Arquivo da tag: salmão

Oba Hortifruti ensina vários pratos para preparar neste Dia dos Namorados

Menu completo para comemorar o Dia dos Namorados em casa; com ingredientes frescos e, claro, muito amor, a nutricionista do Oba Hortifruti, Renata Guirau sugere opções de um menu digno de restaurante para a comemoração a dois

A nutricionista do Oba Hortifruti, Renata Guirau, selecionou sugestões de entradas, prato principal e sobremesas para um menu especial digno de chef e que com certeza vai tornar a ocasião inesquecível.

“As receitas são fáceis de fazer mesmo por quem tem uma rotina mais agitada e não exigem muita habilidade na cozinha. As entradas de damasco, figo e as batatas com queijo Maasdam garantem o requinte que a ocasião merece. Para o prato principal, proteínas de digestão mais fácil, como peixes e massas. Todas essas opções combinam muito bem com vinhos, que também agrega no clima romântico”, comenta Renata.

A especialista ressalta que o ideal é que o jantar seja preparado com ingredientes frescos e sempre bem temperado, usando os condimentos preferidos do casal para não ter erro.

“Para a sobremesa, quem não dispensa o chocolate – o sabor clássico da data, pode preparar o brownie, que é um tradicional que sempre agrada. Já quem preferir uma sugestão mais leve, a panna cotta é uma ótima pedida e doce na medida certa”, finaliza a nutricionista.

Anote as receitas indicadas pela profissional do Oba Hortifruti, com os ingredientes fresquinhos que você encontra em todas as lojas da rede.

Opções de entrada

Batata bolinha assada com alecrim: asse as batatas bolinha com casca, temperadas com azeite e alecrim até que fiquem douradas. Sirva junto com o queijo Maasdam para completar o sabor.

Damasco com gorgonzola: faça uma pasta com 2 partes de cream cheese para 1 parte de queijo gorgonzola e coloque em cima dos damascos secos. Vale decorar com amêndoas para um toque crocante.


Figo recheado: corte os figos em 4 partes; para cada parte, acrescente uma pequena quantidade de cream cheese e enrole com presunto parma. Prenda com palitos de dentes caso necessário.

Pratos principais

Salmão com crosta de castanhas


Ingredientes
1 posta de salmão
1 limão
Azeite e sal a gosto
2 col de sopa de castanha de caju trituradas
1 col de sopa de alcaparras picadas
1 pitada de pimenta do reino moída na hora

Modo de preparo:
Grelhe o salmão com sal e azeite, virando a peça no meio do processo. Quando estiver no segundo lado, acrescente a farofinha feita com castanhas trituradas, alcaparras e pimenta (se preferir, acrescente um pouco de sal). Deixe dourando até o final da cocção do peixe. Sirva em seguida.

Pesto de rúcula para massas

Ingredientes
2 xícaras de folhas de manjericão
½ xícara de folhas de rúcula
2 dentes de alho picados
½ xícara de nozes picadas
½ xícara de parmesão ralado
1 xícara azeite

Modo de preparo:
Bata tudo no mixer e use como molho para massas frescas.

Nhoque de abóbora para acompanhar pesto de rúcula

Ingredientes
500g de abóbora cabotiá picada
2 batatas picadas
1 xícara de farinha de trigo
1 col de azeite
½ col de sal
Noz-moscada a gosto

Modo de preparo:
Asse a abóbora e a batata. Amasse e misture os demais ingredientes, colocando a farinha aos poucos, até formar uma massa que possibilite enrolar e cortar no formato de nhoque.
Cozinhe em água fervente até que os nhoques subam à superfície. Acrescente o molho pesto ou a opção que preferir.

Sobremesas

Panna cotta de papaia

Ingredientes
250 ml de creme de leite
50 ml de leite integral
2 folhas de gelatina incolor
1 col de café de extrato de baunilha
4 col de sopa de açúcar

Modo de preparo:
Prepare a gelatina conforme instruções da embalagem e reserve. Em uma panela, acrescente os demais ingredientes e cozinhe até que fique um creme homogêneo. Desligue o fogo e acrescente a gelatina incolor misturando delicadamente.

Calda de mamão:

Ingredientes
1 mamão papaia picado
2 col de sopa de mel
½ xícara de chá de suco de laranja

Modo de preparo
Bata todos os ingredientes no liquidificador e coloque sobre o creme da panna cotta, deixando na geladeira por pelo menos 4 horas antes de servir.

Brownie de chocolate

Ingredientes
6 colheres de sopa de chocolate em pó
1 xícara de açúcar
1 xícara de farinha de trigo
1/2 tablete de manteiga derretida
2 ovos
½ xícara de amêndoas em lascas para decorar

Modo de preparo:
Derreta a manteiga e misture com ovos.Em outro recipiente, acrescente os ingredientes secos, misturando bem.crescente à mistura de manteiga com ovo, misturando delicadamente até que forme uma massa homogênea. Leve para assar em forma untada com manteiga por cerca de 30 minutos, no forno a 180 graus.

Fonte: Oba Hortifruti

By Koji aposta em menu executivo via delivery

Cardápio está disponível no horário de almoço no valor de R$ 84,00

Formato clássico oferecido por alguns restaurantes, o menu executivo apresenta uma sequência de pratos sob valor fechado que não pesa no bolso da clientela. Em tempos de pandemia, o By Koji, localizado no estádio do Morumbi, proporciona a experiência para os clientes saudosos, que querem dar uma pausa no expediente para apreciar o melhor da gastronomia japonesa dentro de casa.

Composto de entrada, prato principal e sobremesa, o menu executivo do chef Koji Yokomizo deixa por conta do cliente a escolha de duas opções principais, dois acompanhamentos e sobremesa. Entre as sugestões, algumas das apresentadas são: Sashimi de peixes variados, Teppan Shogayaki – finas fatias de carne bovina ou suína refogadas com gengibre, Baterá de Salmão ou Spicy Tuna; de acompanhamentos a casa oferece Korokê, tipo de croquete japonês com recheio de Kani, Nasu Inakani – berinjela frita curtida no molho de shoyu com mel, e os Temakis, entre outros. Para adoçar, a sobremesa fica de acordo com a disponibilidade do dia, com Brigadeiro ou a clássica Choux Cream.

