Arquivo da tag: risoto

Tio João oferece linha Cozinha Fácil para quem quer preparar pratos mais sofisticados

A arte de cozinhar envolve diversos conceitos e o mais importante deles é, sem dúvida, a harmonização dos ingredientes. Habilidade e talento de grandes chefs de cozinha, a gastronomia é muito mais uma questão de percepção e experimentação e só quem vivencia a atividade diariamente consegue chegar a conclusões de misturas mágicas, capazes de marcar nossa memória para sempre.

Exatamente por conta disso e para possibilitar esta experiência de forma prática, é que grandes marcas de alimentos, como o Tio João, têm desenvolvido produtos inspirados em receitas da alta gastronomia e superfáceis de preparar em casa.

Entre os produtos oferecidos pela marca está a linha Cozinha Fácil , que apresenta receitas com misturas semiprontas como Arroz com Funghi, Arroz com Brócolis, Arroz com Tomate e Manjericão, entre outras opções, que basta um acompanhamento para que a refeição fique completa e perfeitamente harmonizada.

O Arroz com Tomate e Manjericão, por exemplo, é ideal para acompanhar carnes e aves. Entre seus ingredientes, além do arroz parboilizado e do tomate, o produto conta com um mix de temperos (manjericão em flocos, alho e cebola granulados) e um toque de açúcar, para equilibrar a acidez. Preço pelo Armazém Tio João, e-commerce da marca, é de R$7,48 a embalagem de 250 gramas.

Já o Arroz com Funghi traz os cogumelos, em sua versão desidratada, que apresentam um sabor marcante e agregam personalidade ao prato, harmonizando perfeitamente com carnes vermelhas ou aves. O preço do produto pelo Armazém Tio João é de R$7,48 a embalagem de 250 gramas.

Outro destaque da marca é a linha Cozinha e Sabor, que conta com receitas semiprontas de pratos completos, como Arroz Carreteiro, Arroz com Galinha e uma série de risotos, que embora sejam uma paixão nacional, são pratos mais sofisticados e difíceis de fazer. Por isso, pensando em facilitar o preparo, o Tio João incluiu em seu cardápio opções como Risoto à Valligiana, Risoto Napolitano e Risoto à Parmigiana. O Arroz Carreteiro, por exemplo, leva charque e temperos regionais da cozinha gaúcha. O produto está disponível no Armazém Tio João por R$7,98 a embalagem de 175g.

Para quem não abre mão de um prato mais elaborado, o Risoto à Parmigiana vem com o equilíbrio certo dos ingredientes. Inspirado na culinária de Parma, tem o sabor forte do queijo típico dessa região, além de temperos e especiarias que sintonizam com sua presença. Preço do produto pelo Armazém Tio João: R$7,98 a embalagem de 175g.

Outro risoto que merece destaque é o Milanês. O prato é um dos mais tradicionais da Itália e leva o sabor do açafrão equilibrado com outros temperos e ingredientes naturais. Pode ser encontrado no Armazém Tio João por R$7,98 a embalagem de 175g.

Na linha dos integrais, a marca apresenta uma série de combinações de grãos e cereais, de sabores e texturas que harmonizam entre si. Um dos destaques fica por conta dos 7 Grãos Integrais, que levam arroz integral parboilizado, lentilha, semente de girassol, linhaça, arroz vermelho, quinoa e gergelim. Preço do produto pelo Armazém Tio João: R$8,48 a embalagem de 500g.

Confira estes e outros produtos no site do Armazém Tio João, que sempre promove descontos.

Nutricionista ensina cardápio fácil, prático e saudável para o Dia das Mães

O dia é especial, o momento é de homenagem, mas como ainda não é o momento, melhor deixar os abraços e beijos para depois, cuide-se

Tradicionalmente o Dia das é Mães é comemorado no segundo domingo de maio. E como a pandemia de Covid-19 continua em alta no país, melhor comemorar a data com quem moramos e preparando os pratos.

