Arquivo da tag: vila madalena

Para comemorar chegada da primavera, Vila 567 cria drinque e promove festa

Casa na Vila Madalena prepara bebida especial para embalar a mudança da estação que mescla sol quente e brisa fresca e que combina com ambientes abertos, como o rooftop da casa que receberá festa temática

Com cores vibrantes, sol e flores, a primavera chegou. E o Vila 567, casa da Vila Madalena com maior infraestrutura dedicada à música sertaneja, preparou uma programação especial para a chegada da estação.

Feito à base de vodka, xarope de tangerina, suco de limão siciliano, manjericão e sprite, o bar traz ao cardápio o coquetel exclusivo e refrescante, o Vila Spring. Boa pedida para o Happy Hour com os amigos, balada e para provar em um fim de tarde. O drink harmoniza com o ambiente descontraído que a casa proporciona e é ideal para consumo no rooftop com vista privilegiada para o bairro boêmio.

A partir desta quarta-feira, 26 de setembro, o Vila promove a Primavera Party, começando com o Happy Hour, das 18 até às 21 horas. É possível curtir shows ao vivo e aproveitar as mesas de boteco para colocar o papo em dia. Depois desse horário, o DJ da casa assume o posto com playlist inspirada em brasilidades. Para aqueles que preferem as comodidades de bar, a casa conta com dois bares independentes e um telhado acústico que mantém o equilíbrio do som — para que a música não atrapalhe o bate papo.

drinque 567 vila.JPG

Programação
27/09 – Flavia Ventura e Luana Marques
28/09 – Flavia Ventura e Ale Vieira
29/09 – Júlio Borges, Anna Luiza e Felipe Grani
30/09 – Júlio Borges e Nando & Ricky

vila 567 1

Vila 567 – Rua Aspicuelta, 567, Vila Madalena – SP. Horários: Quartas-feiras – das 18h às 3h. Quintas e sextas-feiras – das 18h às 4h. Sábados – das 13h às 4h. Domingo – das 16h às 2h

Bar do Beco atrai clientela feminina com drinques caprichados e clima de quintal

Localizado na entrada do emblemático Beco do Batman, bar também tem equipe de mulheres no comando

Inaugurado em outubro de 2017 na Vila Madalena, o Bar do Beco nasceu da parceria entre amigos que tem no bairro sua morada e trabalho e de uma sinergia de capacidades, por assim dizer: a galeria de fotografia DOC, dos sócios Mônica Maia e Fernando Costa Netto, unidos a Fernanda Masini e Tiago Moraes, do time da agência Dabba Comunicação – que atende a conta da cerveja Fidalga –, situadas na mesma rua, aliados ao publicitário Luís Alcubierre e o advogado Daniel Biral.

Bar_do_Beco_DSF6766

Descontraído sem descuidar da qualidade, o Bar do Beco tem cara de casa, com um grande quintal rodeado por árvores frutíferas e mesas ao ar livre, algumas comunitárias, ótima pedida para reunir velhos amigos e conhecer novos. Assim como sua equipe, o público que lota suas mesas foi se tornando, organicamente, cada vez mais feminino. Talvez porque os banheiros são conservados absolutamente limpos até o último freguês.

E,00ntre os seis sócios, duas são mulheres: Mônica Maia, DOC Galeria, que gerencia o bar, e Fernanda Masini, agência Dabba. No bar, a chefe Juliana Braga conta com o apoio de duas bartenders, Camila Carlos e Laís Alves Moreira. Na cozinha, a chef Brenda Miranda tem como seu braço direito a cozinheira Edineia Santos. Caixa, administração e limpeza também tem equipe exclusivamente feminina.

Localizado em um dos pedaços mais pulsantes da Vila Madalena, o Bar do Beco é um dos acessos e uma continuação do famoso Beco do Batman; funciona ainda como um ponto de cultura, naturalmente alinhado à arte urbana, fotografia, além de música. O muro que o cerca traz um grande mural de grafite, sob a curadoria de Felipe ‘Flip’ Yung e Rafael Highraff – a área interna foi feita pelo Flip e os muros externos por vários grafiteiros convidados – e que receberá, de tempos em tempos, obras de outros artistas. A trilha sonora conta com playlists do Bar do Beco, montadas especialmente para cada dia.

