Arquivo da tag: startup

Neste Dia Mundial do Hambúrguer, saiba quais são os mais famosos do mundo

Criado em Hamburgo e modificado pelos norte-americanos, a carne virou febre no Brasil e se tornou a nova paixão nacional.

Uma das carnes mais saborosas está sendo celebrada nesta quinta-feira (28), quando se comemora o Dia Mundial do Hambúrguer. Popularizado em todo o planeta após a Primeira Guerra Mundial, período em que o prato começou a aparecer frequentemente em revistas e quadrinhos norte-americanos, a carne vem ganhando destaque também nos pratos brasileiros. Segundo dados do Instituto Gastronômico das Américas (IGA), o consumo de hambúrguer no Brasil cresceu 575% entre 1994 e 2014.

Com a moda das hamburguerias, a Associação Brasileira de Franchising (ABF) registrou em 2017 um crescimento de 30% deste setor, que movimentou R$ 650 milhões entre as milhares de franquias destinadas ao alimento. Com as opções gourmets, que inovaram e conseguiram conquistar uma base fiel de consumidores veganos, o hambúrguer tem atraído entusiastas que almejam criar suas próprias versões deste famoso prato.

Em São Paulo, por exemplo, o crescimento deste setor motivou a abertura do primeiro empório do Brasil especializado exclusivamente em vender ingredientes e utensílios para o preparo da carne. Ele foi inaugurado em 2018 e pode ser encontrado no bairro do Itaim Bibi. Para comemorar a data, o OiMenu, startup de cardápios digitais, levantou os sete pratos com hambúrguer mais famosos em todo o mundo. Confira:

Infografico11Infografico22Infografico 33Infografico44

Fonte: OiMenu

Startup de vinhos aposta em tecnologia Bag-In-Box para impulsionar consumo da bebida

Fabenne inova com embalagem eco friendly, que preserva qualidade do produto por um mês e disponibiliza para venda online os vinhos tintos, brancos e rosé

“O vinho da casa e de todo dia”. É com esse posicionamento que os empreendedores Adriano Santucci, Arthur Garutti e Thiago Santucci fundaram em 2017, a Fabenne : primeira startup de vinhos brasileira a oferecer a bebida com tecnologia bag-in-box, eco friendly, fácil de manusear e que pode ser adquirida pelos amantes da bebida por um preço acessível.

Em parceria com a cooperativa Vinícola São João, eles desenvolveram a embalagem ecológica que contém três litros de vinho e preserva a qualidade do produto por até um mês depois de aberto. Hoje, a empresa disponibiliza três varietais: Cabernet Sauvignon (tinto), Moscato Giallo (branco) e Rosé (com uvas Malvasia e Cabernet Sauvignon).

Ainda pouco conhecida no Brasil, a tecnologia bag-in-box é uma realidade em países como EUA, França, Portugal e Austrália, por exemplo. As principais vantagens desse formato são a manutenção da qualidade do vinho por até 30 dias depois de aberto, além de uma excelente relação custo e benefício.

“O vinho em caixa chega a ser 50% mais econômico do que vinhos finos em garrafa da mesma qualidade. Queremos mostrar ao brasileiro que vinho é uma bebida para ser consumida no dia-a-dia e que não é preciso regras ou ocasião para aproveitar um copo ou uma boa taça de Fabenne”, explica o CEO e cofundador da startup, Adriano Santucci.

O formato bag-in-box conserva o vinho a vácuo, o que garante a qualidade dias depois de aberto. Apenas uma caixa de Fabenne equivale o que corresponde há 4 garrafas de vinho ou 20 taças da bebida. A “caixinha” facilita todo o processo de manuseio e armazenagem do produto, por não envolver vidro, oferece economia em valor e tempo de serviço para o consumidor.