A equipe selecionada para a operação de delivery está treinada nos processos de higienização e assepsia das mãos, utensílios, bancadas, alimentos e toda a área de operação. As embalagens, por sua vez, foram adaptadas aos protocolos de higiene e segurança alimentar recomendados pela OMS.

O Cardápio de 3 tempos (R$ 84,00), pode ser solicitado, das 11h30 às 15h, pelo WhatsApp 11 9.3034-5454 ou no aplicativo iFood.

By Koji – Estádio do Morumbi – Praça Roberto Gomes Pedrosa, 1 – Portão 4 – Morumbi – São Paulo- Tel: (11) 3624-7710

Aprenda a fazer lasanha de salmão com ervas e deixe as férias mais gostosas

Adria ensina receita que surpreende nos detalhes e promete encantar toda a família

Janeiro é o mês de férias e do verão. Não à toa, é um período muito esperado e apreciado por todos. Tudo fica ainda melhor com pratos que tornem os dias de descanso cheios de sabor. E para contribuir com esse momento, Adria ensina como fazer a deliciosa Lasanha de Salmão com Ervas, a união do peixe com as ervas trará um toque especial ao preparo. Confira:

Lasanha de Salmão com Ervas

Ingredientes:

Molho branco:
9 colheres (sopa) de manteiga ou margarina
9 colheres (sopa) de farinha de trigo
3 ½ litros de leite
sal, pimenta-do-reino e no-moscada a gosto

Para a montagem:
1 embalagem de Lasanha Direto ao Forno Adria (500g)
1 kg de filé de salmão
4 colheres (sopa) de azeite
3 dentes de alho, picados
suco de 1 limão
ervas picadas a gosto (alecrim, tomilho, salsinha, coentro etc.)
400 g de mussarela, em fatias
queijo parmesão, ralado
Sal

Modo de preparo:

Comece preparando o salmão com ervas. Em uma assadeira média, acomode os filés de salmão e tempere com azeite, alho, suco de limão, ervas e sal. Cubra com papel-alumínio e leve ao forno médio (180ºC) preaquecido por 25 minutos. Retire do forno, corte os filés de salmão em lascas e reserve.Prepare o molho branco. Em uma panela média, aqueça a manteiga ou margarina e doure com a farinha de trigo. Junte o leite aos poucos, mexendo sempre para não empelotar.Acerte o sal e tempere com pimenta-do-reino e noz-moscada. Retire do fogo e reserve. Monte a Lasanha Direto ao Forno em um refratário grande e fundo. Divida as tiras de lasanha em 4 partes, o molho branco em 5 e as fatias de mussarela e as lascas de salmão em 2. Alterne as camadas de molho e massa da seguinte forma: molho branco, fatias de mussarela, tiras de lasanha, molho branco, lascas de salmão, tiras de lasanha, molho branco, fatias de mussarela, tiras de lasanha, molho branco, lascas de salmão, tiras de lasanha, molho branco e finalmente queijo parmesão. Cubra com papel-alumínio e leve ao forno médio (200ºC) por 50 minutos. Para dourar a superfície, retire o papel-alumínio 10 minutos antes de finalizar o tempo.

Rendimento: 15 porções
Tempo de preparo: 1 hora e 50 minutos
Dica: para a lasanha ficar perfeita, coloque as tiras sempre entre os molhos e não se esqueça de utilizá-los ainda quentes. Para cada 500g de massa utilize no mínimo 3 ½ litros de molho. Querendo reduzir o tempo de preparo, deixe a lasanha montada por 10 minutos antes de levá-la ao forno.

Fonte: Adria

Festival do Pescado Ceagesp tem kits de Natal e Ano Novo

O Festival do Pescado e Frutos do Mar Ceagesp termina no próximo dia 20 de dezembro. Mas quem quiser prolongar os sabores do evento para o Natal ou para o Ano Novo pode encomendar Kits com alguns pratos à base de peixes e frutos do mar que fazem sucesso no evento.

O público terá duas opções disponíveis para encomendas: o Kit Paella, por R$ 329,90, e o Kit Salmão, por R$ 369,90. Cada um deles serve até cinco pessoas e ainda dá direito a um espumante nacional e a um panetone de 400g. Os dois kits ainda virão acompanhados de cinco Casquinhas de Siri e um Kit Acarajé (5 unidades de Acarajé, Vatapá, Camarão, Vinagrete e Pimenta).

O que tem nos kits

O Kit Paella segue com uma porção de 1,2 kg de Paella à Marinera, um dos pratos mais apreciados do Festival do Pescado e Frutos do Mar Ceagesp. Esse kit também tem uma porção de Moqueca de Cação à Baiana (1,2kg), com arroz branco e farofa de banana da terra, e uma Salada de Frutos do Mar, com Camarão, Lula, Marisco, Vôngole e Kani Kama.

No Kit Salmão, o público encontra quatro postas de 200g de Salmão Grelhado, com molho de champignon paris, brócolis e pupunha, como acompanhamentos. Também faz parte desse kit uma porção de Bobó de Camarão (1,2kg), com arroz branco de acompanhamento. Além de tudo isso, segue ainda uma Maionese de Bacalhau (700g), com azeitonas pretas e ovos cozidos.

As retiradas das encomendas serão no Espaço Gastronômico Ceagesp, com entrada pelo Portão 4 do entreposto (av. Dr. Gastão Vidigal, altura do 1.946 – Estacionamento). As entregas em domicilio serão feitas na região metropolitana de São Paulo, mediante frete a combinar no momento da encomenda. Todos os pratos serão entregues resfriados para finalização em casa.

Últimos dias da Edição 2020

Quem ainda não veio ou pretende voltar, têm poucos dias para visitar o Festival do Pescado e Frutos do Mar Ceagesp. Esta é a penúltima semana do evento gastronômico, realizado na Ceagesp desde 2013. A edição 2020 começou neste ano um pouco mais cedo do que o normal, em agosto.

