Arquivo da tag: royal canin

Curiosidade: você sabe como é produzido o alimento do seu pet?

Conheça as curiosidades do processo de fabricação do alimento do seu melhor amigo

Quando seu melhor amigo sai correndo feliz em direção ao potinho de ração que acaba de ser servido, muitas vezes o tutor não faz ideia do que está por trás daquele alimento, especialmente quando o assunto é processo de fabricação.

A Royal Canin, uma das maiores fabricantes do mundo de alimentos de alta qualidade e segurança alimentar para gatos e cães, mostra algumas etapas fundamentais e outras até curiosas sobre a produção das rações para gatos e cães.

Formulação

Na Royal Canin, os produtos são formulados com base na precisão nutricional, e é na sede da empresa, no interior da França que isso ocorre. Especialistas em nutrição trabalham com base nas necessidades de cada animal sempre associados à evidências científicas atualizadas.

Seleção da matéria-prima: toda a matéria-prima que chega à fábrica da Royal Canin, em Descalvado, vem de um fornecedor rigorosamente selecionado e que deve atender a todos os padrões de excelência em segurança e qualidade.

Ao chegar na fábrica, a matéria-prima permanece dentro do caminhão, em uma área externa, para uma averiguação inicial. Lá são coletadas amostras por meio de uma sonda de lugares e profundidades diferentes do caminhão para que sejam analisadas imediatamente em laboratório. Se houver qualquer tipo de irregularidade no conteúdo o caminhão retorna imediatamente e não chega se quer próximo a área de descarregamento.

Processo Produtivo (1).png

Ao ser aprovada, a matéria-prima vai para o interior da fábrica sem qualquer contato humano, evitando, assim, contaminação. O processo de descarregamento é feito por meio da inclinação do caminhão, que despeja o conteúdo em uma espécie de “funil gigante”, para que seja armazenado em reservatórios (silos) de onde serão utilizadas as quantidades necessárias para a fabricação de cada tipo de alimento.

Processo Produtivo (2).png

Ingredientes, muitos ingredientes: para produzir um alimento completo e balanceado, é necessário utilizar diversas fontes de nutrientes, garantindo que o pet receba as proteínas, gorduras, carboidratos, fibras, vitaminas e minerais necessários para contribuir para a saúde e longevidade.

Receita tecnológica

A formulação correta de cada tipo de alimento é garantida por meio do acompanhamento de sistemas de computadores presentes no interior da fábrica. São neles que os especialistas inserem a “receita” para aquele determinado produto. A partir dali as máquinas pesam, misturam e trituram as matérias-primas que, em seguida, serão cozidas em alta pressão e temperatura, por meio de um processo chamado extrusão.

Processo Produtivo (3)

O alimento ganhando forma: para isso, ao final da extrusão, a massa do alimento é empurrada através de uma placa e cortada por lâminas, moldando o formato final e tamanho de cada croquete ou tipo de alimento, sempre mantendo as características ideais e o padrão de qualidade global exigidos pela marca.

raçao.png

Secagem: após o alimento ganhar sua forma final, é preciso realizar a secagem em outra máquina para que ele possa ficar com a umidade ideal.

Recobrimento e engorduramento: o objetivo desta fase de processamento é aumentar a palatabilidade do produto, tornando mais atraente para o pet, além de nutritivo. Vale lembrar que a gordura aqui não tem conotação negativa, ela faz parte dos nutrientes que o cão e o gato precisam ao longo do dia, sendo incluída de forma precisa, mantendo a qualidade e colaborando para a saúde do seu melhor amigo.

Embalagem: a embalagem tem a função de preservar e proteger o alimento, sendo todo o processo de empacotamento automatizado. As máquinas, previamente programadas, acomodam e pesam os pacotes antes de liberá-los para o corte e armazenamento.

Processo Produtivo (4)

Nitrogênio no lugar de oxigênio: para alguns tipos de embalagens, no momento de fechamento, a máquina retira parte do oxigênio presente no pacote e injeta uma quantidade de nitrogênio. Esse processo contribui para a conservação do alimento, limitando a oxidação e mantendo a sua qualidade por mais tempo.

