Arquivo da tag: Sobremesa

Alfarroba é excelente substituta do chocolate; confira receita de bolo

Nutricionista da Bio Mundo comenta sobre vantagens do fruto para o organismo das pessoas

Quem não sente vontade de comer aquele chocolate depois do almoço? Para algumas pessoas essa é uma verdadeira tentação, ainda mais quando estamos em algum tipo de dieta. Porém existe uma alternativa, a alfarroba. A fruta de origem mediterrânea pode substituir o cacau nas receitas e trazer ainda mais benefícios para o organismo.

O que é alfarroba?

A fruta, proveniente da alfarrobeira, é uma espécie de vagem e sua polpa, quando moída e torrada, provê um pó rico em nutrientes. Quando colocados lado a lado com o cacau, percebesse que são alimentos muito similares quanto ao gosto e a aparência, sendo a alfarroba levemente mais adocicada.

Mas qual é a opção mais saudável? Nessa disputa acirrada a alfarroba leva a melhor. A nutricionista Ellen D’arc, da Bio Mundo, explica que, apesar de ambos serem bons para a saúde, o cacau possui 23% de gordura, enquanto a frutinha do mediterrâneo possui apenas 0,7%. “Além disso, a alfarroba também é rica em antioxidantes, em vitaminas e baixo índice glicêmico”, acrescenta.

Muitos benefícios

As vantagens de incluir a alfarroba na alimentação são inúmeras. O alimento é rico em fibras naturais que regulam a flora e o bom desempenho intestinal, além de promover uma digestão com mais qualidade. A pele também não fica de fora desse combo de benefícios. A nutricionista explica que a fruta é abundante em vitaminas A e C, poderosos antioxidantes que previnem o envelhecimento precoce, além de estimular a produção de colágeno. “A alfarroba não possui nenhum agente estimulante, como a cafeína. Também não contem alergênicos e por ser um fruto possui açucares naturais”, completa a especialista.

O coração agradece

E ainda dá para ficar melhor! “A alfarroba também ajuda a prevenir doenças cardiovasculares, visto que é fonte abundante de gorduras poli-insaturadas, aquelas benéficas ao organismo, reduzindo os níveis de mau colesterol (LDL) no sangue”, explica a nutricionista.

Liberada para todos

Desde diabéticos até gestantes, todo mundo pode usufruir dos benefícios do fruto. As fibras presentes na alfarroba retardam o processo de digestão e evitam os picos de glicose, auxiliando no tratamento da diabetes. “Para as gestantes, o magnésio é essencial para evitar o risco de osteoporose e ainda colabora na tolerância à dor” acrescenta Ellen.

Bolo de Alfarroba

Ingredientes:
150 g de manteiga
75 g de farinha de alfarroba
3 ovos
180 g de açúcar mascavo claro
Uma pitada de sal
½ colher de chá de essência de baunilha
65 g de farinha de trigo integral
½ colher de chá de fermento químico
Preaquecer o forno a 180º C.

Modo preparo:
Untar com manteiga e polvilhar levemente com farinha uma forma com cerca de 18 x 20 cm. Derreter a manteiga em banho-maria ou no micro-ondas. Misturar bem a manteiga com a farinha de alfarroba. Em uma travessa separada bater os ovos com o açúcar, o sal e a baunilha até que fiquem leves e espumosos. Adicionar a mistura de manteiga e alfarroba e continuar a bater até que esteja uma massa homogênea. Juntar a farinha peneirada com o fermento e bater levemente, apenas até misturar todos os ingredientes. Leve ao forno por cerca de 25 minutos ou até que esteja cozido e tenha o centro ligeiramente úmido. Retirar do forno e deixar arrefecer durante cerca de 5 minutos antes de desenformar.

Fonte: Bio Mundo

Chef ensina a preparar Torta de Creme de Frangipane com Peras Portuguesas

A chef Mirian Rocha ensina como fazer a torta de creme de frangipane com peras portuguesas. A receita tem base de massa pâte sablée de amêndoas.

Torta de Creme de Frangipane com Peras Portuguesas

Massa – pâte sablée de amêndoas

Ingredientes: (para 2 tortas baixas de 20cm ou 6 tarteletes).