Para além da taça, os especialistas da empresa recomendam o consumo da bebida em drinks, como uma releitura com vinho tinto da conhecida Sangria e também como ingredientes de pratos – eles indicam especialmente o Risoto Al Funghi e o Bovette ao Ragu de Bovino. O serviço da Fabenne conta com uma equipe de consultores, chefs e bartenders que dão dicas de preparo de refeições, harmonizações e receitas de coquetéis.

fabenne

As bebidas estão disponíveis para compras online com descontos de até 20% no site da marca e também na Amazon, uma das principais plataformas de varejo do mundo.

Sobre a Fabenne:

A Fabenne é a primeira startup de vinhos a oferecer a bebida com tecnologia bag-in-box, eco friendly, fácil de manusear por não conter vidro e preserva a qualidade do produto por até um mês depois de aberto. Além disso, cada caixinha contém 3 litros, o que equivale a quatro garrafas convencionais ou 20 taças. São três opções do produto nas versões tinto (Cabernet Sauvignon), branco (Moscato) e Rose (Malvasia e Cabernet Sauvignon) vendidas via e-commerce da marca. Acesse fabenne.com e saiba mais.

Como combater o sedentarismo em tempos de pandemia?*

A vontade de mudar de vida para melhorar a saúde está sempre na lista de meta da maioria das pessoas. E agora, com a pandemia do novo coronavírus (Covid-19), a situação ficou desafiadora. O problema é que, muitas vezes, se exercitar e cuidar da alimentação ficava em segundo plano, por conta da correria e dos obstáculos que enfrentamos no dia a dia – como trânsito, trabalho, estresse, entre outros.

Mas, em período de quarentena, o desafio é fazer atividades físicas dentro de casa. Para se ter uma ideia, segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) , quase metade da população brasileira (47%) não pratica o mínimo de exercícios para manter o corpo saudável – o recomendado pela instituição é cerca 150 minutos por semana. Diante desse panorama, o país lidera o ranking de sedentarismo na América Latina e é o 5º mais sedentário do mundo.

Mesmo com este cenário não tão positivo, o mercado de atividades físicas segue em crescimento e, com o fechamento das academias de ginásticas, a população precisa encontrar formas de se exercitar em casa, com ajuda de vídeo aulas de profissionais que podemos encontrar na internet. Outra opção é usar dispositivos como gadgets esportivos para auxiliar com informações importantes sobre o treino. Hoje, já existem vários modelos no mercado.

Para ajudar as pessoas a não perderem o foco e não deixarem a saúde de lado durante a quarentena, abaixo, listo algumas dicas para uma melhor prática da atividade física em casa:

mulher dormindo quarto escuro

Tenha uma boa noite de sono: assim como praticar atividades físicas com frequência, manter uma boa rotina de sono contribui muito para uma boa saúde, pois auxilia na diminuição do estresse, da ansiedade e é fundamental no processo de recuperação do corpo pós-exercícios, ainda mais em época de quarentena. Minhas dicas são: procurar técnicas de meditação e relaxamento ao final do dia, combinar consigo um horário para se desligar dos eletrônicos e claro, atividade física sempre. Sono também se melhora com disciplina.

yoga-jeviniya- pixabay
Foto: Jeviniya-Pixabay

Aposte em diversas modalidades: em tempos de quarentena não é possível fazer aeróbico e musculação nas academias, mas mesmo quando estamos com a rotina normal, nem sempre todas as pessoas gostam dessas atividades A atividade física é muito mais efetiva quando é prazerosa a quem pratica. Como estamos passando muito tempo em casa, podemos aproveitar o momento para descobrir uma nova paixão no esporte. Pratique um pouco de yoga, pilates, ballet, luta, sempre com moderação e respeitando os seus limites, quem sabe assim você não descobre uma nova paixão.

exercicio em casa

Motivação e responsabilidade: nem sempre temos disposição para malhar, ainda mais nesse momento em que não temos aquele amigo para incentivar, pelo menos presencialmente. É importante pensarmos que precisamos nos manter ativos nos exercícios, para não ficarmos ansiosos, em pânico ou depressivos. A atividade física, além de proporcionar felicidade, também ajuda na imunidade do corpo, tudo o que precisamos no momento. Tenha foco e inclua os exercícios nas suas atividades diárias. Por isso, não pare, adapte-se!