A previsão é de que mais de 25 mil pessoas devem saborear mais de 20 toneladas de peixes e de frutos do mar. Só de camarão, até agora, foram consumidos cerca de 10 toneladas. A Paella à Marinera, gigante, e os Camarões Assados servidos no espeto à vontade nas mesas, são as grandes atrações do evento.

O Festival do Pescado funciona de quinta a domingo no Espaço Gastronômico Ceagesp. Às quintas e sextas-feiras, o horário é das 18h às 22h. Aos sábados, das 12h até as 22h. Aos domingos, das 12h às 17h. O valor por pessoa é de R$ 98,90 com tudo incluso, exceto bebidas e sobremesas.

Serviço

Kits de Fim de Ano – Festival do Pescado e Frutos do Mar Ceagesp (Servem até cinco pessoas)

Casquinha de Siri
Acarajé
Paella

Moqueca

O que vem no Kit Paella
5 Casquinhas de Siri
Kit Acarajé (5 unidades de Acarajé, Vatapá, Camarão, Vinagrete e Pimenta)
1,2 kg de Paella à Marinera
1,2 kg de Moqueca de Cação à Baiana – Acompanham arroz branco e farofa de banana da terra)
1 Salada de Frutos do Mar (camarão, lula, marisco, vôngole e kani kama)
1 Panetone
1 Espumante nacional

O que vem no Kit Salmão
5 Casquinhas de Siri
5 unidades de Acarajé, Vatapá, Camarão, Vinagrete e Pimenta
Salmão Grelhado (4 postas de 200g cada) – Acompanham molho de champignon, brócolis e pupunha
Bobó de Camarão (1,2kg) – Acompanha arroz branco
Maionese de Bacalhau (700g) – Acompanham azeitonas pretas e ovos
1 Panetone
1 Espumante nacional

Preços: Kit Paella, R$ 329,90 | Kit Salmão, R$ 369,90
Para o Natal: Encomendas até 22/12 |Entrega ou retirada em 24/12 – das 10h às 17h
Para o Ano Novo: Encomendas 1té 29/12 |Entrega ou retirada em 29/12 – das 10h às 17h
Atenção: Todos os pratos serão entregues resfriados para finalização em casa

As encomendas para o Natal devem ser feitas até o próximo dia 22 de dezembro. A entrega ou retirada dos kits será no dia 24/12, das 10h às 17h. Quem optar pela Ceia de Ano Novo, deve fazer o pedido até o dia 29 de dezembro. Nesse caso, a entrega ou retirada será no dia 31/12, também das 10h às 17h. Os pedidos devem ser feitos pelo telefone 11-3675-0219 ou pelo WhatsApp 11-9-4081-2910.

Liv Up lança opções de saladas com sabores cítricos para o verão

Embalada pelos recordes de venda em dias de calor, startup vai anunciar menu refrescante para época mais quente do ano

Recordes de temperatura e alta demanda por pedidos de saladas. Foi essa a tendência que permitiu a startup de alimentação saudável Liv Up confirmar a preferência dos paulistanos por alternativas mais leves e saudáveis no calor, e trazer ao cardápio a novidade do verão: sabores cítricos.

Além de não restarem dúvidas que são extremamente benéficas à saúde, as saladas são ótimas para driblar a sensação de calor, isso por que com a temperatura do ambiente muito próxima a temperatura corporal, o metabolismo não precisa gastar tantas calorias, o que acaba desestimulando o apetite e despertando o desejo por refeições mais leves, e em sua maioria, menos calóricas que possam facilitar o processo de digestão.

Com isso, a startup, que tem em seu propósito a missão de levar alimentação saudável ao maior número de pessoas, resolveu incrementar o cardápio de seu delivery de saladas que opera desde março na cidade de São Paulo e, desde 18 de novembro oferece também três novos sabores com um toque cítrico. As saladas, que são oferecidas pela empresa, como o prato principal, possuem equilíbrio nutricional desenvolvido pelos nutricionistas da empresa com um toque de chef, que garante os sabores exclusivos e gostosos na medida perfeita para lembrar que comer bem pode, sim, ser muito gostoso, e que a salada é um prato que se come cheio.

“Nos meses de setembro e outubro, quando a cidade de São Paulo atingiu o recorde de temperatura no ano, registramos um aumento médio de 38% em relação às vendas normais. Os picos foram exatamente nos dia 30 de agosto, 1 e 2 de setembro, quando os paulistanos tiveram que lidar com 37º de temperatura. Esses recordes de calor e as novas dinâmicas da cidade no contexto de pandemia vêm acelerando a tendência de delivery de comida leve e saudável e a maior preocupação com a saúde e o bem estar”, explica Tatiana Lanna.

Os novos sabores disponíveis no aplicativo da Liv Up ( iOS ou Android) para a região metropolitana de São Paulo são:

Salada de falafel (R$ 27,90)

Rica em fibras e com aquele frescor que o verão pede. Plant based, para agradar a vegetarianos e para quem gosta de provar novos sabores.
Ingredientes: mix de folhas orgânicas, falafel, tomate grape fruit orgânico, pepino, azeitona preta e hortelã fresco.

Salada de Frango Caprese (R$ 32,90)

Com ingredientes clássicos e um toque de chef, é uma salada diferente, rica em proteínas e cheia de sabor.
Ingredientes: mix de folhas, frango grelhado, mussarela de búfala, queijo minas, tomate confit orgânico e manjericão fresco.

Salada de Salmão Croc (R$ 35,90)

Refeição completa e uma combinação sem igual de sabores com salmão, gergelim e tomate orgânico confitado.
Ingredientes: salmão em lascas, gergelim preto, tomate orgânico confit, pepino, cebola roxa, dill fresco, limão fresco e chips de mandioquinha.

Informações: Liv Up

Já fez seu pão caseiro? A Gomes da Costa sugere três receitas

Muita gente está fazendo ou aprendendo a fazer pães em casa. Já fez o seu? A Gomes da Costa sugere três: Pão com Sardinhas, Azeitonas e Cebola; Pão Integral Recheado de Patês de Salmão e Pão de Sardinha com Curry. Escolha o seu. E depois faça os outros também. Confira abaixo o passo a passo do preparo.

