Arquivo da tag: verde campo

Verde Campo lança Iogurte Grego Lacfree

Novidade completa expansão da Verde Campo em suas linhas de iogurtes em 2019

Pioneira e uma das principais linhas sem lactose do Brasil, a Verde Campo ampliou ainda mais sua variedade de produtos. Após lançar novos iogurtes à base de extratos naturais, agora a Verde Campo incrementa seu mix com novos sabores de Lacfree Grego, uma opção de lanche prático e saboroso.

São três novidades em embalagens de 100g – tradicional, superfrutas (amora, cranberry e mirtilo) e frutas amarelas (manga e maracujá). Os iogurtes gregos se destacam pela cremosidade e mantêm as principais características da linha Lacfree. Com apenas 49kcal, os produtos são triple 0% – 0 gordura, 0 açúcar e 0 lactose – além de 100% naturais, livres de conservantes corantes e aromas artificiais.

21973-MOCKUP - COCA COLA - LACFREE IOGURTE GREGO TRADICIONAL 100G_A0221975-MOCKUP - COCA COLA - LACFREE IOGURTE GREGO SUPER FRUTAS 100G_A0221979-MOCKUP - COCA COLA - LACFREE IOGURTE GREGO FRUTAS AMARELAS 100G_A02

Com as novidades, a linha Lacfree passa a oferecer uma família completa, com mais de 10 de opções de produtos, para pessoas que tem restrição à lactose. Alguns mercados já receberam o lançamento em novembro e a expectativa é que até o final do ano a novidade já tenha chegado em todo o território nacional, com valor sugerido de R$ 2,49.

A Verde Campo assumiu o compromisso de eliminar ingredientes artificiais de todo o seu portfólio e não apenas de uma linha. Todos os produtos utilizam leite fresco recebido diariamente por fazendas certificadas em boas práticas produtivas e bem-estar animal.

Informações: Verde Campo

Muçarela fatiada 100% natural sem lactose, light e tradicional

Seguindo o compromisso de produzir apenas produtos 100% naturais, a Verde Campo traz ao mercado a Muçarela Fatiada livre de conservantes, corantes ou aromas artificiais. Em embalagens de 150g, os produtos estão disponíveis nos principais supermercados do país nas versões Lacfree, Light (com 31% a menos de calorias e 46% menos gorduras) e a versão tradicional.

Os novos produtos utilizam leite fresco recebido diariamente por fazendas certificadas em boas práticas produtivas e bem-estar animal. Os lançamentos seguem a tendência de Clean Label, isto é, utilizam poucos ingredientes e todos naturais. A Muçarela Verde Campo é feita apenas com Leite Pasteurizado, Sal, Coalho e Fermento Lácteo – a mesma receita dos queijos caseiros.

Em novembro de 2018, a Verde Campo anunciou o compromisso público de produzir apenas lácteos 100% naturais e reformular todo seu portfólio até o final de 2019. Iniciou a transformação pelas linhas de iogurtes e já levou ao mercado o Queijo Minas Padrão 100% natural.

Para além de seus muros, a empresa envolveu pecuaristas, fornecedores de fermentos e outros ingredientes para garantir que nada na elaboração dos produtos tenha origem artificial. A retirada de conservantes e aromas só foi possível devido a melhora do leite fornecido. Há cinco anos, a Verde Campo iniciou um programa de capacitação, acompanhamento, certificação e bonificação de 180 produtores do Sul de Minas para que fornecessem um leite de qualidade muito superior à média nacional.

“Estamos liderando uma mudança na indústria de laticínios no Brasil. Somos a primeira empresa do setor a modificar seu portfólio completo, e não apenas uma linha, porque esse é o nosso compromisso: oferecer apenas comida de verdade para os consumidores” – explica Arlindo Curzi, presidente da Verde Campo.

