Arquivo da tag: vinhos

Courmayeur lança linha premium de espumantes

Quintessencial traz as uvas ícones Chardonnay e Pinot Noir em dois extra brut varietais elaborados pelo método charmat longo com 12 meses de autólise

A Vinícola Courmayeur, localizada no Vale dos Vinhedos, se dedica todos os dias do ano a elaboração de espumantes, expertise acumulada em quase 50 anos de história. Dos 700 mil litros elaborados todos os anos pela empresa, 560 mil litros são de espumantes, ou seja, 80% da produção total. Referência em espumantes feitos pelo método charmat, a marca lança a linha premium Quintessencial nas versões Extra Brut Branco 100% Chardonnay e Extra Brut Rosé 100% Pinot Noir.

As novidades já estão no mercado em lotes limitados. São 5.845 garrafas do Quintessencial Extra Brut, com apenas 5.845 garrafas e 5.600 garrafas do Quintessencial Extra Brut Rosé. A nutricionista, sommelier e enóloga responsável da marca, Talita Nicolini Verzeletti, relata que ao lançar a linha, a Courmayeur quer compartilhar o que sabe fazer de melhor em termos de espumantes. “Nosso foco está voltado aos espumantes. Por isso, selecionamos as duas variedades ícones do espumante brasileiro, unindo tecnologia e processos para colocar no mercado espumantes diferenciados que, assim como o próprio nome diz, traz a quinta essência, ou seja, o que há de melhor neste estilo”, destaca.

Os dois espumantes são elaborados com uvas cultivadas em vinhedos próprios na Serra Gaúcha. São Extra Brut por conter apenas 5,5 gramas de açúcar por litro e ambos têm projeção de 3 anos de tempo de guarda. Elaborados pelo método Charmat Longo, com 12 meses de autoclave, são produtos que apresentam aromas mais complexos e marcantes, com acidez pronunciada e perfeito equilíbrio com o açúcar.

Para se tornar referência na elaboração de espumantes a Courmayeur vem cultivando safras de muito trabalho. Hoje, a vinícola possui 76 tanques de aço inox, sendo 16 autoclaves, com capacidades que variam de apenas 3,8 mil litros até 10 mil litros. Assim, a empresa consegue ter agilidade no processo e garantir qualidade com a elaboração de pequenos lotes, o que assegura uma entrega de espumantes mais joviais para consumo mais rápido. Com uma produção 100% charmat, a empresa engarrafa produtos jovens, frescos o ano todo, de janeiro a janeiro. São espumantes diferenciados que entregam diversos estilos para os mais variados paladares.

Os espumantes

Courmayeur Quintessencial Extra Brut 100% Chardonnay

Com aspecto limpo e brilhante, este espumante tem coloração amarelo palha com reflexos dourados e um perlage fino e intenso. Apresenta aromas delicados de frutas cítricas como abacaxi maduro e melão, que se complementam com notas de manteiga, pão torrado e mel. Em boca é complexo, com acidez marcante e retrogosto intenso, lembrando os aromas encontrados no olfato. Ótimo para acompanhar frutos do mar, queijos de maturação média e massas com molhos brancos. Ideal ser apreciado com temperatura de 4°C a 6°C.

Courmayeur Quintessencial Extra Brut Rosé 100% Pinot Noir

Este espumante apresenta coloração rosa salmão com reflexos acobreados. Seu aspecto é limpo e brilhante com perlage fino e intenso. Os aromas são delicados e lembram frutas vermelhas como morango e ameixa em calda, com notas de manteiga, pão torrado, mel e amêndoas. No paladar, é complexo, com acidez marcante e retrogosto intenso, lembrando os aromas encontrados no olfato. Acompanha bem frutos do mar, queijos de maturação média e massas com molhos brancos. Sua temperatura ideal é de 4°C a 6°C.

