Arquivo da tag: shitake

A importância de consumir proteínas vegetais e como incluí-las na alimentação

Nutrientes são responsáveis pela construção e elasticidade dos tecidos, transporte de substâncias, composição de anticorpos e regulação hormonal no organismo

As proteínas fazem parte de um grupo de nutrientes essenciais para o bom funcionamento do organismo. Participam da construção e manutenção dos músculos, transportam substâncias como minerais, açúcares, colesterol e oxigênio, ajudam na formação das células de defesa, compõe e regulam hormônios, entre outras tarefas.

E quando falamos das proteínas vegetais, a contribuição pode ser ainda maior, uma vez que sua digestão e absorção são mais rápidas, possuem pouca gordura, são livres de colesterol ruim (LDL), são ricas em fibras e nutrientes. Algumas delas ainda possuem isoflavonas, que podem ajudar a prevenir doenças cardíacas e alguns tipos de câncer.

Alimentos como sementes de gergelim, grão de bico, lentilha, quinoa, ervilha e soja apresentam grandes concentrações de proteína, podem e devem ser incluídos na alimentação, tanto de vegetarianos e veganos, como de pessoas que consomem também alimentos de origem animal, mas buscam um estilo de vida saudável, com refeições completas e nutritivas.

Aos que procuram maneiras de inserir esse tipo de nutriente na dieta, o SupraSoy conta com uma linha completa de produtos à base de proteína vegetal. São seis opções: Original (também disponível nos sabores chocolate, banana e iogurte), Light e Nature, que também podem ser utilizados como substitutos do leite de vaca, uma vez que são fonte de cálcio, elemento fundamental para a boa saúde dos ossos. Todos os produtos são enriquecidos com vitaminas, minerais, não possuem glúten nem lactose e podem ser consumidos como bebidas, adicionando água, ou utilizados no preparo de diversos pratos doces e salgados.

E pensando em tornar esse consumo ainda mais prazeroso, com refeições saborosas e práticas, o SupraSoy preparou algumas receitas que podem servir de inspiração. Confira:

Muffin de Brócolis e Queijo

Ingredientes
Recheio:

200 g de brócolis
1 colher (chá) de Azeite Extravirgem Nova Oliva
Sal e pimenta-do-reino a gosto
1 cebola média picada

Massa:
2 ovos
½ xícara (chá) de farinha de trigo
¼ de xícara (chá) de Azeite Nova Oliva Extravirgem
2 colheres (sopa) de amêndoas picadas
100 g de queijo parmesão sem lactose ralado
Sal e pimenta-do-reino a gosto
1 colher (chá) de fermento em pó
½ colher (sopa) de SupraSoy Sem Lactose Original
60 ml de água
Azeite para untar

Modo de Preparo
Recheio: em uma panela com água fervente, cozinhe os brócolis por 1 minuto, escorra-os e pique-os. Em uma frigideira, aqueça o Azeite Nova Oliva Extravirgem e refogue os brócolis junto com a cebola. Tempere com sal e pimenta-do-reino. Deixe esfriar.
Massa: em uma tigela, bata ligeiramente os ovos e adicione a farinha, o azeite, as amêndoas, o queijo parmesão, o SupraSoy Sem Lactose Original dissolvido na água, o sal, a pimenta-do-reino, o fermento e misture bem.
Montagem: misture a massa com o recheio e coloque-os em forminhas para muffins, untadas com um pouco de azeite. Preaqueça o forno e asse a 280° C até dourarem. Sirva acompanhado de uma salada.

Penne com Shitake e Molho Branco

Ingredientes
Massa
500 g de macarrão penne cozido al dente

Refogado
2 colheres (sopa) de Azeite Nova Oliva Extravirgem
1 cebola pequena picada
1 dente de alho picado
150 g de cogumelos shitake cortados em tiras
2 talos de alho-poró cortados em tiras
Folhas de salsa a gosto

Molho
½ xícara (chá) de SupraSoy Light Zero Lactose dissolvido em 600 ml de água
4 colheres (sopa) de Azeite Nova Oliva Extravirgem
½ cebola picada
1 colher (sopa) de farinha de trigo
Sal e pimenta-do-reino a gosto
¼ de colher (chá) de noz-moscada ralada

Modo de Preparo
Refogado: em uma frigideira, aqueça o Azeite Nova Oliva ExtraVirgem e doure a cebola com o alho. Adicione os cogumelos shitake e refogue até que fiquem macios. Acrescente os talos de alho-poró, misture bem até murcharem e reserve.
Molho: em um recipiente, dilua o SupraSoy Light Zero Lactose na água. Em uma panela, aqueça o azeite e doure a cebola. Coloque em fogo baixo, polvilhe a farinha e deixe dourar. Aos poucos, e sem parar de mexer, acrescente o SupraSoy já preparado, tempere com o sal, a pimenta-do-reino e a noz-moscada. Cozinhe até engrossar, sem parar de mexer.
Finalização: sirva o macarrão penne com o molho branco bem quente e o refogado de shitake. Decore com folhas de salsa.

Dica: você pode substituir o penne por qualquer tipo de massa e, se preferir, quando o molho branco estiver pronto, para incrementar, acrescente 2 colheres (sopa) de pesto.

Smoothie Prático de Morango

Ingredientes
6 colheres (sopa) de SupraSoy Sem Lactose Sabor Iogurte dissolvido em 500 ml de água gelada
300 g de morangos sem talos, lavados e congelados
1 banana cortada em rodelas e congelada
Geleia de morango a gosto
Folhas de hortelã para decorar

Modo de Preparo
Dissolva o SupraSoy Sem Lactose Sabor Iogurte na água bem gelada, conforme o modo descrito na embalagem e reserve. Em um liquidificador, coloque os morangos, as rodelas de banana e, aos poucos, adicione o SupraSoy já dissolvido. Bata até adquirir uma mistura firme e homogênea.

Montagem
Em copos ou vidros de sua preferência, espalhe um pouco de geleia e coloque o smoothie. Para finalizar, decore com folhas de hortelã e sirva em seguida.