“A ideia é tentar preservar do bairro, que vai perdendo a identidade rapidamente, a Vila Madalena das casinhas dos migrantes portugueses e italianos, moradores pioneiros”, entrega Mônica Maia.

Bar_do_Beco_Mix Batata Chips Guacamole_9212Bar_do_Beco_05162018RJ0021

No cardápio, receitas de sanduíches clássicos do mundo, especialmente adaptadas pela chef consultora Lelena Cesar, com algumas variações nos sanduíches e porções. Como o famoso bairro que o abriga e que recebe gente de todos os cantos, a casa oferece, entre outros, o brasileiríssimo sanduba de Pernil (R$ 25), eleito informalmente por seus clientes o melhor da Vila Madalena, o Choripan argentino (R$ 26) e o clássico da culinária libanesa, o Falafel (R$ 26,00). Entre as porções, de seis unidades, o México brinda com o guacamole servido com um mix de chips de batatas (R$ 25) e a Itália empresta as minibruschettas de tomate com manjericão e limão siciliano (R$ 16).

A casa criou ainda outros acepipes, como o Croquete de Pernil (com mostarda Pale Ale Três Fidalgas, R$ 22). “Escolhemos uma comida pra ser degustada com as mãos, que combinasse com o quintal, como se os clientes chegassem para um piquenique”, diz Lelena. Pet friendly, o Bar oferece aos peludos a Matilha Natureba, porções de 120 g de beterraba com alecrim e sal rosa ou banana com melado e canela (R$20).

Para acompanhar as gostosuras, cervejas Premium, como a artesanal Três Fidalgas (R$ 10, 600 ml), lançada em 2016 – inspirada na Vila Madalena e nos bairros vizinhos, Vila Beatriz e Vila Ida, todos com nome de mulheres –, clássicas como Serramalte (R$ 14, 600 ml) e a Corona long neck (R$ 12).

Bar_do_Beco_Beco Punch_9422
Beco Punch
Bar_do_Beco_Graffiti_9472
Graffiti

A coquetelaria, assinada pelo premiado Marcio Silva, ganhador do prêmio Comer e Beber, 2017, traz clássicos como Negroni (R$ 29), Gin Tônica (R$ 29), Margarita (R$ 27) e Mojito (R$ 29) e criações próprias, como o Beco Punch (Mix de rums, cordial de frutas vermelhas com hibisco, limão taiti, folhas de hortelã e vinho espumante seco, R$ 29) e o Graffiti (Gin com infusão de gengibre, xarope de especiarias, limão siciliano e bitter, R$ 28).

Bar_do_Beco_DSF9207Bar_do_Beco_DSF9740

Bar do Beco – Rua Aspicuelta, 17 – Vila Madalena – Horários de funcionamento: quartas e quintas-feiras, das 17 às 24 horas; sextas-feiras, das 15h às 24h; sábados e feriados, das 12h às 24h; Domingos, das 12h às 22h

Boteco Todos os Santos faz open bar para jogo do Brasil na segunda-feira (2)

As oitavas de final da Copa do Mundo 2018 começaram e na segunda-feira, dia 2 de julho, é a vez do jogo entre Brasil e México, às 11 horas. Para torcer e se emocionar junto com os seus clientes, o Boteco Todos os Santos, localizado na Vila Madalena, abrirá às 9 horas e terá Open Bar das 10 às 13 horas, que contará com caipirinha, saquerinha, caipiroska, gin tônica, mojito, vodka Smirnoff, cachaça, cerveja long neck Budweiser, água e refrigerante.

O primeiro lote está no final e os valores são de R$ 90,00 para as mulheres e R$ 120,00 para os homens; já o segundo lote será R$ 100,00 (mulher) e R$ 130,00 (homem).