Vinícola Doña Paula participa do Restaurant Week, em São Paulo 

A vinícola Argentina do Grupo Santa Rita Wines marca presença na experiência gastronômica que acontece na capital paulista de 15 de setembro a 15 de outubro em 150 restaurantes em São Paulo  
A marca Doña Paula Estate, da vinícola argentina que pertencente ao Grupo Santa Rita Wines, participa do Restaurant Week, festival gastronômico com o melhor da culinária a preços fixos e acessíveis, que acontece de 15 setembro a 15 de outubro em São Paulo.   Na edição deste ano, que conta com 150 restaurantes participantes na capital paulista, será apresentado o Doña Paula Estate Malbec, vinho premiado com 90 pontos pelo crítico britânico Tim Atkin e uma das uvas mais queridas pelos consumidores de vinho. No Brasil, a malbec é uma das mais consumidas pelos brasileiros, sendo 45% dos consumidores, de acordo com dados da Wine Intelligence.   Além do Malbec, a vinícola já recebeu por mais de 170 vezes pontuação acima de 90 pontos das principais premiações do setor. Além disso, a marca possui certificação de qualidade pela BRC Food e de sustentabilidade pela BA, por suas práticas de respeito e integração ambiental.   Outro diferencial da vinícola é que, devido ao processo de produção, todos os vinhos de Doña Paula são adequados para celíacos, veganos e vegetarianos.      

Doña Paula Estate – Malbec 

Este Doña Paula Malbec é perfeito para os amantes dos vinhos argentinos. De cor violeta intenso, no nariz são percebidas frutas negras, violetas e especiarias; também notas minerais e grafite. De grande equilíbrio e frescor na boca, com boa concentração e estrutura. Taninos macios e com final persistente. Malbec é uma uva originária da França e foi introduzida na Argentina em 1860 pelo enólogo de Bordeaux Michel Pouguet, onde a variedade adaptou-se melhor do que qualquer outra região do mundo, tornando a Argentina, o principal produtor de Malbec do mundo.  


Detalhes técnicos:
Teor alcoólico: 14,5% vol. Acidez – 5,4 g / l (ácido tartárico) Açúcar residual – 1,8 g / l Ph – 3.7 Preço médio: R$ 119,90

Onde comprar: Lojas do Oba Hortifruti, Zaffari e Angeloni, no e-commerces do Divinho e na loja da World Wines of Argentina (Mercado Livre).  

Casa Madeira lança linha de vinagres para incrementar experiências gastronômicas

Elaborados com a qualidade da Famiglia Valduga, a novidade pode ser usada em diversas receitas, da entrada até a sobremesa

A Casa Madeira, com 30 anos de expertise na elaboração de itens voltados aos paladares mais exigentes do mundo, apresenta novidades para incrementar as experiências gastronômicas: o Vinagre Balsâmico e os Vinagres de Vinho Fino. Os novos rótulos têm a assinatura de qualidade do Grupo Famiglia Valduga e podem ser usadas em diversos preparos como canapés, entradas, saladas, pratos à base de diferentes proteínas e até em sobremesas, dando um toque especial em qualquer receita.

Atenta aos pedidos dos fãs e consumidores da marca, a Casa Madeira relança o Vinagre Balsâmico, frutado, sofisticado, elaborado a partir do vinagre de vinho tinto envelhecido por longos anos em barricas de carvalho, evidenciando uma intensidade gustativa e aromática única.

De consistência encorpada, aroma amadeirado e sabor levemente agridoce, o Vinagre Balsâmico proporciona um sabor ímpar às saladas e antepastos. Sua versatilidade também permite que o chef faça uma redução em fogo brando e utilize em carnes, legumes grelhados e sobremesas, conferindo uma elegante acidez aos preparos.

Outra novidade no portfólio de Casa Madeira é a linha de Vinagres de Vinho Fino, elaborada com uvas viníferas europeias, as mesmas usadas nos premiados vinhos da Casa Valduga, e disponível em três versões: Vinagre de Vinho Fino Chardonnay (branco), Vinagre de Vinho Fino Cabernet Sauvignon (rosé) e Vinagre de Vinho Fino Merlot (tinto). Todos são elaborados sem corantes, resultando em vinagres de qualidade superior e ricos em nutrientes naturais da fruta.

O vinagre branco tem base 100% Chardonnay, proveniente do Vale dos Vinhedos, considerada a rainha das uvas brancas e conhecida pela suavidade de seu aroma e sabor. É indicado para o preparo de molhos leves, saladas e legumes.