Dica: você pode substituir a geleia por outro sabor de sua preferência. Esta receita é ideal para um lanche saudável em um dia quente.

Cuscuz de Tapioca

Ingredientes

Calda:
1 xícara (chá) de SupraSoy Sem Lactose Original (130 g)
½ xícara (chá) de açúcar (80 g)
½ xícara (chá) de água quente

Cuscuz de Tapioca:

½ xícara (chá) de leite de coco (100 ml)
¼ de xícara (chá) de SupraSoy Sem Lactose Original (32 g)
2 colheres (sopa) de açúcar
¼ de xícara (chá) de coco ralado
1 xícara (chá) de tapioca granulada
Coco fresco para decorar

Modo de Preparo
Calda:
coloque no liquidificador o SupraSoy Sem Lactose Original, o açúcar, e a água e bata por 1 minuto. Passe para uma molheira e leve à geladeira até a hora de servir.
Cuscuz de tapioca: em uma panela, misture o leite de coco, SupraSoy Sem Lactose Original, o açúcar e leve ao fogo médio até levantar fervura. Despeje sobre a tapioca granulada e deixe-a hidratando por 30 minutos. Junte o coco ralado, misture e coloque em uma assadeira pequena (18 x 28 cm), apertando bem com as costas de uma colher. Polvilhe com o coco fresco, corte em quadrados e sirva com a calda gelada.

Dica: se preferir, sirva o cuscuz de tapioca com leite de coco adoçado.

Panna Cotta de Damasco

Ingredientes

Panna cotta:
4 colheres (sopa) de SupraSoy Sem Lactose Original dissolvido em 400 ml de água
200 g de creme de leite sem lactose
¼ de xícara (chá) de açúcar
1 colher (chá) de essência de baunilha
2 envelopes de gelatina em pó sem sabor

Calda:
350 g de geleia de damasco
6 colheres (sopa) de água

Modo de Preparo
Panna cotta: em um liquidificador, bata o SupraSoy Sem Lactose Original dissolvido na água, o creme de leite e o açúcar. Transfira a mistura para uma panela e adicione a essência de baunilha. Leve ao fogo, e, após ferver, reserve e deixe esfriar. Prepare a gelatina de acordo com as instruções da embalagem, acrescente a mistura e distribua em copinhos, deixando espaço suficiente para completar com a calda. Leve para gelar até ficar firme.
Calda: Coloque a geleia em uma tigela pequena e misture bem com a água, formando uma calda. Distribua a calda sobre a panna cotta e sirva.

Dica: para a calda, use geleia de frutas vermelhas ou com o sabor de sua preferência.

Fonte: Josapar

Nutricionista ensina cardápio fácil, prático e saudável para o Dia das Mães

O dia é especial, o momento é de homenagem, mas como ainda não é o momento, melhor deixar os abraços e beijos para depois, cuide-se

Tradicionalmente o Dia das é Mães é comemorado no segundo domingo de maio. E como a pandemia de Covid-19 continua em alta no país, melhor comemorar a data com quem moramos e preparando os pratos.

Por isso reinvente-se, e prepare você mesmo um almoço especial para sua mãe ou esposa. E para te ajudar nesta tarefa, a nutricionista Adriana Stavro montou um cardápio fácil que pode ser adaptado de acordo com a preferência de cada uma. Lembrando: organize suas compras e evite aglomerações de última hora. #proteja-se

Entrada – Creme de Palmito

Ingredientes
1 colher sopa de manteiga
1 cebola média ralada
1 dente de alho bem picadinho
2 vidros de palmito picados em cubos pequenos
1 colher sopa de farinha de trigo ou amido de milho
1 litro de leite ou de caldo de legumes
Sal e pimenta do reino à gosto
Salsinha e cebolinha à gosto

Preparo:
Em uma panela, coloque a manteiga e leve ao fogo até derreter. Acrescente cebola e alho, refogue até a cebola ficar transparente, acrescente o palmito e deixe cozinhar por + ou – 5 minutos, mexendo de vez em quando. Polvilhe com uma peneira a farinha ou amido de milho e misture. Tempere com sal e pimenta-do-reino. Aos poucos, junte o leite ou o caldo de legumes, mexendo sempre até obter um creme homogêneo (se o creme empelotou, bata no liquidificador ou passe por uma peneira grossa). Acerte o sal e finalize com salsinha e cebolinha.

Dica:o palmito pode ser substituído por aspargos ou cebolas.

Prato principal – Risoto de Shitake e Amêndoas Torradas

Ingredientes:
2 litros de caldo de legumes (receita abaixo)
1 cebola grande picada em cubinhos finos
2 dentes de alho picados em cubinhos finos
2 colheres de sopa de azeite
2 colheres de sopa de manteiga
200 gramas de cogumelo tipo shimeji
200 gramas de cogumelo tipo shitake cortado em tiras finas
500g de arroz arbóreo
2 xícaras de chá (400ml) de vinho branco seco
Sal de ervas e pimenta do reino à gosto
Salsinha e cebolinha a gosto
Queijo parmesão ralado a gosto
1 xícara chá de amêndoas torradas e picadas

Modo de preparo:
Para o caldo de legumes: adicione legumes como cenoura, cebola, alho-poró, talos de salsinha e cebolinha ou alho em 2,5 litros de água. Deixe ferver em fogo baixo por 30 minutos. Isso vai render em média 2,0 litros de caldo.

Base: em uma panela aqueça o azeite e 1 colher de sopa de manteiga. Acrescente a cebola e o alho e frite muito lentamente até ficarem macios. Acrescente o arroz e abaixe o fogo. O arroz vai começar a fritar levemente. Continue mexendo lentamente. Depois de aproximadamente 2 minutos, ele vai ficar levemente transparente. Aumente o fogo e acrescente o vinho e continue mexendo até secar. Acrescente o caldo (quente) aos poucos (de concha em concha) mexendo lentamente. Adicione um pouco de sal e abaixe o fogo. Deixe cada concha de caldo secar antes de adicionar a próxima. Prove o arroz. Se estiver al dente, está pronto. Em outra frigideira coloque 1 colher de sopa de azeite e refogue os cogumelos com sal e pimenta do reino.
Retire a panela do fogo e misture o restante da manteiga, o parmesão, e os cogumelos. Mexa bem delicadamente. Tampe a panela e deixe descansar de 2 a 3 minutos, no máximo, tempo suficiente para atingir a cremosidade necessária. Por fim, salpique a salsinha a cebolinha e por último acrescente as amêndoas torradas. Sirva imediatamente.

