúde, a população também está procurando os repelentes como uma opção de proteção contra os mosquitos silvestres (Haemagogus e Sabethes), que são transmissores da doença.

A internet tem sido uma grande aliada nessa busca, já que facilita a pesquisa de preço desses itens. O Zoom, site e app comparador de preços identificou um aumento de 78% nas buscas por repelentes, comparando a terceira semana de outubro com a semana anterior, período em que o assunto começou a repercutir mais.

exposis

O líder do ranking feito pelo Zoom sobre os repelente mais buscados é o Exposis Spray, que custa em média R$ 58,90. Na segunda posição há o repelente da mesma marca, mas em gel, Repelente Exposis Gel Hipoalergênico 100m, este pode ser encontrado por R$ 37,90. E o terceiro colocado também é da marca Exposis, mas em gel, infantil e sem perfume e é bem mais barato: 18,13.  Completam o ranking repelentes de outras marcas que custam entre R$ R$ 6,98 e R$ 26 e variam de fabricante e formato, pois alguns estão disponíveis em spray e outros em loção.

“Cada vez mais é comum que as pessoas busquem itens do seu cotidiano, como os repelentes, na internet, já que esse é o meio mais ágil de pesquisar preços”, comenta Thiago Flores, diretor executivo do Zoom.

Confira abaixo os rankings dos repelentes mais buscados no Zoom:

 

Produto/Modelo

Menor Preço

Repelente Exposis Spray Extreme Sem Perfume 100Ml

R$ 58,90

Repelente Exposis Gel Hipoalergênico 100ml

R$ 37,90

Repelente Infantil Gel Exposis Sem Perfume – a partir de 6 meses – 100ml Exposis

 

R$ 18,13

Loção Baby Anti-Mosquito 100Ml Johnson & Johnson

 

R$ 17,81

Repelente Off Aerosol Com 165 Ml

 

R$ 15,99

Repelente Repelex Citronela Spray 100ml

 

R$ 10,90

Spray Repelente OFF! Family Aloe Vera 200ml

R$ 20,00

Repelente Off Refresh Spray 100ml

R$ 9,49

Repelente off locao com 100 ml

R$ 6,98
10°

Repelente Corporal Infantil SBP Advanced Spray Kids – 100ml

R$ 26,68

Fonte: Zoom – Outubro de 2017

Penalty lança roupas com repelente

Com opções adulto e infantil, peças da linha Repellent prometem proteção contra os mosquitos Aedes aegypti

Em busca de uma solução para proteger as pessoas dos mosquitos transmissores da dengue, zika, chikungunya e da febre amarela, a Penalty, especializada em acessórios esportivos, apresenta a linha Repellent.

Testado pelo Instituto de Biologia da Unicamp, o tecido que compõe a coleção possui permetrina, substância usada como repelente de mosquitos. As peças com repelente são resistentes a lavagens e não agridem quem veste.

CAMISA20PENALTY20REPELENTE_301998_9000_2017431138411

Com opções adulto e infantil, as roupas são confeccionadas 100% em poliamida. Além do efeito repelente, as peças possuem proteção UV, e as exclusivas tecnologias Dry On, que oferece rápida absorção e transporte do suor para as camadas externas do tecido, garantindo uma secagem mais rápida da peça, e Nano Fresh, que previne a proliferação de bactérias responsáveis pelo surgimento de odores e permite a evaporação mais rápida do suor.

Para adultos, estão disponíveis camisas feminina e masculina em seis opções de cores e legging feminina na cor marinho. Para infanto-juvenil, as peças são unissex, disponíveis em quatro tamanhos (8, 10, 12 e 14) e em seis cores.

penalty.png

A linha Repellent já pode ser encontrada nas lojas esportivas de todo o país. O preço sugerido é R$ 99,99 para as peças adulto e R$ 89,99 para as camisas infanto-juvenil.