Por isso reinvente-se, e prepare você mesmo um almoço especial para sua mãe ou esposa. E para te ajudar nesta tarefa, a nutricionista Adriana Stavro montou um cardápio fácil que pode ser adaptado de acordo com a preferência de cada uma. Lembrando: organize suas compras e evite aglomerações de última hora. #proteja-se

Entrada – Creme de Palmito

Ingredientes
1 colher sopa de manteiga
1 cebola média ralada
1 dente de alho bem picadinho
2 vidros de palmito picados em cubos pequenos
1 colher sopa de farinha de trigo ou amido de milho
1 litro de leite ou de caldo de legumes
Sal e pimenta do reino à gosto
Salsinha e cebolinha à gosto

Preparo:
Em uma panela, coloque a manteiga e leve ao fogo até derreter. Acrescente cebola e alho, refogue até a cebola ficar transparente, acrescente o palmito e deixe cozinhar por + ou – 5 minutos, mexendo de vez em quando. Polvilhe com uma peneira a farinha ou amido de milho e misture. Tempere com sal e pimenta-do-reino. Aos poucos, junte o leite ou o caldo de legumes, mexendo sempre até obter um creme homogêneo (se o creme empelotou, bata no liquidificador ou passe por uma peneira grossa). Acerte o sal e finalize com salsinha e cebolinha.

Dica:o palmito pode ser substituído por aspargos ou cebolas.

Prato principal – Risoto de Shitake e Amêndoas Torradas

Ingredientes:
2 litros de caldo de legumes (receita abaixo)
1 cebola grande picada em cubinhos finos
2 dentes de alho picados em cubinhos finos
2 colheres de sopa de azeite
2 colheres de sopa de manteiga
200 gramas de cogumelo tipo shimeji
200 gramas de cogumelo tipo shitake cortado em tiras finas
500g de arroz arbóreo
2 xícaras de chá (400ml) de vinho branco seco
Sal de ervas e pimenta do reino à gosto
Salsinha e cebolinha a gosto
Queijo parmesão ralado a gosto
1 xícara chá de amêndoas torradas e picadas

Modo de preparo:
Para o caldo de legumes: adicione legumes como cenoura, cebola, alho-poró, talos de salsinha e cebolinha ou alho em 2,5 litros de água. Deixe ferver em fogo baixo por 30 minutos. Isso vai render em média 2,0 litros de caldo.

Base: em uma panela aqueça o azeite e 1 colher de sopa de manteiga. Acrescente a cebola e o alho e frite muito lentamente até ficarem macios. Acrescente o arroz e abaixe o fogo. O arroz vai começar a fritar levemente. Continue mexendo lentamente. Depois de aproximadamente 2 minutos, ele vai ficar levemente transparente. Aumente o fogo e acrescente o vinho e continue mexendo até secar. Acrescente o caldo (quente) aos poucos (de concha em concha) mexendo lentamente. Adicione um pouco de sal e abaixe o fogo. Deixe cada concha de caldo secar antes de adicionar a próxima. Prove o arroz. Se estiver al dente, está pronto. Em outra frigideira coloque 1 colher de sopa de azeite e refogue os cogumelos com sal e pimenta do reino.
Retire a panela do fogo e misture o restante da manteiga, o parmesão, e os cogumelos. Mexa bem delicadamente. Tampe a panela e deixe descansar de 2 a 3 minutos, no máximo, tempo suficiente para atingir a cremosidade necessária. Por fim, salpique a salsinha a cebolinha e por último acrescente as amêndoas torradas. Sirva imediatamente.

Dica: cogumelos podem ser substituídos por camarão, rúcula com tomate seco, pera com gorgonzola. Lembrando que se usar frutos do mar, tire o queijo parmesão. Eles não combinam.

