Arquivo da tag: ressaca

Você já ouviu falar em “Ressaca de Páscoa”?

Pois é, ela existe e pode trazer muitos transtornos para sua saúde se você perder o controle diante das tentações dos ovos de Páscoa

O maior risco é achar que os ovos vão sumir e aí perder os limites. Comer chocolate, em grande quantidade e num curto período, pode fazer com que o organismo tenha picos de açúcar e eleve a glicemia (açúcar no sangue) com rapidez, sendo liberada grande quantidade de insulina. Este processo pode estimular a vontade de comer mais doce, criando um ciclo vicioso.

Apesar de deliciosos e irresistíveis, os chocolates dos ovos, contêm açúcar, leite e gordura, além do cacau. Juntos e consumidos de forma exagerada, esses ingredientes podem sobrecarregar o fígado e o intestino e a consequência é ter sintomas como náuseas, vômitos e dor de cabeça. É a chamada “Ressaca de Páscoa”. Por isso, é preciso lembrar que a vida continua no dia seguinte.

Mas não é justo se privar 100% dos ovos de Páscoa, só se houver restrições médicas. Alguns truques podem ajudar:

-Prefira comer chocolate após as refeições, para reduzir o impacto da liberação de insulina. As fibras e proteínas de outros alimentos irão ajudar a reduzir o pico de açúcar.
-Opte por chocolates, a partir de 70% de cacau, são mais saudáveis, com menor teor de açúcar e gorduras.
-Escolha uma alimentação leve no pós-Páscoa, para aliviar seu fígado. Frutas e verduras são ideais. Evite carnes, principalmente as vermelhas, e carboidratos simples, como pães e massas.
-Beba bastante água. A hidratação é fundamental num período de “ressaca”, mesmo que de chocolates.
-Se sobrarem ovos, congele. Assim sua Páscoa poderá durar alguns meses e o consumo ser dividido em porções, em vários dias.
-Substitua os ovos por outras receitas com chocolate e que podem ter menor valor calórico.

O importante é não ser radical no consumo de qualquer alimento e vale também para o chocolate, pois essa “proibição” pode gerar uma compulsão posterior, por influenciar numa descompensação psicológica, e desencadear sentimentos como ansiedade e culpa, também prejudiciais para saúde e bem-estar, em especial nos diabéticos, pelo risco de afetar o controle da doença.

Fonte: Durval Ribas Filho – Doutor em Medicina, Médico Nutrólogo e Endocrinologista pelo CFM (Conselho Federal de Medicina). Coautor dos livros “Tratado de Nutrologia”, “Obeso Acolhido” e “Livro-Texto de Obesidade”. Presidente da Abran – Associação Brasileira de Nutrologia

Chef ensina canjiquinha para curar ressaca

Carnaval é sinônimo de alegria, diversão, e em alguns casos exageros no consumo de bebida alcoólica. Pra reverter os impactos nada melhor do que uma alimentação leve e nutritiva que seja saborosa e prazerosa para o consumo. A Chef Otávia Dom Cabral ensina uma receita pratica de canjiquinha.

Otávia é formada em Curso de Cozinha Profissional I, Cozinha Profissional II, Curso de Transformação caseira de carne suínas, Festival de Receitas do Campo, Especialista na fabricação de Cachaça, Fabricação de Doces caseiros. Curso de cultivo de Pimentas e em receitas do campo.

Também é graduada em Tecnologia em Gastronomia, Pós Graduação em Gastronomia Contemporânea. Participação em Festivais de Churrasco de grande renome: A Porca (Gyn), Villa Mix (Gyn), Fogo de Chão (Gyn), Macellaio (Gyn), Cerrado BBQ (Anp), Fogo na Brasa (BsB), Villa de Montanha(Jacutinga-MG), Churrascada (SP), Mr. Moo (SP), BBQ Mix(Gyn e SP), entre outros.

