Arquivo da tag: sorriso

Além dos dentes: 5 fatores pouco comentados que podem afetar a beleza do seu sorriso

Assim como a saúde dos dentes, qualidade e proporção dos lábios, além da exposição da arcada dentária, também impactam diretamente na aparência do sorriso, podendo ser alterados através de procedimentos estéticos para tornar o ato de sorrir ainda mais agradável.

O sorriso é o nosso cartão de visitas para o mundo. Além de nos tornar esteticamente mais bonitos, sorrir traz uma série de benefícios, nos deixando mais simpáticos, ajudando a estabelecer relações sociais mais facilmente, aliviando a tensão e aumentando o bem-estar. O problema é que muitas pessoas sentem receio em sorrir por acreditarem possuir um sorriso inestético.

“O sorriso pode ser prejudicado por fatores como falta de manutenção da saúde oral, estresse e má alimentação, já que favorecem o acúmulo de placa bacteriana, o amarelamento dos dentes e o surgimento de doenças orais, como cáries e gengivite”, explica Hugo Lewgoy, cirurgião-dentista e doutor em Odontologia pela USP. Mas engana-se quem acredita que os dentes são os únicos fatores envolvidos na aparência do sorriso. Um sorriso bonito também depende de sua harmonia com outras estruturas da face.

“Por exemplo, um elemento fundamental na composição do sorriso são os lábios, que funcionam como uma moldura das arcadas dentárias. Para um sorriso bonito, o ideal é que o lábio superior seja até 50% menor do que o lábio inferior. Além disso, para um sorriso harmônico, é preciso considerar também a quantidade de dente exposta durante o ato, para que não haja exposição excessiva ou limitada da arcada dentária”, explica a cirurgiã plástica Beatriz Lassance, membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. Para mostrar que não são só os dentes que são importantes, listamos abaixo alguns fatores relacionados aos lábios que podem afetar a beleza do seu sorriso. Confira:

Lábios muito pequenos: é muito comum que o sorriso perca destaque devido a uma desproporção entre os lábios, que podem apresentar um tamanho reduzido. Nesse caso, é possível optar pela aplicação de preenchedores injetáveis para corrigir o problema. “O procedimento pode ser feito de duas formas: com ácido hialurônico (material seguro e totalmente aceito pelo nosso organismo), ou com a própria gordura do paciente, utilizando uma técnica chamada de lipoenxertia. O procedimento é rápido e, em ambos os casos, o paciente não precisa se afastar de suas atividades rotineiras por muito tempo. Quem opta pelo ácido hialurônico pode voltar à rotina no mesmo dia, enquanto quem escolhe a lipoenxertia deve aguardar em torno de 7 dias”, explica o cirurgião plástico Paolo Rubez, membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

Quando aplicado corretamente, o procedimento propicia um resultado natural com mudanças sutis nos lábios que proporcionam uma aparência mais agradável e harmônica com o restante da face. “No entanto, os resultados adquiridos com o ácido hialurônico não são definitivos, pois a substância é absorvida pelo organismo após um tempo, durando cerca de um ano e meio. Já o preenchimento com gordura pode ser considerado permanente, pois apenas parte da gordura é absorvida pelo organismo”, completa o médico.

Lábios muito grandes: quando o problema é o contrário e os lábios são excessivamente grandes, escondendo o sorriso, pode-se optar pela queiloplastia redutora, que é a cirurgia que visa diminuir os lábios para conquistar proporções equilibradas, lábios simétricos e um efeito natural. “A cirurgia é realizada com uma incisão na parte interna do lábio (do superior, inferior ou de ambos – dependendo do desejo do paciente) de onde é retirada uma faixa da mucosa. Após essa remoção, a incisão é suturada. O procedimento é simples, precedido por anestesia local e não há necessidade de internação, mas exige repouso de cinco dias antes do retorno às atividades rotineiras”, destaca o cirurgião plástico Mário Farinazzo, membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. Porém, o procedimento não deve ser feito considerando a boca como um elemento isolado, ou seja, a intervenção cirúrgica deve ser realizada após um estudo detalhado de toda a face do paciente.