Para melhor receber os seus clientes, o bar preparou para a ocasião uma nova decoração para a Copa do Mundo. Em ambiente festivo – verde e amarelo -, a casa conta com dois telões e nove televisões de última geração, nova iluminação, gerador de energia e cozinha full time com os melhores petiscos da região.

todos os santos

Após o jogo, a animação continua com muita música ao vivo com o melhor do samba de raiz com a Janaína Theodoro – sambista renomada que, em 2016, abriu uma temporada de shows do Arlindo Cruz e se apresentou na Cinemateca, além de já ter participado do palco principal da Virada Cultural de São Paulo, em 2010 – e o grupo Samba Alado. Na sequência, o som ficará por conta do melhor do pagode e partido alto com Buiu-SP, além do mix do DJ nos intervalos.

todos os santos 2

Para conseguir chegar a tempo e se acomodar nos lugares mais estratégicos para assistir a competição, é indispensável que seja feita a reserva – pois a casa comporta até 250 pessoas sentadas. O contato pode ser feito tanto por e-mail reserva@botecotos.com.br ou pelo telefone (11) 2574-1157.

Boteco Todos os Santos: Rua Aspicuelta, 585 – Vila Madalena

Copa: Pátio SP terá brunch, música ao vivo e telão de LED no jogo do Brasil

“Guenta” coração! Brasil passou para as oitavas de final na Copa e agora, na fase mata-mata, a torcida está ansiosa. O próximo jogo será na segunda, dia 02 de julho, às 11h, contra o México. E nada melhor que acompanhar o jogo no bar Pátio SP, localizado na badalada Vila Madalena, que terá uma torcida animada, telão de LED, quatro televisões, cerveja gelada, comida boa e música ao vivo.

bar patio sp 4bar patio sp 3

A casa abrirá às 10h para receber os torcedores. No “esquenta”, no intervalo e após o jogo (tomara) para comemorar a vitória da seleção brasileira, terá apresentação do cantor Juninho FPA, com mix musical. Um brunch, no sistema de buffet, será oferecido (R$ 5,10 a cada 100g) para repor as energias; entre as opções, petiscos, saladas e pratos quentes.

“Todos os jogos tivemos a casa cheia. Para o de segunda, esperamos novamente a torcida em peso para o brunch”, diz Christian Caballero, sócio da casa.

bar patio sp 1bar patio sp 2

Para participar dessa curtição – do jeito que o brasileiro gosta – mulheres pagam R$ 40,00 e homens R$ 50,00 sem consumação.

Pátio SP – Rua Mourato Coelho, 1.272, Vila Madalena, São Paulo

Niks Burger Bar: nova opção na Vila Madalena

Burger & cocktail. Lugar de comer e beber bem. Essa é a proposta do Niks Burger Bar, casa que reúne duas artes, coquetelaria e hamburgueria. A casa, recém-inaugurada na Vila Madalena, zona oeste de São Paulo, aposta nos hambúrgueres com gostinho caseiro, fornadas quentinhas de pão, drinques especiais para harmonizar e uma pitada de criatividade, no menu e fora dele. Ambiente acolhedor e repleto de arte urbana.

Tudo teve origem nas animadas hamburgadas de família, promovidas pelo patriarca, o suíço Niklaus Wetter, mais conhecido como Niks, um viciado em hambúrguer e perfeccionista na arte de fazer pães. A paixão familiar virou negócio. A Niks é administrada pelo jovem casal, os empresários Felipe Wetter (filho de Niks) e Letícia Rezende, também moradores da Vila Madalena.

ambiente_niks_créditos Mario Rodrigues
No ambiente com decoração minimalista e contemporânea, destaque para a imponente e centenária árvore, a Pinus elliottii, e o mural free hand da artista plástica paulista Kalina Juzwiak – Foto: Mario Rodrigues

O casal fez sucesso na cidade com o foodtruck de churrasco texano, o PapiChulo Foodtruck, ideia que trouxeram da vivência em Austin (Texas). Durante 2 anos ficaram perambulando pela cidade com o sistema barbecue pit (um defumador-ambulante) até resolverem estacionar para um novo projeto, o Niks. A casa aposta em hambúrgueres descomplicados, sem invencionices, mas com gostinho artesanal e em drinques autorais.