Canjiquinha

Ingredientes
500g canjiquinha xérem
500g costelinha de porco
1kg coxa e sobrecoxa de frango
200g cebola
500g tomate
50g alho
30g cúrcuma
50ml óleo
Sal e pimenta a gosto

Modo de preparo
Tempere o frango e a costelinha com sal e pimenta a gosto e deixe descansar por 30 minutos. Em uma panela média, ferver 2 litros de água e hidratar a canjiquinha. Em uma panela de fundo grosso, aquecer o óleo, colocar a cebola, alho e a cúrcuma, dourar quase que queimar, acrescente o frango e depois a costelinha, refogue bem até que cheguem ao ponto bem macio e cozidos, adicione o tomate e deixe até desmanchar, acrescente água para terminar o cozimento, cerca de 10 minutos, finalize com a canjiquinha e deixe engrossar até o ponto desejado, use cheiro verde para decorar o prato.

Canjiquinha-cura-ressaca-Foto-Divulgação-1-768x576

Bebeu demais? Veja como diminuir os sintomas da ressaca

Hidratação e alimentação saudável são alternativas para aliviar os sintomas após ter ingerido álcool em excesso

Carnaval, época de rever os amigos, curtir os bloquinhos de rua, os trios elétricos e ver as escolas de samba. Com toda essa festa alguns foliões exageram na ingestão de bebidas alcoólicas e no dia seguinte sentem mal-estar, a famosa ressaca. “As indisposições começam de 6 a 8 horas após o consumo excessivo de bebidas alcoólicas e os efeitos podem durar cerca de 24 horas. Isso acontece após um pico entre 0,11% e 0,12% de concentração de álcool no sangue”, explica Diana Lara, neurocirurgiã da BP – Beneficência Portuguesa de São Paulo.

Segundo a especialista, os sintomas da ressaca variam de pessoa para pessoa: dependem de fatores genéticos, do quanto ela se alimentou e se hidratou. “O acúmulo de álcool no corpo interfere nos nossos hormônios e no sistema imunológico e essas alterações acabam contribuindo para a sensação de ressaca”, afirma ela.

Bebeu demais? A especialista da BP dá dicas para você amenizar os efeitos da ressaca:

1 – Você realmente estará indisposto

GettyImages mulher ressaca

Se você exagerou na bebida provavelmente sentirá indisposição. Existem vários sintomas e os mais comuns são náuseas, boca seca, tontura, desconforto gastrointestinal, cansaço, tremedeira, ausência de apetite, falta de concentração, sonolência e sudorese, além de dor de cabeça.

2 – No dia seguinte…

agua copo

Ingerir bastante líquido e ter alimentação balanceada é o grande segredo para se livrar da ressaca. O principal método para se proteger desse mal-estar é a hidratação. Por isso, após abusar da bebida é fundamental tomar bastante água, repousar e tirar o dia para fazer refeições leves a base de saladas, frutas, legumes e sucos naturais.

3 – Antes de beber, coma algo

mulher comendo macarrão

O ideal é nunca beber de estômago vazio e ingerir carboidratos e proteínas antes de consumir bebidas alcoólicas, pois a absorção do álcool fica mais lenta, minimizando os efeitos da ressaca.

4 – Remédios de farmácia contra ressaca

ressaca queensland health

Medicamentos como antiácidos, analgésicos e antieméticos podem ajudar a amenizar os sintomas, porém não há evidência científica de nenhum tipo de medicamento que cure a ressaca. Não há como afirmar se esses remédios tomados antes da ingesta alcoólica de fato ajudam no alívio dos sintomas da ressaca.

Quantidade de bebida alcoólica ingerida é determinante na intoxicação do organismo

“Quem já teve uma forte ressaca, nunca esquece”, brinca Carolina Novoa, Enfermeira Mestre em ciências da saúde pela Universidade de São Paulo (USP). Afinal, como ela pontua, os sintomas são bastante intensos: forte dor de cabeça, sensibilidade a ruídos e luminosidade intensa, tontura, náusea, vômito, palidez, tremores e sede significativa.