Dica: cogumelos podem ser substituídos por camarão, rúcula com tomate seco, pera com gorgonzola. Lembrando que se usar frutos do mar, tire o queijo parmesão. Eles não combinam.

Sobremesa – Torta Crua de Castanhas com Recheio de Mousse de Chocolate 70% Cacau

Ingredientes:
200g de castanhas-do-pará
200g de nozes
100g de pistache
200g de ameixas secas ou uvas passas ou tâmaras
1 colher de sopa de óleo de coco ou manteiga de coco
1 pitada de sal ou flor de sal

Recheio – ingredientes mouse 70% cacau:
200g de chocolate 70% cacau
1 pitada de sal ou flor de sal
1 colher de chá de café solúvel (opcional)
½ xícara de leite desnatado (se preferir pode pôr um leite vegetal)
1 lata de creme de leite batido em chantili ou chantili de garrafa com xylitol a gosto
Essência de baunilha a gosto

Cobertura – Ingredientes:
1 xícara de chá de morangos
1 xícara de chá de mirtilos
1 xícara de chá de framboesa
Uva sem caroço (se preferir uma opção mais barata)

Preparo – mouse 70% cacau:
Misture o chocolate com o leite quente. Adicione o café e deixe descansar por 5 minutos. Prepare o chantili com a essência de baunilha. Misture todos os ingredientes até formar um creme homogêneo.

Preparo da base:
Bata todos os ingredientes no liquidificador. Use a tecla pulsar. Não deixe virar uma massa. O ideal é ficar pedaços das sementes. Misture a manteiga de coco ou o óleo de coco. Isso vai ajudar a dar liga. Coloque em uma forma previamente untada com óleo de coco e molde com as mãos. Adicione a mousse de chocolate e leve à geladeira por 4 horas. Retire da geladeira e coloque as frutas vermelhas. Para finalizar jogue nozes e amêndoas cortadas grosseiramente.
OBS. as frutas e as amêndoas podem ser colocadas na hora de servir.

Para beber – Suco de Laranja, Cenoura, Acerola e Gengibre

Ingredientes:
2 laranjas pera sem casca e sem sementes
1 cenoura média descascada
1 pedaço pequeno de gengibre cortado em cubinhos
1 sachê de acerola congelada ou 1 xícara de chá acerolas

Modo de fazer:

Bata todos os ingredientes no liquidificador, com 500ml de água filtrada e gelo a gosto. Passe pela peneira. Sirva em taças, fica lindo e gostoso.

Vinho – sugestões
Vinho Pérez Cruz Reserva Doña Mariana Sauvignon Blanc
Vinho Eternitá Rosa Rosé

Fonte: Adriana Stavro é nutricionista funcional e fitoterapeuta, especialista em Doenças Crônicas não Transmissíveis (DCNT) pelo Hospital Israelita Albert Einstein – Mestranda do Nascimento a Adolescência pelo Centro Universitário São Camilo.

Cogumelos são gostosos e saudáveis: aprenda receitas de pratos nutritivos

Incentivar o consumo desse produto rico vitaminas essenciais e proteína é uma forma de turbinar sua saúde, imunidade e de auxiliar seus pequenos e médios produtores neste momento de crise. A Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo tem desenvolvido diversas ações para evitar ou reduzir a perda da produção desses agricultores junto à chefes de cozinha renomados, à bancos de alimentos e ao incentivo de venda direta aos consumidores, por meio de delivery. Que tal aproveitar a chegada do final de semana para preparar um prato gostoso e nutritivo com esses fungos?

A Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA) e a Coordenadoria de Desenvolvimento dos Agronegócios (Codeagro), ambas instituições ligadas à Secretaria de Agricultura, possuem o livro “Cogumelo – Variedades e Receitas”, com informações e receitas sobre os diversos tipos de cogumelo, como o cogumelo Champignon de Paris, Portobello, Shiitake, e Shimeji. Segundo a publicação, os cogumelos são importantes na dieta alimentar, devido à presença de proteínas de alto valor biológico em sua composição, carboidratos, fibras, vitaminas do complexo B, minerais e baixa quantidade de gordura.

“Cogumelos ainda são a única fonte não animal de vitamina D natural. Todas as outras fontes alimentares naturais de vitamina D são de origem animal, de aves ou frutos do mar. Os cogumelos cultivados contêm um esterol vegetal chamado ergosterol, que é o precursor da vitamina D². Em cogumelos frescos, o ergosterol é estimulado a converter em vitamina D² pela luz ultravioleta, luz solar ou luzes artificiais”, afirma Daniel Gomes, pesquisador da APTA. Os níveis de vitamina D de variedades comuns de cogumelos estão listados abaixo para uma porção padrão de 100 g. Recomenda-se 200 UI para adultos até os 50 anos.

Variedade de cogumelo

cogumelos

Champignon de Paris – 3 Unid/100g – 4% do % Diaria (200 UI)
Shiitake (Cozido) 26 Unid/100g – 13% do % Diaria (200 UI)
Fonte: USDA National Nutrients Database
*15% do consumo da necessidade diária de vitamina D, é considerada um ótimo consumo por poção.

Como escolher cogumelos

cogumelo_portobello

Cada cogumelo comestível possui uma forma, sabor e textura, o que proporciona diversos tipos de preparação pelos consumidores. Na hora de comprar no mercado, é preciso estar atento se o cogumelo está firme, se apresenta cheiro agradável, coloração uniforme e um leve brilho na superfície. “Eles não devem ter danos físicos, como amassados, arranhões, estarem partidos ou quebrados, encharcados, manchados, com a presença de bolor e insetos dentro da embalagem”, afirma Gomes.

