Arquivo da tag: urgência

Dez sintomas que indicam que é necessário procurar um pronto atendimento

A pandemia da Covid-19 tornou o cuidado com a saúde prioridade, obrigando todos a adicionar novos hábitos ao cotidiano para prevenir a infecção pelo vírus. Mas essa precaução acarretou um novo sentimento: o receio de procurar um pronto atendimento por medo do novo coronavírus. A atitude, no entanto, pode ser ainda mais perigosa e acarretar consequências sérias ao organismo, até mesmo fatais.

O alerta é reafirmado pela gerente do Pronto-Socorro do Hospital Edmundo Vasconcelos, Denise Fonseca, que explica que o receio não pode estar acima de uma urgência médica. “No Edmundo Vasconcelos, o atendimento no pronto-socorro é seguro e efetuado em uma estrutura distinta daquela que recebe pacientes com sintomas de síndrome gripal”, explica. “Por isso, é preciso ficar atento aos sinais de que se necessita avaliação com rapidez e, em caso positivo, procurar ajuda”, acrescenta.

Para auxiliar nesta decisão importante, Denise lista dez sintomas que não devem ser ignorados e exigem uma visita ao atendimento de urgência. Ela lembra que a morosidade em buscar ajuda, nesses casos, pode gerar problemas sérios à saúde. “Ao verificar um desses indícios, não adie. Precisamos nos prevenir contra a Covid-19, mas não ignorar outras doenças. Elas não deixaram de existir”, enfatiza.

Dez sintomas mais indicados para procurar um pronto-socorro:

=Perda de consciência
=Sinais de confusão mental
=Dificuldade ao falar, enrolando a língua
=Perda de movimento repentino

=Visão turva, tontura, perda de visão
=Palpitação

=Dor no peito
=Dificuldade para respirar
=Tosse ou vômito com sangue
=Trauma e fratura

Fonte: Hospital Edmundo Vasconcelos

Urgência e emergência: você sabe a diferença?

Urgência e emergência são termos comuns da medicina, mas você sabe a diferença entre eles? Segundo Aier Adriano Costa, coordenador da equipe médica do Docway, a resolução 1451/95 do Conselho Federal de Medicina (CFM) define as situações. Apesar de muito parecidas, no âmbito hospitalar elas possuem significados bem diferentes.

Urgência é a ocorrência imprevista de agravo à saúde sem risco potencial de vida, em que o paciente necessita de assistência médica. Ou seja, é quando existe uma situação que não pode ser adiada e precisa de tratamento médico adequado para não agravar. “Casos urgentes são aqueles que necessitam de intervenção médica, mas têm um caráter menos imediato, como por exemplo luxações, torções, e doenças como catapora e sarampo”, explica o médico.

Já emergência é a constatação médica de agravo à saúde que impliquem em risco iminente de vida ou sofrimento intenso, exigindo, portanto, tratamento médico imediato. Ou seja, emergência é uma situação crítica, que exige intervenção médica naquele exato momento. “São consideradas emergências, por exemplo, situações de hemorragias, parada cardiorrespiratória e infarto”, detalha o especialista.

hospital-er
Foto: Thstrave

O que a maioria da população não sabe é que para cada caso existe uma opção de atendimento oferecido. Nos casos de menor gravidade, como dores leves, mal-estar e tosse, o paciente pode optar por atendimento em postos de saúde ou, se preferir, até o próprio atendimento domiciliar. Já nos casos mais graves ou urgentes, como pancada na cabeça, febre alta, dores no peito, é aconselhada a ida o pronto atendimento. Quanto aos casos de altagravidade ou emergência, como acidentes de trânsito, ferimentos à bala, AVC, casos em que a vida fica em risco eminente, devem ser encaminhados imediatamente ao pronto socorro.

“É muito natural que o paciente procure imediatamente o pronto atendimento, mesmo nos casos de baixa gravidade, como por exemplo uma gripe forte. O que ele não sabe é que isso acaba prejudicando o atendimento médico como um todo. Hoje existem boas alternativas para esses casos, de menor complexidade, o atendimento domiciliar é um deles, já que ele consegue atender o paciente onde estiver ajudando a desafogar o sistema de saúde”, comenta o médico.

Ainda segundo Aier, não importa o caso, seja ele urgente ou emergente, é aconselhável que o paciente procure atendimento médico, para diagnóstico e tratamento adequado ao seu caso, evitando agravamento da situação. “Saúde é coisa séria, e deve ser tratada de tal maneira por especialistas. Qualquer problema deve ser diagnosticado o mais rápido possível”, completa o especialista.

medico

Para conhecer todos os detalhes sobre o Docway, que está disponível para os sistemas Android e iOS, acesse o site.