Arquivo da tag: unhas

Fazer unha em casa: manicure dá algumas orientações certeiras

Diante da quarentena e da necessidade de isolamento social, muitas mulheres estão fazendo a própria unha em casa. Para quem está começando, Danielly Cardoso, a manicure que atende pelo GetNinjas, maior aplicativo de contratação de serviços da América Latina, separou quatro dicas para fazer a unha perfeita sem erros na execução. Confira:

1- Escolher uma cor mais básica:

unha nude pinterest
Pinterest

Quando a pessoa não tem muita prática pintando as unhas, a melhor opção é escolher cores mais simples, como um branco ou um nude. “As cores mais claras são mais fáceis de limpar e também de evitar alguns incidentes”, explica Danielly.

2- Para evitar bolinhas na unha:

esmalte brilho unha

É comum acontecer da unha ficar com bolinhas depois de seca. Danielly explica que isso pode ocorrer quando a pessoa tem a mão muito quente. “É importante, antes de pintar, colocar a mão na água fria para ela ficar gelada. E se, mesmo assim, ficar bolinhas, passar um extra brilho nas unhas, ele dá uma maquiada no esmalte”, completa.

3- Durabilidade do esmalte:

shutterstock- mulher pintando a unha esmalte
Shutterstock

Para o esmalte durar mais, certifique-se que não está com nenhum tipo de creme na unha. O ideal é sempre passar um algodão com removedor de esmaltes na unha antes de pintar. Além disso, é importante passar duas camadas finas de esmaltes e se atentar com as datas de validade, porque o esmalte vencido fica grosso e sai muito mais fácil da unha.

4- Remover o esmalte sem agredir as unhas:

mulher limpando esmalte da unha
Para remover esmaltes mais escuros ou com glitter, a melhor opção é molhar um algodão com removedor de esmaltes e deixar na unha por um tempo. Desse jeito, o esmalte amolece e sai mais fácil.

Fonte: GetNinjas

Coronavírus: higiene e corte das unhas são fundamentais para prevenir contaminação

Unhas sujas e grandes criam ambiente propício para proliferação de microrganismos, como o coronavírus. Confira dicas para manter as unhas limpas e evitar o contágio pelo vírus

Devido a pandemia do novo coronavírus, nós devemos tomar uma série de cuidados para impedir a proliferação do vírus causador da Covid-19, como permanecer em isolamento social, evitar o compartilhamento de utensílios pessoais e, principalmente, higienizar as mãos frequentemente com água e sabão. Porém, outro cuidado menos comentado que também devemos tomar é com relação às unhas.

“A parte de baixo das unhas é uma área de difícil acesso e higienização, o que faz com que elas acumulem grande sujidade e se tornem um ambiente propicio para a proliferação e sobrevivência de microrganismos transmissores de patologias, como o Coronavírus”, explica Luisa Saldanha, farmacêutica e diretora científica da Pharmapele.

roer unhas dentes
Foto: Mouthhealthy.org

Por isso, a recomendação mais adequada é que você corte as suas unhas com frequência, de preferência a cada três dias, para impedir o acúmulo de impurezas, vírus, fungos e bactérias. “É imprescindível também que você evite levar as unhas à boca, seja para roê-las ou remover aquela cutícula que está te incomodando, pois as mucosas, como a da boca, são uma das principais vias de transmissão do coronavírus”, alerta a farmacêutica.

“Além disso, o hábito de roer as unhas também abre machucados que servem de porta de entrada para vírus, bactérias e fungos. Por isso, o ideal é manter as unhas sempre aparadas, o que ajuda até mesmo a parar com o vício de roer as unhas.”

unhas stiletto halloween
Pinterest

O problema é que, por vaidade, muitas pessoas preferem deixar as unhas crescerem, seja naturalmente ou por meio de técnicas para aumentar seu tamanho, como alongamentos e aplicação de unhas postiças. Então, caso você opte por manter as unhas longas, é importante redobrar os cuidados com a higienização. “Na hora de lavar as mãos, não se esqueça de passar água e sabão também nas unhas, escovando-as para garantir que as impurezas e microrganismos foram removidos por completo”, destaca Luisa.