Processo Produtivo (5)

Armazenamento para o centro de distribuição: as embalagens de alimentos são, enfim, acomodadas em paletes e transferidos para os caminhões que as levarão até os centros de distribuição e, finalmente, para os pontos de venda em que são adquiridos por você para o seu melhor amigo!

Fonte: Royal Canin

Férias de verão e pets: dicas e cuidados

As férias chegaram e, para muitas famílias, a organização de viagens inclui também os pets. Dá para levá-los? Ou é melhor deixá-los sob cuidados de outras pessoas? É importante que os tutores tenham consciência que é necessário se programar com antecedência, garantindo todos os cuidados necessários com o seu melhor amigo – nada de deixar o cãozinho ou gatinho para trás.

Uma pesquisa inédita realizada no Brasil pelo Ibope e o Centro de Nutrição e Bem-Estar Animal Waltham revelou que o fato de não ter com quem deixar o pet ao viajar é uma das principais justificativas apontadas por quem não tem um animal de estimação. Mesmo assim, o número de animais abandonados no Brasil é alto: cerca de 30 milhões, segundo a OMS, e tende a aumentar no período de férias.

Por isso, é fundamental analisar os prós e os contras de levar o animal junto na viagem. Pense bem no destino, no meio de transporte, nas atividades e na duração da viagem. A médica-veterinária e Coordenadora de Comunicação Científica da Royal Canin, Larissa Lima, dá algumas dicas para quem pretende viajar com seu pet e quer garantir os cuidados no verão:

cachorro cinto carro

Cuidado no transporte – se a viagem for de carro, passeie com o animal antes de entrar no veículo para que ele faça suas necessidades. É proibido levar animais em partes externas do veículo ou dirigir com eles no colo ou entre os braços ou pernas. Eles devem estar seguros em caixas de transporte, assentos próprios, ou em cintos adaptadores. Evite oferecer alimentos logo antes das viagens e durante o trajeto, já que eles podem ficar enjoados. Para ônibus e avião, é necessário consultar as regras e documentações exigidas de cada companhia.

gatinha-na-cama

Achar o lugar ideal – alguns hotéis já se adaptaram para receber pets. Consulte essa informação na hora da reserva.

cachorro piscina

Cuidado com as altas temperaturas – as viagens para lugares quentes pedem atenção redobrada com os pets, que também sofrem com calor e sol forte. O piso quente, principalmente em horários de sol forte, pode queimar as patas  e não é indicado que os pets fiquem expostos durante as horas mais quentes do dia. Vale também aplicar protetor solar específicos e mantê-los muito hidratados, com diversos pontos de água pelo local.

mala de viagem do pet amazon
Foto: Amazon

Itens essenciais – na hora de fazer as malas, lembre-se de levar comedouro, bebedouro, alimento, coleira, itens de higiene pessoal e os brinquedos favoritos do seu pet. Vale lembrar que o pet deve estar devidamente identificado com plaquinha na coleira ou microchip.

cão e gato comendo ração

Cuidados com a alimentação – procure levar sempre a alimentação específica recomendada pelo médico veterinário e que faça parte da rotina do seu pet. Nem sempre é possível encontrar opções idênticas no seu destino. Por conta do calor, a ração úmida é uma ótima aliada na hidratação do seu pet e pode ser oferecida sozinha ou misturada na ração seca.

Se levar o animal para o passeio não está nos planos, é preciso considerar alguns fatores:

cachorro triste adoção

Não se deve deixar um pet sozinho durante muito tempo: o recomendado é buscar um serviço profissional especializado, dentre hoteizinhos especializados ou pet sitters que recebam o pet ou visitem a sua residência diariamente e amenizem a ausência da família, zelando também pelos cuidados de saúde e bem-estar do animal. O médico veterinário pode lhe orientar sobre os principais cuidados com seu pet durante a viagem.

Sobre Alimentação específica

A Royal Canin é uma referência em nutrição de gatos e cães e disponibiliza mais de 150 alimentos, incluindo produtos específicos para raças, portes, idades, estilos de vida, necessidades específicas, cuidados especiais e auxiliares no tratamento de algumas doenças.

