Arquivo da tag: salada

Que tal preparar um macarrão diferente para o almoço?

Vontade de preparar massa para o almoço? Pois a Divino Fogão ensina receita de salada de macarrão caprese. Fácil, saboroso e rápido. Confira:

Macarrão Caprese

Ingredientes

½ pacote de macarrão parafuso
10 unidades de tomate cereja
8 unidades de mussarela búfala
Sal a gosto
Manjericão a gosto
3 colheres (sopa) de azeite

Modo de preparo

Cozinhe o macarrão conforme indicado na embalagem e reserve. Lave e seque os tomates cerejas e as folhas de manjericão. Corte os tomates e a mussarela ao meio. Misture em um bowl os tomates, mussarela, azeite, manjericão e sal. Junte o macarrão com todos os ingredientes e finalize com fio de azeite.

Tempo de preparo: 25 minutos
Rendimento: 3 a 4 pessoas
Grau de dificuldade: Fácil
Fonte: Divino Fogão

Bacalhau da Noruega ensina como escolher e preparar o melhor peixe

Marca representada pelo Conselho Norueguês da Pesca é símbolo de origem e qualidade dos produtos exportados pelo país nórdico

A Páscoa está chegando e uma das estrelas da data é o Bacalhau da Noruega. Seja no bolinho, na salada ou no almoço de domingo, lá está ele. Tanto o autêntico Bacalhau da Noruega, o Gadus morhua, quanto os peixes salgados secos da Noruega, Saithe, Zarbo ou Ling são ideais para a preparação dos mais variados pratos, sendo ideal para todos os dias, pois além de serem saudáveis, rendem até 30% a mais após o dessalgue sem perder o sabor e a qualidade.

O que é bacalhau?

Muitas pessoas têm dúvidas sobre o que é ou do que é feito o bacalhau. O autêntico Bacalhau da Noruega é o Gadus morhua (da família Gadidae) vem das águas frias e cristalinas dos mares que circulam o Polo Norte, na Noruega, garantindo a melhor qualidade e o sabor único. O conhecimento e a experiência únicos da Noruega constituem uma das maiores comunidades de pesquisa e desenvolvimento em pesca e produtos do mar do mundo, que incluem desde o tamanho dos peixes até os métodos de pesca. Além disso, o país nórdico possui sistemas de rastreabilidade que permitem que as informações sobre os peixes sejam rastreadas em toda a cadeia de alimentos.

O Bacalhau da Noruega é altamente saudável, tem baixo teor de gordura – cada 100g do peixe possui aproximadamente 160 calorias, é fonte de proteínas, cálcio, ferro e rico em ômega 3, além de ser livre de conservantes artificiais, porque é apenas peixe e sal. Tanto o Bacalhau da Noruega quanto os outros peixes salgados secos da Noruega, Saithe, Zarbo e Ling, rendem até 30% a mais após o dessalgue, ou seja, ganham o volume que perderam durante o processo de salga e secagem.

Como escolher:

Para ter certeza de que está levando o produto certo para casa, é preciso saber diferenciar todos os tipos de bacalhau. Por aqui, podemos encontrar cinco tipos de peixes salgados secos da família Gadidae, que a partir da nova legislação de janeiro de 2019 devem ser denominados da seguinte forma:

Gadus morhua

Bacalhau Salgado Seco Gadus morhua– Considerado o mais nobre bacalhau, esse tipo é pescado no Atlântico Norte e apresenta postas altas, largas e coloração palha e uniforme, quando salgado e seco. Depois de cozido, sua carne se desfaz em camadas claras e tenras.

Saithe Salgado Seco da Noruega Pollachius virens – Possui sabor mais forte e coloração menos clara. Quando cozido, sua carne macia desfia com facilidade. É o tipo perfeito para preparar bolinhos, saladas e ensopados.

Ling Salgado Seco da Noruega – Molva molva – O mais estreito entre os peixes tipo bacalhau. Sua carne branca e apetitosa é perfeita para pratos desfiados, assados, cozidos e grelhados.

Zarbo Salgado Seco da Noruega – Brosme brosme – É o menor entre os cinco peixes tipo bacalhau. É mais roliço do que o Ling e possui barbatana dorsal contínua. É ótimo para a preparação de pratos desfiados, caldos, pirões e bolinhos.

Os peixes salgados secos da Noruega: Saithe (Pollachius virens), Ling (Molva molva) e Zarbo (Brosme brosme) provenientes da Noruega, são feitos com peixes da mesma família do qual se faz o Bacalhau (Gadus morhua). São salgados e secos da mesma forma e com o mesmo padrão de qualidade, são espécies de peixes diferentes, devem ser denominados como tal, mas são submetidas ao mesmo processo.