Além dos cuidados de higiene, é importante também que você não retire a cutícula da unha. “Essa prática facilita a entrada de microrganismos que causam infecções. Então, caso as cutículas te incomodem, o ideal é utilizar produtos que proporcionem hidratação e emoliência para manter as cutículas bonitas sem precisar retirá-las”, sugere a especialista. Outro cuidado fundamental nesse período é remover os esmaltes após um curto tempo de uso.

unhas

“Conforme o esmalte descasca, formam-se elevações propícias para que os microrganismos se alojem e se proliferem, facilitando sua transmissão”, afirma. Por fim, na hora de fazer as unhas, a farmacêutica ressalta que você deve se lembrar das recomendações do Ministério da Saúde sobre não compartilhar utensílios pessoais e utilizar suas próprias ferramentas para cuidados com as unhas, como esmaltes e alicates.

Fonte: Pharmapele

Coronavírus: mitos e verdades na relação entre Covid-19, pele, cabelos e unhas

Sociedade Brasileira de Dermatologia esclarece dúvidas importantes da população a fim de evitar impactos gerados pela desinformação sobre a doença

O crescimento das contaminações pelo novo coronavírus, causador da doença conhecida como Covid-19, é uma realidade no Brasil e no mundo. Em paralelo às informações a respeito do número de casos suspeitos, casos confirmados e mortes, circulam com muita força na internet, redes sociais e aplicativos de troca de mensagens, como o Whatsapp, inúmeras notícias sobre formas de prevenção, muitas vezes incompletas ou mal-intencionadas.

Então, como saber se o conteúdo recebido procede? Para esclarecer dúvidas e orientar a população, a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) elencou 10 perguntas e respostas que envolvem pele, cabelos e unhas e informa o que é mito ou verdade.

“A instituição está atenta a todas as informações sobre o novo coronavírus. Estamos desenvolvendo diferentes protocolos e orientações para dermatologistas e pacientes, além de já termos publicado vários conteúdos sobre o tema nas redes sociais e no nosso site institucional”, explica o médico dermatologista Sérgio Palma, presidente da SBD.

Confira dúvidas frequentes relativas à prevenção e contaminação pelo novo coronavírus:

Água e sabão diminui o tempo de vida do novo coronavírus?

lavando maos lavar mãos pixabay
Verdade. Essa é a principal forma de desinfectar a pele em geral. Portanto, intensifique a lavagem, principalmente, do rosto, mãos e braços.

É necessário retirar toda a barba?

HOMEM BARBA PINTEREST
Pinterest

Mito. Retirar a barba facilita a limpeza e higiene na região, no entanto, não é preciso raspá-la. O importante é redobrar a limpeza e higiene da pele e pelo da área com água e sabão.

O álcool em gel 70% é um importante aliado na prevenção?

alcool gel cleanhandsja
Foto: Clean Hands JA

Verdade. Sim, porém, apesar da eficácia, seu uso em excesso resseca a pele. Faça uso apenas quando não for possível lavar as mãos e o braço com água e sabão.

Pode-se usar qualquer tipo de álcool na pele para a prevenção?

freepik alcool em gel
Freepik

Mito. A SBD orienta utilizar o álcool em gel 70% medicinal e nunca o de limpeza doméstica. Receitas caseiras também não funcionam.

Existe uma ordem para passar os produtos de cuidados com a pele?

hidrataçao mãos
Verdade. Siga o passo a passo: 1- álcool em gel 70% medicinal; 2- hidratante; 3- protetor solar; 4- repelente; 5- cosméticos.

A vacina da gripe previne contra a Covid-19?

vacina
Mito. A campanha de vacinação contra a gripe foi antecipada, mas ela não previne contra o novo coronavírus. Mas a vacinação evita que mais de uma epidemia aconteça ao mesmo tempo no país e garante que menos casos que necessitem de cuidados intensivos, aumentando os leitos para quem contrair a doença. No entanto, a recomendação é manter as vacinas em dia.

Tratamento com isotretinoína oral para acne grave não deve ser suspenso?

acne mulher mnt
Verdade. Não há, até o momento, relação de uso do medicamento em pacientes com acne e riscos de infecção ou de alteração na evolução do micro-organismo causador da Covid-19. Portanto, atualmente, orienta-se a manutenção do tratamento em curso.

