Arquivo da tag: rucula

Verão: Fogo de Chão dá desconto em janeiro e oferece novos pratos

Até o dia 31 de Janeiro, a rede Fogo de Chão oferece um desconto especial para os clientes. A logística é simples: de segunda a sábado, em qualquer unidade, no consumo de dois rodízios completos, o segundo tem R$75,00 de desconto. Para ter direito ao benefício, basta o cliente mencionar a promoção no ato da reserva e apresentar o e-mail marketing da ação no celular. A condição é limitada a 5 descontos por mesa de até 10 pessoas e não é válida aos domingos e feriados.

FogoSprg18_AsparagusPeaSalad_31444.jpg

Seasonal Spring 2018fogo 2FogoSprg18_AnctGrainTossed_31419.jpg

Seasonal Spring 2018

Outra novidade para o primeiro mês de 2020 é adição de novas saladas no menu. Leves e com sabor marcante, são ideais para o consumo no verão. Entre as novidades, destaque para: Salada de Rúcula Selvática com Ervilha Torta, Salada de Batata-Doce e Salada de Arroz Negro com Grãos.

Informações: Fogo de Chão

Ceia: cinco receitas para quem não tem muita habilidade na cozinha

Nutricionista do Oba Hortifruti, Renata Guirau, sugere receitas práticas e saborosas que irão agradar o paladar de todos os convidados da ceia de Réveillon

Reunir a família e os amigos para a ceia é uma delícia. Mas, organizar os comes e bebes para essa noite especial pode ser uma tarefa difícil para algumas pessoas, principalmente para quem não possui habilidades culinárias ou não quer passar tanto tempo na cozinha.

Pensando em facilitar a comemoração de todos, a nutricionista do Oba Hortifruti, Renata Guirau, mostra que não é preciso ser nenhum grand chef para encantar os convidados à mesa.

“É possível preparar pratos cheios de sabor e que não sejam tão elaborados. Uma dica interessante é usar como base produtos prontos. O Panettone Oba Bem Querer, por exemplo, pode ser usado para criar variações diferentes de doces, como trufas com chocolate”, indica a especialista.

A profissional sugere um menu completo, de entrada até sobremesa, com 5 opções de receitas com gostinho de Natal, que podem ser preparadas por qualquer um. As sugestões da profissional são: salada de rúcula com nozes e parma, trufas de panettone, torradinhas aromáticas, peito de peru agridoce e arroz de festa

Confira abaixo o passo a passo e surpreenda seus convidados:

Torradinha Aromática (entrada)

Oba - Torradinha Aromática

Ingredientes
5 fatias de pão de forma
2 colheres de sopa de azeite
Alecrim, sálvia, sal e pimenta do reino a gosto

Modo de preparo
Misture o azeite com as ervas, o sal e a pimenta. Corte as fatias de pão em 4 partes e pincele com o azeite aromatizado. Leve ao forno por cerca de 30 minutos ou até que o pão fique crocante.

Sugestão: você pode cortar os pães em formato de estrelas com o auxílio de cortadores de biscoitos. Você também pode cortar o pão em tamanhos menores e usar as torradinhas para compor saladas de folhas.

Salada de Rúcula com Nozes e Pinhão

Oba - Sala de Rucula com Nozes

Ingredientes
1 maço de rúcula lavada
1 xícara de nozes
1 xícara de pinhão cozido
10 damascos cortados ao meio
1 pera cortada em cubinhos
1 colher de sopa de mostarda dijon
Sal e pimenta moída na hora a gosto
Azeite a gosto

Modo de preparo
Monte a salada, acomodando primeiro a rúcula, e em seguida a pera, os damascos picados, as nozes e o pinhão. Prepare o tempero, misturando o azeite, a mostarda, o sal, a pimenta e 50 ml de água. Finalize a salada regando com o molho e sirva em seguida.

Sugestão: quem quiser pode adicionar também 150g de presunto parma fatiado fino e ½ xícara de queijo gorgonzola picado.

Peito de Peru Agridoce

Oba - Peito de Peru Agridoce (1)

Ingredientes
1 peito de peru médio sem pele e sem osso
1 xícara de suco de laranja pera
1 col de sopa de mostarda dijon
4 dentes de alho amassados
10 fatias finas de bacon
2 colheres de sopa de manteiga
Pimenta do reino moída na hora a gosto

Modo de preparo:
Faça um molho com o suco de laranja, o alho, a mostarda e a pimenta do reino. Regue o peito de peru nesse molho e deixe na geladeira descansando por pelo menos duas horas, virando a peça de carne de tempos em tempos. Em uma assadeira, envolva o peito de peru com as fatias de bacon, regue com o molho e pincele com a manteiga derretida. Cubra com papel alumínio e leve ao forno preaquecido por cerca de 1 hora. Retire o papel alumínio e deixe o peru no forno até que fique dourado.

