Arquivo da tag: sorvetes rochinha

Verão 2022: Sorvetes Rochinha inova e apresenta os Bits

Bombons de sorvete nos sabores Cacau Dark 70% e Açaí com Cobertura de Chocolate Branco

O verão 2022 promete ser repleto de novidades para os apaixonados por sorvetes. Para a indústria, é o momento de apresentar as inovações e as tendências que serão vistas no mercado nos próximos meses. A Sorvetes Rochinha, tradicional marca paulista e reconhecida por produzir produtos de fruta de verdade, apresenta ao mercado sorveteiro sua mais nova aposta: os bombons de sorvete Bits.

A novidade chega em dois sabores: Cacau Dark 70% e Açaí com Chocolate Branco. “Nosso posicionamento como empresa é sempre ressaltar a fruta brasileira nos produtos. Nos dois lançamentos pensamos em unir a fruta, inovação e o prazer de consumir sorvete de maneira mais prática em qualquer lugar. Neste período de pandemia, estudamos possibilidades e inovações que possam surpreender o consumidor”, ressalta Lupercio Moraes, CEO da Sorvetes Rochinha.

A inovação no setor de sorvetes é uma aposta das marcas após dois anos de pandemia e instabilidades. O Brasil atualmente tem 10 mil empresas ligadas ao setor, com faturamento R$ 13 bilhões por anos e empregando mais de 300 mil pessoas direta e indiretamente. O CEO da marca explica que inovar se tornou essencial para que o mercado se recupere. “O verão é responsável por mais de 70% do faturamento da cadeia de sorvetes no ano e é neste momento que as marcas apostam as suas fichas. Será um momento crucial nesta retomada e oferecer ao mercado algo novo é a nossa aposta”, reforça o CEO.

Os sabores

Bits Açaí com Cobertura de Chocolate Branco: a escolha do Bits Açaí com Chocolate Branco não foi por acaso. A fruta, ícone da brasilidade, é refrescante e a cara do verão. O toque da casca de chocolate branco proporciona uma experiência única no paladar.

Bits Cacau Dark 70%: a Sorvetes Rochinha tem apostado no Cacau para oferecer opções ao consumidor que prefere sabores com mais indulgência e saudabilidade. O recheio de cacau com a casquinha na medida, faz do lançamento uma ótima opção para os apaixonados por chocolate.

Embalagem e pontos de venda

Os dois lançamentos serão encontrados em embalagens de 105 gramas. A marca pensou em embalagens práticas e sustentáveis, que se enquadram perfeitamente em todos os seus modelos de pontos de venda: varejo, praia e lojas físicas. “Possuímos freezers de diversos tamanhos, por isso a preocupação de que a embalagem tivesse um tamanho ideal para se adaptar a todos eles”, revela Giovanna Chaves, gestora de marketing da Sorvetes Rochinha.

Informações: Sorvetes Rochinha

Sorvetes Rochinha distribui bolas de sorvete para vacinados contra a Covid-19

Marca disponibilizará sabores de Uvaia e Cambuci – frutas ícones da Mata Atlântica paulista – para consumidores que apresentarem o comprovante de vacinação com primeira ou segunda doses

A Sorvetes Rochinha lançou uma ação para incentivar a vacinação entre os paulistas. Até dia 24 de setembro, os consumidores que apresentarem a carteirinha de vacinação com a primeira ou a segunda dose da vacina contra a Covid-19, ganhará uma bola de sorvete em lojas selecionadas da marca na capital e litoral norte.

A troca será válida para os sabores de verão da marca Uvaia e Cambuci – frutas ícones da Mata Atlântica Paulista, lançados em 2021. Os sabores levam em suas receitas as geleias de Uvaia e Cambuci, produzidas pela Paca Polaca, marca de empreendedorismo social de Clarice Reichstul, parceira do Instituto AUÁ. As matérias primas são feitas de maneira artesanal, em panela de cobre, com receitas centenárias de tradição judaico-polonesa. As frutas, com tons mais ácidos, encontraram na base de natas desenvolvida pela Sorvetes Rochinha um equilíbrio surpreendente assim que o produto é levado à boca, tornando a experiência de paladar única e especial.