“Como moradores da região, achávamos que esse bairro boêmio, tão rico culturalmente e, ao mesmo tempo, extremamente despojado, precisava de uma casa que unisse duas paixões e artes: coquetelaria e hambúrgueres. A ideia é ter um menu dinâmico, testar ingredientes, ter sempre novidades e trazer burgers por tempo limitado”, explica Felipe Wetter, sócio da casa. “A proposta é uma hamburgueria que fuja do tradicional, que busque a experiência do pão caseiro com a proteína, também caseira, vinda de pequenos produtores e moída diariamente, e harmonizada com uma carta de drinques originais”, complementa Leticia Rezende.

Localizado numa charmosa casa, em uma quadra repleta de galerias de arte, na Fradique Coutinho, a Niks faz questão de transbordar arte por todos os seus ambientes. Com decoração minimalista e contemporânea, o espaço de 100m2 tem pé-direito alto e salão dividido em dois ambientes: no térreo, um colorido bar, feito com azulejo colorido; no mezanino, uma ampla cozinha envidraçada, de onde se pode acompanhar todos os preparos e sentir o cheiro das fornadas quentinhas de pão.

Logo na entrada, uma surpresa, uma imponente e centenária árvore, a Pinus elliottii com mais de 30 metros de altura. O projeto, da arquiteta Victoria Kertzer, respeita a ancestralidade da natureza e a incorpora à modernidade. Para dar um ar pop, a artista plástica paulista Kalina Juzwiak pintou um mural free hand de 15 metros, utilizando apenas tinta acrílica e caneta posca. Um painel vibrante que parece abraçar árvore, a anfitriã da casa.

Muitos aromas entre a cozinha e o salão. Para começar, carne fresca e moída no dia (bovina, suína, peixe e frango), discos feitos ao estilo smash burger na chapa quente, alta temperatura e ponto adequado de fritura. A marca da Niks é a dos hambúrgueres mais finos (em torno de 110 gramas de Angus), ao estilo dos feitos em casa ou das lanchonetes de antigamente. Carne bovina macia e aerada, vermelha no interior, entre fatias de pão caseiro devidamente seladas na chapa. O pão artesanal, fermentado e assado diariamente na casa, traz mais de cinco variações de pães do dia, como australiano, tipo brioche, integral com gergelim, centeio com chia e pães com diferentes toppings, como macadâmia, pistache, parmesão e castanha-de-caju.

A cozinha está sob o comando do chef paulistano Marcos Amorim (ex-Mocotó, Dalva e Dito, DOM, Figueira Rubayat). A proposta é inovar sem perder a “alma de hamburgueria”. Dentre as criações, destaca-se o Toro, que reúne atum selado (generosa posta de 125 gramas), broto de girassol, maionese de wasabi e molho teriyaki feitos na casa e gergelim.

royal burger_niks_créditos Mario Rodrigues
O Royal Burger leva cebola confitada no barbecue, cogumelo-de-paris salteado na manteiga e fatias de bacon crocantes no pão tipo brioche da casa. Foto: Mario Rodrigues

A versão veggie da casa é o Niggler (100g de blend de abóbora com cogumelos shimeji e shiitake, queijo brie, rúcula e tomate-cereja). Há, ainda, uma receita de inspiração suíça, do próprio Niks, o Swiss, feito com um hambúrguer de 180g com raclette, o tradicional queijo suíço derretido em racleteiras, cebola, noz moscada e pimenta-do-reino. Burgers podem ser acompanhados da crocante batata rústica da casa, cortada na mão, pronta para ser mergulhada na maionese de ervas, também caseira.

O bom e velho cheeseburger leva o nome da casa. No Niks, sobre 110g de hambúrguer (blend da casa, feito com várias partes do brisket de Angus) somam-se a maionese, o queijo americano e o pão fresquinho tipo brioche. No almoço executivo, de segunda a sexta, o hambúrguer pode vir montado no prato e ao lado de acompanhamentos como fritas e salada de alface americana, alface roxa, rúcula, tomate-cereja e rabanete laminado com molho de mel com mostarda.