Arroz de Festa

Oba - Arroz de Festa

Ingredientes
2 xícaras de arroz
½ xícara de ervilhas congeladas
½ xícara de nozes picadas
10 damascos picados
2 col de sopa de manjericão picado
2 dentes de alho
½ cebola ralada
2 colheres de sopa de azeite
Sal a gosto

Modo de preparo:
Aqueça o azeite e refogue o alho amassado e a cebola ralada. Acrescente o arroz e cubra com água. Acerte o sal. Quando a água começar a secar, acrescente as ervilhas por cima do arroz e tampe a panela. Cozinhe até que os grãos fiquem bem cozidos. Desligue o fogo e acrescente os demais ingredientes. Misture tudo delicadamente e sirva em seguida.

Trufas de Panetone

Oba - Trufa de Panettone

Ingredientes
100g de chocolate meio amargo picado
100g de chocolate ao leite ralado
3 colheres de sopa de creme de leite
1 fatia grossa de Panettone Oba Bem Querer

Modo de preparo:
Derreta o chocolate meio amargo e misture com o creme de leite. Esfarele com as mãos a fatia de Panettone Oba Bem Querer e misture com o creme de leite com chocolate. Leve à geladeira por 15 minutos. Com a massa gelada, faça bolinhas e passe no chocolate ralado. Leve novamente à geladeira por cerca de meia hora e sirva em seguida.

Fonte: Oba Hortifruti

Que tal caprichar no almoço e servir um risoto de tomate seco com rúcula?

Uma opção gostosa, saudável e de simples preparo para aguçar olhos, olfato e o paladar. A dica é da Urbano Alimentos. Veja o passo a passo:

Risoto Urbano de Tomate Seco com Rúcula

Ingredientes:
500g de arroz arbório Urbano;
200g de manteiga;
10 xícaras de caldo de legumes (2 litros);
100g de tomate seco;
50g de rúcula;
¼ de xícara (chá) de cebola picada (37 g);
1 xícara de vinho tinto seco;
100g de queijo parmesão;
Sal a gosto.

Modo de preparo:
Coloque o caldo de legumes para esquentar em uma panela grande, mantenha o caldo aquecido. Em outra panela em fogo médio, coloque metade da manteiga e refogue toda a cebola. Adicione o arroz Urbano arbório, refogue por um minuto, coloque o vinho tinto seco, misture e deixe ferver até que todo líquido tenha sido absorvido. Coloque uma xícara do caldo de galinha, o sal e cozinhe, misture bem, sempre em fogo alto. Quando o caldo se misturar ao arroz, adicione mais uma xícara do caldo, repita este procedimento até adicionar todo o caldo e arroz ficar macio, porém al dente. Após acrescente os tomates secos, mexa e experimente o arroz, se necessário adicione mais sal, cozinhe por mais 5 minutos, desligue e acrescente o restante da manteiga, o queijo parmesão e mexa até incorporar. Finalize com a rúcula picada. Sirva imediatamente.

Risoto Urbano com Tomate Seco e Rúcula 1.jpg

Nível de dificuldade: fácil
Rendimento: 6 porções

Fonte: Urbano

Dicas de receitas para o Dia das Mães

O Dia das Mães é domingo e é bom já ir preparando o cardápio para esse dia tão importante para a pessoa que você mais ama. Para te ajudar a preparar uma comidinha deliciosa para a mãezona, três receitas maravilhosas, saudáveis e que cabem no seu bolso. Bom apetite.

Bruschetta de Feijão Branco e Sardinha

brusqueta de feijao branco.jpg
Ingredientes:
1 minibaguete com cerca de 20cm
1 dente de alho cortado ao meio (2g)
1 lata de Sardinha em Óleo Sabor Defumada Gomes da Costa (125g)
1 xícara (chá) de feijão branco cozido (200g)
Sal a gosto
Mini rúcula a gosto
Pimenta do reino moída na hora

Modo de Preparo:
Corte a minibaguete ao meio no sentido do comprimento. Corte cada metade em 4 pedaços. Esfregue o dente de alho sobre a superfície de cada pedaço de pão. Distribua os pães numa assadeira. Reserve o alho. Regue os pães com um pouco do óleo da Sardinha Gomes da Costa e leve ao forno médio (180ºC) preaquecido, por cerca de 15 minutos ou até os pães ficarem ligeiramente crocantes. Enquanto os pães estão no forno, amasse grosseiramente o feijão com o auxílio de um garfo até obter um purê pedaçudo (se necessário acrescente um pouco do óleo da Sardinha). Junte o alho reservado, espremido. Tempere com sal a gosto.

Monte a bruschetta:
Sobre um pedaço de pão quente, espalhe cerca de 2 colheres (sopa) de purê de feijão.
Distribua a rúcula, a Sardinha Gomes da Costa e salpique pimenta do reino moída na hora. Sirva em seguida.

Dicas de chef
=Para se obter 1 xícara (chá) de feijão branco cozido, cozinhe cerca de meia xícara chá de feijão cru.
=Como esfregar o alho sobre o pão: corte o dente de alho ao meio e esfregue-o com a parte cortada voltada para o miolo do pão. Esta técnica “perfuma” o pão.