Informações: Royal Canin 

 

Atibaia recebe Exposição de Cães para celebrar o aniversário da CBKC 2018

Nos dias 14, 15 e 16 de dezembro, cerca de 700 cães estarão reunidos em Atibaia, interior de São Paulo, para o maior evento da cinofilia brasileira. Criadores de todo o Brasil participarão da exposição de aniversário da Confederação Brasileira de Cinofilia, CBKC, que completa 96 anos e é a responsável por manter o serviço de registros genealógicos de cães de raça pura (pedigrees) em todo o país.

A Royal Canin, marca da Mars que é referência em Nutrição Saúde para gatos e cães, é patrocinadora oficial do evento e estará no local com um estande de apoio aos criadores e profissionais para compartilhar informações sobre alimentação com os visitantes.

“Sabemos que uma alimentação precisa e de alta qualidade contribui para que cães de competição tenham um desempenho excepcional em um evento como esse. O evento também é uma oportunidade para esclarecer dúvidas dos visitantes sobre os benefícios do alimento específico para as necessidades dos seus pets”, explica Mariana Rocha, Gerente de Marketing do Canal Criador da Royal Canin Brasil.

Juízes da África do Sul, Espanha, Singapura, Uruguai e do Brasil avaliarão os melhores cães durante os três dias de competição.

O evento tem entrada gratuita e o público poderá ver de perto cães das mais diferentes raças e o cuidadoso preparo para a competição, além de tirar dúvidas e curiosidades com os próprios criadores e organizadores do evento.

CBKCCBKC2

Exposição de Aniversário CBKC 2018
Data: 14, 15 e 16/12 – das 8h às 18h
Entrada franca (pagamento apenas do estacionamento)
Local: Atibaia Convention – Hotel Fazenda Hípica Atibaia
Endereço: Av. Guaxinduva, 1145 – Atibaia – São Paulo/SP – Brasil
Informações: Confederação Brasileira de Cinofilia

Royal Canin promove ação “Meu Pet no Peso” no Parque Vila Lobos

Objetivo é de conscientizar tutores sobre a importância do controle de peso para a qualidade de vida e longevidade de gatos e cães

Obesidade é um problema global de saúde pública e no Brasil não é diferente. A afirmação tem como base dados do Ministério da Saúde que apontam um aumento da obesidade na população em 60% nos últimos 10 anos.

Uma em cada cinco pessoas no país está acima do peso e especialistas atribuem fatores como mudanças no estilo de vida, sedentarismo, dieta irregular e estresse como principais responsáveis. A mudança no estilo de vida afeta não só os tutores como também seus pets.

Por isso, a Royal Canin lançou a campanha “Meu Pet no Peso”, de conscientização sobre o a importância do controle de peso dos animais de estimação, em parceria com a ABEV (Associação Brasileira de Endocrinologia Veterinária).

A Royal Canin convida a todos para participar dessa ação em prol da saúde dos nossos melhores amigos.

meu pet no peso.jpg

Evento Meu Pet no Peso!
Local: Parque Vila Lobos – Espaço Petz
Endereço: Av. Prof. Fonseca Rodrigues, 2001 – Alto de Pinheiros, São Paulo – SP
Data: 10 de novembro
Horário: das 9h às 14h
Atividades: orientação veterinária, entrega de folhetos informativos, pesagem do pet e apresentação de agility para quem passar pelo local, além de entrega de brindes.

Tutores podem inscrever seus animais de estimação no concurso “Pet no Calendário”

Os vencedores do concurso estamparão o calendário 2019 da marca e receberão seis meses de alimentação gratuita

No mês em que é celebrado o Dia do Animal (4/10), a Royal Canin lança o concurso “Pet do Calendário 2019”. Sucesso em anos anteriores, a ação elege seis gatos e seis cães de todo o Brasil para estamparem o calendário anual da marca.

Participar é fácil: os tutores de cães e gatos de todo o país devem cadastrar até 3 (três) fotos do seu pet no site da campanha. A comissão julgadora é formada por representantes da Royal Canin do Brasil, responsável por selecionar 50 finalistas. Já a 2ª fase será aberta à votação do público, que elegerá os 12 vencedores que farão parte do calendário 2019 da marca.

“O Pet no Calendário é um momento muito especial para a Royal Canin, em que celebramos a conexão dos tutores e seus pets. Nesta edição, decidimos iniciar o concurso na semana do Dia do Animal como uma forma de homenagear os mais de 70 milhões de pets do Brasil, que tornam as nossas vidas muito melhores”, comenta Aline Domingues, Especialista de Marketing da Royal Canin.

