Arquivo da tag: vetnil

Inverno pede atenção redobrada às articulações dos pets

Kauê Ribeiro da Silva, veterinário da Vetnil, reforça a importância do acompanhamento veterinário

Assim como os humanos, pets também podem sofrer de problemas nas articulações. Ainda que a enfermidade seja bastante comum durante todo o ano, a chegada do inverno requer ainda mais atenção dos tutores aos possíveis sinais clínicos. Segundo Kauê Ribeiro da Silva, veterinário e analista de desenvolvimento de produtos da Vetnil, problemas articulares podem surgir principalmente em pets idosos, mas complicações preexistentes, como traumas e displasias, também são fatores de risco.

cachorro labrador quieto deitado dor

Entre as principais doenças articulares, pode-se destacar a osteoartrose, que gera dor crônica e acomete em torno de 20% dos cães e gatos em geral. Kauê recomenda que para evitar problemas mais graves, é fundamental que seja realizado um acompanhamento veterinário desde os primeiros sintomas. Com as consultas, o profissional poderá inclusive recomendar uma terapia preventiva (utilizando medicamentos condroprotetores), além de outras medidas como exercícios físicos de leve intensidade e controle de peso, caso o animal apresente sobrepeso.

O veterinário ressalta ainda a importância de se atentar a todos os sinais. Cães com dor crônica em decorrência de doenças articulares tendem a apresentar alterações de comportamento, atrofia muscular, dificuldade de caminhar e se movimentar, letargia e tendem a lamber constantemente as articulações acometidas.

gato deitado triste doente Gundula Vogel por Pixabay
Gundula Vogel/Pixabay

Já os gatos costumam apresentar maior irritabilidade, menor tolerância ao contato (como nos momentos de escovação ou carinho), mudança dos locais usuais de descanso, além de poderem diminuir a interação com o dono e a ingestão de água e comida (principalmente quando o comedouro e bebedouro estão em locais altos – o que normalmente é positivo, mas representa uma dificuldade para um gato com dor).

“Ao observar alguma dessas manifestações ou quaisquer outras no pet, é fundamental que o tutor o leve ao veterinário para que seja realizado um diagnóstico correto e tratamento adequado. A dor crônica é muito prejudicial à saúde dos pets, assim como à nossa, e se torna mais difícil de tratar quanto mais tempo se leva para iniciar a terapia”, complementa Kauê.

Valley Vets, Cardiff
Foto: Valley Vets, Cardiff

Dentre as possibilidades de terapia, a realização de exercícios físicos leves é recomendada, já que os exercícios elevam a temperatura corporal e melhoram a circulação sanguínea, o que ajuda a diminuir a contração muscular e auxilia na reversão dos processos que causam dores musculares e articulares. Outros efeitos benéficos do exercício incluem evitar o sobrepeso e a atrofia muscular (consequências que podem piorar o quadro e a dor articular).

Nesse sentido, um exercício fácil e prazeroso de se realizar com seu cão são os passeios, porém deve-se prestar atenção às regras de isolamento e cuidados para não promover a transmissão da Covid-19. Assim, os tutores devem utilizar máscaras e preferir locais com o mínimo possível de circulação de pessoas.

mulher-mascara-cachorro-passeio-pixabay-silviu-costin

Ao retornar às suas casas, é recomendado higienizar as patas dos cães com solução antisséptica (à base de clorexidina, por exemplo) e lavar bem as mãos, tomando cuidado para que roupas potencialmente contaminadas não contaminem outros objetos da casa. Para os gatos, a utilização de itens de enriquecimento ambiental e de brinquedos que o estimulem é recomendada, mas o tratamento para reduzir a dor e promover a saúde articular deve ser realizado de forma conjunta.

Kauê ainda destaca produtos da Vetnil que podem contribuir para os cuidados com os pets durante o inverno:

Condroton é um medicamento que atua na causa primária das enfermidades articulares, proporcionando melhor qualidade de vida para o animal. Ele é indicado no tratamento de artropatias em geral, doenças tendíneas, pós-operatório de cirurgias articulares, prevenção de doenças osteoarticulares e como auxiliar para os casos de fratura. O Condroton Injetável, com indicação para cães e gatos, está disponível em frasco ampola de 10 ml, enquanto o Condroton, com indicação para cães, tem apresentação em comprimidos de 500 mg e 1000 mg, disponíveis em frascos plásticos com 60 comprimidos.

