Arquivo da tag: whey protein

Conheça todos os tipos de chocolate e escolha o melhor para você

O período de Páscoa costuma servir de pretexto para que a gente coma mais chocolate do que o normal, sem aquele incômodo do sentimento de culpa. Para você não se deparar com resultados desagradáveis depois do feriado, a nutricionista Paula Castilho, dá dicas e alerta sobre o consumo deste saboroso alimento.

De acordo com ela, o chocolate é considerado saudável e nutritivo, mas deve-se ter cuidado com a quantidade. Pesquisas mostram que para se obter os benefícios nutricionistas, a quantidade ingerida não deve ultrapassar de 38 gramas por dia.

Na hora da compra, Paula recomenda optar pelos que têm maior teor de cacau e, consequentemente, menos açúcar. As opções com menor quantidade de gordura saturada e trans também devem ser priorizadas.

O chocolate mais escuro contém mais cacau e menos açúcar do que o ao leite. Há pesquisas que indicam que o leite e o alto teor de açúcar, normalmente adicionados aos chocolates mais claros, reduzem a capacidade do organismo de absorver antioxidantes. Dentre os tipos de chocolate que existem no mercado, deve-se dar preferência ao chocolate amargo, pois traz benefícios à saúde, desde que consumido com moderação. Isto porque ele é feito com o cacau puro e sem adição de gorduras do leite, contém alto teor de flavonoides, antioxidantes que combatem os radicais livres.

Para quem tem Alergia à Proteína do Leite de Vaca (APLV), uma doença atinge cerca de uma a cada 20 crianças no Brasil, algumas marcas já produzem ovos de Páscoa isentos de proteínas e traços do leite. Porém, a alfarroba pode ser uma ótima alternativa ao chocolate. Os produtos feitos com ela são nutritivos, com sabor de chocolate, mas isentos de lactose, glúten e açúcar, podendo ser consumidos por quem tem alergia ao leite.

O ideal é consumir 30 gramas por dia. Essa quantia é equivalente a dois bombons ou um tablete pequeno. No caso do chocolate amargo (70% cacau), que é rico em substâncias que atuam prevenindo ou controlando a hipertensão, a indicação é ingerir de 3 a 4 quadradinhos diários do chocolate, pois ele é muito calórico e pode causar ganho de peso. Além disso, a ingestão em excesso pode provocar irritações no estômago e na mucosa intestinal.

Em contrapartida, o cacau possui uma substância denominada feniletilamina que ajuda a melhorar o humor. Uma dica é ingeri-lo no período da tarde que é quando o cortisol, o hormônio do estresse, está mais elevado.

Confira os benefícios de cada tipo de chocolate:

chocolate

Ao leite – possui menos gordura hidrogenada na sua composição e, portanto, é menos calórico (com exceção daqueles que contêm nozes, cremes, frutas cristalizadas, entre outros). Inclui cacau sólido, manteiga de cacau, mais de 12% de leite e açúcar. Um dos mais doces que existem, portanto representa um incremento bem grande de calorias na dieta, provenientes principalmente do açúcar, mas também da gordura do leite, da manteiga de cacau e de outras gorduras adicionadas. Aumenta as chances de engordar, se consumido em grande quantidade, ainda mais se sua dieta já for rica em outros carboidratos.

chocolate branco pixabay
Pixabay

Branco – produzido a partir da manteiga de cacau, é o que possui menor quantidade de propriedades benéficas à saúde. Além disso, são ricos em gorduras saturadas, que colaboram para a elevação do peso. Seus componentes principais são: leite, manteiga de cacau e açúcar. E, muitas vezes, a manteiga de cacau é quase totalmente substituída por gordura vegetal hidrogenada (a de pior qualidade biológica). Sendo assim, não traz benefícios relevantes para a saúde e deve ser consumido com bastante moderação.

chocolate cacao amargo summa pixabay

Amargo – fabricado com grãos torrados de cacau, ele contém pouco açúcar e não tem acréscimo de leite na composição. É considerado um dos mais benéficos à saúde, já que é rico em flavonoides, substâncias que agem melhorando a circulação.

