Arquivo da tag: sem glúten

Ninho lança primeiro leite em pó sem lactose do mercado

“A diferença vem de quem cuida bem” reforça a importância da atenção com a nutrição de crianças com intolerância à lactose e estará disponível até outubro em marketplaces e redes sociais

Em atenção aos pequenos com intolerância à lactose, Ninho apresenta uma nova campanha ao público do estado de São Paulo. “A diferença vem de quem cuida bem” reforça o cuidado dos pais com crianças intolerantes à lactose, açúcar natural encontrado no leite e conscientiza sobre a importância de uma alimentação nutritiva e balanceada. Com a veiculação em redes sociais e parceiros de venda on-line – como o Empório Nestlé e Amazon, a campanha possui como porta-voz Bella Falconi, uma nutricionista e influenciadora com uma filha intolerante à lactose.

Produzida pelo Facebook com parceria da Genero e identidade visual da Publicis, a campanha conta com conteúdo da Bella Falconi e Ninho para o Instagram, com temas sobre os cuidados para uma nutrição saudável, saborosa e segura. Por isso, a influenciadora apresenta Ninho® Zero Lactose como uma solução para a condição de intolerância e com todo o sabor de Ninho® e um apoio para trazer mais nutrientes, como ferro e cálcio, na alimentação das crianças.

“A campanha ‘A diferença que vem de quem cuida bem’ traduz a especialização de Ninho® para entregar a melhor nutrição para diferentes necessidades das crianças brasileiras e, por meio de constantes estudos, buscamos oferecer a melhor qualidade em produtos, sendo que Ninho® Zero Lactose traz a fortificação Forti+ e todo o sabor de Ninho. Nossa intenção com a nova campanha é aumentar o conhecimento e acesso de uma solução nutritiva para pessoas intolerantes à lactose e se conectar com esse público”. diz Stephanie Arnesen, diretora de marketing de Ninho.

Ninho Zero Lactose é um produto sem glúten e fonte de nutrientes. Disponível para compra por meio dos portais do Empório Nestlé, Amazon e/ou Mercado Livre, participantes da campanha.

A Tal da Castanha lança novas bebidas em collab com a 3 Corações

A novidade para consumir quente ou gelada por ser encontrada sabores de café com leite e cappuccino

A Tal da Castanha, marca líder em produção e comercialização de bebidas vegetais, em collab com a 3 Corações, apresenta ao mercado duas opções de bebidas prontas que misturam café com leite e cappuccino, em embalagens de 200 ml envasadas com a tecnologia da TretaPak para serem consumidas quente ou gelada de acordo com o gosto. A novidade foi formulada a partir da aveia e da castanha-de-caju, juntando a expertise dos líderes de café do Brasil em uma combinação sem adição de açúcares, além de ser fonte de fibras, vegana, sem glúten e com baixo teor de carboidrato e gordura saturada.

Essa parceria garante ao consumidor uma bebida saborosa e natural que pode ser saboreada em diferentes momentos do dia, incluindo o café da manhã.

Para Felipe Carvalho, que junto com seu irmão Rodrigo Carvalho gerenciam o negócio com base familiar, a entrada de mais uma linha de produtos voltada para o setor de bebidas demonstra que o mercado está em franca expansão. “O nosso portfólio atende um setor que aguarda novidades a todo momento. Os nossos produtos primam pela excelência e com a parceria da 3 Corações, tenho certeza que vamos conquistar não só os consumidores tradicionais da empresa, mas uma fatia muito maior de pessoas que são apaixonadas por café”, aponta.

Os novos produtos seguem a cartilha da marca, formulados à base de oleaginosas, com ingredientes 100% vegetais. “A bebida também é mais uma opção para aquele consumidor final que procura um produto mais saudável, sem adição de açúcares, livre de colesterol, fontes de fibras, sem glúten e com baixo teor de carboidrato e gorduras saturadas. Hoje as pessoas estão à procura de uma alimentação mais equilibrada e vão encontrar essas opções com os nossos produtos”, enfatiza Felipe Carvalho.

A Tal da Castanha tem um portfólio grande de produtos, como creme vegetal à base de amêndoas, leites vegetais, pastas e snacks. “Estamos ligados diretamente às necessidades do mercado vegano, que cresce de forma exponencial no Brasil e no mundo. Vamos continuar trabalhando para atender essa demanda e oferecer o que há de melhor ao mercado alimentício brasileiro”, finaliza Felipe Carvalho.

Informações: A Tal da Castanha

Dia do Sorvete: comemore a data sem culpa

Renata Guirau, nutricionista do Oba Hortifruti, fala das características do alimento e ensina quatro receitas caseiras de sorvete

Alimento perfeito para os dias de calor, o sorvete ganhou um dia inteiro para chamar de seu. O Dia Nacional do Sorvete é comemorado em 23 de setembro, data que marca a chegada da primavera, estação que anuncia o início das temperaturas mais quentes do ano.

Mas, como comemorar essa data sem culpa? Renata Guirau, nutricionista do Oba Hortifruti, afirma que mesmo o sorvete sendo um alimento hipercalórico, há maneiras de consumi-lo sem exagerar nas calorias.

Segundo a nutricionista, o ideal é buscar uma opção mais natural de sorvete. “Olhe sempre o rótulo e evite aqueles com muitos aditivos químicos em sua composição”, orienta. Renata indica o preparo de sorvetes em casa, com frutas e, de preferência, com uso de água em vez de leite, o que deixará o alimento mais leve.

Ela ainda alerta para algumas armadilhas calóricas ao consumir o produto, como os acompanhamentos: caldas, confeitos, castanhas, chocolates. Esses ingredientes são ricos em açúcares, o que aumenta o valor calórico do sorvete. Em todos os casos, a dica da nutricionista é o consumo moderado, com equilíbrio.