Na hora da compra, é importante checar a origem do produto para ter a certeza de que está levando para casa o autêntico Bacalhau da Noruega. Busque pelas etiquetas, logo e pergunte ao vendedor para se certificar que o produto é realmente exportado pela Noruega.

Como dessalgar:

O método de dessalgue do bacalhau, que ganha aproximadamente 30% a mais de volume, pode até levar um tempo a mais, mas é muito simples. É recomendado mergulhar o bacalhau em água fria, com pedras de gelo, dentro da geladeira e usar duas partes de água para cada parte de bacalhau, trocando duas vezes por dia, no mínimo, e mantendo o bacalhau na geladeira, para ficar bem conservado.

O tempo de dessalgue depende da altura das postas, seguindo a indicação:
Bacalhau Desfiado: 6 horas (trocar a água de 3 em 3 horas)
Postas normais: 24 horas (trocar a água de 6 em 6 horas)
Postas grossas: 40 horas (trocar a água de 8 em 8 horas)
Postas muito grossas: 48 horas (trocar a água de 8 em 8 horas)
Lombos muito grossos: 72 horas (trocar a água de 8 em 8 horas)

Como conservar o peixe em casa:

Ao comprar o bacalhau na bandeja, retire o filme plástico. Faça o mesmo no caso de comprar no saquinho. Coloque em vasilhame bem limpo, seco e com tampa. Se for salgado e seco, deve ser mantido em refrigerador (nunca manter em temperatura ambiente, em armários, prateleiras etc). Pincelar com azeite para evitar o ressecamento. E o mais importante, nunca congele o bacalhau ainda salgado. Depois do processo de dessalgue, pode congelar o peixe, pois o bacalhau não perde seu sabor autêntico e único e estará sempre pronto para consumo em inúmeras receitas, ideal para todos os dias.

Tipos de cortes:
Você sabia que para cada tipo de corte existe uma receita diferente? Tanto o autêntico Bacalhau da Noruega como os peixes salgados secos da Noruega são ideais para consumir o ano inteiro. Os cortes centrais (altos) são os lombos, parte mais alta e nobre, ideal para assar e grelhar, além de serem ótimos para receitas que utilizem o pedaço inteiro, depois de assado, grelhado ou cozido. Esse corte solta pétalas claras e tenras, que deixam os pratos bem bonitos. Os pedaços abaixo dos lombos são as postas médias, também conhecidas como filés, perfeita para serem consumidas inteiras ou também em pétalas. É uma ótima opção para ser consumido em churrasco. As partes mais extremas das laterais e a mais próxima ao rabo, são as postas finas, que após dessalgadas podem ser retiradas pétalas e até mesmo desfiadas para o preparo de inúmeras receitas.
Já o rabo e a pele também podem ser utilizados para o preparo de caldos, que vão deixar inúmeras preparações com um sabor incrível.

Receitas para a data:

Bacalhau da Noruega assado com purê de abóbora e beterraba

Ingredientes:
2 lombos de Gadus morhua da Noruega, após dessalgar
2 dentes de alho
1 ramo de tomilho
1 ramo de alecrim
50ml de azeite
350g de abóbora
20g de manteiga
200g de beterrabas cozidas
50ml de suco de beterraba
50g de couve cortada em tiras
20g de sementes de abóbora
200ml de óleo ou azeite para fritar
Sal
Pimenta-do-reino
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Modo de fazer:
Colocar o alho e o tomilho sobre os lombos de Bacalhau da Noruega e regar com o azeite.Levar a assar em forno preaquecido a 180ºC durante 15 a 20 minutos e reservar. Para o purê de abóbora, assar os cubos de abóbora descascados e temperados com o alecrim, o sal e a pimenta-do-reino durante 35 minutos na mesma temperatura. Depois de assada, triturar com a manteiga até que a textura fique cremosa. Para o purê de beterraba, triturar a beterraba cozida e temperar com sal e pimenta-do-reino. Servir os lombos de bacalhau assado com os purês, a couve frita em óleo e as sementes de abóbora.

