Arquivo da tag: vegetais

Quibes, lasanha e pizzas veganos são novidades da Mr. Veggy

Prato tradicional da gastronomia italiana, lasanha ganha nova versão à base de soja e queijo de castanha

Para quem não resiste a uma deliciosa lasanha, a Mr. Veggy está lançando a sua primeira Lasanha Bolonhesa 100% vegana no mercado, criando uma versão cheia de sabor e com poucas calorias desse prato tradicional italiano.

Desenvolvida para atender principalmente consumidores veganos e vegetarianos, a novidade é elaborada com proteína de soja, molho de tomate caseiro, queijo de castanha e temperos in natura, o que a torna ainda mais leve e saborosa, sendo também uma ótima opção para pessoas que buscam uma alimentação mais saudável.

Superprática, a Lasanha Mr. Veggy vem congelada em embalagens individuais com 320 gramas. Para consumir, basta aquecer em forno convencional ou micro-ondas por aproximadamente 5 minutos para ficar perfeita.

lasanha___2lasanha__mr._veggy___embalagem

Com a Lasanha Mr. Veggy, a empresa quer ampliar seu portfólio para atender um segmento de mercado que vem crescendo a cada dia. Segundo pesquisa do IBOPE Inteligência conduzida em 2018, 14% da população do país é vegetariana.

Nas regiões metropolitanas de São Paulo, Curitiba, Recife e Rio de Janeiro este percentual sobe para 16%, o que representa um crescimento de 75% em relação a 2012, quando a mesma pesquisa indicou que a proporção da população dessas regiões que se declarava vegetariana era de 8%. Hoje, o percentual de 14% de vegetarianos representa quase 30 milhões de brasileiros que aderiram à essa opção alimentar e buscam consumir alimentos mais saudáveis e naturais no dia a dia.

Quibes de Abóbora e de Tomate Seco com Escarola também são novidades da marca

Outros lançamentos Mr. Veggy são o Quibe Assado de Abóbora e o Quibe Assado Recheado com Tomate Seco e Escarola, duas novidades saborosas e nutritivas que irão agradar tanto veganos e vegetarianos. Congelados e de fácil preparo, os quibes podem ser servidos como opção principal de uma refeição.

quibe_de_abA3bora___versoquibe.jpg

Elaborado com abóbora japonesa, o Quibe de Abóbora leva trigo para quibe, cebola e salsa in natura, hortelã, sal marinho, alho, açúcar mascavo, painço, linhaça, especiarias, gergelim e outros ingredientes.

Disponível em caixas com 6 unidades de 50g (300g), também é oferecido em embalagens de 990 kg para o food service. Para preparar basta aquecer o produto semidescongelado em forno médio preaquecido (180ºc) por aproximadamente 15 minutos ou em forno micro-ondas por 1 a 2 minutos.

quibe_de_escarola_e_tomate_seco.png

Já a outra novidade, o Quibe Assado de Escarola com Tomate Seco, também leva trigo para quibe, proteína de soja, cebola, hortelã, alho, mix de temperos, salsa e outros ingredientes.

Oferecido em caixas com 4 unidades de 80g cada (320g) o quibe pode ser assado em forno médio (180°c) por 10 minutos ou frito imerso em óleo quente por aproximadamente 4 minutos.

Pizzas Veganas nas versões Abobrinha com Tomate Cereja e Vegetais com Queijo de Castanha são novidades para quem é fã dessa delícia italiana

O terceiro lançamento da Mr. Veggy, também com sotaque italiano, são as Pizzas Abobrinha com Tomate-Cereja e Vegetariana com Queijo de Castanha para oferecer aos veganos, vegetarianos e pessoas que buscam uma alimentação mais leve e saudável um dos pratos mais consumidos em todo o mundo.

pizza_abobrinha_2.jpg

Com receita italiana, 100% plant based e assada lentamente em forno à lenha, a Pizza de Abobrinha e Tomate-Cereja Mr. Veggy é crocante e deliciosa. Elaborada com fatias do legume, leva ainda molho de tomate caseiro, queijo vegano de castanha-de-caju, tomates-cereja frescos, folhinhas de alecrim e um toque de azeite.

pizza_legumes_3.jpg

Já, o outro lançamento, a Pizza Vegetariana com Queijo de Castanha Mr. Veggy, combina muçarela vegetal com molho de tomate preparado artesanalmente, brócolis, milho e ervilhas em conserva, lascas de azeitonas e azeite de oliva.