Sobremesa – Torta Crua de Castanhas com Recheio de Mousse de Chocolate 70% Cacau

Ingredientes:
200g de castanhas-do-pará
200g de nozes
100g de pistache
200g de ameixas secas ou uvas passas ou tâmaras
1 colher de sopa de óleo de coco ou manteiga de coco
1 pitada de sal ou flor de sal

Recheio – ingredientes mouse 70% cacau:
200g de chocolate 70% cacau
1 pitada de sal ou flor de sal
1 colher de chá de café solúvel (opcional)
½ xícara de leite desnatado (se preferir pode pôr um leite vegetal)
1 lata de creme de leite batido em chantili ou chantili de garrafa com xylitol a gosto
Essência de baunilha a gosto

Cobertura – Ingredientes:
1 xícara de chá de morangos
1 xícara de chá de mirtilos
1 xícara de chá de framboesa
Uva sem caroço (se preferir uma opção mais barata)

Preparo – mouse 70% cacau:
Misture o chocolate com o leite quente. Adicione o café e deixe descansar por 5 minutos. Prepare o chantili com a essência de baunilha. Misture todos os ingredientes até formar um creme homogêneo.

Preparo da base:
Bata todos os ingredientes no liquidificador. Use a tecla pulsar. Não deixe virar uma massa. O ideal é ficar pedaços das sementes. Misture a manteiga de coco ou o óleo de coco. Isso vai ajudar a dar liga. Coloque em uma forma previamente untada com óleo de coco e molde com as mãos. Adicione a mousse de chocolate e leve à geladeira por 4 horas. Retire da geladeira e coloque as frutas vermelhas. Para finalizar jogue nozes e amêndoas cortadas grosseiramente.
OBS. as frutas e as amêndoas podem ser colocadas na hora de servir.

Para beber – Suco de Laranja, Cenoura, Acerola e Gengibre

Ingredientes:
2 laranjas pera sem casca e sem sementes
1 cenoura média descascada
1 pedaço pequeno de gengibre cortado em cubinhos
1 sachê de acerola congelada ou 1 xícara de chá acerolas

Modo de fazer:

Bata todos os ingredientes no liquidificador, com 500ml de água filtrada e gelo a gosto. Passe pela peneira. Sirva em taças, fica lindo e gostoso.

Vinho – sugestões
Vinho Pérez Cruz Reserva Doña Mariana Sauvignon Blanc
Vinho Eternitá Rosa Rosé

Fonte: Adriana Stavro é nutricionista funcional e fitoterapeuta, especialista em Doenças Crônicas não Transmissíveis (DCNT) pelo Hospital Israelita Albert Einstein – Mestranda do Nascimento a Adolescência pelo Centro Universitário São Camilo.

Alcachofra está de volta ao menu sazonal da Mercearia do Francês

Durante o mês de outubro, a iguaria é destaque na casa com um prato inédito

Localizada no bairro de Higienópolis desde 2005, a Mercearia do Francês traz o espírito descontraído dos bistrôs parisienses com uma cozinha franco-brasileira em um ambiente acolhedor e charmoso. Sempre atenta às novidades e respeitando a sazonalidade e frescor dos alimentos, em outubro acontece a época mais esperada da casa pelos clientes: a época da alcachofra no menu.

Sendo assim, para a edição de 2020 o chef e sócio da casa, José Luiz Balon, criou um prato exclusivo com a iguaria, que se assemelha a uma flor e homenageia a chegada da primavera: risotto de alcachofra com pinoles ao perfume de trufas.

Leve e de sabor inigualável, a opção estará no menu sazonal da casa enquanto tiver a safra. Além disso, clássicos como Steak Tartare, Crepes e Saladas, entre outros, estão também entre as opções da casa, que possui um ambiente charmoso e acolhedor, perfeito para um almoço de negócios até um jantar a dois.

Para acompanhar, na Mercearia do Francês é possível apreciar vinhos dos mais diversos países, além de drinks com espumante Chandon Reserve Brut, tal como a Água de Paris feita com morangos, suco de laranja, gelo e a bebida; Clericot, que leva frutas cítricas, soda e vinho branco; Gin tônica com manjericão, limão e pimenta rosa; e champagne francesa, além de bebidas não-alcoólicas.

Mercearia do Francês: Rua Itacolomi, 636 – Higienópolis – São Paulo. Horário de funcionamento: de segunda a sábado, das 12h às 15h e das 19h às 22h; respectivamente, e, aos domingos, das 12h às 18h (apenas almoço). Nestes horários também é possível realizar pedidos via iFood, telefone e take away, além de reservas.

