Arrase no Halloween com a fantasia e maquiagem da icônica boneca da série Round 6

Com adaptações fáceis, docentes do Senac São Paulo dão dicas para se transformar na personagem mais popular dos últimos tempos

A série coreana Round 6, da Netflix, se transformou em um verdadeiro fenômeno da cultura pop mundial nas últimas semanas. Com uma temática que mistura doses de suspense e terror, não há dúvidas de que os figurinos usados pelos personagens serão a sensação no Dia das Bruxas deste ano.

Para te ajudar a se transformar na icônica boneca Mugunghwa – que significa a flor símbolo da Coreia do Sul, no Brasil conhecida como Rosa-de-Saron – os docentes Rafael Caetano, da área de moda e design, e Dennis Dal Bello, da área de beleza, dão dicas e truques simples para reproduzir em casa o look que ao mesmo tempo transmite inocência e ameaça.

Produzindo o figurino

O docente da área de moda e design, Rafael Caetano, do Senac São Paulo, ressalta que não é preciso desembolsar muito dinheiro e nem ter muita aptidão em costura para construir a fantasia. “O mais importante é usar a imaginação para adaptar peças para chegar à identidade visual da personagem. A criatividade, neste caso, será muito mais importante do que a técnica aplicada, e o que tornará o processo de produção bem mais divertido”, define.

Um exemplo dado pelo docente é usar o tingimento de peças antigas para reaproveitá-las na composição. “Aquela blusa básica branca que já está um pouco puída pode ser tingida de amarelo. Além disso, é possível customizar uma camiseta maior que o tamanho de quem vai usar, que pode ser de padronagem masculina inclusive, para utilizar como o vestido de alças da boneca, cortando as mangas e gola”, descreve o especialista.

Como a inspiração para criação da Mugunghwa são ilustrações de livros didáticos infantis, os acessórios também seguem linhas simples: um par de meias brancas, calçados pretos (que podem ser estilo oxford ou até mesmo um tênis), fivelas e prendedores de cabelos. “Para reproduzir a fivela, desenhamos e recortamos uma sequência de círculo/triângulo/quadrado em papel roxo e colamos em um prendedor do modelo tic-tac”, revela Caetano.

Peças:
Blusa amarela
Vestido ou jardineira ou camiseta adaptada laranja
Meias brancas
Calçados pretos
Maquiagem e cabelos

Para completar a produção, o docente de Maquiagem Cênica do Senac São Paulo, Dennis Dal Bello, fez um passo a passo da maquiagem e penteado. “Os cabelos bastam ser divididos ao meio e presos na altura das orelhas com elásticos roxos, que podem ser improvisados com fitas de cetim também. Para deixar ainda mais parecido, use a fivela conforme comentado anteriormente”, orienta.

Já na hora da maquiagem, o grande truque é esconder as sobrancelhas para redesenhá-las mais finas. “A boneca possui sobrancelhas bastante finas e, para isso, o processo mais trabalhoso para essa transformação será apagar os pelos originais utilizando cola bastão infantil, que é composta de materiais hipoalergênicos e não nocivos à pele”, pondera.

Materiais:
Pincéis de maquiagem e esponja para base
Base
Corretivo
Blush
Iluminador
Pó translúcido
Batom vermelho
Máscara de cílios
Delineador
Lápis branco
Contorno em pó ou em creme
Escovinha de cílios e cola bastão infantil para apagamento da sobrancelha

Passo a passo:
-Retirar o excesso de oleosidade das sobrancelhas com álcool antes de começar o apagamento.
-Aplicar várias camadas da cola bastão alternada com a escovinha para cílios, até ficarem bem aderentes à pele. Após chegar na textura ideal, cobrir a região com pó.
-Realizar a cobertura da pele do rosto, utilizando base, corretivo, pó e contorno.
-Na linha da pálpebra dos olhos, aplicar delineador preto. Na linha d’água e nos cantos internos, aplicar lápis branco. Finalizar com máscara de cílios.
-Com o auxílio de um pincel e sombra marrom, fazer o traçado da sobrancelha de acordo com o formato da personagem, arredondado e bem fino.
-No rosto, finalizar com blush e iluminador.
-Aplicar o batom vermelho na boca, tentando imitar o traçado da boca de uma boneca, salientando a região do lábio superior conhecida como arco do cupido e a parte mais baixa do lábio inferior.

Dica bônus:
Dennis dá um último toque para dar detalhes mais macabros à produção. “É possível reproduzir sangue artificial misturando xarope de mel (ou o próprio mel) a algumas gotas de corante vermelho, achocolatado e uma única gota de corante azul. Dilua em água até chegar à viscosidade desejada”, indica. “Caso queira cortar este caminho, muitas lojas de fantasias e aviamentos vendem esse tipo de produto já pronto”, complementa o profissional.

Live explica origem das comemorações

Hoje, 29 de outubro, às 19 horas, a unidade do Senac São Paulo Francisco Matarazzo, localizada na zona oeste da capital paulista, realizará a live “Pumpkins, sorcières e pan de muerto”, com docentes das áreas de línguas estrangeiras para um bate-papo sobre as origens das comemorações ao redor do mundo. O encontro será transmitido ao vivo e gratuitamente pelo perfil de Instagram da unidade ( @senacfco ).

Para quem participar, não faltarão dicas de expressões idiomáticas, receitas típicas e histórias de símbolos e tradições praticadas na França, Estados Unidos e México, por exemplo. Estarão à frente da conversa os docentes André Andrade, Daniela Maira e Ricardo Zamora.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s