Pão com Sardinhas, Azeitonas e Cebola

Ingredientes
• Meia xícara (chá) de leite (120ml)
• 2 ovos
• Meia xícara (chá) de óleo (120ml)
• 1 lata de Sardinha com Molho de Tomate Gomes da Costa (125g)
• 2 xícaras (chá) de farinha de trigo
• 1 colher (chá) de sal
• 1 cebola pequena picada
• 2 colheres (sopa) de azeitona preta picada
• 1 colher (sopa) de fermento em pó
• Orégano a gosto

Modo de Preparo
Em uma tigela, junte o leite, os ovos, o óleo e o molho de tomate da Sardinha. Misture bem. Acrescente a farinha e o sal. Misture novamente. Adicione a cebola, a azeitona e as Sardinhas Gomes da Costa. Por fim junte o fermento. Despeje a massa numa fôrma de bolo inglês (cerca de 22 x 11cm) untada e enfarinhada. Polvilhe orégano por toda a superfície da massa. Leve ao forno médio (180ºC), preaquecido, por cerca de 40 minutos ou até que enfiando-se um palito na massa este saía limpo. Desenforme e sirva morno ou frio.

Dica do Chef: ao juntar as Sardinhas, procure não quebrá-las muito para que se mantenham em pedaços no pão.
Variação: use fatias desse pão para montar um delicioso sanduíche.
Preparo: 55 minutos.
Rendimento: 10 porções.

Pão Integral Recheado de Patês de Salmão

Ingredientes
• 1 colher (chá) de fermento biológico seco (2,5g)
• 1 xícara (chá) de farinha de trigo (150g)
• 1 xícara (chá) de farinha de trigo integral fina (150g)
• 1 colher (chá) de sal
• ¾ xícara (chá) de água morna (180ml)
• 1 colher (sopa) de alecrim fresco picado
• Cerca de 1 colher (sopa) de óleo para untar
• 1 clara + 1 colher (sopa) de água
• 2 embalagens de Patê de Salmão Gomes da Costa (150g)

Modo de Preparo
Junte os ingredientes secos, misture e reserve. Acrescente lentamente a água morna na mistura de ingredientes secos, mexendo com uma colher até obter uma massa homogênea. Junte metade do alecrim. Quando a massa ficar pesada demais para ser mexida com a colher, vire sobre uma superfície enfarinhada e trabalhe em movimentos de vai e vem, até soltar das mãos, ficar elástica e bem lisa (cerca de 5 minutos). Unte uma bacia com óleo, coloque a massa em formato de bola, unte a massa e cubra com um pano de prato. Deixe crescer até dobrar de tamanho. Vire a massa sobre uma superfície polvilhada e trabalhe, para que o pão tenha uma textura mais uniforme. Divida a massa em 14 porções. Abra cada porção e recheie com o Patê Gomes da Costa. Feche novamente a massa e dê a ela o formato de uma bolinha. Numa assadeira redonda baixa, junte as bolinhas lado a lado em formato de flor, isto é, 2 a 3 bolinhas no centro e o restante fazendo a volta do círculo (deixe um pequeno espaço entre as bolinhas para que a massa possa crescer). Pincele com a clara misturada com a água e polvilhe o alecrim. Asse em forno médio (180ºC), preaquecido, por cerca de 40 minutos.

Rendimento: 1 pão em formato de flor
Dica do Chef: para que a massa cresça com mais facilidade, coloque-a em local abrigado de vento (dentro do forno morno desligado). A massa deve ser untada com óleo para que sua superfície não resseque.
Variação: substitua o Patê de Salmão por Patê de Atum.
Preparo: 65 minutos.
Rendimento: 7 porções.

Pão de Sardinha com Curry

Ingredientes
• Meia xícara (chá) de leite
• 2 ovos
• 2 colheres (sopa) de óleo
• 1 a 2 latas de Sardinha com Óleo Gomes da Costa (125g)
• 2 xícaras (chá) de farinha de trigo
• 1 colher (chá) de sal
• Cerca de 1 colher (chá) de curry
• 1 cebola pequena picada
• 3 colheres (sopa) de azeitona verde picada
• 1 colher (sopa) de fermento em pó

Modo de preparo
No liquidificador junte o leite, os ovos, o óleo e o óleo da sardinha. Bata por cerca de 1 minuto. Numa tigela coloque a farinha, o sal e o curry. Junte a mistura do liquidificador e misture bem. Adicione a cebola, a azeitona e o fermento. Misture. Por último junte as Sardinhas Gomes da Costa. Despeje a massa numa fôrma de bolo inglês ( com cerca de 22×11 cm) untada e enfarinhada. Leve a fôrma ao forno médio (180ºC), preaquecido, por cerca de 45 minutos ou até que enfiando-se um palito na massa este saía limpo. Espere amornar e desenforme.

Dica do Chef: ao juntar as Sardinhas, procure não quebrá-las muito para que se mantenham em pedaços no pão. Se for usar 2 latas elimine as 2 colheres (sopa) de óleo da receita, use somente o óleo das sardinhas.
Variação: este pão pode ser feito em assadeira e cortado em quadrados.
Preparo: 60 minutos.
Rendimento: 10 porções.

Fonte: Gomes da Costa

Receita de roll de manta de mozzarella e salmão defumado

Manta de mozzarella é uma forma de apresentação do queijo de leite de búfala muito utilizada em antepastos e petiscos com sotaque italiano. Maleável, fresca, de formato retangular e espessura fina, ela é ótima para envolver recheios e excelentes para fazer rolls super saudáveis e saborosos.

