Arquivo da tag: vinho

Bolo de Vinho é sugestão da chef Cecília Victorio para aquecer os dias de inverno

Além da bebida na massa, essa sugestão leva uma calda com maçãs

Com as temperaturas em queda, nada mais gostoso do que comer um bolo de frutas com sabor mais intenso, que é a cara da estação. Para deixar esses dias de inverno mais gostosos a chef Cecília Victorio ensina a preparar um Bolo de Vinho que leva maçãs e é perfumado com especiarias.

Preparada a partir de uma base de vinho feita com laranja, canela em pau e cravo da índia, essa sugestão, que pode ser saboreada ainda quentinha, também leva um pouco de corante para ficar mais bonita e uma calda com pedacinhos de maçã para ficar ainda mais irresistível.

Confira a receita da Chef Cecília e aproveite o im de semana para prepara essa delícia!

Bolo de Vinho

Ingredientes – Base líquida:
250ml de vinho suave
100ml de água filtrada
2 colheres de sopa de açúcar
1 unidade pequena de canela em pau
5 unidades de cravo da índia
2 rodelas de laranja com casca sem sementes
3 maçãs Gala

Modo de preparo:
Descasque as maçãs e corte em cubinhos. Reserve as cascas. Coloque todos os ingredientes numa panela, inclusive as cascas e as maçãs em cubo. Leve ao fogo para ferver. Quando abrir fervura, deixe por mais 2 minutos. Tire do fogo e deixe descansar por 1 hora. Retire as maçãs em cubos da mistura do vinho e reserve. Retire as cascas de laranja, a canela e os cravos e descarte. Bata no liquidificador por 2 minutos o restante do líquido do vinho com as cascas de maçã. Reserve essa base líquida que usaremos na massa do bolo.

Ingredientes – Massa:
4 ovos
1 xícara da base líquida
2 xícaras de açúcar refinado
150ml de óleo de milho
1 colher de chá ou 6g de corante bordô
2 ½ xícara de farinha de trigo
1 colher de sopa de fermento em pó

Modo de preparo:
Bata no liquidificador por 2 minutos os ovos inteiros, a base líquida, o açúcar e o óleo. Transfira o líquido batido para uma tigela e acrescente o corante mexendo bem com um fuê para dissolvê-lo. Acrescente aos poucos a farinha e continue batendo até obter uma massa lisa, homogênea e colorida. Adicione as maçãs em cubos reservadas e misture. Por último, incorpore o fermento em pó mexendo delicadamente. Unte e enfarinhe uma forma redonda de 20cm. Coloque toda a massa na forma e leve ao forno a 180ºC por 45 minutos.

Ingredientes – Calda:
350ml de vinho suave
150ml de água filtrada
2 colheres de sopa de açúcar
1 unidade pequena de canela em pau
5 unidades de cravos da índia
2 rodelas de laranja com casca sem sementes
2 maçãs Gala
1 colher de chá de amido de milho

Modo de preparo:
Descasque as maçãs e corte em cubinhos. Reserve as cascas. Coloque todos os ingredientes acima numa panela, inclusive as cascas e as maçãs em cubos e leve ao fogo para ferver. Quando abrir fervura, deixe por mais 2 minutos. Retire do fogo e deixe descansar por 1 hora. Tire as maçãs em cubos da mistura do vinho e reserve. Retire as cascas de laranja, a canela e os cravos e descarte. Bata no liquidificador por 2 minutos o restante do líquido do vinho com as cascas de maçã. Essa usaremos para finalizar a calda. Coloque a base líquida numa panela, acrescente as maçãs em cubos, o amido e misture. Leve ao fogo, deixe cozinhar por 1 minuto até engrossar levemente. Após assado, espalhe a calda quente sobre o topo do bolo.

Instagram: chefceciliavictorio

Instinto Chardonnay 2020 é novidade da Cristofoli

Lançamento nasce de vinhedo único da família, estagia em carvalho francês e é engarrafado sem filtragem

O pequeno vinhedo da Chardonnay, cultivado pela Família Cristofoli na Rota Cantinas Históricas, em Faria Lemos, interior de Bento Gonçalves, fez nascer um grande vinho: o lançamento da vinícola, Instinto Chardonnay 2020.

Esta é uma das preciosidades da família, que hoje produz apenas 27 mil garrafas por ano. É um vinho que seguiu o ritmo do vinhedo, expressando a qualidade da ‘Safra das Safras’. E assim, a história se repete todos os anos, sempre escrita em vinho, mas expressando o que a natureza entrega a cada colheita. “Não se faz vinho de qualidade sem matéria prima de qualidade. E 2020 foi espetacular, merecendo este grande vinho com uma produção extremamente limitada”, destaca a enóloga Bruna Cristofoli.