21396-MOCKUP - COCA COLA - QUEIJO MUSSARELA FATIADA - 150G_A01 (002)

Queijo Muçarela Fatiada Verde Campo – Tradicional
Ingredientes: leite integral pasteurizado, cloreto de sódio, cloreto de cálcio, coalho, fermento lácteo.
Preço médio sugerido: R$ 6,99

muzarela fatiada queijo fatias.png

Queijo Muçarela Light Fatiada
Ingredientes: Leite semidesnatado pasteurizado, cloreto de sódio, cloreto de cálcio, coalho, fermento lácteo.
Preço médio sugerido: R$ 6,99

19998-MOCKUP - COCA COLA - QUEIJO MUSSARELA LACFREE - 220G-A03 (002)

Queijo Muçarela Lacfree Fatiada
Ingredientes: Leite integral pasteurizado, cloreto de sódio, enzima lactase, cloreto de cálcio, coalho, fermento lácteo.
Preço médio sugerido: R$ 8,99

Informações: Verde Campo

 

Verde Campo apresenta novo sabor de Natural Whey

Linha de iogurtes proteicos é sem lactose, zero açúcar e livre de conservantes, aromas e corantes artificiais

A Verde Campo apresenta, durante a Arnold Sports Festival (12 a 14 de abril), em São Paulo, o novo integrante da família Natural Whey, composta por iogurtes e shakes enriquecidos com proteína do soro do leite, whey protein. A linha ganha a versão com concentração de 21g de proteína no sabor Morango.

Seguindo o compromisso da empresa de oferecer apenas produtos 100% naturais, o lançamento é livre de conservantes, aromas e corantes artificiais. Em embalagem com 250g, fácil de levar para qualquer lugar, o produto não contém lactose e é zero açúcar, sendo adoçado naturalmente com stévia, assim como toda a linha. O novo iogurte é preparado com leite desnatado e fresco, produzido por fazendas certificadas em boas práticas produtivas e bem-estar animal.

A linha Natural Whey ajuda a aumentar a ingestão de cálcio e proteína de forma prática e saborosa. Os produtos são ideais para consumo em todas as idades, no café da manhã, intervalo das refeições e no pré ou pós-treino. A versão com 21g de proteína assegura saciedade por ainda mais tempo e contribui para o desenvolvimento de massa muscular magra.

A linha conta ainda conta com mais dois sabores de Natural Whey com 21g de proteína (Doce de Leite e Pasta de Amendoim), quatro sabores de Natural Whey com 14g de proteína (Morango, Cookies & Cream, Baunilha e Banana) e dois sabores da versão com embalagem de 500g.

A Verde Campo assumiu o compromisso de eliminar ingredientes artificiais de todo o seu portfólio e não apenas de uma linha. Para isso, descobriu novos ingredientes, alterou suas receitas, investiu na modernização da fábrica, certificou pecuaristas para melhorarem o leite e envolveu fornecedores de polpa de fruta, fermentos, e outros insumos para garantir que nada na elaboração dos produtos tenha origem artificial.

“Esse lançamento vai ao encontro de duas grandes tendências de mercado. A primeira é a demanda dos consumidores por produtos naturais. E a segunda tendência são os alimentos enriquecidos de proteína. Lançada em 2016, o Natural Whey foi pioneiro no mercado de lácteos com whey protein. Desde então, tivemos muito sucesso nas vendas e por isso, seu portfólio não para de crescer” – explica Arlindo Curzi, diretor de inovação da Verde Campo.

Ficha técnica do produto

verde campo.png

Natural Whey 21g – sabor morango

Ingredientes: leite desnatado pasteurizado, concentrado proteico de soro de leite, concentrado de beterraba, fermento lácteo, enzima lactase, estabilizante pectina, aroma natural, edulcorante glicosídeos de esteviol (stevia).

Alérgicos: contém leite. não contém lactose, não contém glúten.