Casamento perfeito: vinho e risoto

Especialista dá dicas de vinhos ideais para serem harmonizados com o clássico da gastronomia italiana

Nada melhor do que agradar as pessoas que gostamos. Uma maneira fácil e prática de conseguir isso, é com a gastronomia. Que tal apostar em um belo e versátil risoto, um clássico italiano, para conseguir uns pontinhos com aquela pessoa especial? Afinal, o jeito mais fácil de tocar no coração de alguém, é por meio do estômago.

O risoto pode ser servido como entrada em pequena quantidade, como prato principal ou ainda como acompanhamento de carnes. Além disso, a versatilidade permite que ele seja harmonizado com diversas bebidas, principalmente um vinho de qualidade. De acordo com Abel Blumenkrantz, executivo da Garage Vinhos, vinhos e risotos harmonizam tão bem que formam o “casal” perfeito da gastronomia.

Risotto alla milanese – Dreamstime

No Brasil, os risotos mais conhecidos são o Risotto alla Milanese (risoto milanês), o Risotto com Funghi (risoto ao funghi) e o Risotto al Quattro Formaggi (risoto aos quatro queijos). Alguns ingredientes são indispensáveis para a receita, entre eles o arroz dos tipos arbório, arbório integral, carnaroli ou vialone nano, caldos aromáticos, cebola, manteiga, vinho e queijo.

Mas na hora da harmonização, qual é o vinho ideal para cada risoto? Para Abel, os ingredientes do preparo irão definir essa escolha. “Os ingredientes utilizados no risoto é que vão determinar qual o melhor vinho para a harmonização. Antes de escolher a bebida, é fundamental prestar atenção nas peculiaridades do preparo. Como o risoto é muito versátil, o leque de vinhos para harmonização também é muito grande”, comenta.

Segundo o especialista, os vinhos brancos e rosés costumam acompanhar muito bem risotos preparados com ingredientes leves. “Se você for fazer um risoto com legumes ou frutos do mar, os brancos e rosés são um complemento perfeito”, explica. “Mas as receitas com carne, linguiça, cordeiro ou carne de caça, precisam de um vinho com mais intensidade. Daí eu sugiro a harmonização com tintos leves”, completa Abel.

Confira algumas dicas especiais do especialista:

• Risoto de frutos do mar, com mexilhões, lulas e ou polvo.
Vinho: Casas del Toqui Reserva Sauvignon Blanc
Tipo de uva: Branca
Uva: Sauvignon Blanc
Origem: Chile

• Risotos de filé mignon, com funghi, carne seca e ou linguiça
Vinho: Casa Scarpa
Tipo de uva: Tinta
Uva: Barbera D’Asti
Origem: Itália

• Risoto de queijo brie:
Vinho: Las Perdices Reserva Chardonnay
Tipo de uva: Branca
Uva: Chardonnay
Origem: Argentina

• Risoto de aspargos com presunto parma
Vinho: Espumante De Vergy Blanc de Blancs Brut
Tipo de uva: Brancas
Uvas: Ugni Blanc, Colombard, Chardonnay
Origem: França

Cogumelos são gostosos e saudáveis: aprenda receitas de pratos nutritivos

Incentivar o consumo desse produto rico vitaminas essenciais e proteína é uma forma de turbinar sua saúde, imunidade e de auxiliar seus pequenos e médios produtores neste momento de crise. A Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo tem desenvolvido diversas ações para evitar ou reduzir a perda da produção desses agricultores junto à chefes de cozinha renomados, à bancos de alimentos e ao incentivo de venda direta aos consumidores, por meio de delivery. Que tal aproveitar a chegada do final de semana para preparar um prato gostoso e nutritivo com esses fungos?

A Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA) e a Coordenadoria de Desenvolvimento dos Agronegócios (Codeagro), ambas instituições ligadas à Secretaria de Agricultura, possuem o livro “Cogumelo – Variedades e Receitas”, com informações e receitas sobre os diversos tipos de cogumelo, como o cogumelo Champignon de Paris, Portobello, Shiitake, e Shimeji. Segundo a publicação, os cogumelos são importantes na dieta alimentar, devido à presença de proteínas de alto valor biológico em sua composição, carboidratos, fibras, vitaminas do complexo B, minerais e baixa quantidade de gordura.