Variação
Substitua a rúcula por escarola picada grosseiramente.

Salada de Feijão Branco, Atum, Rúcula e Coentro
salada de feijão branco.jpg

Ingredientes:
2 xícaras (chá) de feijão branco cozido e escorrido (400g)
1 lata de Atum Sólido em Óleo Baixo em Sódio Gomes da Costa (170g)
2 xícaras (chá) de rúcula rasgada
Coentro fresco picado a gosto

Modo de preparo:
Numa tigela junte o feijão e o Atum Gomes da Costa com seu óleo. Misture bem e deixe tomando gosto por cerca de 1 hora.
No momento de servir acrescente a rúcula e o coentro. Misture bem.

Dicas de Chef
A rúcula deve ser acrescentada à salada no momento de servir para que não murche.
Duas xícaras (chá) de feijão branco cozido correspondem a uma xícara (chá) de feijão branco cru. De véspera, deixe o feijão de molho em água. No dia seguinte escorra e cozinhe em água fervente abundante.

Variação
O coentro pode ser substituído por hortelã.

Sardinha Mediterrânea

sardinha mediterranea

Ingredientes:
Meia cenoura pequena cortada em cubos de 1cm(60g)
1 abobrinha tipo italiana pequena cortada em pedaços de 1cm(120g)
1 batata pequena cortada em pedaços de 0,5cm (100g)
Sal a gosto
2 latas de Sardinha em Óleo Gomes da Costa (250g)
1 cebola média cortada em rodelas (80g)
3 colheres (sopa) de vinho branco seco (45ml)
4 colheres (sopa) de caldo de legumes (60ml)
1 colher (chá) de ervas finas seca (2g)
Pimenta do reino a gosto
2 colheres (sopa) de azeitonas verdes picadas (26g)
2 colheres (sopa) de Cogumelos fatiados Gomes da Costa (20g)

Modo de Preparo:
Cozinhe em água fervente temperada com sal, primeiro a cenoura, depois coloque a abobrinha e a batata. Cozinhe os legumes até ficarem al dente. Abra as Sardinhas Gomes da Costa e reserve o óleo de 1 lata das Sardinhas Gomes da Costa. Numa panela média, coloque o óleo de uma lata de Sardinha Gomes da Costa. Cubra a superfície da panela com uma camada de rodelas de cebola. Disponha as Sardinhas Gomes da Costa lado a lado, ocupando todo o fundo da panela. No centro coloque os legumes pré-cozidos. Regue com uma mistura de vinho branco e caldo de legumes. Salpique a superfície com as ervas finas e a pimenta. Leve ao fogo baixo e cozinhe por cerca de 15 minutos, com a panela aberta. Distribua as azeitonas e os Cogumelos Gomes da Costa. Mantenha no fogo por cerca de 5 minutos ou até aquecer. Sirva em seguida.

Fonte: Gomes da Costa

Quatro receitas de saladas para incluir no cardápio durante o verão

Verão indo embora, mas os dias quentes continuam e com eles vem aquela necessidade de uma alimentação mais leve e saudável, e consequentemente as saladas viram as nossas queridinhas da estação.

Para Karol Coelho nutricionista funcional “Quando estamos em ambientes frios aumenta a necessidade energética para manter a temperatura corporal, por este motivo é que sentimos mais fome e damos preferência aos alimentos mais calóricos no inverno. No calor essa necessidade enérgica para manutenção da temperatura é reduzida, consequentemente sentimos menos fome e normalmente preferimos alimentos mais leves e menos gordurosos.”

E para ajudar com esse cardápio abaixo há quatro receitas de saladas deliciosas, elaboradas pela culinarista e influenciadora Emília Lobato do canal Cozinha Tudo, e da Youtuber Cecilia Padilha, do Canal Experimente por Cecilia Padilha.

Salada ou Patê de Atum – por Emilia Lobato

salada ou pate atum.jpg

Ingredientes
1 lata de atum ao natural sem a água
1/2 cenoura ralada
1/2 alho poró refogado no azeite
2 colheres de sopa de azeitona sem caroço
2 colheres de sopa de cream cheese
2 colheres de sopa de aveia em flocos
Sal
Pimenta
Salsa para decorar

Modo de fazer
Misture todos os ingredientes e faça o formato que desejar
Sirva com torradas, wraps de alface ou salada como sugeri na foto.
Servir gelado e guardar por no máximo 2 dias na geladeira.

Salada de Manga com Cebola – por Emilia Lobato

salada de manga.jpg

Ingredientes
1 cebola roxa em fatias
2 mangas Palmer firmes
1/2 xícara de chá de amêndoas em lâminas
1/2 colher de sopa de manteiga
Salsa
Azeite
Sal a gosto
Suco de 1/2 limão

Modo de fazer
Ferva a cebola em fatias na água quente e depois lave na água fria em uma peneira e deixe escorrer. Corte as mangas em tiras largas ou em cubos. Reserve. Em uma frigideira com manteiga adicione as amêndoas até dourar. Monte a salada com a manga, cebola e amêndoas. Tempere com limão, sal e azeite. Decore com salsa e pimenta rosa (opcional).