 

ovo de pascoa choco amargo Her.ie
Foto: Her.ie

Meio amargo – possui composição bem diversificada, conforme a marca do chocolate, mas é comum conter bastante açúcar, a exemplo do chocolate ao leite, e gordura. No entanto, é uma opção muito boa para aqueles que não apreciam o sabor forte do extra-amargo e do amargo.

chocolate cacau

Extra-amargo 90% cacau – contendo também a manteiga de cacau. Existem opções sem ou com pouquíssimo açúcar. O cacau possui propriedades que beneficiam as funções cardíacas, equilibram o colesterol bom e ruim e aliviam o estresse. Contém teobromina que melhora o humor e funciona de forma semelhante à cafeína (é devido a esta substância que o chocolate é tão viciante), e também apresenta antioxidantes, que previnem doenças e o envelhecimento precoce, além de fibras. É por este motivo que quanto mais cacau, maiores serão os benefícios do chocolate. Já as opções com percentual menor de cacau, em geral, contêm grandes quantidades de açúcar e gordura, o que diminui sua qualidade e traz inclusive efeitos contrários aos do cacau. Portanto, consuma todas as modalidades com moderação.

chocolateeee

Diet – é aquele que não contém algum nutriente. Usualmente, os chocolates diets são assim chamados por não possuírem o açúcar, mas cuidado. Muitas vezes, eles têm uma quantidade elevada de gordura. Outro fator a ser considerado, se você não é diabético, é que cada vez que sua boca sente o sabor doce, o corpo inteiro se prepara para receber o açúcar, só que neste caso o açúcar não vai chegar, então a vontade de comer o chocolate pode só aumentar. É isto o que acontece com os chocolates que contêm adoçantes. Porém, se ele não tiver adoçante e nem mesmo açúcar, e ainda for amargo, pode ser considerado.

chocolate

Light – aquele que contém algum nutriente em menor quantidade. Sua composição pode variar muito, por isso, fique atento ao rótulo, e veja qual nutriente ele tem menos, e se possui algum em altas quantidades, em comparação à um chocolate normal.

SHUTTERSTOCK_chocolate
Sem glúten – o chocolate puro é naturalmente sem glúten, já que esta proteína está presente em alguns cereais (centeio, cevada, triticale, trigo etc). O que ocorre com os chocolates é que muitas vezes eles sofrem contaminação cruzada, por passarem pelos mesmos recipientes e equipamentos nos quais alimentos que contêm glúten são processados. Sendo assim, é ideal para quem necessita de uma alimentação livre de glúten, esta modalidade de chocolate apresenta uma garantia maior da sua ausência, já que se pressupõe ter passado por cuidados especiais que evitassem a contaminação.

sem lactose

Sem lactose – a lactose é um carboidrato presente no leite, com perfil inflamatório e bastante alergênico. Portanto, os chocolates “lactose free” são feitos para pessoas  intolerantes à lactose, que seguem uma dieta sem lactose por outros motivos de saúde ou até estéticos, para veganos, ou que seguem alguma tradição alimentar. Em geral, o leite é substituído pelo leite de soja, ou algum outro isento de lactose. Neste tipo de chocolate, a contaminação cruzada com alimentos que contenham leite, também deve ser uma preocupação.

Perfis_variados_-_soja_na_alimentacao_baixa160704_191211

De soja – são fabricados com leite de soja, usualmente não contendo lactose. Os chocolates de soja com qualidade, que mantêm condições de processamento e temperatura adequadas, possuem as isoflavonas e fitoestrógenos intactos para benefício da saúde (efeito estrogênico). Cuidado: alérgicos à soja devem evitar, assim como homens e crianças, já que há estudos científicos que declaram a soja como um agente que desequilibra a função hormonal deles.

whey

Chocolate Proteico (com Whey Protein) – este tipo de chocolate sacia muito o apetite, em comparação aos tradicionais, e ainda incrementa o aporte proteico do dia. Isto se deve ao Whey Protein que é adicionado, também ajuda a tonificar a musculatura. Mas, cuidado: muitas vezes eles têm uma quantidade grande de gorduras, o que acaba anulando seus efeitos positivos. Por isto, fique atento sempre ao rótulo dos chocolates.

alfarroba-1 carbo

Alfarroba – não é chocolate, apesar de seu gosto e aparência serem iguais. É utilizado como substituto do cacau. Os produtos feitos com alfarroba normalmente não possuem glúten, lactose e cafeína, e são ricos em vitaminas e minerais.

Se você exagerar na Páscoa, Paula recomenda que, na semana seguinte, coma alimentos mais leves, como frutas ricas em fibras, e beba bastante água para hidratar o corpo. Além disso, deve-se dar preferência a refeições com carne branca, legumes e saladas.

Outras dicas são fazer atividades físicas, acompanhadas de um profissional de saúde especializado e, se a “culpa” for muito grande, procurar um nutricionista para saber se não é o caso de fazer uma dieta de desintoxicação.