Por serem vendidos frescos, eles podem conter pequenos resquícios de terra de cultivo, o que é normal. A limpeza, no momento da preparação do prato, deve ser feita com um pano. Além da versão fresca, os consumidores podem adquirir os produtos enlatados ou em conservas.

A APTA desenvolve diversas pesquisas científicas e ações que visam incentivar o consumo de cogumelos frescos e possui forte atuação junto à cadeia de produção e suas associações. As pesquisas desenvolvidas pela Agência em pós-colheita, por exemplo, resultam em melhorias aos cogumelos comercializados. Além disso, Gomes atua em algumas áreas da gastronomia em conjunto com chefes de cozinha e revistas de gastronomia para levar o cogumelo em grandes eventos do setor, aproximando produtores, chefes e consumidores.

Risoto de Shiitake

Jeferson Urias Urias por Pixabay risoto shitake cogumelo
Foto meramente ilustrativa: Jeferson Urias Urias/Pixabay

Ingredientes: Caldo de frango
1 peito de frango sem pele (150 g)
3 e ½ xícaras (chá) de água
1 colher (chá) de alecrim
1 colher (chá) de ervas finas
1 colher (chá) de tomilho
6 ramos de salsinha
2 colheres (chá) de sal

Modo de preparo
Lave o frango e reserve. Em uma panela, coloque o frango, a água, os temperos e o sal. Deixe cozinhar por aproximadamente 20 minutos e reserve o caldo.

Ingredientes: Risoto
1 bandeja de cogumelos Shiitake (200g)
2 e ½ colheres (sopa) de manteiga
1 cebola pequena
2 dentes de alho médios
1 colher (sopa) de azeite
1 xícara (chá) de arroz arbóreo
¼ xícara (chá) de queijo parmesão ralado

Modo de preparo
Lave os cogumelos, corte-os em lâminas e reserve. Em uma panela, derreta suas colheres (sopa) de manteiga, refogue os cogumelos e reserve. Descasque, lave e pique a cebola e o alho. Em uma panela, refogue no azeite, a cebola e o alho e acrescente o arroz. Em seguida, coloque uma xícara (chá) do caldo de frango quente e deixe secar um pouco. Coloque mais meia xícara (chá) do caldo, deixe secar e repita o processo por mais duas vezes. Depois de pronto, acrescente o cogumelo, coloque o restante da manteiga e o queijo parmesão ralado. Deixe descansar na panela tampada por cerca de cinco minutos. Sirva quente.

Bolinho de arroz com cogumelos Portobello

BOLINHO ARROZ COGUMELO ANPC
Foto meramente ilustrativa/ANPC

Ingredientes
¼ de cebola roxa média
2 dentes de alho pequeno
1 ramo de cebolinha
4 ramos de salsinha
1 xícara (chá) de cogumelo Portobello
2 xícaras (chá) de arroz cozido
2 ovos
2 colheres (sopa) de leite integral
¾ xícara (chá) de farinha de trigo
3 xícaras (chá) de óleo de soja

Modo de preparo
Lave, descasque e pique a cebola roxa e o alho. Lave e pique a cebolinha, a salsinha e o cogumelo. Misture todos os ingredientes picados com o arroz cozido, os ovos, o leite e acrescente a farinha, aos poucos, para dar liga. Em seguida, faça bolinhos, modelando com duas colheres e disponha-os em uma assadeira untada com óleo, ou com papel manteiga. Leva ao freezer para congelar, por aproximadamente 50 minutos. Em uma panela, aqueça o óleo de soja. Retire os bolinhos do freezer e frite-os por imersão no óleo quente. Escorra-os em papel absorvente e sirva em seguida.

Fonte: Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo

Inverno: dicas de alimentos ideais + receita de sopa

Com a proximidade da chegada do inverno, no próximo dia 20, a nutricionista clínica e esportiva Renata Pigliasco Branco dá algumas dicas para fortalecer o sistema imunológico em dias frios. “Devemos ter alguns cuidados com a alimentação, pois existem alguns alimentos que contribuem com nutrientes e compostos bioativos que podem nos ajudar”, conta ela.

A seguir, uma lista feita pela nutricionista:

repolho pixabay
– Repolho: fonte de glutationa, um poderoso antioxidante que melhora a função das células imunes.

purple Garlic in a bowl
Depositphotos

– Alho: tem função imunoprotetora, além de fornecer selênio e zinco, nutrientes importantes para evitar gripes, resfriados e outras doenças.

leite amendoas 2
– Amêndoas: ricas em vitamina E e vitaminas do complexo B, ajudam a proteger o sistema imune da oxidação, principalmente em situações de estresse.

batata doce amazon
– Batata doce: rica em betacaroteno, precursor de vitamina A, um nutriente fundamental para o sistema imunológico. Pode ser usada no lugar do pão no café da manhã, cozida, ou em purê e sopas.

shitake cogumelo dissolve
Dissolve

– Shitake: rico em vitaminas do complexo B que ajudam na proteção do corpo, também oferece efeitos antivirais e antibacterianos, dando um super-reforço à imunidade.

oregano pixabay
Foto: Pixabay

– Orégano: ótimo contra intoxicações alimentares, contém carvacrol, que ativa as defesas do corpo. Para garantir os seus benefícios, deixe para salpicá-lo só depois do pronto já pronto.

gengibre
– Gengibre: rico em vitaminas C, B6 e com ação bactericida, ajuda a tratar inflamações da garganta e auxilia nas defesas do organismo.
– Erva Dente de Leão: aumenta a resposta imune e a produção de óxido nítrico, melhorando a oxigenação dos tecidos. Utilize na forma de infusão, com 1 colher chá para 1 xícara de água aquecida.

frutas-citricas-limao-laranja
– Frutas cítricas: fontes de vitamina C, são responsáveis pela cicatrização de feridas, fraturas e contusões. Atuam no processo inflamatório e na integridade das mucosas. Consuma em forma de sucos ou frutas in natura.

propolis
– Própolis: contém proteínas e compostos com capacidade de alterar e regular o sistema imunológico, além dos benefícios de ser antibacteriano e estimular receptores específicos e a produção de citocinas, que modulam os mecanismos da imunidade.

oleo de coco pixabay
Pixabay

– Óleo de coco: o ácido láurico e o ácido cáprico, presentes no óleo de coco tem propriedade de modular o sistema imunológico, agindo contra fungos, vírus e bactérias. Além disso, uma forma indireta de ele contribuir com a imunidade está na melhora do trabalho do intestino ao eliminar as bactérias ruins.