A nutricionista também faz recomendações para pessoas pertencentes a grupos especiais:

● Diabéticos devem consumir com muita moderação e, preferencialmente, versões sem adição de açúcar.

● Pessoas com intolerância à lactose devem preferir opções sem leite ou com preparados com leite sem lactose.

● Pessoas com dificuldades em digerir gorduras, como quem passou por retirada recente de vesícula, precisam ficar atentas à quantidade consumida, pois podem ter indigestão e mal-estar intestinal.

A nutricionista indica o preparo de sorvete com frutas frescas e ingredientes simples e naturais. O sorvete é um alimento de alto valor nutritivo e fonte de energia e as frutas são ótimas opções para uma alimentação saudável, pois são ricas em vitaminas, minerais, fibras e substâncias antioxidantes que ajudam a prevenir doenças. Portanto, o sorvete de fruta fresca é um alimento saboroso e altamente nutritivo. 

As frutas de cores amarelas e laranjas são ricas em vitaminas A e têm boa quantidade de vitamina C, como a manga, também rica em fibras e carotenoides, que ajudam a proteger a pele e a visão. Já as frutas cítricas, como abacaxi, limão, laranja, são excelentes fontes de vitamina C, fibras e potássio, protegem o organismo contra infecções e radicais livres. Frutas como coco também são excelente opção por fortalecer o sistema imunológico e repor a perda de minerais por conter zinco, potássio, selênio, cobre e magnésio e vitaminas A, C e E. 

Renata ensina algumas receitas fáceis de sorvetes para fazer com frutas frescas em casa e curtir com moderação.

Sorbet de Abacaxi com Manga


Ingredientes:

2 xícaras de chá de abacaxi maduro picado

½ xícara de chá de coco ralado

1 xícara de chá de manga picada

O mínimo possível de água (só o suficiente para bater)

Modo de preparo:

Bata tudo no liquidificador e leve ao freezer por 3 horas. Retire e bata o conteúdo na batedeira. Leve novamente ao freezer, por cerca de 30 minutos, e sirva em seguida.

Sorbet de coco

Ingredientes:

Polpa de 4 cocos verdes

O mínimo possível de água (só o suficiente para bater)

Modo de preparo:

Bata tudo no liquidificador e leve ao freezer por 3 horas. Retire e bata o conteúdo na batedeira. Leve novamente ao freezer, por cerca de 30 minutos, e sirva em seguida.

Sorvete com especiarias

Ingredientes:

1 xícara de chá de creme de leite fresco

3 colheres de sopa de leite em pó

1 colher de chá de canela em pó

1 colher de chá de cravo em pó

1 xícara de chá de açúcar mascavo

1 xícara de chá de água

1 colher de café de essência de baunilha


Modo de preparo:

Bata tudo no liquidificador e leve ao freezer por 3 horas. Retire e bata o conteúdo na batedeira. Leve novamente ao freezer, por cerca de 30 minutos, e sirva em seguida.

Sorvete de Chocolate

Ingredientes:

1 e ½ xícara de creme de leite fresco

1 xícara de chá de açúcar

1 xícara de leite integral

1 xícara de chocolate em pó 50% cacau

Modo de preparo: Bata no liquidificador o creme de leite, o leite, o açúcar e o chocolate por 5 minutos, até obter um creme homogêneo e fazendo bolhas. Coloque em um refratário e leve ao freezer por 2 horas. Retire e bata a massa novamente. Volte ao freezer por mais 2 horas antes de servir.

SupraSoy compartilha receitas sem glúten e sem lactose para os que desejam comemorar a data sem sair da dieta

Quando o assunto é sobremesa, o sorvete sai à frente na preferência dos brasileiros e não é para menos: saborosa, refrescante e prática, a iguaria apresenta-se em tantas combinações, que é capaz de agradar até mesmo os paladares mais exigentes. Sua relevância é tanta que existe uma data especialmente reservada para sua celebração, o dia 23 de setembro, criado pela Associação Brasileira das Indústrias e do Setor de Sorvetes (ABIS), com o objetivo de promover o início da temporada em que os sorvetes são mais consumidos, ou seja, os meses mais quentes do ano.

Pensando em contribuir com algumas dicas aos amantes dessa delícia gelada, mas que não querem renunciar à dieta, consumindo as versões mais tradicionais disponíveis nas prateleiras, a SupraSoy preparou algumas receitas leves, saborosas, nutritivas e naturais que podem ser preparadas de forma prática. Confira:

Picolé de banana, morango e chia

Ingredientes
2 xícaras (chá) de água
½ xícara (chá) de SupraSoy Sem Lactose Sabor Banana
3 unidades de bananas maduras
½ xícara (chá) de morangos
2 colheres (sopa) de chia

Modo de Preparo
Em um liquidificador, adicione a água, o SupraSoy Sem Lactose Sabor Banana e as bananas. Bata até obter uma textura homogênea. Adicione a chia e pulse algumas vezes para misturar.
Fatie os morangos e disponha-os dentro de forminhas de picolé. Acrescente o creme dentro das forminhas, dê umas batidinhas para retirar o ar. Coloque os palitos de picolé e leve ao freezer por 3 horas ou até congelar. Desenforme e bom apetite!

Sorvete de morango sem lactose

Ingredientes
Sorvete:
750g de morangos (reserve uma porção para a finalização)
3 colheres (sopa) de SupraSoy Sem Lactose Original
100ml de água

Calda:
½ xícara (chá) de açúcar
100ml de água

Modo de Preparo
Sorvete: lave os morangos e pique-os. Bata-os no liquidificador com o SupraSoy Sem Lactose Original e a água até formar um creme uniforme e reserve.
Calda: em uma panela coloque o açúcar com a água e ferva até formar um fio fino.
Finalização: transfira o creme de morangos para uma batedeira e bata na velocidade baixa, vá acrescentando a calda aos poucos. Bata até resfriar bem. Leve ao freezer por 4 horas ou até endurecer. Bata novamente até formar um creme gelado e retorne-o ao freezer. Repita esse processo por mais 3 vezes. Sirva em seguida em taças para sorvete e finalize com pedaços de morangos picados.