Devo cortar o cabelo ou andar sempre de cabelo preso?

trança de lado e coque
Mito. Essa é uma orientação válida para os médicos que, geralmente, colocam a mão no cabelo e, após, na máscara. Para a população, a medida não possui eficácia. O importante é manter os fios limpos.

Pacientes com hanseníase não precisam parar protocolo de tratamento?

hanseníase-770x416
Verdade. A orientação da SBD é que o protocolo de tratamento do Programa de Saúde Pública, sob responsabilidade do Ministério da Saúde (MS), seja mantido. Até o momento, não existem conhecimentos científicos disponíveis de interações do coronavírus com os protocolos clínicos da doença.

Manter as unhas curtas não previne a contaminação?

maos-unhas
Mito. Cortar as unhas, pelo menos neste momento, facilitará a limpeza, principalmente na parte de baixo, onde é difícil de higienizar adequadamente. Unhas muito longas, sejam naturais ou artificiais, comprometem a limpeza total das mãos, umas das principais regiões do corpo que entram em contato com superfícies.

Mais dúvidas? Ligue gratuitamente para a Ouvidoria-Geral do Sistema Único de Saúde (OUVSUS) pelo telefone 136. Além disso, procure se informar por meio de canais de comunicação oficiais, como o Ministério da Saúde (MS), secretarias municipais de saúde e sociedades médicas de especialidades, como a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD). Essa é uma medida importante para confirmar a procedência dos conteúdos que você recebe sobre o assunto e evitar o compartilhamento de informações não qualificadas, ou as chamadas fake news, sobre o coronavírus.

Como cuidar das unhas no verão

Verão e muita gente só pensa em aproveitar os dias quentes se jogando nas atividades ao ar livre e curtindo muito com família e amigos. Todo mundo já sabe de cor o quanto esses dias de calor pedem cuidados especiais com a pele, mas nem sempre se lembram de dar aquela atenção especial para as unhas.

Para deixar as unhas fortes durante o verão – e de quebra manter o brilho do esmalte por mais tempo – vale sempre ter aquele cuidado redobrado nesta estação do ano. O sol, o mar, piscina e várias outras atividades desgastam as unhas e ressecam as mãos mas você não precisa se privar de nada disso para manter a manicure em dia.

A linha Risqué Technology é perfeita para curtir o verão e ainda cuidar da saúde das unhas, já que oferece um ciclo completo de tratamento hipoalergênico para antes, durante e depois da manicuração, com muita praticidade.

Confira abaixo a seleção de produtos que vai te ajudar a ter unhas perfeitas durante toda a temporada de calor.

risque

Removedor de esmaltes: remove até 70% do esmalte na primeira passada sem causar o ressecamento das unhas. Preço: R$ 9,99

Sérum Reparador: seu uso contínuo proporciona hidratação de até 30% das cutículas e restaura em até 40% as unhas. Perfeito para depois daquela temporada na praia. Preço: R$ 5,99

Creme 2 em 1: amolece a cutícula e hidrata por 24h, tudo isso em uma embalagem prática com bico aplicador. Preço: R$ 12,99

Seda Base: protege as unhas para esmaltação. Preço: R$ 5,99

Bases Fortalecedora e Niveladora:  as bases fortalecem unhas fracas e quebradiças em até 40% e as deixam mais resistentes, corrigindo falhas e ondulações. Preço: R$ 5,99 cada

Cobertura Brilhante: maior durabilidade e brilho do esmalte por 7 dias, para se preparar para aquela viagem e ficar tranquila com as unhas. Preço: R$ 5,99

Spray e Óleo Secante: protegem as unhas recém-esmaltadas contra poeiras, arranhões e borrões. Preços: Spray R$ 15,99 e Óleo R$ 5,99

Todos os produtos da linha podem ser encontrados nas principais drogarias, perfumarias e supermercados do país e também no e-commerce da marca.