Informações: Penalty

Repelente corporal com Icaridina reforça proteção contra o Aedes aegypti

 

A SBP sempre protegeu a família em casa  e agora também vai acompanhar o consumidor em todos os lugares. É com este conceito que SBP entra no mercado de repelentes cosméticos com o lançamento de SBP Advanced Repelente com Icaridina, uma solução avançada e eficaz contra as picadas do mosquito Aedes aegypti e as doenças que ele transmite como zika, dengue e chikungunya.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde, OMS, os repelentes à base do princípio ativo Icaridina são eficazes e garantem proteção de longa duração contra o Aedes aegypti.

SBP entra na categoria de repelente corporal como um estímulo adicional em um mercado em franco crescimento, especialmente durante o verão. As vendas no país cresceram 57% em 2016*. Os produtos estão disponíveis para suprir o mercado nacional.

O SBP Advanced Repelente com Icaridina foi aprovado pela ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), é dermatologicamente testado e pode ser usado em gestantes1 e crianças a partir dos seis meses de idade.

A linha é composta por três versões (Gel, Spray e Spray Kids):

SBP Advanced (Spray e Gel): repelente corporal de longa duração com Icaridina, princípio ativo recomendado pelo OMS, em sua fórmula. Oferece proteção contra os insetos voadores, inclusive o mosquito que transmite dengue, zika e chikungunya. É à base de água, sem fragrância e testado dermatologicamente. Pode ser utilizado por toda a família, inclusive crianças a partir de 6 meses.

O produto está disponível em três versões:

Spray 100ml

Spray -ALTA RESOLUÇÃO.PNG

Spray Kids

Spray Kids - ALTA RESOLUÇÃO.PNG

Gel 100ml

Gel - ALTA RESOLUÇÃO.PNG

Sobre a Icaridina
A icaridina é recomendada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como princípio ativo de repelentes eficaz para repelir o Aedes aegypti, evitando picadas de mosquitos por um longo tempo após a aplicação na pele. A icaridina é liberada para a aplicação na pele de crianças a partir dos seis meses de idade e em gestantes.

Informações: SBP

Netfarma tem surpresas para a Semana do Consumidor

Durante toda a Semana do Consumidor, de 12 a 18 de março, a sua megafarmácia digital Netfarma preparou muitas surpresas!

Estarão em destaque no site kits exclusivos nas categorias Maquiagens, Higiene e Cuidados e Dermocosméticos, além de brindes para pedidos.

As condições de frete grátis para a Grande São Paulo e Brasil continuam (consulte o site) e nas compras com cartões de crédito American Express, é possível parcelar em até 7 vezes sem juros.

As ofertas estarão disponíveis por tempo limitado e até o final dos estoques. Avise suas leitoras e seguidoras pra elas aproveitarem também! Confira alguns produtos da promoção:

Creme Anti-idade L`Oréal Revitalift Laser X3 – De R$ 104,20 por R$ 71,00

creme-anti-idade-loreal-revitalift-laser-x3-50ml_zoom170310_173317
Kit Água Micelar Solução de Limpeza Facial L’Oréal Paris Dermo Expertise 5 em 1 – De R$ 81,18 por R$ 39, 90

kit-agua-micelar-solucao-de-limpeza-facial-l-oreal-paris-dermo-expertise-5-em-1-2-x-200ml_zoom170310_173317
Kit BB Cream L’Oréal Paris FPS 20 Cor Escura – De R$ 106,96 por R$ 36,90

kit-bb-cream-l-oreal-paris-fps-20-cor-escura-2-x-50ml_zoom170310_173317

Kit Veet Peles Delicadas Folhas Depilatórias Facial + Corporal – De R$ 46,38 por R$ 24,90

kit-veet-peles-delicadas-folhas-depilatorias-facial-corporal-2-x-12-folhas_zoom170310_173317
Kit Repelente Repelex Citronela Loção + Multi-Inseticida SBP Óleo de Citronela Aerossol – De R$ 39,71 por R$ 21,90

kit-repelente-repelex-citronela-locao-multi-inseticida-sbp-oleo-de-citronela-aerosol-100ml-300ml_zoom170310_173317

Informações: Netfarma

Chega ao Brasil repelente para ser usado por cachorros

Quem tem um cão em casa sabe que os insetos não são um problema apenas para os humanos. Além de incomodar, eles podem trazer riscos à saúde do cão. Pensando nisso, a Jambo Pet lança seu mais novo produto: Insect Shield. O produto, exclusivo para pets, tem tecido repelente, que utiliza alta tecnologia para unir um poderoso e seguro repelente à fibra do tecido. Sua ação é altamente eficaz contra mosquitos, moscas, pulgas, carrapatos e vários outros insetos vetores de doenças.