Entre um hambúrguer e outro, para petiscar há os crocantes bolinhos empanados, nas versões de ricota com castanha-do-pará e manjericão, acompanhado de molho sweet chilli, e de cream cheese com jalapeño, acompanhado de molho de cheddar inglês. Para finalizar com gulodices, há os cookies de chocolate e nozes e, também, de chocolate de castanha-de-caju e caju fresco, acompanhados de uma bola de sorvete caseiro do dia, com sabores como baunilha, chocolate ou de frutas da estação, como morango, maracujá, limão ou framboesa.

gim-tônica_jabuticaba_niks_créditos
Para harmonizar, o bartender Thamer Lima preparou opções como o gim-tônica Jabuticaba, que leva melaço de jabuticaba, limão-siciliano e manjericão roxo. Foto: Mario Rodrigues

Mostrando que sabor e suculência combinam com bons drinques, o bartender Thamer Lima, que trabalhou nos premiados Marakuthai, Ema, Me Gusta, preparou uma carta de personalidade. Drinques que ressaltam o sabor das carnes. É o caso do delicado Letícia (vodca, suco de abacaxi, xarope de rosas, suco de limão) e do refrescante Belatrice (rum, melaço de jabuticaba, amora, farinha de uva). Na seção de gim-tônica há dos clássicos a variações como o Mel de Gengibre (limão-taiti, mel de gengibre, espuma de gengibre) e Tangerina (alecrim queimado no maçarico, tangerina e zimbro). Tem opção de soft drink, como Detox Lichia (lichia, chá verde, suco de limão, gengibre, hortelã e maçã verde), sem álcool, servido em copo ou em jarra de 400 ml.

Mas as queridinhas da carta são as caipirinhas. Leves, refrescantes e cítricas, ajudam a fazer a digestão dos sabores de hambúrgueres mais picantes. É o caso da Capoeira (lichia, maracujá e hortelã) e da Samba (limão-cravo, acerola e tomilho limão). Prova de que a mistura de hambúrguer com drinque dá muito samba.

Niks Burger Bar: Rua Fradique Coutinho, 1464-Vila Madalena, São Paulo – SP. Horário de funcionamento: de segunda a sábado, das 12h às 15h e das 18h às 22h30. Não abre aos domingos. Nos feriados, mantém o horário de funcionamento.

 

 

Receitas de drinques refrescantes para o verão

Alguns dos principais bares da Vila Madalena disponibilizam receitas de drinques refrescantes mais pedidos no verão. Confira:

Receita Blood Orange Spritz do bar Pracinha do Seu Justino (R$ 24,90)

blood orange

Ingredientes
20 ml de gim
30 ml de Blood Orange (xarope de laranja)
50 ml de água com gás
120 ml de espumante
Gelo

Modo de preparo
Acrescentar em uma taça o gim, seguido do xarope de laranja. Depois, acrescentar a água com gás e o espumante. Por fim, incluir gelo a gosto. Respeitar a ordem dos ingredientes, sem misturar ou bater. Finalizar com uma lâmina de grapefruit para decorar a taça.

Dificuldade: Fácil
Tempo de Preparo: 10 minutos

Receita La Playa do bar Vila Seu Justino (R$ 29,90)

la playa

Ingredientes
50 ml de Vodka Finlandia de manga
70 g de abacaxi
40ml de maracujá
30ml de xarope de grenadine
30 ml de suco de pêssego
30 ml de suco de laranja
10 ml de xarope de açúcar
10 ml de suco de limão
Gelo

Modo de preparo
Macerar o abacaxi até virar um purê e colocar em uma coqueteleira. Acrescentar maracujá, xarope de grenadine, suco de laranja, suco de pêssego, suco de limão, xarope de açúcar, e por fim, a vodka. Bater. Coar bem e servir com pedras de gelo.

Dificuldade: Fácil
Tempo de Preparo: 15 minutos

Vespertílio do bar High Line Bar (R$ 28,90) 

vespertilio

Ingredientes
– 60 ml de Bacardi Superior
– 20 ml de St Germain
– 20 ml de limão siciliano
– 5 ml de xarope de açúcar 2:1
– 2 gotas de água de flor de laranjeira
– Gelo

Modo de preparo
Bater todos os ingredientes com gelo na coqueteleira. Fazer coagem dupla. Colocar em uma taça dry ou cupe. Decore com uma flor comestível e finalize com spray de água de flor de laranjeira.

