Arquivo da tag: vinhos

Wine Weekend Summer apresenta para São Paulo as tendências do mercado

De 28 de novembro a 1º de dezembro, o evento também é uma grande oportunidade para abastecer a casa já em clima de encerramento do ano

Estamos quase em dezembro e os pensamentos sobre as festas de final de ano, férias e o verão que está por vir aparecem. É nesta época que as pessoas procuram momentos de descontração e, juntamente com eles, motivos para erguer as taças e brindar o ano que está por vir. Os amantes desta bebida adulta terão a oportunidade de abastecer suas casas na Wine Weekend Summer, de 28 de novembro a 1º de dezembro, no Pavilhão das Culturas Brasileiras do Parque Ibirapuera. A gama de rótulos apresentados terá até 70% de desconto.

Já não se pode mais falar que vinho é uma bebida de inverno. O brasileiro entendeu que não é preciso esperar as baixas temperaturas para degustar um bom vinho. A cada ano, aumenta no país o consumo de espumantes, champanhes, vinhos brancos, rosés e verdes, sendo este último a grande tendência da estação. A ampla variação entre a característica dos estilos, os mais leves e refrescantes brilham durante o verão.

“Para aqueles que preferem não abrir mão do vinho tinto, escolha vinhos mais jovens, que apresentarão seus taninos e teores alcoólicos menores, trazendo o frescor desejado”, explica Eduardo Viotti, escritor e jornalista especialista em vinhos, líder de mesa em concursos internacionais e das palestras e workshops durante a Wine Weekend Summer.

A Wine Weekend Summer vai ao encontro do novo perfil dos consumidores no Brasil. Uma pesquisa recente elaborada pelo Ibravin aponta que os consumidores estão em busca de produtos menos óbvios. No Brasil, o perfil dos neófilos mostra-se mais aventureiro. São pessoas que gostam de experimentar sabores inusitados. “Os visitantes poderão degustar rótulos das mais diferentes regiões produtoras. Além de uma variedade de rótulos, dos espumantes aos tintos, que agradarão a todos os gostos e bolsos”, conta Zoraida Lobato, organizadora do evento.

Tendências

vinho branco prais.jpg

Para 2019, a grande aposta da consultoria britânica Wine Intelligence, que todo ano levanta as previsões para o mercado global do vinho, era de que os orgânicos e veganos firmassem espaço. O que realmente ocorreu. No Brasil, o consumo de vinhos produzidos a partir de uvas orgânicas teve um incremento de 30% em relação ao mesmo período do ano passado.

Durante a Wine Weekend Summer, rótulos com esse tipo de manejo estarão à disposição, em estandes como importadora Weinkeller, especializada em vinhos alemães orgânicos e biodinâmicos. Também estará presente nos estandes da importadora Caves Santa Cruz, com a linha de rótulos biodinâmicos e Julia Kemper, vinícola familiar da região do Dão (Portugal).

Segundo a consultoria, as embalagens alternativas ganharão ainda mais espaço no mercado. Isso porque elas pouco mudaram nos últimos séculos. No caso brasileiro, a previsão indica o crescimento dos vinhos em latas e nos formatos menores em geral, como meia-garrafa, 187 ml etc. Outro fator é o hábito do consumidor “escolher com os olhos”, ou seja, o rótulo precisa oferecer sinais visuais que gerem confiança, reconhecimento e sejam agradáveis aos olhos do cliente.

Curiosidades

vinho verao praia branco.jpg

A importadora Caves Santa Cruz traz grandes diferenciais para a Wine Weekend Summer. O Vinho Ervideira Invisível, é um dos únicos vinhos brancos produzidos por casta tinta, sem dar cor ao líquido. Para completar o time a Ervideira, lançará o Conde D’Ervideira Vinho D’Água, vinho que passa por envelhecimento embaixo do lago Alqueva.

Vinhos alemães também marcam presença na Wine Weekend. A importadora Weinkeller apresentará aos visitantes os diferenciais de pequenos produtores. Dentre eles, o raro Gewüztraminer feito com vinhas velhas de mais de 60 anos. A produção anual deste rótulo não ultrapassa 500 garrafas.

Os visitantes também poderão conhecer maravilhosos vinhos italianos. A importadora Sicilianess apresentará o Opera Vsq Rosé Brut Le Marchesine, um espumante rosé diferente, feito com cascas de cebola e frutas vermelhas, e o Le Marchesine, com fragrâncias que lembram limão e pão tostado. Combinando perfeitamente com o clima do verão, levarão o Tenuta Corte Giacobbe Pinot Grigio Delle Venezie, branco seco que possui xarope de banana e pera com equilíbrio entre salgado e doce. A Wine Weekend Summer ainda terá experiência com o público. Numa oportunidade única, a Vinoli ensinará a fazer deliciosos drinques de moscatel.