Sorvete de coco

Ingredientes
5 gemas
2 ½ xícaras (chá) de açúcar
1 xícara (chá) de SupraSoy Sem Lactose Original já dissolvido em 250ml de água
1 garrafa de leite de coco

Modo de preparo
Bata as gemas e o açúcar na batedeira até que dupliquem de volume e formem um creme fofo e esbranquiçado. Em uma panela, em fogo alto, coloque o SupraSoy Sem Lactose Original já dissolvido na água junto com o leite de coco, até ferver. Regule a velocidade da batedeira para o mínimo e despeje metade do SupraSoy aquecido em fio, para que comece a cozinhar as gemas ainda fora do fogo.
Passe a mistura de volta para a panela e cozinhe, mexendo sempre, em fogo baixo, por cerca de 20 minutos, ou até que fique com textura de mingau ralo. Deixe esfriar. Despeje a massa do sorvete em uma travessa (20 x 25 cm), cubra com filme plástico e leve-a ao freezer por 4 horas, ou até que comece a congelar. Quebre a massa e bata, ainda congelada, por cerca de 5 minutos, na batedeira, para que fique cremosa. Volte o sorvete para a mesma travessa, cubra com filme plástico e deixe congelar por cerca de 4 horas.
Repita o procedimento mais duas vezes, ou até que o sorvete fique bem cremoso. Retire o sorvete do freezer 5 minutos antes de servir. Sirva acompanhado de uma calda de frutas vermelhas ou polvilhado com coco fresco ralado.

Amanhã (10) é o Dia da Pizza: aprenda receitas diferentes e saborosas

Receita fácil para preparar na frigideira: leve e saborosa, a versão caseira da Ekma fica pronta em poucos minutos

De muçarela, pepperoni, marguerita, não importa as opções. Uma pizza quentinha saindo do forno sempre dá água na boca. Para que todos possam comemorar o Dia da Pizza, neste domingo, 10 de julho, a Ekma escolheu uma receita fácil, que pode ser preparada em uma frigideira. E a massa fica ainda mais saborosa com molho de tomate para pizza da marca, que você pode usar como base ou dar o seu toque de chef.

Use a sua imaginação e capriche na cobertura para deixar o prato ainda mais saboroso!

Pizza de frigideira by Ekma

Cheese pizza in hot pan

Ingredientes:

Para massa
2 ½ xícaras de farinha de trigo
1 colher (sopa) de manteiga
1 colher (chá) de sal
1 copo de leite morno
Molho para pizza Ekma

Para a cobertura
1 tomate
Muçarela a gosto
Variação: use ingredientes de sua preferência para preparar diferentes opções de pizza.

Modo de preparo
Misture a farinha, o leite, o sal e a manteiga até formar uma massa uniforme e que desgrude das mãos. Divida a massa em quatro partes, e forme bolinhas com cada uma.
Abra as bolinhas de massa com rolo formando um disco.
Leve a massa já aberta à frigideira, e asse apenas um lado até o ponto desejado.
5-Vire a massa e asse do outro lado da mesma forma.
Desligue o fogo e cubra a massa assada com o Molho para Pizza Ekma.
Por cima do molho, coloque o tomate e o queijo, ou a cobertura de sua preferência.
Leve as pizzas ao fogo novamente até o queijo derreter.

Rendimento: 4 porções
Tempo de preparo: 10 minutos

Tirolez sugere duas receitas saborosas para celebrar a data

Aprenda como fazer Pizza Caseira com Mussarela, Cebola e Queijo azul, além de Minipizza Marguerita Zero Lactose na AirFryer

Hoje se comemora o Dia da Pizza no Brasil. De origem italiana, a pizza que conhecemos atualmente surgiu por volta do século 18, em Nápoles. Hoje, é uma das massas mais queridas em diversos lugares do mundo. Em homenagem à data, a Tirolez, uma das mais tradicionais marcas de laticínios do Brasil, sugere duas receitas práticas e muito saborosas.

Para os que concordam que uma boa pizza deve ter bastante queijo, a sugestão é a Pizza Caseira com Mussarela, Cebola e Queijo Azul. A receita fica pronta em 45 minutos e rende, aproximadamente, duas porções.

Outra dica é a Minipizza Marguerita Zero Lactose, feita na Air Fryer. Trata-se de uma opção mais prática, que fica pronta em apenas 30 minutinhos. Além de saborosa, a receita traz como ingrediente o Queijo Mussarela Light Zero Lactose Tirolez, ideal para intolerantes à lactose.

Confira abaixo o modo de preparo das receitas:

Pizza Caseira com Mussarela, Cebola e Queijo Azul

Ingredientes:

Massa:
¾ de xícara de água morna
1 sachê de fermento biológico seco
1 colher (chá) de açúcar
1 colher (chá) de sal
2 colheres (sopa) de azeite
2 xícaras de farinha de trigo

Para o molho de tomate napolitano:
1 lata de tomate pelado
2 colheres (sopa) de azeite
1 dente de alho pequeno
Sal e pimenta-do-reino

Recheio:
1 cebola roxa
1 xícara de Queijo Mussarela Tirolez ralado
½ xícara de Queijo Azul Tirolez picado
¼ de xícara de alecrim fresco

Modo de preparo:

Para a massa:
Em uma tigela, misture a água morna com o fermento biológico, depois o açúcar, o sal e o azeite. Junte a farinha e sove a massa até ficar bem lisa e não grudar nas mãos. Coloque em uma tigela limpa, untada com azeite, e deixe descansar por 30 minutos no lugar mais “quentinho” da cozinha. Depois, divida ao meio e faça duas bolinhas. Polvilhe a bancada com farinha de trigo e, com o auxílio de um rolo de massa, abra os discos de pizza (não muito finos).
Para o recheio:
Corte a cebola roxa em tiras e refogue-as em uma frigideira bem quente com um fio de azeite e uma pitada de sal. Mexa de vez em quando até caramelizar. Reserve.
Montagem:
Coloque o disco de massa em uma assadeira ou pedra de pizza, cobrindo primeiro com o molho de tomate, o Queijo Mussarela Tirolez e o Queijo Azul Tirolez, seguindo com a cebola caramelizada e, por último, o alecrim. Leve ao forno preaquecido a 200°C por cerca de 20 minutos ou até dourar.

