Arquivo da tag: rosa

Campanha Avon “Outubro Usamos Rosa” no combate ao câncer de mama

O mês de outubro, conhecido também como Outubro Rosa, leva o nome da campanha mundial de conscientização da saúde da mulher com o objetivo de alertar a sociedade sobre a importância da prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama.

Segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA), em 2021 foram estimados 66.280 novos casos de câncer de mama, sendo o tumor que mais acomete a população feminina brasileira. Para ir além das conversas importantes sobre o tema, a Avon lança a campanha de compre e doe “Outubro Usamos Rosa”, em que 7% do valor dos produtos selecionados é revertido às causas no combate ao câncer de mama desenvolvidas pelo Instituto Avon, como ações de detecção precoce da doença.

Entre os produtos selecionados estão a Base Sérum Avon (R$59,99),

o Magix Primer Controle de Brilho e Oleosidade (R$39,99), o

Batom e Blush Cushion 2 em 1 (R$34,99)

e a linha de esmaltes Crystal efeito 3D (R$17,99). É possível também obter os esmaltes da linha Pro Color 60s (R$13,99)

e os Batons Ultramatte Avon (R$24,99) avulsos.

A Avon também preparou o Presente Outubro Rosa, um kit presenteável (R$ 29,99) com um batom da linha Ultramatte e um esmalte da linha Pro Color 60s, além de uma sacola exclusiva para presentes. Entre as combinações de produtos, estão o kit Pink, com Esmalte Pro Color 60s Viva Pink e Batom Ultramatte Pink; o kit Rosê Malva, com Esmalte Pro Color 60s Rose Delicado e Batom Ultramatte Malva Misterioso, e o kit Rosa, com Esmalte Pro Color 60s Rosa Pétala e Batom Ultramatte Rosa Retrô.

A campanha acontece durante todo o mês de outubro com os produtos selecionados sujeito a disponibilidade de estoque. Para mais informações, acesse o site do Instituto Avon.

Os produtos mencionados podem ser adquiridos com uma representante Avon ou pelo e-commerce.

Informações: SAC: 0800 708 2866, de segunda a sábado das 8h às 20h.

Dia Mundial do Chocolate: benefícios comprovados cientificamente da versão amarga

Revisão publicada no de 2019 no International Journal of Environmental Research and Public Health destaca chocolate como a “comida dos deuses” e enumera 8 benefícios com comprovação científica daqueles com maior concentração de cacau

Não só o sabor, mas também a história e seu encanto fazem do chocolate uma paixão mundial que vem desde os tempos mais antigos: os maias por exemplo consideravam o chocolate (bebida de cacau preparada com água quente) o “Alimento dos Deuses”. De lá para cá, os processos industriais adicionaram pelo menos dois ingredientes ao cacau: gordura e açúcar. Surgiram também versões brancas do chocolate sem a massa de cacau e contando apenas com a manteiga do fruto juntamente com açúcar.

Para não ter erro: quando falamos em benefícios do chocolate nos referimos à constituição da massa do cacau (de cor escura), portanto quanto maior o percentual dele no chocolate, mais escuro e saudável o alimento é. Para se ter uma ideia, uma revisão publicada no final de 2019 no International Journal of Environmental Research and Public Health enumera oito benefícios dos chocolates mais amargos.

“O cacau, o ingrediente básico do chocolate, contém uma quantidade significativa de gordura (40-50% em manteiga de cacau, com aproximadamente 33% de ácido oleico, 25% de ácido palmítico e 33% de ácido esteárico). Ele também contém polifenóis, que constituem cerca de 10% do peso seco de um feijão inteiro. O cacau é uma das fontes mais conhecidas de polifenóis na dieta, contendo mais antioxidantes fenólicos do que a maioria dos alimentos. Três grupos de polifenóis podem ser identificados nos grãos de cacau: catequinas (37%), antocianidinas (4%) e proantocianidinas (58%); esses flavonoides são os fitonutrientes mais abundantes no cacau e responsáveis por seus benefícios com relação à ação anti-inflamatório, antioxidante e de melhora na circulação”, afirma a médica nutróloga Marcella Garcez, diretora e professora da Associação Brasileira de Nutrologia (Abran).

Seria ótimo se o nosso paladar fosse educado ao cacau 100%. No entanto, a amargura causada pelos polifenóis torna os grãos de cacau não processados bastante desagradáveis. “Os fabricantes, portanto, desenvolveram técnicas de processamento para eliminar o amargor, criando chocolates com menor teor de cacau (ao leite, com oleaginosas, meio amargo e o branco). Tais processos reduzem o conteúdo de polifenóis em até 10 vezes: para os consumidores, o produto é marcadamente diferente, principalmente devido ao baixo teor de polifenóis e às outras substâncias adicionadas durante a fase de processamento (por exemplo, açúcar, emulsificantes como lecitina de soja)”, diz a médica.