Fonte de fibras e proteínas e isentas de lactose, as Pizzas Mr. Veggy são oferecidas na versão brotinho, com 230 gramas, e ficam prontas em poucos minutos. É só retirar a pizza do congelador e assar em forno preaquecido a 220º C por cerca de 15 minutos.

Estes lançamentos e a linha de produtos Mr. Veggy são comercializados em mais de 800 lojas, restaurantes, lanchonetes, redes de varejo e no site com entrega restrita à região da Grande São Paulo.

 

Mr. Veggy oferece sete opções de hambúrgueres veganos

Mr. Veggy desenvolveu uma linha de hambúrgueres veganos com sete opções de sabores para quem não quer ingerir alimentos de origem animal ou prefere uma alimentação mais leve e saudável.

Produzidos com vegetais, grãos e temperos naturais, os hambúrgueres Mr. Veggy são oferecidos nas principais redes de varejo em embalagens com seis unidades e também em versões maiores para atender o setor de food service, principalmente as hamburguerias e restaurantes que querem acrescentar opções veganas em seus cardápios.

A linha é composta pelas versões:

hamburguer_de_legumes___fretne

Hambúrguer de Legumes –  preparado com proteína texturizada de soja, milho, cenoura, farinhas de rosca e trigo, cebola, ervilha, gordura de palma, amido de milho, salsa, sal marinho, alho e condimentos naturais. Disponível em caixas de 360g com 6 hambúrgueres e em packs com 12 unidades para o food service.

hamburguer_vegetariano___frente

Hambúrguer Vegetariano – elaborado com proteína texturizada de soja, farinhas de trigo e rosca, cebola, gordura de palma, salsa, amido de milho, sal marinho, alho e condimentos naturais. Disponível em embalagens de 360g com 6 hambúrgueres e com 12 unidades para o food service.

hamburguer_de_grAGBPo_de_bico___frente

Hambúrguer de Grão-de-Bico – combina grão-de-bico com batata em flocos, cebola, gordura de palma, farinhas de arroz e grão-de-bico, polvilho doce, salsa, cebolinha, alho, linhaça, sal marinho e especiarias. Disponível em embalagens com 6 (400g) e 12 unidades para o food service.

hamburguer_de_ervilha

Hambúrguer de Ervilha – leva ervilha, cenoura, farinha de arroz crua, polvilho doce, aveia em flocos, gordura de palma, cebola e salsa fresca, hortelã, limão, sal marinho e especiarias. Disponível em caixas com 6 unidades (360g).

hamburguer_de_quinua

Hambúrguer de Quinua –  feito com quinua em grãos, cenoura, grão de bico, aveia em flocos, cebolinha, gergelim, polvilho doce, sal marinho, alho e condimentos naturais. Disponível em embalagens com 6 (400g) e em packs com12 unidades para o food service.

hambuerguer_de_milho

Hambúrguer de Milho – composto de milho, fubá, farinha de arroz, cebola, gordura de palma, salsa, sal marinho e especiarias. Disponível na versão de 360g com 6 unidades.

hamburguer_de_lentilha

Hambúrguer de Lentilha –  produzido com lentilha, cenoura, cebola, farinha de arroz, batata em flocos, espinafre, cebolinha, linhaça, tomate seco, salsa, alho, gergelim preto, sal marinho e condimentos naturais. Disponível em caixas com 6 unidades (360g) e em packs com 12 para o food service.

hamburguer_de_quinua

Congelados, os hambúrgueres são de fácil preparo. É só colocar os produtos semidescongelados em forma untada com azeite e assá-los em forno médio preaquecido ou grelhá-los em chapa preaquecida. O tempo de preparo e temperatura podem variar de acordo com cada forno.

Onde encontrar: hambúrgueres Mr. Veggy são comercializados em mais de 800 lojas, restaurantes, lanchonetes, redes de varejo e no site com entrega restrita à região da Grande São Paulo.

 

Aproveite março para repensar os hábitos alimentares

A Doctoralia alerta para a importância de uma alimentação saudável e equilibrada o ano todo, mas especialmente no outono, quando o organismo precisa se fortalecer por conta do aumento de doenças respiratórias

Março é o mês ideal para repensar os hábitos alimentares: além de representar a chegada do outono, estação na qual a temperatura fica mais amena e o clima seco, celebra-se o Dia Nacional da Saúde e Nutrição, no dia 31.