Tempo de Preparo: 45 minutos
Rendimento: 2 porções

Minipizza Marguerita Zero Lactose na Air fryer

Ingredientes:
8 unidades de massa de pizza individual pronta
½ xícara (chá) de molho de tomate
1 xícara (chá) de Queijo Mussarela Light Zero Lactose Tirolez ralado
½ xícara (chá) de tomate-cereja cortado em fatias
Manjericão a gosto

Modo de Preparo:
Separe as massas de pizza e espalhe o molho de tomate em cada uma delas. Divida os tomates-cereja e o Queijo Mussarela Light Zero Lactose ralado entre as pizzas e reserve.
Preaqueça a Air fryer por 10 minutos a 200°C. Coloque as pizzas e asse por cinco minutos. Se não couber tudo, repita o processo até assar todas as pizzas.

Tempo de Preparo: 30 minutos
Rendimento: 4 porções

Aprenda a preparar um dos pratos mais amados do mundo; Chef Melchior Neto ensina duas versões dessa iguaria

Tudo começou com um concurso na cidade de São Paulo, que definiria as melhores receitas. O evento foi um grande sucesso e oficializou essa celebração. Para completar a comemoração, o chef Melchior Neto preparou um passo a passo de duas receitas que vão enlouquecer os apaixonados por pizza. Bora botar a mão na massa e preparar essas maravilhosas receitas?

Pizza Frita – por Chef Melchior Neto

Ingredientes

Massa
500g de farinha de trigo
1 gema
2 batatas médias cozidas sem casca e espremidas
1 sachê de fermento seco
1 xícara (café) de azeite
1 colher (chá) de Sal
1 colher (sopa) de açúcar
1 xícara (chá) de leite morno
1 litro de óleo para fritar

Recheio
1 xícara de molho de tomate
200g de muçarela ralada

Modo de preparo
Misture todos os ingredientes da massa em uma tigela, adicionando por último a farinha de trigo, mexendo até ficar mais firme. Transfira para uma bancada e continue com as mãos até que a massa fique lisa. Coloque novamente na tigela com um pouco de farinha e deixe crescer coberta com um pano até que dobre de tamanho. Transfira novamente para a bancada enfarinhada e divida em 15 bolinhas, abrindo com o rolo pequenos círculos de mais ou menos 15 cm de diâmetro. Depois de abertos, com uma colher espalhe pouco molho e em seguida o recheio. Dobre e use a clara como cola. Frite no óleo não muito quente para não correr o risco de queimar.

Pizza de tesoura – por Chef Melchior Neto

Ingredientes

Massa
400g de farinha de trigo
200g de farinha de trigo integral
200ml de água morna
5g de fermento biológico seco
2 colheres (sopa) de azeite
1 colher (sopa) de açúcar
1 colher (café) de sal

Recheio
1 xícara de molho de tomate
200g de muçarela ralada
Manjericão e orégano a gosto

Modo de preparo:

Misture todos os ingredientes e sove por dez minutos, até a massa ficar lisa. Depois disso, deixe a massa descansar coberta por um pano até dobrar de tamanho. Separe a massa em 6 partes iguais e abra com a ajuda de um rodo de massas. Distribua o recheio começando pelo molho de tomate, depois cubra com a muçarela e finalize com o orégano e o manjericão. Leve para assar no forno preaquecido na temperatura máxima até dourar.

Gema Restaurante: Rua das Paineiras, 378 – Jardim, Santo André– SP. Horário de funcionamento: das 11h às 19h – Delivery e Drive Thru: 4436-3773/ 94357 8437 (Whatsapp)
Botequim Carioca: Rua Santo André, 524 – Vila Assunção, Santo André – SP. Horário de funcionamento: das 11h às 19h – Delivery e Drive Thru: 4436-8821

SupraSoy compartilha receita especial para o Dia da Pizza; sem glúten e sem lactose, preparo é opção saudável para celebração da data

Presença frequente na mesa dos brasileiros, especialmente dos paulistanos – considerados como o segundo maior público consumidor do mundo – a pizza é uma verdadeira paixão gastronômica. Tanto é que a massa redonda, coberta por molho de tomate e demais ingredientes como queijos, ervas, diferentes proteínas e azeitonas tem uma data especial no calendário anual, o Dia da Pizza, celebrado em 10 de julho.

Embora seus registros históricos deixem algumas dúvidas – alguns dizem que sua origem rudimentar se deu no Egito, passando pela Turquia, Grécia e finalmente consolidando-se na Itália, na forma como a conhecemos hoje -, nada mais justo que comemorar essa data com uma boa pizza. Pensando nisso, a marca SupraSoy compartilha uma receita especial que pode ser facilmente preparada em casa, sem glúten e sem lactose, ideal para quem apresenta algum tipo de intolerância ou simplesmente tem preferência por refeições mais leves e saudáveis. Confira.