Tabela Nutricional

tabela.png

Informações: Verde Campo

 

Nova linha de iogurtes Lacbacillus com probióticos e sem conservantes

ovos produtos não contêm conservantes, aromatizantes nem corantes artificiais e promovem equilíbrio do organismo e melhor digestão

Referência no mercado de lácteos saudáveis, a Verde Campo aumenta seu portfólio com a nova linha Lacbacillus. O lançamento marca a entrada da empresa no segmento de probióticos, ampliando seu mercado de atuação.Feitos apenas com ingredientes naturais, eles não têm adição de conservantes, aromatizantes nem corantes artificiais, seguindo o novo compromisso da empresa de oferecer apenas produtos naturais. A partir do final de novembro, os produtos podem ser encontrados nos principais supermercados do país.

“Tomamos a decisão de eliminar qualquer ingrediente artificial de todos nossos produtos, começando pelos iogurtes. Lacbacillus já nasce com esse conceito.Houve uma mudança em toda a cadeia de fornecedores, de leite, preparado de fruta, para garantir produtos realmente naturais” – explica Alessandro Rios, presidente da Verde Campo.

Os novos produtos têm redução de açúcares e gorduras. Eles são feitos a partir de leite semidesnatado, com somente 2% de gordura e utilizam apenas 3% de açúcar orgânico, além de adoçantes naturais. Além disso, os iogurtes contam com os benefícios das culturas vivas e ativas, que fortalecem importantes aspectos do sistema imunológico e asseguram melhor equilíbrio e digestão.

A Universidade de Leeds, na Inglaterra, analisou 75% dos iogurtes do mercado local e encontrou uma quantidade alta de açúcar. Os lácteos ingleses apresentaram entre 5g e 16,4g por porção de 100g, isto é, muito acima dos 3g adicionado aos iogurtes Lacbacillus.“Estamos oferecendo um produto natural, funcional, ao mesmo tempo que atende um público sem dietas restritivas. Com uma pequena quantidade de açúcar, é possível obter um iogurte saboroso, sem abrir mão de da nutrição e saúde” – explica Rios.

 

ameixa-170gbanana-maca-mamao-170gmorango-170gsabornatural-170g-1

Disponíveis em versões de 140g, 170g, 360g e 500g, os novos produtos vêm nos sabores Tradicional; Morango; Ameixa; Banana, Maçã e Mamão. Além disso, a linha conta com opções diet, adoçadas apenas com stévia e com 0% de gordura; e Natural, sem adição de açúcar ou adoçante.

 

O segmento de probióticos amplia o potencial de mercado da Verde Campo significativamente. Segundo estudo da Euromonitor Internacional, uma das grandes tendências em alimentação são produtos “naturalmente funcionais”, que inclui probióticos, gorduras boas e fermentados.

Preço sugerido: R$ 3,09 na versão de 170g e R$ 7,49 para 500g.

Nada além da natureza

lacbacillus

A Verde Campo está propondo nova forma de produzir seus alimentos: sem conservantes, corantes e aromas artificiais.A empresa assumiu o compromisso de reformular todos os seus produtos até o fim de 2019. Os iogurtes serão os primeiros a saírem da fábrica seguindo esta proposta.

Com investimentos de R$ 50 milhões, a empresa expandiu, modernizou e tornou a fábrica,localizada em Lavras (MG), apta à produção sem aditivos artificiais. A mudança foi além dos muros da fábrica. A Verde Campo envolveu fornecedores de preparados de frutas, fermentos, entre outros ingredientes, para garantir que nada na elaboração dos produtos tenha origem artificial. A empresa também certificou e capacitou produtores de mais de 200 fazendas para que fornecessem hoje um leite de altíssima qualidade.

Com novas receitas, os iogurtes passam a ter extrato de beterraba ou cenoura roxa como corante, goma guar, fibra extraída de uma leguminosa,e a pectina, que vem da casca da laranja, como estabilizante, além do suco de limão como acidulante.

Nota da redação: os produtos têm lactose. Não conheço os produtos ainda, portanto não posso dar uma opinião, se alguém já experimentou e quiser deixar aqui suas impressões, agradeço.

