Arquivo da tag: SRD

TikTok se une à ativista Luisa Mell e lança campanha de engajamento em prol dos animais

Valor arrecadado será destinado ao funcionamento da organização e a projetos de proteção animal do Instituto Luisa Mel

O TikTok, destino líder para vídeos móveis de formato curto, se uniu ao Instituto Luisa Mell para realizar uma campanha de doação de fundos que ajudará a manter esse trabalho que é reconhecido pela sociedade por resgatar, todos os anos, centenas de animais em situação de maus-tratos e abandono.

Até o dia 12 de maio, a campanha #Adotei estará disponível na página inicial do aplicativo e deve engajar milhares de pessoas a participar, afinal, como não amar e querer ajudar a causa animal?

A ação consiste no compartilhamento da hashtag #Adotei e no uso do filtro Vira-Lata Caramelo. Escolhido por ser o representante de uma “raça” genuinamente brasileira, esse “SRD” (cão sem raça definida) há muito tempo conquistou o coração das pessoas por seu carisma e popularidade.

“Queremos chamar vocês para essa campanha linda do TikTok, cujo objetivo é conscientizar. Por isso eles nos chamaram para lançarmos juntos essa campanha maravilhosa com a hashtag #adotei. Então você posta um vídeo lindo com seu adotado, se não tiver use o filtro do Caramelo e compartilhe. Vamos inundar o TikTok com o #Adotei”, comemora Luisa Mell.

A expectativa é chegar a 15 milhões de visualizações até o fim da campanha. Com o alcance desse número, poderá ser doada a quantia equivalente a até uma tonelada e meia de ração, que ajudará as ações do Instituto.

“Criadores de vídeos de todas as partes do país e do mundo estão convidados a extravasar a criatividade, demonstrando carinho e respeito para desta forma ajudar o Vira-Lata Caramelo a impactar o maior número de pessoas. No Brasil, todos os anos, o trabalho de ONGs e da população tem ajudado a resgatar milhares de animais das ruas e de ambientes de maus tratos e esta é uma causa relevante na qual nós acreditamos”, afirma Rodrigo Barbosa, TikTok Community Manager no Brasil.

Artistas como a Anitta e Gui Araújo também estão apoiando a campanha.

adotei luisa

Sobre o Instituto Luisa Mell:

O Instituto Luisa Mell foi uma das primeiras instituições a entrar no TikTok e atua, principalmente, no resgate de animais feridos ou em situação de risco, na sua recuperação e adoção. Entre cães e gatos, a ONG mantém cerca de 300 animais, todos resgatados das ruas. Na sede do Instituto, esses animais são protegidos, alimentados e aguardam pela chance de serem adotados e terem uma vida digna, cercada de amor por seus tutores.

O Instituto também atua pela proteção do Meio Ambiente, em ações cidadãs, ajudando a educar crianças e adultos sobre a importância de respeitar a Natureza e os animais. Também ajuda os órgãos públicos a fiscalizar o cumprimento e a denunciar crimes de maus-tratos ou qualquer outro previsto no Artigo 32 da Lei 9.605/98.

Vira-latas: os pets mais amados pelos brasileiros

Pesquisa revela que 41% dos lares no país têm pelo menos um cão sem raça definida

Sem raça definida, vira-latas ou mestiços – esses são alguns dos nomes que definem os pets mais populares e presentes em 41% dos lares brasileiros. A informação é da pesquisa realizada pelo Instituto QualiBest, de São Paulo, que ouviu mais de 7 mil pessoas, de diversas classes sociais e de todas as regiões do país. Inteligentes, espertos e apaixonantes, a adoção por esse tipo de animais também aumentou.

Segundo Luciano Granemann e Silva, médico veterinário e sócio proprietário da Clínica e Hospital Veterinário 24h Cão.Com, de Florianópolis (SC), há uma tendência das pessoas de acolher pets abandonados ao invés de comprar. Algumas pessoas ficam se perguntando: por que vou gastar para comprar um animal, sendo que posso adotar um animal que está precisando de ajuda e de um lar”, destaca. Somente na Cão.Com, 60% dos atendimentos são de cães e gatos adotados e sem raça definida.

Para o veterinário, os animais de raças definidas têm histórico familiar conhecido, que ajuda a prever o comportamento, determinados tipos de doenças e até mesmo as estruturas do esqueleto e dos músculos. Já os vira-latas, embora não se saiba seus antecedentes, costumam ser mais resistentes que os demais.

Silva destaca que isso não significa que sejam imunes e não possam apresentar alguma enfermidade. Pelo contrário, é fundamental visitar regularmente o veterinário, vaciná-los, desvermifugá-los e até mesmo castrá-los. A recomendação do médico é que tanto machos quanto fêmeas sejam castrados logo no início da puberdade (5 a 6 meses).