Pizza SupraSoy

Ingredientes

Massa
¼ de xícara (chá) de óleo
2 ovos
1 colher (chá) de sal
1 dente de alho
1 ramo pequeno de alecrim
1 xícara (chá) de farinha de arroz
1 xícara (chá) de amido de milho
½ xícara (chá) de SupraSoy Sem Lactose Original
1 colher (chá) de fermento em pó

Molho de tomate
2 colheres (chá) de azeite
1 cebola pequena picada
1 lata de tomates pelados
Sal e pimenta-do-reino
Folhas de manjericão

Recheio
2 colheres (chá) de azeite
1 cebola pequena picada
2 peitos de frango cozidos e desfiados (350g)
1 lata de milho em conserva (sem a água)
Folhas de ½ maço de salsinha picadas

Creme SupraSoy
1/4 xícara (chá) de creme vegetal
1 cebola pequena cortada ao meio
1 cravo-da-índia
1 folha de louro
½ xícara (chá) de SupraSoy Sem Lactose Original
1 colheres (sopa) de fécula de batata
Sal e pimenta-do-reino

Modo de Preparo

Massa
Em um liquidificador, coloque todos os ingredientes, começando com os líquidos, junte 1 xícara (chá) de água (200ml) e bata durante 3 minutos ou até que a massa fique homogênea. Despeje a massa líquida em 10 forminhas de pizza (12cm de diâmetro), untadas e polvilhadas com farinha de arroz. Leve ao forno preaquecido a 180°C, por cerca de 15 minutos ou até que estejam levemente douradas.
Molho de tomate
Em uma panela, aqueça o azeite em fogo baixo e refogue a cebola. Acrescente os tomates pelados e deixe cozinhar, mexendo de vez em quando, por 30 minutos. Tempere com sal, pimenta e folhas de manjericão. Deixe esfriar.
Recheio
Em uma panela, aqueça o azeite e refogue a cebola. Acrescente o frango desfiado e mexa por 5 minutos. Finalize adicionando o milho e tempere com a salsinha picada.
Creme SupraSoy
Em uma panela de fundo grosso, derreta o creme vegetal e frite a cebola cortada ao meio, o cravo-da-índia e a folha de louro. Em fogo médio, vá mexendo o creme por 5 minutos ou até que fique espesso. Tempere com sal e a pimenta-do-reino e retire os temperos (cebola, louro e cravo-da-índia).
Monte as pizzas em uma assadeira, coloque os discos de pizza prontos e distribua molho de tomate por cima de cada um. Em seguida, porcione o recheio de frango e finalize com uma colherada do creme SupraSoy. Leve ao forno, preaquecido a 180°C, por cerca de 20 minutos.

Momil Alimentos lança nova receita de produtos em versão 100% natural e sem transgênicos

Indústria, que tem sede em Gaspar (SC) e é voltada à produção de polentas congeladas além de linha seca com farinhas de milho, renova receitas e investe em produtos de fórmula vegana. Estratégia comercial também inclui mudanças nas embalagens dos produtos

Promover mudanças em uma empresa alimentícia que tem 95 anos de trajetória não é das tarefas mais fáceis – mas quando o processo está bem alinhado e as questões de saúde do consumidor falam mais alto, as transformações acabam sendo um marco positivo e promovem um salto de qualidade em todos os sentidos. É esse caminho que vem trilhando a Momil Alimentos, indústria sediada em Gaspar (SC), especializada na produção de polentas congeladas e farinhas de milho.

Agora, as polentas congeladas e a linha seca de farinhas de milho Momil são 100% naturais, consideradas veganas. Não possuem conservantes, nem glúten, nem colesterol, além de não carregarem em sua composição matéria-prima transgênica. “Percebemos a necessidade de fazer essas alterações na fórmula dos nossos produtos para dar mais segurança à saúde do consumidor. Queremos levar à mesa do consumidor polentas e farinhas de milho com ainda mais qualidade, saborosos e que não lhe causem danos a longo prazo”, comenta Edemar Ênio Wieser, diretor da indústria.

O crescimento do mercado de produtos saudáveis no Brasil também foi determinante na decisão da indústria em produzir produtos livres de aditivos químicos. Uma pesquisa da Euromonitor International (empresa de pesquisa de mercado) aponta que, entre 2015 e 2020, o setor de alimentos e bebidas saudáveis cresceu 33% no país, que ocupa a sétima colocação do mercado mundial deste segmento. “O estudo também indica um crescimento de mais 27% deste mercado até 2025. Ou seja, é importante seguirmos essa tendência, até porque o consumidor percebeu o quanto a alimentação saudável pode estar aliada à praticidade, com ganhos para sua qualidade de vida”, destaca Edemar.

Mudança por dentro, mudanças por fora

Além da mudança na fórmula dos produtos, outra marca dessa nova fase da Momil são as embalagens. A linha seca de farinhas ganha um pacote que facilita a exposição dos produtos nos pontos de venda. “A proposta é que as embalagens fiquem nas gôndolas na posição vertical, de forma que a visualização das farinhas de milho fique mais ao alcance do consumidor”, explica o diretor da Momil. Outra mudança é o destaque para os selos das novas receitas.

“As informações da nova fórmula estão bem evidentes. O indicativo de produto 100% natural ficou realçado na embalagem, além dos ícones que informam a receita vegana, livre de conservantes e todos os demais atributos que fazem do nosso produto uma opção saudável para a mesa do brasileiro”, esclarece Edemar.

Informações: Momil Alimentos

Flormel ensina como fazer Cheesecake Romeu e Julieta

A Flormel ensina o passo a passo de como fazer Cheesecake Romeu e Julieta. Na receita usamos a goiabada cremosa que apresenta diversos benefícios para quem possui uma dieta restritiva ou apenas deseja cuidar da saúde. O potinho é zero adição de açúcares, glúten e adoçado com taumatina. Não eleva a glicemia, não tem calorias e nem sabor amargo, podendo ser consumida por qualquer pessoa, incluindo diabéticos, gestantes, crianças e idosos. Vamos à receita?

