Arquivo da tag: urina

Especialista indica como descobrir sinais de desidratação e como evitá-la

A estação mais quente do ano mal começou e as altas temperaturas registradas nas últimas semanas fizeram com que muitas pessoas aumentassem a ingestão de líquidos para amenizar o calorão. A falta de hidratação pode prejudicar o organismo e em longo prazo resultar em problemas de saúde.

A recomendação para evitar a desidratação, no caso de um adulto, é o consumo em média de dois litros por dia, principalmente de água. “Essa medida pode variar de acordo com alguns fatores, como idade, peso, clima e condições do ambiente, presença de alguma doença. O importante é nunca esperar ter a sensação de sede, pois esse já é um sinal de desidratação”, explica a nutricionista e pesquisadora da Fundação Pró-Rim, Fabiana Baggio Nerbass.

Para variar a hidratação é possível beber água de coco, chás naturais gelados e sucos naturais, sem adição de açúcar. Evite consumir refrigerantes, refrescos em pó ou até mesmo de caixinha que contêm muitos conservantes, aditivos químicos e nenhum nutriente aproveitável ao organismo.

A desidratação

Beautiful happy young healthy casual woman drinking orange juice
Depositphotos

O organismo pode perder água na forma de urina, parte das fezes e pela transpiração, muito frequente nesse período por conta do calor. “Há evidências que mostram que a sensação de sede é desencadeada tardiamente, quando o organismo já está levemente desidratado”, explica a nutricionista. E isso parece ser mais relevante em crianças e idosos, cujo mecanismo da sede é ainda mais sensível a estas perdas.

A sede é o principal sintoma da desidratação, mas também pode ser percebida quando a boca fica seca, a pele ressecada, olhos aparentemente fundos, tontura e enjoo. Quando isso ocorre a hidratação do organismo deve ser feita com água, soro, água de coco, bebidas isotônicas, sopas, sucos e chás.

Por meio da urina é possível verificar o estado de hidratação e pode ser monitorado diariamente. As diferentes tonalidades indicam se o indivíduo está mais ou menos hidratado. Quanto mais clara e transparente estiver a urina, melhor hidratado se encontra o organismo.

Fique atento as cores e seus sinais:

 

universal health news cores urina
Ilustração: UniversalHealthNews

– Urina bem clara: pode indicar que esteja tomando água em excesso. E, ao contrário do que se pensa, a ingestão exagerada de líquidos também pode ser um problema, pois sobrecarrega os rins e traz à perda de sais, inchaço, sonolência e mal-estar.
– Amarela clara: essas é a cor ideal.
– Amarela escura: considerado normal, porém é um sinal de que precisa ingerir mais água.
– Âmbar ou mel: esse é um sinal de desidratação. É importante beber mais água.
– Laranja: pode indicar falta de água ou pigmentos de comida. Se persistir, pode ser problema de fígado ou da vesícula. É importante consultar um médico e realizar um exame para descartar qualquer suspeita.
– Espuma ou efervescência: se for persistente, indica o excesso de proteína ou algum problema renal. Consulte um nefrologista.
– Rosada ou avermelhada: se for persistente, pode indicar problemas no fígado, rim, próstata, infecção ou até mesmo um tumor.
– Acastanhada: indica desidratação severa ou problemas de fígado.
– Azulada ou esverdeada: pode ser de comida, medicação ou, ainda, infecção bacteriana.

Fonte de pureza

Além de ajudar na diminuição de sensação de fome, a água melhora a circulação sanguínea, a disposição, auxilia no funcionamento do intestino, contribui para a saúde dos cabelos e da pele, entre outros benefícios.

O cuidado com a qualidade da água ingerida também merece atenção, pois muitas vezes a ingestão de líquido contaminado pode resultar em doenças, como a leptospirose. Para evitar que isso ocorra, consuma somente água filtrada ou fervida, tanto para o preparo dos alimentos quanto para ingestão. Água de qualidade é incolor e não apresenta cheiro nem gosto.

Como se hidratar

mulher bebendo agua2

A água é a principal fonte de hidratação, mas você também pode optar por sucos, leites, frutas, verduras e legumes que contêm água na composição. Frutas como melão e melancia têm quase 90% de água e fornecem boa parte da necessidade hídrica do corpo. Já as verduras e legumes são ricos em água e sais minerais, sendo ótimas opções de refeições que combinam com esta estação.

Refrigerantes e sucos artificiais não devem ser substituídos pela água na hora da hidratação. “Essas bebidas contêm uma quantidade considerável de açúcar e ausência de nutrientes essenciais, além do excesso de sódio e a presença de corantes”, indica Fabiana. O consumo de bebidas artificiais, somado a outros hábitos inadequados, pode contribuir para doenças, como diabetes e obesidade.

Para evitar a desidratação, leve sempre com você uma garrafinha de água. Curta o verão com a saúde em dia.

Fonte: Pró-Rim

Varre Xixi ajuda na limpeza da urina dos pets

Produto facilita a limpeza de dejetos, que são transformados em pó

Ensinar o local correto para as necessidades do seu bichinho de estimação é um desafio que exige paciência e disciplina. Como nem sempre eles obedecem, ou demoram a aprender, o jeito é recorrer a outras maneiras de resolver o problema. O Varre Xixi, da Petbrilho, por exemplo, é o típico produto que todo tutor  deve ter em casa.