Já em relação ao temperamento dos SRD, o médico explica que isso poderá ser observado no convívio diário com a família ou logo nos primeiros contatos com um profissional, já que os vira-latas não apresentam um comportamento que seja padronizado.

Custo médio para se ter um animal em casa

Gato e ração

Os vira-latas têm as mesmas necessidades dos animais de raça: precisam de ração adequada, veterinário, amor, atenção e o comprometimento permanente do tutor com o bem-estar deles. “A diferença, além do alto custo de se comprar um animal de raça pura, é que, quando você adota um bichinho, a gratidão será eterna, além da companhia, a alegria e uma série de benefícios que ele vai proporcionar a você”, afirma o veterinário.

Dog Animal Pet Portrait Animal World
Animal World

De um modo geral todos os animais necessitam: estar com as vacinas em dia, uma alimentação de boa qualidade e uma visita eventual ao veterinário. “O custo médio para a manutenção de um animal, entre ração, medicamentos e cuidados médicos é em torno de R$ 230,00 por mês”, destaca Silva.

Espaço para os vira-latas

cachorro alongamento

Um vira-lata pode se adaptar a diversos espaços, seja casa ou apartamento. O ponto que deve ser levado em consideração, segundo o veterinário, é o tamanho e comportamento do animal. “Se for um cão pequeno e dócil, por exemplo, ele pode viver em qualquer lugar, já um cão maior com certeza vai precisar de um espaço adequado para ele”, explica.

Fonte: Cão.com

Saiba como cuidar das raças de cachorros preferidas dos brasileiros

Quase metade dos lares brasileiros possuem cachorros, de acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Os sem raça definida são os preferidos, seguidos por cães das raças Poodle, Pinscher, Labrador e Pit Bull, conforme levantamento recente do Instituto QualiBest, de São Paulo.

“Os cuidados com os cachorros podem variar de acordo com a raça, por isso é importante conhecê-las para garantir a saúde e o bem-estar do seu animal de estimação”, observa o médico veterinário e Gerente Técnico e de Pesquisa Aplicada para Animais de Companhia da Zoetis, Alexandre Merlo.

O especialista dá dicas sobre os cuidados com os cães favoritos dos tutores brasileiros:

1º – Sem Raça Definida

cachorro pata adestramento.jpg

Por serem a combinação de duas ou mais raças, não apresentam padronização de suas características, mas geralmente são carinhosos, inteligentes, leais e brincalhões. É importante manter uma alimentação adequada com rações próprias para cães, ficar sempre de olho no calendário de vacinação e promover passeios regulares. Muitos tutores acham que estes cães são mais resistentes por causa da mistura de raças, o que não é verdade. Portanto, não se pode negligenciar a alimentação ou os cuidados básicos desses cães.

2º – Poodle

poodle

Há três tamanhos oficiais: Toy, Miniatura e Médio. Essa é uma raça de cães mais inteligentes e obedientes. São ótimos com crianças, amigáveis, ativos e aprendem rápido, por isso é importante cortar maus hábitos rapidamente. Os pelos do Poodle não caem quando estão mudando, portanto é importante escová-los com frequência para que não se emaranhem e machuquem o animal. Outra característica que exige atenção é o fato de os olhos lacrimejarem constantemente. Limpe diariamente ao redor dos olhos com um pano umedecido em água morna. Também fique atento às suas orelhas, pois cães com orelhas grandes podem desenvolver infecções.

3º – Pinscher

Miniature Pinscher puppy, Orla, standing
Foto: Warren Photographic

Há duas variações:  Anão ou Mini. São pequenos, mas enérgicos e corajosos, o que pode levá-los a entrar em confusão com cães maiores. Por isso, é importante ficar atento a eles durante os passeios. Esses pequenos são teimosos e independentes, podem não ser amigáveis com desconhecidos – mas de forma geral são carinhosos da maneira deles – e gostam de estar perto dos donos. São destemidos, apesar do tamanho e fragilidade do corpo, o que pode levar a fraturas em caso de quedas. São famosos por serem barulhentos. Assim como o labrador, os pinschers têm tendência para a obesidade, por isso devem fazer exercícios diários e seguir alimentação balanceada.

4º – Labrador

cachorro labrador

É ativo, sociável e gosta muito de companhia. Esses cães têm a fama de não gostarem de banho, mas essa raça é uma das poucas que adora nadar e estar em contato com água. Labradores precisam de atenção para não adoecerem, pois são muito apegados a seus tutores. Em geral, é uma raça fácil de conviver e educar, mas também apresentam tendência à obesidade, por isso precisam de alimentação regulada e exercícios diários.