Dificuldade: Fácil
Tempo de Preparo: 10 minutos

Mercado Buenos Artes celebra o Circo em edição especial na Vila Madalena

A edição de novembro do MBA, que celebra o Circo, acontecerá no Beco do Aprendiz e promoverá intervenções circenses, oficinas de picadeiro e show da cantora sergipana Sandyalê

Com proposta itinerante, o Mercado Buenos Artes se firma na agenda cultural da cidade passeando por diferentes regiões da capital paulistana. Com curadoria de Mari Pini, realizadora cultural e pesquisadora do design público, a 33ª edição do MBA acontece no Beco do Aprendiz, na Rua Belmiro Braga, Vila Madalena, hoje (25), das 11 às 19 horas.

mba

Incentivar o design brasileiro, o feito à mão, estimular o consumo responsável e a compra de pequenos produtores são premissas que fizeram surgir o Mercado Buenos Artes. O evento convidou para a edição que celebra o Circo uma seleção especial de designers, artistas, ilustradores, artesãos e produtores de comidas e bebidas artesanais, está programada para acontecer na região central.

mba2

“As feiras e mercado são motores de transformação das cidades. Além de trabalhar o livre comércio, impulsiona o empreendedorismo dos pequemos produtores, potencializa a economia em rede, o turismo, o convívio social e valoriza os espaços públicos”, afirma a curadora.

mba4mba3

Para os amantes da comida de rua um cardápio variado é apresentado a cada edição. Um espaço gastronômico será armado na praça com pequenos produtores que oferecerão seus alimentos e bebidas para serem levados para casa e também food trucks com diferentes opções de refeições.

A cada edição artistas se apresentam com pocket shows com intuito de criar ambientação, celebração do convívio social e da ocupação criativa do espaço público. Nesta edição a cantora sergipana Sandyalê apresentará seu mais recebe trabalho, com um repertório de canções autorais e de compositores brasileiros.

mba22

33ª edição do Mercado Buenos Artes no Beco do Aprendiz
25 de Novembro, das 11 às 19 horas.
Rua Belmiro Braga, 146 – Vila Madalena
Próximo a estação de metrô Fradique Coutinho
*Evento gratuito
*Não conta com estacionamento no local. O evento sugere a utilização de transporte público. Venha a pé ou de bike.
*Próximas Edições: 09 de Dezembro na Praça Dom José Gaspar e 16 de Dezembro no Unibes Cultural

Halloween sertanejo com cenário de faroeste vai agitar a Vila Madalena

Vila Madalena vai virar um cenário de filme de terror inusitado: um faroeste antigo, sombrio e divertido ao mesmo tempo. O Vila 567 vai comemorar o Dia das Bruxas com o halloween sertanejo, no domingo (29). Para completar a festa, o terraço a céu aberto da casa será palco de atrações surpresas para apimentar a brincadeira.

Além disso, quem for fantasiado ganha entrada grátis e irá concorrer a melhor fantasia da festa e ganhar uma garrafa de vodca Ketel One para curtir com o amigos.

vila 567222

O Vila 567 assume o posto de maior infraestrutura de entretenimento da Vila Madalena voltada a música sertaneja. Com dois bares independentes, um palco projetado para ser visto de todos os ambientes, mesas de boteco e som alinhado, permitem que a conversa com os amigos no happy hour não seja um problema.

Para os mais animados, a pista de dança também faz parte da infraestrutura, assim como o cardápio eclético, com drinques tradicionais e autorais, para todos os gostos.

villa

Vila 567-Rua Aspicuelta, 567, Vila Madalena – SP — Horários: quintas e sextas-feiras – das 18h às 04h. Sábados – das 13h às 05h. Domingos – das 13h às 01h

 

Cliente faz pedido por app em bar de “tapas brasileiras” na Vila Madalena

Unir o aconchego da sala de casa e os pratos brasileiros que todo mundo gosta em pequenas porções para provar de tudo, com preço acessível e facilidade para pedir e pagar. Essa é a proposta do Stue Bar, inaugurado em agosto na Rua Girassol, na Vila Madalena, por Junior Marques – dono da franquia de açaí Açaí Beat – e seu sócio Sérgio Campos. A casa quer ser um destino de happy hour tanto para o público das redondezas quanto para famílias no passeio de fim de semana.