Neste ano, o evento traz como novidade a presença do 4u.wine, um serviço de seleção e entrega de vinhos que surge como uma nova proposta no cenário brasileiro de garimpar em diversos países rótulos específicos que apresentem uma ótima relação custo/benefício. Após identificados, eles passam por uma curadoria com um comitê de especialistas. Dentre os membros, está Dirceu Vianna Jr., brasileiro que mora há 30 anos na Inglaterra e honra o título de ser o único Master of Wine de língua portuguesa.

Somente após a aprovação deste grupo os vinhos são importados para venda direta ao consumidor final no Brasil. Além de fornecer os vinhos, o 4u.wine, juntamente com os próprios produtores, reúne todas as informações sobre o vinho: viticultura, vinificação, vídeos com os enólogos responsáveis, bem como fotos das vinícolas e adegas, arrematando com propostas de harmonização e análise refinada dos experts. O objetivo da empresa é importar vinhos que surpreendam em qualidade na medida da demanda.

Como a feira ocorre no Pavilhão da Cultura, nada mais justo do que uma exposição histórica sobre o vinho Cauim, típico dos índios, em que as mulheres eram as produtoras, sem intervenção masculina. Só em 1532, quando Martim Afonso de Souza, chegou ao Brasil, ele trouxe as primeiras mudas das uvas viníferas para a produção de vinho como conhecemos atualmente. Outra apresentação cultural que promete atrair a atenção do público é a Cachaça. Um símbolo do Brasil como a bandeira nacional e a moeda, o real.

A Wine Weekend Summer abriga também o Projeto Rolha Verde, que recolhe as rolhas dos vinhos consumidos durante o evento e depois direciona para grupos de pessoas de baixo poder aquisitivo, organizados por artesãos, que com uso de criatividade e esforço transformam insumos descartáveis em matéria prima para novos produtos gerando trabalho e renda.

Setor

vinho brinde verao praia

O hábito de consumir vinhos trilha um caminho de crescimento entre os brasileiros. Atualmente, o Brasil ocupa a 17ª posição de 29 países que têm esse costume, com consumo médio de duas garrafas anualmente por pessoa. Dados do Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin) mostram que menos de 30 milhões de brasileiros considerados em um universo de 180 milhões de pessoas com mais de 18 anos, consomem vinho ao menos uma vez por mês. A expectativa para melhora é alta. Para os especialistas, tudo indica que o Brasil alcance o quinto maior comprador de vinhos do mundo em 2030.

Importadoras

Se analisarmos o cenário da importação de vinhos pelo Brasil, segundo dados do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), na última década a atividade acumulou alta de 91,6%. Isso porque em 2009 o país importou o equivalente a US$ 196,05 milhões em vinhos, enquanto em 2018 o valor foi de US$ 375,64 milhões, alcançando recorde histórico.

Na Wine Weekend Summer o visitante encontrará um grande número de importadoras. Dentre elas: Caves Santa Cruz, que neste ano atingiu o marco de trabalhar com 150 rótulos; Chez France, que faz a comercialização de rótulos exclusivamente franceses; Ivini, especializada em vinhos das regiões da: Toscana, Piemonte, Veneto, Sicilia e Puglia; La Pastina, uma grande importadora de alimentos e vinhos de 16 países; MS Import, com seus rótulos da Argentina, Espanha, França, Itália e Portugal; Sicilianess com produtos feitos a partir da cuidadosa pesquisa realizada em diferentes regiões da Itália; Weinkeller, que traz somente vinhos alemães orgânicos e biodinâmicos de pequenos produtores; e Wineoclock, com foco nos vinhos italianos.

“A Wine Weekend Summer é uma grande oportunidade para comprar vinhos de qualidade a preços baixos. A feira será palco para que os expositores apresentem suas novidades e encantem ainda mais os amantes da bebida adulta”, comemora Zoraida.

logo-ww-summer (1)

Wine Weekend Summer
Data: 28 de novembro a 1º de dezembro
Horário: das 12h às 22h (domingo até às 18h)
Local: Parque do Ibirapuera – Pavilhão Da Cultura
Endereço: Av. Pedro Álvares Cabral – Vila Mariana, São Paulo 

Black Friday Evino traz um lançamento por dia e ofertas surreais

Grandes promoções marcam a Black Friday de um dos principais e-commerces de vinho do país tanto no aplicativo quanto no site

A Evino, referência nacional em vendas de vinho online e por aplicativo, preparou a maior Black Friday de todos os tempos para os consumidores. Durante todo o mês de novembro, quem acessar o site e o aplicativo da Evino, vai encontrar novidades e diversos rótulos com promoções surreais.