Informações: Verde Campo

Delícia de Morango: sobremesa sem lactose e sem açúcar

Quem está de dieta ou não pode consumir produtos com lactose não precisa ficar sem sobremesa. O Cozinha Fit & Fat criou essa receita com apenas 30 calorias por porção, gostosa e muito fácil de fazer. Delícia de Morango é feita com iogurte Lacfree Verde Campo sabor Morango, ideal para quem é intolerante à lactose e deseja opções com pouco açúcar e baixas calorias.

Além da receita abaixo, você pode acompanhar o passo a passo em um vídeo, clicando aqui.

Delícia de Morango

Ingredientes

1 garrafa (500g) de iogurte de morango Lacfree Verde Campo
1 sachê de chá de frutas vermelhas
1+1/2 pacote de gelatina incolor sem sabor
Geleia caseira da fruta de sua preferência

Modo de preparo

Em um recipiente despeje 1/2 da garrafa do iogurte Lacfree Verde Campo. Prepare 1/2 pacote de gelatina incolor sem sabor conforme orientações da embalagem. Despeje no iogurte e misture bem. Unte uma forma de pudim com óleo de coco. Despeje a mistura do iogurte. Cubra com papel filme e leve à geladeira por uma hora. Prefira usar fôrma pequena para que a sobremesa fique mais alta e mais fácil ao desenformar. Prepare o chá de frutas vermelhas e adicione 1/2 pacote de gelatina incolor preparada conforme orientações da embalagem. Misture bem e aguarde amornar. Retire a fôrma da geladeira e despeje sobre a camada de iogurte de morango, a mistura de chá de frutas vermelhas. Cubra novamente com plástico e retorne à geladeira por mais uma hora.
Prepare outra camada de iogurte, igual à primeira camada. Despeje sobre a camada de gelatina de chá, cubra com filme e leve à geladeira por seis horas, para firmar por completo. Desenforme passando uma faca molhada nas bordas da forma e, caso precise, passando o fundo rapidamente por uma boca acesa do fogão. Decore com a geleia de sua preferência.

Delicia3.jpg

Fonte: Verde Campo

Receita de petit gateau salgado une sabor e saúde

Para aqueles interessados em manter uma vida leve e saudável sem abrir mão do prazer à mesa, a receita de Petit Gateau Salgado é uma ótima opção. Rápida e de fácil preparo, é feita com o Requeijão Cremoso com Sal do Himalaia, da Verde Campo, que garante um toque final a mais de sabor.

De autoria da Nathália Araújo, do blog Cozinha Fit & Fat, a receita não leva fritura e é feita com farinha de amêndoas e de linhaça, o que traz ainda mais fibras à alimentação. Confira o passo a passo:

Petit Gateau Salgado

Ingredientes

300g de abóbora cozida
1 xícara de frango cozido e temperado
1 xícara de farinha de amêndoas
1 xícara de farinha de linhaça dourada
1 colher (café) de sal rosa
1 dente de alho
Requeijão Cremoso com Sal do Himalaia Verde Campo

Modo de preparo

Em um processador de alimentos, adicione a abóbora, o frango, o alho, a farinha de amêndoas e sal rosa. Processe até obter uma massa que desgruda dos dedos. Unte e enfarinhe 4 forminhas de empada e modele a base, tipo copinhos. Recheie com Requeijão Cremoso com Sal do Himalaia Verde Campo. Leve para o congelador por 30 minutos. Cubra os copinhos recheados com o restante da massa e leve para assar em forno médio por 20 minutos. Desenforme e sirva.

petit gateau salgado

Fonte: Verde Campo

Iogurte Natural Whey nos sabores Morango e Cookies and Cream

A Verde Campo amplia sua linha de iogurtes Natural Whey, enriquecidos com proteína do soro do leite, whey protein. Mantendo a mesma fórmula, os produtos chegam ao mercado em embalagens com o dobro do volume (500g) e com valor 23% mais econômico do que os já existentes produtos da linha com 250g. Nos sabores Morango e Cookies and Cream, os lançamentos têm 28g de proteína, sendo 60% delas provenientes de whey protein.

Os produtos podem ser encontrados nas prateleiras dos principais supermercados do Brasil. As novas opções são saudáveis e saborosas e ideais para o consumo compartilhado em família.