Salada de Camarões com Manga Agridoce, por Cecilia Padilha

salada de camaroes com manga.jpg

Ingredientes
Folhas de rúcula (de preferência baby, aquelas folhinhas menores)
2 cogumelos paris grande em fatias
2 colheres de sobremesa de manga picada em pedacinhos pequenos
4 cubos de manga (para o espetinho, como os da foto)
4 camarões rosa grandes
1 dente de alho picado
1 colher de chá de raspas de limão siciliano
1/2 colher de chá de pimenta dedo de moça picada
1 limão siciliano
Azeite de oliva extravirgem
1 colher de sobremesa de açúcar mascavo
1 colher de sobremesa de mel

Para o molho:
6 colheres de sopa de azeite de oliva
1/2 limão siciliano (suco)
1/2 laranja pera (suco)
1/2 colher de chá de gengibre ralado
Salsinha e ciboulette picados

Modo de Fazer:

Molho: misturar todos os ingredientes e incorporá-los com um fouet, batendo.

Salada: em uma frigideira, grelhar os 4 cubos de manga com o açúcar mascavo e quando já estiver derretido, acrescentar o mel. Reservar.
Em outra frigideira, colocar 4 colheres de sopa de azeite de oliva, 3 colheres de sopa de suco de limão siciliano, raspa de limão e pimenta dedo de moça. Grelhar os camarões. Cortar dois dos camarões em pedacinhos. Arrumar nas taças as folhas de rúcula, colocar as fatias de cogumelo e por cima um camarão picado e a manga. Cobrir com o molho por cima. Em um palito comprido, colocar um cubo de manga grelhada, um camarão inteiro e outro cubo de manga grelhada. Colocar dentro da taça e servir.

Salada de Rúcula e Batatas com Tagliata (filet selado), por Cecilia Padilha

salada de rucula e batatas.jpg

Ingredientes (para 2 pessoas):
4 medalhões de filet
10-12 batatas bolinha
Rúcula (cerca de 50g)
1 colher de chá de mostarda
1 colher de sopa de vinagre balsâmico
1 colher de sopa de alcaparra (não usei pois meu marido não é fã, mas se não tiver restrições, vá em frente!)
3 colheres de sopa de azeite de oliva (se tiver um aromatizado, melhor ainda! Usei um aromatizado com manjericão)
1 colher de sopa de estragão
Sal e pimenta do reino a gosto

Modo de Fazer:
Cozinhar a batata em água por cerca de 20 minutos. Escorrer e deixar esfriar. Selar os filets em uma grelha já preaquecida com um pouquinho de azeite, por 2 a 3 minutos cada lado, dependendo do ponto da carne desejado. Temperar com sal e pimenta e reservar depois de selados. Cortar as batatas ainda quentes ao meio e misturar com a mostarda, vinagre, alcaparras, azeite e estragão. Cortar o filet em fatias bem fininhas (o mais finas que conseguir) e acrescentar à salada. Juntar a rúcula e temperar com sal e pimenta do reino.

Emilia Lobato

emilia lobato - facebook
Reprodução Facebook

Formada em administração de empresas, com especialização em marketing e vendas, Emília Lobato enfrentou diversas mudanças em sua vida. Trabalhou na área de vendas, foi gerente na Villa Daslu por algum tempo, até resolver montar seu próprio negócio. Sempre apaixonada por gastronomia, no final de 2011, viu a chance de realizar seu sonho, criando algo onde pudesse dar dicas sobre organização de casa, com dicas de receitas. À partir daí, iniciou o blog CozinhaTudo e sua página no Facebook, alcançando mais de 500 mil seguidores. Com o grande sucesso de suas mídias sociais, Emília viu a necessidade de melhorar os engajamentos e decidiu postar vídeos ao vivo, com receitas deliciosas, diferenciadas e práticas, feitas em sua casa e testadas por sua família e amigos, atraindo ainda mais fãs para o seu trabalho.

Para fortalecer ainda mais seus conhecimentos, no ano de 2014, participou de um curso, na renomada Le Cordon Bleu, em Londres, aprendendo novas técnicas e explorando ingredientes desconhecidos à culinária brasileira.

Além de realizar o sonho de se tornar uma culinarista de sucesso, também proporciona isso a muitas outras pessoas, que acompanham o desenvolvimento de seu trabalho e sempre estão em busca de dicas e novas receitas de Emília. Para facilitar a aproximação com seu público, criou seu próprio aplicativo, facilitando a vida de quem adora cozinhar, com dicas e receitas diversas. Além disso, em breve, quem tiver o App também poderá adquirir cupons de descontos e oportunidades exclusivas, em produtos usados por ela, em seus vídeos.