O Instinto Chardonnay 2020 estagiou em uma única barrica de carvalho francês de 500 litros, especial para vinhos brancos, onde concluiu sua fermentação malolática, estagiando por oito meses na madeira. Concluído o estágio, o vinho não foi filtrado e foi engarrafado, permanecendo por três meses em garrafas antes da venda. De coloração amarelo palha com reflexos dourados, apresenta notas de favo de mel, coco tostado e damascos, além de muita presença de abacaxi em calda.

Com perfeito equilíbrio entre a acidez das uvas e as notas de manteiga e especiarias, é um vinho untuoso e persistente em boca.

As ‘700 garrafas numeradas’ estão à venda no site da marca.

Wine ensina como escolher o vinho ideal para cada sabor de pizza

Paula Daidone, Sommelière da marca, dá dicas de harmonização para a data

Hoje é comemorado o Dia Mundial da Pizza. Este tradicional prato da culinária italiana faz parte do dia a dia do brasileiro e possibilita uma larga escolha de bebidas para acompanhá-lo. Uma das mais pedidas é o vinho.

Para celebrar a data, a especialista Paula Daidone, Sommelière da Wine, maior clube de assinatura de vinhos do mundo, ensina como escolher o vinho ideal para cada sabor de pizza. “A primeira dica para fazer essa harmonização é considerar dois fatores: o estilo da pizza e a cobertura”, explica Paula.

Pizzas com embutidos

Foto: Rebecca HumannPixabay

Para pizzas como calabresa, lombinho ou peperoni, a melhor opção é um vinho com sabor mais intenso e tânico, para limpar a gordura oriunda da proteína animal. Vinhos das uvas Cabernet Sauvignon, Petit Verdot, Tempranillo e Touriga Nacional vão muito bem. Cuidado apenas com a pimenta. Caso seja muito forte, escolha um vinho com baixo teor alcoólico, pois o álcool intensifica o ardido da pimenta.

Pizzas com queijo

Foto: nan nan/Pixabay

Pizzas que têm queijo como ingrediente principal, como margherita, mussarela e quatro queijos, precisam de um vinho com mais acidez, para limpar a gordura, e aromático, para neutralizar o aroma do queijo. Se o vinho tiver textura untuosa, melhor ainda. Boas opções são: Torrontés, Alvarinho, Chardonnay e espumantes brut ou nature.
“Essa é uma harmonização um pouco polêmica, pois a sugestão trivial é um tinto, principalmente o Chianti. Mas precisamos nos atentar ao molho, pois os taninos do vinho tinto tendem a acentuar ainda mais a acidez dele e criar um sabor desagradável ao paladar. Além disso, o ingrediente principal desse tipo de pizza é o queijo e o vinho tinto não é o mais indicado para acompanhar o laticínio derretido, pois ele tem uma gordura alta que precisa de acidez e frescor para neutralizar o paladar. Características que encontramos no vinho Branco. É importante lembrar que são sugestões técnicas, mas a decisão final tem que ser feita de acordo com o gosto de cada um”, explica a sommelière da Wine.

Pizza com proteína branca

Foto: Aedrozda/Pixabay

Pizzas que levam proteínas brancas, como frango e peixe, combinam com vinho branco mais estruturado ou um rosé. Pizza de frango com catupiry, por exemplo, harmoniza com Chardonnay; pizza de atum vai bem com um rosé de cor mais escura e pizza de aliche com Alvarinho. Pizzas com verduras podem ser acompanhadas de brancos aromáticos, como pizza de rúcula com um Chenin Blanc ou de palmito com Sauvignon Blanc. E as de legumes ou cogumelos podem transitar entre branco e tinto. Por exemplo, berinjela e cogumelo vão muito bem com Pinot Noir.

Pizza doce

Foto: Henrique Gomez Gomez/Pixabay


Pizza doce também pode e deve ser acompanhada por um vinho. Os espumantes doces e os vinhos de sobremesa são perfeitos para essas receitas. Combine um vinho do Porto com uma pizza de chocolate; um colheita tardia com pizza de chocolate branco, e um espumante moscatel com uma pizza de banana e leite condensado. Mas se a ideia é inovar, prove harmonizar a pizza doce com um vinho tranquilo. Tente um Merlot para acompanhar uma pizza com chocolate ao leite, Riesling para a de chocolate branco e Chardonnay com as de frutas. É uma experiência surpreendente.