Premiação

Os 12 tutores (sendo seis de gato e seis de cão) que tiverem suas fotos selecionadas ganharão seis meses de alimentação gratuita.

2019-cover

Prazos da promoção:

Cadastro e envio das imagens entre os dias 1º/10/2018 e 4/11/2018.

A votação dos 12 ganhadores será entre 7/11/2018 e 27/11/2018.

O vencedor será divulgado dia 29/11/2018.

Para mais informações, acesse o Facebook, Instagram ou o site da campanha e consulte o regulamento completo da promoção.

Você alimenta corretamente o seu pet?

Olá, escrevo antes da matéria para avisar que criei um novo blog para tratar apenas dos temas pets, animais de estimação, natureza, meio ambiente, comportamento: Se meu pet falasse. Vou começar a postar esses assuntos por lá, portanto, se tiver interesse, comece a seguir clicando aqui. Os demais assuntos continuam por aqui. Obrigada.

A alimentação adequada é fundamental para gerar bem-estar, qualidade de vida e longevidade aos gatos e cães. Porém, dúvidas sobre esse tema são comuns entre os tutores. Qual a quantidade ideal, qualidade dos nutrientes oferecidos, tipo de ração – seca, úmida ou ambas? O que de fato é correto?

Para auxiliar os tutores de animais de estimação com o tema, Luciana Peruca, médica-veterinária da Royal Canin, compartilhou algumas dicas:

Gatos_ração

– Fique atento! As necessidades nutricionais de seu pet não são necessariamente as mesmas que a sua. Portanto, é importante fornecer rações específicas, obedecendo espécie, raça, porte e condição de saúde dos animais.

tabela-nutricional-premium-cat-cadulto.jpg

– De olho no pacote para ter certeza que todos os nutrientes sejam fornecidos em quantidade adequada, siga sempre as recomendações da tabela de racionamento presente na embalagem da ração. Oferecer alimento em excesso é frequentemente a causa de sobrepeso.

cachorro bulldog petisco
Pixabay

– Petiscos como premiação precisam ser oferecidos com moderação! Lembre-se, eles também contêm calorias. Apenas o médico-veterinário pode fazer a orientação nutricional mais adequada a fim de oferecer a quantidade calórica ideal para seu pet.

gato comendo comida umida vetstreet
Foto: Vetstreet

– Hummmm… o alimento úmido, quando completo e balanceado, pode ser oferecido sozinho ou em combinação com a ração seca. A mistura das texturas e aromas deixa o alimento ainda mais atraente para o animal.

cachorro cocker comendo.jpg

– Faça a adaptação. Caso seu pet ainda não tenha a alimentação úmida como hábito, introduza em seu dia a dia de forma gradual, garantindo a adaptação do organismo.

ração pra cachorro

– Devagar e sempre! Vai trocar a ração do seu pet por recomendação veterinária? Lembre-se de fazer a transição gradual também.

comedouro3

– Seja estratégico: posicione sempre o comedouro em local arejado e de fácil acesso, mantendo distância do tapete higiênico do pet. Dê preferência a áreas em que o pet gosta de circular.

ringo agua fonte

– Água só faz bem! Tenha sempre água filtrada e fresca disponível, fazendo sua troca diariamente. Ter mais de um bebedouro ou fonte pela casa promove maior ingestão de líquidos.

E lembre-se, sempre siga as orientações do médico-veterinário.

Fonte: Royal Canin

 

 

 

ATUALIZANDO: Expo Gatos Sorocaba apresenta 14 raças e realiza feirinha de adoção

Atenção, após uma leitora me avisar, eu confirmei que o evento teve sua data alterada, porém, em momento algum fui avisada da alteração pela organização ou pela assessoria de imprensa. Agora será nos dias 23 e 24 de junho. Desculpem!

 

Sucesso no ano passado, a segunda edição da Expo Gatos Sorocaba, organizada pela Amacoon – Associação Maine Coon no Brasil, acontecerá nos dias 2 e 3 de junho, no hotel Golden Park Sorocaba. A entrada é gratuita, mas quem quiser ajudar os gatinhos da AATAN Sorocaba (Associação Abrigo Temporário de Animais Necessitados), poderá doar uma lata ou sachê de ração.