E por que isso acontece?

mulher-bebendo-vinho
Foto: edmontonfetalalcoholnetworkorg

“Já nos primeiros 10 minutos de ingestão de bebida alcoólica, o álcool chega à mucosa do estômago e começa a ser absorvido e transportado pela corrente sanguínea até o fígado. Ali, ele será metabolizado em uma substância chamada acetaldeído, tóxica para o organismo”, conta Carolina.

Como nosso corpo é feito para se “autodesintoxicar”, ele tenta se livrar do acetaldeído o quanto antes. “Quando a ingestão é baixa, o organismo consegue metabolizar a substância e transformá-la numa espécie de vinagre atóxica. Mas, se a pessoa exagerar, em 20 minutos após beber, o corpo não dá conta de neutralizar todo o acetaldeído – aí surgem os sinais da embriaguez”, detalha.

A embriaguez ocorre quando o acetaldeído chega ao sistema nervoso central. O resultado é alegria, excitação ou depressão e tristeza, comprometimento do julgamento, perda de equilíbrio, fala mole, entre outros sintomas.

“Após cerca de 1 hora do início do consumo de álcool, o sistema de depuração que controla o hormônio antidiurético entra em ação e surge a forte vontade de urinar”, explica a enfermeira, “como a pessoa não está ingerindo água, a desidratação ocorre mais rapidamente e agrava os sintomas da ressaca”. É por isso que o indicado é sempre alternar uma dose de bebida alcoólica com outra de água ou água de coco.

E quando a ressaca bater?

mulheres bebendo cerveja
Foto: Shutterstock

O ideal é prevenir este mal, bebendo de forma moderada, devagar e de estômago cheio para retardar a formação do acetaldeído.

Mas, se não deu para prevenir, dá para remediar!

Chá de Mate e Matcha

Carolina conta que é preciso reidratar o organismo para reduzir os sintomas ruins. Beber bastante água, chá, sucos é essencial. A alimentação também deve ser leve e não se deve ficar em jejum. A enfermeira orienta o consumo de carnes magras, verduras e legumes frescos, crus o cozidos e nada de frituras ou gorduras.

Dicas importantes

A enfermeira alerta para alguns cuidados extras:

bebida energetica PIXABAY
Pixabay

– Nunca misture bebida alcoólica com energético. A cafeína e a taurina, substâncias estimulantes presentes nessas bebidas, fazem com que o consumo de álcool seja maior e o trabalho cardíaco também. “A pessoa pode evoluir para um quadro de infarto, parada cardiorrespiratória e até morte”, alerta.

vomito dor doente mulher african rubiz

– Álcool é fator de risco para alguns tipos de câncer, como os de fígado, cólon e esôfago, lesões hepáticas e pancreáticas. Beba sempre com moderação.

alcool carnaval margarita

– A substância também atrapalha a absorção de nutrientes, podendo causar desnutrição grave, alteração do metabolismo ósseo, causa de disfunção erétil e infertilidade, sobrepeso e dependência.

“Apesar de ser um tipo de droga legalizada e muito usada socialmente, o uso frequente de bebidas alcoólicas pode levar a situações de abuso e dependência química. Policie o seu consumo”, conclui a enfermeira.

Restaurante faz menu especial para foliões se recuperarem de ressaca

O “trio cura ressaca” é a novidade criada pelo chef Pedro Amaral do restaurante Amazônia Soul, localizado na Vila Mariana em São Paulo.

A sugestão do chef são os pratos Tacacá, Maniçoba e pra finalizar o verdadeiro açaí do Pará. O cardápio altamente nutritivo e energético promete curar a ressaca de um dia de bebedeira e folia, preparando o folião para aguentar os demais dias de festa.