  • 150 g de manteiga gelada em cubos.
  • 100 g de açúcar de confeiteiro.
  • 250 g de farinha de trigo.
  • 30 g farinha de amêndoas (ou tostadas e moídas).
  • 1 ovo (bater ligeiramente com o fouet).
  • 1 pitada de sal.
  • Extra: 1 pacote de grão-de-bico cru).

Modo de Preparo:
1ª parte:
Em uma vasilha trabalhe a manteiga até ficar levemente cremosa. Adicione o restante dos ingredientes secos e mexa com a palma das mãos esfarelando-os (sablée). Adicione o ovo.
Forme uma bola homogênea. Embale em plástico filme e leve à geladeira por pelo menos uma hora, para descansar.

Dicas: a massa não deve ser muito trabalhada para não ficar quebradiça. Quando triturar as amêndoas e elas ficarem grudadas, coloque um pouco de amido ou farinha de trigo para soltá-las. Pode congelar a massa e colocá-la no freezer.

2ª Parte:
Abra a massa sobre a mesa enfarinhada utilizando um rolo e vá virando cuidadosamente, passe o rolo do outro lado. Repita até abrir toda a massa. Coloque a massa em fôrma untada somente com manteiga, bem rente ao aro. Corte o excedido das laterais e retorne para geladeira por mais 10 minutos. Apare as bordas e fure o fundo da torta para liberar o ar na hora do cozimento. Sob a massa, coloque papel laminado com a parte brilhosa voltada para a massa e os grãos-de-bico (isso faz peso para evitar bolhas na massa, ficando totalmente plana). Asse a massa em forno a 180ºC por 20 minutos aproximadamente, ou até as bordas começarem a ficar douradas. Retire o grão-de-bico e termine o cozimento da massa uniformemente. Deixe esfriar.

Recheio Creme de Frangipane com Peras Portuguesas:

Ingredientes – Creme Frangipane:

  • 50 g manteiga em cubos.
  • 50 g de açúcar.
  • 50 g de farinha de amêndoas.
  • 25 g de amido de milho ou Maizena.
  • 1 ovo batido
  • 1 gema
  • Quanto bastar de extrato de baunilha.
  • 3 peras portugueses cozidas e cortadas bem fininhas (quantidade para 2 fôrmas de 20cm).

Modo de Preparo:

Peras cozidas:
Descasque as peras e cozinhe em calda branda até atingir o ponto de cozimento tenro, deixe esfriar em um escorredor (aproximadamente 15 minutos).

Creme Frangipane:
Trabalhar a manteiga em estado de pomada, acrescentar o açúcar e a farinha de amêndoas e misturar bem (com o fouet com a mão). Acrescente os ovos e misture bem, até esbranquiçar.
Acrescente o amido, misture e, depois, a baunilha. Coloque sob a massa pré-assada e recheie com as peras. Assar em forno baixo, 140ºC por quase 30 minutos.

Dicas:
Pode fazer o creme frangipane e deixar na geladeira.
Esse creme serve para fundo de mousse e na calda pode acrescentar cravo e anis estrelado.

Pontos da calda:
114ºC – ponto de fio.
118ºC a 120ºC – fio grosso.
124ºC – quebradiço.
140ºC – caramelo.

Bolo Bombom: sobremesa para surpreender e ir além do ovos de Páscoa

Massa de bolo de cenoura com recheio e cobertura de chocolate, bolo bombom é opção para servir, vender e presentear na celebração de Páscoa

A Páscoa chegou. E para a celebração mais doce do ano, o chef confeiteiro Flávio Duarte ensina uma receita de Bolo Bombom para surpreender nas comemorações e ainda faturar uma renda extra no futuro.

“É uma receita fácil, mas extremamente elaborada e deliciosa. Uma opção versátil e original para quem quer presentear e fugir da obviedade dos ovos de Páscoa”, comenta. “O custo do Bolo Bombom de 2 quilos é de aproximadamente R$ 3500, já que usamos chocolate e creme de leite fresco, mas pode ficar mais barato, se for usado cobertura e creme de leite de caixinha. Nesta opção, o custo é de R$ 18,00” revela.

Para venda, o chef sugere dois valores: “Para a primeira opção com chocolate e creme de leite, é possível vender a R$ 70,00 e para segunda opção, com cobertura e creme de leite, R$ 40,00”, finaliza. Confira o passo a passo.