“Sabemos que, embora o inverno só comece em 21 de junho, precisamos preparar nosso corpo para essa mudança meses antes de sua chegada, sendo que uma alimentação saudável e equilibrada é uma ótima aliada na prevenção de doenças sazonais, como gripes e resfriados”, comenta Carlos Eduardo Spezin Lopes, Country Manager da Doctoralia no Brasil.

Em 2018, houve aumento das doenças típicas de inverno, conforme levantamento do Ministério da Saúde, o qual identificou mais que o dobro de casos de influenza em relação ao ano anterior: foram 3.558 ocorrências, contra 1.459, em 2017. Segundo a mesma instituição, o período de maior incidência é a temporada de frio, entre abril e outubro, sendo mais intenso em junho.

Sauted mixed vegetables food photography recipe idea
Rawpixel.com

“Ter uma alimentação balanceada, com ingestão frequente de água e prática de atividades físicas, é uma maneira de prevenir essas doenças, pois ajuda a fortalecer o sistema imunológico em caso de contato com os vírus”, comenta a nutricionista Juliana Schrickte Grana, membro da Doctoralia.

Confira a seguir as dicas da especialista para uma dieta variada e rica em nutrientes para fortalecer o organismo e prepará-lo para o inverno:

Turbine o cardápio com alimentos ricos em vitamina C

tangerina pixabay
Pixabay

De acordo com a nutricionista, alimentos com alta concentração de vitamina C são essenciais para a imunidade, pois auxiliam na prevenção de doenças infecciosas do sistema respiratório e favorecem a absorção de ferro, evitando anemia. “Esse antioxidante também ajuda na cicatrização de feridas, na circulação do sangue e no fortalecimento dos fios de cabelo”, explica. Ela recomenda frutas típicas do outono que são ricas na vitamina, como laranja, limão, tangerina, maracujá, caqui e goiaba.

Aproveite a oferta de vegetais da estação

abobrinha
Pixabay

O outono é uma ótima época para abastecer a despensa e a geladeira com alimentos saídos direto da horta, adicionando mais vitaminas e minerais ao cardápio. Juliana indica incrementar as saladas com agrião, espinafre e repolho, e preparar receitas saborosas com abóbora, abobrinha, batata-doce, berinjela, beterraba e chuchu.

Mantenha-se hidratado

abacaxi-pippalou-morguefile

Não se deixe enganar pelas temperaturas amenas: beba bastante água diariamente. É possível também equilibrar com outras bebidas como chás, especialmente de frutas vermelhas e maçã com canela, e sucos naturais de frutas da estação, de preferência sem adoçar. Aposte também em frutas que ajudam a hidratar o organismo, como melancia, morango, pêssego, melão e abacaxi.

Dê preferência a proteínas magras e fibras

castanhas

Nada melhor do que uma sopa quentinha para aquecer e relaxar. “Ao escolher os ingredientes, opte por legumes variados, proteínas magras e grãos integrais, ampliando a diversidade de vitaminas e minerais em uma só refeição”, sugere a nutricionista, que também recomenda vegetais ricos em fibras, que saciam o apetite por mais tempo.

Juliana destaca também a importância de minerais como zinco, magnésio e selênio, presentes em oleaginosas e sementes como castanha-do-pará, amêndoas e chia, pois aumentam a imunidade, evitando gripes e alergias. Por outro lado, ela observa que alimentos gordurosos e calóricos, como carnes, massas e doces, devem ser evitados, uma vez que podem levar a ganho exagerado de peso, assim como ao aumento do colesterol e da glicose.

Fonte: Doctoralia

Queda de temperatura: prepare o corpo com estratégias nutricionais

As quedas de temperatura, que se iniciam com a chegada do inverno e se intensificam nos próximos meses, podem comprometer o equilíbrio do organismo, especialmente em relação ao sistema imunológico. Para evitar isso, torna-se necessária a adoção de estratégias que modulem o corpo antes da previsão do tempo mudar. A alimentação é uma forte aliada nesse aspecto, tendo em vista que o aporte adequado de vitaminas, minerais e fitoativos é eficaz no aumento das defesas imunológicas.

viver outonos

Formado por componentes específicos que sofrem influências de nutrientes, o sistema imune depende de um bom funcionamento do intestino, que possui alta associação com a chamada imunidade inata, responsável por defender o corpo contra infecções e resfriados agudos.

sementes-de-abobora-max-straeten
Foto: Max Straeten / Morguefile

Certos nutrientes, especificamente a glutamina, a arginina, os ácidos graxos essenciais e as fibras dietéticas (com destaque às prebióticas) são necessários para o crescimento e função normal das células presentes na mucosa intestinal e, consequentemente, das imunológicas. Para isso, a inclusão de cereais integrais, sementes, oleaginosas e leguminosas é recomendada.