Dentes escondidos: além de lábios grandes, outro fator que pode esconder a beleza do sorriso é a pouca exposição da arcada dentária, que ocorre quando a parte acima da boca, que se estende do nariz até a borda dos lábios, é muito longa. Mas podemos reverter esse quadro através do lifting labial. “Nesse procedimento, o cirurgião plástico, por meio de uma incisão realizada sob o efeito de anestesia na base do nariz, remove o excesso de pele entre o lábio superior e o nariz para encurtar essa distância, aumentando a área do vermelhão, ressaltando o arco de cupido e criando definição. Com tempo de recuperação que varia de sete a dez dias, o procedimento é capaz de conferir melhora imediata na aparência dos lábios, mas os resultados definitivos podem demorar até três meses para aparecer devido ao inchaço que surge na região”, afirma Beatriz.

Dentes superexpostos: mostrar demais os dentes ao sorrir, o que é conhecido como sorriso gengival, pode ser tão ruim quanto não mostrá-los. Por isso, quando a parte superior à boca é muito curta e há muita exposição da arcada superior, a aplicação de toxina botulínica é recomendada. “Para melhorar o sorriso gengival, quando, além do dente, a gengiva também aparece, podemos realizar a aplicação de toxina botulínica, que paralisa o músculo e impede a contração muscular de forma que o lábio não possa ser elevado acima do necessário. No entanto, o resultado não é permanente, já que o efeito da substância dura, em média, de quatro a seis meses, podendo variar de paciente para paciente”, diz Beatriz.

Lábios ressecados: muitas vezes, a proporção entre os lábios e dentes é adequada e os dentes são bem cuidados, mas, ainda assim, o sorriso não se destaca. Nesses casos, o problema pode estar relacionado com a falta de qualidade da pele dos lábios, que, por ser fina, é mais suscetível a sofrer com os danos que levam a desidratação. Felizmente, é possível recuperar a saúde dos lábios através de procedimentos como a experiência HydraFacial Perk Lábios, que, através da combinação entre tratamento em consultório e cuidados homecare, é capaz de conferir lábios hidratados, revitalizados e levemente volumizados. “Em consultório, a experiência HydraFacial Perk Lábios é realizada com a exclusiva tecnologia roller-flex, que, por meio de sucção à vácuo, promove uma limpeza e esfoliação suave enquanto deposita na pele da região um poderoso sérum nutritivo e hidratante, que, após o tratamento, é levado pelo paciente para ser aplicado em casa, assim contribuindo para prolongar e melhorar gradualmente os resultados do procedimento”, afirma a dermatologista Adriana Awada, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica. O resultado, que pode ser visto imediatamente, são lábios mais sedosos, hidratados e brilhantes, além de um efeito volumizador temporário.

É claro que, ainda que os lábios sejam importantes, não podemos esquecer de cuidar da saúde dos dentes e gengivas na busca por um sorriso bonito, o que não significa apenas realizar a escovação convencional, com qualquer escova e creme dental. Para conquistar um sorriso não somente bonito, mas também saudável, até a escolha da escova e do creme dental importa. “O ideal é que a escovação seja feita com uma escova dental com grandes quantidades de cerdas ultramacias, como a Curaprox CS 5460 Ultrasoft, e um creme dental de baixa abrasividade, como os cremes dentais Be You”, diz Lewgoy.

É fundamental investir também no uso do fio dental e de uma escova interdental, como a Curaprox CPS Prime. “Enquanto o fio dental auxilia na remoção de detritos alimentares e pontos de contato muito apertados, a escova interdental realiza a desorganização da placa bacteriana nas irregularidades e depressões interdentais que o fio dental não consegue higienizar”, destaca o cirurgião-dentista.

Essas etapas já são uma excelente maneira de conquistar um sorriso maravilhoso. Mas ainda é possível ir além, por exemplo, através do uso de clareadores dentais para combater o amarelamento dos dentes, como o Pearl Dental Shine, da Swiss Smile, que possui efeito cosmético branqueador e a capacidade de proteger os dentes e gengivas sensíveis por até 16 horas. “O uso de enxaguatórios orais, como os produtos da linha Perio Plus+ da Curaprox, também é interessante, pois possuem ação importante na prevenção do desenvolvimento de microrganismos na cavidade oral”, completa Lewgoy, que, por fim, ressalta que mesmo a melhor e mais completa rotina de cuidados com a saúde e beleza da cavidade oral deve ser acompanhada de visitas regulares ao cirurgião-dentista.

