Arquivo da tag: tatuagem

Visual neutro pode ser diferencial na busca por emprego

Se adaptar a diferentes códigos de vestimenta evita desconforto e mantém liberdade na hora de se vestir

Atender às normas de conduta e vestimenta em diferentes ambientes profissionais não é a mais fácil das tarefas. Todavia, dar preferência a uma aparência discreta se mostra não só como uma boa alternativa, mas sim uma estratégia indispensável.

Segundo Margareth Bianchini, professora e especialista em Coaching e Gestão de Pessoas da Universidade Presbiteriana Mackenzie, a realização de práticas e políticas por parte de qualquer organização visa, sempre, homogeneizar a imagem coletiva.

Apesar de exaltar a liberdade de escolha individual na hora de montar o visual, a especialista alerta: “para os candidatos que buscam recolocação no mercado, recomenda-se ser discreto quanto à escolha, principalmente quanto às tatuagens e aos piercings; o bom senso acaba sendo primordial”, comenta.

No fim do mês de outubro, o STF (Supremo Tribunal Federal) decidiu proibir a contratação de funcionários com os visuais “chamativos”, para ocupação de cargos públicos. A constitucionalidade da proibição, contida em edital de concurso público, para candidatos que tenham qualquer item semelhante a outras restrições de contratação ou manutenção de qualquer cargo.

De acordo com a especialista, a inserção no ambiente coletivo se difere da existente no individual e, também por isso, é necessário acatar e obedecer às normas para não gerar um desconforto.“Não há problemas em decidir sobre o que fazer no próprio corpo, mas enaltece a importância de observar bem sobre o que demandam os diferentes ambientes de trabalho”, conclui.

N.R.: Vale a pena lembrar que você sempre pode procurar emprego em áreas menos formais, como agências de publicidade ou de comunicação, por exemplo. Fazer tatuagens em locais mais estratégicos do corpo, que não ficam à mostra, também é uma saída!

Conheça alguns mitos e verdades sobre remoção de tatuagem

Tatuar-se continua em alta. E na mesma medida em que cresce a adesão às tatuagens, cresce também a busca para remoção dos desenhos. Nem sempre o resultado de uma tattoo sai como desejado – em outros casos, bate o arrependimento. No passado, arrepender-se de ter feito uma tatuagem significava ter de conviver com ela para sempre, mesmo que a contragosto.

As mais jovens talvez não se lembrem, mas na época em que Johnny Depp namorou Winona Ryder. O ator, conhecido por Piratas do Caribe, fez uma tatuagem em homenagem à atriz de Garota Interrompida: Winona Forever. Bom, como todos sabem, o namoro não durou para sempre. E Depp acabou fazendo uma tattoo sobre a primeira. Porém, hoje em dia, felizmente, a tecnologia avançou e há modernos aparelhos de laser capazes de contornar o problema de maneira simples e segura. Assim, dá para se apagar os resquícios de um amor que não deu certo, ao menos na pele. .

Segundo um estudo realizado pela IBISWorld, a procura pelo procedimento de remoção aumentou 440% nos Estados Unidos nos últimos dez anos, principalmente em virtude do aperfeiçoamento e da acessibilidade da técnica e da disseminação de informação sobre o sucesso do laser. No entanto, ainda existem alguns mitos sobre a remoção de tatuagem. Adriana Benito, médica-chefe da Pró-Corpo Estética Avançada, com pós-graduação em Dermatologia, esclarece os principais:

· É possível remover completamente a tatuagem com laser. VERDADE!

O laser “quebra” a tinta em micropartículas, que, depois, são naturalmente eliminadas pelo corpo. Ao longo das sessões, os traços vão ficando mais finos e claros, até a completa extinção da tatuagem. Aspectos como cor e localização do desenho, tom da pele e cicatrização de cada um devem ser considerados para determinar a quantidade de sessões.

· Tatuagens pequenas podem ser removidas com apenas uma sessão. MITO!

O número de sessões depende da qualidade e coloração da tinta usada como também da profundidade do pigmento na pele. O número de sessões pode variar entre 4 a 12 sessões com intervalo mínimo de 60 dias.

· Retirar a tatuagem pouco tempo depois de ser feita prejudica a pele. MITO!

Pelo contrário, isso pode ser uma vantagem, já que a tinta ainda não está bem penetrada na pele. O procedimento só poderá ser iniciado após cicatrização total da pele, num prazo médio de 45 dias após realização do desenho.

· Tatuagens coloridas são mais difíceis de serem removidas. VERDADE!

Como o laser tem mais afinidade com cores escuras, as tatuagens coloridas são mais difíceis de sair, especialmente se o preenchimento foi realizado com cores como o amarelo e o azul. O tipo de pigmento utilizado também é um fator determinante, pois cada um reage de forma diferente ao laser. No decorrer das sessões, é possível analisar como será a evolução do tratamento.

· A remoção é mais eficiente em algumas partes do corpo do que em outras. VERDADE!

Regiões como braços, pés e mãos tendem a ser mais difíceis por estarem mais expostas ao sol. Quanto maior o contraste entre a cor da pele e o pigmento, melhor o resultado. Por isso, peles bronzeadas são mais resistentes ao laser.

· É possível fazer uma tatuagem no mesmo local do corpo que passou por um processo de remoção. VERDADE!

Muitos tatuadores, inclusive, aconselham seus clientes a passarem por algumas sessões de remoção para clarear o desenho. É preciso apenas que a pele se recupere completamente da sessão de laser antes de submetê-la a uma sessão de tatuagem.

Informações: Pró-Corpo Estética Avançada