“Cogumelos ainda são a única fonte não animal de vitamina D natural. Todas as outras fontes alimentares naturais de vitamina D são de origem animal, de aves ou frutos do mar. Os cogumelos cultivados contêm um esterol vegetal chamado ergosterol, que é o precursor da vitamina D². Em cogumelos frescos, o ergosterol é estimulado a converter em vitamina D² pela luz ultravioleta, luz solar ou luzes artificiais”, afirma Daniel Gomes, pesquisador da APTA. Os níveis de vitamina D de variedades comuns de cogumelos estão listados abaixo para uma porção padrão de 100 g. Recomenda-se 200 UI para adultos até os 50 anos.

Variedade de cogumelo

cogumelos

Champignon de Paris – 3 Unid/100g – 4% do % Diaria (200 UI)
Shiitake (Cozido) 26 Unid/100g – 13% do % Diaria (200 UI)
Fonte: USDA National Nutrients Database
*15% do consumo da necessidade diária de vitamina D, é considerada um ótimo consumo por poção.

Como escolher cogumelos

cogumelo_portobello

Cada cogumelo comestível possui uma forma, sabor e textura, o que proporciona diversos tipos de preparação pelos consumidores. Na hora de comprar no mercado, é preciso estar atento se o cogumelo está firme, se apresenta cheiro agradável, coloração uniforme e um leve brilho na superfície. “Eles não devem ter danos físicos, como amassados, arranhões, estarem partidos ou quebrados, encharcados, manchados, com a presença de bolor e insetos dentro da embalagem”, afirma Gomes.

Por serem vendidos frescos, eles podem conter pequenos resquícios de terra de cultivo, o que é normal. A limpeza, no momento da preparação do prato, deve ser feita com um pano. Além da versão fresca, os consumidores podem adquirir os produtos enlatados ou em conservas.

A APTA desenvolve diversas pesquisas científicas e ações que visam incentivar o consumo de cogumelos frescos e possui forte atuação junto à cadeia de produção e suas associações. As pesquisas desenvolvidas pela Agência em pós-colheita, por exemplo, resultam em melhorias aos cogumelos comercializados. Além disso, Gomes atua em algumas áreas da gastronomia em conjunto com chefes de cozinha e revistas de gastronomia para levar o cogumelo em grandes eventos do setor, aproximando produtores, chefes e consumidores.

Risoto de Shiitake

Jeferson Urias Urias por Pixabay risoto shitake cogumelo
Foto meramente ilustrativa: Jeferson Urias Urias/Pixabay

Ingredientes: Caldo de frango
1 peito de frango sem pele (150 g)
3 e ½ xícaras (chá) de água
1 colher (chá) de alecrim
1 colher (chá) de ervas finas
1 colher (chá) de tomilho
6 ramos de salsinha
2 colheres (chá) de sal

Modo de preparo
Lave o frango e reserve. Em uma panela, coloque o frango, a água, os temperos e o sal. Deixe cozinhar por aproximadamente 20 minutos e reserve o caldo.

Ingredientes: Risoto
1 bandeja de cogumelos Shiitake (200g)
2 e ½ colheres (sopa) de manteiga
1 cebola pequena
2 dentes de alho médios
1 colher (sopa) de azeite
1 xícara (chá) de arroz arbóreo
¼ xícara (chá) de queijo parmesão ralado

Modo de preparo
Lave os cogumelos, corte-os em lâminas e reserve. Em uma panela, derreta suas colheres (sopa) de manteiga, refogue os cogumelos e reserve. Descasque, lave e pique a cebola e o alho. Em uma panela, refogue no azeite, a cebola e o alho e acrescente o arroz. Em seguida, coloque uma xícara (chá) do caldo de frango quente e deixe secar um pouco. Coloque mais meia xícara (chá) do caldo, deixe secar e repita o processo por mais duas vezes. Depois de pronto, acrescente o cogumelo, coloque o restante da manteiga e o queijo parmesão ralado. Deixe descansar na panela tampada por cerca de cinco minutos. Sirva quente.