Dia Mundial do Sorriso:  dicas para manter a saúde oral em dia e conquistar um sorriso bonito

Hoje, 2 de outubro é comemorado o Dia Mundial do Sorriso.  E a melhor maneira de celebrar essa data é sorrindo muito, afinal, sorrir nos torna mais bonitos, simpáticos, ajuda a estabelecer relações sociais mais facilmente, alivia a tensão e aumenta o bem-estar. O problema é que muitas pessoas sentem receio em sorrir por acreditarem possuir um sorriso inestético.

“O sorriso pode ser prejudicado por fatores como falta de manutenção da saúde oral, estresse e má alimentação, já que favorecem o acúmulo de placa bacteriana, o amarelamento dos dentes e o surgimento de doenças orais, como cáries e gengivite”, explica Hugo Lewgoy, cirurgião-dentista e doutor em Odontologia pela USP. Mas o que poucos sabem é que conquistar um sorriso bonito é mais simples do que parece. Quer saber como? Confira as dicas do especialista abaixo:

Realize a escovação com uma escova adequada: o principal passo para conquistar um sorriso é a escovação regular, que deve ser realizada duas vezes ao dia. Mas é importante realizar essa etapa com uma escova ultramacia, já que escovas com cerdas duras podem desgastar o esmalte de seus dentes e provocar retração gengival. “Além disso, a escova também deve possuir uma grande quantidade de cerdas, pois, quanto mais cerdas, maior é a eficácia da escovação e menor é o acúmulo de placa bacteriana no dente”, alerta o cirurgião-dentista. Um bom exemplo neste caso é a escova CS 5460 ultrasoft, da Curaprox, que conta com 5460 cerdas de Curen, um tipo de fibra mais fina e ultramacia capaz de desorganizar totalmente a placa bacteriana sem causar injúrias ou traumatismos nos dentes e gengivas. Para quem procura por uma escovação ainda mais eficaz, vale a pena apostar nas escovas hidrosônicas, como a Hydrosonic Pro, que, além de diminuir o tempo de escovação, gera um efeito hidrossônico que, em conjunto com a movimentação das cerdas, favorece e facilita a desorganização da placa.

Aposte em um creme dental de baixa abrasividade: para potencializar a escovação, o uso de um creme dental é indispensável. Mas, assim como com as escovas, é preciso ficar atento às características dos produtos utilizados, visto que, segundo o Dr. Hugo, a grande maioria dos cremes dentais possuem ação abrasiva, o que, em excesso, também pode contribuir para o desgaste do esmalte dos dentes e a retração da gengiva. Mas a boa notícia é que existem no mercado produtos pouco abrasivos, como a Herbal Bliss ToothPaste, da Swiss Smile, que possui uma fórmula preciosa e equilibrada capaz de fortalecer os dentes sensíveis e aliviar gengivas doloridas. Livre de SLS (Sodium Laryl Sulphate) em sua composição, possuindo assim baixa abrasividade, o produto ainda conta com propriedades anti-inflamatórias dos extratos de edelweiss, de equinácea e de chá verde presentes na composição corrigem o equilíbrio bacteriano e também regeneram e revitalizam as gengivas inflamadas.

Não se esqueça do fio dental e da escova interdental: apenas a escovação não é suficiente para higienização efetiva da cavidade oral. Por isso, aposte também no uso do fio dental e de uma escova interdental, como a Curaprox CS Prime. “Enquanto o fio dental auxilia na remoção de detritos alimentares e pontos de contato muito apertados, a escova interdental realiza a desorganização da placa bacteriana nas irregularidades e depressões interdentais que o fio dental não consegue higienizar”, destaca o médico.