*Tomás Camargos é sócio-fundador da VIK, startup que oferece um programa de saúde gamificado para empresas

Startup oferece linha de crédito para incentivar empreendedorismo feminino no país

Além de crédito, mulheres apoiadas pela startup poderão fazer parte do programa de parceiros de cartão multi benefícios

O cartão Descompplica acaba de lançar mais uma modalidade, o Descompplica Transforma, programa de liberação de crédito para incentivar o empreendedorismo feminino no Brasil. Segundo a startup, 43% dos negócios do país são conduzidos por mulheres e a ideia é aumentar ainda mais esse número por meio do programa, já que mais da metade dos parceiros comerciais da startup também são mulheres.

“Nosso objetivo é encorajar, motivar, capacitar e empoderar mulheres a criarem seus negócios no Brasil. Hoje mais de 70% dos nossos parceiros comerciais são mulheres e queremos dar total apoio a elas, mostrando que é possível conciliar vida pessoal, profissional e ainda movimentar a economia”, explica Raissa Urbano, fundadora e CEO da Descompplica.

Uma das frentes do projeto é fornecer linha de crédito para mulheres que desejam criar o próprio negócio, além disso, cada mulher apoiada poderá fazer parte da rede de parceiros do cartão, ou seja, algo que facilitará na prospecção de clientes e divulgação do negócio/serviço escolhido por ela.

mulher trabalho empreendedora nasirkhan-morguefile

A taxa de juros do microcrédito é de 8% ao ano e 24 meses de carência. A ideia é realizar parcerias com órgãos que possam baratear ainda mais as taxas do empréstimo.

“Estamos realizando parcerias com órgãos internacionais para facilitar o microcrédito e baratear ainda mais a taxa de juros. Nossas mulheres empreendedoras também farão parte da rede de parceiros do cartão, onde o usuário poderá procurá-la para utilizar nossos serviços e ela ainda será comissionada por isso”, explica Raissa.

Empreendedorismo feminino no cartão Descompplica: uma história de sucesso

Raissa é advogada e trabalhou durante muito tempo no ramo de incorporação imobiliária. Não se sentia completa na área e via que precisava explorar mais sua vontade em ajudar outras pessoas. Foi então que criou a Descompplica, uma fintech/startup focada na classe C.

Foram investidos cerca de R$ 10 milhões de reais na criação da startup, onde seu produto principal é um cartão multibenefícios que além de ser conta digital e cartão de crédito, também integra outros serviços para uso em mais de 30 mil estabelecimentos conveniados, sendo supermercados, farmácias, academias, escolas, hospitais e entre outros

“Nosso objetivo é facilitar qualquer tipo de serviço utilizado pelo cidadão brasileiro, principalmente o da classe C, que ainda não possuem familiaridade com o digital, eles até usam um serviço outro, mas são carentes de auxílio. Esse será um produto digital com atendimento presencial focado em descomplicar a vida das pessoas, ou seja, um canal de integração de serviços que permitirá experiência digital e física ao mesmo tempo”, conta Raissa.

empreendedorismo moda mulher trabalho

Hoje, a Descompplica já possui mais de 13 mil usuários cadastrados, mais de 40 mil estabelecimentos parceiros parceiros em Brasília, Minas Gerais, Goiás, Sergipe, Pernambuco e São Paulo, e 20 mil em processo de credenciamento, além de 23 subdivisões, sendo a Descompplica Transforma uma delas. Para este ano, a startup espera crescer em 50% e ampliar sua atuação para todo o Brasil.