Vinho para rodízio de Pizza
O vinho ideal para o rodízio de pizza é o espumante. Esse tipo de vinho é considerado coringa. Ou seja, combina com uma grande variedade de ingredientes. E o rodízio de pizza é exatamente isso: pizzas dos mais diversos sabores, servidas ao mesmo tempo. Para o rodízio de pizza o vinho precisa ter acidez alta, para deixar o paladar limpo a cada gole; ser leve, pois será uma refeição pesada; e ter um sabor neutro, para não ser mais um brigando pela atenção. Espumante brut ou nature são os que melhor se adequam a essa situação. Preferencialmente os elaborados pelo método Charmat, pois são mais frescos e leves.

Confira rótulos da Wine que harmonizam com algumas das pizzas mais pedidas:

Pizza de calabresa que combina com vinho tinto Cabernet Sauvignon
A Wine indica o vinho Root:1 Reserva Maipo Valley Cabernet Sauvignon 2017.

Pizza de quatro queijos que combina com Espumante Brut
A Wine indica o Espumante Partridge Stars Brut.

Pizza de frango com Catupiry que combina com vinho branco Chardonnay
A Wine indica o vinho Partridge Flying Chardonnay 2020.

Pizza de chocolate que combina com vinho do Porto
A Wine indica o vinho Porto Burmester 10 years Old Tawny.

Para conhecer outros rótulos que harmonizam com as pizzas acima, clique aqui.

Viña Concha Y Toro: a sedução de Baco em seis expressões

Cepas Carmenere, Syrah, Cabernet Sauvignon, Rosé, Chardonnay e Pinot Noir em rótulos de alta gama da Viña Concha Y Toro harmonizam com a data nacional do romance

Protetor das vinhas e do vinho, figura mítica ligada à boemia e à festa, o Deus Baco é também fantasia e tentação, desde a Grécia antiga e dos cultos a Dionísio, sempre regados a esta bebida sedutora. Na data em que celebra-se o romance, 12 de junho, Baco está vivo e representado neste ritual que se repete, quando casais se unem em aconchego e renovam votos de que o amor “seja eterno enquanto dure”, como diz Vinicius de Moraes. Nem precisa de lareira, ou luz de velas, porque vinho, já ao primeiro gole, quebra o gelo e aquece os corações.

A Concha Y Toro, um dos maiores grupos vitivinícolas do mundo dispõe de vinhos de alta gama para comemorar, e propõe 6 rótulos de diferentes variedades, seja para abrir o apetite, para servir como aperitivo ou acompanhar o jantar. Uma boa entradinha pode casar facilmente com os Marques de Casa Concha Cinsault Rosé e Pinot Noir. Já um belo pescado ganha relevância ao lado de um Chardonnay do porte de Amelia; Carnes e assados ornam perfeitamente com Don Melchor – a mais pura expressão do Cabernet Sauvignon do Chile – e também harmonizam com Gravas Syrah ou Carmín de Peumo, com a Carmenere.

Confira o que traz cada rótulo:

Marques de Casa Concha Cinsault Rosé 2018 – rosé requintado, de cor damasco pálido, com notas de romã e melão rosa. Na boca, mostra suavidade e cremosidade, notas minerais, frescor e delicadeza. Com 11,5% de teor alcoólico, recebeu expressiva pontuação, sendo 92 pontos no James Suckling, 90 pontos junto a Tim Atkin e 92 no Descorchados. É feito com 90% de Cinsault e 10% de Garnacha. Ideal para aperitivo, combina bem com entradinhas leves. Preço sugerido: R$ 149,90

Marques de Casa Concha Pinot Noir 2018 – envelhecido em barris de carvalho francês por 12 meses, apresenta cor vermelho profundo e brilhante. Elegante e com personalidade, revela aroma de cerejas e framboesas, taninos suaves e redondos. Combina bem com carpaccio, carnes brancas em geral, preparações leves e delicadas, à base de frutos do mar, atum selado, e em pratos orientais feitos na wok . Mereceu 90 pontos do famoso crítico Robert Parker, e 92 pontos no Vinous.com. Preço sugerido: R$ 149,90