Cheesecake Romeu e Julieta

Ingredientes da massa:
180g de farinha de amêndoas
1 ovo
1 colher de sopa de manteiga ghee

Modo de preparo da massa:
Em um recipiente, adicione todos os ingredientes e misture bem até formar uma massa
Modele em uma assadeira de fundo removível e leve para assar em forno preaquecido 180ºC em média por 15 minutos. Tire do forno e deixe esfriando.

Ingredientes do recheio:
400g de creme de ricota
340g de iogurte natural
12g de gelatina sem sabor hidratada
1 colher de sopa de extrato de baunilha
80g de xilitol

Modo de preparo:
Bata todos os ingredientes no liquidificador

Ingredientes da calda:
1 pote de goiabada Flormel
50ml de água

Modo de preparo:
Leve a goiabada com a água ao fogo baixo, mexer até começar a ferver, desligue e reserve.

Montagem:
Coloque o recheio na massa e leve para geladeira por, no mínimo, três horas. Adicione a calda de goiabada e está pronta para servir.

Fonte: Flormel

Dieta sem glúten é realmente mais saudável? Emagrece?

Mestre em nutrição Susan Bowerman explica por que a alimentação glúten free nem sempre é eficaz para a perda de peso

Cada vez mais produtos sem glúten estão surgindo nas prateleiras. Para ser ter ideia, espera-se que, em 2027, o tamanho do mercado global dessa categoria chegue a US$ 43,65 bilhões, segundo o relatório da Grand View Research. Alimentos preparados sem glúten são perfeitos para quem sofre com intolerância ou sensibilidade a ele.

No entanto, muitas outras pessoas deixaram de consumi-lo acreditando ser uma ótima estratégia para perder peso. “Mas um alimento sem glúten não significa necessariamente que tenha menos calorias ou seja mais saudável”, coloca a mestre em Nutrição Susan Bowerman, diretora sênior global de Educação e Treinamento em Nutrição da Herbalife Nutrition.

O glúten é uma proteína encontrada no trigo, no centeio e na cevada. Quando consumido, é usado pelo organismo para construir e reparar o tecido muscular ou sintetizar outras proteínas do corpo, como hormônios e enzimas.

Na culinária, esse ingrediente fornece estrutura para produtos assados, mas também pode ser isolado para se tornar um substituto da carne vegetariana, conhecida como seitan ou “carne de trigo”. Como outras proteínas derivadas de cereais, o glúten fornece boa parte dos aminoácidos essenciais – aqueles que o corpo não é capaz de produzir, portanto devem ser consumidos pela alimentação.

Por esse motivo, as pessoas que consomem o seitan como substituto da carne são aconselhadas a incluir outras proteínas vegetais na dieta, como feijão e lentilha, para complementar com outros aminoácidos necessários.

Dieta sem glúten faz perder peso?

Muitas pessoas acham que não conseguem lidar bem com o glúten porque se sentem estufadas ou com gases quando comem grãos ou porque se percebem menos inchadas quando param de comer esses alimentos. Elas também afirmam muitas vezes que perdem peso quando os tiram da dieta.

Mas a questão é que, provavelmente, elas estariam cortando os fast food, alimentos processados e os substituindo por frutas e vegetais ricos em fibras, o que estaria promovendo uma melhor digestão e ajudando na perda de peso.

Como a principal fonte de glúten ainda é o trigo e qualquer coisa feita a partir dele, alguém que evita consumi-lo renuncia alimentos como pão, arroz, macarrão, bolos, tortas e biscoitos e passa a obter mais carboidratos de frutas e vegetais, que é uma estratégia para perder peso.

No entanto, um grande número de produtos glúten free, entre eles, brownies, granola, bolos, biscoitos e até pizza, usam farinha de arroz refinado, amido de milho e fécula de batata no lugar da tradicional farinha de trigo. É carboidrato no lugar de carboidrato. “Portanto, evitar o glúten não vai necessariamente ajudar a reduzir calorias, por isso é tão importante prestar atenção às informações nutricionais da embalagem. Aliás, algumas versões sem glúten ainda podem carregar mais gordura do que a versão regular e, consequentemente, prejudicar a perda de peso”, alerta Susan.

Daí a importância de não seguir uma dieta da moda sem fazer algumas pesquisas antes e também entender que a nutrição é complexa e deve ser específica para cada pessoa.

Fonte: Herbalife Nutrition

Ceia saudável: receitas sem glúten e sem lactose para as festas de fim de ano

Dicas levam ingredientes como as proteínas vegetais e a farinha de arroz, opções para quem tem uma dieta restritiva ou optou por excluir o glúten e a lactose da alimentação

As festas de fim de ano estão chegando e muitas pessoas buscam opções de pratos saudáveis também para este período. Pensando nos que seguem uma dieta livre de glúten e lactose, seja por opção ou por intolerância a esses elementos e seus derivados, a Josapar desenvolveu algumas receitas que levam, como substitutos, as proteínas vegetais e a farinha de arroz, ingredientes que ajudam a garantir que os pratos sejam mais leves, sem abrir mão do sabor no preparo das ceias tão esperadas como as de Natal e Ano Novo. Confira.

Salada de Maionese com Vegetais Sem Lactose

Ingredientes

Maionese:
3 ovos cozidos
½ xícara (chá) de Azeite Nova Oliva
1 colher (sopa) de SupraSoy Sem Lactose Original
2 colheres (sopa) de sumo de limão
1 pitada de sal

Salada:
2 batatas médias cozidas e cortadas em cubos
1 cenoura pequena cozida cortada em cubos
50 g de vagem cozida picada
Sal e pimenta a gosto
Salsa picada a gosto

Modo de Preparo
Maionese: em um liquidificador, bata os ovos, o azeite e o SupraSoy Sem Lactose Original. Continue batendo e acrescente o sumo de limão e o sal e misture até ficar homogêneo. Coloque em uma tigela pequena e leve à geladeira por 2 horas ou até engrossar e ficar mais firme.
Montagem: em uma saladeira, coloque os legumes cozidos, tempere com o sal, a pimenta e a salsa. Adicione a maionese, misture bem e sirva.
Dica: sirva com folhas verdes e torradas. A mesma maionese pode ser utilizada para o preparo de um salpicão.