“Os polifenóis estão associados a efeitos benéficos; portanto, o cacau (rico em polifenóis) e o chocolate escuro (com alta porcentagem de cacau e mais antioxidantes fenólicos e compostos antioxidantes comparados às outras variedades de chocolate) assumiram importância significativa e podem ser adicionados à dieta com efeitos nutritivos benéficos”, diz a Dra. Marcella. Abaixo, listamos os oito benefícios do chocolate amargo:

Efeitos cardiovasculares – uma série de efeitos benéficos no sistema cardiovascular pode ocorrer após a ingestão regular de alimentos e bebidas que contenham cacau. “Os chocolates com maior concentração de cacau têm ação vasodilatadora, melhoram a função vascular e contam com atividades antiplaquetárias, prevenindo a formação de placa de gordura dentro das artérias”, explica a cirurgiã vascular Aline Lamaita, membro da diretoria (comissão de marketing) da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular (SBACV). “Esses benefícios têm forte relação com a presença dos flavonoides, que são anti-inflamatórios e antioxidantes. Em adultos jovens e saudáveis, uma ingestão diária de 20g de chocolate de cacau mais alto (90%) por um período de 30 dias melhorou a função vascular, reduzindo as pressões da artéria braquial central e promovendo o relaxamento vascular. Um estudo prospectivo sueco relacionou o consumo de chocolate com menor risco de infarto do miocárdio e doença cardíaca isquêmica”, afirma Marcella. Segundo o estudo, uma revisão sistemática sugeriu que o uso regular de chocolate pode estar associado a um risco cardiovascular reduzido, e que a dose mais adequada de consumo de chocolate foi de 45g por semana, uma vez que níveis mais altos podem contrariar os benefícios à saúde devido a efeitos adversos associado ao consumo elevado de açúcar.

Antidiabético – os componentes do cacau oferecem importante ação como agentes antidiabéticos, especialmente com diabetes mellitus tipo 2 (T2D). “Esse aspecto é de particular relevância devido à emergente epidemia mundial de síndrome metabólica, incluindo obesidade, diabetes e dislipidemia. O cacau e seus flavonóis melhoram a homeostase da glicose, retardando a digestão e absorção de carboidratos no intestino”, afirma a médica nutróloga. O cacau e seus flavonóis melhoram a sensibilidade à insulina, regulando o transporte de glicose e as proteínas sinalizadoras de insulina nos tecidos sensíveis à insulina (fígado, tecido adiposo e músculo esquelético), prevenindo esses efeitos oxidativos e danos inflamatórios, segundo o estudo.

Contra obesidade: recentemente, alguns estudos investigaram os efeitos preventivos ou terapêuticos do cacau e de seus constituintes contra a obesidade e a síndrome metabólica. Na revisão, os autores citam estudos que observaram uma diminuição da expressão de vários genes associados a ácidos graxos, além de aumentar a expressão de genes associados à termogênese. “Em um estudo clínico, o cheiro de chocolate amargo foi avaliado para avaliar a resposta do apetite. O chocolate produziu uma resposta de saciedade, reduzindo o apetite; portanto, poderia ser útil na prevenção do ganho de peso. Além disso, os flavonoides podem produzir eventos metabólicos que induziram a lipogênese e lipólise (quebra de gordura); tais eventos reduzem a deposição lipídica e a resistência à insulina”, afirma a médica. O chocolate escuro também pode funcionar em combinação com outros nutracêuticos e ter efeitos positivos no perfil lipídico. Um ensaio cruzado de 4 semanas entre 31 adultos com sobrepeso ou obesos determinou que o consumo diário de amêndoas (42g / dia) sozinho ou combinado com chocolate escuro foi benéfico para o colesterol total, colesterol de lipoproteína de baixa densidade (LDL). Os autores concluíram que incorporar amêndoas, chocolate amargo e cacau em uma dieta sem exceder as necessidades energéticas poderia reduzir o risco de doença cardíaca coronária.Melhora da microbiota intestinal – Nos últimos anos, há um interesse crescente no estudo da microbiota intestinal e suas alterações como resultado de uma dieta específica. O intestino humano colhe a microbiota intestinal, uma enorme coleção de micróbios com papel fundamental no armazenamento de energia e distúrbios metabólicos. “Em um estudo de intervenção humana, projetado para investigar a influência da alta ingestão de flavonoides de cacau no crescimento da microbiota fecal humana, os autores avaliaram que a ingestão de 494 mg de flavonoides de cacau/dia por quatro semanas teve um efeito significativo no crescimento da microbiota intestinal”, explica Marcella.

Melhora do sistema imunológico: estudos in vivo e in vitro mostraram que o cacau possui propriedades regulatórias nas células imunes implicadas na imunidade inata e adquirida. “Os efeitos positivos dos flavonoides de cacau no sistema imunológico (relacionados a vários mecanismos alérgicos) são conhecidos, como a redução da liberação de mediadores, a restauração do equilíbrio das células e a regulação negativa de produção de imunoglobina”, diz a médica.

Sistema Nervoso Central – existem evidências de algum fator benéfico no sistema nervoso central. “Os polifenóis do chocolate preto podem atuar no sistema nervoso central (SNC) e nas funções neurológicas através da produção de óxido nítrico. Vasodilatação e aumento do fluxo sanguíneo cerebral fornecem oxigênio e glicose aos neurônios, levando ao aumento da formação de vasos sanguíneos no hipocampo. Além disso, o potencial antioxidante dependente do polifenol pode contribuir para a melhora de alguns distúrbios neurodegenerativos”, afirma a médica.

Aspectos psicológicos – segundo estudos, a ingestão de chocolate está ligada ao aumento na síntese cerebral de serotonina, o famoso hormônio da felicidade e que produz uma sensação de energia e prazer. Mas é necessário ter cautela no consumo de chocolates com teor maior de açúcar, uma vez que os carboidratos também estão envolvidos nesse processo em um primeiro momento, mas seu excesso também pode causar distúrbios metabólicos e elevar a sensação de culpa.