Não consuma

Evite sopas instantâneas e macarrões instantâneos, muito utilizados no inverno devido à praticidade. Mas esses alimentos podem aumentar a pressão arterial, causando problemas cardiovasculares. Esse tipo de refeições não traz nenhum benefício ao sistema imunológico, uma vez que a quantidade de nutrientes é mínima, pois são alimentos ricos em glutamato monossódico, que é um realçador de sabor e aditivo nada saudável.

Vale a pena perdeu um tempinho para fazer umas sopinhas e congelar para o seu dia ficar mais pratico. Utilize legumes e verduras frescas, carne magra ou frango e temperos naturais. Abaixo, a nutricionista ensina a preparar uma sopa saudável.

Sopa de inverno

sopa caras cravings
Imagem meramente ilustrativa/Cara’s Cravings

Ingredientes:
*150g de shitake
*2 colheres (sopa) de óleo de coco
*1 cebola picada
*4 dentes de alho picados
*1 colher (sopa) de gengibre picado
*2 tomates maduros em cubos
*1 cenoura em cubos
*2l de água fervente
*1 abobrinha em cubos
*1 chuchu em cubos
*1 xícara (chá) de repolho em tiras
*1 xícara (chá) de folhas de espinafre
*1 xícara (chá) de couve em tiras
*Sal a gosto
*Farinha de linhaça a gosto para polvilhar

Modo de preparo
Em uma panela grande, aqueça o óleo em fogo médio e refogue a cebola e o alho. Acrescente gengibre, tomate, cenoura e shitake; refogue por dois minutos. Adicione a água fervente, a abobrinha e o chuchu. Deixe cozinhar até ficar macio. Junte o repolho, deixe cozinhar por dois minutos. Desligue o fogo, misture o espinafre e a couve, tampe a panela e deixe descansar por 10 minutos. Acerte o sal e sirva em seguida, polvilhada com farinha de linhaça.

Que tal aprender uma receita de risoto de shitake e passas?

Pois a Divino Fogão ensina a preparar risoto de shitake e passas. Mais uma oportunidade de se aventurar pela cozinha nestes dias de quarentena. Confira o passo a passo:

Risoto de Shitake e Passas

Ingredientes:

Mirepoix:
1 cenoura em cubos
1 cebola em cubos
2 xícaras de aipo em rodelas
2 folhas de louro
2 litros de água para cozimento

Molho:
50ml de azeite
50g de farinha de trigo integral
1 vidro de leite de coco

Shitake:
200g de shitake
50ml de azeite
2 colheres de sopa de shoyu

Risoto:
2 xícaras de arroz arbóreo
2 dentes de alho
¼ de cebola
½ copo de vinho branco
2 colheres de sopa de uva passa

Modo de preparo:

Mirepoix:
Colocar todos os ingredientes em uma panela e cozinhar em fogo baixo até reduzir a metade da água, por mais ou menos uns 30 minutos. Coar e reservar.

Molho:
Em uma panela colocar o azeite esperar esquentar, acrescentar a farinha e deixar cozinhar. Adicionar o leite de coco e deixar cozinhar até encorpar o molho. Reservar.

Shitake:
Em uma panela colocar o azeite, o shitake e o shoyu, mexer, deixar reduzir e reservar.

Risoto:
Colocar a uva passa de molho no vinho branco por 30 minutos. Coar e reservar. Refogar o alho e a cebola até murchar. Adicionar o arroz e mexer bem, colocar o vinho branco e mexer até evaporar o vinho. Colocar o caldo de legumes aos pouco, a uva passa e ir mexendo até terminar de cozinhar. Desligar o fogo, acrescentar o molho e mexer sem parar até incorporar bem. Colocar no prato e finalizar com o shitake e salsinha.

divino-fogao-receita-risoto-funghi

Fonte: Divino Fogão

Libre lança Coxinha de Shitake e Pão de Queijo sem glúten

Especializada na produção de salgados e doces congelados, isentos de glúten e lácteos, a Libre ampliou seu mix de produtos com os lançamentos da Coxinha de Shitake e do Pão de Queijo Vegano na Naturaltech 2019, em junho, no Anhembi, em São Paulo.

Focada em promover a inclusão por meio da alimentação, oferecendo produtos saborosos e artesanais para consumidores que possuem alergias e restrições alimentares, a empresa desenvolveu a Coxinha de Shitake, uma versão 100% vegana desse salgadinho que conquistou o brasileiro.

coxinha_de_shitake_coxinha_de_shitake

Saborosa e macia, a Coxinha de Shitake Libre combina massa à base de batata e farinha de arroz com recheio feito com cogumelos shitake, temperos e um toque de azeite extra virgem. A novidade já está disponível em embalagens de 320g com 8 unidades.

pao de queijo_libre__2_2019_180_de_queijo_vegano

A empresa também lançou o Pão de Queijo Vegano Libre elaborado com batatas e polvilho azedo. Oferecido em embalagens de 400g, é isento de lactose e pode ser consumido tanto por veganos, quanto por crianças e pessoas que não podem ingerir leite e seus derivados.

 

Além dos lançamentos, a Libre apresentou em seu estande as Empadinhas Libre feitas com massa à base de farinha de arroz e fécula de batata. Produzidas nas versões Palmito, Escarola e Frango são recheadas com ingredientes 100% orgânicos e oferecidas em embalagens com 350g.