Açaí – Premium R$ 19,90 – Premium (large) – R$ 25,90

Acai

Açaí – é um alimento rico em proteínas, gordura vegetal, vitaminas B1, C e E, minerais e fibras, que irão garantir muita energia para aguentar todos os dias de festa. A fruta tem uma parte de gorduras monoinsaturadas (60%) e poli-insaturadas (13%), que auxiliam na redução do colesterol ruim (LDL) e melhoram o HDL (colesterol bom).  O consumo da fruta fortalece os ossos e cartilagens, auxilia nas funções da memória, reposição energética, prevenção de doenças cardiovasculares e trânsito intestinal, graças a presença dos minerais, cálcio e Ferro.

Tacacá – R$ 27,90

Amazonia- tacaca

Tacacá – um dos pratos mais famosos da culinária paraense, sua base é o caldo da mandioca ralada que é servido com folhas de jambu, que promovem sensação de formigamento e tremor na língua. Seja nos dias de chuva que são esperados neste Carnaval, ou nos de calor, o Tacacá é uma boa pedida. O caldo revigora e fortifica o corpo, cortando o efeito do cansaço, aquecendo de dentro para fora, deixando o folião pronto para mais um dia de Carnaval.

Maniçoba – R$ 34,90

Amazonia-176 mani~çoba

Maniçoba – considerada a feijoada paraense, é feita a partir da folha da maniva (mandioca) cozida e misturada aos pertences de uma feijoada comum. A folha da maniva possui sais minerais tais como ferro, cálcio, vitaminas A e C, além de ter propriedades antioxidantes, que auxiliam na prevenção do envelhecimento precoce e no fortalecimento do sistema imunológico, evitando gripes, resfriados e infecções. Por ser rico em calorias esse prato é essencial para repor a energia gasta na folia.

*Os pratos que compõe o “Trio Cura Ressaca” são vendidos separadamente.

Sobre o restaurante Amazônia Soul

Em funcionamento na cidade de São Paulo desde 2018, o restaurante Amazônia Soul foi pensado para ser um local onde os seus clientes pudessem apreciar o melhor da culinária nortista. Em seu cardápio encontramos os famosos pratos: Pato no Tucupi, Vatapá Paraense, Maniçoba, Tacacá, os peixes Filhote, Dourada, Pirarucu e Tambaqui.

A casa também oferece o melhor açaí do mundo, totalmente puro e orgânico, oriundo da produção familiar do fundador do Amazônia Soul São Paulo, Pedro Amaral, que recebe o produto dos açaizais às margens do Rio Arauaya no Pará. Com clima agradável, música ambiente regional, e diversas obras de artes espalhadas pela casa, a experiência de imersão na cultura Paraense e Amazônica é completa.

Amazônia Soul São Paulo: Rua Áurea, 361 – São Paulo – Vila Mariana – São Paulo. Horário de funcionamento: Terça a sábado, das 12h às 22h. Dominfo: das 12h às 20h 

Quatro opções de sucos para melhorar a disposição pós-carnaval

Os dias de carnaval exigiram energia extra para aguentar a maratona de blocos, trios e desfiles. Uma boa opção para aproveitar o período é investir no preparo de sucos. “Os dias de folias são sinônimo de festas, diversão e alguns exageros. Tendo em vista que a bebida alcoólica associada à exposição ao sol é grande causadora de desidratação, é necessário apostar em sucos práticos e nutritivos para manter o organismo funcionando corretamente”, ressalta Ione Leandro, nutricionista da Onodera Estética.

Abaixo, a nutricionista separou algumas receitas para se recuperar do carnaval e ter a saúde em dia:

Suco Para Desintoxicar e Garantir Disposição

suco melancia 1zoomme
Foto: 1zoomme

Ingredientes:
– 2 xícaras de melancia picada
– ½ maçã
– 1 colher (sopa) de gengibre ralado
– Suco de ½ limão
– 150 ml de água de coco

Modo de preparo
Bata todos os ingredientes no liquidificador.