Além da fofura dos gatos, o evento apresentará duas novidades tecnológicas para os tutores de pets que, com a correria do cotidiano, acabam não tendo muito tempo para dedicar aos seus bichinhos, mas zelam pelo seu bem estar: o comedouro inteligente e um brinquedo robótico, que programa movimentos não repetitivos simulando a caça, atividade favorita dos gatos.

Com aproximadamente 200 gatos e seus criadores, o evento trará competições de beleza, além de mini workshops gratuitos com especialistas em felinos, além de feira de adoção. Os visitantes poderão ter contato com as 14 raças avaliadas na competição, sendo elas: Persa; Maine Coon; Oriental de pelo curto; Exótico; British Short Hair; Ragdool; Sphynx; Bengal; Siberiano; Selkirk Rex de pelo curto; Neva Masquerade; Abissínio, Doméstico e, pela primeira vez na região, a raça Mau Egípcio.

gatos maine coon
Gatos Maine Coon – Foto: Pixabay

As categorias de avaliação serão: Melhor Classe; Melhor da Cor; Melhor da Raça; Melhor da Categoria e o campeão entre todos. Serão três juízes responsáveis pelo julgamento, Andrea Valete Machado (Brasil), Alexey Shchukin (Holanda) e Charles Spijker (Holanda).

A competição internacional, pela segunda vez em Sorocaba, é uma etapa do Campeonato Brasileiro FIFe de Gatos de Raça e os vencedores poderão ser classificados para a etapa mundial, que acontecerá este ano, no último fim de semana de outubro, na Finlândia, no norte da Europa. Para alcançar a oportunidade, o gatinho precisa ir para uma final, ter título acima de Campeão Internacional, ou ganhar como “Melhor da Cor”, títulos que são apenas conquistados em exposições.

A ExpoGatos Sorocaba é patrocinada pela Royal Canin, marca referência em nutrição para gatos e cães, que estará presente no evento com um stand, no qual os visitantes poderão participar de um jogo da memória divertido sobre as diversas necessidades dos gatos, com direito a um brinde da marca.

Tecnologia em prol do bem-estar dos felinos

O destaque do evento, este ano, fica por conta da tecnologia, focada em ferramentas para facilitar a vida dos tutores nos cuidados relacionados aos gatos. Exemplo disso é o comedouro inteligente, que permite ao tutor alimentar seu animal de onde estiver, por meio da rede Wi-Fi e comando da ação através de aplicativo no celular.

Rafael Souza, representante da marca responsável pela ideia, explica que as refeições são possíveis de serem acionadas ou agendadas e que também é possível liberar petiscos ao longo do dia. “O aplicativo também permite que sejam adicionadas câmeras, dessa maneira o tutor pode dar uma espiadinha no que os bichinhos estão fazendo e, até mesmo, falar com eles”.

Outra novidade que promete auxiliar o dia a dia dos papais e mamães de gatos é um novo brinquedo eletrônico, pensado para simular a caça e em manter os felinos ativos e saudáveis. O responsável pela empresa, Daniel Stancampiano, explica que existem diversas varetas que podem ser acopladas ao “jogo”, cada uma executando um movimento diferente, garantindo que os gatos não enjoem da brincadeira. “Eles adoram objetos em movimento. Perseguir, capturar, soltar a presa, perseguir de novo, capturar de novo, mas não pode ser algo repetitivo, nem possuir um padrão de movimento, pois os felinos logo se entediariam e se afastariam do brinquedo, esse é o principal diferencial desse produto”.

Feira de adoção e doação de ração

gato abrigo abandonado mimzy pixabay
Foto: Mimzy/Pixabay

Como em 2017, o evento deste ano também terá uma feira de adoção de gatos, organizada pela AATAN Sorocaba (Associação Abrigo Temporário de Animais Necessitados) e toda a ração arrecadada será doada à instituição, que cuida de centenas de cães e gatos abandonados.