Higienize a língua: apesar de não estar diretamente relacionada à aparência dos dentas, a higienização da língua é fundamental para manter a saúde oral em dia, evitando o mau hálito e o desenvolvimento de microrganismos que também podem ser nocivos para a dentição. Para isso, utilize escovas e instrumentos próprios para a limpeza da língua, como o sistema Tung, da EHM, composto pela escova Tung Brush e pelo gel Tung. Enquanto a escova tem cerdas um pouco mais firmes que as das escovas dentais convencionais, sendo assim mais eficaz em penetrar nas fissuras e irregularidades da língua para desalojar a saburra lingual, o gel facilita a remoção desta saburra e neutraliza os gases que provocam odor desagradável.

Aposte no enxaguatório bucal: o uso de enxaguatórios, como os produtos da linha Perio Plus+ da Curaprox, também é fundamental, pois, de acordo com o especialista, possuem ação importante na prevenção do desenvolvimento de microrganismos na cavidade oral. “Isso porque esses enxaguatórios são formulados com Citrox, que é um agente antimicrobiano muito eficaz, com efeito bactericida, antifúngico e antiviral. Além disso, possuem Clorexidina, um agente antisséptico de amplo espectro de ação contra microrganismos patogênicos, sendo assim considerado o enxaguatório oral ‘padrão-ouro’ na Odontologia”, completa.

Invista nos clareadores: quem sofre com dentes amarelados, que podem causar grande impacto na autoestima, pode optar pelo uso dos clareadores dentais. Existem diversas opções no mercado capazes de promover o branqueamento dos dentes sem prejudicar a saúde oral, como o Pearl Dental Shine, da Swiss Smile, uma espuma dental microporosa que possui efeito cosmético branqueador e a capacidade de proteger os dentes e gengivas sensíveis por 16 horas. Graças a uma nova e exclusiva tecnologia, o Pearl Shine Dental Conditioner deposita uma delicada e estimulante camada de peptídeos e hidroxiapatita sobre os dentes, cobrindo-os suavemente e reparando os danos no esmalte dental e nos colos sensíveis com um filme protetor.

Desestresse: além da higienização da boca, é fundamental também que você cuide da saúde de seu organismo como um todo, pois alguns fatores, como o estresse, podem afetar diretamente a saúde bucal. “Em momentos de estresse produzimos altas quantidades de hormônios como hidrocortisona, cortisol e adrenalina, substâncias que desencadeiam um efeito pró-inflamatório no organismo, o que favorece o surgimento de inflamações e infecções, incluindo doenças periodontais”, afirma Lewgoy. “Além disso, quando estamos estressados aumentamos a prática de hábitos negativos, como a má higiene oral, o que somado a vulnerabilidade do organismo pode favorecer o surgimento de doenças como cáries, gengivite e halitose”, alerta. Por isso, invista em cuidados que visem a redução do estresse, como meditar, praticar exercícios físicos diariamente, dormir bem e manter contato com pessoas da família e amigos.

Alimente-se corretamente: outro cuidado importante para conquistar um sorriso bonito é a adoção de uma alimentação balanceada e livre principalmente de açúcar, que é um dos principais vilões da saúde bucal, favorecendo o aparecimento de cáries, gengivite, halitose e outras doenças periodontais. “O recomendado então é limitar o consumo de açúcar, ingerindo, no máximo, uma colher de sopa do ingrediente por dia”, aconselha o especialista. “Além disso, verifique nos rótulos dos produtos se existe algum tipo de açúcar escondido, limite a frequência dos lanches entre as refeições, substitua os refrigerantes por água e evite alimentos açucarados pegajosos, como chicletes e balas, que podem deixar resíduos nos dentes e favorecer o aparecimento das doenças orais”, completa Lewgoy.

Consulte um dentista regularmente: por fim, é fundamental que você consulte um dentista com regularidade, já que ele é o profissional indicado para realizar uma avaliação do estado da sua saúde oral e da qualidade dos seus dentes, indicando assim os cuidados mais adequados para que você consiga conquistar um sorriso mais bonito.