Focaccia de Tomates e Manjericão Sem Glúten

Ingredientes
1 embalagem de Mistura Para Pão Caseiro Tio João
100 g de tomate cereja cortados ao meio
Sal grosso a gosto
¼ de xícara (chá) de Azeite Nova Oliva (60 ml)
Folhas de manjericão a gosto

Modo de Preparo
Prepare a massa de pão caseiro de acordo com as instruções da embalagem e deixe descansar por 15 minutos. Com as mãos, espalhe a massa em uma assadeira e deixe descansar por mais 15 minutos. Com os dedos, pressione alguns buracos na massa e coloque os tomates. Com ajuda de um moedor, coloque o sal grosso triturando-o diretamente em cima da massa. Em seguida regue com o azeite. Preaqueça o forno e asse a 180° C por 40 minutos ou até dourar. Finalize espalhando as folhas de manjericão.

Dica: você pode variar os sabores da focaccia preparando com cebolas ou com tomates e alecrim. Fica deliciosa!

Pão Recheado de Maçã, Canela e Nozes Sem Glúten

Ingredientes
1 embalagem de Mistura Para Pão Multigrãos Tio João Sem Glúten
1 colher (chá) de óleo vegetal para untar a forma (5ml)

Crumble:
½ xícara (chá) de aveia em flocos (40 g)
2 colheres (sopa) de Farinha de Arroz Tio João Sem Glúten (20 g)
2 colheres (sopa) de açúcar (30 g)
50 g de nozes picadas
50 g de manteiga
100 g de nozes picadas

Recheio:
4 maçãs médias vermelhas
Sumo de 1 limão
4 colheres (sopa) de açúcar demerara (60 g)

Modo de preparo
Pão: prepare a mistura de acordo com as instruções da embalagem.
Crumble: em uma tigela, coloque a aveia, a farinha de arroz, o açúcar, as nozes e a manteiga. Misture bem com as pontas dos dedos até formar uma farofa e reserve.
Recheio: Rale a maçã com casca com ajuda de um ralador grosso e em seguida misture o sumo de limão e o açúcar.

Montagem: unte uma fôrma de pão retangular com um pouco de óleo e adicione metade da mistura para pão. Adicione ¾ do recheio de maçã e cubra com o restante da massa. Leve ao forno preaquecido e asse a 240° C por 20 minutos. Retire a fôrma do forno e, por cima, espalhe o restante do recheio e o crumble reservados. Volte ao forno por mais 30 minutos até terminar de assar e dourar.

Dicas: substitua a maçã do recheio por banana e o limão por laranja para fazer um pão de banana e sirva com mel.

Pudim de Leite Sem Lactose

Ingredientes

Calda:
1 xícara (chá) de açúcar (160 g)
1 xícara (chá) de água (100 ml)

Pudim:
1 ½ xícara (chá) de SupraSoy Sem Lactose Original (234 g)
1 xícara (chá) de açúcar (160 g)
2 xícaras (chá) de água (400 ml)
6 ovos
1 colher (chá) de essência de baunilha

Modo de preparo
Calda: Em uma panela grande, derreta o açúcar, em fogo médio, mexendo até que dissolva completamente. Acrescente a água e deixe ferver até obter uma calda viscosa.
Pudim: leve ao liquidificador o SupraSoy Sem Lactose Original, o açúcar, a água e bata por alguns segundos. Acrescente os ovos, a essência de baunilha e bata novamente. Caramelize uma fôrma própria para pudim com parte da calda e reserve o restante. Coloque o pudim e cubra com papel alumínio. Leve ao forno preaquecido e cozinhe em banho-maria por cerca de 1 hora e 30 minutos. Deixe esfriar e leve à geladeira até atingir textura firme para desenformar. Sirva acompanhado do restante da calda.

Dica: Se preferir um pudim com coco, no momento do preparo adicione ½ xícara (chá) de coco ralado ao pudim.

Para conferir essas e outras receitas, clique aqui.

Mr. Fit lança Panetone e Chocotone zero glúten e lactose para um Natal sem restrições

Uma das novidades mais gostosas deste fim de ano chega por meio do Mr. Fit, que decidiu inovar e lançar sua própria linha de panetones e chocotones sem glúten e sem lactose. Além de zero, as duas opções do bolo natalino – frutas e chocolate – possuem alto teor de fibras e menos calorias em comparação às versões tradicionais e são ideais para quem deseja sentir o gostinho do Natal sem restrição e com muito sabor.

O lançamento da linha reforça a estratégia de investimento do Mr Fit na produção de produtos da marca própria, visto que atualmente a rede já conta com mais de 90 itens. Os panetones podem ser encontrados em qualquer loja da rede ou através do iFood nas versões frutas e chocotone com gotas de chocolate light, por R$ 14,90 (150g) cada.

Informações: Mr. Fit

Endocrinologista dá 17 dicas para não cair nas pegadinhas dos rótulos alimentícios

O estresse da vida moderna, a correria, a infinidade de informações contraditórias e de produtos novos, bem como a falta de tempo para organizar e planejar a rotina diária, impacta diretamente no que comemos e em como comemos. Paula Pires endocrinologista e metabologista pela USP explica que é preciso conhecer o que se comunica nos rótulos e ainda entender o que significam as palavras e frases “caça-consumidores” presentes nas embalagens dos alimentos.