O menu traz camarão empanado frito no óleo de coco, um saboroso carreteiro de picanha defumada, mini parmegiana, salada de abacate, uma releitura de moqueca e crème brulée com Romeu e Julieta. Entre as bebidas estão a cerveja artesanal Colorado (a partir de R$ 14,00) e drinques, como caipirinhas de vários sabores e refrescantes mojitos (a partir de R$ 22,00).

stue2

A inspiração veio das tapas espanholas, que Junior conheceu durante o período em que estudou no país, e que tem tudo a ver com a ideia de compartilhar momentos e comidinhas em uma sala de estar. “Oferecemos porções pequenas a preços acessíveis – entre R$ 8,00 e R$ 18,00 – para que todos provem um pouco de tudo”, explica Junior.

Sem garçons

“Charmy, Easy Food” é o slogan do bar, que se localiza em uma casinha no bairro boêmio. No ambiente, uma grande prateleira ao longo da parede esquerda, onde estão livros e vasos de plantas intercalados por leds, além dos sofás, ajudam a criar o clima intimista. No fundo, fica a cozinha e o balcão onde são retirados os pratos pedidos por um app desenvolvido exclusivamente para o Stue. À direita está o bar, onde clientes se servem das bebidas. Há, ainda, uma varanda com bancada.

“’Stue’ em norueguês significa ‘living room’ ou ‘espaço de convivência’. Queremos que os frequentadores do bar se sintam na sala de estar de casa, desfrutando de um bom momento com amigos e família de maneira descomplicada e confortável”, declara Junior, que atua no mercado alimentício com a Açaí Beat desde 2011.

stue

Stue – Rua Girassol, 320, Vila Madalena – São Paulo – SP – Horário de funcionamento: de terça a sexta-feira, das 12h às 14h e das 18h às 23h; aos sábados, das 12h à 0h; e aos domingos, das 12h às 20h

Vila 567 promove concurso de drinques inédito na Vila Madalena

A partir dos ingredientes da casa, o cliente pode montar o seu próprio drinque, concorrer a um prêmio em dinheiro e colocar o sua criação autoral no cardápio

Gosto não se discute. Pensando nisso, o Vila 567 colocou à disposição de seus clientes uma seleção de mais de 30 ingredientes para que o público da casa possa ter a experiência de fazer o seu próprio drinque. O concurso, que vai acontecer toda quinta-feira, das 18 às 22 horas, no mais novo bar-balada da Vila Madalena, dará ao cliente mais criativo uma comanda cortesia no valor de R$ 100,00 e a criação será adicionada ao cardápio com o nome do vencedor durante uma semana.

Para participar, o cliente deve pedir o Mix 567, por R$ 34,90. Para começar o processo de criação, o barman entregará ao participante uma ficha com ingredientes disponíveis, como vodca, cachaça, rum, licor, manjericão, hortelã, alecrim, canela, suco de limão, gengibre, cajá, açúcar e muitos outros, que vão aguçar a criatividade do cliente.

A partir disso, ele deve assinalar quatro opções, além de determinar o modo de preparo, entre batido ou mexido, e assinalar o tipo de finalização. Nessa mesma ficha, o participante precisa colocar o seu endereço e adicionar uma rede social em que ele irá postar a sua criação com as hashtags #meumix567 e #vila567. Para continuar concorrendo ao prêmio, é fundamental postar a foto no mesmo dia.

drinque

Depois de determinar a criação da nova obra prima, o barman prepara o drinque e avalia o sabor, dando uma nota de 0 a 8, sendo 8 o drinque mais incrível que ele já provou. As duas melhores criações começam uma disputa on-line, no Facebook do Vila 567, onde as duas fotos tiradas pelos participantes serão avaliadas pelo público, no quesito apresentação e beleza. Quem conseguir mais interações nas fotos ganhará dois pontos para somar a nota do barman. No domingo, será feito o anúncio do vencedor pelas redes sociais do Vila 567.

Vila 567 – Rua Aspicuelta, 567, Vila Madalena – SP