 

Busca por alegria pode afastar a felicidade

Empreendedor do DeRose Method propõe reflexão sobre a diferença entre os dois sentimentos e explica como direcioná-los para o crescimento profissional

Todo mundo já experimentou na vida a sensação da alegria, um momento de prazer que nos desperta bons sentimentos, como comer uma sobremesa, fazer compras, sair com os amigos ou viajar. Mas você sabia que, dependendo, essas experiências podem até nos distanciar de ser alguém feliz? Quem faz o alerta é o empreendedor do DeRose Method, Daniel Franco, que explica que na busca por sensações prazerosas, muitas vezes, o indivíduo desrespeita seus valores pessoais, o que o torna infeliz, perdido e até viciado em prazer.

daniel franco
Daniel Franco – Foto: Renato Junque

Não que seja necessário viver sem desfrutar desses momentos. Muito pelo contrário, o DeRose Method defende que a vida deve, sim, ser prazerosa. Mas é preciso ficar atento para que o que gera prazer esteja coerente com o que é importante para nossa essência. Só assim é possível ser feliz. “Felicidade é algo que se constrói pouco a pouco, com base nas decisões que tomamos e seus desdobramentos. É o pano de fundo do nosso dia a dia. É viver com a consciência tranquila”, esclarece Franco.

Alegria para o sucesso

mulher beleza rosto sorriso FreeGreatPicture4

O DeRose Method trabalha com o conceito de “alegria sincera” que, diferentemente da cotidiana, pode até contribuir para nos aproximar da felicidade. “Trata-se da arte de extrair algo bom de tudo o que nos acontece, incluindo as experiências negativas, que têm o potencial de nos fazer crescer e nos transformar em pessoas melhores”, explica Daniel Franco.

Para o empreendedor, dessa maneira nos tornamos resilientes e passamos a ver a vida de uma forma menos egocêntrica, enxergando oportunidades onde muitos veem apenas algo ruim. “Isso nos torna alguém muito mais útil para a sociedade. A mente tira o foco do problema e canaliza sua energia e recursos criativos para encontrar soluções. Essa característica é fundamental para cargos de liderança e para empreendedores”, destaca.

Na prática, uma estratégia utilizada no DeRose Method para desenvolver essa capacidade é o sorriso. O movimento é automático nos momentos alegres, mas quando queremos gerar sentimento de alegria em alguma situação desgastante o caminho contrário também é eficaz.

“O ato de sorrir envia uma mensagem ao cérebro, que cria um ambiente químico interno condizente com o sorriso. Esse novo ambiente dá sutileza às emoções e condições de racionalizar melhor a situação. Assim, podemos modificar uma resposta condicionada e interferir para uma solução mais inteligente, evitando rusgas nos relacionamentos”, diz Franco.

Reconhecendo valores

mulher sorrindo

Para viver em coerência com seus valores pessoais, é preciso antes reconhecê-los e essa é uma parte do trabalho de Vanise Perez, também empreendedora do DeRose Method e consultora do DeRose Life Consulting. Essa ferramenta de autoconhecimento auxilia na identificação das principais características do participante, deixando-o mais confiante e certo do que é importante para ele. Com isso, a possibilidade de passar por cima dos seus valores em busca de alegria fica muito menor.

Vanise também conduz o participante a descrever alguns gatilhos que acionam bons sentimentos dentro dele. Dessa forma, ele aprende a sempre buscar essas ações e recorrer a elas em dias mais desanimados.

vanise perez
Vanise Perez – Foto Renato Junque

“O autoconhecimento é essencial para construir um sistema de valores coerente, tomar melhores decisões e tornar nossa vida cada vez mais feliz. Ao conquistarmos a consciência tranquila de fazer o que deve ser feito, a leveza e o contentamento se manifestam naturalmente, o que também reforça a certeza do caminho escolhido”, finaliza Vanise.

Os sorrisos mais bonitos do mundo

Sorrir é muito importante para a nossa vida social, seja para conquistar novas amizades, novos amores, e até mesmo novas oportunidades na carreira. Ter um bom sorriso nos faz sentir bem e ajuda a fortalecer relacionamentos, unindo as pessoas.

Muitas celebridades têm o que é considerado o sorriso perfeito. E a diferença entre uma bela expressão e outra desagradável depende muito do estado dos dentes dela. Uma boa higiene bucal, a cor dos dentes e, é claro, aquela confiança ao sorrir, fazem todo o conjunto!