Informações: Risqué – SAC: 0800 012 68 88

 

Pé de Atleta? Especialista dá dicas de cuidados

Calçados adequados, corte de unha e até a hidratação da pele são alguns dos fatores que interferem no rendimento do atleta

Hoje, 10 de fevereiro, comemora-se o Dia do Atleta Profissional e, para que os corredores e praticantes de qualquer esporte de impacto tenham um bom rendimento, os cuidados com os os pés devem ser parte da rotina diária, assim como os treinos. Para ajudar com esse check-list, a podóloga e coordenadora técnica da Doctor Feet, Maria Lourdes Pinheiro, lista abaixo algumas dicas.

mulher tenis meias

=Se for correr ou realizar atividades em quadra, procure um tênis adequado e use-o com meias de algodão, que absorvem o suor e ajudam a combater os fungos causadores do pé de atleta (micose);

podologo pixabay
Pixabay

=O corte das unhas deve ser feito por um podólogo, profissional habilitado que, além de cortar e lixar corretamente, também poderá identificar e tratar doenças específicas.

pés pixabay esmalte escuro unhas
Pixabay

=Evite remover totalmente as cutículas. Essas são proteções naturais do corpo que impedem a sensibilidade, calos, frieiras, infecções por bactérias e bolhas.

pés cremes hidratacao
=Mantenha os pés hidratados, pois isso evita o atrito com a meia e impede a formação de bolhas.

Silicone-palmilha orthodynamic
Foto: Orthodynamic

=Opte por palmilhas e protetores de silicone que absorvem o impacto e evitam o impacto e o atrito com o calçado.

bolha pés mulher woman fitness
Foto: Woman Fitness

=Evite estourar as bolhas que costumam surgir nos pés, mantendo-os limpos, secos e em repouso, pois assim o risco de infecção é menor.

pés

=Após a atividade física, faça um escalda-pés com água quente para relaxar e pingue algumas gotas de óleo essencial de melaleuca, que tem ação antifúngica, ou óleo essencial de lavanda, que é relaxante. Na falta dos óleos, junte à água um punhado de sal grosso, que ajuda na circulação.

pés massagem andreas 160578 pixabay
Pixabay

=Invista na reflexologia, uma massagem relaxante, também é recomendada para ajudar a descansar e aliviar as tensões.

Fonte: Doctor Feet

Quer parar de roer as unhas? Conheça produtos que irão ajudar

Se parar de roer as unhas faz parte da sua lista de metas para 2020, continue lendo. Não é um hábito bonito, muito menos higiênico ou saudável, mas você não está sozinho. Estudos apontam que aproximadamente 30% da população mundial têm este hábito, totalizando uma média de 2,2 bilhões de pessoas.

Em 2015, a revista científica Journal of Behaviour Therapy and Experimental Psychiatry publicou uma pesquisa com a seguinte explicação: a onicofagia, ato de roer as unhas, não é motivada pela ansiedade, como muitos pensam, e sim perfeccionismo. Os pesquisadores concluíram que esse costume pode ajudar a diminuir a irritação, o tédio ou a insatisfação. Verdade ou não, esse hábito prejudica a saúde das mãos de adultos e crianças.

Como recuperar os centímetros roídos?

A empresa suíça Mavala, expert em cuidados com unhas, mãos, pés e olhos há 60 anos, traz três itens que irão devolver a força das unhas, hidratar as cutículas e auxiliar na desistência deste mau hábito.

mavala 3

Ao roer a unha, ela se torna frágil e descama, para fortalecê-la o sérum endurecedor Mavala Scientifique K+ traz em sua formulação um ingrediente ativo que melhora a junção das fibras de queratina, componente principal das unhas, permitindo selar as três principais camadas. Esta solução líquida penetra e endurece, evitando que elas se quebrem ou descamem. Preço sugerido: R$ 125,00.

Principais ingredientes:
– Dimetil ureia: endurecedor de unha com queratina.
– Lágrimas de cristal de resina: proveniente da árvore de Pistácia, nativa da ilha de Chios, na Grécia. Esse extrato promove o processo natural de queratinização das unhas. A placa é fortalecida de queratina, portanto se torna resistente.
– Complexo exclusivo de Mavala: regeneração, antirressecamento e fortificante.
– Sem formaldeído.