A campanha Vacina Sim com Rochinha surgiu como uma forma de impulsionar pessoas a se vacinarem. “Sabemos que quanto mais pessoas imunizadas, mais rápido poderemos retomar a normalidade. Acredito que, como empresa e como ato de cidadania, podemos fazer a diferença para ajudar esse movimento a favor da vida”, ressalta o CEO da marca, Lupercio Moraes.

Confira os endereços das lojas participantes:

São Paulo-Capital
• Higienópolis: Rua Maria Antônia, 213Tel.: (11) 4304.6070
• Mooca: Avenida Paes de Barros, 2477 Tel.: (11) 2021.1748
• Tatuapé: Rua Itapura, 1424. Tel.: (11) 2096-2555
• Moema: Avenida Pavão, 840. Tel.: (11) 3457-9000
• Vila Madalena: Rua Wisard, 273.

Litoral Norte
• Boiçucanga – SP: Avenida Walkir Vergani, 614 / São Sebastião – SP. Tel.: (12) 99131.3277
• IlhaBela – SP: Rua Doutor Carvalho, 46 – Loja 01 / Centro. Tel.: (12) 3896.6324
• Maresias – SP: Avenida Francisco Loup, 792. Tel.: (12) 3865.7675

Quatro motivos para não parar de tomar sorvete no inverno

Alimento completo, o sorvete é fonte de energia para o corpo quando possui mais indulgência e pode ser consumido em qualquer estação do ano

Provavelmente você deve ter crescido com a crença de que consumir sorvete no inverno faz mal para saúde, não? Mas na verdade, isso é um mito e esse alimento pode até ajudar a aumentar nosso sistema imunológico, ou seja, você não precisa se livrar dela mesmo quando as temperaturas estiverem mais baixas. Em países europeus com dias frios mais rigorosos, como a Suíça, o consumo de sorvete por chegar a 15 litros por ano, enquanto no Brasil é de apenas 5 litros em média – com maior consumo no verão.

Patricia Loyola, nutricionista da Sorvetes Rochinha, explica que, no inverno, a tendência é a escolha de produtos mais indulgentes, por conta das temperaturas mais baixas. Isso porque existe a necessidade do organismo em manter o corpo mais aquecido. “Naturalmente precisamos de mais energia e, por isso, preferimos sorvetes mais calóricos. O sorvete é um alimento que pode e deve ser consumido durante qualquer estação do ano como parte da nossa dieta, por ser fonte de várias vitaminas e minerais, além de proteína de alto valor biológico”, ressalta.

Confira alguns motivos para não deixar de tomar sorvete mesmo nos dias mais gelados.

1 – Sorvete não te deixa doente
É um fato que no inverno costumamos ficar mais resfriados ou gripados, mas isso não tem nada a ver com o sorvete. Os principais responsáveis por isso são os vírus e impurezas do ar. No frio costumamos ficar em lugares mais fechados, o que facilita o contágio de doenças entre pessoas. Portanto fique tranquilo e escolha seu sabor favorito para degustar sempre que quiser.

2 – Pode ser uma ótima combinação para sobremesas quentes
Uma boa pedida é combinar o sorvete com um pedaço de bolo, brownie e com o delicioso petit gateau. É possível complementar e abusar das caldas mais quentes que costumam deixar a sobremesa mais gostosa. O contraste do quente com o gelado pode te deixar com água na boca.

3 – Demora mais para derreter
Agora no inverno você pode aproveitar seu sorvete por muito mais tempo. Com as temperaturas mais baixas, ele derreterá lentamente, ou seja, você tem mais tempo para curtir cada sabor na boca.

4 – Sorvete é nutritivo
Os sorvetes feitos com produtos com mais saudabilidade também são nutritivos. Normalmente, no inverno optamos por sabores feitos à base de leite, quando consumidos de acordo com a dieta de cada um, é um alimento completo do proteínas, carboidratos, lipídios, vitaminas A, B1, B2, B6, C, D, E e K, além de cálcio, fósforo e outros minerais.

Uma boa escolha são os produtos à base de leite e que levam em sua receita o Cacau. A Sorvetes Rochinha, marca tradicional do litoral norte paulista – lançou três sabores de Cacau Bean To Bar em parceria com Instituto Auá. Os lançamentos exaltam o Cacau nacional produzido em dois estados: Bahia e Pará, nos sabores de Chocolate 70% da Bahia com nibs de cacau e Chocolate 71% do Pará e Chocolate 71% com Carimbó – sorvete de castanha do Pará com doce de Cupuaçu.