Bolinho de Bacalhau com pimenta-dedo-de-moça recheado com queijo ⠀
⠀⠀⠀⠀


Ingredientes:
300g de postas finas de peixe salgado seco da Noruega Saithe, Zarbo ou Ling, após dessalgar
300g de batata asterix descascada
1 gema
2 colheres de sopa (10g) de salsinha picada
2 colheres de chá (6g) de pimenta-dedo-de moça bem picada
100g de queijo muçarela em cubinhos
Óleo vegetal para fritura ⠀⠀⠀
⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Modo de fazer:
Colocar bastante água em uma panela de tamanho médio e levar ao fogo alto, quando formar as primeiras bolinhas no fundo, abaixar o fogo e colocar as postas finas de peixe salgado seco Saithe, Zarbo ou Ling. Deixar cozinhar em fogo brando por 3 minutos. Retirar com uma escumadeira e deixar o Saithe escorrer bem. Nessa mesma panela (não descartar a água) acrescentar a batata e deixe cozinhar até ficar bem macia. Depois de retirar da água, escorrer e amassar a batata ainda quente.
Com o Saithe, Zarbo ou Ling já mais frio, retirar a pele, as espinhas e desfiar com um pano limpo. Em uma tigela, acrescentar a batata amassada, o peixe desfiado, a gema, a salsinha e a pimenta-dedo-de-moça e misturar muito bem. Pegar cerca de 1 colher de sopa de massa, abra um buraco com o dedo e rechear com o queijo muçarela em cubinhos. Fechar com mais massa de bolinho e modelar com o auxílio de 2 colheres de sopa. Fritar em óleo quente até dourar.

Bacalhau da Noruega com manteiga, alho e limão siciliano

Ingredientes:
4 lombos de Gadus morhua da Noruega, após dessalgado
4 colheres de sopa (80g) de manteiga em temperatura ambiente
2 unidades de limão siciliano
1 cabeça de alho
1 colher de sopa (10g) de queijo parmesão ralado
2 folhas de louro
1 colher de sopa (5g) de salsinha picada
Pimenta-do-reino a gosto
3 colheres de sopa (18g) de farinha de rosca
1 pitada de sal

Modo de fazer:
Reservar os 4 dentes de alho. O restante do alho, amassar com a lateral de uma faca. Com o bacalhau já dessalgado, colocar bastante água em uma panela funda e adicione os dentes de alho amassados e as folhas de louro. Levar a panela ao fogo e não deixe a água ferver, quando começar as bolhinhas no fundo, abaixar o fogo, colocar os lombos e deixar cozinhar em fogo brando por 8 a 10 minutos, para não alterar o sabor ou a textura. Retirar o bacalhau e com delicadeza tirar a espinha central e transferir para um refratário. Temperar com um pouco de pimenta-do-reino e reservar. Em uma tigela, colocar a manteiga, o queijo parmesão, a farinha de rosca, uma pitada de sal, o alho amassado, raspas de 1 limão siciliano, em seguida o suco deste limão siciliano, a salsinha picada e misturar bem. Colocar 1 colher de sopa desta mistura em cada lombo de bacalhau.
Leve ao forno a 180ºC por 15 minutos. Retirar do forno e decorar com rodelas de limão siciliano cortadas ao meio e, se quiser, colocar mais salsinha picada ou raspas de limão siciliano.

Salada de Bacalhau da Noruega

Ingredientes:
500g de peixe salgado seco da Noruega, Saithe, Ling ou Zarbo, após dessalgar
6 batatas inglesas médias
12 ovos de codorna
1 xícara de chá de azeite de oliva
4 colheres de sopa de vinagre de vinho branco
Sal a gosto
Pimenta-do-reino a gosto
10 azeitonas pretas para decorar
1 pé de alface
2 tomates cortados em gomos
1 pimentão verde cortado em tiras
Mostarda
Salsa picada a gosto

Modo de fazer:
Cozinhar o peixe salgado seco da Noruega no vapor até ficar bem macio.
Retirar as pétalas do peixe e misturar com as batatas, previamente cozidas e cortadas em cubos pequenos.

Molho:
Deve ser preparado com antecedência. Cozinhar os ovos e retirar as gemas de quatro ovos. Amassar com o garfo e passar na peneira fina. Misturar com o azeite, vinagre, mostarda, salsa, sal e pimenta-do-reino. Enfeitar com a alface, tomates, pimentão, azeitona preta e o restante dos ovos. Servir com o molho a gosto.

Fonte –Bacalhau da Noruega

Receita especial para semana santa: salada de bacalhau confitado com grão-de-bico

Celebrar a semana santa e a Páscoa com um delicioso prato feito à base de bacalhau é uma tradição milenar. Mas, que tal diversificar? Inspire-se nesta receita

O bacalhau é o pescado mais usado para o almoço de Páscoa. Mundialmente apreciado, podemos dizer que este é um alimento milenar. O hábito brasileiro de saborear esse peixe é herança da colonização portuguesa, que começou a se espalhar a partir do descobrimento do Brasil.