Modo de aplicar:
– Aplique com as unhas totalmente limpas e somente na borda livre (apenas na ponta da unha), evite que o produto encoste na cutícula ou na pele ao redor. Aguarde um minuto ou até a completa absorção do produto. Usar de duas a três vezes por semana.

Para nem sequer colocar o dedo na boca

mavala1

O Mavala Stop tem um sabor amargo e a aparência de um esmalte transparente, o que permite ser usado por homens. Ele também auxilia crianças a parar de chupar o dedo, mas, neste caso, o uso recomendado é acima de 3 anos de idade. O gosto permanecerá mesmo após lavar as mãos ou tomar banho por, em média, 48 horas. Preço sugerido: R$ 87,00.

Principais ingredientes:
– Ingrediente amargo, com sabor desagradável, que é liberado quando em contato com saliva.
Obs* dermatologicamente testado.

Modo de aplicar:
– Passe uma camada sobre toda a superfície da unha, ou sobre o esmalte, e deixe secar. Evite lavar as mãos diretamente após a aplicação. Reaplique a cada dois dias, até que o hábito tenha parado.

Nada de mordiscar as cutículas e peles

mavala2

O Cuticle Cream da Mavala irá hidratar de forma profunda as cutículas danificadas, além de reduzir a produção de pele, permitindo que seja removida da placa da unha e empurrada cuidadosamente para trás, sem usar alicates ou os dentes, neste caso. Preço sugerido: R$ 82,00.

Principais ingredientes
– Lanolina e Vaselina

Modo de aplicar
– Aplique o Cuticle Cream ao redor das unhas, especialmente na base, e nas pontas dos dedos. Massageie com em movimentos circulares e deixe absorver o produto. O ideal é aplicar diariamente antes de dormir, para que o produto possa agir ao longo da noite. Antes de esmaltar a unha, lembre-se de removê-lo, pois o Cuticle Cream forma uma camada oleosa e impede que a base ou o esmalte se fixem.

Informações: Mavala Brasil

Quatro mandamentos para ter um pé saudável

Especialista da Doctor Feet dá dicas importantes para cuidar dos pés em qualquer estação

Responsáveis por nos levar de um lado para outro e por sustentar todo o peso do nosso corpo, os pés nem sempre tem o devido reconhecimento. Segundo Karina Barros, podóloga e coordenadora técnica da Doctor Feet, maior rede de podologia do país, é essencial existir uma rotina de cuidados diários, para evitar quaisquer contratempos. “As pessoas se esquecem ou deixam de cuidar dos pés por conta da pouca necessidade de exibi-los”, comenta a especialista, que também lista abaixo quatro mandamentos para mantê-los sempre saudáveis.

Hidratação

shutterstock pés pernas

Os pés costumam ficar ressecados por inúmeros motivos, mas são os calcanhares que sofrem mais. Para evitar que isso ocorra, é preciso fazer uma hidratação diária com cremes e loções. “Uma dica é aplicar o produto após o banho ou antes de dormir; assim, fica mais fácil criar um ritual. Se os pés estiverem muito ressecados, o hidratante pode ser aplicado novamente pela manhã”, completa Karina.

Lave bem e seque mais ainda

pés

Já dizia o ratinho do Castelo Rá Tim Bum: “lava, lava, lava até meu pé, meu querido pé, que me aguenta o dia inteiro”. Durante o banho lave bem os pés, mas não se esqueça de secá-los mais ainda, principalmente na região entre os dedos. A umidade pode causar problemas bem sérios. Se for nadar na piscina, o cuidado deve ser redobrado. A água do mar, por outro lado, possui propriedades antissépticas, nutritivas e hidratantes que beneficiam a pele, finaliza.

Use sapatos adequados

sapato machucado pés bolhas curativos

O calor e a umidade nos pés podem estar diretamente relacionados ao uso de calçados mais fechados, o que pode favorecer a contaminação de micoses causadas por fungos. Alternar o uso dos mesmos e evitar os sapatos mais apertados é uma opção. Um outra dica é investir em meias de algodão. “Na hora de comprar um novo par de sapatos, opte por fazer isso no fim do dia, pois os pés já estão bem inchados, então você vai saber se ele vai ser confortável depois de um longo período de uso” completa a especialista da rede.