Suco para Imunizar

foto doctorsbeyondmedicine suco
Foto DoctorsBeyondMedicine

Ingredientes:
– Suco de 4 laranjas (sem adição de água);
– 2 folhas de couve manteiga sem talo;
– hortelã a gosto
– Suco de ½ limão
– 1 fatia média de abacaxi
– 10 gotas de própolis

Modo de preparo
Bata todos os ingredientes no liquidificador.

Suco Para Combater a Ressaca e Mal-estar

suco contra ressaca.jpg

Ingredientes:
– suco de 1 limão
– 250 ml de água de coco
– 1 cm de gengibre ralado ou 1 colher da café de gengibre em pó
– 2 fatias de abacaxi

Modo de preparo
Bata todos os ingredientes no liquidificador e beba sem coar.

Suco Para Desinchar após exageros

suco desinchar.jpg

Ingredientes
– Suco de 1 lima-da-pérsia
– 2 xícaras de chá de melancia picada
– 6 folhas de capim-cidreira fresco
– 150ml de chá de hibisco

Modo de preparo
Descasque as frutas. Passe na centrífuga, ou bata no liquidificador com os outros ingredientes. Se preferir, coe.

Fonte: Onodera

Como não deixar a ressaca atrapalhar a folia

Já no ritmo de feriado e chegada do Carnaval, muita gente traçou planos para aproveitar os dias de folga. Seja em casa, no litoral ou no interior, as comemorações não param e, muitas delas, vêm acompanhadas de cerveja, drinques e outras bebidas alcoólicas. Mas, depois de muita festa, é importante pensar na chamada ressaca.

Sintomas comuns após a ingestão exagerada de bebidas alcoólicas são as dores de cabeça, sensibilidade à luz, enjoo e vômito, falta de apetite e sede. De acordo com o cardiologista Luiz Bettini, professor do curso de Medicina da Universidade Positivo, os efeitos são causados por conta da absorção do álcool no organismo.

Cocktail with Rio de Janeiro, Brazil beach background

“Para metabolizar o álcool, diversos órgãos do corpo, principalmente o fígado e o pâncreas, precisam trabalhar mais, causando os sintomas conhecidos da ressaca”, explica o cardiologista.

Outro efeito muito conhecido após a ingestão de bebidas alcoólicas é o aumento da necessidade de urinar. Esse sintoma é explicado pelo estímulo causado pelo álcool na diurese. “Quando a pessoa ingere altas doses de álcool, a bebida aumenta a vontade de ir ao banheiro e, não ocorrendo a ingestão adequada de líquidos, isso acelera o risco de desidratação”, conta Bettini.

A glicose também deve ser um ponto de atenção ao ingerir álcool. “A metabolização do etanol sobrecarrega as células do fígado, que acabam deixando de lado a produção de glicose e aumentam o risco de hipoglicemia”, explica Bettini. De acordo com o professor, o ideal, ao ingerir álcool, é não ultrapassar mais de dois drinques por dia. “A ingestão moderada corresponde a 30 ml de álcool, sendo, em média, 720 ml de cerveja, 300 ml de vinho ou 60 ml de uísque 100% puro”, ressalta.

E como evitar ou curar todos esses sintomas? Seguem algumas dicas do cardiologista:

agua e vinho pixabay
Pixabay

=Beba bastante água intercalando com a ingestão de álcool e também durante a ressaca.

suco de laranja dvir
Foto: Dvir;/Morguefile

=Tome suco natural de frutas: um copo de suco de laranja, por exemplo, contém frutose, açúcar que ajuda o corpo a eliminar o álcool.

mulher-dormir_maquiada
=Repouso. Descansar bastante. A maioria das ressacas some dentro de 24 horas.

azeite
=Azeite. Nos países do Mediterrâneo, um remédio popular é tomar uma colher de azeite de oliva antes de beber, para diminuir a absorção do álcool. Mas é preciso cuidado, pois a gordura pode levar ao desenvolvimento de outras doenças.

torrada queimada tulsa lifestyle
Foto: Tulsa Lifestyle

=Uma das práticas adotadas em prontos socorros para tratar a intoxicação por álcool é a ingestão de compostos de carvão. Comer uma fatia de torrada queimada funciona como uma versão muito mais leve desse tratamento.