Foto: Diego Correa

Os produtos de massa estão disponíveis nas 23 lojas da marca em São Paulo – capital, litoral e interior – Paraná, Santa Cataria e Angra dos Reis (RJ). O cacau é o principal ingrediente do chocolate, obtido por meio de fermentação de suas sementes, que posteriormente são torradas e se transformam em barra. “É uma fruta riquíssima em polifenóis, que são potentes antioxidantes que ajudam na prevenção de doenças cardiovasculares, ou seja, têm uma função protetora às células devido a neutralização dos radicais livres, com capacidade de baixar a pressão arterial, aumentar o HDL e diminuir o LDL, por exemplo. Lembrando sempre que a alimentação deve ser balanceada”, explica a nutricionista Patrícia Loiola, da Sorvetes Rochinha.

Os sabores seguem a tendência Bean To Bar, ou seja, da colheita do fruto à transformação da amêndoa em chocolate. O processo é conduzido de maneira sustentável. A amêndoa do cacau tem manejo feito de maneira natural (colhidos com as mãos) e passam pelas etapas de colheita, quebra, transporte, fermentação, secagem natural e armazenamento até se tornar a barra na agroindústria.

Os chocolates escolhidos pela Sorvetes Rochinha são de dois microempreendedores parceiros do Instituto AUÁ: o Bahia Cacau – da Cooperativa de Ibicaraí – e Amazônia/Pará, dos Cacau River. “A Sorvetes Rochinha busca reforçar sustentabilidade como base da marca, valorizando a biodiversidade brasileira e fomentando o ecomercado – de quem planta e vende até a indústria, gerando emprego e renda para microprodutores”, explica Lupercio Moraes, CEO da marca.

Informações: Sorvetes Rochinha

Sorvetes Rochinha traz lançamentos com chocolate Bean To Bar de pequenos produtores

Festival Chocolates do Brasil conta com produtos de massa. Chocolate 70% da Bahia com nibs de cacau e Chocolate 71% do Pará são feitos com matéria prima de pequenos produtores

Amanhã, 7 de julho, é o Dia Mundial do Chocolate, que mais do que uma iguaria, é um alimento que promove benefícios à saúde desde que consumidos de maneira adequada e com escolhas mais saudáveis.

Entre suas vantagens para a qualidade de vida estão a sensação de bem-estar que ele proporciona, a melhora no fluxo arterial com consumo moderado, seu poder de hidratação da pele, além de reduzir o estresse e aliviar dores.

“O cacau é o principal ingrediente do chocolate, obtido por meio de fermentação de suas sementes, que posteriormente são torradas e se transformam em barra. É uma fruta riquíssima em polifenóis, que são potentes antioxidantes que ajudam na prevenção de doenças cardiovasculares, ou seja, têm uma função protetora às células devido a neutralização dos radicais livres, com capacidade de baixar a pressão arterial, aumentar o HDL e diminuir o LDL, por exemplo. Lembrando sempre que a alimentação deve ser balanceada”, explica a nutricionista Patrícia Loiola, da Sorvetes Rochinha.

Alimento milenar que tem o cacau como matéria prima, o chocolate ganhou destaque nos últimos anos com a produção de linhas premium e gourmet – como o Bean To bar – ou seja da amêndoa do cacau à barra. Mais do que uma tendência, os chocolates Bean To Bar vieram para ficar. Ele é feito normalmente por pequenos produtores, que acompanham todo o processo cacaueiro – desde o cultivo, colheita, secagem até a barra pronta para venda.

De olho nesta nova forma mais sustentável de consumir chocolates, a Sorvetes Rochinha, marca tradicional do litoral norte paulista – lançou três sabores de Cacau Bean To Bar em parceria com Instituto Auá. Os lançamentos exaltam o Cacau nacional produzido em dois estados: Bahia e Pará, nos sabores de Chocolate 70% da Bahia com nibs de cacau e Chocolate 71% do Pará e Chocolate 71% com Carimbó – sorvete de castanha do Pará com doce de Cupuaçu. Os produtos de massa estão disponíveis nas 23 lojas da marca em São Paulo – capital, litoral e interior – Paraná, Santa Cataria e Angra dos Reis (RJ).