Em 2017, 32 peludinhos encontraram novas famílias e 89 kg de ração foram arrecadados, além de 1802 sachês e 421 latas de comida para gatos. Segundo Hugo Cavalheiro, presidente da Amacoon, a expectativa é de que, este ano, o número de arrecadações seja ainda maior, “Esperamos que as doações aumentem, apesar de não serem obrigatórias. A AATAN faz um trabalho sério de ajuda aos gatinhos resgatados na região de Sorocaba, e necessita de colaboração”.

Expo Gatos Sorocaba
Local: Hotel Golden Park, localizado na Rodovia SP75 (Castelinho) – KM 2.6 sentido Sul, S/N, Iporanga
Data: 2 e 3 de junho
Horário: Das 10h às 18h
Gratuito e aberto ao público
Entrada: lata ou sachê de ração úmida para gato (serão doados para ONGs de proteção animal)

Fonte: Royal Canin

Salvar

São Paulo terá o primeiro hospital exclusivo para gatos do Brasil

Ser a referência em atendimento a felinos no Brasil e trazer o melhor do padrão internacional de atendimento a gatos em qualidade de medicina, infraestrutura, e conforto, tanto para os pacientes quanto para os tutores. Esta é a grande proposta do 4cats, o primeiro hospital veterinário exclusivo para gatos do Brasil, que está funcionando em modo soft opening desde 3 de maio, e será inaugurado oficialmente no dia 29 de maio, na capital paulista.

Criado em parceria com a multinacional Royal Canin, o local foi idealizado pelos médicos-veterinários Archivaldo Reche Junior (Dr. Valdo), formado pela FMVZ- USP, que possui residência, mestrado e doutorado em clínica médica pela USP e Pedro V. P. Horta, formado pela USP FMVZ, com residência e mestrado em clínica médica pela USP e Membro da American Association of Feline Practitioner, a mais importante entidade internacional focada nos felinos.

A estrutura do hospital se destaca por possuir médicos-veterinários especialistas em gatos no Brasil, um ambiente exclusivo para gatos, que considera as peculiaridades do seu comportamento e infraestrutura de padrão Internacional com serviço completo. Sim, existem clínicas específicas para gatos, mas hospital, com infraestrutura de internação e U.T.I, o 4Cats é o primeiro.

“A medicina felina evoluiu muito nos últimos 25 anos, hoje, os tutores de gatos buscam profissionais especializados em atendimento à espécie. A ideia do hospital para felinos surgiu a partir da constatação da necessidade de disponibilizar aos tutores de gatos um local que funcionasse 24 horas e que fosse voltado exclusivamente para esse pet”, afirma Dr. Valdo.

veterinario-gato-1-770x490

A operação inicial do 4cats contará com 21 profissionais, sendo 8 médicos-veterinários, com previsão de expansão já no segundo semestre deste ano e a a expectativa inicial é de 500 atendimentos/mês.

“Os gatos são animais que sofrem mais estresse com visitas a clínicas/hospitais, portanto, cabe ao médico veterinário proporcionar um ambiente agradável e menos estressante ao paciente felino, para que sua visita à clínica seja menos traumática possível”, afirma Horta.

Os sócios são membros da American Association of Feline Practice, garantindo que os padrões internacionais de atendimento e melhores práticas para cuidados com os gatos sejam implementados no hospital.

Detalhes:

– A área do hospital é de 390 m².

– O programa internacional cat friendly da AAFP recomenda dois tamanhos de recintos, um pequeno para curtos períodos, de 60x60x65cm, e um maior, para longas internações, de 90x70x65 cm (não são tamanhos mínimos e sim recomendados).

– Os recintos têm 110x70x75cm (os menores) e 150x70x70cm (os maiores). Como há recomendações para se evitar inox, que além de frio é reflexivo, no 4cats somente as mesas são desse material, por exigência das normas brasileiras.

-As recomendações do programa da AAFP citam móveis e equipamentos compatíveis com o tamanho dos gatos. As mesas de atendimento têm 100 cm x 55 cm.

– O hospital tem cinco salas para atendimentos e recintos para internar 35 gatos simultaneamente (considerando todas os recintos, inclusive a sala restrita de infecciosas e as gaiolas de pré e pós-operatório).

-21 funcionários, sendo oito deles médicos-veterinários, mas em breve o hospital deve aumentar, pois já há falta de pessoal com o alto movimento, mesmo antes da inauguração oficial.