Elaborado com base 100% Cabernet Sauvignon, cultivado na fronteira entre o Brasil e o Uruguai, o vinagre rosé é caracterizado pelo aroma de especiarias e recomendado para o tempero de saladas e carnes marinadas.

Já o vinagre tinto tem base 100% Merlot do Vale dos Vinhedos e tem características típicas deste varietal, como o intenso sabor e aroma frutado. Essas peculiaridades fazem dele uma ótima opção para saladas, molho vinagrete e carnes marinadas.

Todas as novidades podem ser encontradas no e-commerce da marca.

Dia dos Pais: vinícolas pet friendly para os pais de pet curtirem a data

Wine Locals selecionou atividades na Serra Gaúcha para os pais de pet curtirem ao lado de seus filhotes de quatro patas

Pai de pet também é pai! Afinal, cuidar de um animal de estimação também exige compromisso e dedicação. Pensando nisso, a Wine Locals, plataforma de experiências de vinho, selecionou passeios na Serra Gaúcha (RS) para os pais de pet curtirem ao lado de seus filhotes de quatro patas.

A seleção inclui vinícolas, gardens e restaurantes onde os pets são muito bem-vindos. Tem degustação de vinhos, piquenique embaixo das parreiras, museu a céu aberto e muito mais! Todas as experiências estão à venda no marketplace da Wine Locals.

Peterlongo
A Vinícola Peterlongo mantém em suas instalações a tradição e o glamour de Champagne, com uma cave subterrânea, para os espumantes repousarem, e um chateau, um edifício forma de castelo – construído em 1930 – para receber seus visitantes. A referência à região francesa não é à toa: a Peterlongo é a única vinícola do mundo autorizada a produzir um champagne fora de Champagne. Chiquérrimo, não?! Os pets podem circular pela loja, lounge e no jardim, onde possível fazer piquenique.

Cave do Sol
A Cave do Sol é uma vinícola super pet friendly. Os bichinhos podem circular por todas as áreas, inclusive a bela sala de barricas, que conta com um mosaico do astro rei iluminado naturalmente por uma claraboia. A vinícola oferece diversas atividades, como degustação premium, harmonização com chocolate e até aula de yoga. Além de experiência exclusiva para crianças, com degustação de suco de uva e cookies.

Dal Pizzol
Inserida em um belo parque, a vinícola é o local certo para quem quer curtir o dia sem pressa. A propriedade reúne uma cave instalada dentro de antigos fornos de uma olaria; museu a céu aberto, que conta a história do vinho no mundo; o “Vinhedo do Mundo”, um parreiral com 400 variedades de uvas de mais de 30 países; além de um restaurante com pratos típicos ao lado de um lago, onde desfilam patos e pavões. A vinícola Dal Pizzol tem bastante espaço para os pets brincarem e ficarem ao ar livre.

Videiras Carraro
Redes, mesas e cadeiras rodeados pela natureza. Esse é o clima da Videiras Carraros. A pequena vinícola familiar iniciou a produção de vinhos apenas para consumo próprio. Ao longo do tempo, aperfeiçoou as técnicas e abriu suas portas para visitantes conhecerem seus produtos, que são todos cultivados na propriedade. As atividades oferecidas são realizadas em meio aos vinhedos, uma excelente maneira de relaxar e aproveitar o dia ao lado de seu bichinho de estimação.

Cuca e Marmelatta
Assim como o nome sugere, a casa é especializada em servir cucas caseiras. Tocada por uma família de ítalo-germânica, as delícias são servidas ao ar livre. Nos dias mais frios, o serviço acontece ao lado da lareira. Para quem é apaixonado por mesas lindas e cafés da manhã dignos de capa de revista, o Cuca e Marmellata é absolutamente imperdível! O lugar é super pet-friendly, os seus são bem-vindos e os deles ficam bastante à vontade, soltos pelo jardim.