Os sabores seguem a tendência Bean To Bar, ou seja, da colheita do fruto à transformação da amêndoa em chocolate. O processo é conduzido de maneira sustentável. A amêndoa do cacau tem manejo feito de maneira natural (colhidos com as mãos) e passam pelas etapas de colheita, quebra, transporte, fermentação, secagem natural e armazenamento até se tornar a barra na agroindústria.

Todo cuidado na preparação da amêndoa do cacau selvagem e na produção dos chocolates garante maior qualidade das barras, normalmente feitas por pequenos produtores certificados. Essa característica da origem da matéria-prima e a composição dos ingredientes na produção do chocolate, sem conservantes e sem gorduras trans atesta aos consumidores um produto saudável, bom, limpo e justo.

Os chocolates escolhidos pela Sorvetes Rochinha são de dois microempreendedores parceiros do Instituto AUÁ: o Bahia Cacau – da Cooperativa de Ibicaraí – e Amazônia/Pará, dos Cacau River. Os três lançamentos são produzidos a partir do chocolate com teor de 70% e 71% cacau de pequenos fornecedores. Com isso a marca fortalece sua identidade de valorizar as riquezas e a história do cacau brasileiro, além de ampliar seu compromisso de fomentar a economia sustentável, iniciado em 2020.

A Sorvetes Rochinha busca reforçar sustentabilidade como base da marca, valorizando a biodiversidade brasileira e fomentando o ecomercado – de quem planta e vende até a indústria, gerando emprego e renda para microprodutores.

Com a segunda campanha em parceria com o Instituto Auá a Sorvetes Rochinha acredita que é possível potencializar os pequenos negócios e contribuir com a preservação dos biomas brasileiros de maneira sustentável e, ao mesmo tempo, lucrativa para todas as esferas do desenvolvimento socioeconômico.

Os sorvetes de chocolate Bean To bar da Rochinha são feitos com dois fornecedores: a Cacau River, da comunidade de Mocajuba do Pará, e da Bahia Cacau – do Sul da Bahia. O uso de chocolates regulamentados e de pequenos produtores, além da excelente qualidade, proporciona emprego e renda nas comunidades.

“O Bean To Bar é totalmente rastreável. Além de investirmos em um produto 100% brasileiro desde a fruta com qualidade única, nossa escolha em apoiar o microprodutor gera emprego, renda e dignidade com trabalho e sustentabilidade. Nós acreditamos nisso não só como tendência, mas como escolhas que transformam vidas. Entendemos que o consumidor está atento à isso também”, reforça Lupercio Moraes, CEO da Sorvetes Rochinha.

A Cacau River, explica como é feita a colheita, a secagem e a transformação do cacau amazônico 71% da marca. Segundo ele, a diferença do cacau começa na colheita. “Nossa colheita é de cacau selvagem, de fazendas regulamentadas de pequenos produtores às margens do Rio Tocantins, no município de Mocajuba (PA), onde estão as bases de fermentação nas comunidades Tauaré e Costa da Santana. Ele não é perfurado e na escolha, triamos os que não estão amassados, por exemplo. Isso garante melhor fermentação da fruta e sua secagem, em tupés amarrados de palha, pelo menos cinco dias. Isso dá origem ao nibs sem amargor”, Mário Sampaio, responsável pela marca.

Osaná Crisostomo do Nascimento, diretor presidente da Coopfesba, conta as particularidades da produção do chocolate Bahia Cacau, marca da cooperativa que conta com mais de 60 famílias de pequenos agricultores associados. O estado da Bahia foi por anos referência na produção de Cacau entre os anos de 1970 e 1990, quando chegou a praga da Vassoura de Bruxa. Hoje, o desafio é reerguer a tradição do cacau de maneira sustentável, e consciente e duradoura.

“Vivemos um novo momento. O manejo do cacau selvagem hoje é sustentável, consciente e que preserva o meio ambiente. Nós prezamos pela qualidade desde a colheita. Para que essa amêndoa tenha o melhor caramelo. Nosso chocolate tem mais cacau e menos leite e açúcar. Buscamos seu estado mais puro e com mais saudabilidade”, revela Nascimento.

Foto: Diego Correa

As novidades estarão nas franquias da marca em São Paulo – capital, litoral e interior, Matinhos e Guaratuba (Paraná), Itapema (Santa Catarina) e Angra dos Reis (RJ), além da Food Kombi. Confira endereços no site da marca. Preço Sugerido por quilo: a partir de R$ 99,90.