A receita a seguir é sugerida pela fabricante de queijos de búfala DiBufalo e é feita com mantas puras, ou seja, sem leite de vaca na composição. No recheio, o sabor do salmão defumado é harmonizado com o sabor delicado da mozzarella. O melhor desta receita é que ela dispensa cozimento, o que mantém as propriedades da verdadeira mozzarella. Além disso é um antepasto que rende para toda a família ou para uma mesa com muitos amigos. Confira:

Roll de manta de mozzarella e salmão defumado

Ingredientes:
01 Mozzarella em manta DiBufalo
01 maço de rúcula limpo e sem talos
200 gramas de salmão defumado fatiado
1/2 xícara de alcaparras
01 tomate grande em fatias bem finas e sem caroços.
Pimenta do reino e sal a gosto
Azeite a gosto

Modo de preparo:
Abra a embalagem da mozzarella em manta DiBufalo delicadamente para não rasgar o queijo. Pegue a mozzarella com cuidado e coloque-a sobre uma superfície lisa e higienizada. Pode ser uma tábua de cozinha de plástico ou de madeira. Sobre a manta, disponha as fatias de salmão defumado, abertas, procurando cobrir toda a superfície do queijo. Faça o mesmo processo com as folhas de rúcula e o tomate. Distribua as alcaparras sobre as folhas de rúcula, o salmão e a manta. Tempere com pimenta do reino moída e sal a gosto (lembre-se que o salmão defumado e as alcaparras geralmente já vêm salgados, então não exagere). Enrole a manta com o recheio, segurando de forma firme, usando ambas as mãos para o recheio não escapar. É importante ser rápido e seguro nos movimentos, no entanto tendo o cuidado para não apertar demais e romper a manta.
Após enrolar, corte em fatias na espessura de um dedo, disponha-as em um prato e regue com azeite ou molho de sua preferência. Molhos com base de mostarda e mel, por exemplo, combinam muito bem.

roll de manta

Tempo de preparo: 25 minutos

Fonte: DiBufalo

Receitas de quitutes juninos

Junho é o mês das melhores festas do ano. Afinal, quem não ama o clima de festa junina, mesmo se for para comemorar em casa? Isso sem falar nos quitutes típicos. Não dá para se controlar com tanta comida boa. Para te ajudar a fazer uma comidinha deliciosa e fácil para esta época do ano, a Gomes da Costa ensina a preparar três receitas saudáveis e que cabem no seu bolso.

Sanduíche de Atum Refogado, Provolone e Mussarela

sanduiche-de-atum-refogado-provolone-e-mussarela-desktop (002)
Ingredientes:
• 2 fatias de pão de forma sem casca (50g)
• Margarina para untar
• 2 fatias de queijo provolone (28g)
• 2 colheres (sopa) de refogado de Atum Sólido em Óleo Sabor Defumado Gomes da Costa(dica) (35g)
• 2 fatias de queijo tipo mussarela (30g)

Modo de Preparo:
Pincele um lado da fatia de pão com a margarina. Coloque este lado voltado para o tostex. Distribua as fatias de queijo provolone, dobradas. Coloque o refogado de atum e as fatias de queijo dobradas. Feche o sanduíche com a outra fatia de pão. Pincele margarina na superfície da fatia de pão que fechou o sanduíche. Feche o tostex e leve ao fogo brando por cerca de 1minuto e 30 segundos de cada lado ou utilize a tostadeira até a luz verde acender. Sirva em seguida.

Dica de chef: para preparar o refogado de Atum – aqueça o óleo do Atum Defumado Gomes da Costa. Refogue uma cebola pequena bem picada até dourar. Junte o Atum Defumado Gomes da Costa e refogue rapidamente. Tempere com sal a gosto.
Variação: sabor 4 queijos – acrescente uma pasta com 2 colheres (sopa) de requeijão e 1 colher (sopa) de gorgonzola amassado às camadas.

Pão Integral Recheado de Patês de Salmão

pao-integral-recheado-de-pates-de-salmao-desktop (002)

Ingredientes:
• 1 colher (chá) de fermento biológico seco (2,5g)
• 1 xícara (chá) de farinha de trigo (150g)
• 1 xícara (chá) de farinha de trigo integral fina (150g)
• 1 colher (chá) de sal
• ¾ xícara (chá) de água morna (180ml)
• 1 colher (sopa) de alecrim fresco picado
• Cerca de 1 colher (sopa) de óleo para untar
• 1 clara + 1 colher (sopa) de água
• 2 embalagens de Patê de Salmão Gomes da Costa (150g)

Modo de Preparo:
Junte os ingredientes secos, misture e reserve. Acrescente lentamente a água morna na mistura de ingredientes secos, mexendo com uma colher até obter uma massa homogênea. Junte metade do alecrim. Quando a massa ficar pesada demais para ser mexida com a colher, vire sobre uma superfície enfarinhada e trabalhe em movimentos de vai e vem, até soltar das mãos, ficar elástica e bem lisa (cerca de 5 minutos). Unte uma bacia com óleo, coloque a massa em formato de bola, unte a massa e cubra com um pano de prato. Deixe crescer até dobrar de tamanho. Vire a massa sobre uma superfície polvilhada e trabalhe, para que o pão tenha uma textura mais uniforme. Divida a massa em 14 porções. Abra cada porção e recheie com o Patê Gomes da Costa. Feche novamente a massa e dê a ela o formato de uma bolinha. Numa assadeira redonda baixa, junte as bolinhas lado a lado em formato de flor, isto é, 2 a 3 bolinhas no centro e o restante fazendo a volta do círculo (deixe um pequeno espaço entre as bolinhas para que a massa possa crescer). Pincele com a clara misturada com a água e polvilhe o alecrim. Asse em forno médio (180ºC), preaquecido, por cerca de 40 minutos.

Rendimento: 1 pão em formato de flor
Dica de chef: para que a massa cresça com mais facilidade, coloque-a em local abrigado de vento (dentro do forno morno desligado). A massa deve ser untada com óleo para que sua superfície não resseque.
Variação: substitua o Patê de Salmão por Patê de Atum.