Bolo Bombom

Ingredientes
3 cenouras médias picadas
3 ovos inteiros
1 xícara de óleo
2 xícaras de açúcar
2 xícaras de farinha de trigo
1 colher (sopa) de fermento em pó
1 pitada de sal
500g de chocolate ao leite
400ml de creme de leite
Desmoldante para untar a forma

Modo de preparo
Bata no liquidificador todos os ingredientes, exceto o chocolate e o creme de leite. Acrescente a farinha aos poucos. Unte a fôrma. Despeje a massa. Asse em forno médio preaquecido por 40 minutos. Tire do forno, espere amornar e desenforme. Misture o chocolate com creme de leite, leve para gelar.

Montagem
Na fôrma do Bolo Bombom despeje uma camada da mistura de chocolate e creme de leite e leve por seis minutos à geladeira. Repita o processo por três vezes. Intercale uma camada do bolo e a mistura de chocolate e creme e de leite. Finalize com a mistura. Cubra com chocolate derretido e leve à geladeira por 15 minutos. Desenforme e decore a gosto.

Fotos: acervo pessoal.

Receita de trufa de chocolate branco para inovar na Páscoa

Quando falamos em Páscoa e doce, todo mundo pensa em ovos de chocolate, claro. Mas também podemos inovar na hora da sobremesa. Natalia Lacerda, consultora Sabor das Índias, sugere trufa de chocolate branco e ensina a preparar. Confira a seguir:

Trufa de chocolate branco

Ingredientes
180g de geleia de cupuaçu e pimenta
35g de mel
300g de chocolate branco
30ml de água (para diluir na geleia)
50g de manteiga
120g de cacau em pó

Modo de preparo
Derreta uniformemente o chocolate branco em banho-maria. Cuidado neste passo para não queimar o chocolate. Em fogo baixo, aqueça a geleia, diluindo com a água morna. O objetivo aqui não é ferver, mas amornar. Acrescente o mel com o fogo desligado.Misture os ingredientes e acrescente a manteiga. Misture até ficar uma ganache lisa e brilhosa. Resfrie por 3 ou 4 horas na geladeira. Faça bolas e passe no cacau.

Dica: caso queira utilizar como cobertura de sobremesa, sirva a ganache após a mixagem, ainda morna.Rendimento: 40 trufas

Fonte: Sabor das Índias

Surpreenda na Páscoa com cheesecake de chocolate da Divino Fogão

Ainda pensando o que vai preparar para sobremesa no Domingo de Páscoa? A Divino Fogão vai ter ajudar ensinando a preparar um cheesecake de chocolate que vai rende elogios. Confira o passo a passo:

Cheesecake de chocolate

Ingredientes:

Massa
200g de biscoito maisena sabor chocolate triturado
5 colheres de sopa de manteiga derretida

Creme
1 envelope de gelatina em pó sem sabor (24g)
5 colheres de sopa de água
1 lata de leite condensado
1 caixa de creme de leite (200g)
300g de cream cheese
200g geleia de damasco

Cobertura ganache
2 xícaras de chá de chocolate ao leite derretido em banho maria
1 caixinha de creme de leite
½ xícara de amendoim sem casca torrado

Modo de Preparo:

Massa
Em uma tigela, misture o biscoito triturado e a manteiga com a ponta dos dedos até obter a textura de farofa. Forre o fundo de uma fôrma média de fundo removível, apertando com os dedos. Leve ao forno médio, preaquecido, por 5 minutos até firmar.

Creme
Dissolva a gelatina conforme as orientações do fabricante. Transfira para o liquidificador e bata com o leite condensado, o creme de leite e o cream cheese até virar uma massa homogeneizada. Coloque sobre a massa de biscoito. Leve à geladeira por 4 horas até firmar.

Cobertura
Misture o chocolate derretido com o creme de leite até uniformizar, coloque o amendoim torrado e mexa bem.

Montagem
Desenforme o Cheesecake, passe a geleia de damasco e cubra com a ganache de chocolate. Sirva.