Segundo Karla Maciel, nutricionista consultora da Naiak, os micronutrientes também devem ser ajustados na alimentação destinada aos preparos do corpo para o frio. Dentre eles, pode-se destacar o ferro, zinco, selênio, cobre, vitaminas C, E e D e as do complexo B, especialmente riboflavina (B2), ácido fólico e niacina (B3).

espinafre

Eles atuam como cofatores enzimáticos do sistema antioxidante endógeno, potencializando a ação das principais enzimas com esse papel de reduzir o estresse oxidativo. “É preciso ressaltar, ainda, que o ácido fólico, largamente presente em vegetais verde-escuros, favorece a síntese de glóbulos brancos, essenciais para otimizar a imunidade”, completa.

blueberry mirtilo pixabay
Pixabay

Um grupo de fitoquímicos que merece atenção quando se fala em imunidade são as catequinas e antocianinas, presentes no chá verde e frutas roxas, respectivamente. Estudos clínicos demonstram a capacidade destes compostos em atuar como imunomoduladores e antioxidantes, reduzindo os radicais livres que potencializam o desenvolvimento de doenças.

salmao_com_laranja

Por fim, um nutriente que deve ser listado é o ômega-3. Com alta capacidade em atuar como anti-inflamatório, o seu consumo por meio da alimentação e de suplementos de qualidade, é ideal para minimizar processos inflamatórios decorrentes das mudanças bruscas de temperatura.

Fonte: Karla Maciel – nutricionista consultora da Naiak – CRN 46500

“Superbom Aberta” terá mais de 150 produtos com descontos de até 50%

Nos dias 8 e 10 de março, a Superbom, empresa alimentícia especializada na fabricação de produtos saudáveis, irá comercializar mais de 150 produtos da marca com descontos de até 50%, em comparação com os valores dos pontos de venda, durante a nova edição da “Superbom Aberta”. O evento será realizado na própria fábrica da empresa, na zona sul de São Paulo.

Proteínas à base de ervilha, snacks saudáveis e os tradicionais sucos integrais estão entre os produtos promocionais. O diretor de marketing da Superbom, David Oliveira, pontua que o evento, realizado a cada três meses, é uma oportunidade para os consumidores encontrarem todo o portfólio da marca, uma vez que cada ponto venda dispõe de um mix de produtos diferente.

O executivo aponta também que há outra novidade este ano, a partir dessa edição do evento não serão mais disponibilizadas sacolas para os consumidores. Cada um deve levar a própria sacola para fazer as compras. “Não incentivamos mais o uso de sacolas plásticas na nossa loja de fábrica e resolvemos trazer essa iniciativa sustentável para a ‘Superbom Aberta’ também”, esclarece.

imagem_release_1620639.jpg

“Superbom Aberta”
Local: Fábrica da Superbom
Endereço: Rua Domingos Peixoto da Silva, 245 – Capão Redondo-SP
Datas e horários: 8 de março, das 8h às 14h, e 10 de março, das 8h às 16h
Estacionamento gratuito

Alimentos que ajudam a prevenir o câncer

Existem vários alimentos que comemos que ajudam a reduzir as chances de contrairmos câncer. Estes alimentos são poderosos anti-cancerígenos que devemos incluir em nossa dieta regular. Melhor garantir que estejam na sua lista de supermercado. Confira:

Alho

purple Garlic in a bowl
Depositphotos

Um dos melhores alimentos que devemos comer para prevenir o câncer. Também podemos combiná-lo com outros alimentos, pois o alho faz parte da família allium, que inclui alho-poró, cebolinha e cebola. Estes alimentos contêm o que é chamado allicin que é um poderoso antioxidante. Ele trabalha para remover os radicais livres no organismo, que são conhecidos por causar câncer. Estes alimentos aumentam a imunidade, controlam os níveis de colesterol, diminuem a pressão arterial e desintoxicam o corpo. Ao adicionar mais alho à sua dieta, você adquire um poderoso combatente do câncer.

Vegetais crucíferos

0d739-couve-brocolis
Estes vegetais são muito potentes quando se trata de combater o câncer. Eles incluem repolho, couve-flor e, especialmente, brócolis. Eles contêm fitoquímicos e também antioxidantes potentes. Eles são conhecidos por reduzir casos de vários tipos de câncer, incluindo câncer de próstata, gástrico e de mama. Estes alimentos são anti-inflamatórios e desempenham um papel importante na nossa dieta, uma vez que são potentes alimentos anticancerígenos. É melhor comermos esses alimentos crus ou levemente cozidos, para obtermos o máximo de benefícios.

