Arquivo da tag: universidade cruzeiro do sul

Como uma boa alimentação alinhada com atividade física pode ser benéfica para saúde?

Docentes e Nutricionistas da Universidade Cruzeiro do Sul falam dos benefícios que a nutrição e exercícios físicos podem trazer para a saúde

Para manter um corpo saudável com muito equilíbrio, a prática de exercícios físicos e uma boa alimentação são indispensáveis, porém, muitas pessoas não têm o hábito de uma alimentação saudável ou deixam de lado a prática de algum esporte, e nem imaginam que a falta de ambos pode impactar em sérios problemas de saúde para o corpo humano.

Segundo a docente do Programa de Pós-graduação Interdisciplinar em Ciências da Saúde (Mestrado e Doutorado) da Universidade Cruzeiro do Sul, Profª Drª Maria Fernanda Cury Boaventura, a falta de atividade física e uma má alimentação, ocasionam diversas doenças, entre elas, as cardiovasculares e respiratórias.

Pressão alta, diabetes, colesterol, complicação renal, entre outras, são algumas das doenças provenientes de uma péssima alimentação. A professora ressalta que as enfermidades citadas demoram a aparecer, pois as células ficam se virando por um período para posteriormente virem a falhar.

“Todas as células do nosso corpo precisam de nutrientes para sobreviver e funcionar adequadamente e ao não fornecermos alimentos de qualidade por um longo tempo, o corpo começa a ficar vulnerável e apresentar possíveis sintomas de alerta”, explica Maria Fernanda.

Segundo dados do Ministério da Saúde, 7,4% da população brasileira possui diabetes, 24,5% têm hipertensão e 20,3% estão obesos. A pesquisa foi realizada em 2019, pela Vigitel (Vigilância de Fatores de Risco e Proteção Para Doenças Crônicas Por Inquérito Telefônico) e considera as taxas de incidências de doenças crônicas. “Os dados citados demonstram a urgência da adoção de novos hábitos de saúde, em que a nutrição assume um real protagonismo na vida das pessoas”, afirma

A Profª Drª Katia Cristina Andrade, docente do curso de Nutrição da Universidade Cruzeiro do Sul alerta que na internet, existem diversos conteúdos sobre os mitos dos alimentos milagrosos, que volta e meia são veiculados, e segundo ela, as pessoas devem repensar suas atitudes, uma vez que a alimentação é o motor do corpo humano, e somente com uma reeducação alimentar e alimentos habituais do dia a dia é possível ter a mudança de hábito e consequentemente manter um peso saudável.

“Os alimentos milagrosos não existem, o que é recomendado é um estilo de vida saudável onde se contempla alimentação, atividade física e relações sociais prazerosas, ou seja, são os denominados fatores modificáveis que vão levar a um menor risco no desenvolvimento de doenças crônicas”, explica.

A docente afirma que a alimentação de qualidade é uma importante ferramenta que a sociedade possui, pelo fato de oferecer condições para que o organismo se desenvolva adequadamente, além de ajudar na prevenção de doenças.

“Todo alimento é composto por uma série de nutrientes que o caracteriza como tal e dessa forma, é importante prestarmos atenção no que ingerimos, pois é fundamental ver a alimentação como um ato de prevenção, já que as escolhas alimentares, o ato de comer, como por exemplo, o comer em companhia e em locais apropriados, são fatores determinantes para a questão nutricional”, afirma.

Para a professora, comer deve ser um ato prazeroso. “A alimentação é reflexo de um comportamento cultural que também é espelho de nossa história, onde resgata sabores, e sobretudo, permite a conexão com os significados que envolvem nossa herança cultural, memória afetiva e momentos de sociabilidade, que devem ser contemplados uma vez que são tão importantes quanto a alimentação sob o aspecto nutricional” finaliza.

Por fim, as professoras Maria Fernanda Cury e Kátia Cristina Andrade, listaram algumas dicas essenciais para quem deseja manter uma alimentação saudável. Confira:

-Tenha uma lancheira para levar alimentos de casa para o trabalho/estágio e/ou Universidade;
-Aumente o consumo de alimentos não processados (frutas, verduras, arroz, feijão, lentilha, ervilha, batata, leite, ovos, carnes);
-Consumir, mas limitar alimentos processados, como pão, torrada, queijo, iogurte de frutas e adoçados, cereais refinados, bolacha água e sal, conserva de legumes, compotas de frutas, entre outros;
-Evite ao máximo alimentos ultraprocessados, como produtos congelados (lasanha, hambúrguer, nuggets, tortas), embutidos, bolos, salgados, bolachas salgadas e doces;


-Evite comprar ultraprocessados e faça a substituição por alimentos in natura ou minimamente processados;
-Reduza o consumo de óleos, açúcar e sal;
-Diversifique os alimentos;
-Coma comida de verdade. A melhor escolha sempre são os alimentos frescos e naturais;
-Organize a sua vida pessoal, procurando ter em casa ou trabalho, alimentos que proporcionem melhores escolhas alimentares;
-Compartilhe o momento da refeição com colegas para que esse momento seja mais prazeroso e dessa forma consiga fazer melhores escolhas de alimentos;
-Não utilize aparelhos eletroeletrônicos durante a alimentação;

Foto: Pablo Merchan Montes/Unsplash


-Realize as refeições em ambiente tranquilo e apropriado.

Fonte: Universidade Cruzeiro do Sul

Melhore a saúde a partir de pequenas atitudes diárias

Renata Gorjão, vice-coordenadora do Programa de Pós-graduação Interdisciplinar em Ciências da Saúde da Universidade Cruzeiro do Sul, orienta sobre os cuidados e indica pequenos hábitos que promovem qualidade de vida

Com uma rotina cheia de afazeres e obrigações, cuidar da saúde muitas vezes fica em segundo plano. Ao contrário do que muitos imaginam, ter uma vida mais saudável não é difícil, e para isso, pequenas atitudes diárias podem ser realizadas.