Fonte: Divino Fogão

Vinhos para harmonizar com os pratos típicos da Páscoa

Vinícola Góes preparou dicas de vinhos para combinar com pratos tradicionais desta época

Faltam poucos dias para a Páscoa e já é o momento de pensar nas receitas que podem ser preparadas em casa para as celebrações da Semana Santa.

Nesta data, o bacalhau aparece com frequência na mesa das famílias brasileiras, então, que tal combinar um bom vinho e deixar a Páscoa com sabores ainda mais apetitosos?

A sommelier Silvia Mascella Rosa, da Vinícola Góes de São Roque (SP), preparou dicas de harmonização de vinho com este peixe reconhecido pelo sabor marcante.

Vinho Tinto Simis Carménère Reserva 2018

O bacalhau ao forno, com pimentão, tomate, batata, azeite e, em algumas preparações, com azeitonas e couve, é uma das receitas mais tradicionais aqui no Brasil. Os sabores intensos dos legumes, do azeite e dos temperos pedem, como acompanhamento, um vinho tinto com boa acidez, como o Carménère Simis.

Vinho fino tinto seco, da uva Carménère, tem origem na Viña Santa Irene, região do Vale do Curicó, a 200 km ao sul de Santiago no Chile, local considerado um dos melhores terroirs para essa uva. Em 2018, a Vinícola Góes e a Viña Santa Irene se uniram para produzir este vinho de corpo médio, taninos macios e de fácil consumo.

Vinho Branco Tempos de Góes Trópicos Lorena Seco

Uma iguaria que faz sucesso não só na Páscoa, em bares e restaurantes ou em casa, é o bolinho de bacalhau. Servido como aperitivo ou no começo da refeição, seu acompanhamento é, também, um vinho indicado para os aperitivos e até para uma torta de bacalhau como prato principal (ou até mesmo uma torta vegetariana): o vinho branco Trópicos Lorena Tempos de Góes. A uva Lorena é produzida nos vinhedos próprios da Vinícola Góes em São Roque (SP). Leve, aromático, muito refrescante, é um vinho bastante versátil e com menor teor alcoólico.

Vinho Branco Tempos de Góes Sauvignon Blanc Reserva 2019

Pra fechar com chave de ouro, que tal preparar uma receita com lombo de porco para o domingo de Páscoa? Se esta for a sua escolha, principalmente se o prato for preparado ao forno com ervas, a combinação sugerida é o Sauvignon Blanc Tempos de Góes. Seus aromas que lembram ervas e ligeiro frutado, vão harmonizar perfeitamente com a carne de porco branca. Com bom frescor e acidez, o paladar encontrará um delicioso equilíbrio entre a carne e a intensidade do vinho. Uma dica preciosa para temperar a carne de porco é utilizar um vinho branco seco. Evite os vinhos suaves, pois eles vão interferir no sabor final da carne.

Nem é preciso sair de casa para procurar o vinho, pois todos os rótulos da Vinícola Góes são encontrados na loja virtual. Basta clicar aqui.

Bolo de Beterraba Zero Glúten e Zero Lactose para quem deseja inovar

Elaborado com Açúcar Mascavo Light Magro, o bolo é feito com Farinha de Arroz e fica pronto em 40 minutos

Vamos aproveitar o início do ano para ampliar nossas receitas e deixar as opções mais saudáveis? O Bolo de Beterraba Zero Glúten e Zero Lactose é uma sugestão que fica pronta em 40 minutos. Elaborada com Açúcar Mascavo Light Magro o bolo vai surpreender até mesmo os paladares mais exigentes. Acompanhe a receita:

Bolo de Beterraba Zero Glúten e Zero Lactose

Ingredientes
1 beterraba pequena descascada e picada (100g)
3 ovos (150g)
½ xícara (chá) de Açúcar Mascavo Light Magro com Stevia (50g)
1 xícara (chá) de farinha de arroz (120g)
½ xícara (chá) de óleo (100ml)
2 colheres (sopa) de óleo de coco (30g)
1 colher (sobremesa) de fermento químico em pó (8g)

Modo de preparo
Coloque no liquidificador a beterraba, os ovos, o óleo, o óleo de coco, o açúcar mascavo e bata por aproximadamente 2 minutos. Em seguida transfira para uma vasilha, adicione a farinha e mexa. Por último acrescente o fermento e misture delicadamente. Coloque em uma forma com furo no meio de 18cm de diâmetro, untada com óleo. Leve ao forno preaquecido a 180ºC por aproximadamente 40 minutos.