Chá verde

Different sorts of green tea
Se quisermos reduzir as chances de contrairmos câncer, devemos consumir bastante chá verde. Este chá contém as chamadas catequinas, potente combatente do câncer. Elas ajudam a reduzir os danos dos radicais livres no organismo e podem até inibir o crescimento de células cancerosas. Se desejarmos reduzir as chances de desenvolvermos câncer devemos beber chá verde todos os dias. Este chá tem muitos outros benefícios, além de suas potentes propriedades de combate ao câncer.

Frutas

frutas-vermelhas
Devemos consumir mais frutas se quisermos reduzir nossas chances de contrair câncer. As bagas são especialmente boas, pois contêm poderosos antioxidantes. Bagas como mirtilos, framboesas, morangos e amoras têm muitos benefícios para a saúde que reduzem as chances de contrairmos câncer. Citrinos também são muito benéficos.

Tomates

tomates
Foto: Max Straeten/Morguefile

Um poderoso ingrediente anticancerígeno é chamado licopeno. Existe uma boa dose dele nos tomates. Sabe-se que previne vários tipos de câncer. A melhor maneira de consumir licopeno é quando ele é cozido, então devemos incluir várias porções de tomates cozidos a cada semana.

Cúrcuma

curcuma pixabay
Foto: Pixabay

Um tempero que vem se mostrando muito promissor na luta contra o câncer é chamado de açafrão. Esse fato tem sido demonstrado em estudos para prevenir o crescimento de células cancerígenas, e até matar as que já estão presentes. É conhecido por combater casos de câncer de pele, câncer de estômago, câncer de intestino e câncer de mama. Enquanto estudos mais concretos precisam ser feitos sobre açafrão, já se sabe que é um alimento poderoso na luta contra o câncer.

Folhas verdes

folhas-verdes-nutri-living
Foto: Nutri Living

Ao consumirmos grandes quantidades de vegetais verdes folhosos, podemos reduzir as chances de contrair um câncer. Esses alimentos incluem alface verde, couve, espinafre e alimentos verdes folhosos semelhantes. Eles contêm poderosos antioxidantes que ajudam nosso corpo a combater o câncer e mantê-lo saudável.

Resumo
Segundo os especialistas da clínica de medicina nuclear, estes são alguns dos alimentos que devemos consumir para reduzir as chances de desenvolvermos câncer. O médico Kléber Leite afirma: “Em geral, devemos nos ater a uma dieta de alimentos integrais, rica em frutas e vegetais e outros alimentos integrais.”

Fonte: Medicina Nuclear CDM

Vegetarianismo desafia estabelecimentos a criarem cardápios diferenciados

A busca por uma alimentação saudável, potencializada pela preocupação com o meio ambiente e com a exploração animal, tem levado várias pessoas a optar por formas de eliminar carnes e derivados do cardápio. No Brasil, 14% da população acima de 16 anos se declara como vegetariana, segundo pesquisa realizada em 2018 pelo Ibope Inteligência.

O fato de mais de 28 milhões de brasileiros terem optado por esse tipo de alimentação estabeleceu um novo desafio para restaurantes, bares e até panificadoras, que tiveram que começar a se preocupar com as opções de cardápio, divulgando com mais clareza os ingredientes utilizados nos produtos disponíveis.

Os hotéis, locais que recebem hóspedes com perfis variados, também tiveram que se adaptar: segundo a nutricionista responsável pelo cardápio saudável do Marriott São Paulo Airport, Glenda Cristina de Souza, o hotel verificou nos últimos anos um aumento na procura por pratos que não levam carne. “Nós já tínhamos algumas opções, mas, com a demanda cada vez maior, desenvolvemos desde sanduíches a pratos principais sem carne”, relata.

Ela revela ainda que a preocupação não é somente com opções vegetarianas, mas também com a origem dos alimentos: “Normalmente, quem opta por excluir alimentos de origem animal também está mais preocupado com a saúde. Por isso, trabalhamos com frutas, verduras e legumes frescos, dando preferência aos alimentos orgânicos e sem agrotóxicos”, complementa.

Dentre as escolhas disponíveis, o hotel destaca o sanduíche vegetariano, composto por pão integral, berinjela, abobrinha grelhada e tomate; o palmito grelhado com aspargos frescos ao molho holandês; e o risoto de legumes com queijo brie.