Pastel de Forno

Pastel-de-Forno (002)
Ingredientes:

Massa:
• 1 e meia xícara (chá) de farinha de trigo (225g)
• Meia xícara (chá) de manteiga (100g)
• Cerca de 1 colher (chá) de sal
• Cerca de 4 colheres (sopa) de água

Recheio:
• 1 colher (sopa) de manteiga
• 1 cebola média picada
• 1 colher (sopa) de salsinha picada
• 2 colheres (sopa) de azeitona verde picada
• Sal, pimenta do reino a gosto
• 1 lata de Sardinha Ralada em Molho de Tomate 125g

Modo de Preparo:

Massa:
Em uma tigela junte a farinha com a manteiga cortada em pedaços grandes. Trabalhe os ingredientes com as pontas dos dedos até obter uma farofa. Dissolva o sal na água e acrescente à massa. Trabalhe até obter uma massa homogênea (se necessário acrescente mais água aos poucos). Cubra a massa com papel alumínio e deixe descansando por cerca de 30 minutos na geladeira.

Recheio:
Em uma panela, aqueça a margarina. Junte a cebola e refogue até dourar. Acrescente a salsinha e a azeitona. Tempere com sal e pimenta do reino a gosto. Retire do fogo e junte a Sardinha Ralada Gomes da Costa com seu molho.

Montagem:
Abra a massa com o auxílio de um rolo (com cerca de 0,2 cm de espessura). Corte em discos de cerca de 9,5 cm (use cortador de biscoito) ou a boca de um copo de requeijão. Sobre cada disco, coloque 1 colher (sopa) de recheio. Dobre o disco ao meio e junte as bordas, apertando com um garfo. Distribua os pastéis em uma assadeira untada, e pincele a gema pela superfície. Leve ao forno médio (180ºC), preaquecido, por cerca de 30 minutos ou até que a superfície dos pastéis esteja dourada.

Dica de chef: é importante usar manteiga na massa para que a mesma fique macia, já que a manteiga é 100% gordura.
Variação: acrescente ovo cozido e picado ao recheio.

Fonte: Gomes da Costa

Receitas “diferentonas” com peixes

Hoje é dia de dar aquela “apelada” na cozinha! Muita criatividade, disposição, bom gosto e mãos à obra. Para te ajudar a preparar uma comida “diferentona”, deliciosa e muito prática, a Gomes da Costa separou três receitas maravilhosas para você. Bom apetite.

Sardinha na Moranga

sardinha-na-moranga-desktop (002)

Ingredientes:
• 3 colheres (sopa) de óleo
• 2 cebolas picadas
• 5 colheres (sopa) de farinha de trigo
• 2 xícaras (chá) de leite
• 2 latas de Sardinha com Molho de Tomate Gomes da Costa (125g)
• 2 colheres (sopa) de coentro ou salsinha picada
• Sal e molho de pimenta a gosto
• 1 embalagem de requeijão cremoso tipo Catupiry (250g)

Modo de preparo:

Abóbora:
Com a ajuda de uma faca bem afiada corte uma tampa na abóbora. Retire as sementes. Lave bem a abóbora e tempere seu interior com sal. Embrulhe a abóbora e a tampa com papel alumínio, de maneira que fique bem fechada. Cozinhe em forno médio (180ºC), preaquecido, por cerca de 3 horas ou até que espetando a polpa da abóbora com um garfo esta esteja macia. Retire do forno. Para eliminar o líquido que se forma dentro da abóbora, vire-a com a abertura para baixo. Reserve.
Recheio:
Numa panela, aqueça o óleo e doure aí a cebola. Junte a farinha dissolvida no leite e cozinhe mexendo sempre até encorpar. Acrescente as Sardinhas Gomes da Costa com seu molho, o coentro ou salsinha, o sal e o molho de pimenta.

Montagem:
Espalhe o requeijão cremoso pela parte interna da abóbora. Recheie a abóbora com o refogado de sardinha e cubra com a tampa da abóbora. Leve a abóbora ao forno médio (180ºC) por cerca de 20 minutos ou até que a casca da abóbora comece a dourar. Sirva a seguir.

Dica de chef: outro método de cozimento da abóbora: Numa panela grande, com água até a metade, coloque a abóbora. Tempere a água com sal. Cozinhe a abóbora em panela tampada até que, enfiando-se um garfo, ele entre sem dificuldade (cerca de 2 horas).
Variação: retire uma tampa maior e cubra toda a abertura com batata palha.

Fettuccine de Cenoura “Fishness”

fettuccine-de-cenoura-fishness-desktop (002)

Ingredientes:
• 2 cenouras grandes (300g)
• 1 lata de Filé de Salmão em Azeite Gomes da Costa (110g)
• 1 cebola pequena cortada em cubos (60g)
• ¼ xícara (chá) de molho de tomate pronto (60ml)
• Sal a gosto
• 1 colher (sopa) de cheiro verde picado (10g)

Modo de preparo:
Descasque as cenouras e corte-as no sentido do comprimento em fatias compridas e finas para que fiquem com aparência semelhante ao fettuccine tradicional (use de preferência um descascador de legumes ou um mandolim). Reserve. Coloque o Salmão Gomes da Costa num refratário e com o auxílio de um garfo quebre-o grosseiramente. Reserve. Numa panela, acrescente metade do azeite do Filé de Salmão e refogue aí a cebola até dourar. Acrescente o Salmão reservado. Junte o molho de tomate e tempere com sal a gosto. Reserve. Numa outra panela, em fogo baixo, aqueça o azeite restante do Salmão Gomes da Costa e junte as “fitas” de cenoura. Tampe a panela e cozinhe até as cenouras ficarem “al dente”. Junte o cheiro verde e tempere com sal a gosto. Distribua as fitas de cenoura numa travessa e por cima regue com o molho de tomate e salmão reservado. Sirva em seguida.