“A Black Friday 2019 da Evino não acontece somente no dia 29 de novembro, data oficial da promoção”, conta Ari Gorenstein, cofundador e Coceo da Evino. “Este ano, todos os dias do mês, teremos um grande lançamento e uma super promoção tanto no nosso site como no nosso aplicativo”, explica.

villa puccini

Entre os lançamentos, estão rótulos para todos os paladares, passando pelo tinto, branco, rosé e até o espumante. São vinhos como os tintos Villa Puccini Brunello di Montalcino, Feudi di San Gregorio Taurasi 2013 e Feudi Primitivo di Manduria 2017, o rosé Reserve Saint Jacques Grenache Rose IGP Oc 2017 e o espumante branco Vin Art Cava Ice que chegam com exclusividade ao consumidor.

vin art

Além disso, como em todos os anos, o e-commerce aposta em ofertas surreais. Com uma grande promoção por dia, serão disponibilizados descontos em diferentes rótulos, a partir de R$ 19,90.

“E, para quem perder a ‘loucura’ do dia, em 29 de novembro, a última sexta-feira do mês, todas as promoções do mês voltarão ao nosso site e aplicativo”, finaliza o executivo.

Informações: Evino

Vinícola Aurora lança promoção “Se Joga em Curaçao”

Na compra de dois espumantes Aurora, é possível concorrer a 5 viagens para essa ilha deslumbrante no Caribe

Até o dia 30 de janeiro é possível participar da promoção “Se Joga Em Curaçao”, que a Vinícola Aurora colocou no ar no dia 3 de novembro em parceria com a Curaçao Tourism Board (CTB). Consumidores de todas as partes do Brasil poderão participar. Basta comprar duas ou mais garrafas dos espumantes Aurora (Chardonnay Brut, Demi-Sec, Prosecco, Moscatel Branco ou Moscatel Rosé) para poder se cadastrar no hotsite.

Aurora-Espumantes-Nova-ambalagem-Copia-2-1030x759.jpg

A partir desse cadastro, passará a concorrer a cinco viagens, com acompanhante, para Curaçao, um dos destinos mais cobiçados do Caribe.

Curaçao é uma ilha que pertence à Holanda, com praias paradisíacas escondidas em enseadas, extensos recifes de corais e vários pontos ideais para a prática de mergulho. A arquitetura colonial na capital, Willemstad, a flutuante Ponte da Rainha Emma e a sinagoga Mikvé Israel-Emanuel, do século XVII, com piso de areia são algumas das atrações sempre muito procuradas pelos turistas.

Desde 2017, a Vinícola Aurora exporta suco de uva, vinhos, espumantes e frisantes para Curaçao. Em 2019 já embarcou 18.876 garrafas para a ilha, volume muito superior ao dos anos anteriores: 5.074 garrafas em 2018 e 2.580 garrafas em 2017.

Os espumantes Aurora podem ser encontrados em restaurantes e grandes redes de Curaçao e em todo o território brasileiro, lojas de grandes redes de varejo ou em empórios especializados.

promo-aurora11

Informações: Cooperativa Vinícola Aurora – SAC: 0800 701-1455

 

Festival do Alentejo chega a São Paulo e + 30 casas no país

 

Bacalhau, Vinho & Cia integra a lista de estabelecimentos e serve menu especial ,até dia 17 de novembro, harmonizado com o famoso vinho Monte Velho, do Alentejo

Os sabores do vinho e da cozinha portuguesa desembarcam em 30 restaurantes no país, de 4 a 17 de novembro no Festival Gastronômico Monte Velho. O restaurante Bacalhau, Vinho & Cia, na Barra Funda integra a lista de estabelecimentos, e já destacou o prato especial que compõe o “Menu Monte Velho”: será o tradicional Bacalhau a Zé Pallas, criado em homenagem ao patriarca da casa, quando completou 80 anos.

Quem pedir a dupla – Prato e vinho Monte Velho para acompanhar, branco ou tinto, leva para casa, de graça, uma garrafa de 750 ml desse famoso rótulo do Alentejo. O menu custa R$ 349,00 para duas pessoas, com direito à sobremesa e será servido tanto no almoço quanto no jantar. O Festival ocorre tradicionalmente todos os anos em Portugal, e em diferentes países. Agora chega também ao Brasil para promover este emblemático vinho.