Obs.: para saber valores é necessário ligar para o hospital, pois não são fornecidos de outra forma.

Hospital 4cats
Horário: Pronto Socorro 24 horas
Endereço: Av. Pacaembu, 1311 – São Paulo – SP- Tel: 2366-5567
Inauguração: 29/05/2018 (soft openind desde 03/05)

*Texto atualizado em 23/05/18 – às 14 horas.

O vínculo entre a mãe gata e os filhotes por meio da alimentação

O Dia das Mães, comemorado ontem, é a data que reservamos para homenagear as mães. E todas elas merecem ser notadas, inclusive as que possuem quatro patas. Assim como para nós, o cuidado materno é essencial para o desenvolvimento saudável dos gatinhos filhotes. A gestação e as primeiras semanas de vida do animal são fundamentais para a sua saúde e o início da sua socialização.

O papel das gatas mamães na saúde dos filhotes começa já na gestação. Assim como para as mulheres, o cuidado com a gestante começa no pré-natal e está intimamente ligado ao nascimento de filhotes saudáveis e à diminuição da mortalidade neonatal (que pode chegar a 30% dos filhotes de gatos antes do período de desmame).

Nesta fase, uma alimentação balanceada e completa é fundamental, já que a gata precisa de mais energia (25-35% de aumento na necessidade energética). “Os nutrientes e a energia fornecidos por uma alimentação adequada são essenciais para o desenvolvimento do feto e a produção de leite ao final da gestação” explica Natália Lopes, Coordenadora de Comunicação Científica da Royal Canin.

O nascimento e as primeiras semanas de vida

gata e filhote

Um dos grandes momentos de conexão entre mãe e filhotes ocorre na amamentação. Mas mais do que um momento de carinho, trata-se de um dos cuidados mais importantes com o filhote: a nutrição. Nas primeiras semanas de vida, por meio da amamentação, o gatinho recebe todos os nutrientes e anticorpos essenciais para o seu crescimento e fortalecimento.

Desmame

gatos filhotes mamando
Pixabay

O período de amamentação chega ao fim entre a terceira e a oitava semana de vida do gatinho, mas o cuidado com a nutrição e o momento especial que a alimentação representa no seu crescimento e socialização continuam. Para auxiliar no processo de transição entre o leite materno e a nova dieta do filhote, uma mudança gradual entre o leite materno e o alimento sólido é recomendada.

“O desmame é o estágio de transição do leite materno para o alimento sólido. O alimento Mother & Baby Cat da Royal Canin é ideal para esta fase, já que possui versão mousse e sua versão seca pode ser hidratada, transformando o alimento em um “mingau” apetitoso e saudável, facilitando a ingestão e digestão do filhote e auxiliando o tutor nesta fase” afirma Natália.

A linha Mother & Baby Cat foi especialmente desenvolvida pelos nutricionistas da Royal Canin para alimentar a mamãe durante a gestação e período de lactação e garantir um crescimento saudável do filhote, podendo ser usada pelas gatas a partir do início da gravidez e até o fim da amamentação dos filhotes e para os gatinhos desde o desmame até os 4 meses de idade.

gata e filhote 3

Está cuidando de uma gatinha gestante ou de um filhote recém-nascido? Procure um médico-veterinário para garantir o acompanhamento e a alimentação adequada para uma gravidez e crescimento saudáveis.

Fonte: Royal Canin

 

Nova pesquisa aponta os riscos da obesidade para a saúde dos pets

Para manter o peso saudável, os tutores não devem ceder ao comportamento “pedinte” por alimento e monitorar a quantidade diária fornecida ao pet

Uma nova pesquisa internacional, realizada com tutores de animais de estimação do Brasil, China, Rússia, Reino Unido e Estados Unidos, revelou que:

o 54% dos tutores de gatos e cães sempre ou muitas vezes cedem aos apelos dos pets e oferecem mais alimento quando eles “pedem” por isso
o 22% dos tutores de gatos e cães muitas vezes oferecem alimento em excesso aos seus animais de estimação para mantê-los felizes
o Apenas 20% sempre medem a quantidade de alimento que oferecem aos pets
o 87% dos entrevistados oferecem a quantidade que eles acham que o animal precisa em cada refeição

Há uma compreensão notavelmente pequena da quantidade correta de alimento que os gatos e os cães precisam ou o que eles devem ou não devem comer e a maioria dos tutores não fazem ideia se o seu animal de estimação está acima do peso ou não.