Sorvetes Rochinha exalta Mata Atlântica com sabores de frutas ícones uvaia e cambuci

Em parceria com o Instituto AUÁ iniciativa busca fortalecer o cultivo das agroflorestas e o empreendedorismo socioambiental com produtos inéditos nas Praças Rochinha

A Sorvetes Rochinha, tradicional marca do litoral norte paulista, em busca de valorizar as frutas da biodiversidade do Brasil acaba de lançar uma linha inédita desenvolvida especialmente em parceria com o Instituto AUÁ: Sabores da Mata Atlântica: Uvaia e Cambuci, frutos ícones da Mata Atlântica no Sudeste. As novidades estarão nas franquias da marca em São Paulo – litoral e interior, Matinhos e Guaratuba (Paraná), Itapema (Santa Catarina) e Angra dos Reis (RJ), além da Food Kombi.

Os dois novos sabores ressaltam a essência da marca na valorização dos sabores brasileiros e de frutas de verdade, exalta o orgulho caiçara, e mais do que isso, têm em seu conceito uma maneira de fomentar o Ecomercado e a conservação da biodiversidade por meio das agroflorestas.

Os sabores levam em suas receitas as geleias de Uvaia e Cambuci, produzidas pela Paca Polaca, marca de empreendedorismo social de Clarice Reichstul, parceira do Instituto AUÁ. As matérias primas são feitas de maneira artesanal, em panela de cobre, com receitas centenárias de tradição judaico-polonesa. As frutas, com tons mais ácidos, encontraram na base de natas desenvolvida pela Sorvetes Rochinha um equilíbrio surpreendente assim que o produto é levado à boca, tornando a experiência de paladar única e especial.

Sorvete de Cambuci

A Sorvetes Rochinha nasceu no coração da Mata Atlântica e, se aliar com uma ação que visa a preservação agroflorestal, o desenvolvimento do pequeno agricultor e o fomento do ecomercado está intrinsecamente ligado ao posicionamento adotado pela marca em seus manifestos. A chegada da linha Sabores da Mata Atlântica reforça a preocupação com a sustentabilidade que a Sorvetes Rochinha adota desde 2018 em suas ações.

Segundo Lupercio Moraes, CEO da Sorvetes Rochinha, esse é mais um dos passos de uma série de novas ações socioambientais que a empresa pretende angariar nos próximos anos. “Nós entendemos que a indústria de hoje tem papel fundamental no desenvolvimento socioeconômico e ambiental, com responsabilidade. A parceria com o Instituto AUÁ faz total sentido e chegou em um momento chave da marca. Vamos produzir sorvetes de alta qualidade, com frutas da Mata Atlântica, que tem tudo a ver com a história caiçara que tanto nos orgulha, por pertencer ao litoral norte”, ressalta.

Sorvete de Uvaia

Para Gabriel Menezes, presidente do Instituto AUÁ, a parceria com a Sorvetes Rochinha é o começo da materialização do propósito de se unir com marcas importantes, que tenham consciência sustentável e força para apresentar para o público as frutas nativas da Mata Atlântica.

“Quando fechamos uma parceria com uma indústria do porte da Rochinha, entendemos que é uma vitrine para que o consumidor conheça nossos sabores e também todo o trabalho executado por nós para preservar a floresta e suas riquezas, incentivar o pequeno produtor e fomentar o ecomercado. É mostrar para o consumidor toda a riqueza do bioma paulista por uma marca tradicionalmente paulista”, explica.

Com a iniciativa, a Sorvetes Rochinha acredita que é possível potencializar os pequenos negócios e contribuir com a preservação dos biomas brasileiros de maneira sustentável e, ao mesmo tempo, lucrativa para todas as esferas do desenvolvimento socioeconômico.

“A partir do momento que uma indústria do porte da Rochinha se alia à um Instituto com a credibilidade do AUÁ, sabemos que uma roda de desenvolvimento sustentável gira de maneira que preserva e transforma a vida de pessoas que vivem dos seus pequenos cultivos e negócios. Essa é a essência do lançamento do Sabores da Mata Atlântica: incentivar a preservação dos biomas pela agrofloresta, a economia local e os pequenos produtores”, revela Moraes.