Clássicos do Alentejo, os rótulos Monte Velho refletem a alma da região e são produzidos segundo a tradição vitivinícola Alentejana, na qual se aproveita a diversidade de castas autóctonas e as técnicas de vinificação locais. São vinhos que revelam aromas ricos, paladar suave e fáceis de harmonizar.

Bacalhau-a-Ze-Pallas--3-.jpgPastel-de-Nata--2-

No Bacalhau, Vinho & Cia eles farão belo par com uma das receitas mais tradicionais e emblemáticas da casa – a versão Zé Pallas, preparada com postas inteiras de bacalhau (Gadus Morhua) sobre cama de batatas, cobertas por refogado de alho cebola e pimentão, azeitonas portuguesas e tomate, tudo no azeite e gratinado ao forno. A sobremesa será o famoso Pastel de Nata, servido com uma taça de vinho do Porto, cortesia da casa.

Sobre o Vinho

Produzido na Herdade do Esporão, Monte Velho é um alentejano típico, elaborado com as uvas Aragonez (a tempranillo da Espanha), Trincadeira e Touriga Nacional. Nas últimas safras tem se acrescentado um pouco de Syrah, para aumentar e arredondar o corpo. Na taça é redondo, fácil de degustar, e tem a expressão da fruta madura das planícies alentejanas: fruta em compota, às vezes vem um mel com tâmaras e notas de couro.

A Herdade do Esporão estará para sempre na história dos vinhos portugueses por seu trabalho inovador e desbravador na região do Alentejo. A família Roquette foi pioneira na produção de vinhos alentejanos para exportação, com o Esporão. Nos últimos anos se instalaram no Minho, região do Vinho Verde, mas seu maior sucesso fora do Alentejo é a Quinta do Crasto, no Douro, uma das referências na produção de vinhos modernos e à frente da renovação das práticas enológicas na região.

Bacalhau, Vinho & Cia: Rua Barra Funda, 1067 – Barra Funda, São Paulo – SP. Horário de atendimento: de domingo a segunda-feira, das 11h30 às 17h, e de terça-feira a sábado das 11h30 às 23h

Wine lança edição limitada de Casillero del Diablo no Brasil

O lançamento é uma comemoração ao Halloween e traz embalagem estilizada exclusiva

A Wine, maior clube de vinhos do mundo, e a vinícola Concha y Toro, maior empresa vitivinícola da América Latina, apresentam uma edição limitada do vinho Casillero del Diablo em comemoração ao Halloween. O novo produto, um Cabernet Sauvignon, é exclusividade da Wine e já está disponível no site.

Para Alexandre Magno, diretor de e-commerce da Wine, essa é uma oportunidade de trazer o Casillero del Diablo, um dos produtos mais pedidos e aguardados pelos nossos clientes e sócios. “Estamos muito animados com este lançamento, principalmente por ser a primeira vez que a edição limitada Concha Y Toro estará na Wine. Essa novidade reforça o nosso compromisso em inovar nosso portfólio para oferecer o que há de melhor em experiência ao nosso sócio”, completa o executivo.

O Casillero del Diablo Cabernet Sauvignon é um vinho de excelência, produzido com uvas selecionadas das principais regiões vitivinícolas do Chile, possui em sua essência uma mescla de sabores e estilo cuidadosamente trabalhados. Neste ano, pela segunda vez, foi reconhecido com 90 pontos no ranking do norte-americano James Suckling, considerado um dos críticos de vinho mais influentes do mundo.

“Esta é uma oportunidade única para quem aprecia um bom vinho, de adquirir uma garrafa exclusiva e limitada em comemoração ao Halloween”, acrescenta Lais Colla, brand manager da marca Casillero del Diablo.

DíadeMuertos (1)

Informações: Wine

SP Lovers Coffee & Wine dá dicas de harmonização de vinhos e massas

A casa, que tem no menu opções de diferentes molhos, tem também um vinho para cada escolha

Dia do Macarrão, um dos prato mais antigos no mundo todo. Inventado na China e eternizado pelos italianos, é prato favorito e mais pedido em muitos países. Para comemorar essa deliciosa data – criada na Itália em 1995 – o SP Lovers Coffee & Wine juntou duas paixões: massas e vinhos.