Geripet é um suplemento formulado especialmente para suprir as principais demandas nutricionais de cães e gatos com idade mais avançada, possuindo nutrientes específicos para uma melhor qualidade de vida de animais idosos. Geripet está disponível em frascos contendo 30 comprimidos.

Meloxinew Comprimido é um anti-inflamatório não esteroidal com atividade preferencial na inibição da COX-2. É indicado para cães e gatos no tratamento da inflamação e dor, aguda ou crônica, nos casos que envolvam tecidos moles ou musculoesqueléticos, além de ser indicado no controle da dor e inflamação em pós-operatório. O produto está disponível em apresentações de 0,5, 1, 2 e 4 mg, em cartuchos contendo 1 blíster com 10 comprimidos e displays contendo 12 blísteres com 10 comprimidos cada.

Ômega3+SE é um suplemento à base dos ácidos graxos essenciais da família ômega-3, obtidos de peixes marinhos de águas frias e fornece EPA e DHA na proporção ideal, além de possuir a Vitamina E e o Selênio, que são potentes antioxidantes. O produto tem duas apresentações, o Ômega3+SE 550 e o Ômega3+SE® 1100, ambos disponíveis em frascos contendo 30 cápsulas.

Fonte: Vetnil

P.S. Você gosta de animais? Eu criei um site só para falar sobre eles, nossos amados amigos. É o Se Meu Pet Falasse. Se inscreva para receber avisos de novos posts. Tem saúde, comportamento, adoção, fofuras… Você vai gostar!

 

Domingo, 17 de fevereiro, é o Dia Mundial do Gato

Amanhã, 17 de fevereiro, comemora-se o Dia Mundial do Gato. A data foi criada por entidades de proteção animal para alertar e conscientizar tutores de como cuidar corretamente dos seus felinos, levando em conta os hábitos nutricionais, de higiene, de lazer, vacinação, vermifugação, entre outros aspectos.

Estudo realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2017, em parceria com a Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet), mostrou que o Brasil tem a segunda maior população de pets do mundo, com 22,1 milhões de felinos e 52,2 milhões de cachorros. A pesquisa mostrou, ainda, que a população de gatos está crescendo muito e que deverá ultrapassar a dos cães em menos de dez anos. Esse resultado é reflexo das mudanças sociais e comportamentais, com a população morando em locais menores e nos grandes centros urbanos, aliado a uma maior simpatia por esses animais.

vacina gatos

Para a médica veterinária e gerente de Marketing da Vetnil, Fernanda Cioffetti Marques, a vacinação e a vermifugação frequentes são necessárias para manter o gato saudável. “O protocolo de vacinação dos gatos deve ser elaborado por um médico veterinário após uma avaliação clínica detalhada, assim como a periodicidade para ministrar o vermífugo. Esses cuidados são imprescindíveis, principalmente, quando há contato com outros animais”, declara.

ringo agua fonte

Com relação à alimentação, os gatos chegam a fazer mais de dez refeições ao dia, por isso, a ração deve estar sempre à sua disposição. São animais que têm o hábito de ingerir pouco líquido, por isso, precisam de estímulo, como água sempre fresca e corrente. Em alguns casos, Fernanda indica uma pequena fonte de água para ajudar a hidratar o felino de forma ideal, além de fornecer alimento úmido – em sachê.

caixa castelo gatos.png

Embora o gato de estimação seja um animal caseiro e não exija os passeios diários ao ar livre como os cães, é imprescindível proporcionar áreas de lazer e descanso dentro de casa, para brincar e descansar. Gatos são animais independentes e têm o hábito de correr e pular, por isso, proporcionar lugares que ele possa brincar e dar saltos é fundamental para manter a saúde e bem-estar do felino. Arranhadores e brinquedinhos também são recomendados para distrair o gato dentro de casa.

sting tela

Sob o aspecto de segurança, algumas adaptações na casa devem ser feitas para evitar acidentes. Por exemplo, para quem mora em apartamento, é fundamental colocar telas de proteção em janelas e varandas.

gato-caixa-de-areia

“Como os gatos gostam de lugares altos, eles costumam dormir e tomar banhos de sol nas varandas e pular nas janelas. A proteção das telas evita acidentes e consequências mais graves para a saúde do bichinho. Outro aspecto relevante é a importância de colocar a caixa de areia em local arejado e distante de onde fica a água e ração do seu Pet, para manter o ambiente limpo e evitar contaminação”, afirma Fernanda.