Sobre a Descompplica

descompplica-transforma

A Descompplica é uma startup/fintech omnichannel que integra serviços rotineiros do cidadão brasileiro a um só cartão. Fundada em 2018, a Descompplica já possui mais de 10 mil usuários cadastrados e 30 mil estabelecimentos parceiros, entre eles, supermercados, hospitais, clínicas, academias. O grande diferencial do serviço é a mesma utilização para diversos fins, inclusive para solicitar empréstimos e cartão de crédito. Além disso, conta com postos de atendimentos espalhados por todo o país. Atualmente está disponível em Sergipe, Minas Gerais, Distrito Federal e São Paulo.

Informações: Descompplica

Startup feminina lança releitura de vinhos Jerez

Os vinhos jerez* da próxima geração acabam de chegar ao Brasil. A Portus Cale anuncia o lançamento da Xeco Wines (se pronuncia ‘zecko’), uma startup inglesa criada por mulheres que imprimiu perfil contemporâneo ao famoso vinho espanhol jerez. Geladinho como aperitivo, misturado com tônica ou em um coquetel, os vinhos xeco se adaptam a qualquer humor e a qualquer hora do dia, como definem as criadoras da marca Beanie Geraedts-Espey, Alexa Davies e Polly Aylwin-Foster (foto).

“A ideia foi ‘tirar o Jerez do armário’ e incorporar sua personalidade a coquetéis frescos e drinks modernos a partir desse famoso vinho licoroso”, resume Karene Vilela, sócia da Portus Cale. Para produzir os vinhos Xeco, Alexa, Beanie e Polly se juntaram à Diez Merito, uma bodega espanhola fundada em 1876. A partir dessa união nasceram os rótulos Xeco Fino e Xeco Amontillado.

vinho

O branco Xeco Fino é produzido com uvas Palomino e combina com qualquer tipo de comida e ocasião: sushi em um restaurante elegante ou acompanhando o combo sofá + séries. Rico e docinho no nariz, o Xeco Amontillado tem tonalidade âmbar e deve sempre ser bebido gelado. Pode ser puro ou em uma versão Monti Manhattan. “Os Xeco Wines possibilitam a criação de inúmeras bebidas diferentes. Não há regras. A criatividade pode correr solta a partir do momento em que a garrafa for aberta”, finaliza Karene.

As ilustrações dos rótulos trazem pares espanhóis e ingleses famosíssimos, como Cervantes & Shakespeare e Catherine of Aragon & Henry VIII. A inspiração veio da paixão dos dois países pelo jerez, que se expressa na recriação da bebida espanhola pelas mãos das três inglesas.

mulheres

*Jerez, Sherry ou Xerez são vinhos fortificados produzidos unicamente na região de Jerez De La Frontera, na Andaluzia, sul da Espanha.

Informações: Portus Cale

Quatro dicas para aliar alimentação e energia no trabalho

Os hábitos alimentares têm um papel central nas questões de saúde, em particular em relação a riscos a longo prazo de doenças cardiovasculares. No entanto, no curto prazo, o estilo de alimentação também impacta o nível de energia ao longo do dia de trabalho, a capacidade de concentração e a qualidade de vida.

Para garantir o nível de energia necessário no trabalho e nos outros momentos do cotidiano, Armelle Champetier, diretora da Yogist Brasil, startup que desenvolve um método exclusivo de Yoga Corporativo, traz algumas dicas:

Cuide da digestão

colica intestinbal sii peq

Uma boa digestão é a garantia de uma boa saúde. O que você come influencia no nível de energia, no humor, no sono, nas dores e até na criatividade. Intestinos congestionados e gases podem causar dores nas costas, deixando a pessoa irritada.

Alguns exemplos de boas práticas:
– Ao acordar, antes de comer qualquer coisa, ajude o corpo a eliminar as toxinas, tomando um copo de água morna com meio limão espremido;
– À noite, fuja dos pratos pesados e dos legumes crus. Privilegie os alimentos cozidos e de fácil digestão.