Em seu menu são servidas diariamente massas artesanais que podem ser acompanhadas dos molhos de Ragu de Carne, Tomates Frescos com Manjericão ou Molho de Queijo Gorgonzola (R$ 29 cada). E para harmonizar com cada uma delas, o sommelier da casa indicou um vinho:

Para o linguini com molho de Ragu de Carne, a sugestão é o vinho argentino Mi Terruno Malbec, que tem boa estrutura e corpo médio, e que sai a R$ 55,90. Já, para o Penne Gratinado com Molho de Gorgonzola, a indição é o francês Le Cazelou, um vinho de corte, muito agradável, onde prevalesce a variedade Syrah, junto de Mmerlot e Grenache Noir, resultando em taninos elegantes (R$ 73,90). O Talharim com Molho de Tomates Frescos e Manjericão harmoniza com o vinho chileno Anya Pinot Noir, de corpo leve e taninos aveludados, e que custa R$ 63,50.

lovers coffee.jpg

A casa tem ainda outras comidinhas como tortas, quiches, antepastos e tábua de queijo. E para quem preferir uma opção doce, as tortas diversas, banoffee e bolos estão entre as pedidas.

Lovers Coffee & Wine – Rua Oscar Freire, 1921 – Pinheiros – São Paulo. Horário de funcionamento: segunda a sexta, das 10h às 22h. Sábado, das 10h às 18h. Pet friendly.

Aplicativo utiliza inteligência artificial para ajudar consumidor a harmonizar vinhos

Marcelo Abrileri, fundador e idealizador da Eniwine, lançou em setembro, durante o Rio Wine & Food Festival, no Copacabana Palace, no Rio de Janeiro, o APP da Eniwine. Trata-se de um novo e revolucionário conceito multiplataforma que reúne aplicações úteis aos enófilos iniciantes e avançados.

Marcelo-2.jpg

O harmonizador inteligente leva em consideração o tipo de comida, o modo de preparo, o molho, além, é claro, dos ingredientes-chaves. Uma vez alimentado com informações, o APP indica qual o vinho mais compatível e adequado para o prato em questão. No total são mais de 50.000 variáveis matematizadas por detrás de telas claras e objetivas que apresentam soluções descomplicadas ao consumidor.

No sistema, que pode ser baixado sem custo, constam centenas de pratos tradicionais das principais culinárias, porém, caso necessite combinar vinho com algum preparo mais específico, é possível montar combinações diversas por meio do próprio harmonizador que indicará o vinho que terá mais chances de ser compatível com o preparo em questão.

São apresentadas na tela as características necessárias aos vinhos para que ocorra a melhor harmonização possível, além de sugestões de compra oferecidos na Vitrine, outras sugestões, além de rótulos disponíveis na própria adega do usuário, por meio da função Listas.

Outras funcionalidades

eniwine-app1

Identificar Rótulo e encontrar vinho: tal como fazem outros aplicativos, você poderá encontrar o vinho que está nas suas mãos por meio do scanner identificador de rótulos. Pode, assim, obter mais detalhes sobre ele, dar sua nota para ou então guardá-lo em uma de suas listas;

Clube: você tem acesso ao seu extrato financeiro de créditos para saber como anda seu poder de comprar sempre os melhores vinhos pelos melhores preços;

Vitrine: permite navegar pelas centenas de opções de rótulos de vinhos da Eniwine, com todos os filtros de busca, permitindo-lhe encontrar rapidamente o vinho que procura;

Listas: você pode se organizar, guardando seus vinhos preferidos, aqueles que pretende comprar, aqueles de que as pessoas queridas gostam ou até aqueles que você tem em sua adega;

Eniwiner: Clube de Benefícios da Eniwine, que já oferece descontos em restaurantes e a opção de não pagar rolha em vários deles; seus serviços ainda serão muito ampliados;

#VinhoSempre: fique sempre por dentro de tudo que acontece no Mundo do Vinho. Seção com artigos e matérias que visam oferecer informações aos amantes do vinho.

Plataforma inédita para quem ama vinho

eniwine-app3

A marca chegou ao mercado no final de 2018 e oferece recursos inéditos para os enófilos brasileiros. Por meio de sua plataforma online, a Eniwine reúne, em um só lugar, serviços de compra de vinhos de diversos produtores, importadores e lojistas (a Vitrine), além de oferecer três preços diferentes para o cliente: o valor do mercado (o mesmo encontrado no site dos parceiros da marca), o preço exclusivo para associados do Eniwine Club (com pagamento apenas em cartão de crédito), e o preço também exclusivo para membros do clube, mas que efetuarão a compra apenas com os pontos adquiridos na plataforma.

Assim que conquistar de vez o mercado brasileiro, a marca pretende expandir a operação para os Estados Unidos e, posteriormente, para outros mercados internacionais.

 

Confira alguns mitos e verdades sobre os vinhos

Garrafas devem ser guardadas deitadas? O vinho verde não é verde? Como segurar a taça? Vinho tinto só combina com carnes vermelhas? Sommelier responde essas e outras dúvidas a respeito da bebida.