Qual o melhor momento para castrar meu gato?

meus-gatos.jpg

Se você tem dúvidas se deve ou não castrar seu gato, saiba que esta é, provavelmente, uma boa ideia para seu pet. O procedimento é indicado para gatos a partir dos seis meses de idade.

“A castração é um procedimento cirúrgico cada vez mais adotado e recomendado pelos médicos-veterinários. Previne o possível desenvolvimento de tumores, controla o crescimento populacional de gatos abandonados nas ruas e aumenta a expectativa de vida dos felinos. Gatos castrados têm uma expectativa duas vezes maior do que aqueles não castrados, explica Marcello Machado, veterinário e gerente Técnico Nacional da Total Alimentos.

Como se não bastasse, a medida é especialmente importante para fêmeas: gatas castradas ainda jovens reduzem quase a zero a possibilidade de serem acometidas por doenças como tumores mamários, câncer, cistos uterinos e ovarianos. “Por conta das doenças que acometem mais as fêmeas, o tutor pode optar em castrar primeiro a gata. Lembrando que os cuidados pós-operatórios exigem mais cuidados. Já a castração em machos inibe o costume do xixi para demarcar território, e controla o odor da urina do felino”, diz Machado.

veterinarios-em-cirurgia

A estação do ano não interfere para fazer a cirurgia de castração, porém, épocas de temperaturas mais amenas, por gerar menos estresse térmico, pode ser favorável ao felino em recuperação. No entanto, é importante ter uma atenção maior na alimentação dos gatos esterilizados, pois costumam ter mais apetite. Dessa forma, podem desenvolver obesidade após o procedimento.

“Para prevenir esses problemas, é indicado que os tutor ofereça alimentos específicos para gatos castrados, pois esses produtos são próprios para manutenção do peso, além de trazerem outros benefícios gerais à saúde: auxiliam no controle do pH urinário e na queima de gorduras, por meio da ação da L-carnitina”.

Dezembro Verde: campanha contra o abandono de animais

A ação visa conscientizar a população sobre a guarda responsável dos pets, principalmente nos meses de dezembro e janeiro, quando o número de animais abandonados aumenta

Para conscientizar a população sobre a guarda responsável dos pets, diversas cidades brasileiras aderem à campanha ‘Dezembro Verde – Não ao abandono de animais’. A escolha do mês de dezembro foi justamente por ser o período em que o número de abandonos cresce em relação à média anual, principalmente por ser um período de férias, quando muitas famílias viajam e optam por rejeitá-los.

Há ainda outros fatores que motivam o abandono dos companheiros de quatro patas, como ninhadas inesperadas, animais de grande porte para espaços pequenos, alteração do nível econômico ou desemprego do tutor, mudança de endereço, perda de interesse ou comportamento problemático do animal, alergia de algum membro da família, nascimento de um filho, internação ou morte do tutor ou cuidador, entre outros. Estima-se que no Brasil existam cerca de 30 milhões de pets abandonados, sendo 10 milhões de gatos e 20 milhões de cães, o que representa quase 4% dos cães abandonados no mundo.

cachorro de rua abandonado barkpost
BarkPost

A Vetnil, uma das líderes em saúde animal no Brasil, apoia a campanha Dezembro Verde e como parte de suas ações sociais, firmou parceria com a ONG Amalo (Associação Amigos dos Animais de Louveira), na cidade sede da empresa.

“É necessário ter consciência que ao decidir ter um pet, o tutor precisa fornecer alimentação, moradia adequada, bem-estar e saúde ao animal. Os pets que são abandonados não foram criados para sobreviver nas ruas e podem sofrer com a fome, atropelamentos, envenenamentos, maus-tratos e enfrentar inúmeras outras situações adversas. Sabemos, infelizmente, que há ainda muitos casos de abandono no país e o nosso compromisso em contribuir com a ONG Amalo nos coloca como agentes para a minimização do sofrimento destes animais”, afirma Cristiano Sá, diretor de marketing e novos negócios da Vetnil.