Facilidade na hora de limpar os dejetos do seu animal doméstico, é desta forma que o Varre Xixi ajuda a ter mais praticidade na limpeza da casa. O higienizador sanitário transforma dejetos em pó, permitindo que a remoção seja feita apenas com vassoura e pá, dispensando o uso de panos, evitando o contato direto das mãos com a urina e deixando o ambiente suavemente perfumado.

VARRE XIXI

Sobre a Petbrilho

A Petbrilho, linha do Grupo Interbrilho desenvolvida para atender as necessidades do público de produtos pet, foi criada em 2005 e é parceira exclusiva do Instituto Ayrton Senna, levando em suas embalagens o personagem Senninha e seus cães Becão e Bicão, repassando parte de suas vendas ao instituto que garante educação e a prática de esportes às crianças e aos jovens.

Informações: Petbrilho 

 

Cor da urina pode revelar problemas de saúde

Além da cor, o aspecto e o odor da urina podem indicar problemas como intoxicação e outro problemas

Já é certo que, mais do que apenas uma excreção humana, a urina pode ser uma forma de saber como anda a saúde de alguém. Justamente por ser resultado de um processo de filtração de “impurezas” do sangue no sistema urinário, o líquido expelido pelo corpo pode ter características que revelam doenças e anormalidades.

“É sempre importante estar atento aos seus hábitos e a cor da sua urina para prevenir complicações”, diz Alexandre Crippa, coordenador do Núcleo de Urologia do Hospital Samaritano.

A urina saudável é a amarela clara, com o odor típico, mas não intenso. Uma urina amarelo escuro ou mel pode indicar um quadro de desidratação, enquanto uma que efervesce ou espuma demais, quando persistente, indica excesso de proteínas ou problemas renais.

Existem cores específicas que indicam problemas mais graves. A urina laranja, por exemplo, se for contínua, pode estar ligada a um problema de fígado ou vesícula. “Em caso de urina rosada ou avermelhada, se ela persistir por muito tempo, pode ser sinal de problema na próstata, infecções e até tumores”, afirma o especialista.

_cor da urina
Foto: Shutterstock

Para o diagnóstico de problemas urinários, os exames realizados dependem das possíveis causas da mudança de coloração da urina e dos sintomas que o paciente apresenta. Por exemplo, em casos de urina marrom também são solicitados exames relacionados ao fígado. Em geral, Urina I e Urocultura são os principais exames no diagnóstico de doenças urinárias.

mulher bebendo água ibbl

Beber muita água, no mínimo dois litros por dia, é uma medida bastante eficaz para ajudar no funcionamento do sistema urinário e, consequentemente, na boa saúde da urina. “Para uma pessoa adulta, o ideal é que se faça, em média, 1,5 litros de urina por dia”, comenta o médico. Essa quantidade equivale, aproximadamente, a cinco idas ao banheiro no dia para micção. É imprescindível que as pessoas sempre prestem atenção no que elas excretam, e em caso de alteração persistente nas características da urina, buscar um especialista.

Fonte: Hospital Samaritano

 

O significado das cores da urina

 

Pois é, parece um assunto um pouco constrangedor, mas a cor da urina pode falar muito sobre sua saúde. Por isso, é preciso estar atento para algumas alterações possíveis de serem reconhecidas apenas ao olhar para a urina.

O nefrologista credenciado da Paraná Clínicas, Carlos Augusto Azevedo Bornancin, explica que a urina humana costuma ser amarelada, podendo ter variações de tons conforme a quantidade de água presente nela. “A cor habitual é amarela, mas o tom pode variar do amarelo claro até mais alaranjada dependendo da quantidade de líquido ingerida”, cita.

As cores da urina podem variar também pela alimentação. Alimentos como cenoura, beterraba, amora e remédios, ricos em vitamina B, podem modificar a cor. Além de suplementos vitamínicos e medicamentos com corantes.

Bornancin reforça que prevenir é a melhor solução. “Ingerir uma boa quantidade de líquido é fundamental para um bom funcionamento do organismo. As pessoas devem ingerir por volta de 30 ml/kg de peso de líquidos no dia. Assim diminui-se o risco de formação de cálculos renais e de queda na pressão arterial que é comum em dias muito quentes, além de evitar um desequilíbrio hidroeletrolítico do organismo que pode ser grave para o indivíduo”, menciona.

vaso sanitário
Foto: Kevin Connors/Morguefile

O significado de cada cor da urina:

Clara: é um bom sinal e indica que o corpo está hidratado

Amarela intensa: significa um baixo consumo de água e que os rins estão com trabalho extra. Hidrate-se.

Amarelo escuro: o tom próximo ao marrom significa que a situação pode ficar complexa rapidamente. Pode indicar um problema no fígado. Beba muita água e, se persistir, procure um especialista.

Marrom: indica que há um problema renal. Trata-se de uma inflamação na urina e é possível identificar pequenos vestígios de sangue. Fique atento e procure um especialista.

Laranja: talvez uma das mais incomuns. O tom alaranjado está relacionado com o excesso de vitamina C no corpo. Reduza o consumo – sem parar de consumir – de frutas e legumes com a vitamina durante aproximadamente cinco dias.

remédios

Azul: geralmente ocasionada pelo excesso de cálcio ou infecção bacteriana. Costuma acontecer em pessoas com suplementação vitamínica. É hora de procurar um médico.

Vermelha: pode ser algo grave ou apenas o consumo em excesso de frutas vermelhas, amora ou beterraba. Caso não seja o caso ou se repita ao longo de vários dias, procure imediatamente um médico.

beterraba
Foto: HelloBob/Morguefile

Roxa: muita rara. Indica porfiria (doença genética).

Fonte: Paraná Clínicas