Wine Garden Miolo
O Wine Garden Miolo é um wine bar a céu aberto. Instalado nos jardins da vinícola Miolo, o Wine Garden fica de frente para um lago em uma área verde, cheia de árvores, que ajudam a proteger do calor nos dias de verão. Já no inverno, mantinhas e fogueirinhas ajudam a aquecer. A grande estrela da casa é o piquenique: uma caixa recheada de gostosuras locais e vinho para você degustar enquanto curte o visual. Os pets são super bem-vindos e se sentem à vontade no amplo espaço do Wine Garden.

Nature
O Nature é um restaurante instalado no jardim da vinícola Don Giovanni, com uma arquitetura que se integra totalmente à natureza. Comandado pelo chef Rafael Jacobi, o menu homenageia os terroirs do mundo, incluindo pratos tradicionais da região. O visitante pode escolher entre refeições harmonizadas, servidas no interior do restaurante, ou optar por brunch e piquenique servidos ao ar livre no jardim da propriedade, que, diga-se de passagem, é o lugar preferido dos bichanos.

Wine Locals
A Wine Locals é uma plataforma que promove e fomenta experiências com vinhos. Sob o guarda-chuva está a Loja, um marketplace que concentra experiências em vinícolas do Brasil e Uruguai, e o Guia de Experiências, como o próprio nome diz, um guia que ajuda o usuário a organizar em trilhas seu conhecimento e vivência no mundo do vinho.

Dicas de vinhos para o Dia dos Pais segundo o perfil do seu paizão

Sommelier dá dicas de vinhos segundo o perfil do seu pai, seja ele mais aventureiro, cozinheiro, viajante ou conhecedor de vinhos

Seu pai gosta de vinhos? Ou você gostaria de dar um presente muito bacana para ele no Dia dos Pais? Com a proximidade da data, a ideia de presentes originais para o paizão começa vir à mente e certamente um bom vinho é uma das opções mais interessantes.

Porém, muitas vezes, escolher um rótulo pode não ser tarefa das mais fáceis. Tipo de uva, origem do vinho, preço, qualidade. Pode ser confuso mesmo, já que o mercado brasileiro atualmente oferece uma gama de opções para todos os gostos e bolsos.

Perguntamos ao sommelier Jonas Martins, gerente comercial da MMV Importadora e professor de enologia, algumas dicas de vinhos que certamente farão sucesso no Dia dos Pais. Ele fez uma seleção de rótulos com base no perfil de alguns pais, escolhendo a dedo vinhos de qualidade e com diferenciais que irão agradar, seja como presente ou mesmo para uma degustação em família para a celebração da data.

O pai “cozinheiro”
Se seu pai gosta de se aventurar na cozinha e ser o masterchef em certas ocasiões para a família, a sugestão é o chileno Fortunatus Cabernet Sauvignon, da Vinã Alto Roble. Vinho tipicamente chileno, encorpado com madeira e aromas de frutas escuras maduras, pimentas doces, alcaçuz e cedro, este é um vinho de celebração em família, muito redondo, com acidez e taninos elevados e bem resolvidos. É sucesso garantido para unir todo mundo em volta de um belo prato de Dia dos Pais, especialmente com carnes vermelhas e massas.

O pai “enólogo”
Caso seu pai já seja um conhecedor do mundo dos vinhos e goste de opções com um maior requinte e extremamente exclusivas, a melhor opção é o Cinco Sentidos Maluco, argentino da Finca Algarve, de Mendoza. Não, você não leu errado: o nome do vinho é Maluco. Isso porque existe todo um mistério que torna o rótulo uma verdadeira especiaria. Por ano, é produzido apenas um barril desse vinho, com 1200 garrafas, e o produtor não revela as safras e nem quais são as quatro uvas envolvidas na produção dele. Ou seja, cada lote é exclusivo. “Mais do que bebido, um vinho deve ser sentido”, explica Jonas Martins. O preço deste vinho é um pouco mais elevado, cerca de 600 reais a garrafa, porém cada gole vale muito a pena e seu pai vai se sentir muito especial recebendo um prodígio desses.