O executivo ressalta que o abandono de animais é crime e o infrator pode sofrer penalidades previstas na Lei de Crimes Ambientais (lei federal 9.605/1998), como detenção de três meses a um ano e multa, podendo ser ampliada caso o animal morra.

De acordo com Priscilla Finamore, fundadora da ONG Amalo, desde a abertura da instituição já foram resgatados cerca de 600 animais e direcionados à adoção. Ela conta que havia aberto, em 2013, um pet shop com hotel para hospedar os bichinhos dos amigos nos períodos de férias, mas como a ocupação das vagas eram esporádicas, Priscilla começou a resgatar animais de rua, que precisavam de abrigo ou cuidados.

“Chegou uma época em que percebi que o meu hotel não conseguia mais aceitar hóspedes, então decidi que iria me dedicar a cuidar destes cães e gatos necessitados e criei a ONG Amalo. Na cidade de Louveira, o abandono e os maus-tratos são constantes, com o aumento de animais rejeitados a partir de novembro”, conta.

Em 2018, a ONG resgatou cerca de 200 animais, realizou 47 cirurgias complexas, acompanhou 32 nascimentos, castrou 432 animais e já conseguiu um novo lar para 132 cães e 59 gatos em Louveira e região. “Esta parceria com a Vetnil é de extrema importância, porque nos ajuda a cuidar dos animais. Estamos muito gratos e felizes com esta iniciativa”, complementa Priscilla.

dezembro verde.png

A ONG Amalo é parceira da Petz Jundiaí nos eventos quinzenais de adoção. Confira as próximas datas: 5 e 19 de janeiro de 2019 (sábados), das 10h às 14h, na Av. Antônio Frederico Ozanan, 3003 (junto ao Atacadista Roldão) – Vila de Vito – Jundiaí – SP. Para mais informações sobre o trabalho da ONG e adoção de pets visite o site, clicando aqui.

Fonte: Vetnil

Veterinária destaca cuidados especiais que gatos precisam para ter saúde

A médica veterinária, Fernanda Cioffetti Marques, dá dicas importantes
para quem deseja ter um gatinho em casa

Assim como os cães, os gatos também são muito carinhosos e considerados excelentes ‘amiguinhos’ de estimação. Porém, os cuidados desses dois animaizinhos são bem diferentes, desde hábitos nutricionais, de higiene até de comportamento, temperamento e vacinas.

gato veterinario pixabay
Foto: Pixabay

Para a médica veterinária e gerente de marketing da Vetnil, Fernanda Cioffetti Marques, os gatos precisam ser vacinados, vermifugados com frequência, receber uma alimentação adequada e ter um ambiente em que possam brincar e descansar. “O protocolo de vacinação dos gatos deve ser elaborado por um médico veterinário após uma minuciosa avaliação clínica, assim como a frequência em que deve tomar vermífugo. Esses dois cuidados são muito importantes, principalmente, quando há contato com outros animais”, ressalta.

gato bebendo agua fonte Icon Home Design
Foto: Icon Home Design

Com relação à alimentação, os gatos chegam a fazer mais de dez refeições ao dia, por isso, a ração deve estar sempre à sua disposição. Fisiologicamente, são animais que tem o hábito de ingerir pouco líquido, por isso, precisam de estímulo, como água sempre fresca e corrente. Fernanda dá a dica de que em alguns casos, vale a pena adquirir uma pequena fonte de água para auxiliar a hidratação do felino e fornecer alimento úmido (em sachê).

tela pets

Algumas adaptações na casa também podem ser úteis para garantir a segurança do seu bichinho. Para quem mora em apartamento, é importante colocar telas de proteção em janelas e varandas. “Os gatos gostam de lugares altos e costumam dormir e tomar banhos de sol nas varandas. A proteção das telas pode evitar acidentes. Além disso, é importante que a caixa de areia seja colocada em um local arejado e distante de onde fica a água e ração do seu animalzinho”, destaca Fernanda.

No Brasil, devido a mudanças sociais e comportamentais, a escolha do gato como pet tem aumentado nos últimos anos. “Seguindo essas dicas, todos terão um gatinho saudável, feliz e amoroso como companheiro, que trará muitas alegrias para seu lar”, finaliza Fernanda.