Aspectos sexuais – o chocolate exerce vários efeitos sobre a sexualidade humana, atuando principalmente como afrodisíaco. “O cacau em pó e o chocolate contêm substâncias que, em conjunto com outros componentes do chocolate (como cafeína e teobromina), produzem uma sensação transitória de bem-estar. “O principal componente da excitação sexual é a vasocongestão periférica dos tecidos genitais; assim, a serotonina, com produção aumentada após o consumo de cacau, pode estar envolvida no processo de estimulação sexual”, diz a médica.

Mas atenção: mesmo que você opte pelo chocolate amargo é importante tomar cuidado com o consumo excessivo, pois, independentemente da concentração de cacau, o chocolate ainda tem açúcar e gorduras saturadas. No final das contas, é importante controlar o consumo diário. O ideal é consumir de 25g a 50g de chocolate por dia, dando preferência às opções com maior concentração de cacau, como o chocolate amargo e o chocolate rosa. “Feito a partir da semente do cacau rubi, esse chocolate distingue-se dos demais devido a sua coloração rosada natural, não possuindo corantes artificiais em sua composição. O chocolate rosa se destaca pelo seu sabor diferenciado, sendo mais cremoso, frutado e adocicado, com um leve toque cítrico. Além disso, o chocolate feito a partir do cacau rubi possui uma quantidade maior de polifenóis do que o chocolate convencional, pois os flavonóis presentes no ingrediente são mantidos até o produto final devido ao processo de fermentação especial pelo qual as sementes passam para que não percam o sabor e a coloração natural”, explica Marcella.

O único problema do chocolate rosa é o seu preço, pois tende a ser bem mais caro do que o chocolate amargo. Seguindo essas dicas, a guloseima pode ser consumida sem culpa, não havendo necessidade de estratégias para inibir o apetite antes do consumo ou para diminuir o índice glicêmico do alimento. “Isso porque, no geral, o chocolate possui baixo índice glicêmico e, se composto por mais de 65% de cacau, também é um alimento funcional, possuindo índice glicêmico ainda mais baixo”, finaliza Marcella.

Fontes:
Marcella Garcez é Médica Nutróloga, Mestre em Ciências da Saúde pela Escola de Medicina da PUCPR, Diretora da Associação Brasileira de Nutrologia e Docente do Curso Nacional de Nutrologia da Abran. A médica é Membro da Câmara Técnica de Nutrologia do CRMPR, Coordenadora da Liga Acadêmica de Nutrologia do Paraná e Pesquisadora em Suplementos Alimentares no Serviço de Nutrologiado Hospital do Servidor Público de São Paulo.
Aline Lamaita é Cirurgiã vascular, membro da diretoria (comissão de marketing) da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular (SBACV). Membro da Sociedade Brasileira de Laser em Medicina e Cirurgia, do American College of Phlebology, e do American College of Lifestyle Medicine, especialista em Cirurgia Vascular pela Associação Médica Brasileira / Conselho Federal de Medicina.

Dia das Mães: Chocolateria Brasileira traz explosão de sabor em forma de presente

A cremosidade do mais puro chocolate combinado a variados recheios são opções para presentear com muito amor nesta data

A Chocolateria Brasileira, marca de chocolates finos, preparou uma edição surpreendente para presentear neste Dia das Mães. São três opções deliciosamente preparadas para demonstrar todo amor, carinho e respeito para aquela mulher que afaga seu filho com um simples beijo ou um afetuoso abraço.

O sofisticado Buquê Rosas Escarlatte, feito de chocolate ao leite com recheio de licor e tenros pedaços de cereja, é uma das dicas para adoçar esse momento de isolamento social, onde o cuidado é a maior prova de amor. Preço: R$ 59,90.

Caixa Esmeralda Escarlatte traz cinco bombons com um leve teor alcoólico, preparados com chocolate ao leite e preenchidos com licor e pedaços de cereja. Preço: R$ 39,90

Caixa Amor vem com 12 bombons sortidos de chocolate branco e ao leite, com recheios de coco e cristais de caramelo, damasco, cereja e beijinho. Preço: R$ 44,90

Os clientes podem adquirir os produtos nas mais de 20 lojas espalhadas pelo país ou pelo WhatsApp com entrega pelo delivery próprio de cada unidade.

Para saber a loja mais próxima e os horários de funcionamento, basta acessar o site.

Francis lança linha de desodorantes femininos com fragrâncias ícones da marca

Antitranspirante Francis Clássico chega ao mercado em três versões: Rosas de Versailles, Cerejeira do Oriente e Jasmim do Nilo

A marca de produtos para a pele Francis, da Flora, está ampliando seu portfólio de desodorantes femininos com o lançamento dos antitranspirantes Francis Clássico. A marca selecionou três fragrâncias ícones da sua principal linha de sabonetes em barra – de mesmo nome – para criar os desodorantes Rosas de Versailles, Cerejeira do Oriente e Jasmim do Nilo, disponíveis nas versões aerossol e roll-on.

“Pelo nosso clima predominantemente quente, somos os maiores consumidores de desodorantes no mundo. Apesar disso, o mercado de antitranspirantes perfumados ainda é pouco desenvolvido no Brasil. Para Francis, que já é uma marca reconhecida por seu alto poder de perfumação, era um passo natural entrar nesse segmento e estender a experiência do banho com uma linha de desodorantes, afirma Nicole Mandil, Head de Marketing de Personal Care da Flora, fabricante de Francis.

Com fórmula de absorção imediata, sem álcool e parabenos, os antitranspirantes Francis Clássico foram desenvolvidos para as consumidoras que buscam alta proteção contra o suor e perfumação intensa, marca registrada de Francis. Dermatologicamente testada, a novidade oferece 48 horas de proteção. Já disponível nos principais mercados, farmácias e perfumarias do Brasil.