O pai “aventureiro”
Para pais que gostam de desafio e aventura e topam novidades e produtos diferentes, o Imemorial Barril por Barril Skin Contact da Paso a Paso Wines, também argentina, vai surpreender. Primeiro porque se trata de um vinho laranja, que é feito de uvas brancas, mas com estilo de vinho tinto, com as cascas envolvidas no processo de fermentação. Além disso, o Skin Contact conta com uvas bem diferentes: 30% Torrontés Riojano, 30% Pedro Giménez, 30% Moscatel, 10% Pinot Noir, com um toquezinho de pino. Normalmente, vinhos laranjas nunca têm uva tinta, mas esse rótulo apresenta um pouco de uva tinta sem casca para trazer uma estrutura diferente. “Realmente uma aventura para quem às vezes está acostumado com vinhos normais e quer se surpreender com algo bem diferente”, reforça o sommelier.

O pai “viajante”
As famílias que gostam de viajar e pegar estrada podem certamente colocar em seu roteiro a visita a uma vinícola. Um dos locais mais legais para ser visitado é a região de Flores da Cunha e Monte Altos, no Rio Grande do Sul, uma das mecas do vinho no Brasil. Lá encontra-se a Viapiana, vinícola centenária fundada por imigrantes italianos que mantém na sua forma de produzir vinhos de qualidade toda a tradição de anos. O rótulo indicado é o Viapiana Via 1986 Nebbiolo. Produzido com apenas 1,5kg por videira, tem a colheita manual com descanso em câmara fria a 8ºC por 12 horas, e as uvas são selecionadas manualmente, com desengace e maceração a frio por 36 horas, estagiando 25 meses em barris de carvalho francês de segundo uso. Cor vermelho granada, tem aromas muito complexos – terroso, frutas vermelhas e escuras, frescas e secas misturadas, alcaçuz, especiarias asiáticas. “Acidez alta e equilibrada, dando estrutura de sobra e provando que a Viapiana é um dos grandes ‘produtores do Brasil’”, elenca Jonas Martins. “Com todas essas opções, o presente de Dia dos Pais não vai ser mais um problema”.

Fonte: MMV Importadora

Hospedagem em barril de vinho gigante é opção criativa para o Dia dos Namorados

Chalé temático romântico fica em São Roque e é inédito no Brasil

Não há nada mais romântico do que proporcionar à pessoa amada um jantar à luz de velas com um bom vinho e menu caprichado. O Dia dos Namorados pode ficar ainda mais especial e inesquecível se somado a isso, o pacote ainda incluir uma noite em chalé temático construído a partir de um tonel de vinho.

A Quinta do Olivardo, tradicional restaurante de gastronomia portuguesa localizado na rota do vinho, em São Roque, tem essa opção. No cardápio, os casais encontram as tradicionais entradas de Bolinho de Bacalhau e Alheira Defumada. Para os pratos principais, os famosos Bacalhau com Natas, À Moda da Chef e Lagareiro.

Já para adoçar ainda mais a data, a sugestão é pedir a Rabanada Portuguesa ou o premiado pastel de Belém da casa.

Para completar a noite, a hospedagem oferece aos visitantes o conforto de um hotel com um toque rústico em meio aos parreirais. O chalé está dividido em dois ambientes. No piso inferior fica uma sala aconchegante, varanda onde o casal pode tomar o café da manhã e hidromassagem. Já no piso superior, está o quarto com cama de casal, TV, ar-condicionado e janelas pelas quais é possível desfrutar da bela vista dos vinhedos.

Foto: Elias Gomes

“Comemorar o Dia dos Namorados no chalé temático é uma experiência única e muito romântica. Sem dúvida, a estadia se transforma em um momento inesquecível para os casais apaixonados”, garante Olivardo Saqui, proprietário da Quinta.

Jantar dos Namorados e Hospedagem na Quinta do Olivardo – São Roque
Quando: Dia 12 de junho, a partir das 19h
Reservas: (11) 97088-5401
Endereço: Estrada do Vinho, km 4 – São Roque – SP

Informações – WhatsApp: (11) 99027-7685

RAR amplia portfólio de vinhos a partir da parceria com a vinícola italiana Masi

Com expectativa positiva, vindo de um período de aumento nas vendas de seus vinhos, a RAR apresenta novos rótulos e projeta crescimento de 40% na comercialização de suas bebidas até o final de 2022. A empresa, que possui canal próprio de vendas e atua também no food service e varejo, ampliou a parceria com a centenária vinícola italiana Masi, com a qual mantém a série RAR Masi Wineproject.