“Como também temos clientes veganos, que são aqueles que não consomem nenhum derivado de origem animal, adaptamos cada um dos pratos disponíveis conforme a necessidade, retirando itens como queijo e manteiga, por exemplo. Esse cuidado também é tomado com hóspedes com restrições alimentares, como intolerância à lactose e ao glúten”, finaliza Glenda.

vegetariana

Cuidados para tornar-se vegetariano

Simplesmente eliminar do cardápio itens oriundos de animais faz com que a pessoa se torne vegetariana, mas isso não é sinônimo de saúde. A carne vermelha, por exemplo, é uma importante fonte de proteína e de um tipo de ferro de fácil absorção pelo corpo humano (o ferro de origem vegetal demanda certos cuidados para melhor assimilação), e, para garantir a mesma quantidade de nutrientes, é necessário substituir.

“Muitas pessoas trocam a carne por carboidratos, o que pode levar a um aumento de peso e também à deficiência de ferro e vitamina B12,”, exemplifica a nutricionista.

O vegetarianismo pode ser seguido de diversas maneiras. Hoje, há três tipos que são considerados os mais comuns: ovolactovegetarianismo, lactovegetarianismo e veganismo. O primeiro corresponde à eliminação de qualquer tipo de carne, mas ovos e leite permanecem.

“Muitos começam com a retirada de carnes vermelhas, evoluindo para a exclusão de carnes brancas e frutos do mar. Várias optam por esse tipo de alimentação, que permite o consumo de itens como manteiga, leite e queijos, além de ser uma dieta mais fácil de ser seguida”, comenta Glenda.

Lactovegetarianismo também é outra forma comum, na qual leites e seus derivados fazem parte do cardápio, mas ovos são eliminados. E, ainda, há o veganismo que, além de abolir o consumo de alimentos de origem animal, prega pelo fim da exploração animal.

Health Food for Fitness

Sobre o assunto, a nutricionista do Marriott São Paulo Airport comenta: “É possível se alimentar bem somente com alimentos de origem vegetal. Mas vale destacar que o acompanhamento de um especialista é essencial para que haja o equilíbrio dos nutrientes essenciais, assim como complementação, caso necessário”.

Informações: Marriott São Paulo Airport 

Receita tradicional de Nabeyaki Udon do restaurante Kitchin para o inverno

Referência na gastronomia japonesa, o restaurante Kitchin oferece para o inverno o tradicional Nabeyaki Udon. Ótima opção para aquecer os dias mais frios, a receita leva macarrão de trigo espesso (udon), frango, shitake, vegetais e é finalizado com tempurá de camarão e ovo.

Na cultura nipônica, é um prato coletivo que reúne as famílias em volta da mesa em um momento acolhedor e leva este nome por conta dos alimentos serem cozidos e servidos na própria panela, mantendo a temperatura quente e confortante. Isso porque, na língua japonesa, Nabe significa “panela” e, Yaki, “cozido”.

Chef do Kitchin, Denis Watanabe, ensina o passo a passo:

Ingredientes do caldo (dashi)
500 ml de água
1 pedaço de 5 cm de alga
½ xícara de lasca de peixe bonito curado e seco
2 colheres de sopa de sakê licoroso
1 unidade de shitake seco
95 ml de shoyu

Modo de preparo do caldo
Em uma panela, introduza a água, o shitake seco e a alga. Leve a panela ao fogo mínimo, e, quando surgirem bolhas em volta dos ingredientes, retire-os.
Acrescente as lascas de peixe, o sakê licoroso e shoyu. Coe cuidadosamente e reserve.

Ingredientes tempurá de camarão
100 ml de água gelada
4 colheres de sopa de tempurako (massa para tempurá)
1 camarão (tamanho pode ser escolhido a gosto)
Óleo de girassol
Farinha de trigo para empanar

Modo de preparo tempurá de camarão
Misture a água e o tempurako até formar uma massa homogênea, não muito grossa;
Passe o camarão na farinha de trigo e, depois, na massa. Frite em imersão de óleo de girassol, até ficar dourado. Reserve.