Desodorante Francis Clássico aerossol 150ml – Preço sugerido R$ 10,45]

Desodorante Francis Clássico roll-on 50ml – Preço sugerido R$ 5,74

Informações: Francis

O Boticário reúne excelência da perfumaria mundial no lançamento de Alchemists

Depois de ser lançado em Dubai, nos Emirados Árabes, nova linha desembarcou no Brasil no dia 26 de dezembro

Sofisticação e exclusividade fazem parte do olfativo da linha Alchemists O Boticário. O lançamento é resultado da expertise de quatro grandes perfumistas do mundo, convidados pela marca a criarem fragrâncias únicas, que os representassem e refletissem genuinamente suas aspirações.

A combinação perfeita para esse resultado começa na escolha dos nomes para cumprir o desafio proposto pelo Boticário. Cada um dos experts traz sua essência na combinação de ingredientes nobres nas diferentes fragrâncias.

Vincent Schaller é fascinado pela ideia de eternizar sensações por meio da perfumaria. Ele assina a versão Rose, um olfativo delicado e singular, que traz notas frutais de lichia e framboesa, combinadas com o musk. Já Carlos Benaim, marroquino, nomeado Master Perfumista e com criações fazem parte da vitrine da perfumaria mundial, criou a versão Neroli, fresca e delicadamente floral, o óleo essencial extraído da flor de laranjeira foi lapidado para transmitir um frescor sofisticado e exclusivo.

Já a versão Iris traz um dos ingredientes mais valiosos do segmento de perfumaria. A flor de íris possui um incrível óleo essencial é extraído de seus rizomas. E essa extração só pode ser feita durante o verão. Quem assina a fragrância é Natalie Cetto, premiada duas vezes com o FiFi Awards, um dos prêmios mais importantes da perfumaria internacional. O Alchemists Oud é ideal para quem busca uma fragrância quente e sofisticada, com olfativo amadeirado. Premiado também pelo Fifi Awards, Frank Voelkl é o responsável pela criação.

A linha amplia o portfólio do Boticário na alta perfumaria e oferece uma nova experiência olfativa aos consumidores. Esse encantamento começa na embalagem. Inspirada nas ânforas milenares, responsáveis por guardar os líquidos mais preciosos, em uma versão minimalista e elegante.

O Boticário Alchemists Neroli
Topo: mandarina LMR, bergamota, limão e notas verdes
Corpo: neroli, rosa, magnólia e jasmim
Fundo: cedro LMR, amber e musk
Preço: R$ 349,90

O Boticário Alchemists Íris
Topo: lavanda, alecrim e bergamota
Corpo: íris e flores brancas
Fundo: musk, amber e baunilha
Preço: R$ 349,90

O Boticário Alchemists Rose
Topo: pink grapefruit
Corpo: rosa de maio e lichia
Fundo: musk e cedro
Preço: R$ 349,90

O Boticário Alchemists Oud
Topo: mandarina, fresia e pera
Corpo: ameixa negra, rosa e tabaco
Fundo: Patchouli, baunilha, musk, cedro, cashmeran, sândalo Sri Lanka e Oud da Arábia
Preço: R$ 349,90

Com distribuição limitada, Alchemists foi lançado em Dubai, nos Emirados Árabes, nas operações da marca. No Brasil, a novidade chegou no dia 26 de dezembro com exclusividade nas duas unidades do Boticário Lab, lojas conceito da marca criadas a partir de tendências contemporâneas do varejo físico e que privilegiam a experiência do consumidor com serviços e produtos exclusivos, em São Paulo (Pinheiros) e Curitiba (Shopping Pátio Batel).

Informações: O Boticário

World Wine apresenta Rosa, fruto da parceria entre Donnafugata e Dolce & Gabbana

A World Wine acaba de anunciar o lançamento de mais uma novidade em seu portfólio. Rosa, o vinho produzido pela siciliana Donnafugata em parceria com a marca Dolce & Gabanna é caracterizado pela mistura original de duas das mais importantes castas autóctones da ilha: Nerello Mascalese e Nocera.

Com embalagem inspirada no icônico carrinho siciliano, Rosa incorpora a atmosfera, tradição e cultura da ilha, elementos que se repetirão em todos os projetos futuros vindos dessa colaboração.

Donnafugata é uma marca já conhecida do mercado internacional por transmitir em seus rótulos o amor pela Sicília. A mistura entre as uvas resulta num vinho rosé de personalidade frutada e floral. Caracterizado por um tom rosa claro, este vinho é definido por um elegante buquê de jasmim, enriquecido com delicadas pitadas de morango, pêssego e bergamota.

A casta Nerello Mascalese confere a este vinho notas minerais derivadas do solo vulcânico e do microclima das encostas norte do Monte Etna, onde é produzido. Já a Nocera, uma variedade antiga que Donnafugata decidiu plantar nas colinas de Contessa Entellina, proporciona um componente frutífero cativante ao líquido.

O vinho está sendo vendido por R$ 522,00 e são poucas unidades disponíveis.

Informações/vendas: World Wine

Dia dos Namorados: aprenda duas maquiagens com Avon e o maquiador Fer Rodrigues

O Dia dos Namorados está diferente. O carinho e o cuidado nunca foram tão importantes. Estando juntos ou distantes, o legal é demonstrar amor e celebrar esse momento de alguma maneira. Para isso, aposte na criatividade e no romantismo, seja por meio de vídeo chamada para dar ótimas risadas com o mozão ou uma make especial para curtir o dia.