Amelia Chardonnay 2018 – este premiado Chardonnay recebeu 97 pontos do famoso crítico Tim Atkin, e o título de Melhor Branco e Melhor Chardonnay do Chile pelo guia Descorchados. Além de mostrar múltiplas camadas aromáticas, possui uma excelente combinação de estrutura, mineralidade e uma atraente salinidade em seu longo e fresco final. Por esta razão, harmoniza muito bem com receitas como atum selado com gergelim, bisque de lagosta, vieiras gratinadas, paella de frutos do mar, assim como codorna, creme de milho ou de abóbora, raviólis recheados com salmão e massas com molhos levemente cremosos. Integra a recém lançada The Cellar Collection da Concha Y Toro. Preço sugerido: R$ 449,90

Don Melchor 2018 – vinho que ressalta a expressão da fruta e a qualidade das texturas obtidas no vinhedo homônimo,em Puente Alto. Representa o caráter único de vinhos e safras grandiosas. É composto por 91% Cabernet Sauvignon, 5% Cabernet Franc, 3% Merlot, 1% Petit Verdot e envelheceu durante 15 meses em barris de carvalho francês. A cada safra, Don Melchor surpreende com um vinho único, com presença marcante de frutas e texturas elegantes, com a maturação exata, resgatando toda a expressão da cepa Cabernet Sauvignon e da Cabernet Franc. Primeiro vinho ícone chileno e verdadeira referência da cepa Cabernet Sauvignon, Don Melchor é reconhecido mundialmente pela crítica internacional. Suas safras atingem altas pontuações, caso da 2018 que conquistou 100 pontos junto a James Suckling – um marco para o setor vitivinícola chileno. Harmoniza com carnes e assados em geral. Preço sugerido : R$ 999,00

Gravas Syrah – de Vermelho cereja intenso, de grande complexidade e elegância aromática, expressando aromas de frutos vermelhos pequenos, notas frescas e florais, acompanhados de especiarias. Na boca é equilibrado, apresentando uma delicada textura de taninos, boa evolução e complexidade nos sabores, com um nariz longo e persistente. Combina com carnes vermelhas grelhadas, temperadas com especiarias, principalmente pimenta, costelas de ovelha grelhadas, carnes de caça ou javali refogados com vinho tinto, bacon, alecrim e sálvia, queijos feitos com leite de vaca e leite de ovelha. Gravas alcançou 94 pontos na Wine Spectator, 94 pontos no James Suckling e 93 pontos no Guia Descorchados 2020. Integra a recém lançada The Cellar Collection da Concha Y Toro. Preço sugerido: R$ 569,00

Carmín de Peumo, 2018 – no nariz, é muito elegante, complexo e mineral, com notas de amora e um toque de cassis. Profundo, concentrado, com um retrogosto longo e matizes características do terroir de Peumo. Nuances de grafite e minerais. Fácil de beber, como um assemblage moderno de Bordeaux, mas com a fineza e o toque frutado do Novo Mundo. Harmoniza bem com pratos elegantes, mas de preparação simples como um suculento rosbife, carne de vitela, lombo suíno com beterrabas assadas e cranberries e pato (confit ou magret). Também é delicioso acompanhado de massas recheadas com abóbora e molho de cogumelos do tipo “morille” ou queijo de cabra maduro com figos. Integra a recém lançada The Cellar Collection da Concha Y Toro. Preço sugerido: R$ 769,90.

Onde comprar: Encontre Vinhos

Informações: Concha Y Toro

Que tal um jantar casual e uma massagem para o Dia dos Namorados?

Boomi oferece kits e produtos para o casal curtir a data sem sair de casa

O Dia dos Namorados será comemorado no próximo sábado. E a Boomi, primeiro mercado on-line de alimentos verdadeiramente saudáveis e produtos sustentáveis, separou alguns itens para esquentar o 12 de junho.

Como as restrições da pandemia ainda continuam, que tal começar com um jantar mais casual em casa e terminar com uma massagem? Essa é a proposta da Boomi, que oferece entrega expressa na cidade de São Paulo e região.

No site Boomi é possível encontrar mais de 1.600 produtos verdadeiramente saudáveis e sustentáveis, como vinhos e chocolates orgânicos. Mas para ajudar, a marca selecionou 3 itens que prometem fazer sucesso. Confira:

Óleo Essencial de Hortelã-Pimenta Herbia: com aroma refrescante, esse óleo é um ótimo estimulantes. É 100% puro e natural, certificado pelo IBD e SISORG. Ser for usado no corpo, deve ser misturado a um óleo de base vegetal, de 20 a 60 gotas para cada 100ml de base vegetal. Preço sugerido: R$ 43,98.

Óleo Vegetal de Semente de Uva Herbia: esse óleo é natural e pode ser aplicado tanto na pele quanto nos cabelos. Pode ser usado sozinho ou em conjunto com outros óleos essenciais explorando ainda mais o sensorial. Preço sugerido: R$ 38,98.