Renata Gorjão, vice-coordenadora do Programa de Pós-graduação Interdisciplinar em Ciências da Saúde da Universidade Cruzeiro do Sul, separou algumas dicas para melhorar a qualidade de vida. Confira:

Alimentação

Uma boa alimentação pode ajudar diretamente nossa saúde, mas é importante dizer que nossa dieta não precisa ser restritiva, o ideal seria diminuir o consumo de comidas industrializadas e com muita gordura e açúcar. Optar por frutas, legumes e cereais.

Atividade física

A prática de atividade física está diretamente ligada à qualidade de vida e saúde. Prova disso é que a Sociedade Americana do Câncer (American Cancer Society), mostra que quando fazemos exercícios físicos em intensidade vigorosa pelo menos três vezes por semana ou moderada cinco vezes por semana, podemos diminuir as chances de câncer. “Para quem busca praticidade, indico as caminhadas, videoaulas de pilates ou yoga. O importante é fazer exercício por pelo menos 60 minutos, três vezes por semana”, destaca Renata.

Qualidade do sono

O sono tem um papel fisiológico muito importante. Este período de descanso, possibilita a recuperação do desgaste promovido pelas atividades desenvolvidas durante o dia (nosso período ativo). Mas além disso, nesta fase, ocorre a liberação de alguns hormônios importantes, como da melatonina. Este hormônio tem um papel muito importante não só na regulação do início do próprio sono, como também tem um papel antioxidante, combatendo radicais livres, dentre outros efeitos que têm sido estudados.

Hidratação

A ingestão de água é muito importante para o transporte de nutrientes, para o funcionamento do cérebro e do sistema renal. Quando o consumo de água é muito baixo, ocorrem sintomas como dificuldade de concentração nas atividades diárias. Além disso, a desidratação pode ser muito grave promovendo alterações musculares e cardíacas, visto que a água é o nosso principal solvente, sendo responsável por manter o equilíbrio dos eletrólitos no nosso organismo.

Pequenas pausas durante o trabalho

Shutterstock

Embora não existam estudos científicos descrevendo exatamente de que forma estas pausas durante o trabalho devem ser realizadas, é um consenso por exemplo, que aqueles que trabalham muito tempo no computador, devem fazer pausas ao longo do dia, longe da tela do computador. Além disso, a postura no trabalho também deve ser alterada, com pequenas pausas para realização de alongamentos, por exemplo. Isto pode melhorar a qualidade de vida e evitar sobrecarga de determinados grupamentos musculares.

Faça algo por você

O lazer é muito importante para a mente e o corpo. Fisiologicamente, atividades prazerosas liberam mediadores como a serotonina, que são importantes por aquela sensação de felicidade. “Em um estudo recente realizado por nosso grupo, no qual mulheres diabéticas participaram de um programa de aulas de dança, observamos que além da boa adesão ao programa de exercícios, devido à interação social que a atividade promove, elas apresentaram melhora da glicemia, de marcadores inflamatórios e do equilíbrio da resposta imunológica”, finaliza Renata.

Fonte: Renata Gorjão é graduada em Farmácia-Bioquímica; Doutora em Ciências. Com pós-doutorado na área de Fisiologia, com ênfase em Fisiologia Celular. Professora titular do Programa de Pós-graduação Interdisciplinar em Ciências da Saúde da Universidade Cruzeiro do Sul.

Universidade Cruzeiro do Sul oferece acupuntura e terapia com florais para o controle da ansiedade

O Núcleo de Enfermagem da Universidade Cruzeiro do Sul (NUCLEnf) está com vagas abertas para o controle da ansiedade por meio da acupuntura auricular e da terapia floral. O atendimento acontece semanalmente nos campis: São Miguel, Anália Franco e Liberdade.

A acupuntura é uma técnica milenar chinesa que visa o melhor funcionamento de todo o corpo por meio da estimulação de pontos energéticos localizados nas orelhas e tem se mostrado eficaz no controle da ansiedade, problema que pode provocar medo e inquietação, além de estar associado ao ganho de peso, insônia, ataques de pânico, asma, doença coronariana e disfunções gastrointestinais. O procedimento é realizado através da fixação de esferas de metal, sementes ou similares em pontos preestabelecidos e não existe nenhuma contraindicação.

As essências florais também chamadas de “remédios” são extratos líquidos sutis, geralmente ingeridos por via oral, usados para tratar profundas questões de bem-estar emocional, do desenvolvimento da alma e da saúde do corpo e da mente. Isso se dá porque as flores são a parte mais evoluída de energia consciente do reino vegetal. Tal fato se deve a própria ação das essências florais, que é a de catalisar evolução na consciência humana. Elas ajudam a identificar características emocionais e mentais internas que precisam ser despertadas ou fortalecidas e a estimular a liberação de bloqueios ao nosso crescimento espiritual, que ser definido como o processo contínuo de ancoramento de nosso eu espiritual em nosso corpo físico.

O agendamento deve ser por telefone, veja abaixo a lista.

Campus São Miguel
Atendimento às terças-feiras, às15h.
Avenida Doutor Ussiel Cirilo, 225, Bloco C, 1º subsolo
Telefone: 11 2037-5743

Campus Anália Franco
Atendimento às segundas-feiras, às 15h.
Avenida Regente Feijó, 1295, Prédio Luiza, 1º subsolo
Telefone: 11 2672-6246

Campus Liberdade
Atendimento às quartas-feiras, às 18h.
Rua Galvão Bueno, 868, Bloco B, 5º andar
Telefone: 11 3385-3011