Paella

paella-desktop (002)

Ingredientes:
• 1 embalagem de Filé de Sardinha em Azeite Gomes da Costa (125g)
• 2 latas de Atum em Pedaços ao Óleo Gomes da Costa (340g)
• 1 lata de Mexilhões com Óleo de Girassol Gomes da Costa (111g)
• 6 dentes de alho amassados (12g)
• 1 cebola grande bem picada (120g)
• Meia linguiça calabresa defumada cortada em rodelas finas (cerca de 100g)
• 3 tomates maduros, picados (240g)
• 2 xícaras (chá) de arroz (400g)
• 1 colher (chá) de cúrcuma (2,5g)
• 1 colher (sopa) de páprica doce (10g)
• Cerca de 8 xícaras (chá) de água fervente (2l)
• Sal a gosto
• Meia xícara (chá) de ervilha fresca ou congelada (50g)
• 1 pimentão vermelho sem pele, cortado em tiras (cerca de 120g)
• Meio vidro de Aspargos Gomes da Costa (cerca de 95g)

Modo de Preparo:
Aqueça na paella (com cerca de 38cm) os óleos dos peixes (Filé de Sardinha, Atum e Mexilhão Gomes da Costa). Junte o alho e a cebola e refogue em fogo brando até dourar.
Junte a linguiça ao refogado e frite até dourar. Acrescente o tomate e refogue-os até começar a desmanchar. Distribua o arroz por toda a panela. Salpique a cúrcuma e a páprica sobre ele. Junte os Atuns Gomes da Costa. Misture. Acrescente metade da água fervente, tempere com sal. Misture. Quando começar a secar a água, distribua as ervilhas sobre o arroz e acrescente metade do restante da água. Vá juntando mais água aos poucos, até o arroz cozinhar mas continuar firme. Antes do arroz secar completamente, enfeite a superfície com tiras de pimentão, os Aspargos Gomes da Costa, os Mexilhões e os Filés de Sardinha. Tampe a paella com papel alumínio para descansar uns 10 minutos antes de servir.

Dicas de chef
• “Na língua Valenciana, a frigideira é chamada paella e é daí que vem o nome do mais famoso prato da cozinha espanhola. A paella, no mais, é uma frigideira na qual se eliminou o cabo e se colocou no seu lugar duas asas para suportar o peso do manjar.
Um erro muito comum é chamar o utensílio de “Paellera”. A paellera na realidade é a mulher que prepara a Paella”.
• Para tirar a pele do pimentão: coloque o pimentão numa assadeira e asse até a pele ficar preta, virando de vez em quando. Retire do forno e coloque- o num saco plástico fechado, para o vapor soltar a pele.
Variação
Quando o arroz estiver quase seco, regue a preparação com 1 xícara (chá) de vinho branco seco.

Fonte: Gomes da Costa

Sete alimentos saudáveis que são ricos em vitamina D

A vitamina D é o único nutriente que seu corpo produz quando exposto à luz solar. No entanto, até 50% da população mundial pode não ter sol suficiente e 40% dos residentes nos EUA, por exemplo, são deficientes em vitamina D).

Isso ocorre em parte porque as pessoas passam mais tempo em ambientes fechados, usam protetor solar do lado de fora e seguem uma dieta ocidental pobre em boas fontes dessa vitamina. O valor recomendado é de 800 UI (20 mcg) de vitamina D por dia por alimentos.

1. Salmão

salmao

O salmão é um peixe gordo popular e uma excelente fonte de vitamina D. De acordo com o Banco de Dados de Composição de Alimentos do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos, uma porção de 100 gramas de salmão de criação contém 526 UI de vitamina D, ou 66% do valor diário (VD). Se o salmão for selvagem ou cultivado, pode fazer uma grande diferença.

Em média, o salmão capturado na natureza contém 988 UI de vitamina D por porção de 100 gramas, ou 124% da VD. Alguns estudos descobriram níveis ainda mais altos no salmão selvagem – até 1.300 UI por porção. No entanto, o salmão de criação contém apenas 25% dessa quantidade. Ainda assim, uma porção de salmão cultivado fornece cerca de 250 UI de vitamina D, ou 32% de VD.

Resumo: salmão selvagem contém cerca de 988 UI de vitamina D por porção, enquanto o salmão de criação contém 250 UI, em média. Isso representa 124% e 32% do VD, respectivamente.

2. Arenque e sardinha

sardinhas em lata pixabay
Pixabay

O arenque é um peixe comido em todo o mundo. Pode ser servido cru, enlatado, defumado ou em conserva. Este peixe pequeno também é uma das melhores fontes de vitamina D. O arenque fresco do Atlântico fornece 216 UI por porção de 100 gramas, o que representa 27% do VD.

Se você não gosta de peixe fresco, o arenque em conserva também é uma boa fonte de vitamina D, fornecendo 112 UI por porção de 100 gramas, ou 14% da VD. No entanto, o arenque em conserva também contém uma grande quantidade de sódio, que algumas pessoas consomem muito.

As sardinhas enlatadas também são uma boa fonte de vitamina D – uma lata contém 177 UI, ou 22% da VD. Outros tipos de peixe gordo também são boas fontes de vitamina D. O linguado e a cavala fornecem 384 UI e 360 ​​UI por metade de um filete, respectivamente.

Resumo: o arenque contém 216 UI de vitamina D por porção de 100 onças. Arenque em conserva, sardinha e outros peixes gordurosos, como o alabote e a cavala, também são boas fontes.

3. Óleo de fígado de bacalhau

Fish oil pills over white background
123RF

O óleo de fígado de bacalhau é um suplemento popular. Se você não gosta de peixe, tomar óleo de fígado de bacalhau pode ser a chave para obter certos nutrientes que não estão disponíveis em outras fontes.

É uma excelente fonte de vitamina D – com cerca de 448 UI por colher de chá (4,9 ml), com uma enorme quantidade de 56% do VD. Ele é usado há muitos anos para prevenir e tratar a deficiência em crianças. O óleo de fígado de bacalhau também é uma fonte fantástica de vitamina A, com 150% da VD em apenas uma colher de chá (4,9 ml). No entanto, a vitamina A pode ser tóxica em grandes quantidades.

Portanto, tenha cuidado com o óleo de fígado de bacalhau, certificando-se de não tomar muito. Além disso, ele é rico em ácidos graxos ômega-3, dos quais muitas pessoas são deficientes.

Resumo: óleo de fígado de bacalhau contém 448 UI de vitamina D por colher de chá (4,9 ml), ou 56% da VD. Também é rico em outros nutrientes, como vitamina A e ácidos graxos ômega-3.