Ingredientes Nabeyaki Udon
1 porção de macarrão Udon
1 shitake fresco
1 ramo de shimeiji
1 talo de cebolinha
1 folha pequena de acelga
30 gramas de frango cortado em tiras
1 lâmina de kamaboku (massa de peixe)
1 lâmina de tikuwa (massa de peixe)
1 camarão (tempura)
1 ovo

Modo de preparo
Em uma panela específica para o Nabeyaki, coloque o macarrão previamente cozido, os demais ingredientes – exceto o ovo e camarão – e o caldo até cobri-los. Leve ao fogo. Após a cocção dos ingredientes, acrescente o ovo e finalize com o tempurá de camarão.

nabeyaki udon.png

Kitchin JK – Shopping JK Iguatemi – Avenida Juscelino Kubitschek, 2.041 – Piso Térreo – Loja 104B
Kitchin Itaim – Rua Iaiá, 83, Itaim, São Paulo – SP

Conheça harmonizações de vinhos ideais para o seu churrasco

Substituir a clássica cerveja pelo vinho pode ser uma grande aposta no quesito sabor. Por isso, a Evino separou algumas dicas especiais para ajudar nessa combinação

Embora caipirinha e cerveja ainda mantenham a soberania no churrasco brasileiro, a quantidade cada vez maior de pessoas adotando as taças mostra que o vinho vem ganhando espaço. Mas você sabe como combinar a bebida ideal com cada um dos cortes de seu churrasco? Não se pode negar que uma boa harmonização faz toda a diferença e o vinho pode ser considerado um grande aliado no quesito sabor. A Evino separou algumas dicas especiais de harmonização para cada corte.

Para Lana Ruff, sommelière da Evino, o crescimento no número de pessoas que começaram a adotar a harmonização de vinho e churrasco representa uma mudança gradual na nossa cultura. “Um palpite é o fato de que o vinho tem propriedades que ajudam a contrabalancear as características extremas da carne”, diz.

De acordo com ela, é importante saber que sal e gordura são elementos amigos da harmonização (e por isso as combinações queijo-vinho e carne-vinho são tão famosas). Ambos os aspectos combinam com o elemento do amargor, que existe naturalmente nos taninos presentes em vinhos tintos. “Não à toa a Malbec, que é uma uva com bastante tanino, é o par tradicional de cortes suculentos e fibrosos, como bife ancho e contrafilé”.

Grilled barbecue steak, meatball and chicken
Foto: TBNewsMedia

Já a acidez ajuda a cortar as moléculas de gordura no palato, então alguns cortes mais gordurosos, como picanha e alcatra, vão precisar de uvas com teor alto de acidez, como Cabernet Sauvignon, para garantir equilíbrio.

“Quem quiser ousar pode investir sem dó em filé mignon com Chardonnay barricado. As transformações microbiológicas que o vinho branco sofre enquanto está em contato com a barrica dão a ele um aspecto mais pesado, carnudo e até aromas de manteiga”, pontua. Esse tipo de característica faz com que o vinho tenha mais presença em boca, pareça mais encorpado e, portanto, páreo pra encarar uma carne vermelha magra.

Outra dica da especialista é prestar atenção se o tempero é o elemento principal do prato. Por exemplo, se estiver rolando uma costela ao barbecue, o molho vai predominar em virtude do seu sabor forte. Syrah é um clássico para essa receita, pois, além de ser uma uva que rende vinhos encorpados, ela tem aromas de especiarias que entram em harmonia com o molho.

churrasco e vinho branco uvinum

Já a mistura clássica de carne branca e vinho branco também é bem famosa, pois temos uma harmonização por peso e semelhança: a carne e o vinho são leves e por isso não há muito risco de um se sobressair ao outro. “Se o frango estiver temperado com ervas, aí a dica é Sauvignon Blanc, uva branca com aromas tipicamente herbáceos ou Carménère, uva tinta que também vai nessa direção. Essas dicas também valem para o pão de alho, que precisa de vinhos com sabores e aromas fortes” comenta.

As carnes de porco têm muito sal e muita gordura, mas sabores mais suaves, em geral. Assim, a harmonização não tem segredo, já que os elementos que se destacam são fáceis de combinar. A linguiça é a oportunidade certa para dar aquela variada e investir em rosés ou, até mesmo, espumantes, cuja acidez sempre alta promete cortar a gordura.

vinho bbq wine
BBQ Wine

E os vegetais são um desafio para uma harmonização bem sucedida, pois eles unem consistências confusas, ora crocantes, ora macias. Mas de acordo com a especialista nem tudo está perdido. “Pra dar conta dessa explosão de sabores e texturas vale dar uma temperada nos legumes com o próprio vinho. E vale lembrar que cogumelo e Pinot Noir, ou a uva piemontesa Nebbiolo, são pares clássicos”, finaliza.