Fonte: Paula Castilho- Nutricionista

Verde Campo apresenta novo sabor de Natural Whey

Linha de iogurtes proteicos é sem lactose, zero açúcar e livre de conservantes, aromas e corantes artificiais

A Verde Campo apresenta, durante a Arnold Sports Festival (12 a 14 de abril), em São Paulo, o novo integrante da família Natural Whey, composta por iogurtes e shakes enriquecidos com proteína do soro do leite, whey protein. A linha ganha a versão com concentração de 21g de proteína no sabor Morango.

Seguindo o compromisso da empresa de oferecer apenas produtos 100% naturais, o lançamento é livre de conservantes, aromas e corantes artificiais. Em embalagem com 250g, fácil de levar para qualquer lugar, o produto não contém lactose e é zero açúcar, sendo adoçado naturalmente com stévia, assim como toda a linha. O novo iogurte é preparado com leite desnatado e fresco, produzido por fazendas certificadas em boas práticas produtivas e bem-estar animal.

A linha Natural Whey ajuda a aumentar a ingestão de cálcio e proteína de forma prática e saborosa. Os produtos são ideais para consumo em todas as idades, no café da manhã, intervalo das refeições e no pré ou pós-treino. A versão com 21g de proteína assegura saciedade por ainda mais tempo e contribui para o desenvolvimento de massa muscular magra.

A linha conta ainda conta com mais dois sabores de Natural Whey com 21g de proteína (Doce de Leite e Pasta de Amendoim), quatro sabores de Natural Whey com 14g de proteína (Morango, Cookies & Cream, Baunilha e Banana) e dois sabores da versão com embalagem de 500g.

A Verde Campo assumiu o compromisso de eliminar ingredientes artificiais de todo o seu portfólio e não apenas de uma linha. Para isso, descobriu novos ingredientes, alterou suas receitas, investiu na modernização da fábrica, certificou pecuaristas para melhorarem o leite e envolveu fornecedores de polpa de fruta, fermentos, e outros insumos para garantir que nada na elaboração dos produtos tenha origem artificial.

“Esse lançamento vai ao encontro de duas grandes tendências de mercado. A primeira é a demanda dos consumidores por produtos naturais. E a segunda tendência são os alimentos enriquecidos de proteína. Lançada em 2016, o Natural Whey foi pioneiro no mercado de lácteos com whey protein. Desde então, tivemos muito sucesso nas vendas e por isso, seu portfólio não para de crescer” – explica Arlindo Curzi, diretor de inovação da Verde Campo.

Ficha técnica do produto

verde campo.png

Natural Whey 21g – sabor morango

Ingredientes: leite desnatado pasteurizado, concentrado proteico de soro de leite, concentrado de beterraba, fermento lácteo, enzima lactase, estabilizante pectina, aroma natural, edulcorante glicosídeos de esteviol (stevia).

Alérgicos: contém leite. não contém lactose, não contém glúten.

Tabela Nutricional

tabela.png

Informações: Verde Campo

 

Lactose: mitos e verdades sobre o açúcar do leite

Pesquisas feitas em todo o mundo mostram que quase três em cada quatro pessoas no planeta (75%) reagem mal aos derivados do leite. No Brasil, estima-se que este percentual atinja 40% da população. A deficiência primária ocorre com a diminuição da produção da lactase como consequência do envelhecimento.

Esse fato é mais evidente em algumas etnias como a negra (até 80% dos adultos têm deficiência) e menos comum em outras, como a branca (20% dos adultos). Estima-se que a intolerância à lactose atinja 6% das crianças com menos de três anos de idade e 3,5% em adultos, segundo levantamento do Ministério da Saúde.

Você sabe o que é a lactose? A nutricionista Priscila Bergamin, profissional parceira da Verde Campo, empresa referência e pioneira no mercado de produtos sem lactose, esclarece os principais mitos e verdades sobre ela.

A intolerância acontece pela incapacidade do organismo de digerir o açúcar do leite.

mulher bebendo leite

Verdade – a intolerância à lactose acontece por causa da deficiência de lactase, responsável por quebrar as moléculas de lactose e convertê-las em glicose e galactose, dois tipos de açúcar que geram energia para o organismo.

A lactose está presente em todos os alimentos derivados do leite.

pate lacfree

Mito – existem alguns queijos de fermentação longa, como o parmesão que, devido ao seu processo fermentativo, toda a lactose presente é metabolizada pelo fermento. “Encontramos produtos cuja lactose é hidrolisada por meio da adição da enzima lactase durante o processo produtivo, como os produtos LacFree, da Verde Campo, que oferece iogurtes, queijos e requeijão sem lactose”, complementa Priscila.