Kit Tábua de Queijos e Vinho Jantar Romântico: são 14 itens verdadeiramente saudáveis, saborosos e sem nenhum ingrediente que faça mal para a saúde. Nesse kit, os apaixonados vão encontrar 5 tipos de queijos, pão sueco, antepasto, geleia, damasco, mix de nuts e um vinho tinto Malbec orgânico da Bodega Cecchin Mendoza. Preço sugerido: R$ 455,72

Sobre a Boomi

Primeiro mercado on-line de alimentos verdadeiramente saudáveis e produtos sustentáveis. Um dos diferenciais da startup é a curadoria de produtos. Formada por um time de nutricionistas e especialistas, a curadoria analisa todos os rótulos vendidos na Boomi. Isso significa, que só entram na plataforma aqueles que apresentam ingredientes 100% saudáveis e/ou sustentáveis.

Dia dos Namorados: Kit Fondue Imperfeito Chef Aprendiz, deliciosa sugestão de presente

Fondue de queijo e de chocolate serão comercializados nos dias 07, 08 e 09 pelo Fruta Imperfeita, e todo o lucro com a ação será revertido para a Casa Aprendiz, que é uma extensão do trabalho nas comunidades

Já escolheu o presente de Dia dos Namorados? Que tal surpreender o seu amor com o Kit Fondue Imperfeito e colaborar com o trabalho do Chef Aprendiz?

O Chef Aprendiz é um projeto de desenvolvimento humano e inserção social, que promove por meio da gastronomia a capacitação de jovens de comunidades de São Paulo para conseguirem o seu primeiro emprego em cozinhas de parceiros.

Junto com o Fruta Imperfeita, o Chef Aprendiz criou um kit experiência muito especial para o dia 12 de junho, Dia dos Namorados. Cada kit serve duas pessoas, e além do Fruta Imperfeita, conta com produtos de parceiros, como Ofner, Premium Bread To Go e Queijos Roni. Veja abaixo o que irá na caixa. Para quem não possui aquelas panelas de fondue, não se preocupe que a receita foi pensada para fazer em panela normal. 

Fondue queijo:

– Queijos provolone defumado e minas padrão do @QueijosRoni;

– Legumes para guarnição: Brócolis, cenoura, batata bolinha, tomate cereja e abobrinha italiana do @FrutaImperfeita;

– Pães italiano bolinha da @PremiumBreadToGo;

Fondue de chocolate:

– Chocolates da @Ofner;

– Frutas para guarnição: Mexerica, uva, morango, kiwi, manga e bananas do @FrutaImperfeita.

Seu kit pode ficar ainda mais incrível adicionando um vinho tinto Pinot Noir, que foi escolhido a dedo para harmonizar com seus fondues e deixar a ocasião mais do que especial!

O valor do presente é de R$ 230 (com vinho) e R$180,00 (sem vinho) e as encomendas podem ser feitas pelo WhatsApp do Fruta Imperfeita até hoje, 9 de junho, (11 94567-0551).

As entregas serão feitas nos dias 10 e 11/06 em São Paulo e algumas regiões da Grande São Paulo. Consulte a taxa de entrega na sua região.

Sobre a Fruta Imperfeita

A Fruta Imperfeita nasceu há cinco anos como fruto de um propósito: mostrar que comida boa não tem um padrão único de beleza e para dizer que a luta contra o desperdício de alimentos é de todos nós, já que ela pode sim ser feita ao lado dos pequenos agricultores para tornar real as ações de consumo consciente e de sustentabilidade. 

E foi assim que, inspirada em projetos como a Fruta Feia (Portugal) e o Imperfect Produce (EUA), tornamos possível que surgisse um sonho – um delivery de frutas e legumes, para cuidar mais da natureza e da conexão entre as pessoas – e que refletisse o que acreditamos ao dar valor ao que foge da regra enquanto o nosso propósito for sempre mais do que vender.
Por isso, desde então, fizemos com que o nosso trabalho com as cestas de imperfeitos fosse uma das formas de espalhar essa causa para cada uma das pessoas que conhecemos e pelos lugares por onde passamos, de forma que as pessoas fossem sempre valorizadas em cada parte desse processo mais justo, consciente e humano, e que dá valor ao que a terra nos oferece.