A linha Natural Whey tem zero gordura e lactose, é feita com leite desnatado, ingredientes de alta qualidade e adoçante natural stevia. Os iogurtes proteicos da Verde Campo ajudam a aumentar a ingestão de cálcio e proteína de forma prática e prazerosa. Os produtos são ideais para consumir no café da manhã, intervalo das refeições e no pós-treino, uma vez que possuem todos os aminoácidos essenciais e alta digestibilidade, característico do soro do leite (whey protein).

“O Whey é uma proteína de alto valor biológico e de baixo peso molecular, favorecendo a rápida absorção pelo organismo, apresentando um alto valor nutricional devido à elevada quantidade de aminoácidos essenciais e glutamina. Para os praticantes de atividade física, os benefícios vão desde maior facilidade para ganho e manutenção de massa muscular por auxiliar na recuperação e síntese proteica, até redução da fadiga e aumento queima de gordura” – explica a endocrinologista Giulianna Pansera.

O portfólio completo Natural Whey inclui ainda Iogurte Natural Whey 14g nos sabores Morango, Baunilha, Banana e Cookies and Cream; Iogurte Natural Whey 21g nos sabores Doce de Leite e Pasta de Amendoim; e Shake Natural Whey nos sabores Baunilha, Banana e Cacau + Chocolate.

Sobre a linha Natural Whey

Linha de produtos sem lactose, entre iogurtes desnatados e shakes enriquecidos com a proteína do soro de leite, Whey Protein, garantindo 14 gramas de proteína por embalagem. Produzidos com o adoçante natural stevia, resultando em um produto com sabor e alta qualidade nutricional, além da praticidade necessária no dia a dia. Os iogurtes são oferecidos nos sabores Morango, Baunilha, Banana e Cookies and Cream; já os shakes nos sabores Banana, Baunilha e Chocolate. Agora com a nova linha Natural Whey, iogurtes com 21 gramas de proteína nos sabores Pasta de Amendoim e Doce de Leite.

Confira a tabela nutricional dos novos produtos Verde Campo:

Iogurte Natural Whey – Sabores Cookies and Cream / Morango (500 G)

Tabela Nutricional (100g – 1 porção)

49 kcal
6,6 g de carboidratos
5,7 g de proteína
0g de gorduras totais
0 lactose
Sem adição de açúcar. Adoçado com Stévia.

Preço Sugerido: de R$ 8,99 a R$ 10,99

Informações: Verde Campo

 

 

 

Coxinha ganha versão saudável: sem fritura e sem lactose

Já imaginou comer coxinha sem peso na consciência e, o melhor, rica em nutrientes? Preparado com queijo prato Lacfree, a receita de Coxinha de Frango, Palmito e Queijo não leva fritura, lactose e traz uma boa quantidade de fibras ao ser preparada com farinha de aveia e farinha de coco.

De autoria de Nathália Araújo, do blog Cozinha Fit & Fat, a receita é fácil de ser preparada e leva apenas alguns minutos. Confira o passo-a-passo:

Coxinha de Frango, Queijo e Palmito

Ingredientes

Recheio:
300 gramas de frango desfiado e temperado
½ xícara de palmito cortado em cubos
150 gramas de queijo prato Lacfree ralado

Massa:
500 gramas de mandioca cozida e amassada
1 ovo
3 colheres de sopa de aveia
1 colher de café de sal rosa do Himalaia
1 colher de sobremesa de salsa desidratada
Mix de farinha de aveia (3 colheres de sopa) com farinha de coco (3 colheres de sopa) para empanar

Modo de preparo
Em uma tigela, misture todos os ingredientes do recheio e reserve. Em outro recipiente, misture todos os ingredientes da massa até que desgrude das mãos. Caso não de o ponto, adicione mais farinha de aveia. Besunte as mãos com azeite e abra uma parte da massa. Recheie e modele tipo coxinha. Empane no mix de farinhas. Leve ao forno médio por 20-25 minutos. Pode congelar por até 3 meses.