Produtos sem lactose são frutos de um processo químico que transforma a lactose em lactase.

freegreatpicture-leite

Mito – produtos sem lactose são frutos do processo bioquímico da hidrólise da lactose, ou seja, a lactose é “quebrada” por meio de uma reação enzimática da lactase.

Produtos sem lactose são pobres em cálcio.

mulher tomando leite

Mito – o teor de cálcio não depende do teor de lactose no produto.

A retirada da lactose da alimentação ajuda no emagrecimento.

barriga emagrecer

Mito –  toda dieta com a finalidade de emagrecimento deve ser orientada por um nutricionista. De maneira geral, para obter o emagrecimento, o indivíduo deve ingerir menos calorias do que gasta; a retirada da lactose não necessariamente diminuirá a ingestão calórica nem aumentará o gasto energético de uma pessoa.

Retirar a lactose do dia a dia diminui o inchaço abdominal.

barriga

Mito – o inchaço abdominal de um indivíduo pode ter diversos motivos. Nas pessoas com intolerância à lactose, o inchaço pode ser devido ao acúmulo de gases e líquidos no intestino.

Intolerantes à lactose não podem consumir produtos enriquecidos com whey protein.

verde campo lacfree

Mito – devido às tecnologias atuais, o teor de proteínas do soro (whey protein) não tem relação ao teor de lactose no produto. Se na embalagem do produto que contém whey protein contiver a informação “zero lactose”, o produto será seguro para o indivíduo com intolerância.

Todo mundo tem um desconforto com produtos com lactose.

homem dor estomago barriga

Mito – a lactose causa desconforto em quem é intolerante a ela ou se o consumo for excessivo.

Leites UHT sem lactose apresentam um sabor adocicado.

milkshake verde campo

Verdade – o poder de adoçar da lactose é inferior ao somatório do poder de doçura da glicose e galactose. Consequentemente, ao hidrolisarmos a lactose, é possível obter um produto com sabor mais adocicado, sem aumentar seu valor calórico original.

O leite de búfala tem menos lactose do que o de vaca.

leite

Mito – a quantidade de lactose é similar de ambos os tipos de leite.

A lactose só deve ser consumida durante a infância.

iogurte lacfree

Mito – a lactose é um carboidrato capaz de nutrir, que pode ser consumido durante toda a vida do ser humano, desde que esse não apresente intolerância à lactose.

Iogurtes têm baixa lactose, por isso são seguros para pessoas com intolerância.

verde campo iogurte

Mito – o único tipo de iogurte seguro para as pessoas com intolerância à lactose são os iogurtes zero lactose.

Fonte: Verde Campo

Suplemento proteico sob medida para a saúde feminina

Atualmente, os suplementos são famosos e muito utilizados pelos praticantes de exercícios físicos e atletas. A ciência comprova que eles têm outros benefícios para a saúde de qualquer pessoa que tenha vontade de consumi-los, como suprir as necessidades de nutrientes e contribuir para o adequado funcionamento do organismo, consequentemente, promovendo equilíbrio, bem-estar, vitalidade e longevidade.

O Balance Whey Mulher é um alimento proteico formulado com proteínas do soro do leite, whey protein, e com peptídeos de colágeno que favorece a manutenção da saúde da pele. Sua excelente combinação oferece várias vantagens à saúde da mulher como um todo, como a melhora da composição corporal, por conter 18,4g de whey protein 3W, principalmente na forma isolada, que corresponde a 32% da ingestão diária recomendada de proteína. Auxilia na perda de gordura corporal e no controle da saciedade.

balance whey

Já os 9g de peptídeos de colágeno na porção, favorecem o aumento da síntese de colágeno que atua na hidratação e uniformidade da pele, melhorando, também, a elasticidade e firmeza, sendo ainda sua ação intensificada pela adição dos micronutrientes zinco e vitaminas C e E, antioxidantes que, igualmente, atuam na redução dos radicais livres, compostos responsáveis pelo envelhecimento celular.