O vinho é uma das bebidas mais consumidas em todo o mundo, e deve ser apreciado por todos, sem medo ou qualquer tipo de receio. Para te ajudar a desfrutar melhor de todos os aromas e sabores da bebida, o sommelier da Enoteca Decanter Blumenau, Sidney Lucas, responde as dúvidas mais comuns a respeito dos vinhos. Confira:

O queijo é a melhor opção para acompanhar vinhos?

vinho merlot com queijos concha

Mito. É, sim, uma ótima opção, porém, é necessário saber que não se coloca qualquer queijo com qualquer vinho. Existem alguns tipos de queijos de sabor muito intenso que acabam anulando o sabor do vinho. Como é o caso do roquefort ou o gorgonzola que ficam ótimos com vinho do Porto, mas podem anular os tintos mais delicados. Portanto, para que isso não venha a acontecer, é necessário escolher os vinhos de acordo com o que vai ser servido. Por exemplo, queijos leves para bebidas leves, e queijos mais gordurosos com um vinho mais encorpado e de preferência com um pouquinho a mais de acidez.

Vinho branco é feito somente com uva branca?

Verão_ Vinho branco

Mito. Os vinhos brancos podem ser produzidos com uvas brancas e tintas, visto que a polpa de ambas é clara. Quando feito com uvas brancas, o mosto – suco das uvas depois de prensadas – tem contato com as cascas por algumas horas enquanto fermenta, já com as uvas tintas, não há contato com as cascas para não colorir o mosto.

Para garantir qualidade, as garrafas devem ser guardadas deitadas?

vinhos
Foto: Jeronimo Heitor Coelho

Parcialmente verdade. Por muitos anos, houve a suposição de que, se a garrafa estivesse em pé, a rolha poderia ficar seca, gerando danos de qualidade a bebida. Porém, o sommelier explica que para armazenamento por um curto período, de até um ou dois anos por exemplo, a qualidade do vinho se mantém, independentemente da posição da garrafa.

O vinho verde não é verde?

vinho verde

Verdade. O vinho verde pode ser um espumante, rosé e até mesmo um tinto. A bebida tem esse nome por conta da região em que é produzido na região Demarcada dos Vinhos Verdes (RDVV) no Minho, que fica localizada ao norte de Portugal. O local é conhecido pelas suas belíssimas paisagens.

Deve-se  segurar a taça de vinho pelo bojo

shutterstock maturidade mulher brinde vinho

Mito. Nunca segure a taça pelo bojo! É recomendado segurar pela haste da taça, garantindo que a bebida não fique quente e permaneça em sua temperatura ideal, já que, assim, evitamos o contato das mãos.

Vinhos brancos só combinam com carnes brancas e tintos com carnes vermelhas

churrasco e vinho branco uvinum

Mito. É perfeitamente possível beber um vinho branco comendo carne vermelha ou tinto com vinho branco. A maneira de cocção do prato e também a quantidade e tipos de condimentos utilizados são tão ou mais importantes do que o tipo de carne. Por exemplo, um filé de peixe grelhado com um risoto de alcachofras teria como par ideal um vinho branco leve, já uma moqueca baiana pode ser acompanhada por um branco potente e barricado ou um tinto leve sem passagem por barricas. Neste caso, ambos são peixes, o que define que tipo de vinho harmonizar é o modo de preparo e ingredientes. Outro exemplo: um medalhão de filé grelhado guarnecido com arroz de amêndoas pode ser acompanhado por um Chardonnay barricado do Novo Mundo, já este mesmo filé cortado em tiras é adicionado ao arroz arbóreo e funghi secchi, dando forma a um risoto, passa a “exigir” um tinto encorpado”, comenta Lucas.

Espumante e champagne são a mesma coisa

vinho champanhe

Mito. Todo champagne é um espumante, mas, nem todo espumante é um champagne. Confuso, não é? Calma, pra ficar mais simples, siga essa dica: apenas o espumante produzido na região francesa de Champagne pode ser chamado de champagne.

Vinho pode ir para a geladeira

vinhos na geladeira.jpg

Verdade. Após aberto, o vinho deve ser mantido em uma temperatura mais baixa que o ambiente, diminuindo a oxidação e garantindo mais durabilidade. Mas, atenção, os vinhos duram em média três dias após abertos. Portanto, beba o quanto antes!

Vinho com gelo

chandon_ginger_passion_4

Parcialmente verdade. Prefira não gastar muito dinheiro com o vinho, já que o mesmo será um pouco descaracterizado. O sommelier lembra que você deve ingerir a bebida da maneira que preferir, ou seja, beba da maneira que você goste. Portanto, branco, rosé e espumantes podem ser ingeridos com alguns cubos de gelo para refrescar, principalmente, na estação mais quente do ano: o verão. Só lembre que, ao acrescentar gelo ao vinho, você estará diluindo a bebida. Então, avalie bem se esse é o seu objetivo ou se prefere desfrutar bem dos sabores e aromas da bebida.