Rendimento: 10 porções 50g
Dificuldade: fácil
Tempo preparo: 1 hora
Calorias: 195 por porção de 50g.

Fonte: Magro

Vinho e sobremesa: saiba como harmonizar corretamente

Não é segredo para ninguém que o universo da confeitaria proporciona experiências únicas através da combinação infindável de ingredientes. Uma receita bem elaborada tem o poder de melhorar o dia de qualquer um – um pedaço de bolo acalenta corações tal qual um abraço apertado.

Mas é claro, toda experiência gastronômica pode, e deve, ficar mais completa e especial. Uma das formas de celebrar a complexidade da confeitaria é adicionar um toque de outro universo igualmente mágico e cheio de possibilidades: o do vinho. Engana-se, aliás, quem pensa que a harmonização de vinhos restringe-se tanto a receitas salgadas como a eventos altamente refinados. O vinho é, acima de tudo, amplo e democrático.

Nessa arte de harmonizar vinhos com comidas, a experiência adocicada no paladar pode ser verdadeiramente enriquecedora. Para comprovar essas possibilidades, Cake By Yu, Ateliê de Bolos e Doces na Vila Mariana, e o sommelier de vinhos e cervejas Elias Varella, dão dicas incríveis. Confira:

Quais são os vinhos que mais harmonizam com receitas adocicadas?

Existem combinações clássicas com os chamados “vinhos licorosos”, que também são conhecidos como “vinhos de sobremesa”. Dentre eles, destacamos o famoso húngaro Tokaji e o francês Sauternes. Também não poderia deixar de citar os famosos vinhos fortificados, como o icônico Vinho do Porto nas suas versões Tawny e Ruby, os Late Harvest, ou vinhos de colheita tardia, em que as uvas são maturadas por um longo período, concentrando grande quantidade de açúcar. Outra boa opção são os espumantes mais adocicados, como o italiano Asti, assim como Champagne ou Cava nas suas classificações mais doces (Sec, Demi-Sec e Doux).
Apesar de essas serem algumas das opções de vinhos doces que combinam com sobremesas, não se prenda somente a eles. Dependendo da sobremesa, alguns vinhos secos, como um Sauvignon Blanc da Nova Zelândia, um Chardonnay californiano com longo envelhecimento em barricas, um Riesling alemão ou até mesmo alguns vinhos tintos como o Pinot Noir, Cabernet Sauvignon e Zinfandel, podem criar harmonizações surpreendentes!

Na gastronomia brasileira, temos muitos doces com alto teor de açúcar entre os queridinhos, principalmente aqueles com cobertura de brigadeiro. Nesse caso, o vinho ajuda a quebrar esse excesso? Quais cepas equilibram o paladar?

Depende muito da sobremesa. Mas pensando na cobertura com brigadeiro, que é um chocolate doce, eu sugeriria um Vinho do Porto Ruby, por combinar pela semelhança, ou um espumante tinto do Piemonte chamado Brachetto d’Acqui, que possui perlage e acidez suficientes para equilibrar o dulçor da sobremesa.

Quais são os “no go’s” da harmonização entre vinhos e pratos adocicados?

Tudo depende do tipo da sobremesa. Temos que pensar na intensidade, na quantidade de açúcar e nas notas complementares, como a adição de frutas ou especiarias. A comida e a bebida têm que interagir de forma harmônica para que uma não se sobressaia em relação à outra. É uma questão de bom senso e de conhecer bem a sobremesa e o vinho que se deseja harmonizar. Para citar um exemplo: uma sobremesa delicada à base de frutas cítricas não combina com um vinho tinto encorpado e adstringente; assim como um bolo de chocolate amargo não harmoniza em nenhum aspecto com um vinho branco delicado.

Quais dicas você daria para um couvert levemente ‘açucarado’, com vinho, e equilibrado para abrir o paladar?

Pixabay

Uma boa escolha são os espumantes adocicados. Além de ser uma tradição iniciar uma refeição com um espumante, a perlage e a acidez ajudam a abrir o paladar. A melhor opção vai depender do couvert e do gosto do cliente, mas um espumante com Moscatel, um Cava ou Champagne costumam agradar bastante.