Mas somente com a chegada da corte portuguesa e dos comerciantes lusos no país, no início do século XIX, que o consumo do pescado foi impulsionado e difundido entre a população. Hoje é indispensável e muito procurado em períodos de Quaresma, Semana Santa, Páscoa, entre outros. Para o nosso Especial de Páscoa trouxemos um prato feito a base que bacalhau que vai te surpreender.

O que preparar?

Nesta época do ano surgem várias dúvidas sobre o que preparar para servir aos convidados. Pensando na sua comodidade, trouxemos mais uma receita para você se inspirar. Convidamos a chef Lili Miarelli, da Ares de Cozinha, para preparar uma deliciosa salada de bacalhau confitado com grão-de-bico.

Salada de bacalhau confitado com grão-de-bico

Ingredientes:
300g de Lombo de bacalhau Pesca Nobre, já dessalgado
Azeite Grego Minos, o quanto baste
200g de Grão-de-Bico Pink cozido e escorrido
2 colheres (sopa) de cebola picada
1 tomate sem sementes cortado em cubinhos
2 dentes de alho
1 colher (sopa) de salsinha picada
4 colheres (sopa) de azeite de oliva
2 colheres (sopa) de suco de limão
10 azeitonas Pretas Azapa picadas
Pimenta-do-reino a gosto

Modo de preparo:
Preaqueça o forno a 190ºC. Unte um refratário com um fio de azeite e disponha as postas de bacalhau com a pele para baixo (se tiver, se não tanto faz o lado). Regue o bacalhau com mais azeite e tempere com uma pitada de sal. Coloque os dentes de alho com a casca em algum cantinho do refratário.Leve para assar por 30 minutos, ou até que enfie o garfo e perceba que está soltando as lascas.Retire do forno e deixe esfriar até ficar morno (reserve o azeite pois você irá usá-lo). Se a sua posta tinha pele, provavelmente ela terá ficado grudada no refratário, e se não ficou sairá facilmente. Retire toda a pele e as espinhas que encontrar e desmanche as postas com as mãos em lascas grandes e pequenas. Descasque os alhos assados e amasse-os com um garfo. Em um grande bowl misture, o alho amassado e a salsinha. Misture bem. Aí então junte as lascas de bacalhau e tempere com limão, o azeite que ficou do bacalhau no refratário, misture. Cubra e leve para gelar até o momento de servir, ou sirva de imediato.

Fonte: Grupo Super Nosso

Dicas de apetitosos pratos feitos com sardinha

Sardinha é uma paixão do povo brasileiro, não é mesmo?! Então nada melhor do que se preparar para o fim de semana com algumas dicas que caem muito bem nesse calor. Para te ajudar a Gomes da Costa separou três receitinhas especiais que vão entrar para história. Dá só uma olhada nesses pratos maravilhosos, saudáveis e que cabem no seu bolso. Bom apetite.

Forminhas de Ricota, Sardinha e Legumes

Ingredientes:
Creme de Queijo:

• 2 xícaras (chá) de ricota passada pela peneira
• 1 lata de Sardinha com Ervas Gomes da Costa (125g)
• Sal e pimenta do reino a gosto
Legumes:
• 5 colheres (sopa) de pepino com casca cortado em cubos pequenos
• 4 colheres (sopa) de tomate, sem semente, cortado em cubos pequenos
• 2 colheres (sopa) de salsão picado
• Sal e pimenta do reino a gosto

Modo de Preparo:
Creme de Queijo:

• Numa tigela junte a ricota e o molho da Sardinha Gomes da Costa.Tempere com sal e pimenta a gosto, se necessário.
Legumes:
• Numa tigela junte o pepino, o tomate, o salsão e a Sardinha Gomes da Costa picada. Tempere com sal a gosto.
Montagem:
• Forre com filme plástico 6 forminhas altas de empada (com cerca de 4 cm de base x 4 cm de altura). Distribua a mistura de legumes e sardinha entre elas e cubra com o creme de queijo. Aperte a preparação para que adquira o formato da forminha. Desenforme em seguida ou deixe na geladeira até o momento de servir.

Dica de chef: dê preferência ao pepino japonês por ter sementes menores que os outros (caipira e comum).
Variação: sirva a preparação acompanhada de um molho preparado a base de iogurte e endro (numa tigela junte, 1 copo de iogurte, 2 colheres (sopa) de azeite, meia colher (sopa) de endro fresco picado e sal a gosto). Misture bem.