Confira a seguir celebridades do Brasil e do mundo que são consideradas como aquelas com um belo sorriso:

Os-sorrisos-mais-bonitos-do-mundo 1.pngOs-sorrisos-mais-bonitos-do-mundo 2Os-sorrisos-mais-bonitos-do-mundo 3Os-sorrisos-mais-bonitos-do-mundo 4

Fonte: Instituto Barbosa Odontologia

 

 

Manter a boca saudável evita diversos problemas de saúde

Que o sorriso é o cartão de visita de uma pessoa, todo mundo sabe. Mas manter a boca saudável pode ser mais benéfico que apenas apresentar-se bem. É o que afirma a dentista e coordenadora do curso de Odontologia da Unime Itabuna, Gabriela Brito. Cuidados especiais com a boca evitam muito mais que cáries, aftas e problemas na gengiva.

“A boca é responsável por diversas atividades executadas em nosso dia a dia, como a mastigação, o início da digestão, a articulação da fala, além do importante papel de proteção desempenhado pela saliva. Dessa forma, o comprometimento da saúde bucal irá afetar, em algum grau, a realização de funções vitais para a manutenção da saúde geral do indivíduo como, por exemplo, a nutrição por meio da alimentação”, alerta.

O primeiro estudo do Ministério da Saúde sobre a saúde bucal, realizado em 2003, apontou que quase 27% das crianças de 18 a 36 meses apresentaram, pelo menos, um dente com cárie e a proporção chegou a quase 60% na faixa de 5 anos. Isso equivale, no indicador CPO (Cariados, Perdidos e Obturados), a marca de 2,8. Já em 2010, na segunda edição do levantamento, este índice caiu para 2,1. Com o resultado, o Brasil entrou para a lista de países com baixa prevalência, que têm indicador CPO entre 1,2 e 2,6, de acordo com a classificação da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Mesmo com o resultado otimista da segunda pesquisa, os desafios ainda são grandes. A especialista explica que é muito comum a negligência em relação à saúde bucal por grande parcela da população, sempre com a ilusão de que a atenção com a saúde bucal tem pouca importância.

“É importante lembrar que a saúde da boca não pode ser dissociada da saúde geral do indivíduo, porque muitas doenças sistêmicas apresentam manifestações bucais em seus estágios mais precoces. Outro ponto importante é ressaltar que a boca é a porta de entrada de diversas patologias, que vão muito além das conhecidas cáries, problemas gengivais e aftas. Tumores e infecções cardíacas provenientes de bactérias bucais são os problemas mais graves que podem afetar um indivíduo e pode ser prevenido ou precocemente diagnosticado por um cirurgião-dentista”, afirma Gabriela Brito.

Além dos problemas mais comuns encontrados na boca, a dentista alerta para o surgimento de outras patologias, que podem complicar a saúde em geral. “A evolução desses problemas podem levar à intensificação da dor, perdas de dentes e de tecidos de suporte do dente, inclusive o osso. Ainda, aqueles que não se dedicam à saúde da boca, com visitas periódicas ao seu dentista, também podem possuir alguma patologia, como tumores benignos ou malignos, cistos ou doenças desencadeadas por vírus, fungos e bactérias que afetam os tecidos bucais”, acrescenta a coordenadora da Unime Itabuna.

A especialista relaciona ainda outros problemas que a falta de cuidado com a saúde bucal pode causar. As complicações vão desde a autoestima até a vida social do indivíduo. “Recentemente, um pesquisador brasileiro provou cientificamente que aspectos negativos no que diz respeito à estética do sorriso influencia a vida de um indivíduo de tal forma, que pode diminuir suas chances de ser contratado para um emprego. Outros estudos mostram também que comprometimento na estética do sorriso pode influenciar na qualidade de vida e até na capacidade de desenvolver relacionamentos afetivos”, explica Brito.

perfect smile with red lips, extreme closeup

Como manter a boca saudável

  • Faça a higiene oral de forma adequada, pelo menos duas vezes ao dia. Essa higiene deve ser direcionada pelo dentista e tem aspectos específicos, dependendo das suas características específicas;
  • Visite seu dentista regularmente, pelo menos a cada seis meses;
    Troque a escova dental a cada três meses, ou sempre que as cerdas apresentem deformação.

Fonte: Unime Itabuna