Fonte: Vetnil

Pet Milk agora com maior concentração de proteínas, lipídios e prebióticos

A Vetnil relançou o Pet Milk, produto indicado para alimentação e suplementação de filhotes órfãos recém-nascidos, ou quando a mãe fica impossibilitada de amamentar, o que pode ocorrer por diversas causas como ninhadas numerosas, mastites, traumas etc.

“Adequamos os níveis de garantia do Pet Milk em virtude de novas pesquisas, incluindo um maior teor de proteínas brutas (que também estão mais biodisponíveis), mais lipídios (garantindo energia) e menos fibras (para evitar constipações). Também equilibramos os níveis de cálcio e fósforo, aumentando a solubilidade no preparo com água, além de ampliarmos a quantidade de vitaminas, especialmente de ácido fólico, para tratar adequadamente dos filhotes de cães e gatos”, explica Fernanda Cioffetti Marques, médica veterinária da Vetnil.

filhotes vetnil

Ela destaca, ainda, a ausência de lactose na formulação do produto, importante para evitar distúrbios intestinais dos pequenos. “O filhote somente está apto à digestão da lactose após 21 dias de vida, então o Pet Milk é extremamente seguro em qualquer idade, inclusive recém-nascidos (neonatos). Outro benefício da nova formulação é a presença de prebióticos (FOS), que contribuem para uma digestibilidade adequada”, complementa.

facebook-post-2017-ANIMADO-PETMILK1-624x624

Agora, as embalagens do novo Pet Milk estão disponíveis de maneira mais prática: em sachês zip lock (fecha fácil); em nova apresentação, com 100g, adequada a necessidades específicas para ninhadas pequenas, uso individual, experimentação, felinos e raças de pequeno porte; novo dosador, facilitando o preparo; uma tabela de doses e modo de preparo mais visíveis no rótulo do produto e informações fundamentais para garantir a sobrevivência dos recém-nascidos.

Pet-Milk-300g-320x320

Informações: Vetnil

Junho é mês de Higiene Bucal na 100% PET

Rede firma parceria com a Vetnil e lança campanha de conscientização sobre a importância da higiene bucal pet. Ações incluem um workshop em Campinas no dia (24/06)

A 100% Pet, rede de franquias com base em Campinas – SP, com lojas especializadas que oferecem alimentos, produtos, medicamentos, além de Centro de Estética Pet, sempre preocupada em oferecer o melhor para a saúde e bem-estar dos pets, firma parceria com a Vetnil, empresa que oferece produtos veterinários de alta tecnologia e lança campanha de higiene bucal em todas as suas lojas.

A parceria visa educar e conscientizar os donos sobre os cuidados e importância da higiene bucal dos pets. Durante todo o mês de junho, os clientes das lojas 100% Pet receberão orientações e informações sobre as melhores e mais novas práticas de cuidado bucal pet.

Workshop Gratuito

Além disso, no dia 24 de junho será oferecido um Workshop sobre Higiene Bucal Pet na loja 100% Pet na avenida Norte-Sul. O evento será divulgado nas principais redes sociais e contará com a presença de especialistas da 100% Pet.

cachorrinho escova dente

A Vetnil é um, resultado de pesquisa e desenvolvimento próprios. Em sua busca pela excelência, recebeu diversos prêmios, inclusive o de “Melhor empresa do setor de produtos veterinários” divulgado pelo Anuário Melhores do Agronegócio – Globo Rural em 2006 e em 2011.

Serviço:
Data: de 01 a 30 de junho
Local: Todas as lojas 100% Pet

Olhos: cães e gatos também precisam de cuidados

Pode parecer que não, mas as lágrimas têm diversas funções muito importantes para a manutenção da saúde ocular. Dentre elas, as mais importantes são: lubrificação, proteção do olho contra corpos estranhos e o aporte de nutrientes e oxigênio para as células da córnea.

A deficiência da produção de lágrima, seja na quantidade ou qualidade dessa secreção, pode levar a uma doença relativamente comum em cães e gatos, conhecida como ‘olho seco’. As causas para essa alteração podem ser diversas, sendo as mais comuns o uso de drogas ou anestésicos que ressequem os olhos, alterações neurológicas ou quando o próprio sistema imune do animal passa a atacar as glândulas lacrimais.