Chef Aprendiz Comunidades

Somos um projeto de desenvolvimento humano e inserção social que usa a gastronomia como a principal ferramenta. Capacitamos jovens em situação de vulnerabilidade social para conseguirem seu primeiro emprego em cozinhas de parceiros. Ao longo de quase seis meses os 20 jovens vivenciam aulas teóricas e práticas sobre gastronomia e autodesenvolvimento de modo a prepará-los para o mercado e para a vida. Uma competição final coloca à prova os conhecimentos adquiridos durante as oficinas, e encerra o processo com chave de ouro. Os jurados presentes oferecem vagas de empregos para os jovens que querem iniciar uma carreira como auxiliar de cozinha. 

Já atuamos em sete comunidades (Paraisópolis, Campo Limpo, Glicério, Jd. Colombo, Valo Velho, Capão Redondo e Chuvisco) e 90% dos alunos receberam oportunidades na área. Alguns iniciaram na gastronomia e seguiram por outros caminhos, como enfermagem, engenharia e psicologia. Temos aproximadamente 80% dos jovens trabalhando ou participando de entrevista, mesmo com o cenário da pandemia. Para saber mais: assista o vídeo e visite o site.

Casa Chef Aprendiz

Já em processo de finalização, a Casa Chef Aprendiz é um espaço que contará com atividades de reciclagem e apoio psicológico aos jovens que já passaram pelo projeto, além de cozinha de pré produção para eventos. Pensando no mundo digital e nas demandas do mercado, teremos uma cozinha modelo com a possibilidade de produção de conteúdos digitais junto aos nossos parceiros e para desenvolvimento de workshops. A ideia é que esta casa seja ocupada por nossa equipe, jovens, parceiros e amigos com a finalidade de fortalecer os nossos vínculos e sustentar nossas ações no longo prazo.

Vinho que já nasce rosé no vinhedo é o brasileiro mais vendido na categoria

Ele foi eleito o melhor rosé do mundo. É considerado o vinho rosé ‘mais querido do Brasil’. Também é o rosé brasileiro mais vendido no país. Legítimo, nasce de dois vinhedos – Cabernet Sauvignon e Tempranillo -, com manejo e cultivo pensados exclusivamente para sua elaboração. Só em 2020, foram meio milhão de garrafas.

Com todo esse histórico, o Miolo Seleção Rosé chega ao mercado em sua versão 2021, acompanhado pela campanha ‘Rosé Club – Para todos que amam rosé’, numa proposta de aumentar ainda mais esta comunidade de apreciadores que valorizam o visual e que buscam um vinho leve e refrescante para momentos descomplicados.

A aposta da Miolo no rosé surgiu ainda em 2006. De lá para cá, o vinho sofreu algumas mudanças no corte, que em 2010 deixou de ter o Merlot. Mas a principal transformação veio em 2017 com a renovação do conceito do vinho, inspirado nos rosés de Provence, do Sul da França. A partir daí, toda concepção do produto partiu de um novo perfil no manejo do vinhedo. Com isso, a revitalização da roupagem veio em 2018, sempre seguindo a filosofia de cultivar um vinhedo para fazer este rosé.

Feito do corte de dois vinhos elaborados com castas tipicamente tardias, a Cabernet Sauvignon e a Tempranillo – cultivadas nos vinhedos próprios de Candiota, na Campanha Meridional -, o Miolo Seleção Rosé tem um processo próprio e, por isso, suas uvas são colhidas antecipadamente. Com isso, o teor alcoólico e o pH são mais baixos, resultando num vinho mais fresco, com mais acidez e cor mais delicada.

“Podemos dizer que tudo nasce no vinhedo A origem das uvas, os cuidados com o solo, o manejo e o cultivo do vinhedo, a maturação e o processo de elaboração são únicos, personalizados para o Miolo Seleção Rosé. Cada decisão que tomamos é particular, pensando no resultado ideal para esse perfil de vinho”, destaca o diretor superintendente da Miolo Wine Group, enólogo Adriano Miolo.

Descontraído, versátil, acessível ao bolso e com distribuição em todo o Brasil, o Miolo Seleção Rosé conquistou consumidores de diferentes estilos, principalmente os entrantes no mundo do vinho. Além dos jovens, o rótulo também ganhou apreciadores que são fãs tradicionais dos vinhos tintos, diante da tropicalidade do país.

Para esses amantes do rosé, a campanha se desdobra em diversas ações entre redes sociais, canais próprios, relacionamento com a imprensa e influenciadores, e-commerce, delivery, sinalização e promoção em PDV, outdoor digital e inserções na TV. Além disso, o kit Rosé Club, com bolsa, camiseta, boné e, claro, o vinho, vão colorir as ações de relacionamento, imprimindo mais vida no dia a dia das pessoas.