Vinhos com tampa de rosca são falsificados ou tem qualidade inferior

vinho rosca rolha nhpr
Foto: NHPR

Mito. As tampas de rosca são muito utilizadas para diminuir custos, além disso, dificultam a proliferação de bactérias. Portanto, pode beber sem medo, eles não são falsificados e nem de qualidade inferior.

Vinhos têm corante

vinho tinto.jpg

Mito. Algumas pessoas acreditam que o sedimento que fica no fundo da taça é corante. Porém, esse sedimento significa que o vinho é de uma produção totalmente natural, já que alguns vinhos não são filtrados. Os sedimentos também se formam devido à matéria do corante natural do vinho passar para o estado sólido depois de alguns anos na garrafa.

O vinho do Porto não é produzido na região que lhe dá o nome

784_vinho_do_porto_messias_tawny_750ml_1

Verdade! Os vinhos do Porto são produzidos no Douro, ao norte de Portugal. O vinho só ficou famoso dessa forma, porque, antigamente ele ficava armazenado na região do Porto.

Fonte: Decanter

Women Wine Talks: mulheres falam sobre protagonismo e mercado na Provino 2019

Fabiana Bracco, Luciana Salton, Ana Paula Oliveira, Juciane Casagrande e Andreia Gentilini Milan estão confirmadas para o WWT

As mulheres têm conquistado cada vez mais reconhecimento no mundo do vinho, na liderança de empresas importantes do setor, encabeçando projetos mundialmente destacados e na gestão de marcas consolidadas.

Mulheres líderes em seus segmentos vão se reunir na Provino 2019 – Feira Profissional de Vinhos e Destilados para o fórum Women Wine Talks, que vai trazer para o primeiro plano a atuação feminina no mercado de vinhos, com a participação de nomes poderosos da indústria.

É o caso de Fabiana Bracco, que comanda a premiada vinícola Bracco Bosca, que se tornou referência na elaboração de vinhos e gestão de sua marca, assim como as brasileiras reconhecidas mundo afora, que completam o time do WWT: Ana Paula Oliveira, brand ambassador da Bodega Garzón, eleita a melhor vinícola do novo mundo pela revista norte-americana Wine Enthusiast; Luciana Salton, da vinícola Salton; e Juciane Casagrande e Andreia Gentilini Milan, que depois de atuarem na direção e gestão de importantes vinícolas e associações, agora encabeçam a Amitiè, uma marca própria de espumantes.

“O Women Wine Talks foi criado para enaltecer, valorizar e promover a participação das mulheres no mercado de vinhos através do diálogo com outras mulheres sobre o que é ser uma profissional de alto impacto”, resume Alessandra Casolato, da CH2A, idealizadora da inciativa. “A Provino apoia e abraça projetos que tragam olhares e experiências atuais sobre o nosso business”, finaliza Malu Slavieri, representante da Messe Düsseldorf, organizadora da famosa ProWein e da Provino.

Fabiana Bracco, Ana Paula Oliveira, Luciana Salton, Juciane Casagrande e Andreia Gentilini Milan vão falar sobre suas trajetórias, cases e os obstáculos em um setor primordialmente masculino. O Women Wine Talks acontece no dia 16 de outubro, às 17h30 e às 19h30.

Provino

A Provino é um projeto idealizado por Malu Sevieri, Rico Azeredo e Christian Burgos. Os dois primeiros possuem mais de 10 anos de experiência na organização de feiras profissionais e em representação da Messe Düsseldorf, organizadora da já famosa ProWein. Christian Burgos é presidente da Inner Group, reconhecido nome na indústria nacional e internacional de vinhos.

ViewImageCA72JK9S.jpg

Provino 2019 – Feira Profissional de Vinhos e Destilados
De 15 a 17 de outubro de 2019 (terça a quinta)
Das 13 às 20 horas
Transamerica Expo Center – São Paulo
Av. Dr. Mário Vilas Boas Rodrigues, 387 – Santo Amaro
Informações: Provino – info@provino.com.br

Vie Rose e Emiliana Organic promovem jantar com vinhos sustentáveis e biodinâmicos

Chef Álvaro Alencar assina o menu do restaurante de inspiração mediterrânea, novidade em Pinheiros, e que trabalha com horta orgânica

Nem todo vinho é vegano, nem todo vinho orgânico é vegano ou biodinâmico. Essas e outras curiosidades serão tema de aula-jantar que o restaurante Vie Rose promove, nesta terça (8), às 20 horas, em Pinheiros, em parceria com a Emiliana Organic, empresa chilena considerada hoje a maior vinícola orgânica do mundo.

vinicolas_credito divulgacao.jpg

O jantar harmonizado em seis etapas é assinado pelo chef Álvaro Alencar (ex-Maní, Manioca e A Figueira Rubayat) e custa R$ 260,00 por pessoa, já incluindo os vinhos e bebidas não-alcoólicas.