Salada Grega com Sardinha

Ingredientes:
• 1 pepino tipo japonês médio com casca cortado em cubos (150g)
• 1 tomate grande cortado em cubos
• 3 colheres (sopa) de pimentão verde cortado em cubos
• 2 colheres (sopa) de cebola picada
• 2 colheres (sopa) de azeitona preta picada
• Sal a gosto
• 1 lata de Sardinha com Molho de Tomate Picante Gomes da Costa (125g)

Modo de Preparo:
Numa tigela, junte o pepino, o tomate, o pimentão, a cebola e a azeitona. Tempere com sal a gosto. Junte a Sardinha Gomes da Costa com seu molho. Misture bem. Sirva em temperatura ambiente.

Dica de chef: prefira o pepino japonês por ter menos sementes. Corte o tomate e o pepino em cubos médios e o pimentão em quadrados menores.
Variação: misture “croutôns” (pão amanhecido cortado em cubinhos e passados no azeite ou manteiga até dourar) à salada.

Linguine com Sardinha e Pangratatto

Ingredientes:
Para a farofa de pão italiano (pangratatto):

• ¼ pão italiano ralado grosseiramente
• 2 dentes de alho picados
• 1 pimenta dedo de moça picadas sem sementes
• 4 ramos de alecrim picados (só as folhas)
• 2 ramos de tomilho picados (só as folhas)
• 1 colher (chá) de pimenta do reino moída grosseiramente
• Sal a gosto
• 30 ml de azeite de oliva extravirgem
Para o linguine:
• 200 g de linguine seco
• ½ bulbo de erva doce picado finamente (reserve as folhas)
• 1 cebola roxa pequena picada
• ½ colher (sopa) de sementes de erva doce esmagadas
• 3 latas de Filés de Sardinha com Pimenta Gomes da Costa (125g/drenadas)
• 50 g de pinolis
• 30 g de uva passa branca
• 75 ml de vinho branco
• 50 ml de azeite de oliva extravirgem
• Suco e raspa de 1 limão
• Sal e pimenta do reino a gosto

Modo de preparo:
Para a farofa de pão italiano:
Em uma frigideira grande aqueça bem o azeite. Frite rapidamente o alho, a pimenta, o alecrim, o tomilho e a pimenta do reino. Quando dourar, adicione o pão italiano ralado, abaixe o fogo e misture vagarosamente até dourar e virar uma farofa.
Para o linguine:
Leve ao fogo 6 colheres de azeite, acrescente o bulbo, as sementes de erva doce e as cebolas e cozinhe em fogo baixo por 20 minutos sem deixar corar os vegetais. Adicione metade das sardinhas, os pinolis e as uvas passas e continue cozinhando por mais 10 minutos, mexendo de vez em quando. Acrescente o vinho branco e cozinhe até que o líquido tenha evaporado. Acerte o sal e a pimenta. Acomode o restante das sardinhas sobre o molho e regue com o restante do azeite das latas de sardinha. Abaixe o fogo sem mexer no molho. Enquanto isso, cozinhe a massa de acordo com as instruções da embalagem. Misture imediatamente a massa quente com o molho. Regue a mistura com um pouco de limão, azeite extra-virgem e salpique as folhas da erva doce.
Montagem:
Disponha a massa sobre um prato e salpique o pangratatto.

Fonte: Gomes da Costa

Três receitas de saladas próprias para o verão

Para estar em forma todo o verão, a Associação Brasileira de Produtores, Importadores e Comerciantes de Azeite de Oliveira (Oliva), sugere três saladas deliciosas preparadas com azeite extravirgem.

Salada Grega

Ingredientes:

  • 2 pés de alface romana
  • 100 gramas de tomate cereja (cortados ao meio)
  • 60 gramas de cebola roxa em fatias
  • 110 gramas de azeitona picada
  • 170 gramas de queijo de cabra
  • Sal a gosto
  • Azeite extravirgem

Preparo:
Coloque em uma travessa as folhas de alface e junte os tomates e a cebola roxa. Em seguida, desmanche grosseiramente o queijo com o auxílio de um garfo e acrescente na travessa. Adicione as azeitonas e o sal a gosto. Finalize com um fio de Azeite Extra Virgem de sua preferência.