Cuidado com as unhas

unhas14

“As unhas devem ser cortadas em linha reta, pois isso evita que ela fique encravada. É necessário retirar o esmalte um ou dois dias antes da próxima esmaltação, para que elas consigam se recuperar a tempo. É importante visitar um podólogo com frequência para evitar problemas como unhas encravadas, calosidades e problemas pelo uso de calçados inadequados”, finaliza.

Fonte: Doctor Feet

Quatro dicas para evitar que as unhas quebrem

Especialista da Singu reúne orientações para mantê-las bonitas e saudáveis

Manter as unhas perfeitas, sem que o esmalte descasque, e evitar que elas quebrem é um desafio diário para as mulheres. É preciso tomar alguns cuidados e incluir novos hábitos na rotina para não ficar no prejuízo.

Pensando nisso, Adriana Castro, artista que atende pela Singu, marketplace de beleza e bem-estar, separou algumas dicas sobre o assunto. Confira:

1. Aposte nas bases fortalecedoras

unhas manicure

Este item é indispensável para manter as unhas fortes. A base protege a pontinha dos dedos, garantindo uma aplicação mais uniforme do esmalte. “A base protege as unhas mais fracas e quebradiças, evitando que as substâncias danosas dos esmaltes sejam absorvidas, além de contarem com componentes como carbonato de cálcio, formaldeído e derivados de quinino em sua fórmula” explica Adriana.

2. Deixe de lado a acetona

unhas

Apesar de retirar o esmalte com mais facilidade, a acetona é prejudicial para a saúde das unhas, pois seus componentes são agressivos e causam ressecamento, aumentando as chances de quebra e enfraquecimento. “Os removedores são uma ótima opção para substituir a acetona” afirma a profissional.

3. Ar fresco para as unhas

unhass

Ainda que não precisem de hidratação contínua como a pele, as unhas precisam de um tempo para respirar entre uma esmaltação e outra, pois o uso excessivo de esmaltes impede que elas descansem das toxicidades presentes nos vidrinhos. “Para evitar problemas como a quebra e as temidas manchinhas brancas, retire o esmalte um ou dois dias antes de pintar novamente”, pontua a especialista.

4. Lixas, pra que te quero?

Woman filing her nails with nail file. Manicure.
iStockPhoto

De acordo com a Adriana, lixar bem as unha é uma ótima jogada para evitar os retalhos que ficam nos cantinhos, região em que a maioria dos acidentes acontecem. É fundamental repetir essa prática, pelo menos, uma vez na semana, deixando as partes laterais retas para evitar que qualquer imprevisto do dia a dia resulte na quebra.

Fonte: Singu

Cuidados ao fazer as unhas fora de casa: veja dicas de como evitar contaminação

Especialista da Doctor Feet ensina dicas para proteger a saúde ao frequentar salões e esmalterias para cuidar das mãos e dos pés

Quem não quer as unhas sempre bem-feitas e bonitas? A praticidade dos serviços de manicure faz com que muitas pessoas busquem regularmente salões e esmalterias para este fim, porém, deve-se levar em consideração os riscos de contaminação ao realizar o procedimento sem checar os cuidados com a higiene e manipulação dos produtos utilizados.

Segundo Cristina Lopes, podóloga e coordenadora técnica da rede Doctor Feet, algumas medidas, fiscalizadas antes do atendimento, podem evitar qualquer problema. “A remoção da cutícula cria pequenas aberturas por onde existe a chance de contaminação. Essas lesões são a principal porta de entrada para vírus e bactérias, além de outros riscos relacionados a técnica, como o enfraquecimento das unhas, micoses e a descamação”, comenta.

A especialista dá algumas cuidados para prevenir doenças e evitar fungos e bactérias. Veja abaixo:

– Atente-se sobre a esterilização dos instrumentos

esterelizador manicure aliexpress
AliExpress

Verifique se no local existe uma autoclave e veja como os instrumentos são manipulados. Se estiverem embalados em plástico é um bom sinal. Apesar da obrigação de esterilizar todos os instrumentos, é possível que você não conheça a procedência do estabelecimento na primeira visita. Segundo Cristina, um instrumento infectado pode transmitir doenças como, micoses bactérias e até mesmo hepatite B e C.