361394_881900_bolinho_de_batata_doce

Outros destaques da marca são a Coxinha de Frango e o Bolinho de Batata Doce lowcarb, ambos recheados com frango orgânico que leva o selo da Ecocert, garantindo que as aves foram criadas livres de hormônios e antibióticos. Os salgadinhos vêm em caixas com 350g.

quibe_de_abA3bora_vegano

Para quem busca uma opção deliciosa e nutritiva, a marca oferece o Kibe de Abóbora Vegano. Preparado com quinoa real e vegetais, está disponível em embalagens de 330g com 9 unidades.

librenitos

A marca também produz os Librenitos, nuggets macios feitos apenas com peito frango sustentável. Lowcarb e crocante, o produto está disponível em embalagens de 300g.

Ideais como opção de lanche, acompanhamento de refeições e para festas, os produtos Libre estão disponíveis em empórios, lojas especializadas e em redes de varejo e no site.

 

Salvar

Domingo em São Paulo também é dia de batata, bacon e cerveja

Quem gosta de batata e bacon pode bater palmas para comemorar. Os batateiros de plantão e os fanáticos por bacon irão ganhar um festival com pratos inspirados nessas duas delícias, juntamente com os melhores rótulos de cerveja artesanal. O presente é cortesia do Espaço As Meninas Feiras e Eventos, atendendo aos pedidos dos fãs dessas Paixões Paulistanas.

batata.jpg

Será o 1º Festival da Batata e do Bacon, no próximo dia 19 de maio de 2019 (domingo), das 12 às 19 horas, na Associação Hokkaido de Cultura e Assistência, na Vila Mariana – local amplo, coberto, climatizado e próximo ao metrô Ana Rosa. A entrada é gratuita.

“Já promovemos festivais com quase todas as delícias, mas ainda faltava um dedicado à batata – um dos ingredientes mais consumidos no mundo – junto com o bacon, outra grande paixão dos paulistanos. Para completar essa dupla perfeita, cervejas artesanais. Tudo está sendo organizado e preparado com muito carinho”, destaca Elaine Vilela, sócia-proprietária do Espaço As Meninas Feiras e Eventos.

batata e bacon.jpg

A batata é o quarto alimento mais consumido do mundo e surgiu na Cordilheira dos Andes, próximo ao Lago Titicaca. Foi levado para outras regiões do mundo, incluindo o Brasil, por colonizadores europeus. Aqui, no sul do país, serviu de alimentação básica para os colonos até final do século XIX. Com milhares de variedades e diferentes cores, sabores e tamanhos, a batata é utilizada em inúmeras receitas que satisfazem a todos os paladares.

sanduíche com bacon.jpg

O bacon é considerado uma das carnes consumidas há mais tempo pela humanidade, com registros datando do ano de 1.500 a.C. Naquele tempo, cobria-se a carne de porco com sal para absorver o sabor. No ano de 1.500, a Espanha teria oferecido porcos aos americanos nativos como oferta de paz, porque sabia que eles gostavam daquela carne. O bacon se popularizou nos Estados Unidos e a partir de 2.000 houve uma forte campanha pela sua introdução no Brasil. Hoje é um produto muito importante na culinária brasileira.

Shimeji e Shitake

shimeji.jpg

Em paralelo, para homenagear a culinária oriental que os paulistanos tanto adoram, acontecerá o 1º Festival do Shimeji e do Shitake do Espaço As Meninas Feiras e Eventos.

“O shimeji é considerado o mais delicioso dos cogumelos da culinária japonesa. Atualmente é um dos mais difundidos no mundo. Já o shitake, dizem os orientais, representa longevidade e vem sendo usado até mesmo como medicamento há mais de 6.000 anos por suas propriedades benéficas à saúde. Essa dupla de sabores tão peculiares, que conquistou os brasileiros, também merece um festival”, acrescenta Elaine Vilela.

Cardápio sedutor

Algumas superdelícias já estão confirmadas, como: temaki, poke, macarrão com shimeji, tonkatsu dog, sobrecoxa desossada com shitake, lanches de pernil e calabresa, batata rosti com diversos recheios, hamburguer artesanal com shimeji e shitake, hamburguer artesanal com bacon, queijos artesanais da Queijim Pro 6, éclair com recheios diversos, bacon defumado, linguiças frescas e defumadas, copa e lombo defumados e sal defumado da Maria Fumaça Produtos Artesanais, risotos variados, crepes de shimeji e shitake e outros sabores, coxinhas, escondidinho de shimeji e de shitake, bacon, e outros sabores, pastéis recheados e caldo de cana

Também: tarteletes de limão/maracujá, bomba limão siciliano, chocolate, doce de leite, tortinhas de coco, cookies recheados, brigadeiros, cocadas e quindins, bolos confeitados e decorados, merengue de morango, geleias artesanais, macarons, bolos no pote, cannoli do Juventus e bombons e trufas de cupuaçu, além de chocolate quente e cappuccino ( kaffa kakaw de Campos do Jordão), café (D’Italia Café), Bubble Lichia Ginger Ale, Bubble Lichia Ginger Ale Sakê, vinhos e rótulos consagrados de cervejas, como: Cerveja Camilos, Cerveja Ashby (nasceu na cidade de Amparo, no Circuito das Águas Paulistas, como a primeira microcervejaria do Brasil), La Beer Cervejaria, Cerveja Madalena (Lager, Trigo, Shandy lemon, Amber, APA, Ipa, Double ipa, Stout), Cerveja Koones e Cerveja de Chocolate e Vinhos entre outras opções.

Passar um dia agradável

Este evento é uma excelente oportunidade para almoçar, lanchar e comer sobremesas em um mesmo lugar. Para animar o encontro, música da melhor qualidade, com o festejado DJ das noites paulistanas Dinho Garcia.

O evento contará também com uma feira de variedades para contemplar os apaixonados por boas compras com semijoias, acessórios, brinquedos, cosméticos e diversos itens de moda e decoração para casa. No lado esotérico, leitura de tarot.

Para os curiosos de plantão, o renomado hipnólogo e hipnoterapeuta Rafael Oliveira estará por lá com seus shows de hipnose. Neles é possível até mudar a percepção da realidade pessoal através desta prática usada para inúmeros benefícios.