O vinho

O Miolo Seleção Rosé é um vinho jovem, refrescante e muito versátil. Límpido e brilhante, tem coloração rosada de baixa intensidade. Apresenta perfume de frutas vermelhas como morango e cereja. É macio em boca, leve e muito agradável.

Ideal como aperitivo, acompanha comidas leves como saladas, peixes e mariscos, e de média estrutura como carnes brancas de frango ou peru, pizzas vegetarianas ou cárneas, queijos macios e embutidos com temperos leves. O rótulo pode ser encontrado no mercado com preço que varia de R$ 34,00 a R$ 39,00.

Mais sobre o Miolo Seleção

Impossível falar da trajetória da Vinícola Miolo sem falar da linha Miolo Seleção, lançada em 1994. A marca se tornou conhecida e apreciada em todo o Brasil e hoje é o vinho mais distribuído tanto no mercado interno quanto externo com presença na Alemanha, Austrália, China, França, Guatemala, Hong Kong, Japão, Nova Zelândia e Paraguai.

Os cinco rótulos, todos bi varietais, são elaborados a partir de uvas cultivadas em vinhedos próprios na Campanha Meridional (Miolo Seleção Pinot Grigio / Riesling, Miolo Seleção Tempranillo / Touriga, Miolo Seleção Chardonnay / Viognier, Miolo Seleção Cabernet Sauvignon / Merlot e Miolo Seleção Rosé – Cabernet Sauvignon / Tempranillo).

Nessas mais de 25 safras, o Miolo Seleção conquistou paladares em todo o Brasil e hoje é sinônimo da qualidade Miolo, traduzindo a expressão do vinho brasileiro. Diante de sua relevância na abertura do mercado de vinhos no país e para o próprio crescimento da empresa, a Miolo investiu em sua repaginação no ano passado, resgatando sua essência e reposicionando o produto que se tornou o vinho mais querido do Brasil.

Informações: Miolo

Veja quais hábitos alimentares ajudam a manter a saúde e o bem-estar no outono

Nutricionista da Dietbox afirma que alimentos ricos em nutrientes e vitaminas tornam o organismo fortalecido, ficando menos suscetíveis aos resfriados

Outono, época de temperaturas amenas, das tradicionais folhas caídas ao chão, dias mais curtos e noites mais longas. Com temperaturas mais baixas, tornando propenso o aparecimento de resfriados, é importante alertar para os cuidados com a saúde e como fortalecer o sistema imunológico com uma alimentação balanceada, conforme ressalta Júlia Canabarro, nutricionista da Dietbox, software de nutrição.

“Doenças como gripes acometem as pessoas com sistema imunológico frágil e uma alimentação rica em nutrientes e vitaminas pode ajudar a reforçar as defesas do organismo. Opte pelo consumo de frutas, legumes, verduras, grãos e carnes magras para variar o cardápio e manter o organismo mais resistente”, pondera a especialista.

Nas estações mais frias, costuma-se ingerir alimentos ricos em calorias, uma vez que o corpo gasta mais energia para se manter aquecido. “Uma dica é preparar alimentos chamados comfort foods para aquecer o organismo, mas que não sejam necessariamente hipercalóricos”, orienta Júlia Canabarro.

A nutricionista da Dietbox lista dicas importantes para seguir na alimentação saudável e manter a saúde e o bem-estar no Outono:

=Consuma alimentos ricos em vitamina C: alimentos que possuem alta concentração dessa vitamina têm o poder de ajudar na prevenção de doenças infecciosas do sistema respiratório, podem reduzir as chances de anemia ao favorecer a absorção de ferro e aumentam a imunidade.

=Tente ingerir uma menor quantidade de produtos industrializados.

Foto: Pinterest

=Aposte em sopas com legumes, verduras e proteínas magras. É uma comida que vai aquecer o corpo e dar aquela sensação de conforto e saciedade.

=Evite alimentos calóricos e cheios de gorduras. O corpo pode pedir por alimentos calóricos para tentar se aquecer e manter a temperatura corporal. Nesses casos, procure por chás quentes e café com canela.

iStock

=Beba água: independente da estação e das temperaturas, a água é fundamental para o funcionamento do corpo. Mas, nessa época, o organismo também precisa de água para se manter hidratado, mesmo se não sentir sede.

=Para os chocólatras, é possível comer chocolate, mas investindo em um meio amargo ou no amargo – eles têm maior teor de cacau, dão energia e são fontes de gorduras boas. Consuma moderadamente.