– Levar o seu próprio material não garante que ele esteja estéril

manicure-unhas

É comum ouvir a orientação de levar os próprios instrumentos, porém, isso não garante que ele esteja estéril e livre de contaminação. A autoclave, que funciona através da esterilização por vapor, é o principal meio de garantir a assepsia dos alicates e espátulas.

– Verifique se alguns itens são descartados

manicure dedo unhas píxabay

Lixas, palitos de unha e saquinhos devem ser descartados e substituídos após cada uso. Veja se a profissional utiliza novos itens antes de começar. Os vasilhames para imergir as mãos e os pés também devem estar cobertos com plástico, que devem ser trocados a cada atendimento.

– Não utilize separadores de dedo

separador de dedos pés.jpg

Muitas profissionais usam separadores de dedo de E.V.A e outros materiais. No mesmo local onde eles são posicionados ocorrem as frieiras e outras infecções por vírus e fungos, que podem ser transmitidas de uma pessoa para outra. O correto é utilizar algodão ou papel entre os dedos.

– Veja se a profissional usa acessórios de segurança

manicure- unhas beleza pixabay

O uso de instrumentos cortantes exige que a profissional use luvas descartáveis e máscara para proteger a sua própria saúde e a do cliente. “Na Doctor Feet existe o procedimento de entregar um equipamento de proteção individual as podologas, para que, desta forma, nossos clientes estejam totalmente protegidos.” comenta a especialista.

– Toalhas devem ser de papel

freepik unhas manicure
Freepik

O uso da toalha de algodão para secar as mãos ou tirar o resíduo de creme é comum, porém, pode ser perigoso. O melhor é que a manicure use apenas papel toalha ou produtos semelhantes descartáveis. Mesmo quando individual, essas toalhas precisam ser lavadas em água quente e com produtos específicos para que não haja contaminação, o que não ocorre normalmente.

– Busque um médico no caso de inflamação por longo período

medico-consulta

Lesões nas cutículas são comuns durante o processo, porém, se elas permanecerem por mais de 5 dias, procure um dermatologista para evitar grandes complicações.

Fonte: Doctor Feet

“O lado bom do inverno” é o tema da nova coleção de esmaltes Vult

Com referência às delícias da estação mais fria do ano, a marca traz oito nuances contrastantes inspiradas nas principais tendências 

Com nomes que inspiram as coisas mais gostosas e aconchegantes para se fazer no frio como “ficar debaixo do edredom” ou “assistir à uma maratona de séries”, a Vult traz para a temporada oito novas cores contrastantes de esmaltes baseadas nas principais tendências de outono/inverno 2019.

A coleção, batizada de “O lado bom do inverno” da Vult, conta com formulação 5Free, livre de componentes com maior potencial alergênico, como formaldeído, tolueno, DBP (dibutilftalato), resina de formaldeído e cânfora. Além de serem hipoalergênicos, os esmaltes são ainda são veganos e cruelty-free, feitos à base de extratos de algas marinhas, rico em oligoelementos tais como cálcio e magnésio, fundamentais para unhas saudáveis.

Com secagem rápida, os esmaltes oferecem alta cobertura somada a brilho intenso e duradouro, além de proporcionar um efeito gel quando associado exclusivamente ao uso do Top Coat da marca.

Conheça as cores da linha “O lado bom do inverno”:

ler um bom livro

Ler um bom livro (azul cremoso)

queijos e vinhos

Queijos & Vinhos (vinho cremoso)

comedia romantica

Comédia romântica (verde cremoso)

lareira aconchegante

Lareira aconchegante (laranja cremoso)

maratona

Maratona de séries (chumbo cremoso)

noite do fondue

Noite do fondue (nude perolado)

debaixo do edredom

Debaixo do edredom (cinza cremoso)

ficar juntinho

Ficar juntinho (roxo cremoso)

Preço sugerido: R$ 6,90 (cada)

Informações: Vult – SAC: (11) 4736-8890; sac@vult.com.br