Estes festivais traduzem bem um dos objetivos dos eventos do Espaço As Meninas: promover um dia gostoso com o melhor da gastronomia, em ambiente acolhedor, amplo e familiar. É uma ótima oportunidade para relaxar, confraternizar, fazer novos e encontrar antigos amigos.

Responsabilidade Social

Mantendo a parceria de vários anos com o Centro de Convivência Início de Luz que abriga uma creche, serão arrecadados alimentos não perecíveis para a entidade sem fins lucrativos, que cuida de mais de cem crianças carentes das regiões do Cambuci e do centro da capital paulista.

1º Festival da Batata e do Bacon
1º Festival do Shimeji e do Shitake
Data: 19 de maio (domingo)
Horário: 12h às 19h
Local: Associação Hokkaido de Cultura e Assistência
Endereço: Rua Joaquim Távora, 605, Vila Mariana – próximo ao metrô Ana Rosa.
Entrada Gratuita

Alimentos que são ainda melhores juntos

A combinação desses elementos pode favorecer ainda mais o seu organismo

Que uma alimentação balanceada faz bem para o nosso organismo, todo mundo já sabe. Mas você sabia que ao unir alguns alimentos, eles trazem ainda mais benefícios a nossa saúde? Segundo a nutricionista e pesquisadora Aline Quissak, existem alimentos que, quando consumidos juntos, acabam potencializando suas propriedades, e essa sinergia – combinação – faz muito bem para o nosso corpo. Abaixo, uma lista com alimentos que são ainda melhores juntos do que separados, para que você possa inserir no seu dia a dia.

1) Cúrcuma e Pimenta do Reino

curcuma.jpg

A curcumina presente na cúrcuma (açafrão da terra) é um dos anti-inflamatórios naturais mais poderosos que existem. Mas o infelizmente o nosso corpo não consegue absorver. E para isso precisa da piperina, encontrada na pimenta do reino, para potencializar sua absorção em mais de 1000x. Além disso, a melhor proporção para esse efeito é 3:1 (a cada 3 medidas de cúrcuma, uma de pimenta do reino).

Consumo recomendado: 1 colher de chá por dia de cúrcuma para efeitos medicinais dessa raiz.

2) Banana e Nozes

banana

A banana é a queridinha das frutas: prática, simples, docinha e com preço acessível. Ela é muito importante para a saúde do coração e da musculatura, é um importante para o pré-treino, por dar energia, além do fósforo que auxilia no condicionamento cardiorrespiratório. Porém, sozinha a banana tem pontuação inflamatória no nosso corpo. “Não significa que ela cause mal; como falamos, ela tem muitos benefícios. A orientação é não comer ela sozinha. A melhor opção nesse caso, é consumi-la com nozes, devido ao seu poder anti-inflamatório e a concentração de ômega 3. Assim, melhora a performance dos praticantes de atividades e a proteção do coração da população em geral”, explica Aline.

Consumo recomendado: 1 banana + 3 nozes

3) Beterraba e Laranja

beterraba.jpg

Você já deve ter ouvido que beterraba tem grandes quantidades de ferro, e é verdade. Se você tem anemia ou é vegano, saiba que o ferro da beterraba é chamado de “ferro não heme”, ou seja, um ferro não ativado. Por isso, quando adicionamos vitamina C, vinda da laranja ou do limão (se fizer suco use a laranja, se fizer salada opte pelo limão), ativamos o ferro que, aí sim, é absorvido pelo nosso organismo

Consumo recomendado: Para cada 50g de beterraba, 10g de suco de laranja ou limão.

4) Cacau e frutas vermelhas

frutas vermelhas
Foto: Max Straeten

Esses são dois alimentos que sozinhos já trariam muitos benefícios. Mas você sabia que quando unimos os antioxidantes do cacau com o ácido elágico das frutas vermelhas (morango, amora, mirtilo, framboesa), temos uma proteção potente para o tratamento do câncer de mama? “Por regular o estrogênio, essa combinação é ótima para mulheres com TPM intensificada”, lembra a nutricionista.

Consumo recomendado: 100g de morango + 20g de chocolate 70% cacau

5) Damascos ou tâmara e coco

damasco.jpg

Tanto o damasco quanto as tâmaras possuem um nível elevado de potássio e vitamina A. Quando unimos potássio + vitamina A + o TCM – que é a gordura do coco -, ativamos as sinapses dos neurônios, melhorando a memória, o foco e a concentração.

Consumo recomendado: 2 damascos secos/tâmaras +20g de coco seco

6) Shitake, Shimeji e Tomate Cereja

shimeji

Os cogumelos têm as suas particularidades nutricionais, já que ele possui certos antioxidantes que não são encontrados em outros alimentos. O problema é que nem sempre conseguimos absorver essa quantidade de nutrientes. Para isso, unimos a eles a quercetina associada e licopeno do tomate cereja, que conseguem transportar nutrientes do shitake e Shimeji para o cérebro e para o coração. Para isso acontecer, eles precisam ser refogados por pelo menos 8 min.

Consumo recomendado: 1 xícara de chá (metade cogumelos, metade tomate cereja).

7) Acerola e Melão

acerola.jpg

Acerola é a fruta mais anti-inflamatória existente no Brasil. Sozinha, é poderosa aliada no tratamento de doenças como artrite, artrose, câncer (que não seja de estômago), depressão e até Alzheimer. Quando juntamos essa fruta ao melão, temos o efeito anti-inflamatório prolongado, graças a glutationa.

Consumo recomendado: consumir as frutas de duas a três vezes na semana, para que elas tenham seu efeito durante a semana toda.

8) Café e Óleo de coco filtrado (TCM)

café getimage

O óleo de coco extravirgem possui, entre outras substâncias, uma gordura chamada TCM (triglicerídeos de cadeia média); quando o filtramos (Lotus de Coco), temos apenas o TCM isolado. Essa gordura é a única que não passa pelo fígado para ser metabolizado, passando direto para o sistema nervoso central. Por isso, quando unimos o TCM com a cafeína do café, ele carrega a carrega direto para o cérebro, dando energia rápida para quem consome a mistura. “Essa não é uma mistura termogênica como muitos acreditam, é uma mistura para aumentar o rendimento nos treinos ou dar um ‘up’ em quem está cansado”, alerta.