Fonte: Evino

 

 

Segredos da ayurveda para uma pele mais bonita

Renata de Abreu revela os segredos da Ayurveda para uma pele mais bonita

Ter uma pele bonita e saudável faz toda a diferença no nosso modo de agir e nos apresentar, além de trazer aquela sensação de confiança. Adepta da ayurveda, Renata de Abreu, expert no segmento de spas, tornou a medicina indiana uma filosofia de vida, inclusive é um ingrediente obrigatório em seus tratamentos estéticos. Para Renata, a prática dessa medicina alternativa, só traz benefícios à saúde, trazendo beleza de dentro para fora, influenciando, inclusive, em uma pele mais radiante.

Segundo a tradicional sabedoria indiana, nada tem a mesma medida para duas pessoas, tudo acontece conforme as características individuais. Trata-se de uma ferramenta de autoconhecimento para que tudo possa ser otimizado de acordo com o tipo físico e psicológico. Para essa medicina, todos somos compostos de cinco elementos da natureza: água, fogo, terra, ar e éter. Esses elementos juntos resultam na nossa personalidade.

pele rosto hidratante3

São três os tipos de personalidades existentes, os chamados doshas, que caracterizam o nosso biotipo: Kappa, Pitta e Vata. Estes três perfis são as combinações dos cinco elementos do universo:

Vata: ar e éter
Pitta: fogo e água
Kapha: terra e água

O tipo de pele ayurvédica de uma pessoa, portanto, pode ser Vata, Pitta ou Kapha, ou as vezes uma combinação de dois destes doshas. Além disso, uma pessoa pode nascer com um determinado tipo de pele, mas ao longo do tempo isso pode mudar por causa de fatores externos, como clima, dieta, hábitos de vida ou poluição ambiental. Esses “desequilíbrios” também devem ser levados em conta na escolha de um programa de cuidados da pele e isso deve ser feito por meio de um estudo detalhado do seu dosha, com um profissional especializado.

Mas, além das orientações profissionais, é possível, sim, tomar alguns cuidados que valem para qualquer tipo de pele. Veja as dicas de Renata de Abreu, para uma vida mais equilibrada e uma pele viçosa:

Aposte nos vegetais

vegetais

Consuma sempre vegetais com alto teor de água, que são mais fáceis de digerir, como alface, cenoura, pepino, rabanete (conhecido na ayurveda por suas propriedades purificadoras), funcho e espargos. Estes vegetais são tridóshicos, ou seja, bons para todos os tipos de pele. Combine pelo menos três deles e coma com molho de azeite e limão, tudo natural, é claro.

Coma porções menores

20170822_00_alimentacao_prato_comida1

A medicina tradicional e a ayurvédica concordam que adicionar sementes, nozes e castanhas à sua dieta melhorará a condição de sua pele. Você pode adicionar amêndoas, sementes de girassol, sementes de linhaça e outras nozes e castanhas à aveia, por exemplo, ou consumir esses alimentos como lanche da tarde.

Sempre beba algum chá

chá emily beeson
Foto: Emily Beeson / Morguefile

Mantenha-se hidratado durante todo o dia e dê preferência a líquidos quentes, como chá de ervas. Fazer algum chá picante com gengibre fresco e limão vai ajudar a despertar seus ânimos na parte da tarde e manter sua digestão saudável, algo extremamente importante para uma pele brilhante e saudável.

Exercite-se

exercicio em casa

Médicos modernos aconselham exercícios para manter seus músculos e articulações saudáveis e tonificados, enquanto eliminam as toxinas. Atividades físicas também melhoram a circulação sanguínea, a digestão e deixam a pele com um saudável tom corado! Escolha o tipo de exercício que faz você se sentir bem e mexa-se! Você pode correr, dançar, pedalar, o que importa é não parar!

Fonte: Renata de Abreu foi triatleta e maratonista, tem em seu currículo uma vasta imersão em estudos na área de terapias de tratamento corporal e da medicina preventiva Ayurvédica, incluindo certificação pelo The Chopra Center. E foi a partir de todo esse conhecimento que a empresária, terapeuta corporal e consultora de Spas uniu a alta tecnologia da estética com a sabedoria milenar da Ayurveda em favor da saúde e da beleza. Com tratamentos feitos de dentro para fora, que não trabalham apenas com a parte estética. Além disso, dedica-se com a mesma qualidade em seu Spa Home, na praia de Sunny Isles, onde cerca de 75% dos clientes são brasileiros ou latinos.