4. Atum em conserva

atum lata lummi island wild
LuminiIslandWild

Muitas pessoas gostam de atum em conserva por causa de seu sabor e métodos fáceis de armazenamento. Também, geralmente, é mais barato do que comprar peixe fresco.

O atum light enlatado comporta até 268 UI de vitamina D em uma porção de 100 gramas, que é de 34% do VD. Também é uma boa fonte de niacina e vitamina K). Infelizmente, o atum enlatado contém metilmercúrio, uma toxina encontrada em muitos tipos de peixes. Se acumular no seu corpo, poderá causar sérios problemas de saúde.

No entanto, alguns tipos de peixe representam menos riscos do que outros. Por exemplo, o atum light é ​​tipicamente uma escolha melhor do que o atum branco – é considerado seguro comer até 170 gramas por semana.

Resumo: o atum enlatado contém 268 UI de vitamina D por porção. Escolha atum leve e coma 170 gramas ou menos por semana para evitar o acúmulo de metilmercúrio.

5. Gemas de ovos

gema ovo ponce photography-pixabay
Foto: Ponce Photography

As pessoas que não comem peixe devem saber que frutos do mar não são a única fonte de vitamina D. Ovos inteiros são outra boa fonte, além de alimentos maravilhosamente nutritivos. Enquanto a maioria das proteínas de um ovo é encontrada no branco, a gordura, as vitaminas e os minerais são encontrados principalmente na gema.

Uma gema de ovo típica contém 37 UI de vitamina D, ou 5% da VD. Os níveis de vitamina D na gema de ovo dependem da exposição ao sol e do conteúdo de vitamina D na alimentação dos frangos. Quando recebem o mesmo alimento, as galinhas criadas livres, que tomam sol, produzem ovos com níveis 3 a 4 vezes mais altos.

Além disso, os ovos de galinhas que recebem ração enriquecida com vitamina D podem ter até 6.000 UI de vitamina D por gema. São 7 vezes o VD. A escolha de ovos de galinhas criadas fora ou comercializadas com alto teor de vitamina D pode ser uma ótima maneira de atender às necessidades diárias.

Resumo: ovos de galinhas criadas comercialmente contêm apenas cerca de 37 UI de vitamina D por gema. No entanto, os ovos de galinhas criadas fora ou alimentados com rações enriquecidas com vitamina D contêm níveis muito mais altos.

6. Cogumelos

mushroom cogumelo

Excluindo alimentos fortificados, os cogumelos são a única boa fonte vegetal de vitamina D. Como os humanos, os cogumelos podem sintetizar essa vitamina quando expostos à luz UV. No entanto, os cogumelos produzem vitamina D2, enquanto os animais produzem vitamina D3.

Embora a vitamina D2 ajude a aumentar os níveis sanguíneos de vitamina D, ela pode não ser tão eficaz quanto a vitamina D3. No entanto, os cogumelos selvagens são excelentes fontes de vitamina D2. De fato, algumas variedades embalam até 2.300 UI por porção de 100 gramas – quase três vezes o VD (30).

Por outro lado, os cogumelos cultivados comercialmente são frequentemente semeados no escuro e contêm muito pouco D2. No entanto, certas marcas são tratadas com ultravioleta (luz UV). Esses cogumelos podem fornecer de 130 a 450 UI de vitamina D2 por 100 gramas.

Resumo: cogumelos podem sintetizar vitamina D2 quando expostos à luz UV. Apenas cogumelos selvagens ou cogumelos tratados com luz UV são boas fontes de vitamina D.

7. Alimentos fortificados

leite

As fontes naturais de vitamina D são limitadas, especialmente se você é vegetariano ou não gosta de peixe. Felizmente, alguns produtos alimentares que naturalmente não contêm vitamina D são enriquecidos com esse nutriente.

Leite de vaca: é o tipo de leite mais consumido, é naturalmente uma boa fonte de muitos nutrientes, incluindo cálcio, fósforo e riboflavina. Em vários países, o leite de vaca é enriquecido com vitamina D. Ele geralmente contém cerca de 115-130 UI por xícara (237 ml), ou cerca de 15% a 22% do VD.

Leite de soja: como a vitamina D é encontrada quase exclusivamente em produtos de origem animal, os vegetarianos e veganos correm um risco particularmente alto de não obter o suficiente. Por esse motivo, substitutos do leite à base de plantas, como o de soja, costumam ser fortificados com esse nutriente e outras vitaminas e minerais normalmente encontrados no leite de vaca. Um copo (237 ml) normalmente contém 107-117 UI de vitamina D, ou 13-15% do VD.

Suco de laranja: cerca de 75% das pessoas em todo o mundo são intolerantes à lactose e outros 2% a 3% têm alergia ao leite. Por esse motivo, alguns países fortalecem o suco de laranja com vitamina D e outros nutrientes, como o cálcio. Uma xícara (237 ml) de suco de laranja fortificado no café da manhã pode fazer você começar o dia com até 100 UI de vitamina D, ou 12% do VD.

Cereais e aveia: certos cereais e aveia instantânea também são enriquecidos com vitamina D. Meia xícara (78 gramas) desses alimentos pode fornecer 54–136 UI, ou até 17% do VD. Embora cereais fortificados e aveia forneçam menos vitamina D do que muitas fontes naturais, eles ainda podem ser uma boa maneira de aumentar a ingestão.

Resumo

mulher loira cabelos sol verão

Seu corpo precisa de vitamina D para absorver o cálcio. Isso faz com que o suficiente de vitamina D e cálcio seja crucial para manter a saúde óssea e prevenir a osteoporose. Passar um tempo ao sol é uma boa maneira de obter sua dose diária de vitamina D. No entanto, é difícil para muitas pessoas conseguir exposição solar suficiente.

Obter o suficiente apenas da sua dieta pode ser difícil, mas não impossível. Os alimentos listados neste artigo são algumas das principais fontes de vitamina D disponíveis. Comer muitos desses alimentos ricos em vitamina D é uma ótima maneira de garantir que você receba o suficiente desse nutriente importante.

Fonte: Healthline