Foto: California Avocado Comission

=Consuma alimentos que deem mais saciedade. Frutas com aveia ou farelo de aveia, abacate, batata doce e cereais integrais são ótimas opções.

Pixabay

=Para quem ingere bebidas alcoólicas, uma tacinha de vinho também está liberada. Vinhos são fontes de flavonoides e protegem a saúde cardiovascular.

Fonte: Dietbox

Mais uma chance para degustar o Miolo Wild Gamay 2021

Primeiro lote esgotou em menos de uma semana, reconhecendo a capacidade da vinícola na elaboração de vinhos diferenciados

Depois do sucesso nas vendas do primeiro lote, lançado em março, a Vinícola Miolo disponibiliza mais uma partilha do tão disputado Miolo Wild Gamay 2021. As 40 mil garrafas poderão ser adquiridas pelo site da loja no varejo da vinícola, além de delicatessens e restaurantes de todo o Brasil, ibda na primeira semana de maio. Em sua segunda safra, o vinho já conquistou aquele consumidor que busca produtos mais naturais, descomplicados, fáceis de beber.

Elaborado a partir da fermentação espontânea com leveduras selvagens, naturais da própria uva Gamay, e sem a adição de sulfitos (SO2), o vinho segue o método ancestral de maceração carbônica de cachos inteiros e também é 100% vegano com Selo da The Vegan Society.

Reconhecida mundialmente pela qualidade de seus vinhos, a Miolo é pioneira no Brasil a elaborar um Gamay com este conceito, a exemplo do que acontece na França. Ao desenvolver projetos distintos, colocando no mercado vinhos altamente diferenciados, a vinícola mostra sua capacidade produtiva de empregar excelência em tudo o que faz.

O vinho

Elaborado a partir de uvas cultivadas nos vinhedos do Seival, na Campanha Meridional, este vinho é resultado do processo de maceração carbônica de cachos inteiros e por gravidade, sem adição de sulfitos e fermentação com leveduras selvagens da própria uva Gamay. Límpido, de coloração rubi intensa com bordas violáceas, apresenta alta intensidade aromática e tipicidade trazido pelo processo de maceração, com aromas de morango, goiaba e maçã caramelada.

Na boca, um vinho de estrutura leve, equilibrado, extremamente agradável e descompromissado. Ideal ser degustado como aperitivo com temperatura entre 10°C e 12°C. Devido sua baixa concentração tânica harmoniza muito bem com saladas, sopas, peixes, massas de molhos brancos, pizzas, carnes brancas e queijos de massa mole e semidura, com destaque para o Emmenthal.

Informações/vendas: Loja Miolo

Elegante vinho sul-africano De Grendel Merlot chega ao Brasil em tiragem limitada

A Domno Importadora, marca do Grupo Famiglia Valduga, acaba de incluir em seu seleto portfólio – o conceituado sul-africano De Grendel Merlot, um vinho elegante, com tiragem limitada e venda exclusiva pelo e-commerce da importadora.

Fundada pelo primeiro Barão Sir. David Graaff (1859-1932), De Grendel é uma histórica propriedade de Cape Town, administrada e pertencente à família Graaff e este rótulo traz em todas as degustações a história do terroir Tygerberg, microrregião localizada na Coastal Region – localizado na África do Sul, a 200 metros acima do nível do mar e a 7 km do Oceano Atlântico. A região vitivinícola costeira é privilegiada pelo clima ameno que proporciona uma lenta maturação, resultando em vinhos de caráter distinto e estilo expressivo.

Elaborado 100% com Merlot evoluído 13 meses em barricas de carvalho francês, este rótulo apresenta intensa coloração rubi, brilhante e com lágrimas abundantes. No olfato, diversas camadas de fragrâncias permeiam este exemplar que evidencia em cada taça a presença de ameixas e cerejas negras, além de notas terrosas, como folhas úmidas e tartufos. Além disso, os sutis aromas florais, tais como violeta, agregam complexidade ao conjunto. De Grendel Merlot representa a forma mais autêntica e distinta desta emblemática casta tinta, reconhecida pela delicadeza de seus aromas e textura macia de seus taninos. Safra 2018.

Todas estas características formam um rótulo, que se destaca no paladar pela elegância de seus taninos que resultam em um exemplar de corpo médio, com textura macia e alicerçado pelos aromas de frutas maduras e final sedoso. Por isso, harmoniza com massas ao molho de ragu de pato, lasanha à bolonhesa e queijos de média intensidade.

Informações: Loja Família Valduga – SAC: 0800-721-1875