O Balance Whey Mulher está disponível no mercado em dois sabores, Cacau Belga e Baunilha. Não possui em sua composição glúten, maltodextrina, conservantes, aromas, adoçantes e corantes artificiais. Outro diferencial é não conter adição de açúcares, sendo produzido com stévia adoçante natural que não proporciona malefícios ao organismo.

mulher exercicio sanavita.jpg

“De rápida e fácil digestão, este suplemento desempenha, ainda, um importante papel na saúde óssea da mulher por conter cálcio, magnésio e vitamina D, que atuam favorecendo o desenvolvimento da massa óssea e menor incidência de fraturas na velhice, comum em mulheres nas fases do ciclo menstrual e menopausa”, explica Natália Dourado, nutricionista da marca.

Informações: Sanavita

 

Le Prontinho mistura texturas e sabores com saúde e qualidade de vida

Algumas pessoas arriscam dizer que não existem apenas sete maravilhas do mundo e que a gastronomia é uma delas. Um dos maiores prazeres da vida é saborear uma comida gostosa, e os doces, então, nem se fala. Mas hoje em dia, preocupados com a saúde, a alimentação de qualidade entra em pauta com muita frequência, infelizmente, muitos doces precisam ficar de fora das dietas.

Em decorrência disso, surgiram os produtos Fit, e a Le Pot pioneira no segmento de receitas engarrafadas, criou a linha LeProntinho, de bolos e doces prontos nas versões Diet e Fit. Ideal para quem segue dietas com restrição calórica. Na linha diet, os produtos são feitos com ingredientes de alta qualidade. Sem adição de farinha de trigo, açúcar refinado, corantes nem conservantes. É uma linha funcional, saudável e não menos importante, muito saborosa.

fit pote 3

Sem sabores residuais de adoçante, a linha Diet Le Prontinho tem como missão mudar o conceito de que dietas com restrição de açúcar não devem ter a alegria de um clássico doce após uma refeição ou em momentos em que a vontade de comer um doce aparece.

A linha Diet conta com bolos de pote e doces de diferentes sabores podendo agradar a todos os gostos. Entre os bolos diet estão de Prestígio, Creme de Avelã e Paçoca. Entre os bolos diet estão de Prestígio, Chocolate com Brigadeiro e Paçoca. Entre os doces no pote estão os clássicos brigadeiro e beijinho, brigadeiro de limão siciliano e brigadeiro de paçoquinha.

fit pote 2

A linha Fit, extremamente democrática, também conta com uma rica diversidade de gostos e sabores. Funcional, muito leve e saborosa, leva farinha integral ou de arroz, açúcar mascavo ou demerara e aveia. Ao final, é enriquecida com Whey Protein. Sem o uso absoluto de nenhum corante, conservante ou ingrediente que consideramos “do mal”, é um produto que pode ser consumido sem aquele medo de prejudicar a saúde. Possui a mesma textura dos bolos convencionais, porém tem grande qualidade nutricional.

Entre as opções de fit no pote, estão o bolo de limão com creme de limão siciliano, bolo de nozes com doce de leite, bolo de chocolate com creme de avelã, brownie e bolo de paçoca. Não apenas os bolos, a linha fit também possui os clássicos docinhos, entre eles o creme de chocolate, cocadinha, creme de limão siciliano, creme de avelã e pasta de amendoim.

fit pote

Na linha fit não é utilizado leite condensado, os substitutos são o inhame, batata doce e pasta de amendoim.

Todos os produtos desta linha levam Whey Protein para aumentar ainda mais o seu valor nutricional e a qualidade do alimento. Aquela frase, “Você é o que você come” nunca fez tanto sentido, e nós buscamos levar alimentos de qualidade para que tenham uma vida de qualidade.

Informações: LePot

Alimento à base de quinoa, whey protein e colágeno para pets

A Protect Pet Food, empresa fabricante de alimentos para pets, lançou uma linha à base de quinoa, extrato de acácia, whey protein e colágeno. Os produtos foram desenvolvidos para atender as necessidades de cães e gatos de todas as raças e faixas de idade.

O alimento mantém o sabor e a qualidade, sendo conservada naturalmente à base de alecrim e chá verde. A Protect Pet Food ainda possui lecitina, que atua no controle do colesterol e triglicerídeos.

Outra grande novidade é a inserção de Whey Protein, que auxilia na manutenção da estrutura muscular do animal, além do colágeno, que age na manutenção da pele e da pelagem.

protect pet food (2)

Saúde Intestinal

A Protect Pet Food contém extrato de Yucca, que ajuda na redução do odor das fezes. A Protect Pet Food conta também com o extrato de acácia, que é um prebiótico natural de alta absorção para auxílio e equilíbrio do sistema digestivo.

Os produtos da Protect Pet podem ser encontrados na loja online.