Informações: Sorvete Rochinha

Praça Rochinha é pedida para comemorar o Dia do Sorvete na capital paulista

Tradicional marca do litoral norte tem três lojas na capital com sabores icônicos em massa e no palito

Amanhã, 23 de setembro é o Dia do Sorvete. A escolha da data não é por acaso: um dia após a chegada da primavera, a estação das flores e de temperaturas mais altas, com dias agradáveis e propícios para se deliciar com gelados de massa e picolé.

O sorvete, além de ser um produto altamente refrescante, pode ser um alimento que contém todas as vitaminas ideais para o corpo como A, B, C e E, além de nutrientes como o cálcio e o ferro.

Nas Praças Rochinha da capital – Moema, Mooca e Tatuapé – é possível encontrar uma variedade enorme de sorvetes. De massa, destaca-se os de fruta como o coco branco tradicional e zero, abacate, rochello, maracujá com goiaba, merengue de morango e pudim de leite, além de opções mais restritas sem glúten, lactose e adição de açúcares.

Os famosos picolés têm versões de todos os tipos, entre os sucessos estão os sabores coco branco – tradicional, com doce de leite, com abobora e zero adição de açúcares – milho verde, abacate, melancia e tangerina. Entre os lançamentos no palito estão: morango zero adição de açúcar, amarena Fabbri – com cereja italiana – e manga com água de coco. Para quem não abre mão das calorias a mais: pão de mel e amendoim com casquinhas de chocolate são ótimas pedidas.

Os locais têm aquele clima de praia gostoso, com ambientes ao ar livre, guarda-sol de palha área da animais de estimação. A ideia é proporcionar ao cliente momentos agradáveis que relembram o sol, o mar e o litoral norte paulista, berço da marca Rochinha.

As lojas estão abertas em horários restritos, conforme orientação da prefeitura municipal, de segunda-feira a sexta-feira (os horários estão no site) . Já na entrada, estão disponibilizados displays de álcool em gel para higienização. O ambiente foi devidamente sinalizado para a obrigatoriedade de uso das máscaras de funcionários e clientes. O serviço, antes no formato “faça você mesmo” foi retirado. Agora, as bolas de sorvete e os complementos são adicionados por um funcionário, com a devida higienização das mãos, luvas e uso de proteção facial.

No interior das lojas, é permitida permanência de 40% da capacidade, sem aglomerações, com distanciamento de 1,5 metros entre as pessoas. Nas áreas externas, o distanciamento social também é obrigatório. Além disso, todos os equipamentos de ar condicionado foram higienizados. As normas também preveem limpeza dos espaços, balcões e itens a cada duas horas.

As três lojas mantêm ainda o serviço delivery pelos aplicativos iFood, Rappi e Uber Eats, além da Shopper.

Praça Rochinha Moema – Avenida Pavão, 840, Moema. Tel.: (11) 3457.9000
Praça Rochinha Mooca – Avenida Paes de Barros, 2477 Tel.: (11) 2021.1748
Praça Rochinha Tatuapé – Rua Itapura, 1434. Tel.: (11) 2096-2555

Informações: Sorvetes Rochinha

Verão da Sorvetes Rochinha traz sabores inéditos e novas tendências

Refrescantes e com baixas calorias, marca paulista oferece sabores laranja com acerola zero, manga com água de coco e Booz Kombucha de abacaxi com hibisco

A chegada do verão marca uma virada nos sabores que são encontrados no mercado de sorvetes. Se no inverno os indulgentes ganham espaço, no verão, os sabores frescos, de fruta, saudáveis e com baixas calorias conquistam a preferência dos consumidores. Por isso, a Sorvetes Rochinha lança, todos os anos, novos produtos, que são testados para a chegada da estação mais quente.

Neste verão não poderia ser diferente. A tradicional marca do litoral paulista aposta em produtos que exaltam a saudabilidade e o frescor que a estação pede, são eles: Kombucha Hibisco e Abacaxi (em parceria com a Booz e opção vegana), Laranja com Acerola Zero e Manga com Água de Coco são os lançamentos da marca.

sorvete manga

Outra novidade para o próximo ano está na substituição do açúcar de alguns sabores por suco concentrado de maçã, que diminui a quantidade calórica dos produtos e oferecendo mais saudabilidade. Os produtos são: Uva, Groselha e Jabuticaba, além do lançamento Manga com Água de Coco.