Evite alimentos com glicemia elevada

mulher comendo chocolate

Ao ingerir alimentos ricos em açúcar – ou de alto nível de glicemia -, o nível de açúcar no sangue sobe de repente. Em resposta, o pâncreas – responsável pelo regulamento do sangue no organismo – libera doses altas de insulina, diminuindo rapidamente o nível de açúcar no sangue, além do nível normal. O resultado é uma queda na concentração, cansaço, sono e vontade de consumir mais açúcar.

Na medida do possível, fique longe de alimentos, como: farinhas e cereais “refinados” (pão branco, arroz e massa não integral), produtos industriais (bolachas, balas, bolos…), refrigerantes, açúcar adicionado (em sucos, café…).

Coma quando realmente precisa

mulher comendo macarrão

Além de diminuir o consumo de alimentos (bom para o seu bolso, e para o planeta!), deixar de comer em excesso reduz as inflamações, melhora a digestão, diminui as toxinas no corpo e aumenta o nível de energia.

Saber diferenciar a fome e a vontade de comer é crucial. Evite, na medida do possível, comer sob efeito do estresse, ou de fazer da comida a recompensa sistemática do esforço ou uma fonte de reconforto no fim de um longo dia.

Veja algumas situações em que essa dica entra em jogo:

banana

Perto da hora do almoço, no trabalho: fique atento aos sinais de fome do seu corpo e não coma porque “deu o horário”, e também não espere estar esfomeado para almoçar (isso aumenta o risco de você se jogar em qualquer comida que tiver na sua frente).

Se você é daqueles que sentem fome ao longo do dia, tenha sempre um lanche saudável (uma banana, uma porção de castanhas) para degustar às 11 horas da manhã ou das 4 da tarde. Não é porque está com “muita fome” que precisa comer “muito”!

Posturas que facilitam a digestão

postura.png

As posturas de torsão, onde o eixo do busto fica perpendicular ao eixo inferior do corpo, servem para torcer os músculos da coluna vertebral, mas também para incentivar a digestão: na torsão, a pessoa comprime os órgãos responsáveis pela digestão, como se fosse uma massagem. Dessa forma, o fluxo sanguíneo na direção do fígado está estimulado e a digestão fica mais suave.

Mas, cuidado! Pratique de barriga vazia, ou, pelo menos, duas horas depois da última refeição.

Sobre a Yogist:

Fundada na França, em 2015, a Yogist tem o objetivo de levar o yoga às empresas, com foco na saúde e bem-estar das equipes, combatendo o estresse no trabalho e os distúrbios osteomusculares. A empresa desenvolveu um método exclusivo que pode ser praticado em qualquer ambiente, sem vestuário ou materiais específicos, sem movimentos difíceis ou identificação com símbolos esotéricos. A filial brasileira é a primeira fora da França.

Dicas para não descuidar das finanças no Carnaval

Muita gente conta os dias para a chegada do Carnaval e se divertir nos bloquinhos, mas há quem prefira aproveitar os dias de folga para viajar. No entanto, para isso é preciso colocar tudo na ponta do lápis e saber quanto será possível gastar com passagens, hospedagem, passeios e alimentação. Quando falta organização financeira, as contas podem sair do controle e se transformar em dívidas atrasadas que são uma verdadeira bola de neve.

Neste ano o Carnaval será nos dias 4 e 5 de março e ainda há tempo para se programar. Deixar de se divertir por estar sem dinheiro não é mais desculpa, pois existem fintechs que fazem empréstimos a partir de 200 reais de forma rápida, sem burocracia e 100% online, como é o caso da Ferratum. A startup libera o dinheiro na conta em até 24 horas permitindo curtir o Carnaval de forma organizada, sem apertos financeiros. Veja algumas dicas para aproveitar ao máximo o feriado mais aguardado do ano:

1 – Estabeleça um limite de gastos

calculadora cartões

Existe a velha máxima: ‘Nunca dê um passo maior do que as pernas’. Com dinheiro é a mesma coisa: não gaste mais do que tem. Crie uma planilha com os gastos mensais fixos como aluguel, condomínio, luz e até cartão de crédito e faça um controle mensal do que é possível diminuir e até cortar. Assim você saberá quanto sobra para gastar com lazer e se programa para não extrapolar com a viagem do Carnaval.