O Insect Shield é apresentado em duas versões: bandana (tamanho único, porém adaptável para todos os portes) e pescoceira (em três tamanhos), ambas feitas em um tecido flexível e respirável disponíveis nas cores verde ou laranja. O produto pode ser adaptado para todas as raças de cães.

Seu inovador formato evita grandes inconvenientes dos repelentes tradicionais, que devem ser aplicados diretamente na pele dos cães e necessitam de reaplicações após um breve período. Para melhorar, testes em laboratório comprovaram que a ação repelente de Insect Shield dura por toda a vida útil do tecido.

repelente

A fórmula utilizada no Insect Shield é a Permetrina, um repelente utilizado nos EUA desde 1977 e aprovado por várias agências reguladoras e organismos internacionais, tais como a EPA (US Environmetal Protection Agency). A FDA (US Food and Drug Administration) também aprova o uso da Permetrina em diversos produtos comercializados nos EUA.

A tecnologia Insect Shield já é utilizada largamente nos uniformes do exército americano e em roupas especiais para camping, esportes outdoor e trabalhos em áreas de risco. A novidade é a sua utilização para a proteção dos pets, proporcionada pela sua ação eficaz e prolongada, e pela sua fórmula segura, inodora e que não gera alergia e intoxicações aos animais.

repelente222

“O Insect Shield, com seu poder repelente oferece mais conforto e segurança ao cão, e tranquilidade ao seu tutor. Seu tecido refletivo ajuda a localizar e proteger o animal durante a noite. Também não deixamos de lado a estética. Tanto a bandana como a pescoceira tem design e estampas para agradar a todos os gostos”, afirma Rony Friedlander, diretor da Jambo Pet.

Informações: Jambo Pet

 

Como se prevenir de doenças causadas por mosquitos

De um lado a população, do outro, mosquitos transmissores de doenças que continuam tirando o sono. Diferente do que aconteceu em 2016, quando houve um surto de casos de zika vírus, este ano a preocupação das autoridades de saúde é com o chikungunya. As duas doenças, assim como a dengue, são transmitidas pela picada do mosquito Aedes aegypti.

Além disso, São Paulo e Minas Gerais enfrentam casos de febre amarela silvestre, doença infecciosa, de curta duração e gravidade variável. Neste caso, os vilões são mosquitos do tipo Haemagogus e Sabethes. O Ministério da Saúde recomenda que todas as pessoas que moram ou têm viagens planejadas para áreas silvestres, rurais ou de mata verifiquem se estão vacinadas contra a febre amarela. A vacina passa a fazer efeito após um período de dez dias. Já no caso do Aedes aegypti, o ideal é não descuidar e evitar deixar água parada.

Em ambas as situações, é importante usar diariamente um bom repelente. Existem inúmeras opções disponíveis no mercado, mas, para maior proteção e segurança, os repelentes feitos à base de icaridina são os mais indicados já que oferecem ação prolongada, por até sete horas. Abaixo, Julinha Lazaretti, bióloga com pós-graduação em Imunologia e Diretora de Pesquisa e Desenvolvimento de produtos da Alergoshop, respondeu algumas dúvidas frequentes com relação ao uso do produto. Confira:

Como funciona o repelente? Ele repele devido ao cheiro?
Sim os repelentes agem formando uma “nuvem” de odor repulsivo aos insetos.

Tenho que passar de quanto em quanto tempo?
Como a eficácia depende de muitas variáveis, o ideal é que se use na frequência do menor tempo indicado no rótulo, pois os testes são feitos em ambientes controlados, diferente do que encontramos no dia a dia. Para os repelentes com Icaridina, o ideal é que reaplique a cada sete horas nas temperaturas abaixo de 30ºC e a cada quatro horas nas temperaturas acima de 30ºC.