Segundo a nutricionista da Sorvetes Rochinha, Patricia Loyola, a substituição do açúcar de cana de açúcar, pelo suco concentrado de maçã, proporcionam benefícios. “Além da diminuição significativa de calorias – em alguns casos em até 20%, o suco concentrado de maça não altera o sabor dos produtos, por isso, não afeta a qualidade dos picolés”, explica a profissional.

sorvete combucha

Uma das grandes apostas da marca é o sabor Kombucha Hibisco e Abacaxi, em parceria com a Booz. O Kombucha é tradicional na Califórnia (EUA) e vem conquistando adeptos no Brasil, por conta do seu baixo teor de calorias e nutrientes. O chá fermentado é 100% natural, com probióticos, ácidos orgânicos essenciais e é consumido há mais de dois mil anos na Europa Oriental e na Ásia.

“Nós sempre pensamos em trazer inovação para nossa linha. Pensamos no futuro do consumo. Dessa vez, trazemos, a união do produto mais tradicional do litoral norte paulista, com o que há de tendência na região mais moderna dos Estados Unidos”, explica Lupercio Moraes, CEO da Sorvetes Rochinha.

“As tendências apresentadas pela Sorvetes Rochinha foram estudadas durante todo o ano de 2018”, afirma Moraes, que ainda completa: elas também têm relação com o que a marca propõe, produzir sabores de fruta de verdade, com foco em um mercado que busca inovações e alimentos saudáveis.

“O sorvete é um alimento. Ele deve ser tratado dessa maneira, e a nossa responsabilidade é oferecer esse alimento com qualidade. Nós produzimos sorvetes para todos os gostos. Aqui cada consumidor tem escolha. O que prezamos sempre é pela excelência, sempre buscando entender o que o consumidor sinaliza”, explica.

Os lançamentos podem ser encontrados nos mais de dois mil pontos de venda da marca em São Paulo, Vale do Paraíba, Litoral Norte e Sul, Sorocaba, Ribeirão Preto, Rio de Janeiro, Curitiba e Florianópolis. Os preços podem variar de acordo com o ponto de venda. Os picolés custarão de R$ 6 a R$ 9, de acordo com o sabor.

Informação nutricional: porção 55 gramas ( 1 unidade) (Valores Diários de referência com base em uma dieta de 2000 kcal ou 8400 kJ. Seus valores diários podem ser maiores ou menores dependendo de suas necessidades energéticas)

Sabor Calorias
      Kombucha Hibisco e Abacaxi (vegano) 20 kcal = 84 kJ
Laranja com Acerola Zero 67 kcal = 281 kJ
Manga com Água de coco 44 kcal = 185 kJ
 Jabuticaba, adoçado com suco de maça concentrado (vegano)  

67 kcal = 281 kJ

Groselha,  adoçado com suco de maçã concentrado (vegano) 25 kcal = 21 kJ
Uva, adoçado com sucode maçã concentrado 40 kcal = 168 kJ

 

Informações: Sorvetes Rochinha

Rochinha: Dia do Sorvete com Festival do Coco e distribuição de bolas de sorvetes

Ação, que acontece nas lojas e quiosques da marca na capital, litoral e interior paulista, também dá início ao Festival do Coco

As lojas da Sorvetes Rochinha prepararam uma ação especial no próximo dia 23 de setembro, data em que é celebrado o Dia Nacional do Sorvete e o início da primavera. A partir das 10 horas, a marca dá início ao Festival do Coco, com distribuição gratuita uma bola de sorvete de massa, de toda a linha tradicional de coco (coco branco, coco com abóbora, coco com doce de leite e coco branco zero adição de açúcar).

O Festival do Coco continuará até o dia 14 de outubro. Durante a ação, na compra de qualquer milk-shake nas sorveterias da Rochinha, o cliente ganha mais um sabor coco de 300ml.

A ideia do evento é comemorar a data especial, que também marca o começo da primavera e a chegada dos dias mais quentes. “A linha coco é a nossa mais tradicional da marca e o Festival do Coco comemora o Dia do Sorvete e também a chegada dos dias mais quentes na Primavera”, ressalta o CEO da empresa, Lupercio Moraes.

Para receber a bola de sorvete basta chegar até uma das lojas da marca, apresentar o post oficial no Facebook ou Instagram da Sorvetes Rochinha, e escolher o sabor disponível.