2 – Pesquise antes de fechar negócio

Precipitar-se comprando a primeira oferta que aparece nunca é um bom negócio para o bolso. Muitas vezes uma passagem pode sair pela metade do preço em outra companhia aérea ou em um horário com menor procura. Isso também vale para hotéis, hostels e pousadas. Deixar para comprar em cima da hora também não é boa ideia, pois tudo fica muito mais caro. O ideal é se planejar e comprar passagens e reservar hotel com antecedência de pelo menos dois meses.

3 – Aproveite para conhecer destinos menos badalados

paisagem5

No Carnaval e em outros feriados, as pessoas geralmente optam por viajar para cidades famosas pelas festas como Rio de Janeiro, Salvador, Olinda e Recife, o que encarece bastante o valor de passagens e hospedagem destes lugares. Mas em um país tão grande quanto o Brasil, existe um sem número de destinos interessantes e bem mais em conta para conhecer, basta procurar. Existem opções de locais para amantes da natureza, para quem quer curtir praia, se refugiar na montanha e até mesmo passear no shopping. O melhor de tudo é que será bem mais barato!

4 – Viaje com um grupo de amigos

Transporte, alimentação, gasolina, diária de hotel são apenas algumas das despesas que temos quando viajamos. Aproveite a animação do carnaval para convidar os seus amigos e familiares para a viagem. Neste caso, quanto mais pessoas viajarem, melhor, pois será mais economia para o seu bolso. Isso sem contar que a diversão será muito maior, não é mesmo?

5 – Curta os blocos e festas da sua cidade

carnaval-de-rua

Se você fez as contas e a viagem está fora de cogitação, aproveite as atrações de sua própria cidade. Muitas promovem festas e blocos que garantem a diversão em todos os dias de festa. Claro que ainda haverá gastos com drinques, fantasias, locomoção e uns lanches, mas no final sairá muito mais em conta do que viajar e o melhor: as finanças ficarão sob controle.

Sobre a Ferratum

Ferratum é uma fintech multinacional fundada em 2005 na Finlândia, foi uma das primeiras empresas no mundo a oferecer crédito online com tecnologia inovadora. No Brasil oferece uma plataforma 100% online para solicitar empréstimos de forma rápida e sem burocracia.

Startup CatMyPet resgata mais de 2.000 gatos em dois anos

Gatos pretos são mais vulneráveis a maus-tratos devidos a superstições e rituais

Além de criar uma série de produtos para atender as necessidades dos gatos, a CatMyPet, startup fundada em 2015, também desenvolve projetos de resgate dos animais que se encontram em situações de risco por meio de parcerias com ONGs como Projeto Segunda Chance, Projeto PetVan, Adote um Gatinho, SOS Gatinho, Mundo Gato, Confraria dos Miados e Latidos, Gaama ONG, Meu Anjo Peludo e Ammar (Associação Mundo Melhor para os Animais de Rua).

A empresa tem uma base de seguidores grande e fiel nas redes sociais (84 mil no Instagram e 55 mil no Facebook) e usa isso para potencializar as buscas por gatos perdidos, a procura de novos donos para animais resgatados e para promover ações mensais nas quais parte do faturamento é direcionado para projetos de ajuda aos animais.

Destacam-se entre os resgates as histórias envolvendo gatos pretos, muito suscetíveis por serem tidos como animais “mágicos”: um exemplo marcante é o da Vicky, resgatada logo após uma sexta-feira 13 com uma faca atravessada na barriga, que, por sorte, não feriu nenhum órgão vital. Acredita-se que ela tenha sido vítima de um ritual de magia.