Salada de Pepino com Iogurte (Tzatzik)

Ingredientes:

  • 600 gramas de pepino fatiado sem sementes
  • 400 gramas de iogurte natural
  • Hortelã fresca e picada
  • Pimenta do reino
  • Sal
  • Azeite extravirgem

Preparo:
Coloque e reserve o pepino em uma tigela. Em uma molheira, misture o iogurte com a hortelã e tempere com sal e pimenta do reino a gosto. Em seguida, adicione o azeite extravirgem e mexa até obter um molho cremoso e homogêneo. Finalize acrescentando o molho na tigela com o pepino e misture.

Salada de Batata Romana com Agrião

Ingredientes:

  • 600 gramas de batata sem pele e em pedaços
  • 1,5 litros de água fervente
  • Sal a gosto
  • 150 gramas de agrião
  • Azeite extravirgem a gosto

Preparo:
Cozinhe as batatas na água até ficarem macias, escorra e coloque em uma travessa. Acrescente no recipiente o agrião e misture cuidadosamente, adicionando sal a gosto e o azeite extravirgem. Sirva ainda morna para acompanhamento.

Fonte: Oliva

Leve, de fácil preparo e deliciosa: aprenda a fazer uma salada veggie

A receita da chef Janaina Rickmann rende uma porção e é a combinação perfeita para os dias de calor

Folhas verdes, avocado, gergelim, sementes de abóbora, cogumelos e molho de abacate com tahine. Ingredientes leves, de uma salada nutritiva e deliciosa para deixar o seu dia ainda melhor, e com aquela sensação de saciedade. Perfeita para manter a saúde em dia com muita facilidade no dia a dia, a salada veggie é de fácil preparo e promete surpreender aqueles que acreditam que salada é tudo igual.

A receita da chef Janaina Rickmann é perfeita para os dias de calor e rende uma porção. Ficou interessada? Aprenda a fazer e delicie-se.

Salada Veggie

Ingredientes
Três folhas de alface-americana
Cinco folhas de rúcula
1 avocado
100g de cogumelos frescos
100ml de azeite de oliva
10g de sementes de abóbora
5g de semente de gergelim dourada
5g de tahini
20ml de leite de castanhas-do-pará
Sal a gosto
Pimenta a gosto

Modo de preparo
Bata no liquidificador meio avocado com o tahine, leite de castanhas, sal e pimenta. Depois, leve a geladeira, e mantenha gelado. Lave as folhas e tempere com sal e pimenta. Fatie os cogumelos em quatro e salteie na frigideira com sal e pimenta até dourar. Aqueças uma frigideira e toste as sementes e reserve. Para a montagem do prato, distribua as folhas misturadas, espalhe os cogumelos salteados por cima, cubra a outra metade do avocado com as sementes tostadas, espalhe as sementes sobre o prato e regue com o creme de avocado e tahine.

Foto: Marcelo Probst – Neonbrain

Harmonização
Para deixar o prato ainda mais especial, o sommelier da Enoteca Decanter, de Blumenau, Santa Catarina, Sidney Lucas, o vinho branco Château Bel Air Perponcher Réserve 2017 é a escolha certa para deliciar a salada. “O vinho possui aromas intensos e agradáveis. Na boca apresenta uma leve acidez ‘crocante’ e rudimentos de mel e cravo”, diz.

Fonte: Enoteca Decanter Blumenau

Tirolez ensina receitas leves e nutritivas, ideais para o verão

Com a chegada do verão e das altas temperaturas, aprenda como fazer pratos principais saudáveis e nutritivos com a cara da estação

O verão é marcado pelas altas temperaturas. Então, para aproveitar todos os benefícios que o período oferece, é necessário buscar equilíbrio, ingerindo bastante líquido para manter o corpo hidratado e apostando em alimentos leves. Por isso, a Tirolez, uma das principais marcas de laticínios do país, sugere três receitas deliciosas e nutritivas de pratos principais, que levam queijos e são repletos de nutrientes capazes de proporcionar energia na alimentação.

O Canelone de legumes com cottage, feito com abobrinha e berinjela, é recheado com Queijo Cottage Tirolez, que possui menor teor de gordura, além de ser rico em proteínas e minerais, como cálcio, potássio e zinco.

As saladas são versáteis e refrescantes, a cara do verão. Então, que tal experimentar uma Salada Mediterrânea de Gorgonzola? A receita leva alface americana ou roxa, rúcula, peras, figos e nozes, além do Queijo Gorgonzola Tirolez, rico em minerais, vitaminas A e D, cálcio e proteína.

Para quem não resiste às massas, seja em tortas ou empadas, nada melhor que o Pot Pie Integral, uma massa integral recheada com frango, cenoura e ervilhas, envolvidas no Creme de Ricota Tirolez, rico em proteínas e com baixo teor de gordura.