5º- Pit Bull

American Pit Bull Terrier sitting on grass in spring
Foto: Warren Photographic

Essa raça é conhecida pelo seu porte atlético e por ser dotada de força, agilidade e energia. São polêmicos por sua agressividade, mas isso não passa de mito. Como quaisquer outros cães, terão o comportamento de acordo com os ensinamentos do tutor, por isso é importante conhecer bem essa raça antes da adoção. São cães enérgicos, adoram passear e são apegados aos donos. Portanto, podem sofrer se os tutores passarem pouco tempo com eles. Outra questão importante é a região onde vão morar: eles preferem climas quentes por causa da pelagem curta. A pele pode ser um ponto de atenção nessa raça – as infecções e alergias são bastante comuns.

“Independentemente da raça do cão, é importante levá-lo com regularidade ao médico veterinário e estar sempre atento ao calendário de vacinação, alimentação e exercícios”, finaliza Alexandre.

Fonte: Zoetis

Curitiba: pets sem raça definida são celebridades no fim de semana

HiperZoo promove feira de adoção e aula de adestramento no sábado (14) e encontro de cães sem raça definida no domingo (15)

Especiais e com características únicas, os cães sem raça definida (SRD), popularmente conhecidos como vira-latas, ganham mais uma edição de evento dedicado a eles nesse domingo – o 2º Encontro SRD HiperZoo. Já quem está procurando um “novo amigo” ou precisa treinar o animal de estimação, o pet center promove feirinha de adoção e aula de adestramento no sábado (14).

O programa de adestramento coletivo contará com duas aulas nesse sábado: das 10 às 11 horas, o tema será “Controle de ansiedade e estresse” e, das 11 às 12 horas, “Xixi e cocô no lugar certo”. As aulas serão ministradas pelo adestrador Rafael Wisneski, da Meu Cão Companheiro, e para participar os interessados devem se inscrever apresentando cupom fiscal de compras realizadas no HiperZoo, contendo ao menos um produto das marcas parceiras Purina, Kong, Petmais, Virbac ou Ferplast. As vagas são limitadas a doze clientes por turma.

cachorro cao dog

Também no sábado, a feirinha de adoção contará com a participação da ONG Amigo Animal. Na última ação, foram doados 24 animais e a expectativa é que esse número seja ainda maior neste fim de semana. Para adotar, o interessado deve ter mais de 21 anos, responder a uma entrevista sobre os motivos de adoção, aceitar receber a visita de um voluntário da ONG participante e apresentar RG, CPF e comprovante de endereço para assinar o termo de adoção.

Já no domingo a diversão fica por conta dos cães SRD. “Nossos encontros têm como objetivo reunir tutores em um momento divertido com seus animais e outros petlovers”, comenta Patrícia Maeoka, sócia-proprietária do HiperZoo. O evento contará com degustação de petiscos da Purina Nestlé, desfile de moda e piscina de bolinhas para diversão dos pets. Os tutores poderão aproveitar os food trucks e os descontos oferecidos pelo pet center, além de participar da palestra “Cuidar da saúde não é uma opção”, ministrada pela veterinária Camilla Alcalá.

Serviço

Aulas de adestramento com Rafael Wisneski

cachorro adestramento

Quando: sábado, 14 de abril, das 10h às 11h – Tema: “Controle da ansiedade e estresse” e, das 11h às 12h – Tema: “Xixi e cocô no lugar certo”

Sábado, 21 de abril, das 10h às 11h – Tema: “Passeando corretamente com seu cão (uso de coleira, peitorais e guia)”

Sábado, 28 de abril, das 10h às 11h – Tema: “Comandos senta, deita e fica”

Vagas: limitadas a 12 clientes com um pet cada

Entrada: apresentação de cupom fiscal do HiperZoo contendo um produto dos parceiros Kong, Virbac, Ferplast, Petmais ou Purina.

cachorro srd

Feirinha de adoção com ONG Amigo Animal
Quando: Sábado, 14 de abril, das 11h às 17h

Encontro de Cães SRD e food trucks
Quando: Domingo, 15 de abril, das 12h às 17h

Piscina de bolinhas e socialização
Quando: Domingo, 15 de abril, das 13h às 17h

Degustação de petiscos Purina Nestlé
Quando: Domingo, 15 de abril, às 14h

Palestra “Cuidar da saúde não é opção” com Camilla Alcalá
Quando: Domingo, 15 de abril, às 15h

Desfile com apresentação da coleção de inverno Jingles Moda Pet
Quando: Domingo, 15 de abril, às 16h

Entrada: gratuita

HiperZoo – Rua Desembargador Westphalen, 3.448 – Curitiba/PR