Pensando em oferecer conforto e auxiliar no tratamento desta patologia e demais associadas à deficiência de lágrima, a Vetnil lança a Linha Oftálmica Optivet para pets nas versões Optivet Tears Colírio e o Optivet Tears Gel, indicada na higienização e lubrificação ocular para cães e gatos em todas as fases da vida.

veterinario olho oftalmo

A Linha Optivet da Vetnil possui formulação exclusiva, com a associação do hialuronato de sódio e da carboximetilcelulose, dois ativos muito eficazes na higienização e lubrificação ocular em cães e gatos.

Segundo Ricardo Cabral, médico veterinário da Vetnil, algumas raças estão mais predispostas a alterações oftálmicas, como Shih Tzu, Lhasa Apso e Pug, e os gatos Persas. “Essas raças são braquicefálicas, ou seja, possuem diferenças anatômicas que aumentam a chance de ressecamento ocular. Estamos extremamente satisfeitos com os produtos finais da Linha Optivet que consagra a Vetnil nesta especialidade veterinária”, ressalta.

Administering antibiotic eye drops to tabby cat with unilateral conjunctivitis.

Em embalagens de 10 ml e 10 g, os produtos poderão ser encontrados a partir de maio em clínicas e pet shops do Brasil.

Fonte: Vetnil

Mata Ciliar precisa de doações para ajudar Chico

Em janeiro deste ano, a Associação Mata Ciliar, ONG parceira da Vetnil, recebeu a onça-parda Chico, que, ainda filhote, havia passado por um terrível acidente: uma colheitadeira de cana-de-açúcar feriu o animal, que sofreu um profundo corte na cabeça ocasionado pela lâmina da colheitadeira, lesionando parte de seu cérebro e comprometendo a sua visão.

A fatalidade aconteceu na cidade de Tupã, interior paulista e machucou de diferentes formas Chico e sua família. Felizmente, a irmã Vicky e ele foram resgatados pela Associação Mata Ciliar, que desde então tem cuidado dos pequenos felinos.

“O Chico estava com 40 dias de vida e 1/8 do cérebro necrosado. Aliada à medicação utilizada nos felinos, utilizamos o Vita Vet C da Vetnil, pois a vitamina C é um poderoso antioxidante, que ajuda a anular os radicais livres. O produto também melhora o sistema imunológico, a pele, evita problemas oftálmicos, aumenta a absorção de ferro, dentre outros benefícios”, explica Jéssica Paulino, médica veterinária de fauna da Mata Ciliar.

A médica veterinária conta que também foram utilizados o Aminomix e o Vetmax Plus da Vetnil durante a recuperação. “O Aminomix é um fantástico suplemento vitamínico, mineral e de aminoácidos que utilizamos sobre a carne servida às onças, o que ajudou bastante durante a fase mais crítica, pois chegaram desnutridos e desidratados. Eles ainda estavam com vermes quando os recebemos, então o Vetmax foi essencial”, complementa Jéssica .

capa_chicao.jpg

Porém, apesar das pequenas vitórias, Chico e sua irmã, hoje com cerca de 6 meses, ainda precisam de ajuda, como a construção de um recinto que possa abrigá-los adequadamente. “As onças-pardas podem atingir 100kg, por isso necessitam de espaço para que atinjam a maturidade com saúde e qualidade de vida, já que não poderão voltar à natureza devido ao acidente. Eles precisarão ser monitorados e cuidados ao longo de suas vidas”, conta Cristiano de Sá, diretor de marketing e novos negócios da Vetnil.

Qualquer pessoa pode ajudar, depositando na conta da ONG clicando aqui. Em troca, a Associação oferece visitas para que os doadores possam conhecer o nobre trabalho que vêm sendo feito e, especialmente, ver de perto Chico e Vicky.

Principais doenças que acometem os gatos

As doenças respiratórias têm alta incidência em locais de aglomeração de animais, principalmente em gatis, mas também podem atingir animais que vivem sozinhos. É comum que em algumas épocas do ano, como no inverno, a incidência dessas doenças aumente o que requer mais atenção dos donos.

Ao contrário dos cães, gatos são animais mais susceptíveis a infecções respiratórias, sendo que elas são causadas principalmente por dois vírus. O primeiro é o da Rinotraqueíte Felina, que é um herpesvírus responsável por 40-45% das infecções respiratórias felinas, e o segundo é a Calicivirose Felina, que é responsável por também 40-45% das infestações respiratórias felinas, além das mistas.