O Trevenezie Rosato é uma nova interpretação da categoria de vinhos rosé. É um vinho fresco e frutado, de aparência rosa salmão, com um paladar suave e equilibrado, combinando perfeitamente com aperitivos e antepastos.

Para acompanhar massas, risotos e pratos de entrada em geral, a linha apresenta o Bardolino Clássico, feito com as tradicionais uvas veroneses Corvina, Rondinella e Molinara, sendo um vinho tinto leve.

O Corvina+Malbec é um vinho tinto moderno e inovador: produzido em uma das operações da Masi em Tupungato, na Argentina, é produzido com o método de apassimento, o que confere aromas intensos de frutos silvestres e compotas. É ideal para degustar com alimentos fortemente aromatizados.

Já o Malbec+Corvina, também tinto e com teor aromático incomum, é feito com fermentação dupla após uma prensagem suave das uvas Malbec, caracterizando-se também como um vinho moderno.

Vinho branco fresco, aromático e frutado, o Pinot Grigio tem aparência amarelo palha claro com reflexos dourados e pode ser acompanhado de petiscos, peixes e carnes de porco grelhada.

O Rosso Verona é um original Super Venetian, criado em 1964 e reconhecido internacionalmente como um vinho de corpo e complexidade de alta qualidade. Produzido a partir de um método de fermentação dupla, com uvas das castas Corvina, Rondinella e Molinara, é suave e aveludado de aparência vermelho rubi, excepcionalmente versátil, acompanhando bem pratos de massa temperados com molhos e carnes vermelhas, grelhadas ou assadas.

Parceria de sucesso

A respeito da parceria com a Masi, iniciada em 2018, o CEO da RAR, Sergio Martins Barbosa, reforça que surgiu do alinhamento de valores e do interesse em comum no cultivo da tradição italiana, a partir do encontro de Raul Randon e Sandro Boscaini – reconhecido no mundo inteiro como o “Mister Amarone”. “A série já conta com 13 rótulos e temos notado uma ótima receptividade. Cada produto foi pensado para valorizar a autenticidade, a paixão pela terra e o compromisso com a alta qualidade, características das duas vinícolas”, explica Sergio.

Destaque para os orgânicos

Segundo dados da Wine Intelligence, a procura por rótulos orgânicos e biodinâmicos cresceu 66,1% entre 2019 a 2021 e entre os destaques da série RAR Masi estão o Malbec Merlot, Pinot Grigio e Torrontes, além dos novos Corvina+Malbec e Malbec+Corvina. “Incluímos em nossa curadoria opções de vinhos mais naturais e temos notado aumento na demanda”, completa Sergio.

A operação da Masi em Tupungato, na região de Mendoza, é um projeto desenvolvido em um terroir único, com uvas nativas da região do Vêneto, a partir de processos naturais de adaptação ao solo argentino, sem a interferência de químicos, respeitando a biodiversidade local. “Os vinhos combinam a exuberância da natureza argentina com o estilo e a elegância dos vinhos do Vêneto”, comenta Sergio. “A RAR, da mesma forma, também desenvolve, há mais de 40 anos, ações voltadas à sustentabilidade e cuidado com o meio ambiente, fator que contribuiu para o alinhamento das duas vinícolas”, completa.

Vitória Lúcia, o ícone em homenagem às nonas da família

Espumante Nature, Ícone das borbulhas elaborado pela Vinícola Cave do Sol, no Vale dos Vinhedos, é a estrela do mês das Mães

Passam gerações, amadurecem novas safras e o maior valor preservado pela Cave do Sol continua sendo a família. O diretor Arnaldo Passarin, neto de Giuseppe, que veio do Vêneto em 1888, sempre diz que tem duas paixões: a família e o vinho, mas o melhor da vida é a família. E assim, a vinícola eternizou parte dessa história de amor engarrafando seu espumante ícone, o Vitória Lúcia, em homenagem as saudosas nonas da família. E neste mês das Mães, o rótulo é o protagonista de uma ação que tem o propósito de homenagear muitas mães. Durante o mês, comprando duas garrafas, o cliente ganha uma champanheira.