Bolinho de arroz com cogumelos Portobello

BOLINHO ARROZ COGUMELO ANPC
Foto meramente ilustrativa/ANPC

Ingredientes
¼ de cebola roxa média
2 dentes de alho pequeno
1 ramo de cebolinha
4 ramos de salsinha
1 xícara (chá) de cogumelo Portobello
2 xícaras (chá) de arroz cozido
2 ovos
2 colheres (sopa) de leite integral
¾ xícara (chá) de farinha de trigo
3 xícaras (chá) de óleo de soja

Modo de preparo
Lave, descasque e pique a cebola roxa e o alho. Lave e pique a cebolinha, a salsinha e o cogumelo. Misture todos os ingredientes picados com o arroz cozido, os ovos, o leite e acrescente a farinha, aos poucos, para dar liga. Em seguida, faça bolinhos, modelando com duas colheres e disponha-os em uma assadeira untada com óleo, ou com papel manteiga. Leva ao freezer para congelar, por aproximadamente 50 minutos. Em uma panela, aqueça o óleo de soja. Retire os bolinhos do freezer e frite-os por imersão no óleo quente. Escorra-os em papel absorvente e sirva em seguida.

Fonte: Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo

Que tal aprender uma receita de risoto de shitake e passas?

Pois a Divino Fogão ensina a preparar risoto de shitake e passas. Mais uma oportunidade de se aventurar pela cozinha nestes dias de quarentena. Confira o passo a passo:

Risoto de Shitake e Passas

Ingredientes:

Mirepoix:
1 cenoura em cubos
1 cebola em cubos
2 xícaras de aipo em rodelas
2 folhas de louro
2 litros de água para cozimento

Molho:
50ml de azeite
50g de farinha de trigo integral
1 vidro de leite de coco

Shitake:
200g de shitake
50ml de azeite
2 colheres de sopa de shoyu

Risoto:
2 xícaras de arroz arbóreo
2 dentes de alho
¼ de cebola
½ copo de vinho branco
2 colheres de sopa de uva passa

Modo de preparo:

Mirepoix:
Colocar todos os ingredientes em uma panela e cozinhar em fogo baixo até reduzir a metade da água, por mais ou menos uns 30 minutos. Coar e reservar.

Molho:
Em uma panela colocar o azeite esperar esquentar, acrescentar a farinha e deixar cozinhar. Adicionar o leite de coco e deixar cozinhar até encorpar o molho. Reservar.

Shitake:
Em uma panela colocar o azeite, o shitake e o shoyu, mexer, deixar reduzir e reservar.

Risoto:
Colocar a uva passa de molho no vinho branco por 30 minutos. Coar e reservar. Refogar o alho e a cebola até murchar. Adicionar o arroz e mexer bem, colocar o vinho branco e mexer até evaporar o vinho. Colocar o caldo de legumes aos pouco, a uva passa e ir mexendo até terminar de cozinhar. Desligar o fogo, acrescentar o molho e mexer sem parar até incorporar bem. Colocar no prato e finalizar com o shitake e salsinha.

divino-fogao-receita-risoto-funghi

Fonte: Divino Fogão

Rossopomodoro oferece novos pratos

Criadas pelo chef italiano Rosário Minucci, as receitas napoletanas são destaques na unidade do Itaim (SP)

O Rossopomodoro Cucina e Pizzeria Napoletana, segunda unidade da marca italiana localizada no Itaim (SP), lançou novos pratos em seu menu prezando por ingredientes que vêm de produtores locais da região da Campânia e a total ligação com a terra. As receitas garantem a verdadeira experiência gastronômica napoletana com produtos exclusivos criados especialmente para a marca, como é o caso dos tomates, mozzarella, farinha, massa e azeite.

Rosso- Pratos-78

Entre as pedidas estão a Focaccia Napoletana (R$ 35) feita com a tradicional massa de pizza assada no forno a lenha finalizada com burrata e molho de tomate.

Rosso- Pratos-120

Borboleta (R$ 58), pizza em forma de borboleta, um lado salame picante e cebola roxa caramelizada, um lado calabresa e parmesão e no centro, recheio de ricota, gorgonzola e provolone).