Existe um horário do dia que preciso dobrar a atenção e não ficar sem repelente?
Cada inseto possui um hábito diferente do outro. O Aedes aegypt, por exemplo, tem o hábito de se alimentar mais ao amanhecer ou ao entardecer, e costuma agir a meia altura, ou seja, nas pernas de um indivíduo em pé.

aedes

Sobre usá-lo por cima da roupa, até que ponto isso é necessário? O mosquito pode picar por cima da roupa?
Existe uma polêmica sobre este assunto. Alguns especialistas afirmam que os mosquitos podem picar por cima da roupa sim, portanto, na dúvida é recomendado o uso do repelente sobre a roupa também, principalmente as que possuem tecidos com tramas mais largas, por onde o inseto possa picar.

Como deve ser usado em relação ao protetor solar, hidratante e maquiagem?
Os repelentes de Icaridina devem sempre ser usados por último, pois sua ação se dá pela vaporização do princípio ativo que forma uma “nuvem” sobre a pele e assim repele os insetos. O ideal é que seja utilizado 15 ou 20 minutos após a aplicação de outro produto (protetor solar, hidratante ou maquiagem).

Como o repelente deve ser aplicado (em quais partes do corpo) e qual a sua durabilidade na pele?
O repelente deve ser aplicado uniformemente nas áreas expostas do corpo. Vale ressaltar que sua ação só é observada muito próxima ao local aplicado, por isso é muito importante que a aplicação seja uniforme. Para evitar a inalação direta do repelente, nas partes altas do corpo como braços, colo, pescoço e rosto, recomenda-se que a aplicação do spray seja feita primeiro na mão e depois espalhada nestas regiões. A repelência em testes variou em torno de sete horas, mas esta eficácia depende da temperatura ambiente já que quanto mais alta menor o tempo de repelência. É recomendado que a gestante, por exemplo, reaplique no máximo 3 vezes ao dia com intervalos de quatro horas. É muito importante utilizar outros métodos de proteção como ficar longe dos focos de mosquito e o uso de roupas compridas. Sempre antes da utilização de qualquer produto a gestante deve consultar seu médico para que ele faça uma avaliação e recomende a melhor dosagem e cuidados.

O uso diário desse tipo de repelente durante toda a gestação pode acarretar em quais problemas para a mãe e para o bebê?
As grávidas devem evitar qualquer tipo de repelente caseiro, pois além de não terem passado por nenhum tipo de teste de segurança como os comercializados podem não ser eficientes, deixando a gravida exposta aos riscos de contaminação pelo zika. Os repelentes de mercado são obrigados a passar por testes de segurança e são avaliados pela Anvisa. Os à base de Icaridina podem ser utilizados em crianças acima de dois anos e, portanto, são os que conseguem oferecer a melhor eficiência com menor risco. Embora este tipo de repelente já seja usado há mais de 20 anos na Europa e venha apresentando excelentes resultados e baixíssimos riscos, não há testes realizados em grávidas, por isso o uso deve ser criterioso e acompanhado pelo obstetra.

alergoshop

Alergoshop

A Alergoshop, marca especializada em produtos hipoalergênicos e responsáveis, é uma das únicas que disponibiliza repelente a base de icaridina no mercado. O repelente da Alergoshop possui 20% de concentração de icaridina e repele 100% dos mosquitos da dengue nas primeiras 7h de exposição, de acordo com testes realizados em laboratórios especializados. O produto é livre de DEET e parabenos, substâncias usadas nos repelente comuns e que devem ser evitadas por grávidas e crianças. O Repelente Hipoalergênico Alergoshop afasta carrapatos e insetos, incluindo o mosquito Aedes Aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya e deve ser reaplicado ao longo do dia.

O Repelente Hipoalergênico pode ser encontrado nas lojas Alergoshop ou pelo site, no valor de R$ 59,90 (120ml).