Os interessados podem obter mais informações do evento no Facebook da marca.

rochinha sorvete

Quando: 23 de setembro – horário: das 11h às 22h.

Lojas Participantes

Praça Rochinha: Avenida Pavão, 840 – Moema, São Paulo
Maresias – SP: Avenida Doutor Francisco Loup, 792Tel.: (12) 3865.7675
Camburi – SP: Patriarca Antonio Jose Marques, 932
Juquehy – SP: Benedito Izidoro de Moraes, 392Tel.: (12) 3863.3032
Ilhabela – SP: Rua Doutor Carvalho, 46Tel.: (12) 3896.6324
Ubatuba – SP: Rua Tupi (Esquina com a Rua Guarani), 635Tel.: (12) 3892.4904
Guarujá – SP: Travessa Caminho do Mar, 60

Lojas Rochinha

Boiçucanga – SP Avenida Walkir Vergani, 614 – Loja 34Tel.: (12) 3865.1598
Camburi – SP Rua José Inácio, 40Tel.: (12) 3865.1600
Juquehy – SP Benedito Izidoro de Moraes, 342
Peruíbe – SP Avenida Padre Anchieta, 1814Tel.: (13) 3453.6034
Praia Grande – SP Avenida Presidente Castelo Branco, 5690Tel.: (13) 3472.7821
São Sebastião – SP Avenida Doutor Altino Arantes, 300Tel.: (12) 3892.3676

Quiosques Rochinha participantes:

Iguatemi Esplanada – Sorocaba – SP: Izoraida Marques Peres, 401 – Ala Sul – Piso Sorocaba
Shopping Palladium – Curitiba – PR: Avenida Presidente Kennedy, 4121, 5690. Piso 1
Centervale Shopping – São José dos Campos – SP: Dep. Benedito Matarazzo, 9403 – Jardim Oswaldo Cruz – 1º Piso

Sorvetes Rochinha tem opções para curtir o inverno sem esquecer o gosto do verão

Mais indulgentes, os sabores cheesecake com doce de leite, pão de mel e Alpino estão disponíveis nas Praças e Quiosques Rochinha

Sorvetes Rochinha lançou em suas Praças e Quiosques três novas opções de massa para o inverno. Os sabores cheesecake com doce de leite, pão de mel e Alpino® prometem fazer a estação mais fria do ano ainda mais gostosa.

No inverno, a tendência é a escolha de produtos mais cremosos e não como algo refrescante mais comum no verão. Por conta das temperaturas mais baixas existe a necessidade do organismo em manter o corpo mais aquecido. “Por isso, precisamos de mais energia e naturalmente preferimos sorvetes mais calóricos”, ressalta a nutricionista da Sorvetes Rochinha, Patricia Loiola.

Mesmo com um pouco mais de calorias, é importante ficar sempre atento a sorvetes com qualidade nutricional e que possam ser inseridos na alimentação de maneira saudável. “O sorvete é um alimento que pode e deve ser consumido durante qualquer estação do ano como parte da nossa dieta, por ser fonte de várias vitaminas e minerais, além de proteína de alto valor biológico”, explica.

Segundo Lupercio Moraes, CEO da Sorvetes Rochinha, embora os dias sejam mais frios, a escolha por sorvetes como sobremesa é cada vez mais comum. Os novos sabores também obedecem tendências mundiais, vistas em feiras internacionais no último ano, na Itália.

“Percebemos o aumento na procura por sorvetes no inverno, com uma pegada mais gourmet e com produtos de qualidade – que são a prioridade sempre da Sorvetes Rochinha. Há um aumento na procura por sorvetes no inverno, principalmente nos pontos de venda em áreas fechadas, como os shoppings e galerias. Na Europa, o consumo de sorvete durante todo o ano é mais comum. No Brasil, estamos caminhando para a quebra do mito de que sorvete somente se consome no verão”, ressalta.

sorvete rochinha.jpg

Ficha Técnica: 1 bola – 90 gramas
Quantidade por porção
Cheesecake com Doce de Leite: 187 Kcal = 785 KJ
Pão de mel 195 kcal = 819 KJ
Alpino 162 kcal = 680 KJ

Preço sugerido: R$ 69,90 o quilo

Informações: Sorvetes Rochinha