A Cat My Pet teve o suporte da ONG Miados Urbanos para resgatá-la e, por meio de uma campanha nas redes, levantou fundos para a cirurgia e encontrou uma família para cuidar da gatinha.

vicky miados

Informações: Cat My Pet

Startup lança plataforma para mercado pet com serviços disponíveis 24 horas

Há apenas dois anos no mercado e 200 mil de investimentos, Qualvet já tem cerca de 1.500 prestadores de serviços para aproximadamente 10.000 usuários na plataforma

O Brasil é o segundo país no mundo em quantidade de animais de estimação. Portanto, nada mais justo do que facilitar a vida dos tutores e fazer com que os pets tenham um tratamento de primeira linha. Foi por isso que a startup Qualvet resolveu inovar e lançou, há dois anos, um marketplace completo de serviços do mercado pet. Os clientes podem encontrar, no site e no aplicativo, informações sobre diversas atividades direcionadas aos cuidados com os animais de estimação.

Na plataforma estão cadastrados pet shops, cuidadores de animais e veterinários, além de serviços como banho e tosa, dog walker, pet sitter, pet hotel e pet táxi, com disponibilidade 24h. Disponível gratuitamente, o app tem versões para Android e iOS e permite várias ações. Uma delas é filtrar os serviços por preços (que variam de R$ 0,00 a R$ 1.000,00), disponibilidade (muitos serviços funcionam 24h), condições de atendimento local e a domicilio, além da localização exata do prestador no Google Maps.

Os usuários também podem inserir dados sobre o seu animal como nome, data de nascimento, pelagem, temperamento, peso, tamanho e sexo e número de microchip. Além disso, podem verificar como os profissionais são avaliados por outros clientes, marcar as consultas e agendar os serviços, e pagar pelas atividades por meio de cartão de débito ou de crédito diretamente no aplicativo.

Os clientes visualizam, na plataforma, o histórico de consultas agendadas, canceladas e concluídas do prestador de serviço. Eles ainda podem favoritar os estabelecimentos ou profissionais, o que facilita a próxima consulta.

WhatsApp Image 2018-10-16 at 07 24 00

Facilidade

Na avaliação dos fundadores da startup, Mário Oliveira e Felipe Rosas, a plataforma se destaca por valorizar empresas e profissionais do setor pet que atuam de maneira séria e ética, facilitando assim o contato das empresas com novos clientes. A ideia de lançar esse serviço surgiu no começo de 2016 por causa de um problema pessoal.

“Certa vez minha gata passou mal de madrugada e tive bastante dificuldade em encontrar veterinários com atendimento 24h. A partir daí, surgiu a ideia de criar um aplicativo onde as pessoas pudessem ter diversos serviços com facilidade e seriedade. Principalmente porque estamos no segundo maior país do mundo em população de cães e gatos”, relata Mário Oliveira, CEO da Qualvet.

Lançada em 2016, a Qualvet tem cerca de 1.500 prestadores de serviços para, aproximadamente, 10.000 usuários, e está presente no Rio de Janeiro, em São Paulo, Belo Horizonte, Fortaleza, Ceará, Brasília e Rio Grande do Sul. Em 2019, o objetivo é ter 18 mil prestadores de serviços, 50 mil usuários e estar ativa em quase todos os estados do Brasil.

De acordo com as avaliações dos clientes, o prestador de serviço pode ganhar mais credibilidade para ser escolhido pelo usuário que procura o seu serviço nas buscas da plataforma.

WhatsApp Image 2018-10-16 at 07 24 01 (1)

“Também damos a opção de o prestador de serviço pagar uma taxa mensal de R$ 39,90, que é um pouco maior que a convencional, de R$ 2,50 por transação, e ficar em destaque nas buscas. A nossa meta é de, em 2019, cadastrar 18 mil estabelecimentos, ter 50 mil usuários, obter 30 mil downloads do aplicativo e fazer 35 mil transações mensais. Considero isso viável, porque as empresas e os donos dos pets avaliam muito bem os nossos serviços”, afirma Oliveira.