Coxinha 1.jpg

Rendimento: 5 porções

Fonte: Verde Campo

Intolerância ou alergia ao leite? Entenda a diferença

Profissional explica os sintomas da intolerância à lactose e da alergia à proteína do leite

Diversas dúvidas sobre o consumo do leite de vaca ainda rondam os consumidores. Muitas pessoas ainda confundem a lactose, que é o açúcar do leite, com a proteína. Nesse caso, é comum o conflito de informações sobre a intolerância à lactose e da alergia à proteína do leite, como a caseína, alfalactoalbumina e a betalactoglobulina. É o que explica a nutricionista Priscila Bergamin. “Primeiro é preciso esclarecer que a alergia à lactose não existe, visto que alergia é uma reação à proteína e a lactose é um açúcar”, detalha ela.

De acordo com a especialista, a intolerância é decorrente da dificuldade do organismo em digerir a lactose, açúcar presente no leite, devido à redução ou ausência da lactase – enzima que a digere. Entre os principais sintomas estão problemas gastrointestinais, como cólicas, gases, desconforto abdominal e diarreia, que podem ser apresentados logo após a ingestão de produtos com lactose. No entanto, há um nível de intolerância à lactose individual de cada pessoa.

Muslix Chocolate com IoIogurte Natural Mel e Morango

“Dessa maneira, é possível que o indivíduo possa ingerir leite e seus derivados até determinada quantidade sem apresentar os sintomas. Por isso, não é necessário excluir totalmente estes alimentos da alimentação”, afirma ela.

Já a alergia à proteína do leite é uma doença quase que exclusiva em crianças e promove sintomas diferentes dos apresentados aos intolerantes à lactose. Neste caso, o sistema de defesa reconhece a proteína como uma substância estranha e desencadeia uma série de reações alérgicas, como problemas de pele, respiratórios e gastrointestinais.

Segundo a nutricionista, após a consulta com um profissional médico e o diagnóstico correto, é necessário a exclusão de todos os alimentos que contenham proteínas do leite de vaca.

Para o diagnóstico correto, é necessária a observação dos sintomas associados à ingestão de produtos sem lactose, no caso dos intolerantes. Ou seja, se a troca de lácteos e derivados comuns por produtos sem lactose, resolver os sintomas há um indício, de que existe a intolerância. Já quando se trata de alergia, é preciso excluir alimentos com as proteínas do leite e o teste de provocação oral, solicitado por um especialista.

Consumo de leite e seus derivados

O acesso a produtos sem lactose, tais como leite UHT, iogurtes, queijos e demais derivados como requeijão e creme de leite aumentou nos últimos anos. Atualmente, os intolerantes à lactose possuem diversas opções para incluir em sua alimentação. Produtos sem lactose são 100% livres do açúcar do leite e assim, podem ser consumidos sem restrição.

Já os alérgicos à proteína do leite não podem fazer o uso destes produtos, justamente por se tratar de uma doença que limita o consumo de derivados do leite de vaca.

“Encontramos hoje diferentes tipos de produtos como a linha LacFree, que agradam todos os paladares e faz com que o intolerante continue consumindo alimentos que gosta, de forma saudável e sem os desagradáveis sintomas comuns a produtos com lactose”, ressalta a Priscila.

lacfree

A exclusão do leite da alimentação em função da intolerância já não é necessária e pode contribuir com a deficiência de nutrientes, uma vez que o leite e seus derivados são ótimas fontes de proteínas, vitaminas, cálcio e outros minerais. “É importante ressaltar o papel essencial do cálcio, responsável pela formação dos ossos, construção muscular, crescimentos e desenvolvimento, principalmente quando falamos da alimentação infantil”, explica.

Fonte: Verde Campo

Lactose: mitos e verdades sobre o açúcar do leite

Pesquisas feitas em todo o mundo mostram que quase três em cada quatro pessoas no planeta (75%) reagem mal aos derivados do leite. No Brasil, estima-se que este percentual atinja 40% da população. A deficiência primária ocorre com a diminuição da produção da lactase como consequência do envelhecimento.