Os primeiros sinais de Rinotraqueíte Felina são espirros, febre, conjuntivite, rinite e salivação. Depois surgem as descargas (secreções) nasal e ocular. Com a evolução dos sinais, os animais podem ter perda de apetite e depressão. Esta infecção é mais severa em gatos jovens, podendo ter uma mortalidade de até 60%.

gato

Já a Calicivirose Felina ataca a mucosa oral e do trato respiratório superior. O sintoma característico desta infecção é a formação de úlceras na língua. Outros sinais clínicos são semelhantes aos da Rinotraqueíte Felina. Afeta mais severamente gatos jovens ou debilitados. “A doença pode facilitar outras infecções”, alerta a médica veterinária Amanda Carvalho, Analista Técnica da Vetnil.

Ainda formando o que chamamos de tríade felina, encontramos a Panleucopenia Felina. Sua contaminação é causada por meio de secreções de outros felinos infectados ou por contato com objetos contaminados, como a Rinotraqueíte e a Calicivirose.

Os sinais clínicos da Panleucopenia incluem febre, perda de apetite, vômitos, depressão, fraqueza, diarreia e dores abdominais. Entre os filhotes acometidos pela doença, a taxa de mortalidade é alta. A maioria dos gatos que sobrevivem à infecção fica debilitada por toda a vida, exigindo cuidados constantes.

gato-pretinho

“Estas três enfermidades, Rinotraqueíte, Calicivirose e Panleucopenia Felina, são as mais sérias e graves doenças que acometem os felinos domésticos, e a melhor forma de prevenção é a vacinação anual dos animais”, explica Amanda, alertando que a vacinação deve ser feita por médicos veterinários.

Dica Vetnil

Mucomucil Xarope é um mucolítico a base de N-acetilcisteina, indicado para animais que apresentam patologias respiratórias caracterizadas pela presença de secreções mucoides e mucopurulentas (catarro). O medicamento está disponível na apresentação líquida, em frascos de 50 ml e 500 ml.

Informações: Vetnil

N.R.: outra doença que, infelizmente, já é epidêmica no Rio de Janeiro e tem casos isolados em regiões da Grande São Paulo e capital é a esporotricose. Leia mais aqui.

 

O que fazer quando seu pet tem dor de ouvido?

Cães e gatos também costumam sofrer com a otite, processo inflamatório do canal auditivo, que pode ocorrer quando a região não é higienizada corretamente, quando permanece úmida após o banho ou em épocas de alta umidade e temperatura elevada.

“Eles costumam demonstrar desconforto coçando a região das orelhas com as patas traseiras, sacudindo frequentemente a cabeça ou mantendo-a inclinada para o lado inflamado, em caso de otite unilateral. Outro sinal de que algo não vai bem é quando notamos excesso de secreção e mau odor”, explica Ricardo Cabral, Médico Veterinário Coordenador de Desenvolvimento de Produtos Pet da Vetnil. “Nos casos mais graves, a doença ainda pode levar o animal a apresentar desequilíbrio, caindo facilmente, e a andar em círculos, voltado para o lado alterado”, complementa.

Para prevenir a otite, é necessário reforçar a limpeza do canal auditivo externo e do pavilhão auricular utilizando um chumaço de algodão umedecido com uma solução própria para a limpeza de ouvidos de cães e gatos.

otite-canina

O médico veterinário alerta para a necessidade de redobrar os cuidados na limpeza dos canais auditivos, a fim de não lesar os tímpanos do animal. “Os cães possuem um mecanismo autolimpante muito eficiente dos condutos auditivos. O uso de cotonetes ou pinças com algodão devem ser desencorajados e a limpeza deve ser feita somente com solução ceruminolítica apropriada”, finaliza Cabral.

Dica Vetnil

O Aurivet Clean é indicado para a higienização do pavilhão auricular e do conduto auditivo (orelha externa) de cães e gatos, principalmente nos casos de acúmulo de cerúmen e presença de mau odor. O produto está disponível em frascos contendo 120ml.

aurivet-clean-120-ml

Já o Aurivet é uma suspensão otológica, antibiótica, antimicótica, anti-inflamatória e analgésica indicada para o tratamento de otites fúngicas e bacterianas em cães e gatos. O medicamento está disponível em bisnagas contendo 13g.

aurivet_13g_cx_com_bico_cx-alta_dog

Fonte: Vetnil