Cecilia Padilha

sobremim2.jpg
Reprodução Blog

Administradora, com MBA pela Swiss Business School, escreve o site Yes We Cook! há 7 anos com foco em gastronomia, viagens, kids, esportes, beleza e lifestyle. Depois de mais de 15 anos no mercado financeiro, decidiu abrir mão do estresse e da pressão em busca de qualidade de vida. Participante da 1ª temporada do Masterchef Brasil, teve destaque pela quantidade de vitórias em provas da competição. Colunista da Revista do Gramado, focada no mercado de luxo para o interior de São Paulo

Karol Coelho

karol coelho face
Reprodução Facebook

Karol Coelho CRN 45318/ Nutricionista graduada pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, pós graduanda em Nutrição Clínica Funcional pela VP Centro de Nutrição Funcional, Coach formada pela Sociedade Latino Americana de coaching.

Horta Urbana: já sabe quais vegetais plantar?

Uma prática que vem se tornando cada vez mais comum em grandes metrópoles é o cultivo de hortas urbanas. A Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, por meio da Coordenadoria de Desenvolvimento dos Agronegócios (Codeagro), traz algumas dicas de como plantar vegetais.

Os vegetais são ricos em vitaminas, minerais e fibras, que são essenciais para o nosso organismo. Auxiliam o sistema imunológico, a saúde dos ossos e da pele além de melhorar o trânsito intestinal. De acordo com a nutricionista da Codeagro Milene Raimundo, “o mais importante no consumo de vegetais é a variação. Deve-se variar as cores e formas de preparo, assim é possível garantir que os diferentes nutrientes que cada um fornece sejam bem aproveitados no organismo.”

Milene também garantiu que o cultivo próprio permite o consumo de alimentos mais frescos, com maior valor nutricional, além de fortalecer a relação do homem com a natureza. “O plantio incentiva o consumo e a variedade, pois é possível produzir diferentes alimentos durante o ano”.

Quais vegetais plantar em espaços pequenos:

Alface

alface
Foto: Wunee/Morguefile

Clima: alface tem diversidades em seus cultivares; o de inverno para plantio em temperaturas amenas e frias, e de verão, para plantio sob temperaturas mais altas.

Plantio: as mudas podem ser plantadas em vasos e tem que ficar em locais bem iluminados. O solo deve possuir alto teor de matéria orgânica e ser mantido úmido.

Cuidados: a alface necessita de boa luminosidade, preferencialmente com luz solar direta, mas é tolerante à sombra parcial. Irrigar com frequência, porém sem que permaneça encharcado.

Colheita:  a colheita da alface pode ser feita entre 55 e 130 dias depois da semeadura.

Rúcula

rucula

Clima: a rúcula é uma hortaliça que cresce melhor em clima ameno, com temperaturas em torno de 16°C a 22°C. Recomenda-se o plantio em março e julho.

Plantio: plante as sementes diretamente no local definitivo, superficialmente com até 0,5 cm no solo, ou em sementeiras, com as mudas sendo transplantadas quando atingirem 5 cm de altura, com cuidado para não danificar as raízes.

Cuidados: no outono e inverno pode ser cultivada com sol direto o dia todo, mas no verão é melhor prover sombra parcial durante as horas mais quentes do dia. Irrigue com frequência para que o solo seja mantido sempre úmido, mas sem que permaneça encharcado. Retire as plantas invasoras que estiverem concorrendo por recursos e nutrientes.

Colheita: a colheita da rúcula pode ser feita a partir de 20 a 65 dias da semeadura.

Quais vegetais plantar em espaços médios:

Cenoura

Cenoura

Clima: a cenoura é uma planta que cresce melhor em clima ameno, porém existem cultivares adaptados a condições mais quentes.

Plantio: o cultivo é indicado entre o outono e o inverno e as sementes devem ser plantadas diretamente na horta, com profundidade de 0,5 cm a 1 cm, pois a cenoura não suporta transplante. Os cultivares de raízes arredondadas devem ser semeados em vasos, desde que a profundidade dos mesmos comporte o tamanho da raiz.

Cuidados: a cenoura cresce melhor em condições de alta luminosidade de sol, porém o cultivo tolera meia sombra. Irrigar quando necessário para manter o solo levemente úmido, evite o excesso de água, pois ela apodrece as raízes. Retire as plantas invasoras que estiverem concorrendo por recursos e nutrientes.

Colheita: a colheita da cenoura ocorre entre 60 e 120 dias após a germinação.

Tomate Cereja

tomates cereja pixabay
Pixabay

Clima: geralmente o tomateiro cresce melhor com temperaturas diurnas entre 20°C e 26°C, com uma variação de temperatura entre o dia e a noite.

Plantio: as sementes de tomate podem ser plantadas diretamente no local definitivo ou em sementeiras, com cerca de 10 cm de altura e 7 cm de diâmetro. O plantio das mudas de tomate é realizado quando elas atingem de 15 cm a 25 cm de altura. Os tomateiros se adaptam a um grande número de recipientes, como em vasos, jardineiras e cestas, mas a variedade a ser plantada deve ser escolhida de acordo com o tamanho da planta e do recipiente.