Gostou das dicas? Agora é só aprender o passo a passo de cada receita e aproveitar o verão com muito sabor!

Canelone de legumes com Queijo Cottage Tirolez

Ingredientes:
1 abobrinha
1 berinjela
400 g de Queijo Cottage Tirolez
Raspas de 1 limão-siciliano
Sal e pimenta-do-reino a gosto
Azeite de oliva extravirgem

Para o molho:
2 latas de tomate pelado
1 colher de sopa de Manteiga sem sal Tirolez
½ xícara de folhas de manjericão
100 g de Queijo Parmesão Tirolez ralado
Noz-moscada a gosto

Modo de Preparo:
Fatie os legumes no sentido longitudinal e tempere-os com sal e pimenta.
Em uma frigideira bem quente, grelhe-os em um fio de azeite dos dois lados.
Em uma tigela, tempere o Queijo Cottage Tirolez com sal, azeite, pimenta e as raspas de limão.
Coloque um pouco do Queijo Cottage Tirolez na ponta de cada fatia de legume e enrole no formato de canelone.
Molho: leve o tomate com a manteiga para cozinhar em fogo baixo por 20 minutos. Acerte os temperos e adicione o manjericão. Em uma travessa refratária, disponha o molho e coloque os canelones por cima. Polvilhe o parmesão ralado por cima e leve para gratinar por 15 minutos no forno com o grill ligado.

Rendimento: 4 porções
Tempo de preparo: 40 minutos

Salada mediterrânea de Queijo Gorgonzola Tirolez

Ingredientes:
1 colher (café) de mostarda
3 colheres (sopa) de suco de limão
150 g de Queijo Gorgonzola Tirolez
5 colheres (sopa) de azeite de oliva
100 g de nozes picadas
1 pé de alface americana ou roxa lavada e seca
1 pé de rúcula
2 peras
4 figos
Sal e pimenta-do-reino a gosto

Modo de preparo:
Coloque o sal, a pimenta e a mostarda no fundo de uma saladeira e junte o suco de limão, mexendo bem. Vá acrescentando 1/3 dos cubos de Gorgonzola Tirolez, amassando bem com um garfo para transformar em um creme grosso. Acrescente o azeite aos poucos, mexendo sempre. Junte as nozes, o restante do Gorgonzola Tirolez e cubra com as folhas de alface rasgadas e as folhas de rúcula. Momentos antes de servir, corte as peras em 8 partes e os figos em 4 partes, disponha sobre as folhas e mexa a salada de baixo para cima até que fique bem temperada.

Tempo de preparo: 15 minutos
Rendimento: 6 porções

Pot Pie Integral

Ingredientes:

Para o recheio:
½ cebola descascada e picada em cubos pequenos
1 colher (sobremesa) de Manteiga Sem Sal Tirolez
1 xícara (chá) de frango cozido e desfiado
1 talo de alho-poró cortado em rodelas finas
1 cenoura descascada e cortada em cubos pequenos ou ralada
1 xícara (chá) de ervilhas (congeladas ou in natura cozidas)
1 embalagem de Creme de Ricota Tirolez
1 colher (café) de sal
Noz-moscada ralada a gosto
Salsinha picada a gosto

Para a massa:
½ xícara (chá) de farinha de trigo
½ xícara (chá) de farinha de trigo integral
¼ xícara (chá) de água
2 colheres (sopa) de Manteiga Sem Sal Tirolez em temperatura ambiente
1 pitada de sal

Modo de Preparo:

Recheio:
Recheio: doure a cebola na manteiga em uma panela, acrescente o frango e refogue.
Junte o alho-poró, a cenoura e as ervilhas e deixe cozinhar rapidamente.
Desligue o fogo e adicione o Creme de Ricota Tirolez, tempere com o sal, noz-moscada e finalize o recheio com a salsinha. Reserve.
Massa: misture em um recipiente todos os ingredientes da massa e sove com as mãos até ficar homogênea. Com ajuda de um rolo, abra a massa em espessura fina e corte em círculos 1 dedo maiores do que os recipientes a serem utilizados (recomenda-se o uso de pequenos ramequins individuais para a montagem das tortas).
Montagem: montar a torta, distribua o recheio em ramequins, até que estejam completos e cubra a boca dos ramequins com as massas cortadas. Leve para assar em forno médio por aproximadamente 30 minutos. Sirva em seguida.