Por fim, após o isolamento social e pensando em um evento completo, com entrada, prato principal e sobremesa com vinhos, quais escolhas são certeiras do começo ao fim?

iStock

Temos que pensar numa escala de intensidades, que vá do mais leve para o mais encorpado. E claro: tudo vai depender do menu de comidas proposto. De modo geral, abrimos o evento com um espumante, já que a perlage e acidez ajudam abrir o paladar, como já mencionado. Para entradas leves, saladas ou carnes brancas, podemos harmonizar com vinhos brancos vibrantes. No prato principal, se pensarmos em carnes vermelhas e pratos intensos e estruturados, os tintos amadeirados e encorpados, como um Syrah ou um Cabernet Sauvignon, podem ser uma boa opção. Por fim, para as sobremesas, podemos aproveitar todas as dicas que foram passadas aqui, seja um vinho fortificado, de colheita tardia, licoroso ou até mesmo um belo espumante!

Fonte: Cake By Yu

Sodiê Doces: Alpino e Abacaxi ganham desconto no Bolo do Mês em todas as lojas da marca

Sabores que se contrastam, Alpino e Abacaxi, foram os escolhidos pela Sodiê Doces São Paulo para celebrar o Dia Internacional da Mulher. Durante todo o mês de março, os dois bolos ganham desconto em todas as unidades da rede.

O escolhido de chocolate é o Bolo Alpino #113, com recheio de Alpino trufado e mousse de chocolate, acompanhado de cobertura de trufado meio amargo, com lascas de chocolate ao leite e bombom Alpino.

De massa branca a opção do mês é o Bolo de Abacaxi #35, recheado com creme de abacaxi gelado e mousse branco com abacaxi. De cobertura acompanha também mousse branco com pedaços de abacaxi e cerejas decorativas.

Além dos dois sabores da promoção Bolo do Mês, a maior franquia de bolos do país tem mais de 100 variedades de sabores de bolos de chocolate ou massa branca, com recheios diversos que incluem morango, limão, coco, nozes, abacaxi, damasco, chocolate branco, chocolate ao leite, leite em pó, brigadeiro, doce de leite, leite condensado, entre outros e que agradam a todos os paladares.

Os bolos ganham desconto até 31 de março em todas as lojas da marca no Brasil e exterior. Os preços podem sofrer variação de acordo com a região.

Informações: Sodiê Doces

Dia do Tiramisù: aprenda a receita original feita no Terraço Itália

Fácil de fazer, não muito doce e versátil, o Tiramisù é um patrimônio italiano. Existem diferentes hipóteses sobre o local de origem da sobremesa na Itália. Pode ter sido criado na região de Treviso, ou originário de Florença, na Toscana. Mas o que realmente importa é que é uma receita acessível e principalmente deliciosa.

Para o Dia do Tiramisù, celebrado amanhã, 21 de março, o Terraço Itália disponibiliza a receita clássica da confeiteira Elizabeth Vasconcelos. Segue abaixo a lista de ingredientes e o modo de preparo.

Tiramisù

Ingredientes:
500g mascarpone italiano
4 gemas de ovo
Claras separadas e batidas em neve
120g de açúcar
½ litro creme de leite fresco
Café adoçado, suficiente para molhar os biscoitos (de preferência café expresso)
Biscoitos champagne
Cacau em pó a gosto

Modo de Preparo:
Bata as gemas com o açúcar até obter textura espumosa, acrescente o mascarpone delicadamente (de baixo pra cima).Bata o creme de leite na batedeira no ponto antes do chantilly. Adicione o creme de leite no mascarpone com as gemas e açúcar, sempre suavemente, mexendo de baixo para cima.Bata as claras em neve e acrescente o creme, novamente de baixo pra cima. Molhe os dois lados do biscoito champagne no café adoçado.

Montagem:
Primeiro faça uma camada de biscoito no recipiente. Em seguida, adicione o creme e espalhe. Faça mais uma camada de biscoito champagne e, na sequência, mais uma de creme. Finalize com cacau em pó na superfície.

Foto: Wellington Nemeth

Rendimento 17 porções – 180 ml

Fonte: Terraço Itália