Para a médica o segredo de boas escolhas esta em selecionar marcas que prezam por poucos e bons ingredientes. “Perca nem que seja um minutinho olhando a lista de ingredientes. E quando for abrir uma exceção e comer coisas não tão saudáveis (o que pode e deve ser feito, às vezes, sim), faça com consciência, bom senso e com o que realmente vale a pena! A meta é sempre minimizar esse uso, preferindo os alimentos simples e naturais, aqueles que vêm direto da feira e nem tem rótulo para ler”, explica.

A dieta mais saudável é aquela baseada na inclusão de alimentos in natura ou minimamente processados, ou seja, que crescem na terra vão direto para o prato, como frutas, legumes, verduras, cereais, tubérculos, leguminosas, grãos, oleaginosas e sementes. “Trazer a natureza para a mesa, nos coloca em contato com os alimentos, sabores e nutrientes em sua forma mais pura e o mais perto de sua forma original possível. É a comida de verdade, caseira, que mais faz bem a você”, alerta.

Os maiores vilões são os alimentos ultraprocessados, pois geram dependência alimentar, têm excesso de calorias e aumentam o risco de doenças. O primeiro problema é que chegam ao consumidor com preços inferiores ao de frutas e verduras e contêm indicações que podem confundir o público. Fique atento a pegadinhas contidas em frases como:

Produtos lights, para manter a consistência e sabor da versão original, precisam que muito açúcar ou aspartame sejam adicionados. Verifique cuidadosamente seus aditivos.

Produto multigrão não é necessariamente 100% integral, mas contém mais de um tipo de grão, e um deles pode ser a farinha enriquecida com ferro e ácido fólico.

Produto natural não significa que seja semelhante a algo natural, mas que, a certa altura, o fabricante trabalhou com uma fonte natural, como maçãs ou arroz.

Produto orgânico diz muito pouco sobre ser um produto é saudável. Por exemplo, o açúcar orgânico ainda é açúcar (que pode prejudicar o seu pâncreas). E o iogurte orgânico pode ser cheio de açúcares adicionados.

Sem adição de açúcar. Alguns produtos são naturalmente ricos em açúcar. O fato de não terem adicionado açúcar não significa que sejam saudáveis e substitutos do açúcar não saudáveis também podem ter sido adicionados.

Baixa caloria. Os produtos de baixa caloria precisam ter um terço a menos de calorias do que o produto original da marca. E pode ser zero calorias, mas cheio de aditivos e adoçantes em excesso.

Baixo teor de gordura. A gordura foi reduzida às custas da adição de mais açúcar. Normalmente, quando tiramos um ingrediente, substituímos por outro que pode ser até pior.

Baixo teor de carboidratos. Dietas com baixo teor de carboidratos (low carb) foram associadas à melhoria da saúde. Ainda assim, os alimentos processados rotulados com baixo teor de carboidratos, geralmente ainda são junk food, processados, semelhantes aos alimentos processados com baixo teor de gordura.

Feitos com grãos inteiros. Verifique se os grãos inteiros estão entre os três primeiros ingredientes; se não estiverem, a quantidade é insignificante.

Fortificado ou enriquecido. Significa que nutrientes foram adicionados ao produto. Por exemplo, a vitamina D é frequentemente adicionada ao leite. No entanto, só porque algo é fortificado, não o torna saudável necessariamente.

Foto: Shutterstock

Livre de glúten. Sem glúten não significa saudável. O produto simplesmente não contém trigo, centeio ou cevada. Muitos alimentos sem glúten são altamente processados e carregados de gorduras prejudiciais à saúde. Qual o melhor alimento sem glúten? Aquele que nem rótulo tem: vegetais, arroz, feijão, frutas, quinoa…

Com sabor de frutas. Muitos alimentos processados têm um nome que se refere a um sabor natural, como iogurte de morango. No entanto, o produto pode nem conter frutas – apenas produtos químicos com gosto de fruta.

Cereais integrais de caixinha. Com frequência tem açúcar e corantes na composição. Prefira granolas caseiras, aveia, sementes e castanhas.

Pão de supermercado. O problema é a distribuição em larga escala, que faz com que esses produtos sejam cheios de conservantes. Mesmo com versões sem glúten e/ou integrais, prefira um pãozinho mais artesanal, feito em uma padaria legal, com fermentação natural, de preferência. Hoje tem muita gente fazendo e entregando pães mais nutritivos também. Você pode congelar em fatias para facilitar.

Requeijão. Pode ser uma mistura química cheia de espessantes. Se for comer lácteos, prefira comer queijo em fatias, cremosos como cottage ou ricota ou ainda manteiga mesmo.

Suco de caixinha. Mesmo as versões mais naturais continuam sendo bem industrializadas, uma vez que um suco de frutas é uma bebida bem perecível. Deixe para momentos pontuais e não no dia a dia.

Stock Photo

Barrinhas de cereais. Muitas delas são cheias de corantes, adoçantes em excesso e substâncias estranhas que tem mais o objetivo de facilitar do que nutrir. Por isso, leia sempre o rótulo e faça a relação carboidratos/fibras.

Sem dúvida, é quase impossível para quem trabalha por mais de oito horas diárias, consumir apenas produtos in natura ou minimamente processados. Porém isso não pode ser uma desculpa para não se alimentar bem. Passo a passo, pode-se substituir produtos e buscar o que de melhor o mercado traz em termos nutricionais. Procure desembalar menos a cada dia.

Fonte: Paula Pires é especialista em Endocrinologia e Metabologia, Especialista em Endocrinologia Pediátrica. Graduação pela Faculdade de Medicina da Universidade de Brasília – UnB. Residência Médica em Clínica Médica pela Unicamp. Residência Médica em Endocrinologia pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HC-FM USP). Título de Especialista pela Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia- SBEM. Título de Especialista pela Sociedade Brasileira de Endocrinologia Pediátrica. Membro da Endocrine Society, SBEM e Abeso.