Para compor um look especial, estando perto ou longe, vale caprichar na produção e, com toda a certeza, na maquiagem também. Para te ajudar, a Avon conversou com o maquiador Fer Rodrigues (@ferrodrigues), vencedor na categoria publicidade do 24º Prêmio Avon de Maquiagem, que preparou duas makes especiais para a data.

Confira:

Make Rosa Pop

avon1

Com o foco total no olhar, essa maquiagem é para aqueles que poderão comemorar juntinhos. Afinal, não tem nada mais lindo do que um olho no olho! As sombras coloridas são uma tendência que chegaram para ficar e pensando na ocasião o rosa é a cor perfeita.

Comece a maquiagem convidando seu amor para participar de toda a produção. Aproveite para explicar o que é cada produto e quem sabe dar uma dica de um futuro presente? A preparação da pele neste dia pede uma produção completa com direito a primer, base, corretivo, contorno, blush e iluminador.

“Sendo o coração dessa maquiagem, para os olhos, umedeça bem o pincel e a sombra que irá usar com um fixador. Além de intensificar a cor do produto, facilitará quando você for esfumá-la. Aplique por toda a pálpebra móvel. Depois, faça um delineado com um traço fino, para um ar mais sofisticado para a maquiagem. Finalize com bastante máscara de cílios”, ensina o maquiador Fer Rodrigues.

Para manter o ponto de atenção nos olhos, opte por um tom nude nos lábios. Se gostar aproveite para contorná-los com um lápis labial.

Make Vermelhaço

avon2

Nem todos poderão estar pertinho do crush e, neste contexto, a ideia é apostar nos sorrisos e risadas via encontro virtual, então bocão vermelho é TUDO. A cor da paixão, a que nunca sai de moda e que combina com qualquer look.

Para essa maquiagem também comece pela preparação da pele. Como o seu amor irá ver você apenas por uma telinha, esse passo faz toda diferença. Capriche em todos os produtos que você possa usar – primer, base, corretivo, blush e iluminador. “Nos olhos, aplique um lápis rente aos cílios e esfume, mas não muito. Para dar profundidade ao olhar, uma sombra marrom em toda pálpebra e muita máscara de cílios. Pronto, você terá um olhar clássico!” explica Fer.

Nos lábios, protagonista dessa produção, a dica é você aplicar o batom no centro da boca e espalhá-lo usando o próprio lábio. “Dê acabamento com o lápis delineador retrátil na mesma cor do batom”, finaliza o maquiador.

Com a maquiagem feita, escolha um look arrasador e ouse nos acessórios. O importante é demonstrar o afeto, não importa como ele será esse ano. Se jogue e aproveite.

Sugestão de produtos:

Mascara-de-cilios-Euforic-com-efeito-Volume-e-Alongamento-Fio-a-Fio--3699Batom-Liquido-Power-Stay-Vermelhaco-3490Avon-Corretivo-Liquido-Matte-Cor-Bege-Medio-2999

Todos os produtos podem ser adquiridos por uma revendedora ou pelo e-commerce.

Informações: SAC: 0800 708 2866, de segunda a sábado das 8h às 20h.

 

Guia de Páscoa: o bem e o mal que cada ovo de chocolate pode fazer

Especialistas explicam os benefícios e malefícios de cada tipo de chocolate e dão dicas para consumir a guloseima sem prejudicar a sua saúde

Com a chegada da Páscoa, os ovos e barras de chocolate recheiam as prateleiras do mercado. Enquanto alguns preferem se privar do consumo da guloseima, alegando que o alimento causa espinhas e outras doenças relacionadas à ingestão excessiva de açúcar e gordura, outros não veem a hora de apreciar um pedaço de chocolate, visando suas propriedades antioxidantes e promotoras de bem-estar.

Mas, afinal, o chocolate traz benefícios ou malefícios para a saúde? De acordo com a angiologista Aline Lamaita, membro da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular, a resposta para essa pergunta depende de uma série de fatores. “O chocolate pode, sim, ser uma boa opção desde que você saiba consumi-lo corretamente. O ovo de páscoa pode ter vários componentes, como cacau, açúcar, gorduras e até oleaginosas, e a concentração de cada um desses ingredientes é o que vai determinar o benefício ou malefício para o consumo”, explica a médica.

Para entender melhor, confira abaixo a diferença entre cada tipo de chocolate:

ovo de pascoa choco amargo Her.ie
Foto: Her.ie

Chocolate amargo – para quem quer se manter sem se privar de aproveitar uma das épocas mais deliciosas do ano, o melhor é optar por produtos que tragam, no mínimo, 65% de cacau e massa de cacau como primeiro item da lista de ingredientes que aparece, geralmente, na parte de trás da embalagem. “O cacau é rico em polifenóis, substâncias que, se consumidas com frequência, possuem uma série de benefícios à saúde, incluindo poderosa ação antioxidante e preventiva da formação de radicais e efeito protetor contra os danos ao DNA das células. Além disso, o ingrediente possui propriedades analgésicas, antimicrobianas, anti-inflamatórias e anticarcinogênicas (previne o aparecimento de câncer)”, afirma a médica nutróloga e professora da Associação Brasileira de Nutrologia Marcella Garcez.

Segundo Aline, o chocolate amargo, por conta dos flavonoides presentes no cacau, ainda possui benefícios comprovados para a circulação, conferindo ação vasodilatadora, prevenindo a formação de placa de gordura dentro das artérias e controlando os níveis de colesterol no sangue.