A força dessas mulheres – Vitória e Lúcia – está representado no nome e no estilo do espumante, elaborado com um corte das variedades Chardonnay e Pinot Noir. “Únicas, elas são exemplos de bravura e determinação para nossa família”, destaca Passarin, filho de Lúcia. A escolha das variedades traduz a personalidade que cada uma delas deixou como legado para a vinícola, seus filhos e netos. Ele explica que a mãe de sua esposa Arlete, Vitória também não poderia deixar de ser homenageada.

Pedidos abençoados

E para reverenciar ainda mais o respeito e a admiração em relação as nonas, a Cave do Sol criou uma nova experiência apoiada na fé e religiosidade que elas tinham. Entre o rico acervo preservado pela família e que está exposto na vinícola estão duas Capelinhas, uma de Nossa Senhora Aparecida, que era da avó Lúcia, e outra da Nossa Senhora de Caravaggio, adorada pela avó Vitória. A partir de agora, as pessoas poderão depositar as rolhas das garrafas que forem abertas, acompanhadas de um pedido, a fim de serem abençoados pelas Santas e pelas avós.

O espumante

Elaborado com uvas Chardonnay e Pinot Noir cultivadas na Serra Gaúcha, este espumante foi elaborado pelo método tradicional. Tem 36 meses de autólise em cave antes do degorgement, com parte do vinho Chardonnay com passagem por barrica de carvalho. De coloração amarelo-dourado, o espumante Vitória Lúcia tem perlage fino e persistente. No nariz, frutas como limão siciliano e abacaxi maduro com notas delicadas de frutos secos e castanhas. Também traz aromas que lembram pão e tostados, resultado de uma maturação prolongada sobre as borras. Na boca, acidez refrescante, excelente equilíbrio com a fruta e agradável cremosidade. Harmoniza muito bem com peixes grelhados, massas com molhos de queijos, risotos leves, bolinho de bacalhau, sendo ideal ser apreciado com temperatura entre 6°C a 8°C.

Informações: Cave do Sol

Wine dá dicas de harmonização de vinhos para a Páscoa

Sommelière ensina como escolher o melhor rótulo para acompanhar bacalhau, salpicão, quiche e chocolates

Para ajudar você a impressionar no almoço de Páscoa deste ano, a especialista Marina Bufarah de Souza, sommelière da Wine, dá algumas dicas de harmonizações com pratos tradicionais e, claro, com o chocolate que não pode faltar. A data é marcada por celebrações que combinam com vinhos de diferentes tipos de uvas e até algumas bem especiais, como a casta de rótulos do Porto. Confira:

Bacalhoada 

Prato importante na Páscoa e que sempre pede por um vinho com mais intensidade. Para quem gosta dos brancos, a dica fica por conta do Capote Velho Reserva Regional Lisboa Branco 2019, elaborado com Arinto, Chardonnay e Fernão Pires. É um vinho untuoso, de corpo médio e ótimo frescor. Já para quem não abre mão de um tinto, a dica é não abusar dos taninos, que quando combinados ao sal do bacalhau podem resultar em um gosto metálico desagradável. Uma boa aposta é o Meum Regional Alentejano Tinto 2019, um blend alentejano que destaca as notas frutadas e frescas, com um leve açúcar residual que vai harmonizar por contraste com o sal do prato. 

Salpicão de frango 

Receita presente nos almoços de muitas famílias e que pede a complexidade e frescor da Viognier. Esta uva é destaque no Antodie I.G.P. Pays dOc Viognier 2020, com boa presença em boca e sabor marcante. 

Quiche de cogumelos e alho-poró 

Receita fácil e prática para um almoço com amigos, a quiche de cogumelos e alho-poró combina deliciosamente com o Fat Bastard I.G.P. Pays dOc Pinot Noir 2019, vinho leve com notas frutadas e terrosas típicas da variedade. 

Sobremesa de chocolate 

Na Páscoa, não podemos deixar os chocolates de fora e eles também combinam com os vinhos! Se você é do time que prefere os chocolates brancos, vai adorar uma torta de chocolate branco com maracujá, harmonizada com o Porto Burmester Extra Dry White, que tem o equilíbrio perfeito entre acidez e doçura, com notas frutadas. Este rótulo é um vinho do Porto branco, que poucos conhecem.