Informações: Qualvet

 

Brasileiros envelhecem mais e a criação de rede de cuidado se torna fundamental

Atualmente, o Brasil conta com cerca de 30,2 milhões de idosos. Em dez anos, a previsão é de que chegará a 38,5 milhões (17,4% do total de habitantes), segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Até 2060, um quarto da população deverá ter mais de 65 anos.

As informações vão de acordo com as Tábuas de Mortalidade, também divulgadas pelo IBGE, já que ao longo do tempo a expectativa do brasileiro vem aumentando: a pessoa que nascia em 1940 vivia, em média, 45,5 anos; em 1970, 57,6 anos, chegando a mais de 75 anos a partir de 2015.

Embora o brasileiro esteja vivendo mais, isso não quer dizer que esses anos serão vividos de forma saudável. Dados do Estudo Sabe, pesquisa sobre Saúde, Bem-estar e Envelhecimento, 60% dos idosos possuem alguma doença crônica e 46% apresentam dificuldade para alguma atividade instrumental da vida diária (fazer compras, cozinhar, gerenciamento financeiro etc) e perto de 30% para atividades simples de autocuidado.

“Com o aumento da longevidade, as famílias e a sociedade devem se planejar para o momento em que os idosos precisarem de auxílio. Naturalmente, com o avanço da idade, as limitações para as atividades do dia a dia aparecem, ainda mais se entendermos que as pessoas estão vivendo 80, 90 e até mesmo 100 anos.”, explica Monica Perracini, especialista e pesquisadora na área de Gerontologia e uma das fundadoras da plataforma Plug and Care, especializada no acolhimento de familiares cuidadores e idosos.

Rede de cuidado ao idoso

plug and care 2

É importante destacar que há uma preocupação em todo o mundo sobre o impacto dos anos vividos com limitações e com doenças crônicas sobre a qualidade de vida dos idosos e sobre o impacto nos custos com a saúde. Dessa maneira, chama a atenção entre os dados recentes que os brasileiros entre 65 e 69 anos, considerados idosos mais jovens, também enfrentam sérias dificuldades: apenas cerca de 40% não se encontram em situação de fragilidade, ou seja, uma condição que engloba a baixa atividade física, lentidão para caminhar, emagrecimento, redução da força, além de fadiga.

“Esse dado pode significar que parte destes idosos vai precisar de ajuda por mais tempo e os familiares são os principais cuidadores. Cuidar de quem cuida, entender suas necessidades e oferecer soluções é primordial. A rede do cuidado deve ser ainda mais fortalecida para atender essa nova realidade”, conclui Monica.

Levantamentos demográficos são de extrema importância para compreender que a saúde e o bem estar de pessoas idosas passa pela forma como planejamos os cuidados ao longo da vida e particularmente na velhice. O envelhecimento populacional e seus desafios já são uma realidade e novas tecnologias foram criadas para acolher e auxiliar no cuidado ao idoso e de sua família.

“Atentos às necessidades que enfrentamos, desenvolvemos uma plataforma para conectar pessoas que dedicam seu tempo ao bem estar do idoso, aliando informação, produtos e ferramentas que otimizam o planejamento na rotina de cuidados. Afinal, sabemos que é necessária uma visão integral no cuidar, englobando as necessidades do idoso e de seu familiar cuidador”, acrescenta a especialista.

Plug and Care

plug and care.jpg

A Plug and Care foi criada por experientes profissionais da área de Gerontologia para solucionar as necessidades dos familiares cuidadores de idosos. É uma plataforma inovadora que conecta, em rede, todos os envolvidos na promoção do bem estar e da saúde dos idosos, e também proporciona acolhimento aos seus familiares. A Plug and Care desenvolve conteúdos qualificados, disponibiliza um e-commerce totalmente voltado ao cuidado e oferece um aplicativo exclusivo para planejar, dividir tarefas e garantir excelência no tratamento do idoso. Em 2018, foi selecionada pela Aging 2.0 como uma das 10 startups inovadoras na Chamada de Negócios da Longevidade.