Além disso, de acordo com a dermatologista Paola Pomerantzeff, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), o chocolate amargo não causa espinhas, ao contrário do que muitos acreditam. “Devido à alta concentração de cacau em sua fórmula, o chocolate amargo é, na verdade, um aliado da saúde da pele, pois suas propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias ajudam a conferir luminosidade e hidratação ao tecido cutâneo, além de auxiliarem na proteção aos danos dos raios UV, prevenirem rugas e combaterem os radicais livres”, destaca.

Marcella ainda ressalta que o chocolate amargo é a melhor opção inclusive para crianças, que, apesar de serem resistentes às versões mais amargas devido ao paladar infantil, devem ser educadas desde pequenas a evitarem o excesso de açúcar na alimentação.

“Para quem não gosta do chocolate amargo, o chocolate meio amargo, com concentração de cacau de 40 a 50%, pode ser uma opção interessante e mais saborosa, pois, apesar de trazer mais açúcar que a versão amarga, também possui benefícios antioxidantes”, recomenda Aline.

Porém, antes de oferecer chocolate para crianças é importante lembrar que o cacau é contraindicado para crianças menores de 12 meses de idade e o Ministério da Saúde não recomenda o consumo de açúcar para crianças menores de dois anos.

ovo pascoa chocolate

Chocolate ao leite – não possui quantidade significativa de cacau e, por isso, não traz benefícios à saúde. “Para que o chocolate ao leite mantenha os benefícios do cacau é necessário que seja composto por, no mínimo, 35% do ingrediente, possuindo, nesse caso, metade da capacidade antioxidante do chocolate amargo. O problema é que, segundo resolução da Anvisa, um chocolate brasileiro precisa conter apenas 25% de cacau para ser considerado chocolate, concentração abaixo da necessária para realmente conferir benefícios à saúde”, diz Marcella.

Por conter grandes quantidades de açúcar e gordura em sua composição, o chocolate ao leite pode, na verdade, trazer malefícios à saúde quando consumido em excesso. “O açúcar está relacionado com a obesidade e com a diabetes mellitus. Estudos mais recentes vêm apontando o carboidrato como grande vilão também para o aumento de colesterol. O diabetes favorece o desenvolvimento de problemas arteriais, causando espessamento e acúmulo de placas de gordura dentro da parede das artérias, o que pode levar a seu entupimento. Dependendo da artéria afetada, pode ocorrer um infarto, um derrame ou um problema de claudicação, quando se sente dificuldade de andar por falta de sangue nas pernas”, alerta Aline.

“Já a gordura também favorece o aumento do colesterol e pode levar a um processo de aterosclerose, condição caracterizada pela formação de placas de gordura na parede das artérias” – completa.

Além disso, essa alta quantidade de gorduras e açúcares presentes no chocolate ao leite o tornam um alimento de alto índice glicêmico. “Muitos estudos sugerem que a alta carga glicêmica na dieta habitual está envolvida com a ocorrência e gravidade da acne vulgar em pacientes predispostos, na medida em que favorece o aumento da secreção sebácea e desenvolvimento de acne. A gordura e o leite presentes em chocolates podem colaborar também para o agravamento do quadro”, explica a dermatologista Paola.

Estudos realizados pela Universidade de Miller School of Medicine, em Miami (EUA), mostraram que as pessoas que comeram mais chocolate ao leite tiveram aumento de acne e da inflamação na pele. E o mesmo vale para o chocolate branco.

chocolate branco pixabay
Pixabay

Chocolate branco – por também favorecer a inflamação e o aumento da oleosidade da pele, o chocolate branco também deve ser evitado. “O chocolate branco é fabricado a partir da manteiga de cacau, sendo composto basicamente de gordura, açúcar, leite e aromatizantes. Por não ser feito com a massa de cacau, mas sim com a gordura da fruta, o chocolate branco não deveria nem ser considerado um chocolate, sendo, na verdade, apenas um doce”, afirma a médica nutróloga.

Dessa forma, é mais calórico e rico em gorduras, não possuindo funcionalidades e podendo causar danos à saúde. “Alguns chocolates brancos sequer têm algum resquício de cacau na composição, sendo produzidos apenas com óleos vegetais hidrogenados, cujo consumo resulta no aumento dos níveis do mau colesterol (LDL) e na redução do bom colesterol (HDL). Por isso, mesmo se você optar por esse tipo de ovo de páscoa, vale a pena dar uma olhada no rótulo”, destaca a angiologista Aline.

Por ser pró-inflamatório, o chocolate branco também pode retardar a circulação e colaborar para o aparecimento de doenças circulatórias. Mas quem não abre mão do chocolate branco pode optar pelas versões sem açúcar para minimizar seus malefícios à saúde, sem esquecer que a guloseima ainda é rica em gorduras, podendo até mesmo trazer uma concentração maior de lipídios, para suprir a falta do açúcar.

“Chocolates recheados e que trazem ingredientes que agregam ainda mais açúcar ao produto, como doce de leite e brigadeiro, também devem ser evitados”, recomenda a Marcella

Ruby chocolate food trend

Chocolate rosa – para quem procura por alternativas mais saudáveis ao chocolate ao leite e branco, mas não aprecia o chocolate amargo, vale a pena apostar no chocolate rosa, que tem se tornado tendência na internet e nas prateleiras dos mercados. Feito a partir da semente do cacau rubi, esse chocolate distingue-se dos demais devido a sua coloração rosada natural, não possuindo corantes artificiais em sua composição.