Consumo recomendado: Para cada xícara (80ml) uma colher de café (5ml). Não recomendado para quem sofre de ansiedade.

9) Linhaça e semente de abóbora

semente de abobora.jpg

As sementes são uma estratégia usada pelos nutricionistas para regular o ciclo da mulher. A linhaça já é uma “superfood”, mas quando consumimos junto com a semente de abóbora, ela cria um equilíbrio entre progesterona e estrogênio para melhorar o humor e disposição no início do ciclo de menstruação.

Consumo recomendado: 1 Colher de sopa de cada, do primeiro ao 15 dia, a partir do início da menstruação.

Receita tradicional de Nabeyaki Udon do restaurante Kitchin para o inverno

Referência na gastronomia japonesa, o restaurante Kitchin oferece para o inverno o tradicional Nabeyaki Udon. Ótima opção para aquecer os dias mais frios, a receita leva macarrão de trigo espesso (udon), frango, shitake, vegetais e é finalizado com tempurá de camarão e ovo.

Na cultura nipônica, é um prato coletivo que reúne as famílias em volta da mesa em um momento acolhedor e leva este nome por conta dos alimentos serem cozidos e servidos na própria panela, mantendo a temperatura quente e confortante. Isso porque, na língua japonesa, Nabe significa “panela” e, Yaki, “cozido”.

Chef do Kitchin, Denis Watanabe, ensina o passo a passo:

Ingredientes do caldo (dashi)
500 ml de água
1 pedaço de 5 cm de alga
½ xícara de lasca de peixe bonito curado e seco
2 colheres de sopa de sakê licoroso
1 unidade de shitake seco
95 ml de shoyu

Modo de preparo do caldo
Em uma panela, introduza a água, o shitake seco e a alga. Leve a panela ao fogo mínimo, e, quando surgirem bolhas em volta dos ingredientes, retire-os.
Acrescente as lascas de peixe, o sakê licoroso e shoyu. Coe cuidadosamente e reserve.

Ingredientes tempurá de camarão
100 ml de água gelada
4 colheres de sopa de tempurako (massa para tempurá)
1 camarão (tamanho pode ser escolhido a gosto)
Óleo de girassol
Farinha de trigo para empanar

Modo de preparo tempurá de camarão
Misture a água e o tempurako até formar uma massa homogênea, não muito grossa;
Passe o camarão na farinha de trigo e, depois, na massa. Frite em imersão de óleo de girassol, até ficar dourado. Reserve.

Ingredientes Nabeyaki Udon
1 porção de macarrão Udon
1 shitake fresco
1 ramo de shimeiji
1 talo de cebolinha
1 folha pequena de acelga
30 gramas de frango cortado em tiras
1 lâmina de kamaboku (massa de peixe)
1 lâmina de tikuwa (massa de peixe)
1 camarão (tempura)
1 ovo

Modo de preparo
Em uma panela específica para o Nabeyaki, coloque o macarrão previamente cozido, os demais ingredientes – exceto o ovo e camarão – e o caldo até cobri-los. Leve ao fogo. Após a cocção dos ingredientes, acrescente o ovo e finalize com o tempurá de camarão.

nabeyaki udon.png

Kitchin JK – Shopping JK Iguatemi – Avenida Juscelino Kubitschek, 2.041 – Piso Térreo – Loja 104B
Kitchin Itaim – Rua Iaiá, 83, Itaim, São Paulo – SP

Busger oferece hambúrguer inspirado na cozinha oriental para vegetarianos

Preparado com Shitake, Shimeji e um toque de cogumelo Paris, burger é alternativa saborosa para quem não quer degustar carne bovina, mas tem vontade de saborear um lanche suculento

Muito saborosos, os cogumelos, especialmente os tipos shitake e shimeji, são reconhecidos pelo uso frequente na culinária asiática, especialmente na japonesa. Por ser um ingrediente absolutamente versátil, aceita uma variedade interessante de preparos, como na manteiga, no vapor, na composição de um molho ou como recheio. Essa característica dos cogumelos é essencial para atender a proposta do Busger, rede de hamburguerias que tem suas cozinhas a bordo de ônibus antigos, que busca inovar no menu periodicamente a fim de conquistar os paladares mais exigentes.

De acordo com Rodrigo Arjonas, que é sócio-diretor da marca, os clientes vinham pedindo por mais uma opção de burger que não levasse carne vermelha na composição – até então o Busger contava apenas com o Falafel como opção. “Comecei a pesquisar possibilidades que fossem saborosas e que combinadas com os ingredientes certos, resultariam em um burger extremamente rico em sabor e suculência e que atendesse o desejo de quem busca uma opção vegetariana. Foi quando pensei nos cogumelos e nasceu o Shimeji Burger”, conta.

Arjonas conta que o Shimeji Burger é composto por um hambúrguer de 180g que combina shitake, shimeji e cogumelo Paris, acompanhados por uma suave maionese de wasabi, cebola caramelizada e queijo emental, além da salada, feita com alface americana e tomate. Tudo isso é servido em um macio pão de brioche.

“O resultado é incrível. Temos certeza que vai conquistar boa parte dos frequentadores do Busger, sendo eles vegetarianos ou não”, avalia o executivo.

SHIMEJI BURGER - Busger - Baixa.jpg

O Shimeji Burger pode ser encontrado em todas as unidades da rede Busger ao valor de R$ 26,00. No combo com Fritas Crunch, o preço é de R$ 35,00.

*Endereços Busger*
Chácara Klabin – Rua Vergueiro, 3950
Vila Madalena – Rua Heitor Penteado, 1529
Santana – Rua Dr. César, 658
São Bernardo – Avenida Kennedy, 782
Santo André – Rua das Goiabeiras, 400
V. Clementino – Rua Borges Lagoa, 1050
Higienópolis – Av. Angélica, 699