Tempo de preparo: 50 minutos
Rendimento: 5 porções

Fonte: Tirolez

Verão Ofner: drinques, gelato, saladas e sobremesas para refrescar

O verão pede sabores leves e refrescantes. Para as altas temperaturas que nos esperam nos próximos meses, a Ofner preparou sua campanha de verão com pratos bebidas e gelato que vão refrescar os dias mais longos do ano.

Ingredientes naturais e frutas escolhidas são o mix de sucesso da Ofner para produzir gelato e sorbetto que são as melhores companhias para refrescar nas altas temperaturas. Feitos artesanalmente, a Ofner aposta nos sabores das frutas para a temporada. Neste ano, o lançamento fica por conta do gelato de tangerina com manga, acidez e doçura se encontram em uma mistura única e super tropical.

As bebidas são um capítulo à parte e os sucos, uma ótima pedida. O Suco de Uva Verde, feito com a fruta e água de coco e o de Abacaxi com Hortelã, traz um toque de mel refrescam na medida.

Quem não abre mão de uma doçura extra, pode apostar no Frapê de Doce de Leite com Paçoca, feito com doce de leite argentino e finalizado com chantilly, farofa de paçoca e biscoito.

Happy hour já é uma instituição no fim de tardes ensolaradas e pede o Tropical Apple feito com rum, água tônica, xarope de maçã verde, perfeito para finalizar o dia em alto astral.

Outra novidade é o Clericot, drinque francês, que ganhou fama nas areias de Punta Del Leste, e traz um blend exclusivo de frutas (manga, morango, uva verde, limão, laranja) com sucos de uva branca, laranja e água com gás.

A Salada Verão promete ser hit da estação, mix de folhas com nozes caramelizadas, tomates grape sweet marinados, lâminas de maçã verde, um toque de hortelã e manjericão ao molho de mostarda e mel com aceto balsâmico, acompanhado de tostada com queijo brie.

De sobremesa, a Panna Cotta de frutas vermelhas, tipicamente italiano, o doce é feito com creme de leite, leite e fava de baunilha, combinado com saborosa calda de frutas vermelhas.

Informações: Ofner

Salada de Arroz é opção diferente, deliciosa e refrescante para degustar em um dia de calor

O calor pede receitas refrescantes, completas e descomplicadas. Usando a criatividade para inventar novos pratos e surpreender a família e amigos, a Predilecta preparou uma receita diferente, saborosa, muito fácil e que combina perfeitamente com a estação: a salada de arroz.

Salada de arroz Predilecta

Ingredientes
• 2 xícaras de arroz cozido e adormecido (pode ser branco ou integral)
• ½ xícara de azeitonas verdes fatiadas Predilecta
• ½ xícara de milho verde Livre Predilecta
• ½ xícara de pepino picles cortado
• ½ xícara de pimentões (cor à sua escolha)
• 1 lata de atum (que pode ser trocada por 1 xícara de peito de frango defumado desfiado)
• 1 tomate grande
• 2 ovos
• Maionese Predilecta
• Mostarda Amarela Predilecta

Modo de preparo:
Picar os tomates, pepino, azeitonas e pimentões em cubos médios.Misturar em um refratário todos os ingredientes, com exceção dos ovos. Colocar de 2 a 3 colheres de maionese, apenas para dar liga e misturar. Temperar com a mostarda (o suficiente para dar cor ao prato). Colocar sal e nós-moscada a gosto. Cozinhar os ovos e decorar o prato.

Dica: sirva gelada.
Rendimento: de 2 a 3 pessoas

Fonte: Predilecta

Divino Fogão ensina a fazer salada de grão-de-bico em 25 minutos

É verão. E estamos enfrentando dias bastante quentes. E quem quer ficar muito tempo na cozinha diante disso? Então, vamos juntar o útil ao agradável e preparar uma salada, leve e apetitosa ensinada pela rede Divino Fogão. Confira o passo a passo:

Salada de grão de bico refrescante

Ingredientes
200g de grão-de-bico
1 colher (sopa) de mostarda
4 dentes de alho picado
4 colheres (sopa) de azeite
Sal a gosto
1 limão
1 maço de rúcula
Salsinha a gosto

Modo de preparo
Cozinhe o grão-de-bico na panela de pressão até ficar macio. Reserve. Lave e corte a rúcula. Reserve. Em um bowl, misture o azeite, o alho, a mostarda, o suco de limão e o sal. Coloque em uma travessa o grão-de-bico misturado com a rúcula, adicione o molho, misture bem e finalize com a salsinha.

Tempo de preparo: 25 minutos
Rendimento: 3 a 4 pessoas
Grau de dificuldade: fácil

Fonte: Divino Fogão