Cuidados: os tomateiros geralmente crescem e produzem melhor em condições de alta luminosidade, com sol direto por algumas horas no dia. Irrigar de forma a manter o solo sempre úmido, mas sem que permaneça encharcado. Tomateiros plantados em vasos, jardineiras, cestas suspensas, sacos plásticos com terra e outros tipos de contêineres precisam ser escorados para assegurar seu desenvolvimento. Podem ser usadas varas de bambu ou de madeira, tomando-se o cuidado ao amarrar os suportes em cada planta.

Colheita: o tomate não precisa estar maduro para a colheita que, em geral, inicia-se de 90 a 100 dias após a realização do transplante.

Couve

couve shuttestock
Foto: Shutterstock

Clima: a couve é uma planta que cresce melhor em clima ameno ou frio, durante o outono e o inverno e em área com parte sombreada. O calor acentuado prejudica a qualidade das folhas, com crescimento reduzido, aparência e sabor alterado.

Plantio: pode ser feito por meio de sementes e pode ser propagada por brotos laterais tirados de plantas adultas. As sementes podem ser plantadas diretamente na horta ou em sementeiras, transplantadas quando estiverem com 10 cm de altura e irrigando logo em seguida. Plante as sementes com aproximadamente 1 cm de profundidade.

Cuidados: cultive em condições de alta luminosidade, com sol direto. O solo deve ser mantido sempre úmido, mas sem que fique encharcado. Corte a ponta do caule principal para que a couve mantenha altura e tamanho adequados para o manuseio e a colheita, além de que favorece o desenvolvimento dos brotos laterais.

Colheita: a colheita das folhas da couve inicia-se normalmente de 70 a 112 dias após o plantio.

Por Kevin Previatti, Pk. – Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo

Lanche agridoce é ideal para quem quer manter alimentação equilibrada

Manter uma alimentação equilibrada é essencial para a saúde e, os lanches intermediários têm grande importância nesse processo, pois auxiliam na redução da fome, evitam a compensação nas próximas refeições e podem ser recheados de nutrientes que deixam o seu corpo muito mais resistente.

Ao montar o seu lanchinho opte sempre por alimentos mais leves como folhas, pães com mais fibras ou menos calóricos, queijos brancos e temperos naturais. Para ajudar você, a Tirolez sugere um lanche prático e perfeito para quem ama aquele gostinho agridoce: Beirute Minas Agridoce. Veja abaixo como fazer esse incrível lanche:

Beirute Minas Agridoce

Ingredientes
– 2 minipães sírios (67 g)
– 4 colheres (sopa) de geleia de damasco (56 g)
– ½ colher (chá) de molho de pimenta (2 g)
– Noz-moscada a gosto
– 2 rodelas de Queijo Minas Frescal Tirolez (140 g)
– 1 xícara (chá) de minirrúcula (75 g)
– 2 colheres (sopa) de amêndoas laminadas e tostadas (16 g)

Modo de preparo
– Corte os pães sírios ao meio, dividindo as duas “folhas” do pão. Aqueça uma frigideira e doure levemente cada uma das “folhas”. Misture bem a geleia e o molho de pimenta, até que esteja homogêneo, e tempere com a noz-moscada.
– Na mesma frigideira, doure ligeiramente as rodelas do queijo.
– Monte os sanduíches, espalhando a geleia nas quatro metades dos pães. Sob duas delas, disponha as fatias do queijo e as folhas de rúcula, e polvilhe com as amêndoas. Finalize fechando o sanduíche com as metades de pão restantes.

beirute minas agridoce

Rendimento: 2 porções
Tempo de preparo: 10 minutos

Fonte: Tirolez

Conheça os benefícios de ter uma horta em casa

Ter uma horta em casa não é um privilégio apenas de quem mora em grandes terrenos. É completamente possível cultivar quaisquer tipos de hortaliças, temperos e ervas em apartamentos ou em pequenos espaços. Viver essa experiência a partir da semente é uma excelente maneira de restabelecer a nossa conexão com a natureza.

Os benefícios de cultivar são inúmeros. Melhor compreensão do ciclo da vida e da sazonalidade dos alimentos; ingredientes sempre fresquinhos, e ainda uma alimentação mais saudável, variada e sem agrotóxicos.

“Acompanhar o crescimento de uma plantinha nos lembra de todos os desafios que os alimentos vencem para chegar até a nossa mesa: mudanças bruscas de clima, pragas e outras intempéries. Além disso, também conseguimos perceber todo o ciclo da vida e compreender que cada alimento possui seu próprio ritmo, uma época certa de plantio, de crescimento e de colheita. E assim, passamos a valorizar ainda mais o alimento”, observou Andrei Santos, diretor de planejamento estratégico da Isla Sementes, marca de sementes pioneira no segmento. Então, que tal começar a sua própria horta?

Para ter uma horta em casa, não é necessário ter muito espaço. Basta ter um vaso, que pode ser de barro ou de plástico. O importante é que tenha um furo embaixo para que a água escorra ao regar.