As estimativas sugerem que 59% dos cães e 52% dos gatos em todo o mundo estão acima do peso. No entanto, na pesquisa, apenas 24% dos tutores de cães descrevem seu animal de estimação com excesso de peso. No entanto, quando perguntado se o gato ou o cão exibiam algum dos sinais de excesso de peso, 64% indicaram que seu pet , atualmente, tem pelo menos um sinal de excesso de peso como, por exemplo, não ser possível sentir as costelas ou ter afrouxado a coleira.

O forte vínculo emocional entre os tutores e seus animais de estimação pode ser parte do problema. Muitos tutores expressam carinho por meio da alimentação, o que pode facilmente levar o pet a consumir mais calorias do que ele precisa.

Na pesquisa, 59% dos tutores de cães e gatos disseram que se sentem recompensados ​​ao alimentar seu animal de estimação e 77% disseram que seu animal fica feliz quando oferecem alimento a ele. Infelizmente, muitos tutores não estão plenamente conscientes sobre as consequências do excesso de alimentação ao animal de estimação. Ainda, foi identificada na pesquisa que 61% dos entrevistados desconheciam que os animais com excesso de peso podem ser suscetíveis a diabetes e doenças ortopédicas e, consequentemente, a redução da qualidade de vida em 53%, ao risco de doença cardíaca em 53% e a um tempo de vida mais curto para 51%.

Os resultados dessa pesquisa foram anunciados durante o Congresso Royal Canin sobre Controle de Peso, que ocorreu no Reino Unido em 21 e 22 de fevereiro.

cachorro e gato comendo

“Como os seres humanos, os pets precisam estar com um peso saudável”, destacou Alex German, Professor de Medicina Veterinária da Universidade de Liverpool, no Reino Unido. “Esta é uma questão muito complexa, que exige compreensão e empenho tanto dos tutores quanto dos Médicos-Veterinários”.

Muitas pessoas monitoram seu próprio peso regularmente, porém 40% não sabem o quanto seu gato ou cão pesam e 22% dizem que seu animal de estimação nunca foi pesado. Do total de entrevistados, 72% disseram que seu Médico-Veterinário havia falado com eles sobre os benefícios emocionais da prática de exercícios e de uma alimentação saudável.

Outra constatação apontou que 67% dos tutores de cães e gatos gostariam que seu Médico-Veterinário os aconselhasse mais ativamente sobre o peso do animal de estimação e 82% gostariam de ter diretrizes mais claras sobre peso ideal e conselhos para mantê-los aptos e saudáveis.

“Nossa pesquisa mostra que os tutores de animais de estimação estão abertos a receber mais orientações sobre como manter seus gatos e cães em forma e saudáveis”, comentou Sandra McCune, Líder Científica de Interação Humano-Animal na Mars Petcare. “O foco do nosso trabalho em Waltham é cada vez mais encontrar maneiras de levar conhecimento aos tutores de como manter seus animais saudáveis e felizes”.

Alimentação específica

A escolha de um alimento adequado deve ser cuidadosa, já que a alimentação é uma das principais causas do sobrepeso. É fundamental buscar a orientação de um Médico-Veterinário, que avaliará uma série de fatores para definir a dieta mais precisa para o pet. Hoje, é possível encontrar no mercado um vasto portfólio de alimentos, com opções que atendem as necessidades nutricionais de cães e gatos com tendência ao ganho de peso ou já em tratamento contra a obesidade.

Amostragem da pesquisa

PTBR_Mars Weight Management AI file Keeping Our Pets Healthy Infographic (2)PTBR_Mars Weight Management AI file Keeping Our Pets Healthy Infographic 2)

A pesquisa foi realizada entre janeiro e fevereiro de 2018. A amostragem foi de 5.309 tutores de cães e gatos responsáveis pela saúde e bem-estar de seus animais de estimação. Total de respondentes: Brasil = 1.068 / China = 1.036 / Rússia = 1.111 / Reino Unido = 1.023 / Estados Unidos = 1.071).

Fonte: Mars