Na cozinha do Vie Rose, recém-inaugurado em Pinheiros, inspirações numa culinária mediterrânea, simples, fresca e versátil. A restauratrice Leticia Lopes têm a preocupação de trabalhar com pequenos produtores rurais e produtos agroecológicos. Ela fechou parceria com a Fazu Rede de Fazendas Urbanas, que promove um trabalho de produção de hortaliças orgânicas em São Paulo.

Alface, alface roxa, rúcula e agrião são todos hidropônicos, não levam agrotóxicos ou outros produtos químicos e são plantados e colhidos diretamente da horta do restaurante, às vistas do cliente. Total sintonia com a proposta da Emiliana e sua linha de vinhos orgânicos e biodinâmicos.

Para começar o jantar, o Vie Rose sugere: Dadinho de Tapioca com Queijo Serra da Canastra e Geleia de Pimenta, Pastel de Abóbora com Especiarias Servido com Geleia de Pimenta, Queijo Coalho Grelhado com Mel Trufado e Tartare de Beterraba (beterraba defumada com sour cream vegano, feito com leite de castanha, óleo de canola e limão). As entradinhas harmonizam com o Adobe Rosé, lançamento da vinícola Emiliana. O vinho é orgânico, ou seja, as videiras são cultivadas com adubos e fertilizantes naturais, preservando o fruto da forma mais pura.

Na sequência, será servida a Salada Tropical com Queijo (folhas verdes colhidas da horta do Vie Rose, acompanhadas de frutas da estação, gorgonzola, nozes e emulsão de mostarda e mel). Para harmonizar, o vinho branco orgânico e biodinâmico Novas Chardonnay, feito com uvas Chardonnay, cultivadas em solo franco-argiloso. Um rótulo que reproduz fielmente seu terroir. Como pratos principais, o Risoto de Cogumelos finalizado com azeite trufado (prato que pode vir na versão vegana) e que combina com o tinto orgânico e biodinâmico Coyam (que, em dialeto mapuche, significa carvalho chileno, fazendo referência às majestosas árvores frondosas dos vinhedos de Los Robles).

www.tbfoto.com.brVIE ROSE - SP/SP - 28/05/2019
Foto: Tadeu Brun
Foto: Tadeu Brunelli

O segundo prato será Filé Mignon com Molho Rôti e Gratin de Mandioquinha, acompanhado do vinho tinto Gê, composto pelas uvas Syrah, Carmenère e Cabernet Sauvignon. O rótulo, intenso em aromas e sabores, traduz muito bem o conceito de biodinâmico: seu nome faz menção ao planeta Terra e a toda a energia biodinâmica que o envolve. Para finalizar com doçura, o Pudim de Leite do Vie Rose e o Brownie de Chocolate, servido com sorvete de caramelo com flor de sal e ganache de chocolate amargo.

Todos os vinhos do menu-degustação da noite no Vie Rose serão veganos. Os enólogos da Emiliana explicarão por que a maioria dos vinhos do mercado não é vegana. No processo de clarificação do vinho, normalmente entra algum tipo de proteína animal: como caseína (proteína do leite), gelatina (de origem bovina ou suína), cola de peixe, óleo de peixe, quitina (produto da casca de crustáceos) e até clara de ovo. Para ser vegano, o produtor faz uso de agentes não-animais no processo, como carbono, argila, calcário, sílica e caseína vegetal.

emiliana_credito divulgacao

O jantar marca também os 20 anos de início da vinícola Emiliana com o trabalho de orgânicos. É considerada hoje a maior empresa do mundo certificada nas práticas de vinhos orgânicos e biodinâmicos, com manejo 100% orgânico. Foi reconhecida como “Companhia Verde do Ano”, em concurso realizado pela prestigiada revista inglesa The Drink Businness. A divisão de vinhos da La Pastina é a responsável pelos vinhos da Emiliana no Brasil. Noite que harmoniza alta qualidade de vinhos e gastronomia com o respeito ao meio ambiente.

Vendas pelo Sympla ou pelo celular: (11) 9 3318-2019.

Vie Rose: Rua Vupabussu, 199 – Alto de Pinheiros