O que precisamos fazer? Primeiro, temos que preparar o vaso para receber a semente. No vaso, é necessário fazer uma área de drenagem da água, com argila expandida e depois fazer uma camada de areia que drene a água para que ela não escorra com terra. Depois, coloque uma espessa camada de vermiculita, um mineral argiloso que ajuda a reter água e que é fundamental para o crescimento de uma planta saudável. Depois disso, no meio do vaso, abra um espaço com os dedos e coloque a semente da especiaria desejada. Não precisa afundar a semente na terra, coloque-a superficialmente sobre a vermiculita e regue.

horta_2

De maneira em geral, as hortaliças precisam de com quatro horas de sol, mas elas se adaptam em qualquer ambiente que bata sol pelo menos um tempo por dia, então se na sua casa não há muito espaço para o sol, não se preocupe! A sua plantinha vai crescer. Regue uma vez por dia. Seguindo o passo a passo, dentro de alguns dias, a sua mudinha vai dar os primeiros sinais de vida.

Uma ideia legal também a horta vertical. Feita com vasos cônicos, depois que as plantas crescem, você terá uma parede toda verde, cheia de plantinhas e bem perfumada. Para fazer um vasinho, como de orégano, é só fazer o mesmo passo a passo do vaso comum: argila expandida, areia e vermiculita, e depois espalhar as sementes pelo recipiente. As sementes de orégano são bem pequenas como grão de sal, então, após colocá-las no vaso, finalize com uma leve camada de vermiculita por cima e borrife água.

Dicas essenciais

Sol, água e drenagem! São esses os fatores fundamentais para que a sua planta cresça e floresça. Então, mesmo que você tenha uma vida agitada, assim como cuidar de um bichinho de estimação, é necessário que tenha pelo menos 5 minutos ao dia para regá-la e podá-la quando necessário. A drenagem é necessária na hora da montagem do vaso, então não esqueça dessa etapa importante.

Sementes para cultivo

kist_isla_baixa_2

Para te ajudar, a Isla Sementes criou o kit ‘Eu que plantei’, ideal para quem quer iniciar a primeira horta. Contém folhas (alfaces), frutos (tomates) e raízes (cenouras), possibilitando uma salada super colorida e altamente nutritiva produzida por quem plantou.

Além do Kit de sementes ’Eu Que Plantei’, a Isla oferece ainda mais 5 opções, cuidadosamente desenvolvida pela equipe da empresa, com o objetivo de atender duas importantes demandas do consumidor. “A primeira é que muitas pessoas tem vontade de cultivar uma horta e não sabem o que plantar, dúvida fácil de se entender ao se deparar com um portfólio como o da Isla com mais de 600 sementes diferentes”, diz Santos.

Ele explica também que para facilitar a escolha, os conjuntos trazem combinações temáticas que ajudam a quem tem um pequeno espaço escolher o tipo de horta que mais lhe agrada ou a quem tem um pouco mais de espaço ter várias hortas em uma só, uma horta de temperos, outra de hortaliças, outra de flores etc.

A segunda demanda é atender as muitas dúvidas que as pessoas tem na hora de fazer a sua primeira horta. “Nos envelopes tradicionais de hortaliças temos pouco espaço, de forma que as informações são mais compactas e objetivas. Já estes kits acompanham um completo guia de cultivo, com as principais dicas desde o semeio até a colheita”, afirma Santos.

Conheça todos os seis modelos de Kits desenvolvidos pela Isla:

cenoura

 

“Eu que plantei” – alface, tomate e cenoura – trio clássico para sua primeira horta, viva a experiência de cultivar folhas (alfaces), frutos (tomates) e raízes (cenouras) e tenha uma salada super colorida e altamente nutritiva. E o melhor, produzido por você mesmo.

“Tempera que eu gosto” – salsa, cebolinha e manjericão – mais sabor e saúde em sua mesa! Cultive uma horta de temperos com um trio capaz de acompanhar todos os tipos de pratos e tenha-os sempre à mão.

“Verde que te quero ver-te” – alface, couve e rúcula – faça seu canto verde com esse trio super vitaminado. Aproveite esta combinação e produza folhas jovens, tendo uma horta rápida e ainda mais nutritiva.

isla_013

“Planta de casa faz milagres” – camomila, lavanda e sálvia – que tal uma horta que além de bonita e cheirosa pode nos ajudar com um chazinho nas horas difíceis?! Esse trio promete muita paz e alegria.

“Choveu na minha horta” – amor-perfeito, petúnia e pimenta – cultive suas relações com muito amor e simplicidade, apimentando sempre que necessário.

“Salve Simpatia” – arruda, erva-doce e pimenta – viva a experiência de cultivar a natureza e canalize as boas energias com esse trio superalto astral.

É possível encontrar os kits no site da Isla e nos varejos atendidos pela empresa em todo Brasil. E ainda, na compra de três kits você ganha uma estojo de presente.

horta

E se ficar alguma dúvida, é possível acessar ainda o canal da empresa Minha Horta e ver um vídeo mostrando o passo a passo de plantio. 

Então, mãos a horta.