Rosso- Pratos-173

Risotto ai Frutti di Mare (R$65).

Calda Calda

E para fechar, a sobremesa Calda Calda com Nutella (R$ 28).

Pizza1

A Margherita Verace eleita a melhor de São Paulo (R$ 48) continua como carro chefe da casa.

Rossopomodoro Cucina e Pizzeria Napoleta: Rua Pedroso de Alvarenga, 909 – Itaim – São Paulo. Horário de funcionamento: segunda a quinta, das 12h às 15h e das 19h às 23h. Sexta-feira, das 12 às 15h e das 19h às 24h. Sábado e domingo, das 12h às 24h.

Receita de Risoto de Atum com Alho-Poró para surpreender sem muito esforço

Qual tal uma receita deliciosa, fácil e prática para sair da rotina e surpreender no almoço ou jantar? A Cozinha Experimental de Camil preparou um risoto que une o atum, um dos ingredientes mais versáteis da cozinha, ao alho-poró, vegetal de sabor marcante que imprime sofisticação até nos pratos mais simples. Quer aprender como? Confira abaixo o passo a passo e aproveite.

Risoto de Atum com Alho-Poró

Ingredientes
· 2 colheres (sopa) de azeite de oliva
· meia cebola pequena picada
· 1 alho-poró médio cortado em rodelas
· 1 xícara (chá) de Arroz Culinária Italiana Camil
· meia xícara (chá) de vinho branco seco
· 1 pitada de açafrão-da-terra em pó
· 4 xícaras (chá) de caldo de legumes fervente
· 1 colher (sopa) de cheiro-verde picado
· 1 colher (sopa) de manteiga gelada
· 3 colheres (sopa) de queijo parmesão ralado
· sal a gosto
· 2 latas de Atum Sólido em Óleo Coqueiro escorridas

Modo de preparo
Em uma panela, aqueça o azeite em fogo médio, coloque a cebola e o alho-poró e refogue até murchar levemente. Acrescente o Arroz Culinária Italiana Camil e refogue por alguns minutos. Quando o arroz estiver “al dente”, desligue o fogo e acrescente o cheiro-verde, a manteiga, o queijo e o sal e mexa bem. Adicione o Atum Sólido em Óleo Coqueiro escorrido e misture delicadamente. Sirva em seguida.

risoto atum

Rendimento: 4 porções
Tempo de preparo: 40 minutos

Fonte: Camil

Hoje é Dia Mundial do Vegetarianismo, comemore com duas receitas deliciosas

Substituir parte dos ingredientes é alternativa para mudança de hábito, que deve contar com auxílio de nutricionista

Hoje, 1º de outubro, é o Dia Mundial do Vegetarianismo. A data foi instituída em 1977 pela Sociedade Vegetariana Norte-Americana, com o objetivo de mostrar os benefícios desse tipo de alimentação – baseada em vegetais – para a saúde e meio ambiente. Atualmente, 14% da população brasileira se declara vegetariana, o equivalente a quase 30 milhões de pessoas, segundo pesquisa Ibope encomendada pela Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB). A data também homenageia aqueles que decidiram retirar alimentos de origem animal das refeições diárias.

“Para quem deseja mudar os hábitos e tonar-se vegetariano, a primeira recomendação que dou é ir a um nutricionista e tirar todas as dúvidas. Nunca deixe faltar equilíbrio no prato, que deve ter grãos, vegetais e sementes sempre. Se sentir vontade de comer carne, o que no início da transição é normal, consuma tofu defumado ou bacon vegano, que você encontra em casa de produtos naturais ou até mesmo à venda na internet. Para quem tem fácil acesso, procure comprar carnes veganas, como o bife de soja. Um tempero muito saboroso é a fumaça líquida, que vai deixar seu prato com aquele sabor mais defumado”, conclui a chef Camila Botelho, que é membro da Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB).