“Sendo geralmente mais caro que o chocolate amargo, o rosa se destaca pelo seu sabor diferenciado, sendo mais cremoso, frutado e adocicado, com um leve toque cítrico. Além disso, o chocolate feito a partir do cacau rubi possui uma quantidade maior de polifenóis do que o chocolate convencional, pois os flavonoides presentes no ingrediente são mantidos até o produto final devido ao processo de fermentação especial pelo qual as sementes passam para que não percam o sabor e a coloração natural”, explica Marcella.

Pela maior quantidade de polifenóis, o chocolate rosa mostra-se uma boa opção para quem quer manter a saúde na páscoa, desde que não seja muito rico em açúcar e gorduras.

ovodepascoa

Chocolate com oleaginosas – outra opção saudável para substituir o chocolate ao leite e branco é o chocolate amargo combinado com oleaginosas, como avelã, noz e amendoim. “Apesar de serem calóricas, as oleaginosas adicionam nutrientes ao produto, como o ômega-3, que ajuda no controle do colesterol, possui propriedades anti-inflamatórias, melhora a circulação e o desempenho cognitivo”, afirma a nutróloga.

Porém, a dermatologista Paola ressalta que pacientes de pele oleosa devem evitar esse tipo de chocolate, pois as oleaginosas podem estimular a produção de oleosidade pelas glândulas sebáceas e, consequentemente, favorecer o aparecimento de cravos e espinhas.

Mas atenção! Mesmo que você opte pelo chocolate amargo é importante tomar cuidado com o consumo excessivo, pois, independentemente da concentração de cacau, o chocolate ainda tem açúcar e gorduras saturadas. “Existem, claro, as opções sem açúcar, adoçadas com edulcorantes, sendo assim ideais para pessoas que sofrem com diabetes ou estão em dieta de emagrecimento. Porém, o consumo desse tipo de chocolate também não deve ser indiscriminado, já que ainda contém calorias e gorduras”, ressalta Marcella.

No final das contas, é importante controlar o consumo diário. O ideal é consumir de 25g a 50g de chocolate por dia, dando preferência às opções com maior concentração de cacau, como o chocolate amargo e o chocolate rosa. “Ou seja, um ovo de 200g de chocolate deve ser consumido, em média, em uma semana”, recomenda Paola.

Seguindo essas dicas, a guloseima pode ser consumida sem culpa, não havendo necessidade de estratégias para inibir o apetite antes do consumo ou para diminuir o índice glicêmico do alimento. “Isso porque, no geral, o chocolate possui baixo índice glicêmico e, se composto por mais de 65% de cacau, também é um alimento funcional, possuindo índice glicêmico ainda mais baixo”, finaliza Marcella.

Fontes:
Marcella Garcez é Médica Nutróloga, Mestre em Ciências da Saúde pela Escola de Medicina da PUCPR, Diretora da Associação Brasileira de Nutrologia, Docente do Curso Nacional de Nutrologia da Abran. Membro da Câmara Técnica de Nutrologia do CRMPR, Coordenadora da Liga Acadêmica de Nutrologia do Paraná e Pesquisadora em Suplementos Alimentares no Serviço de Nutrologia do Hospital do Servidor Público de São Paulo.
Aline Lamaita é Cirurgiã vascular e angiologista, Dra. Aline Lamaita é membro da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular, da Sociedade Brasileira de Laser em Medicina e Cirurgia, do American College of Phlebology, e do American College of Lifestyle Medicine. Formada pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, a médica participa, na Universidade de Harvard, de cursos de pós-graduação. Possui título de especialista em Cirurgia Vascular pela Associação Médica Brasileira / Conselho Federal de Medicina.
Paola Pomerantzeff é dermatologista, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica (SBCD), tem mais de 10 anos de atuação em Dermatologia Clínica. Graduada em Medicina pela Faculdade de Medicina Santo Amaro, a médica é especialista em Dermatologia pela Associação Médica Brasileira e pela Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Idôle é novo perfume da Lancôme e tem a atriz e cantora Zendaya como porta-voz

Fragrância tem como porta-voz a atriz, cantora e ativista Zendaya Coleman e foi criada por três mulheres perfumistas. Com família olfativa inédita – chypre floral clean – suco do perfume foi feito exclusivamente para Lancôme e conta com essência de pétalas de rosa de origem sustentável da Turquia

zendaya

Lancôme lança Idôle, fragrância que tem como porta-voz a atriz, cantora e ativista Zendaya Coleman. O desenho do frasco foi criado pelo arquiteto e designer industrial Chafik Gasmi e Zendaya teve participação na concepção da história por trás de Idôle.

O desenvolvimento da nova fragrância de família olfativa inédita, chipre floral clean, foi feito especialmente por três perfumistas mulheres de três diferentes continentes: a malaia Shyamala Maisondieu, a americana Adriana Medina e a francesa Nadège Le Garlantezec. A composição do suco, criada exclusivamente para a Lancôme, conta com essência de pétalas de Rosa Isparta de origem sustentável da Turquia, além de uma rosa de cem pétalas cultivada em Grasse, na França. O perfume também conta com uma super infusão de jasmim grandiflorum, da Índia.

Idôle representa muito mais do que um nome, é um grito de guerra. O lançamento cristaliza uma nova visão de sucesso, uma que une ao invés de separar. Um sucesso que transforma as mulheres em líderes inspiradoras. Um sucesso individual a ser compartilhado e passado adiante para incitar as outras mulheres a acreditarem em si mesmas e a terem sucesso também. Uma realização pessoal que transcende os limites do indivíduo para influenciar o poder coletivo da comunidade.