Esse fato é mais evidente em algumas etnias como a negra (até 80% dos adultos têm deficiência) e menos comum em outras, como a branca (20% dos adultos). Estima-se que a intolerância à lactose atinja 6% das crianças com menos de três anos de idade e 3,5% em adultos, segundo levantamento do Ministério da Saúde.

Você sabe o que é a lactose? A nutricionista Priscila Bergamin, profissional parceira da Verde Campo, empresa referência e pioneira no mercado de produtos sem lactose, esclarece os principais mitos e verdades sobre ela.

A intolerância acontece pela incapacidade do organismo de digerir o açúcar do leite.

mulher bebendo leite

Verdade – a intolerância à lactose acontece por causa da deficiência de lactase, responsável por quebrar as moléculas de lactose e convertê-las em glicose e galactose, dois tipos de açúcar que geram energia para o organismo.

A lactose está presente em todos os alimentos derivados do leite.

pate lacfree

Mito – existem alguns queijos de fermentação longa, como o parmesão que, devido ao seu processo fermentativo, toda a lactose presente é metabolizada pelo fermento. “Encontramos produtos cuja lactose é hidrolisada por meio da adição da enzima lactase durante o processo produtivo, como os produtos LacFree, da Verde Campo, que oferece iogurtes, queijos e requeijão sem lactose”, complementa Priscila.

Produtos sem lactose são frutos de um processo químico que transforma a lactose em lactase.

freegreatpicture-leite

Mito – produtos sem lactose são frutos do processo bioquímico da hidrólise da lactose, ou seja, a lactose é “quebrada” por meio de uma reação enzimática da lactase.

Produtos sem lactose são pobres em cálcio.

mulher tomando leite

Mito – o teor de cálcio não depende do teor de lactose no produto.

A retirada da lactose da alimentação ajuda no emagrecimento.

barriga emagrecer

Mito –  toda dieta com a finalidade de emagrecimento deve ser orientada por um nutricionista. De maneira geral, para obter o emagrecimento, o indivíduo deve ingerir menos calorias do que gasta; a retirada da lactose não necessariamente diminuirá a ingestão calórica nem aumentará o gasto energético de uma pessoa.

Retirar a lactose do dia a dia diminui o inchaço abdominal.

barriga

Mito – o inchaço abdominal de um indivíduo pode ter diversos motivos. Nas pessoas com intolerância à lactose, o inchaço pode ser devido ao acúmulo de gases e líquidos no intestino.

Intolerantes à lactose não podem consumir produtos enriquecidos com whey protein.

verde campo lacfree

Mito – devido às tecnologias atuais, o teor de proteínas do soro (whey protein) não tem relação ao teor de lactose no produto. Se na embalagem do produto que contém whey protein contiver a informação “zero lactose”, o produto será seguro para o indivíduo com intolerância.

Todo mundo tem um desconforto com produtos com lactose.

homem dor estomago barriga

Mito – a lactose causa desconforto em quem é intolerante a ela ou se o consumo for excessivo.

Leites UHT sem lactose apresentam um sabor adocicado.

milkshake verde campo

Verdade – o poder de adoçar da lactose é inferior ao somatório do poder de doçura da glicose e galactose. Consequentemente, ao hidrolisarmos a lactose, é possível obter um produto com sabor mais adocicado, sem aumentar seu valor calórico original.

O leite de búfala tem menos lactose do que o de vaca.

leite

Mito – a quantidade de lactose é similar de ambos os tipos de leite.

A lactose só deve ser consumida durante a infância.

iogurte lacfree

Mito – a lactose é um carboidrato capaz de nutrir, que pode ser consumido durante toda a vida do ser humano, desde que esse não apresente intolerância à lactose.

Iogurtes têm baixa lactose, por isso são seguros para pessoas com intolerância.

verde campo iogurte

Mito – o único tipo de iogurte seguro para as pessoas com intolerância à lactose são os iogurtes zero lactose.

Fonte: Verde Campo