Pensando em inspirar a mudança de hábito para uma alimentação vegetariana, Camila compartilha abaixo duas receitas. Os ingredientes são pensados para criar uma experiência saborosa. A quinoa é uma das principais fontes de proteínas do mundo vegetal, e fica ainda melhor nesta primeira receita. Confira:

Risoto de Quinoa

RISOTTO-DE-QUINOA

Ingredientes
– 2 xícaras de quinoa
– 1 cebola
– pimenta-do-reino
– sal
– alho-poró
– 1 batata-doce roxa grande
– cheiro verde a gosto
– nutritional yeast (tempero à base de levedura nutricional) a gosto, opcional (ou queijo vegano)
– cogumelos de sua preferência (indicação da chef: paris, shitake ou eryngui)
– molho barbecue
– semente de girassol
– semente de abóbora

Modo de preparo
Deixe a quinoa de molho por 8 h, depois descarte a água e cozinhe a quinoa (e xícaras de quinoa com 1 ½ xícara de água). Cozinhe a batata e, depois, bata-a com pouca água para ficar cremosa. Refogue a cebola e o alho-poró. Acrescente a quinoa, as sementes, os temperos e a batata, reserve. Coloque os cogumelos crus em uma assadeira untada, pincele com bastante molho barbecue com um pouquinho de sal. Leve ao forno 180 graus por 20 minutos. Coloque por cima do risoto ainda quente e sirva.

Brownie

BROWNIE

Ingredientes
– 1 ½ kg de batata-doce
– ½ xícara de farinha de amêndoas
– ½ xícara de chocolate em pó
– ½ xícara de melado ou açúcar demerara
– 1 colher de café de bicarbonato de sódio
– ½ xícara de óleo de coco
– 50g de chocolate 50% cacau (em barra)
– Amêndoas picadas para decorar

Modo de preparo
Cozinhe as batatas até ficarem na textura de purê. Bata no processador com todos os demais ingredientes. Leve ao forno preaquecido a 180 graus. Desenforme quando as bordas estiverem bem sequinhas (quando sair do forno vai parecer que não deu certo, mas depois de gelado fica lindo). Deixe na geladeira por duas horas. Derreta o chocolate 50% cacau, em banho-maria, e jogue-o ainda quente por cima do brownie. Decore com as amêndoas picadas. Não sirva gelado, espere ficar na temperatura ambiente. Acompanhe com sorvete para uma combinação divina.

Fonte: Chef Camila Botelho, membro da Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB)

Receita de risoto vegano para aquecer os dias mais frios

O nove nove veg, é a indicação do Suri Ceviche Bar para aquecer os dias de baixas temperaturas

Com os termômetros em baixa é sempre bom chegar em casa e comer uma comida comfy, que aquece não só o corpo, mas a alma também. O chef do restaurante Suri Ceviche Bar ensina a fazer a receita do risoto, Nove Nove Veg, prato que já se tornou um grande sucesso na casa. Confira abaixo:

risoto vegano

Nove Nove Veg

Ingredientes:

60g de Quiabo
150g de abobrinha
5g de rúcula
8g de espinafre
5g de ervilha torta
70g de arroz arbóreo
70g de arroz vermelho
100ml de água santa (receita abaixo)
5g de coentro
Sal e pimenta do reino à gosto
1 banana

Modo de preparo:

Branqueie e grelhe o quiabo. Corte as abobrinhas em fatias grelhe e depois corte em cubos grandes. Após isso, corte a rúcula e o espinafre. Em uma panela acrescente o arroz arbóreo e o vermelho e cozinhe. Junte a água santa e o quiabo e deixe ferver, em seguida adicione também a ervilha torta, a rúcula e o espinafre, e por último a abobrinha. Finalize com sal e pimenta do reino e decore com o coentro. Corte a banana em finas fatias, frite e deixe esfriar, coloque o chips de banana sob o risoto.

Água santa

Ingredientes:

4kg de Tomate
500g de Cogumelo Paris
16l de água
1 folha de nori

Modo de preparo:

Coloque tudo menos o nori em uma panela e deixe reduzir bastante. Desligue o fogo e crescente o nori, deixando submerso por 10 minutos. Coe e reserve.

risoto vegano 2

Fonte: Suri Ceviche Bar