Foi dentro da sua própria história que Lancôme encontrou o nome da sua nova fragrância feminina. A escolha desta palavra, que está presente em seu universo há décadas, tornou-se óbvia. Com esta escolha, a Maison afirma orgulhosamente a sua coerência e sua própria história para escrever o futuro.

Compromisso com o meio ambiente e as comunidades

-lancome-hpto-hc-01

A nota protagonista de Idôle, a rosa, marca a determinação de Lancôme de ir além dos limites da indústria de fragrâncias e se comprometer com o meio ambiente.

Como parte do programa de compras socialmente responsável da L’Oréal, o “Solidarity Sourcing”, Lancôme se beneficia de matérias-primas elaboradas exclusivamente para as suas fragrâncias. A principal delas, a essência de pétalas de Rosa Isparta (proveniente da Turquia) é tema de um projeto de desenvolvimento com cerca de 150 agricultores familiares cujo objetivo é melhorar o impacto positivo da cadeia de suprimentos em escala social, econômica e ambiental.

Ao apoiar a agricultura familiar, Lancôme incentiva que estes produtores se comprometam com boas práticas de trabalho com o solo e suas comunidades e permite que elas obtenham uma certificação do “comércio justo”.

Para Françoise Lehmann, presidente global de Lancôme, o entusiasmo por criar uma fragrância tão única para uma nova geração de mulheres é marcante. “Estamos questionando o status quo, libertando-nos das tradições e redefinindo o significado de sucesso. Essa nova confiança está incentivando o coletivo feminino a ser cada vez mais forte”, explica.

Um frasco moderno, único e disruptivo

lancome idole.jpg

Trazendo uma visão de sucesso, o frasco de Idôle foi desenhado pelo arquiteto e designer industrial Chafik Gasmi. É o tributo adequado aos avanços e inovações da indústria tecnológica, sendo indiscutivelmente um dos mais finos do mundo, com apenas 15 milímetros de espessura. O formato enfatiza sua estrutura rigorosamente geométrica e as suas proporções ideais. Ele é fácil de manusear. É simples de segurar. A mão imediatamente se ajusta ao redor do objeto, como se ela já fosse familiarizada a ele desde sempre. Um objeto absolutamente moderno.

“No mundo de hoje, é a ausência de peso e facilidade de viagem que definem o tom para a escala de valor. E é por isso que um frasco de perfume divertido e fácil de manusear que cabe na palma da mão é um companheiro cuja discrição extrema contribui para a sua singularidade extrema”, afirma Chafik Gasmi.

Composição Idôle:

Notas de topo: essência de bergamota da Itália e essência de pêra.
Notas de coração: um coração floral radiante e natural, combinando o acorde irreverente de Rosa Isparta com uma infusão de jasmin leve como uma brisa. Harmonia Clean & Glow, se diferenciando pela essência de pétalas de Rosa Isparta criada para a Lancôme.
Notas de base: acorde chipre clean modernizado com nuances de almíscares brancos e um acorde exclusivo de baunilha de Madagascar criado para Idôle.

idole 2.png

Idôle tem três versões: 25ml, 50ml e 75ml com os valores de R$ 259,00, R$ 419,00 e  R$ 519,00 respectivamente.

Informações: Lancôme – SAC: 0800 701 7323

Dia das Mães: Flávia Rocco dá dicas de arranjos e flores que fogem do óbvio

Não à toa as flores são protagonistas nos presentes de Dia das Mães. Com uma infinidade de cores e tipos, é possível fugir do óbvio presenteando de forma exclusiva. Arranjos minimalistas, cleans e autênticos são opções para seguir a tradição de dar flores de presente sem cair na mesmice.

Para a data, Flávia indica alguns tipos de flores que representam força e beleza. A cor vermelha geralmente significa amor verdadeiro, e para combinar com a delicadeza da data, as tulipas vermelhas ficam lindas em arranjos. Flávia Rocco indica tulipas em um vaso Romeu, de vidro, com fita de cetim verde exército. Já a Rosa Leônidas, em vaso de vidro cilíndrico, com laço de fita em cetim, é uma alternativa para quem não quer deixar de presentear com uma Rosa, mas quer trazer mais personalidade para o presente. Tem muitas pétalas, agradável aroma e cor vibrante, é ideal para mães clássicas.

Já para mães mais modernas e descoladas, o antúrio roxo representa confiança e autoridade. É uma flor que ganha ainda mais personalidade em um vaso oval baixo, com fita de cetim nas cores verde exército e roxo.

Atualmente Flávia Rocco atende em um corner, no shopping Iguatemi São Paulo. No local há arranjos já prontos, mas é possível também entrar em contato com a florista para personalizar um buquê ou arranjo em seu estúdio localizado no Brooklin, também em São Paulo.

rosa leonidas.jpg

Flor: Rosa Leônidas
Fita: fita de cetim verde exército
Vaso: vidro cilíndrico de 18x8cm
Valor: R$ 190,00

anturio roxo.jpg

Flor: Antúrio roxo
Fita: fita de cetim, laço duplo, cores: verde exército e roxo
Vaso: vidro oval baixo 20x25cm
Valor: R$ 350,00

tulipa vermelha.jpg

Flor: Tulipa vermelha
Fita: fita de cetim verde exército
Vaso: vidro Romeu “P”
Valor: R$ 190,00

Flávia Rocco – Shopping Iguatemi – Av. Brigadeiro Faria Lima, 2232 | Piso Térreo | Jd. Paulistano – São Paulo. Horário de atendimento: segunda a sábado, das 10h às 22h e domingos e feriados, das 14h às 18h

Salvar