Saladas que valem por uma refeição

O Viena Express, uma das redes de restaurantes mais tradicionais do país e um dos pioneiros no formato buffet, traz mais novidades para os clientes. Os restaurantes localizados em São Paulo e Rio de Janeiro contarão com 12 novas receitas de saladas que valem por uma refeição até 28 de fevereiro.

“Aliar sabor e saúde, principalmente nessa época de verão que temos temperaturas elevadas, é uma forma de reafirmar nosso compromisso com o bem-estar de nossos clientes”, afirma Du Cabral, chef responsável pela rede. Ele destaca ainda os molhos que são elaborados pelo Viena para dar mais sabor aos preparos. Em São Paulo, o buffet de saladas sai por R$ 24,90 e no Rio de Janeiro por R$ 22,90.

Os consumidores poderão provar novos pratos feitos com ingredientes nobres, como rosbife, atum, quinoa, figos e nozes. Entre as opções, estão a salada de alface, bluecheese e damasco e salada de macarrão de arroz bifun com camarão grelhado e molho thay.

alface__bluecheese_e_damascorucula e_rosbifesalpicA_o_de_frangoromana__figo_e_nutsconchiglione_com_ricota_assadatabule_com_nozes_e_passastabule_nozes_e_passasgrao_de_bico_cm_bacalhau

As demais opções são: salada de feijão fradinho com carne seca, batata doce com quinoa e rúcula, salada de trigo com nozes e passas, cuscuz marroquino com frango, salada grega com brócolis e molho tzatziki, entre outras.

Informações: Viena

Azeite: delícias que vão muito além do tempero

Sinônimo de gorduras boas, o precioso e versátil óleo ganha destaque como ingrediente principal de receitas irresistíveis

Não se sabe exatamente sua origem, mas há cinco mil anos já era usado no Mediterrâneo Oriental e na Ásia. Vai bem com peixes, carnes, aves, massas, molhos e até mesmo para dar o toque final na pizza. Também compõe medicamentos e cosméticos. É o azeite de oliva, que oferece toda esta versatilidade e muito mais. Além de conferir um sabor sem igual, seja como tempero ou ingrediente de destaque nas receitas preparadas para a família e os amigos, é rico em nutrientes e funcional: pesquisa da Universidade de São Paulo mostrou que seu consumo regular no lugar da manteiga ou margarina pode reduzir em 40% o risco de doenças do coração.

“Os azeites são fontes de gorduras monoinsaturadas, popularmente chamadas de gorduras boas, reduzindo os níveis de colesterol ruim e prevenindo a obstrução das artérias”, explica a nutricionista do Oba Hortifruti, Renata Guirau. “Em complemento, produz muito menos radicais livres, que danificam as células da pele, quando metabolizado, em comparação com outras opções como os óleos vegetais refinados. Uma dica gostosa para o dia a dia é colocar o azeite com ervas em forminhas de gelo, levar ao freezer e utilizar com torradas e pães, fica ótimo”, sugere.

Tipos e segredos

De acordo com sua fabricação, o azeite pode se dividir em duas categorias: Virgem, com nível de acidez de até 2% e mais resistente ao calor, ideal para uso culinário; e Extra Virgem, mais purificado, com acidez que não ultrapassa 0,8%, recomendado para preparações frias ou saladas. Nas lojas do Oba Hortifruti, os clientes podem optar pelos produtos de qualidade da linha Oba Bem Querer (nas versões italiano extravirgem, português tradicional extravirgem e português premium) e Olitalia, composto de azeites de oliva refinados e virgens.

“Ao contrário do que muita gente pensa, o azeite virgem pode ser aquecido, apenas devemos evitar temperaturas muito altas, como nas frituras de imersão, mas é perfeito para refogar temperos, preparações assadas e cozidas”, indica Renata.

Receitas

Molho Pesto de Rúcula

Molho pesto.png

Ingredientes:
5 dentes de alho descascado
2 xícaras (chá) de folhas de rúcula sem os talos
1 colher (chá) de sal
½ xícara (chá) de folhas de manjericão fresco
5 colheres (chá) de nozes sem casca
150 g de queijo parmesão ralado
1 xícara (chá) de azeite de oliva Oba Bem Querer
Pimenta do reino a gosto

Modo de preparo:
Bata no mixer o alho, o manjericão, a rúcula e as nozes. Transfira para uma vasilha e acrescente os demais ingredientes. Misture bem. Use em massas ou saladas de folhas.

Antepasto de queijo

antepasto de queijo.png

Ingredientes:
200g de parmesão em pedaço
1 cebola média
½ pimentão vermelho
½ pimentão amarelo
½ pimentão verde
100g de azeitonas pretas sem caroço
1 colher (sopa) de vinagre balsâmico
1/3 de xícara (chá) de azeite de oliva Olitalia
1 colher (chá) de orégano
Sal a gosto

Modo de preparo:
Corte o parmesão em lascas e reserve. Corte a cebola e os pimentões em tiras finas. Coloque tudo em um refratário e misture os demais ingredientes, delicadamente. Leve ao forno até que o parmesão derreta. Sirva com pães e torradas como aperitivo ou como salada.

Fonte: Oba Hortifruti