O principal conselho para evitar a ressaca é “beba com moderação!”.

Fonte: Universidade Positivo

Carnaval: alimentação correta aumenta energia e dribla efeitos do álcool

O Carnaval chegou e é importante tomar alguns cuidados com a alimentação para curtir os cinco dias de festa sem dores de cabeça. Alguns alimentos, como frutas, ajudam a diminuir os efeitos colaterais do álcool e da ressaca. O ideal, nesse período, é fazer refeições mais leves e frequentes, o que ajuda a manter a energia sem excessos, e tomar cuidado com as comidas de rua.

“O principal foco deve ser a hidratação. Em seguida, manter a alimentação em volumes moderados e espaçados”, conta Patrícia Costa Bezerra, coordenadora do curso de Nutrição do Centro Universitário IESB.

castanha de caju pixabay
Pixabay

“Os carboidratos, como pães e massas, ajudam a repor a energia e devem ser consumidos com moderação. As proteínas reforçam nossa musculatura e sistema imunológico. As gorduras boas – presentes no azeite e em castanhas – são excelentes fontes de energia também, e os vegetais repõem vitaminas e sais minerais”, continua.

Para a professora, os principais vilões são os períodos longos sem refeições. Eles podem causar fraqueza, tontura e, em casos mais graves, até desmaios, já que a festa costuma exigir bastante energia. O excesso de gordura e frituras também pode trazer mal-estar, principalmente se forem consumidos na rua, em locais de procedência duvidosa.

churrasco-kebab-carne

“Observe principalmente as condições de armazenamento das comidas. O grande problema é que muitas vezes os alimentos já contaminados ou mantidos em temperaturas inadequadas não apresentam mudanças na aparência, no sabor ou na cor”, diz Patrícia.

“Por isso, os foliões devem procurar locais mais seguros para comer e evitar alimentos expostos há muito tempo. É preciso ter um cuidado especial com preparações que levam molhos e cremes, pois elas têm um maior risco de contaminação”, completa.

Outro fator importante a se considerar é o consumo de bebidas alcoólicas. O consumo em grandes quantidades ou por um tempo prolongado é perigoso para o corpo. Frutas e líquidos são a ferramenta mais importante para combater os efeitos colaterais e a ressaca.

coconut-with-coconut-water
Foto: Kamdora

“Aumente a quantidade de água, frutas e sucos de frutas no período, como de melancia, abacaxi, melão e água de coco”, diz a professora. “É fundamental destacar que os líquidos consumidos para hidratação não podem conter álcool, já que as bebidas alcoólicas desidratam ainda mais o corpo”, finaliza Patrícia.

Fonte: Centro Universitário IESB

Saiba quais alimentos ajudam a curar a ressaca das festas de fim de ano

As festas de fim de ano são pura diversão, mas os exageros do consumo excessivo de bebidas alcoólicas e comidas gordurosas trazem mal-estar e ressaca, principalmente nos dias mais quentes de verão. Se você já sabe que vai beber muito, é bom pegar algumas dicas de como se recuperar.

A nutricionista Leusimar Malta Nunes, da rede de supermercados Prezunic, alerta sobre a importância de escolher os alimentos certos para curar a ressaca e manter a disposição durante todas as festas.