Já para os fãs do chocolate meio amargo, uma mousse com calda de frutas vermelhas cai bem com as nuances similares encontradas no Porto Burmester Ruby, formando um terceiro sabor ainda mais gostoso. 

“Motivos para se reunir com amigos e familiares não faltarão nesta Páscoa. Escolha o que mais te agrada e aproveite”, diz Marina. 

Para conferir o portfólio completo da Wine clique aqui.

Vinhos e espumantes ideais para o verão

O sommelier Sidney Lucas mostra que as bebidas podem ser consumidas em qualquer estação.

Sol, praia, piscina, férias, calor… o verão chegou! E esta é uma estação tipicamente quente em todas as regiões do Brasil, muito propícia para apreciar bebidas geladas, como vinhos brancos, espumantes e, porque não, alguns tintos adequados à estação.

Várias pessoas dizem sentir uma certa dificuldade em consumir vinhos durante esta época do ano, pois acreditam não ser uma bebida muito refrescante. Porém, o sommelier da Decanter, Sidney Lucas, separou algumas opções que vão bem não apenas no verão, mas em qualquer estação ou ocasião.

Muito consumido, principalmente, em períodos festivos, os espumantes são aqueles que agradam a maioria dos paladares e a indicação de Lucas para o Verão é o Lírica Brut Magnum, da vinícola Hermann, com características de cor palha de média intensidade, brilhante, com bolhas muito finas e persistentes. Os aromas estão focados na fruta citrina, na pêra fresca, nas flores brancas delicadas e no leve toque de pão. “Ataque gustativo de ótima cremosidade, fresco, com final limpo e refrescante”, descreve o especialista, que recomenda que a bebida seja servida a 8°C.

Uma dica para acompanhar o Lírica Brut Magnum é servi-lo com aperitivos e canapés à base de pescados; frutos do mar tempurados; truta assada ao forno. Assim como com sashimis de peixes gordos como atum, salmão, tambaqui, e pirarucu; escalopes suínos grelhados, servidos ao creme delicado de cogumelos frescos, também são uma ótima opção.

Para os amantes de vinho rosé, o sommelier recomenda Château Lauriga Jardin de Roses, um vinho de caráter floral permeado por toranja, cereja, morango e cativante mineralidade. “Na boca, é muito leve, de acidez crocante, final limpo, suculento e duradouro, um legítimo vinho de verão”, descreve o sommelier. A temperatura ideal sugerida para servi-lo é 10°C.

Para acompanhar o Château Lauriga Jardin de Roses, uma boa paella com frutos do mar; filé de linguado grelhado servido sobre musselina de camarões rosa; ou até mesmo um ravioli com lagostins, abobrinha e cogumelos ao “jus de mer”.

Porém, para aqueles que não conseguem deixar de lado um bom vinho tinto, mas achavam que não era uma boa ideia consumi-lo no calor, Lucas desmistifica esse pensamento. “O vinho tinto não só pode como deve ser consumido em qualquer época do ano, seja no frio ou no calor, o que vai comandar isso, é a vontade e o gosto de cada um, além do estilo do tinto a ser escolhido, que deverá ser leve e com pouco tanino, o que permite ser servido a temperatura um pouco mais baixa”, diz. E sua recomendação é um Rioja tinto de Año, com características que enfatizam notas de frutas frescas (ameixas, amoras) sobre tons herbáceos e florais. “Macio, ótima polpa e prazeroso frescor, sendo indicado servi-lo a 14°C”, descreve Lucas.

O sommelier comenta que a bebida é perfeita para um piquenique ou refeições informais; jamón serrano (tipo de presunto); embutidos em geral; aves e carne de porco assados e tapas. Segundo Lucas, é ótimo também para acompanhar pescados em preparações simples.

“Não importa se é espumante, vinho branco, rosé ou tinto, o que importa é apreciar, claro, com moderação, esta bebida tão gostosa que reúne amigos e família em um clima festivo”, comenta o sommelier.

Informações: Decanter