Confira os melhores alimentos para quem está de ressaca:

agua de coco

· Água de coco: além de hidratar, a água de coco repõe os minerais perdidos com o consumo de bebidas alcoólicas.

agua com alecrim feedfeed
Foto: FeedFeed

· Água aromatizada com alecrim: ajuda no alívio da dor de cabeça e aumenta a circulação sanguínea.

sardinha

· Atum e sardinha em lata: ajudam a repor diversos minerais que o corpo perde quando se ingere álcool.

frutas maca uva cesta

· Frutas: são boa fonte de água, carboidratos, vitaminas e minerais. Elas podem ser consumidas como sobremesas e, também, como opção para pequenos lanches entre as refeições principais. Destaque para a banana que é ótima fonte de potássio.

pães

· Massas, bolos e pães: são ricos em carboidratos. Se transformam em açúcar depois de digeridos e fornecem energia para o corpo.

couve

· Couve e espinafre: contêm ácido fólico, vitamina C e enxofre, que colaboram com a limpeza do fígado.

graos integrais everyday health
Foto: Everyday Health

· Grãos integrais: possuem muita vitamina B e ácidos, são aliados do processo de desintoxicação produzido pelo fígado para se livrar dos excessos cometidos.

OVOS

· Ovo: rico em proteína cisteína, que contém glutationa. Quando o corpo detecta a presença de álcool, produz uma substância tóxica denominada acetaldeído. Em seguida, produz glutationa para evitar intoxicação. Portanto, o ovo é um aliado na cura da ressaca.

tomate

· Tomate: é rico em vitamina C, glutationa e potássio. Ele tem propriedades antioxidantes, que ajudam a combater os radicais livres liberados pelo consumo de álcool.

Boldo Tea Health Benefits
Foto: HealthyFitnessTipss

· Chás: boldo e carqueja ajudam a diminuir as toxinas, auxiliam na digestão e diminuem o mal estar.

isotonico_capa-660x330

· Isotônicos caseiro: 500 ml de água, suco natural de frutas (laranja, limão, uva – 50 ml), açúcar (mascavo, demerara ou cristal – 2 colheres de sopa), e sal (1 colher de chá).

Fonte: Supermecados Presunic

Dia da Ressaca: Capitão Barley oferece pint de chope artesanal por R$ 6,00

O Carnaval acabou, mas um dos mais tradicionais bares e espaços de cultura cervejeira da cidade de São Paulo preparou uma promoção especial para quem quer continuar as comemorações. Hoje (24), o Capitão Barley comemora o Dia da Ressaca com preço especial no chope de cerveja artesanal.

O bar irá oferecer os três estilos da casa com mais de 60% de desconto. O preço, em dias normais, do pint (500 ml) sai por R$ 17,00 e hoje sairá por R$ 6,00. Os estilos que terão preços promocionais – das 12 às 17 horas, ou enquanto durar o estoque de 200 litros de cada estilo – serão a IPA, a Weiss e a Pilsen.

“Pretendemos, a partir de agora, comemorar a data anualmente, praticando preços chamativos para atrair as pessoas que queiram conhecer ou curtir as cervejas artesanais conosco nos ajudando a democratizar a cultura cervejeira “, afirma Amilcar Parada.

Conhecida por ser um polo cervejeiro, o Capitão Barley é um bar e centro de cultura de cervejas artesanais descolado que oferece um ambiente e um atendimento sem frescuras. Todos os atendentes são beer sommeliers preparados para sugerir e tirar dúvidas sobre cada cerveja servida na casa.

capitão barley
Bolovo – massa de linguiça artesanal e ovo com gema cremosa – acompanhado do chope artesanal Pilsen do Capitão Barley – Foto: Felipe Scappatura

Serviço:
Dia da Ressaca
Onde: Rua Cotoxó, 516, Pompéia, São Paulo
Data: 24 de fevereiro
Horário da promoção: 12h às 17h
Horário de funcionamento da casa: 12h às 23h30
Entrada: Gratuita